Arquivo mensal: abril 2018

Conheça as principais diferenças entre os mais diversos tipos de espumantes

De acordo com Lana Ruff, sommelière da Evino, antes de tudo é preciso conhecer os métodos de vinificação para entender as principais diferenças entre Champagne, Prosecco e Cava

Que o espumante é considerado uma bebida clássica ninguém pode negar. Mas você sabe como definir as principais diferenças entre os seus diversos e conhecidos tipos? De acordo com Lana Ruff, sommelière da Evino, antes de tudo, é preciso entender os dois métodos principais de vinificação de espumantes, pois eles são responsáveis por orientar o estilo e o preço da bebida a ser produzida.

Método tradicional (conhecido como champenoise em Champagne): o líquido passa normalmente pela primeira fermentação (a alcoólica – aquela que transforma suco em vinho) e depois é engarrafado para ser submetido a uma segunda fermentação, onde surgirão as borbulhas. Neste caso, uma superfície maior da bebida permanece em contato com as leveduras responsáveis por esses processos fermentativos, o que dá ao vinho notas aromáticas de pão e brioche, além de uma textura cremosa.

Método Charmat: após a fermentação alcoólica, o vinho é mantido em cubas para passar pela segunda fermentação. Só depois disso ele é engarrafado. O contato com as leveduras é pouco, mas as características varietais (aquelas próprias da uva) são mantidas, o que confere ao vinho notas aromáticas frutadas e florais.

vinho champanhe

O famoso Champagne, por exemplo, é o espumante elaborado somente e exclusivamente na região de Champagne, no norte da França. O método utilizado deve ser o tradicional e somente três uvas são permitidas: Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier. “Devido ao método champenoise, em que o vinho passa por uma segunda fermentação já dentro da garrafa, é comum sentir aromas que lembram pão, torrada, brioche e manteiga”, explica.

Prosecco_taça

Já o Prosecco é o espumante elaborado somente na região do Vêneto, no nordeste da Itália. O método de vinificação utilizado é o charmat – em que o vinho sofre a segunda fermentação em grandes cubas e, portanto, retém suas características primárias, de frutas e flores. “A única uva usada também leva o nome de Prosecco, embora recentemente tenha sido reapelidada de Glera. Em geral, os espumantes Proseccos tendem a ser refrescantes e oferecem abundância de borbulhas”.

cava elcarbonwww

Não podemos esquecer o Cava. Pouco conhecido pela grande maioria, ele é considerado o espumante favorito dos espanhóis e sai majoritariamente da região da Catalunha, no nordeste da Espanha. De acordo com a sommelière, são produzidos segundo o método tradicional, tipicamente com as uvas Macabeo, Parellada e Xarel-Lo. As uvas Chardonnay e Pinot Noir também podem ser utilizadas e, para os rosés, estão permitidas Garnacha, Monastrell e até Cabernet Sauvignon.

“Cava é caracterizado pela excelente relação de custo-benefício e por funcionar como uma espécie de meio termo entre champagne e prosecco. Isso porque ele herda características das leveduras, mas, como normalmente passa menos tempo em contato com elas na garrafa, retém aromas frescos de frutas e flores”, pontua.

champanhe espumante pixabay
Pixabay

De acordo com Lana, todos os exemplos citados acima são considerados espumantes. “Para ser espumante basta ter perlage (conjunto de borbulhas). A borbulha é simplesmente o gás carbônico gerado no processo fermentativo do vinho e retido nele com condições especiais de temperatura e pressão”. Para ela as principais diferenças entre os mais diversos tipos de espumantes são consideradas fatores culturais que motivam métodos de produção diferentes.

“Nem sempre é fácil distinguir um tipo de espumante de outro. Um aspecto que nos traz dicas e permite diferencia-los é o aroma. Champagnes cheirarão a pão e brioche em virtude do maior contato com leveduras enquanto os espumantes Charmat oferecerão uma característica mais frutada e, em geral, cítrica”, finaliza.

Fonte: Evino

Anúncios

Niks Burger Bar: nova opção na Vila Madalena

Burger & cocktail. Lugar de comer e beber bem. Essa é a proposta do Niks Burger Bar, casa que reúne duas artes, coquetelaria e hamburgueria. A casa, recém-inaugurada na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, aposta nos hambúrgueres com gostinho caseiro, fornadas quentinhas de pão, drinques especiais para harmonizar e uma pitada de criatividade, no menu e fora dele. Ambiente acolhedor e repleto de arte urbana.

Tudo teve origem nas animadas hamburgadas de família, promovidas pelo patriarca, o suíço Niklaus Wetter, mais conhecido como Niks, um viciado em hambúrguer e perfeccionista na arte de fazer pães. A paixão familiar virou negócio. A Niks é administrada pelo jovem casal, os empresários Felipe Wetter (filho de Niks) e Letícia Rezende, também moradores da Vila Madalena.

ambiente_niks_créditos Mario Rodrigues
No ambiente com decoração minimalista e contemporânea, destaque para a imponente e centenária árvore, a Pinus elliottii, e o mural free hand da artista plástica paulista Kalina Juzwiak – Foto: Mario Rodrigues

O casal fez sucesso na cidade com o foodtruck de churrasco texano, o PapiChulo Foodtruck, ideia que trouxeram da vivência em Austin (Texas). Durante 2 anos ficaram perambulando pela cidade com o sistema barbecue pit (um defumador-ambulante) até resolverem estacionar para um novo projeto, o Niks. A casa aposta em hambúrgueres descomplicados, sem invencionices, mas com gostinho artesanal e em drinques autorais.

“Como moradores da região, achávamos que esse bairro boêmio, tão rico culturalmente e, ao mesmo tempo, extremamente despojado, precisava de uma casa que unisse duas paixões e artes: coquetelaria e hambúrgueres. A ideia é ter um menu dinâmico, testar ingredientes, ter sempre novidades e trazer burgers por tempo limitado”, explica Felipe Wetter, sócio da casa. “A proposta é uma hamburgueria que fuja do tradicional, que busque a experiência do pão caseiro com a proteína, também caseira, vinda de pequenos produtores e moída diariamente, e harmonizada com uma carta de drinques originais”, complementa Leticia Rezende.

Localizado numa charmosa casa, em uma quadra repleta de galerias de arte, na Fradique Coutinho, a Niks faz questão de transbordar arte por todos os seus ambientes. Com decoração minimalista e contemporânea, o espaço de 100m2 tem pé-direito alto e salão dividido em dois ambientes: no térreo, um colorido bar, feito com azulejo colorido; no mezanino, uma ampla cozinha envidraçada, de onde se pode acompanhar todos os preparos e sentir o cheiro das fornadas quentinhas de pão.

Logo na entrada, uma surpresa, uma imponente e centenária árvore, a Pinus elliottii com mais de 30 metros de altura. O projeto, da arquiteta Victoria Kertzer, respeita a ancestralidade da natureza e a incorpora à modernidade. Para dar um ar pop, a artista plástica paulista Kalina Juzwiak pintou um mural free hand de 15 metros, utilizando apenas tinta acrílica e caneta posca. Um painel vibrante que parece abraçar árvore, a anfitriã da casa.

Muitos aromas entre a cozinha e o salão. Para começar, carne fresca e moída no dia (bovina, suína, peixe e frango), discos feitos ao estilo smash burger na chapa quente, alta temperatura e ponto adequado de fritura. A marca da Niks é a dos hambúrgueres mais finos (em torno de 110 gramas de Angus), ao estilo dos feitos em casa ou das lanchonetes de antigamente. Carne bovina macia e aerada, vermelha no interior, entre fatias de pão caseiro devidamente seladas na chapa. O pão artesanal, fermentado e assado diariamente na casa, traz mais de cinco variações de pães do dia, como australiano, tipo brioche, integral com gergelim, centeio com chia e pães com diferentes toppings, como macadâmia, pistache, parmesão e castanha-de-caju.

A cozinha está sob o comando do chef paulistano Marcos Amorim (ex-Mocotó, Dalva e Dito, DOM, Figueira Rubayat). A proposta é inovar sem perder a “alma de hamburgueria”. Dentre as criações, destaca-se o Toro, que reúne atum selado (generosa posta de 125 gramas), broto de girassol, maionese de wasabi e molho teriyaki feitos na casa e gergelim.

royal burger_niks_créditos Mario Rodrigues
O Royal Burger leva cebola confitada no barbecue, cogumelo-de-paris salteado na manteiga e fatias de bacon crocantes no pão tipo brioche da casa. Foto: Mario Rodrigues

A versão veggie da casa é o Niggler (100g de blend de abóbora com cogumelos shimeji e shiitake, queijo brie, rúcula e tomate-cereja). Há, ainda, uma receita de inspiração suíça, do próprio Niks, o Swiss, feito com um hambúrguer de 180g com raclette, o tradicional queijo suíço derretido em racleteiras, cebola, noz moscada e pimenta-do-reino. Burgers podem ser acompanhados da crocante batata rústica da casa, cortada na mão, pronta para ser mergulhada na maionese de ervas, também caseira.

O bom e velho cheeseburger leva o nome da casa. No Niks, sobre 110g de hambúrguer (blend da casa, feito com várias partes do brisket de Angus) somam-se a maionese, o queijo americano e o pão fresquinho tipo brioche. No almoço executivo, de segunda a sexta, o hambúrguer pode vir montado no prato e ao lado de acompanhamentos como fritas e salada de alface americana, alface roxa, rúcula, tomate-cereja e rabanete laminado com molho de mel com mostarda.

Entre um hambúrguer e outro, para petiscar há os crocantes bolinhos empanados, nas versões de ricota com castanha-do-pará e manjericão, acompanhado de molho sweet chilli, e de cream cheese com jalapeño, acompanhado de molho de cheddar inglês. Para finalizar com gulodices, há os cookies de chocolate e nozes e, também, de chocolate de castanha-de-caju e caju fresco, acompanhados de uma bola de sorvete caseiro do dia, com sabores como baunilha, chocolate ou de frutas da estação, como morango, maracujá, limão ou framboesa.

gim-tônica_jabuticaba_niks_créditos
Para harmonizar, o bartender Thamer Lima preparou opções como o gim-tônica Jabuticaba, que leva melaço de jabuticaba, limão-siciliano e manjericão roxo. Foto: Mario Rodrigues

Mostrando que sabor e suculência combinam com bons drinques, o bartender Thamer Lima, que trabalhou nos premiados Marakuthai, Ema, Me Gusta, preparou uma carta de personalidade. Drinques que ressaltam o sabor das carnes. É o caso do delicado Letícia (vodca, suco de abacaxi, xarope de rosas, suco de limão) e do refrescante Belatrice (rum, melaço de jabuticaba, amora, farinha de uva). Na seção de gim-tônica há dos clássicos a variações como o Mel de Gengibre (limão-taiti, mel de gengibre, espuma de gengibre) e Tangerina (alecrim queimado no maçarico, tangerina e zimbro). Tem opção de soft drink, como Detox Lichia (lichia, chá verde, suco de limão, gengibre, hortelã e maçã verde), sem álcool, servido em copo ou em jarra de 400 ml.

Mas as queridinhas da carta são as caipirinhas. Leves, refrescantes e cítricas, ajudam a fazer a digestão dos sabores de hambúrgueres mais picantes. É o caso da Capoeira (lichia, maracujá e hortelã) e da Samba (limão-cravo, acerola e tomilho limão). Prova de que a mistura de hambúrguer com drinque dá muito samba.

Niks Burger Bar: Rua Fradique Coutinho, 1464-Vila Madalena, São Paulo – SP. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 18h às 22h30. Não abre aos domingos. Nos feriados, mantém o horário de funcionamento.

 

 

Discutir e resolver os conflitos faz bem ao casamento, diz pesquisa

Há pessoas que detestam discussões e acabam protelando a solução, ou como diz o ditado popular, “jogam a sujeira para debaixo do tapete”. Por outro lado, há pessoas que querem resolver o problema na hora, mesmo que para isso seja preciso brigar ou discutir. Se você tem o segundo perfil, a boa notícia é que quem prefere negociar o conflito a adiar a discussão tem dez vezes mais chance de ser feliz em um relacionamento amoroso.

Essa foi a conclusão de uma pesquisa de opinião feita nos Estados Unidos, em fevereiro deste ano. A pesquisa mostrou que os casais que brigam com maior frequência são mais felizes do que aqueles que evitam os conflitos.

Segundo a psicóloga Marina Simas de Lima, terapeuta de casal, família e cofundadora do Instituto do Casal, ao contrário do que se possa pensar, discutir não é um sinal de que o relacionamento está indo mal, mas sim de que ambos estão dispostos a conversar para resolver situações que, no futuro, podem se tornar problemas. “O sinal de alerta é maior quando o casal não está disposto a negociar e procurar uma solução para seus conflitos. Isso pode indicar que falta vontade e disposição para investir no relacionamento”.

O poder das palavras

casal-discussao

Embora procurar solucionar os problemas da vida a dois seja importante, é preciso ter cuidado com o que se fala e de que maneira se fala. “Discussões saudáveis não têm espaço para comentários agressivos ou violentos. Partir para ofensas é um hábito que, em vez de colaborar para a construção de um relacionamento duradouro, acaba ferindo o/a parceiro (a) e provocando rachaduras na intimidade do casal”, comenta a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, terapeuta de casal, família e cofundadora do Instituto do Casal,

Para tornar discussões passos importantes na construção da intimidade e na solidez do relacionamento, é fundamental pensar antes de falar, pois as palavras são reflexo de nossos sentimentos e pensamentos. “Normalmente, não mensuramos o impacto que uma palavra pode ter. Quando falamos sem pensar, podemos ferir e ofender o outro de forma irreversível, ou ainda gerar mágoas que podem durar muito tempo”, dizem as especialistas.

Como melhorar a comunicação na vida a dois

“Os casais precisam estar atentos em como apresentam os problemas durante a discussão. Existem alguns vícios que as pessoas têm na hora de discutir, como interromper o outro ou até mesmo tentar vencer uma discussão em vez de procurar uma negociação boa para o casal. É importante estar atento a isso para melhorar a comunicação na vida a dois”, orienta Denise.

Veja abaixo algumas dicas das especialistas:

casal relacionamento

=Estilo de comunicação: procure conhecer o estilo de comunicação de seu(sua) parceiro (a) e tenha consciência de qual é o seu. Cada um tem um jeito de se expressar, especialmente durante discussões. Saber qual é a sua própria tendência colabora para tornar suas ideias mais claras.

casal conversa kabaldesch0
Ilustração: Kabaldesch0/Pixabay

=Clareza: antes de começar uma discussão, tenha clareza sobre o que vai dizer. Discussões proveitosas são as que têm um objetivo claro. Expressar ideias com clareza é um aspecto importante para deixar os conflitos mais saudáveis.

CASAL VENDO O MAR
=Empatia: entenda as necessidades do outro ou ainda do que o(a) parceiro(a) precisa para se sentir seguro(a). Todas as pessoas têm necessidades emocionais que precisam ser atendidas para que o relacionamento continue a funcionar. Alguns precisam de contato físico, por exemplo, enquanto outros precisam de palavras positivas e elogios. Conhecer a necessidade do outro ajuda a colocar um fim em brigas e discussões de uma maneira saudável.

FreeGreatPicture café casal

=Respeito: priorize respeito, o carinho e valide os sentimentos e frustrações do outro. Reconhecer os sentimentos da outra pessoa é uma parte importante de uma discussão evoluída. “Esse exercício também ajuda a manter o respeito. Reconhecer um sentimento de frustração ou de tristeza em outra pessoa colabora para que o casal trabalhe junto para solucionar problemas”, explica Marina. Responder com respeito e carinho também demonstra que, apesar dos problemas, o amor ainda está acima de tudo.

casal tristeza

=Meça suas palavras: pratique o autocontrole, respire fundo. Busque dizer a si mesmo o que diria ao outro. Evite criticar o outro. Pratique a escuta ativa. Use palavras amáveis, que possam construir e não destruir ou acarretar em mágoas ou em mais conflitos.

“Como dizia o poeta Victor Hugo, ‘as palavras têm a leveza do vento e a força da tempestade’, portanto, o casal precisa investir para melhorar a comunicação, principalmente nos momentos de conflito”, concluem Marina e Denise.

Fonte: Instituto do Casal

Giuliana Flores ensina a criar um jardim sustentável

O jardim sustentável é um projeto novo no paisagismo. A ideia é utilizar espécies nativas e recursos que não agridam o meio ambiente e que possam ser implantados em áreas verdes urbanas (públicas, particulares, condomínios e empresas). Optar por esse tipo de jardinagem é uma forma de reservar um tempo para a natureza e conservá-la.

Já os convencionais são construídos apenas com objetivo estético. A intenção é disponibilizar uma área bonita, sem levar em consideração a economia dos recursos necessários para seu cultivo, a procedência dos materiais utilizados, adaptação das plantas ao local, entre outros detalhes.

jardim sustentável markusspiske pixabay 2

O projeto no caso de um jardim sustentável também leva em conta a estética, mas o importante é oferecer um bom ambiente às plantas e menores impactos possíveis ao meio ambiente. Ao mesmo tempo, a maioria dos materiais utilizados em sua estrutura é reciclada ou reaproveitada, e há a economia de recursos naturais.

jardim semente congerdesign pixabay

Principais características

O solo é utilizado de forma racional, as técnicas de conservação da fertilidade e estrutura são pensadas para reduzir os impactos negativos ao meio ambiente. A escolha da vegetação leva em conta a identidade da flora local e a capacidade das espécies de reter água da chuva (o que evita alagamentos e outros problemas).

jardim vertival luis gopa pixabay

Por serem compostos por vegetações adaptadas ao local, os jardins sustentáveis exigem pouca manutenção. Essa característica também proporciona mais vida longa ao projeto paisagista. A utilização de materiais orgânicos, reciclados e reutilizados oferecem um manejo mais simples, além da visita constante de pássaros, borboletas e outros insetos.

Faça o seu próprio jardim

Engana-se quem considera os jardins sustentáveis projetos viáveis apenas para espaços grandes. Se você gosta de jardinagem e vive em áreas urbanas, em locais reduzidos, pode também cultivar esse pedaço da natureza. Para isso, escolha as plantas nativas ou adaptáveis à região, solo e clima da sua região.

jardim sustentável markusspiske pixabay
Foto: MarkusSpiske/Pixabay

Você pode cultivar as espécies em vasos reciclados, pneus, garrafas PET, embalagens, deixando o ambiente mais charmoso e criativo. Os materiais também podem ser reutilizados para cuidar do seu cantinho. Reaproveite a água da chuva para regar as suas plantas, pense em um método de irrigação eficiente e que possibilite o armazenamento do líquido. Vale de tudo para gastar o mínimo de recursos energéticos e produzir o mínimo de resíduos.

jardim vertical ervas pixabay
Foto: Dieneves/Pixabay
jardim vertical ervas sirgreen pixabay
Foto: Sirgreen/Pixabay

 

Fonte: Giuliana Flores

 

Swarovski apresentou acervo especial em desfile de Samuel Cirnansck no SPFW

 A marca de acessórios de cristais participou  com peças exclusivas do seu acervo especial

Com uma coleção que referenciava de Gustav Klimt ao ícone teen Hello Kitty, Cirnansck elegeu a Swarovski para compor o styling do seu desfile na temporada de moda. Itens exclusivos do acervo especial da marca de acessórios de cristais foram desfilados na passarela ao lado de uma coleção ultraversátil e democrática proposta pelo estilista, que traz desde vestidos de gala a camisetas.

Entre as peças apresentadas pela Swarovski, figuraram itens vintage, como colares statement, braceletes e anéis da linha Atelier Swarovski, com acabamentos em rodhium, palladium e ouro – amarelo ou rosê -, e aplicação de cortes contemporâneos de cristal, que podem ser usados durante o dia ou a noite.

Outro destaque foi a coleção Rainbow Paradise, da coleção atual da marca, que celebra alguns dos atributos mais distintos da Swarovski, como a especialidade em cores, o glamour moderno e a feminilidade multifacetada. Brincos, ear cuffs e anéis compõem uma coleção eclética, que ressalta a capacidade dos cristais Swarovski de realçar gradações, tom sobre tom e blocos de cores de todos os tipos, desde os tons pastel suaves até as cores vibrantes e alegres.

Complementando os looks desfilados por Samuel, estavam ainda hits da marca, como as pulseiras multifuncionais Crystaldust incrustada com cristais, que podem ser combinadas formando chokers e colares, reforçando a proposta de versatilidade trazida por Cirnansck em sua coleção.

Samuel CirnansckSamuel Cirnansck

Samuel CirnansckSamuel Cirnansck

swarovski___argolas_lifelong__r__689_00swarovski_r_579_00swarovski_r_749_00_7_lifelong_choker__1_swarovski_r_499_00_crystaldust_bangle__2_swarovski_r_1

Os itens disponíveis para venda integram as coleções Rainbow Paradise e Crystaldust da Swarovski e podem ser encontrados em lojas físicas, em shoppings selecionados, e no e-commerce da marca.

Complexo Tatuapé e Davene presenteiam clientes com as novas deo colônias La Flore

Recebi uma novidade: a linha Deo Colônia La Flore da Davene, composta por cinco fragrâncias. Todas muito femininas e, claro, trazendo alguma flor na formulação, acompanhada de outros ingredientes como frutas ou madeira. Eu sou tão apaixonada por flores que duas gatinhas que adotei ganharam os nomes de Lilly (lírio) e Rose (rosa), por causa de suas pelagens coloridas.

Nem preciso falar que adorei os presentes e que não sei ainda qual a primeira que usarei. Para os dias mais frios que vão chegar, creio que lavanda e vanilla combinem melhor, dando aquela aquecida. Rosas e morangos também é uma sugestão para a estação. Abaixo, confira as notas de cada uma das cinco deo colônias:

la flore1.jpg

Deo Colônia Flor de Cereja: suave e feminina. Sua fragrância combina a sensualidade das frutas vermelhas a um envolvente buquê de tuberosa e ylang ylang.

Deo Colônia Lavanda e Vanilla: suave e aconchegante. Sua fragrância é o perfeito contraste do doce calor da Baunilha com o frescor da Lavanda.

Deo Colônia Rosas e Morango: sensual e marcante. Sua fragrância floral frutada combina a delicadeza das rosas e o frescor do morango.

Deo Colônia Flor de Laranjeira: fresca e envolvente. Sua fragrância combina notas amadeiradas e cítricas, com um sofisticado toque das flores imperiais.

Deo Colônia Flor de Lilly e Verbena: fresca e delicada. Sua fragrância combina notas cítricas à delicadeza do floral Muguet.

Deo_colonia_home_banner_2.jpg

Dia das Mães: Complexo Tatuapé presenteia clientes com deo colônia

Para quem quer unir o útil ao agradável, a Campanha de Dia das Mães no Complexo Tatuapé (formado pelo Shopping Metrô Tatuapé e Shopping Metrô Boulevard Tatuapé) está com uma promoção que premia com cosméticos e sorteia três Nissan Kicks 0 km.

São duas dinâmicas em uma: sorteio de carros e “comprou, ganhou” que dá direito a uma Deo Colônia Davene. Até 13 de maio, a cada R$ 300,00 em compras, cumulativas, os consumidores ganham uma das cinco fragrâncias da Deo Colônia Davene (descriminadas acima), além de concorrer aos carros. O sorteio dos automóveis vai ocorrer dia 14 de maio, às 15 h.

Porém, não demore, pois a promoção das deo colônias Davene seguirá enquanto durarem os estoques e terá o limite de cinco unidades por CPF. Já para os sorteios dos carros, os consumidores poderão ter cupons ilimitados de acordo com os valores gastos.

Os clientes do Clube Pontua Tatuapé, programa de fidelidade do Complexo Tatuapé, terão direito a cupons em dobro. As notas fiscais para troca são válidas somente para compras realizadas nos Shoppings Metrô Tatuapé e Metrô Boulevard Tatuapé. Boa sorte!

dia das mães tatuape.jpg

Informações: Davene / Complexo Tatuapé

 

Dicas para adotar um pet da maneira mais adequada

Adotar um pet é coisa séria, estar ciente das necessidades e particularidades do animal é importante para esse processo

Para quem gosta de animais de estimação, adotar é, com certeza, um momento de muita alegria e emoção. Os pets são tão amorosos e trazem tanta felicidade para as nossas vidas que fica fácil esquecer os problemas quando estamos com eles.

Mas, adotar é compromisso sério, requer disposição para as mudanças que acontecerão na casa, na rotina, nas tarefas e responsabilidades. Há detalhes importantes que devem ser lembrados nessa fase inicial e que podem gerar dúvidas.

Para que esse momento de adaptação aconteça da melhor maneira possível, é aconselhável estar atento a alguns pontos relacionados a seguir:

Saúde

gato no veterinario pixabay

Ao adotar um pet, faça uma visita ao veterinário para checar se está tudo certo com sua saúde e siga as orientações do profissional para mantê-lo sempre saudável. Além disso, certifique-se de que ele está protegido contra parasitas como pulgas, principalmente se já houver outros animais na casa, pois essa pode ser uma fonte de doença que se espalhará por toda a família. Mantenha sempre esse cuidado para o bem-estar do seu cão ou gato.

Paciência

puppy cachorro filhote

Seja filhote ou adulto, um ambiente novo deixa qualquer um apreensivo e desconfiado, inclusive o tutor. Por isso, esse é um ingrediente essencial na fase de adaptação. Mantenha a calma e tenha muita paciência para ensiná-lo sobre o local em que ele irá dormir ou fazer as necessidades.

Regras e rotina

gato brinquedo pelucia pixabay

Sem dúvidas, a chegada de um novo membro em casa é pura alegria, mas os tutores não podem deixar a empolgação e o pet controlarem tudo. Para manter a ordem na casa e ajudá-lo nesses primeiros contatos, é importante estabelecer algumas regras para que ele saiba obedecer aos seus comandos e a convivência torne-se tranquila e agradável. Aqui, a paciência também é primordial.

“Briga de irmão”

cachorros brincando

Se você já tiver outro animal de estimação, o período de adaptação pode ser redobrado, afinal ambos precisarão de tempo para se conhecer e aceitarem a presença um do outro no mesmo ambiente, dividir carinho e atenção. É necessário garantir que cada um tenha seu espaço, seus próprios brinquedos, potes para alimentação e demais objetos.

E claro, muito amor

labrador cachorro gato preto

Não existe receita de sucesso sem amor envolvido. Brinque com seu pet, não deixe de demonstrar carinho e preste atenção às suas necessidades. Assim, a amizade e companheirismo estarão garantidos para a vida toda!

Fonte: Comac (Comissão de Animais de Companhia do SINDAN – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal)

Como identificar a anemia nos cães

A anemia em cães é um problema de saúde que deixa o cão quieto, sem energia e, se não for cuidado, pode levar a um quadro mais grave. “Ao fazer o diagnóstico dessa enfermidade, deve-se descobrir o que a desencadeou, pois trata-se de uma doença secundária que aparece como consequência de outro problema”, explica o médico veterinário da Equilíbrio, Marcello Machado.

Sintomas de anemia em cães

cachorro doente

O cachorro com anemia apresenta palidez nas mucosas, falta de disposição, perda de apetite, diminuição do peso, urina escura e podem existir casos em que ele apresente um quadro de depressão. Muitas vezes, o primeiro sinal que pode chamar a sua atenção é a mudança no comportamento canino. Por isso, muita precaução a qualquer tipo de atitude incomum do cão.

Caso você note esse conjunto de sintomas no seu animal de estimação, procure levá-lo para uma avaliação veterinária. “Um dos métodos mais eficientes para identificação da doença é o exame de sangue, em que é feita a contagem de glóbulos vermelhos. O cão com anemia possui baixa quantidade eritrócitos no sangue, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio para os órgãos”, explica.

Causas da anemia em cães

Ao diagnosticar as causas da anemia em cães também é possível saber qual o tipo da doença. Existem três tipos de anemia: medular, hemorrágica e hemolítica.

Anemia medular: se desenvolve em consequência de uma deficiência na produção de células vermelhas, que pode ser causada por uma doença autoimune.
Anemia hemorrágica: ocorre quando o animal sofre algum trauma e perde muito sangue. Existem algumas doenças – como cânceres e casos de envenenamento – que também podem levar à perda de sangue.
Anemia hemolítica: esse problema acontece quando o próprio organismo do cão destrói as hemácias, provocando uma queda na imunidade. A anemia hemolítica pode ser consequência de alguma doença, disfunção do sistema imunológico, ataque parasitário ou intoxicação.

Tratamento para anemia em cães

cachorro veterinario salsichinha

O tratamento adequado para a anemia canina deve ser indicado pelo veterinário. Em geral, orienta-se o uso de medicamentos e, em casos mais graves, podem ser necessários transfusão de sangue e até cirurgia.

“Uma nutrição de qualidade faz toda a diferença na recuperação do cachorro. Por isso, tenha sempre o cuidado de oferecer rações que são desenvolvidas com proteínas de fontes nobres, que possuem alta digestibilidade, alto valor energético e proporcionam elevado índice de aproveitamento nutricional, assim como os produtos da linha Equilíbrio Super Premium”, orienta Machado.

Fonte: Total Alimentos

 

Conheça alguns benefícios da dança para os praticantes

Em 1982, o Comitê Internacional da Dança (CID) da UNESCO criou o Dia Internacional da Dança, comemorado em 29 de abril por conta do nascimento de Jean-Georges Noverre, um dos grandes nomes mundiais da arte. Independentemente de datas especiais, os alunos da Ecofit Club, primeira academia ecológica do Brasil, já descobriram os benefícios da dança para o corpo e para a mente.

“A dança é uma terapia completa. É um universo que oferece total liberdade para os alunos se expressarem, sem padrões nem regras. Democrática, pode ser praticada por todas as idades e perfis”, explica Ariane Castro, professora e coreógrafa da Ecofit Club.

danca-ecofit-club.jpg

Entre os principais benefícios gerados pela dança para a saúde estão a perda de peso; a melhora da coordenação motora, do condicionamento cardiorrespiratório e da consciência corporal; e o desenvolvimento do tônus muscular e da flexibilidade. Mas não é só isso. A dança deixa os alunos cheios de energia e fôlego, além de trabalhar a postura, a memória (por conta do armazenamento de informações) e o equilíbrio.

“A dança tem como uma das principais vantagens a sociabilidade. A necessidade de interagir durante as aulas une os praticantes, criando entre eles uma relação de amizade. A prática aumenta a autoestima e faz verdadeiros milagres contra o mau humor. Dançar vem se revelando, também, uma arma poderosa contra o estresse e a depressão”, diz a especialista.

Ariane ressalta que, como acontece com toda atividade física, o aluno deve estar atento a lesões e restrições médicas antes de iniciar a prática. “No entanto, caso não seja possível realizar algum movimento, a extensa gama de modalidades fará com que ele consiga encontrar uma que se adeque perfeitamente às suas limitações”, afirma.

ritmos

Para a professora, um dos atrativos da dança é a busca pela modalidade ideal, que acontece com a vivência de diferentes tipos, até que se encontre o preferido. “Existem modalidades para todos os gostos. Para saber qual é a sua praia, o aluno deve experimentar, fazer algumas aulas com a consciência de que ninguém vira um dançarino profissional de um dia para o outro. É importante dar uma chance para a dança, se entregar e curtir sem julgamentos”, finaliza Ariane.

Informações: Ecofit

Aprenda a preparar um bolo red velvet

Este é um dos bolos mais famosos do momento. E como estamos no meio de um feriado prolongado, que tal se arriscar a fazer a receita que a rede Divino Fogão está ensinando? É só seguir o passo a passo abaixo?

Bolo Red Velvet 

Ingredientes

Massa
100ml de leite
3 colheres de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sopa de corante vermelho em gel
4 ovos
1 xícara de açúcar
1/2 colher de chá de vinagre branco
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Recheio
1 xícara de cream cheese amolecido
3 colheres de sopa de manteiga amolecida
2 ½ xícaras de açúcar de confeiteiro
1 colher de sobremesa de essência de baunilha

Modo de preparo

Massa: coloque em uma panela o leite, a manteiga, o chocolate em pó e leve ao fogo médio até derreter a manteiga. Assim que derreter a manteiga apague o fogo, adicione o corante vermelho em gel, misture e reserve. Em uma batedeira, coloque os ovos e bata bem até dobrar de volume. Adicione o açúcar, o vinagre branco e bata por mais 3 minutos. Desligue a batedeira, acrescente a farinha de trigo e misture delicadamente para não perder o volume da massa. Junte a mistura do corante (reservada acima) e misture delicadamente até incorporar, em seguida adicione o fermento em pó. Misture. Despeje a massa em uma forma untada e leve para assar em forno 180°C por cerca de 35 minutos. Retire do forno e reserve.

Cobertura: na batedeira, coloque o cream cheese, a manteiga amolecida e bata em velocidade alta até ficar cremoso. Junte o açúcar de confeiteiro peneirado, a essência de baunilha e bata por mais 5 minutos.

Montagem: corte o bolo em pedaços individuais. Decore com o creme de cream cheese.

red velvet divino fogão.png

Fonte: Divino Fogão