Faça você mesma: penteados fáceis para as festas de fim de ano

Fim de ano é hora de escolher as cores das roupas, definir acessórios e caprichar no cabelo, para passar pelas confraternizações em grande estilo e fazer bonito nesses últimos momentos do ano. Como molde do rosto (e grande preocupação para mulheres), pensar em como manter as madeixas no lugar durante as festas, está no checklist da produção feminina.

Para agilizar nesse quesito, o hairstylist Sandro Cassolari ensina passo a passo para fazer alguns penteados do tipo “do it yourself” – faça você mesmo -, simples  e superelegantes, que servem para todas as ocasiões de festas.

Para cabelos cacheados, o primeiro penteado é um “meio preso”. Para este, deve-se pegar umas mechas da parte de cima da cabeça e da frente, sem muita exatidão, com o intuito de deixar o rosto mais livre e dar um ar mais natural. Após a divisão, uma mecha na altura da testa deve ser colocada para trás, prendendo-a para o lado da cabeça, assim como as ademais mechas do topo/frente do rosto.

“Nesse ponto, devemos fazer torços com os cabelos, sentido ‘dentro’ da cabeça, utilizando grampos como se fossem agulhas”, indica. Repita o mesmo processo do outro lado do cabelo, prendendo sempre com grampos. Para complementar, Sandro escolheu pequenos acessórios, que podem ser substituídos por flores, presilhas ou outros adereços.

cabelos 1

Para o segundo penteado, Sandro parte do primeiro, leva todos os fios soltos para a parte de trás da cabeça, separa mechas e vai torcendo-as. Com ajuda dos grampos, encaixa na estrutura do penteado de maneira a ficar harmonioso e com a nuca livre, para diminuir o calor. Para complementar: laços, faixas, adereços.

cabelos2

Como terceira opção (que serve para todos os tipos e texturas de cabelo), Sandro Cassolari prende um “rabo de cavalo” baixo próximo à nuca e, a partir daí, separa o cabelo em mechas de grossura média, desfiando os fios na direção contrária do crescimento (de baixo pra cima), fixando-as na cabeça sem uma ordem exata com a ajuda de grampos, deixando uma ‘bagunça arrumada’. “O grampo é o melhor amigo do penteado”, ressalta o especialista.

cabelos  3.jpgcabelos3

Para cabelos lisos, a dificuldade é um pouco maior, em vista que os fios não são fáceis de fixar. Por esse motivo, o cabeleireiro sugere passar um mousse na parte de cima da cabeça e torcer os fios, secando-os (ainda torcidos) para dar movimento e uma impressão de textura mais grossa e um ondulado suave. A partir daí, ele desfia os fios do topo da cabeça e prende-os com a ajuda de um elástico pequeno, numa espécie de topete mais discreto. Sandro pega mais algumas mexas e, torcendo-as, prende na parte de trás alta da cabeça, próximo ao elástico.

cabelos4
Como segunda opção, Sandro Cassolari recolhe as mechas que estavam soltas, e, em pequenas quantidades, fixa-as próximo ao elástico, em pequenas torções, sem uma ordem exata ou estrutura pré-moldada. “Nesse ponto, o segredo é prender de maneira ‘descontraída’, sem muita ordem ou simetria. O importante é prender bem para não soltar e durar a noite toda”, ensina.

cabelos 5
Em todos os casos, a finalização pode ser feita com spray fixador, com opção de colocar acessórios (presilhas, flores, arranjos de cabelo, faixas, ou outros), podendo utilizar glitter para dar um toque especial.

Fonte: Sandro Cassolari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s