Jornalistas lançam livro sobre doença pouco conhecida

Amanhã, sábado, 8 de abril, as amigas jornalistas Andressa Pedras e Beatriz Santos lançam o livro “Era uma vez um cabelo – Alopecia Areata em histórias reais”, a partir das 11 horas, na Paulinas Livraria (Rua Domingos de Morais, 660 – Vila Mariana – São Paulo).

O livro apresenta histórias reais de pessoas com Alopecia Areata, doença autoimune que causa a queda de cabelos e pelos do corpo. Nele, as autoras abordam diversos aspectos da doença, como o preconceito, o diagnóstico, os tratamentos, a questão da autoestima e a importância de um acompanhamento psicológico, sob a forma de participação em grupos de apoio ou terapia individual.

Beatriz, uma das autoras, tem Alopecia Areata desde os 16 anos. Quando ela e Andressa se conheceram, no início da faculdade, Beatriz ainda tinha os cabelos. As duas sempre sentiram falta de um material para pacientes e curiosos, já que só existiam livros científicos sobre a doença, para médicos e especialistas, e, por isso, decidiram escrever “Era uma vez um cabelo”, com o objetivo de conscientizar as pessoas, divulgar informações corretas e ajudar aqueles que sofrem com esse tipo de Alopecia, mostrando que é possível conviver bem com a doença e viver feliz com ela.

“Queremos também acabar com o preconceito, principalmente com as pacientes mulheres e no mercado de trabalho, onde ainda há tanta repulsa a pessoas diferentes, tatuadas ou com um estilo de vida distinto. Quantas mulheres que não têm os cabelos já sofreram preconceito simplesmente por não pertencerem ao que é considerado padrão de boa aparência para determinado emprego?”, questiona Andressa Pedras.

“Outro preconceito que nós, que temos a doença, sofremos é o de acharem que somos coitados. Muitas pessoas se sentem no direito de nos abordar na rua, nos abraçar, chorar, dizer que vamos ficar bem e dar dicas de tratamento e remédios – até porque a maioria pensa que, só porque somos carecas, estamos com câncer. Eu aprendi a lidar com isso numa boa, mas conheço gente que fica realmente muito mal”, conta Beatriz Santos.

Andressa_Beatriz

O livro é repleto de relatos – inclusive do ex-goleiro do Corinthians e hoje apresentador da Band, Ronaldo Giovaneli, que também tem a doença –, pelos quais é possível perceber o quanto se trata de um assunto pouco conhecido por ser muito pouco divulgado. Vários pacientes narram a dificuldade de encontrar o diagnóstico correto e falam sobre as informações confusas e esparsas encontradas na internet. Tendo em vista que os tratamentos disponíveis são apenas paliativos, e muitas vezes não apresentam resultados, a publicação pode ajudar os pacientes e seus familiares a conviver melhor com a doença e a defender-se de eventuais preconceitos.

No dia do lançamento, às 9h30, no mesmo local, acontece a reunião mensal do AAGAP (Grupo de Apoio aos Pacientes com Alopecia Areata), aberta a todos que quiserem conhecer mais sobre a Areata, tirar dúvidas, conversar com outros pacientes ou apenas assistir.

capa era uma vez um cabelo

Serviço:
O quê: Lançamento do livro “Era uma vez um cabelo – Alopecia Areata em histórias reais”
Quando: 8 de abril, às 11h (com reunião do AAGAP – Grupo de Apoio aos Pacientes com Alopecia Areata, às 9h30)
Onde: Paulinas Livraria (Rua Domingos de Morais, 660 – Vila Mariana – São Paulo)
Entrada gratuita

Ficha técnica do livro:
Título: Era uma vez um cabelo – Alopecia Areata em histórias reais
Autoras: Andressa Pedras e Beatriz Santos
Coleção: Superação
Páginas: 168
Ano: 2017
Idioma: Português
Formato: 13,5 x 20,0 cm
Preço: R$ 26,20

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s