Arquivo da categoria: Boca

Pets também precisam de cuidados com a saúde oral

Assim como nós precisamos ter cuidados com a saúde oral, cães e gatos também necessitam de cuidados que incluem higienização bucal e consultas regulares ao odontologista veterinário. Com isso, são evitados problemas como doenças periodontais e mau hálito. Para alertar os tutores sobre os cuidados que devem ser observados, a Virbac, empresa multinacional francesa dedicada exclusivamente à saúde animal, promove uma campanha sobre saúde oral dos pets, durante o mês de maio.

Entre as ações estão a divulgação de vídeos nas redes sociais da marca, como Instagram e Facebook , ciclo de palestras no aplicativo Vetsmart e abordagens específicas da equipe Virbac junto aos médicos veterinários.

O problema bucal mais comum em cães e gatos é a doença periodontal. Definida como a inflamação de estruturas como gengiva, ligamento periodontal, cemento e/ou osso alveolar, apresenta diversos graus de intensidade e tem como principal causa a placa bacteriana.

“No início, a placa pode provocar uma leve inflamação da gengiva, a gengivite que, se não for tratada, pode evoluir para uma periodontite grave, com reabsorção do osso alveolar e perda de dentes. Além disso, o acúmulo de bactérias pode cair na corrente sanguínea e levar a alterações sistêmicas”, alerta Ricardo Cabral, médico veterinário da Virbac. Nesses casos, a doença é irreversível.

Examining mouth and tongue of Red Tabby female cat, Glenda
Warren Photographic

Outro problema comum é o mau hálito, provocado pelo aumento do número de bactérias que causam o cheiro desagradável. Nessas situações, é recomendado o uso de xilitol, um tipo de açúcar que, quando misturado com a água, pode ser consumido pelo pet e ajuda a controlar o crescimento das bactérias.

“Porém, a medida é apenas paliativa, exigindo a adoção de higienização oral mais completa, com escovação e visitas periódicas ao médico veterinário especialista”, afirma Cabral. De acordo com ele, outras causas da halitose, como também o problema é conhecido, são alterações gástricas e endócrinas. Por isso, se o problema persistir, é fundamental procurar a avaliação de um médico veterinário.

Como escovar

Cabral explica que a escovação deve ser diária, pois as bactérias presentes na boca do animal podem se multiplicar e formar uma placa. Mas, como nem sempre isso é possível, ele recomenda que a higienização seja feita, no mínimo, uma vez por semana.

cachorro escova dentes

O mercado oferece diversas opções de escovas de dentes específicas para cães e gatos, com cerdas anatômicas e cabo mais alongado. Podem também ser utilizadas dedeiras de silicone ou gaze e, com os dedos, percorrer toda a superfície dental dos animais. “A pasta dental deve ser exclusivamente de uso veterinário, pois os cremes dentais humanos são ricos em flúor e sabões que, quando engolidos pelos animais, podem provocar problemas de saúde”, alerta.

Muitos tutores substituem a escovação dando petiscos para o seu pet. Segundo Cabral, é preciso ficar atento ao tipo de produto utilizado. “Petiscos resistentes, em formatos específicos, têm abrasividade que ajuda na remoção da placa bacteriana. No entanto, dependendo da textura e do tamanho, ele pode não ser resistente o suficiente para causar esta abrasividade e, o que é pior, acaba se acumulando nos dentes. Além disso, podem ser muito calóricos, prejudicando programas de perda e manutenção de peso de cães obesos”, explica.

O que usar na higiene bucal

aquadent.jpg

A Virbac oferece uma linha completa de produtos para cuidar da saúde bucal dos animais, composta por enxaguante, pasta dental e tiras mastigáveis. O Aquadent é indicado para controlar o mau hálito, dificultando a organização e proliferação das bactérias que formam a placa. A base de xilitol, o produto deve ser misturado com a água que será consumida pelo pet – 5 ml de produto a cada meio litro de água, que deve ser trocada a cada 24 horas.

pasta dental virbac.jpg

Para a escovação, a opção é a CET Pasta Enzimática, que auxilia no controle da placa bacteriana que origina o tártaro.

veggie dent.png

E, para os dias em que não for possível realizar a escovação, o tutor poderá dar ao seu cão as tiras mastigáveis CET Veggie Dent. Especialmente desenhadas para proporcionar ação mecânica de limpeza, são altamente palatáveis e contêm em sua fórmula proteína de soja e farelo de milho, o que torna o produto saudável e saboroso.

Informações: Virbac

Anúncios

Marcas oferecem promoções e cupons de desconto para o Dia do Beijo

Consumidores podem aproveitar batons e maquiagens com desconto nas lojas online

Hoje, 13 de abril, é comemorado o Dia do Beijo, uma data que inspira romantismo e homenageia demonstrações de carinho, seja entre entre casais de namorados, amigos ou familiares. Para celebrar o evento, o Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de desconto para compras online, selecionou ofertas e códigos promocionais oferecidos pelas marcas para compra de batons e outras maquiagens na data. Confira!

Quem disse, Berenice?

quem disse 2
Na semana do Beijo da “Quem disse, berenice”, na compra de dois batons os consumidores ganham o terceiro de brinde. A promoção é válida para compras no site da marca até dia 15 de março. Saiba mais aqui.

Natura

atom-natura-aquarela-fps8-divtons-de-cores
Batons líquidos, metalizados e mattes com até 35% de desconto no site. A loja também disponibiliza cupom exclusivo de 10% de desconto, para utilizar é preciso copiar o código e inserir no carrinho de compras.

MAC

mac minibatom
Na loja online da MAC é possível encontrar batons a partir de R$ 49,90 e ainda utilizar cupom de 10% de desconto nos produtos. O código promocional é válido para primeira compra no site.

Avon

mark-epic-lip-batom-fps15-toque-pink-avn3414-tp-1.jpg
A Avon oferece para os consumidores um cupom de 15% de desconto exclusivo para compras de batons, delineadores e protetores labiais pelo site.

Batom transparente com ácido hialurônico promove preenchimento

Reestruturação labial e volume são dois benefícios do novo batom transparente que conta com nanopartículas de ácido hialurônico na formulação para preencher o espaço entre as células

A região dos lábios é extremamente delicada, tem pele fina, formada por semimucosa, cuja região é amplamente agredida. “Além de usarmos muito movimento da musculatura, a pele oral entra em contato com alimentos, bebidas, saliva, cosmético, principalmente batons que nem sempre têm pigmentos naturais e contêm conservantes estabilizantes que são altamente alergênicos”, afirma o pesquisador em Cosmetologia Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma. Tudo isso favorece o envelhecimento da região, que forma rugas em código de barra.

Para tratar, o especialista indica o uso do Batom Transparente com Ácido Hialurônico, um desenvolvimento da Consulfarma. “O batom de HÁ (ácido hialurônico) é composto de três tipos dessa molécula, sendo as de baixo peso molecular que detêm de um poder de penetração muito grande, tratando os lábios até a segunda camada da pele (derme), fazendo preenchimento ao longo do tempo, de dentro para fora; já as moléculas de médio e grande peso molecular vão se depositar na superfície dos lábios aumentando assim o brilho e uniformidade, causando o efeito imediato ótico de aumento dos lábios”, afirma o especialista.

dreamstime_ lábios boca rosto
Foto: Dreamstime

O batom tem base líquida e viscosa, que facilita sua penetração nos lábios. “Após penetrar na pele, o ácido hialurônico nanoparticulado, que já contém uma estrutura de tamanho específico, preenche os espaços entre as células e, em função de sua capacidade de atrair água para o local em que foi aplicado, ele melhora as rugas”, conta. Os efeitos do preenchimento labial com o Batom Transparente de Ácido Hialurônico já são visíveis após algumas aplicações. Com o uso contínuo, diz Lucas, o resultado será ainda mais potente e duradouro.

batom_transparente

O especialista orienta o uso do batom ao menos duas vezes ao dia ou conforme a necessidade.

Informações: Consulfarma

Cor da arcada dentária pode interferir em resultado de procedimento

Uma mesma pessoa pode apresentar variações de cor na arcada dentária, podendo interferir no resultado do procedimento estético; Conselho Regional de Odontologia de São Paulo explica melhor a seguir

O clareamento dentário está entre os procedimentos estéticos mais procurados nas clínicas e consultórios odontológicos. Porém, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) alerta que um sorriso mais claro depende de muitas variáveis, entre elas a cor original dos dentes. Sendo assim, duas pessoas podem se submeter ao mesmo tratamento, mas dificilmente obterão resultados idênticos.

A cor dos dentes – que pode ser influenciada por agentes externos ao longo da vida – é determinada pela dentina, tecido dental interno do elemento dental. Por cima vem o esmalte, transparente e translúcido. É nele que estão as moléculas de pigmento.

Cada dente de uma mesma pessoa ainda pode apresentar coloração diferente. Isso porque dependendo da região do dente, e diante da quantidade de esmalte sobre a dentina poderemos ter alteração da matriz (cor original do dente).

Os dentes incisivos, em geral são mais claros, enquanto os caninos e molares são mais escuros. Além disso, a tonalidade dos dentes da arcada de cima nem sempre é a mesma da debaixo.

Para identificar a coloração do dente do paciente o cirurgião-dentista pode utilizar uma escala ou o espectrofotômetro que mede a luz absorvida, transmitida ou refletida pelo dente. As tonalidades variam e vão do amarronzado ao cinza rosado.

Por isso, ao submeter-se a um procedimento de clareamento, é importante que o paciente tenha ciência de que o branco total, de forma igualitária em toda a arcada, pode ser muito difícil.

Sendo assim a dica é conversar com o cirurgião-dentista, esclarecendo todas as dúvidas previamente, além é claro de seguir a risca as orientações profissionais.

Hábitos que prejudicam a saúde e a estética

Além do procedimento estético de clareamento é importante ter atenção com alguns hábitos cotidianos para manter a saúde e a beleza do sorriso.

mulher escovando dentes
Foto: JanFidler/Morguefile

Não escovar os dentes – utilizando a pasta de dente com flúor, escova e fio dental – após as refeições, pode influenciar na coloração. Principalmente quando há ingestão excessiva de alimentos como café, do vinho, chá preto e etc.

cigarro queimando gde
Banco de imagens/Google

Outro vilão para o sorriso é o tabagismo. O cigarro conta com muitas substâncias tóxicas e entre elas estão a nicotina e o alcatrão que impregnam nos dentes, deixando-os amarelados.

Mesmo evitando todos esses maus hábitos é imprescindível consultar um profissional com regularidade e somente, após avaliação do mesmo se submeter a procedimentos odontológicos. Lembrando que receitas caseiras e a automedicação podem ser um perigo para a saúde.

dia do dentista mulher

Fonte: CROSP 

M·A·C: maquiagem para festas de fim de ano e dicas de cores para realizar desejos

M·A·C Cosmetics e Fabiana Gomes apresentam: “Desejos para 2018”, com dicas de looks que te ajudam a realizar seus desejos

Chegou o momento de celebrações e das resoluções de final de ano, por isso, a M·A·C Cosmetics compartilha dicas de makes para compor os looks para as festas e apresenta uma cor de batom M·A·C para cada desejo de 2018:

“Menos é mais! A dica é apostar em uma característica da maquiagem. Pele impecável, iluminada, um olhão ou uma boca. Devemos eleger um aspecto para explorar e seguir aquele rumo”, afirma Fabiana Gomes.

fabiana gomes maq mac

Passo a passo para um make de festa de final de ano:

Preparação da pele: “É essa etapa que decide o sucesso ou o fracasso da make”. Primer, hidratande poderoso, depende do tipo de pele de cada pessoa.

Pele: na hora de aplicar a base o recomendável é que a pele não brilhe demais nem de menos. Para escolher a cor da base uma dica é testar na cor do colo.

Fabi complementa: “escolher a cor exata do corretivo também é importante. Aqui no Brasil temos olheira mais para o marrom, por isso devemos optar por corretivos com cores mais quentes, informações pêssegos ou laranja na formulação, camuflam melhor a olheira. É importante passar o corretivo somente onde é imprescindível, como no canto interno do olho. Em excesso pode pesar o look”.

Para arrematar a pele devemos apostar no blush e iluminador, importante para momentos festivos, e um pó para controlar o excesso de brilho da pele.

Foco na make que você quer explorar.

Quer olho? Utilize sombra, pode usar cílios postiços, “eu indico as opções com leitura mais natural”, finaliza a maquiadora.

batons mac

Outra opção são os lábios poderosos, aposte em batons para ajudar a realizar seus desejos. Seja “paixão, estabilidade, amor, sucesso, paz ou dinheiro” a M·A·C tem uma cor para ajudar a realizar os desejos e começar o ano com o pé direito. Confira abaixo algumas sugestões dos batons mais icônicos da marca para celebrar as festas:

desejos de ano novo.png

batom red russian

Batom vermelho: paixão – Sugestão: MAC Russian Red

batons mac rebel

Batom roxo: estabilidade – Sugestão: MAC Rebel

batons mac please me

Batom rosa: amor – Sugestão: MAC Please Me

batons mac lady danger

Batom laranja: sucesso – Sugestão: MAC Lady Danger

batons mac velvet teddy

Batom nude: paz – Sugestão: MAC Velvet Teddy

batons mac gel

Batom dourado: dinheiro – Sugestão: MAC Gel

Informações: M.A.C Cosmetics

 

Dez dicas para ter um sorriso saudável

25 de outubro marca o Dia do Dentista; aproveite a oportunidade para adotar dez hábitos que vão fazer toda a diferença na saúde dos seus dentes

Apesar de ser um importante cartão de visitas, os dentes nem sempre recebem toda atenção que merecem. No entanto, quem é que não deseja um sorriso bonito e saudável? Esse desejo comum pode ser alcançado com hábitos muitos simples e um importante lembrete na agenda de que a visita ao dentista não é somente necessária, é obrigatória. Que tal aproveitar o dia desse profissional para incluir na rotina diária? Confira abaixo dez recomendações do cirurgião-dentista da Rede OrthoDontic, Fernando Massi, para ter um sorriso mais saudável.

mulher escovando dentes
Foto: JanFidler/Morguefile

1 – Escove os dentes três vezes ao dia, após as principais refeições. A escovação deve ser feita de maneira suave, sem usar muita força para não danificar os dentes ou machucar as gengivas;

lingua - pixabay
Foto: Pixabay

2 – Durante a higienização, não esqueça de também escovar a língua, pois ela retém boa parte das bactérias alojadas na boca;

escova fio dental dentes pixabay
Foto: Pixabay

3 – O uso do fio dental também é essencial, pois a escova não alcança os espaços entre os dentes, que ficam repletos de bactérias;

webmd mulher abrindo embalagem com os dentes
Foto: WebMD

4 – Não tente abrir embalagens com os dentes, pois isso pode desgastá-los e até fazer com que eles quebrem;

dentes

5 – Assim como o restante do corpo, os dentes precisam de check-up periódico. A recomendação é visitar o dentista a cada seis meses para manter a saúde bucal em dia.

melancia mulher foundry pixabay
Foto: Foundry/Pixabay

6 – Mantenha sempre uma alimentação livre de excessos de açúcares, pois favorecem a formação de placas e, posteriormente, de cáries;

roer unhas dentes
Foto: Mouthhealthy.org

7 – Evite hábitos que prejudicam diretamente os dentes, como roer as unhas e fumar. O ato de roer as unhas desgasta o esmalte, já o tabagismo causa mau hálito, pigmentação e problemas na gengiva;

dentes tortos pinterest
Pinterest

8 – No caso de mordida cruzada ou dentes tortos, busque sempre um diagnóstico precoce, de preferência na infância, para evitar problemas graves no futuro. Na vida adulta, alguns casos só podem ser resolvidos com intervenção cirúrgica;

sorrisos dentes labios heblo pixabay3
Ilustração: Heblo/Pixabay

9 – Não aposte em tratamentos fora do consultório, como clareamentos caseiros ou vendidos em farmácias e mercados, que prometem o branqueamento dos dentes, quando, na verdade, desgastam o esmalte;

dentes bruxismo
Ilustração: Pyro Energen

10 – O bruxismo (ranger os dentes) pode desgastar severamente e até quebrar os dentes. Trata-se de um hábito muitas vezes involuntário e que, por esta razão, deve ser tratado com um especialista.

Fonte: Orthodontic

 

Hoje é o Dia do Dentista; aproveitando: como anda sua saúde bucal?

De acordo com OMS – Organização Mundial da Saúde, Brasil entrou para o grupo de países com baixa incidência de cáries

Hoje, 25 de outubro, é comemorado o Dia do Dentista. De acordo com a ABO – Associação Brasileira de Odontologia, o trabalho do dentista não abrange apenas a saúde bucal, mas também outras doenças do organismo, como a endocardite bacteriana, diabetes e hipertensão, entre outras.

dia do dentista mulher

“Diversas doenças podem estar associadas às infecções bucais. Por isto, o melhor remédio contra elas é a prevenção”, afirma Paulo Coelho Andrade, dentista especialista em implantodontia e odontologia estética de Belo Horizonte (MG).

O conceito de prevenção no Brasil, inclusive, já fez o país entrar no grupo de países com baixa incidência de cáries. Conforme a OMS – Organização Mundial da Saúde, desde 2003, cresceu em 30% o número de crianças sem cárie. Temido por muitas pessoas – que podem possuir odontofobia, caracterizada pelo medo de ir ao dentista – o profissional é de extrema importância para a saúde de forma geral, uma vez que a boca é um dos primeiros locais do corpo a dar sinais de que algo não está funcionando bem no organismo.

Além da cárie, um dos problemas bucais mais comuns são a gengivite (doença inflamatória da gengiva) e a doença periodontal. Os problemas gengivais são recorrentes principalmente por necessitarem da mudança de hábitos por parte dos pacientes. Na maioria dos casos, eles decorrem de uma higiene bucal inadequada e da falta de visitas periódicas ao dentista.

“Os problemas mais corriqueiros são a gengivite e a periodontite, sendo a segunda uma evolução da primeira, atingindo as estruturas de suporte dos dentes (ligamentos, raízes e ossos)”, afirma o profissional. De cada dez brasileiros, nove sofrem em algum grau desse tipo de afecção.

Close-up of woman having her teeth examined

Andrade alerta que visitas periódicas ao dentista e uma boa higiene oral são essenciais para evitar estes problemas. Entretanto, ele afirma que muita gente não leva ela a sério como deveria. Para grande parte das pessoas, escovar os dentes diariamente é o único cuidado que deve ser tomado com a boca. Apesar de ser o principal e mais efetivo método na manutenção da saúde bucal, ela deve vir acompanhada de outros hábitos vitais, como o uso do fio dental e visitas periódicas ao dentista.

Implantodontia e Odontologia Estética

Fonte: Paulo Coelho Andrade é mestre em implantodontia pelo Centro de Pesquisas Odontológicas Campinas, pelo Conselho Federal de Odontologia e pelo Conselho Regional de Odontologia; Especialista em Implantodontia pela Associação Brasileira de Odontologia, pelo Conselho Federal de Odontologia e pelo Conselho Regional de Odontologia; Pós-graduado em Cirurgias Avançadas pela Sociedade Odontológica Americana de Implantes e Transplantes; Pós-graduado em tomografia Sirona Galileos Sidexis e Galaxis – Alemanha; Pós-graduado em sistema Sirona CEREC CAD/CAN – Alemanha.

 

Dia Nacional da Saúde Bucal: HCor alerta para riscos da endocardite bacteriana

A falta de higiene bucal pode afetar a saúde do coração, principalmente em pacientes com histórico de doenças cardíacas; Estima-se que a infecção afete, anualmente, cerca de 150 mil brasileiros; febre, suor noturno, palidez, tosse constante e perda de peso repentina são alguns dos principais sintomas

Nesta quarta-feira, 25 de outubro, é comemorado o Dia Nacional de Saúde Bucal. O objetivo da data é conscientizar a população de que escovar bem os dentes ao acordar e logo após as refeições é extremamente importante, pois, além de ajudar a prevenir mau hálito, gengivite, placas bacterianas e cáries, evita também complicações cardíacas. Mas, afinal, qual é a relação entre a saúde bucal e as doenças do coração?

Na boca vivem milhões de bactérias. Para se ter uma ideia, em apenas 1ml de saliva há mais de 150 milhões delas, que podem cair na corrente sanguínea. Se no percurso elas encontrarem tecidos do revestimento interno do coração (miocárdio) danificados ou válvulas cardíacas anormais, podem se multiplicar livremente, causando uma infecção chamada endocardite. Anualmente, são diagnosticados cerca de 150 mil novos casos da doença, acometendo duas vezes mais homens do que mulheres. Destes, cerca de um quarto dos casos acontece entre pessoas com mais de 60 anos. E o principal grupo de risco são pacientes com cardiopatia congênita e os portadores de lesões valvares.

Ao apresentar os primeiros sinais, e considerando a gravidade da doença, o paciente precisa ser internado para iniciar o tratamento, feito à base de antibióticos. “Dor torácica, perda de peso repentina, sangue na urina, febre persistente, fraqueza, frequência cardíaca oscilando entre moderada e acelerada, suor noturno e tosse constante são sintomas clássicos da endocardite que, em 40% dos casos têm origem bucal”, elenca a cirurgiã-dentista Valéria Souza, especialista em cirurgia buco-maxilo-facial do HCor – Hospital do Coração. “Em situações mais graves, há o risco da perda das válvulas cardíacas e infecção generalizada, além de outras consequências como insuficiência cardíaca, AVC e infarto.”

Para ficar longe de qualquer risco, é fundamental manter uma rotina rigorosa de higienização bucal, com o uso frequente de fio dental, limpadores de língua e, ainda, antisséptico bucal. “Gengivas vermelhas, inchadas, que sangram com frequência, dentes sensíveis e mau hálito, consequências da má escovação, são os gatilhos para a infecção”, alerta Dra. Valéria. Se um ou mais sintomas forem frequentes, é hora de procurar um profissional para realizar o tratamento adequado e os exames preventivos. “É importante sempre lembrar que a saúde começa pela boca”, enfatiza.

Medidas preventivas

criança dente escova prawny pixabay

· Escove os dentes de três a quatro vezes ao dia;

dentes
· Troque a escova de dente a cada dois meses;

floss fio dental westfrisco pixabay
Ilustração: Westfrisco/Pixabay

· Utilize fio dental e antissépticos bucais pelo menos uma vez ao dia;

mulher doces shutt
· Diminua o consumo de alimentos doces;

frutas-citricas-limao-laranja
· Evite o consumo excessivo de frutas ácidas, como laranja e limão;

zahnreinigung- dentista pixabay
Foto: Zahnreinigung/Pixabay

· Vá ao dentista a cada seis meses;

coração pulsação pixabay
Ilustração: Pixabay

· Em caso de alguma doença cardíaca pré-existente, procure um especialista.

Fonte: HCor

 

Quem tem problema cardíaco deve dar mais atenção à saúde bucal

O Instituto do Coração (Incor) realizou uma pesquisa em São Paulo e constatou que 45% das doenças cardíacas tinham origem na cavidade bucal. Isso devido a caries profundas com comprometimento do canal, gengivas inflamadas, restos de dente e abscessos

Apesar de parecerem distantes, boca e coração estão bem ligados, principalmente para quem tem algum problema cardíaco. O motivo são as bactérias causadoras das doenças gengivais (gengivite e periodontite), que são também responsáveis pela endocardite – uma infecção no tecido interno do coração, o endocárdio.

O veículo das bactérias da boca ao coração é o sangue, e a higiene bucal é capaz de impedir que esse processo se inicie. O mais comum é que as bactérias consigam entrar na corrente sanguínea devido a má higienização dos dentes e da boca. Elas se aproveitam de pequenos ferimentos na gengiva para ir para o sangue e se espalham pelo corpo.

Pessoas com problemas cardíacos, como alguma doença nas válvulas do coração ou uma válvula artificial, estão mais propensas a contrair a endocardite: “As bactérias encontram no coração, que já tenha essas condições, um ambiente mais propício para fazer suas colônias e desenvolver a infecção”, explica o cirurgião-dentista Marcelo Kyrillos, sócio do Ateliê Oral.

Boca limpa, perigo afastado

dentes.png
Quem tem predisposição à endocardite bacteriana precisa, portanto, ter uma higiene bucal impecável. Kyrillos orienta: “A escovação deve ser correta, para manter o periodonto [conjunto de tecidos envolvidos na fixação dos dentes aos ossos] saudável e livre das doenças gengivais”.

As consultas com o dentista de confiança, para limpezas profissionais, complementam os cuidados. “Não tem como esses pacientes não visitarem o dentista regularmente. É no consultório que eles poderão fazer as sessões de limpeza e raspagem necessárias para evitar as inflamações que possam levar bactérias à corrente sanguínea”, diz

E mesmo quem não possui dentes naturais está sujeito à endocardite. “Os implantes podem sofrer peri-implantite, que é semelhante à gengivite. E pacientes totalmente sem dentes podem também ter endocardite se houver fungos na prótese e eles entrarem na corrente sanguínea”, revela o cirurgião-dentista.

Na cadeira do dentista

Além das precauções para evitar a contaminação do sangue pelas bactérias gengivais, o paciente cardíaco deve manter sempre atualizada a conversa com o dentista sobre os tratamentos a que se submete. “Os medicamentos comumente usados pelo dentista para fazer uma restauração ou um tratamento de canal, por exemplo, podem alterar a ação dos remédios tomados por quem tem problemas nas válvulas”, afirma o especialista.

Também é importante que o dentista esteja ciente da condição cardíaca desse paciente para poder fazer uma profilaxia antibiótica pré-procedimento. Marcelo conta que a recomendação da American Heart Association é que sejam medicados 2g de amoxilina uma hora antes de começar qualquer trabalho bucal. Isso impede que algum sangramento abra caminho para a entrada de bactérias bucais na corrente sanguínea.

Fonte: Ateliê Oral

 

Brasil é o 2º país que mais investe em estética dental no mundo

No mundo das selfies, manter um o sorriso harmônico com o rosto tem se tornado uma preocupação do brasileiro que é vaidoso e atento às novidades. A busca pelo “sorriso de artista” e a procura por clínicas especializadas em estética dental movimenta os consultórios odontológicos por todo país. Segundo uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE), o Brasil é o segundo país que mais investe na odontologia estética no mundo.

Confira cinco tratamentos de estética dental para dar um up no sorriso:

1- Clareamento

dentes lindos - j. durham
Foto: J. Durham

O clareamento é um procedimento realizado por meio das aplicações de ácidos que removem os pigmentos impregnados na estrutura dentária, deixando-os com o aspecto mais branco. Ele pode ser realizado de duas maneiras. Quando feito em casa, é confeccionada uma placa individualizada para o paciente dispensar o produto e realizar a autoaplicação. Já quando realizado no consultório, o paciente passa por consultas sequenciais com a aplicação de um ácido com duração de aproximadamente 45 minutos. Para potencializar o resultado, as duas maneiras também podem ser usadas associadas, desde que sob orientação profissional.

Antes de optar pelo clareamento, é preciso observar pontos que podem comprometer os resultados, como afirma Heloísa Crisóstomo, presidente da Associação Brasileira de Odontologia – DF (ABO/DF). “Para realizar o procedimento, é necessário avaliar a estrutura dentária. Saúde bucal precária, cáries e infecções devem ser tratadas antes de começar o clareamento”, explica.

Vale lembrar que, durante o processo, é necessário ter cuidado com a alimentação e evitar ingerir produtos que possuem corantes, bebidas ácidas e, além disso, não fumar. A duração do tratamento irá depender da técnica empregada. Cabe ao cirurgião-dentista avaliar qual método, ou o método associado, que está mais indicado para cada paciente.

2- Facetas

facetas odontolisboa
Foto: Odonto Lisboa

A faceta é um procedimento que recobre a superfície dentária aparente. Ou seja, funciona como uma “capa” de porcelana é aplicada para melhorar cor, tamanho, posicionamento ou formato dos dentes. Essa evolução da odontologia cosmética caiu nas graças de atores como Zac Efron, Lindsay Lohan e Demi Moore.

Na consulta inicial será avaliada a indicação do procedimento. A partir da necessidade estética do paciente elaboramos o plano de tratamento ideal para o caso.  Normalmente é uma técnica indolor pois trabalha na superfície do dente chamada de esmalte. O paciente é orientado a evitar alimentos que exijam maior esforço mastigatório da região onde estão as facetas. O valor do procedimento normalmente depende do grau de dificuldade e da quantidade de dentes envolvidos.

3- Lentes de contato

sorriso

Dados registrados pela Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE) indicam um crescimento de 300% na busca por esse procedimento entre os anos de 2014 e 2015, na região Sudeste. As lentes de contato são ultrafinas lâminas de porcelana que são colocadas sobre o dente para melhorar cor, tamanho e forma. O tempo de duração do procedimento varia de acordo com cada caso. Em geral, quatro consultas são necessárias para finalizar o processo. Normalmente esta intervenção não resulta em sensibilidade, pois o desgaste é mínimo ou nenhum. “O valor do investimento não é baixo, mas vale pela durabilidade e resultados incríveis que este procedimento proporciona”, enfatiza a dentista.

4- Limpeza Bucal

dentes

Para deixar o sorriso em dia, além dos cuidados em casa, é importante fazer a limpeza no consultório. O procedimento garante a remoção de sujeiras que o paciente não consegue fazer sozinho, como a retirada das placas bacterianas e tártaro. “Pacientes que têm doenças periodontais, como a gengivite, e acumulam cálculos com maior frequência, devem manter um intervalo entre as consultas ainda menor. Já os pacientes que controlam bem a escovação, podem ter intervalos maiores”, explica a profissional.

5- Cuidados diários

dentes

Os cuidados do dia a dia também são fatores importante na manutenção de um sorriso bonito. “O mais importante é a escovação adequada e o uso do fio dental para manter a saúde gengival e dentária”, ressalta a especialista. Cuidado com a dieta! Alimentos ácidos devem ser evitados para não desgastar a estrutura dentária e excesso de corante pode deixar o dente escuro e pigmentado, principalmente vinho tinto, café e tabaco.