Nutricionista explica como usar caldos e sopas a favor da dieta

No inverno as sopas entram em destaque, por ser uma preparação mais líquida, saborosa, quente e fácil de fazer. Porém, não se engane! A maioria das sopas contém alta concentração de carboidratos (principalmente as que possuem base de mandioca, batatas, amido de milho e outros tubérculos) e de gorduras (creme de leite, leite, manteiga e queijos amarelos).

Natasha Barros, nutricionista esportiva especialista em bodydesigner, explica que, além disso, normalmente elas não possuem proteínas que são liquidificadas, fazendo com que as fibras sejam perdidas nesse processo. Por isso, o índice glicêmico é alto e isso eleva a quantidade de açúcar no sangue e gera picos de insulina, que prejudicam o emagrecimento e favorecem o ganho de gordura.

Caldo Verde - Foto Eduardo Bacani
Caldo Verde – Foto Eduardo Bacani

Por exemplo, o caldo verde, que possui adição de calabresa, contém elevada quantidade de sódio e nitratos, que podem contribuir para o aumento da pressão arterial e retenção de líquidos no corpo.

“As proteínas são importantíssimas para a saciedade, emagrecimento e manutenção da massa muscular. Já as fibras contribuem para melhorar a saúde do intestino, diminuem o colesterol sanguíneo, melhoram seus níveis de açúcar no sangue, além de favorecer a perda de peso. Dentre as opções saudáveis você pode acrescentar proteína na sua sopa, adicionando peito de frango desfiado e carnes cozidas como, por exemplo, o músculo bovino, uma opção barata e com menor teor de gordura que alcatra, por exemplo. Para acrescentar fibras na receita, a quinoa é uma ótima opção para intolerantes ao glúten, além de ser uma boa fonte de proteínas”, explica Natasha.

aveia copo
Foto: Haaijk/Pixabay

Além disso, a nutricionista lembra que aveia é rica em fibras e importante fonte de vitaminas do complexo B e pode ser usada na preparação. O ingrediente auxilia a função intestinal além de possuir fitoesterois que ajudam na redução de doenças cardiovasculares (do coração) e de algumas formas de câncer, como por exemplo, colorretal.

Fonte: Natasha Barros é nutricionista e bodydesigner, membro do IFBB – International Federation of Body Building, da SBC – sociedade Brasileira de Coaching e membro da IBNF – Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional. Pós-graduanda em Fitoterapia e em Nutrição Ortomolecular e Nutrigenética

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s