Como agem os ativos que tratam o melasma

O melasma é caracterizado por manchas escuras ou acastanhadas (geralmente com padrão bilateral) e afeta principalmente mulheres em idade fértil. Segundo a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, apesar de não ter cura, o tratamento contínuo promove melhora significativa e o uso de produtos diários ajuda no controle da hiperpigmentação.

“Atualmente para os tratamentos para manchas é preconizado, além do produto de uso tópico, os produtos de uso oral que possuem benefícios antioxidantes e diminuem a inflamação”, acrescenta Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos.

Suplementos orais

Mika explica que, na parte oral, é fundamental a suplementação de antioxidantes, que diminuirão a formação de radicais livres, estresse oxidativo e consequentemente o processo inflamatório. “Um produto que tem ação de diminuir a inflamação é o Fosfolipideo do Caviar, que possui ação de proteção da membrana celular, fortalecendo e reparando dos danos causados pelos radicais livres, e pela presença de ômega 3, que diminui o estado inflamatório. Outro antioxidante diferenciado é o Glycoxil que interrompe o estresse oxidativo”, conta a farmacêutica. Além deles, Bio Arct aumenta a produção energética do organismo, que dessa forma terá a capacidade de produzir melanina de boa qualidade e Exsynutriment, que estimula a formação de colágeno e fortalece a junção dermoepidérmica — e dessa forma ocorrerá menos migração de pigmento para superfície diminuindo a formação de manchas.

peleee

Cremes

No ponto de vista do tratamento tópico, ativos como Sirahmnose, Hyaxel, Pro Barrier Repair, Alistin, B-White, Lipex Canola UB, OTZ 10 e Arct-Alg são importantes porque tratam os principais pontos, que são:

1. Fortalecimento da junção dermoepidérmica: é o local que liga a epiderme e derme. Sirahmnose melhora essa ancoragem, e ajuda a diminuir a migração do pigmento para as camadas mais superficiais;
2. Estímulo da renovação epidérmica de forma gradual: com a união do ácido hialurônico Hyaxel e PBR (Pro Barrier Repair), há estímulo da renovação celular e a remoção das células mortas;
3. Aumentar a proteção contra os danos do UVB: o raio UVB causa danos no DNA e morte celular. Neste caso, o antioxidante indicado é o Alistin, que potencializará o sistema de defesa natural da pele e dessa forma aumenta a resistência aos raios UVB;
4. Diminuição da pigmentação: o peptídeo clareador B-White controla a produção de melanina ao agir tanto na pigmentação de origem genética como nas manchas por exposição solar;
5. Diminuir a inflamação com ativos como o Lipex Canola UB: com ação anti-inflamatória potente igual à da hidrocortisona, diminuindo o estado inflamatório da pele, o que diminui a chance de hiperpigmentação da pele em processos irritativos;
6. Diminuir a ação dos raios UVA, Infravermelho A e luz visível. Aqui, o antioxidante avançado o OTZ 10 protege a pele da formação de radicais livres originados pela luz visível, Infravermelho A, UVA e UVB neutralizando os radicais livres e protegendo o DNA;
7. Aumento de produção energética gera na célula a capacidade de responder melhor e produzir melanina de boa qualidade, o que evitará a formação de manchas. Arct Alg aumenta a vascularização da pele e também triplica a produção energética da célula.

Mika explica que esse sistema clareador diminui as manchas de forma suave sem irritar a pele, mantendo sua boa hidratação e diminuindo as chances de efeito rebote ou seja, o escurecimento.

beleza pele melasma mulher.jpg

Outros tratamentos

O exame clínico dermatológico é que vai indicar o diagnóstico e o tratamento da condição crônica cuja melhora depende do paciente (uso de produtos adequados e cuidados com a fotoexposição) e que pode piorar com tratamentos mais agressivos. A questão da fotoproteção é indispensável para estabilizar os benefícios dos tratamentos. “O uso de fotoprotetores com no mínimo FPS 30 para rosto e corpo (nas áreas mais expostas) deve ser diário”, explica. A farmacêutica alega que é sempre importante buscar auxílio de um dermatologista, que pode orientar para o controle do melasma ácidos clareadores, lasers, luz pulsada e peelings.

Informações: Biotec Dermocosméticos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s