Vinho tinto pode ajudar no tratamento dos ovários policísticos

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma condição que afeta o funcionamento dos ovários. As três características mais comuns da SOP incluem menstruações irregulares, excesso de hormônios masculinos (andrógenos) e ovários com vários pequenos cistos (micropolicísticos).

Embora a causa exata da SOP não seja totalmente conhecida, ela está relacionada a níveis hormonais anormais, incluindo altos níveis de insulina. As mulheres com ovários policísticos produzem quantidades mais altas do que a média de testosterona e outros “hormônios masculinos”.

“É um dos distúrbios endócrinos mais comuns que afetam a ovulação e a fertilidade de cerca de 5% a 10% das mulheres em idade fértil. Recentemente cientistas descobriram que o resveratrol – um composto natural encontrado no vinho tinto e uvas -, pode, nessas mulheres, moderar os hormônios andrógenos e os fatores de risco de diabetes, além de ajudar a resolver o desequilíbrio hormonal”, diz Arnaldo Cambiaghi, ginecologista, especialista em reprodução humana e diretor do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia) .

A elevação desses hormônios pode contribuir para infertilidade, ganho de peso, acne ou excesso de pelos do corpo, além de outros problemas de saúde, como diabetes. A maioria das estratégias de tratamento atuais se concentra em preocupações individuais, como fertilidade, hirsutismo ou obesidade. O uso de pílulas anticoncepcionais para diminuir a produção de andrógenos.

Segundo os pesquisadores, o novo estudo – publicado no Endocrine Society’s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, jornal da prestigiada Universidade de Oxford – é o primeiro ensaio clínico para avaliar os efeitos endócrinos e metabólicos do resveratrol.

vinho tinto freegreatpictures3
FreeGreatPictures

“Já sabemos que o resveratrol é um potente antioxidante, agora, esta pesquisa comprova que ele pode contribuir até para o equilíbrio hormonal. Claro que não se deve sair bebendo quantidades absurdas de álcool. Uma taça de vinho tinto por dia é o suficiente. Tomar suco de uva, de preferência orgânico, também ajuda, pois o resveratrol é um polifenol encontrado principalmente nas sementes de uvas e na película das uvas escuras”, finaliza Cambiaghi.

Fonte: Arnaldo Schizzi Cambiaghi é diretor do Centro de reprodução humana do IPGO, ginecologista-obstetra especialista em medicina reprodutiva. Membro-titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Laparoscópica, da European Society of Human Reproductive Medicine. Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa casa de São Paulo e pós-graduado pela AAGL, Illinois, EUA em Advance Laparoscopic Surgery. Também é autor de diversos livros na área médica como Fertilidade Natural, Grávida Feliz, Obstetra Feliz, Fertilização um ato de amor, e Os Tratamentos de Fertilização e As Religiões, Fertilidade e Alimentação, todos pela Editora LaVida Press e Manual da Gestante, pela Editora Madras. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s