Arquivo da categoria: fotos

Que tal imprimir sua foto no cappuccino? Sterna Café lança serviço inédito em SP

A partir de agora as fotos e selfies podem ir muito além das imagens de perfis e postagens das redes sociais. Oferecer um cappuccino com um toque de exclusividade é a nova aposta da rede Sterna Café. A cafeteria paulistana acaba de lançar o serviço inédito na capital onde é possível imprimir qualquer foto no próprio cappuccino.

Feito com tinta comestível, a novidade sai por R$ 19,90 (cappuccino de 200 ml). Para ter a imagem estampada na bebida, basta encaminhar a foto desejada via e-mail, bluetooth ou WhatsApp no momento que fizer o pedido. A impressão demora menos de 30 segundos.

café com foto

O serviço Sterna Print está disponível na unidade Sterna Vila Mariana, localizada na Rua Áurea, 409 – Vila Mariana. O horário de atendimento é de segunda a sábado das 8h às 19h30.

Anúncios

Samsung ensina a registrar a primavera com câmeras inteligentes dos smartphones

Com algumas das câmeras mais inovadoras lançadas ultimamente, os smartphones da Samsung Galaxy S9, S9+ e Galaxy Note9 são os dispositivos perfeitos para registrar a primavera.

A primavera, que começou em 22 de setembro no Hemisfério Sul, oferece um verdadeiro banquete aos olhos dos que apreciam a beleza e a natureza. E ainda mais em um país tropical, cujas paisagens ganham o colorido de gérberas, girassóis, cerejeiras, azaleias, entre outras. Floradas coloridas e exuberantes, que podem ser ainda mais destacadas pelas lentes das câmeras inteligentes da Samsung.

Veja a seguir quatro dicas para tirar o melhor proveito da primavera com os Galaxy S9, S9+ e Note9:

=Capte as cores reais das floradas

FLOR SAMGUNG.png

Graças à Inteligência Artificial da câmera traseira, o Galaxy Note9 é capaz de identificar os objetos, cenários e elementos no quadro da câmera.

O aparelho consegue captar dentre 20 tipos de cenas que têm a capacidade de reconhecer, incluindo “flores” e “paisagens” – e nas quais aplica automaticamente o tom da cor, seguindo essa classificação*.

A função ainda corrige a saturação, o balanço de branco, o brilho e o contraste para fornecer a melhor imagem possível. Resultado: cores reais e fotos incríveis, de flores e paisagens.

=Invista na composição da imagem

FLOR SAMSUNG 2

Algumas das imagens mais famosas de flores são feitas quando o fotógrafo as coloca em primeiro plano e desfoca o cenário ao fundo. Uma sugestão é buscar essa composição e apostar no Foco Dinâmico, recurso encontrado em smartphones como os Galaxy S9+ e o Note9.

Com ele, o usuário consegue reproduzir o chamado efeito bokeh, que ajusta a profundidade de campo da imagem e permite, em um só comando, desfocar o fundo das fotos, antes ou após o clique, fazendo a alteração na própria galeria de imagem.

=Aproveite a luz do início e do final do dia

Os melhores momentos para fotografar a primavera são o início da manhã e o final da tarde quando há um equilíbrio entre luz e sombra.

As câmeras traseiras dos Galaxy S9, S9+ e do Note9 trazem abertura dupla, que se adapta de maneira inteligente à luz disponível no ambiente. Quando há pouca luz no ambiente, como durante a noite, a abertura acionada é a F1.5; enquanto quando há muita luz disponível, a abertura requerida é F2.4, que ajuda as cenas muito brilhantes a se tornarem mais nítidas.

=Registre momentos quase imperceptíveis a olho nu

Com a função Super Câmera Lenta, esses smartphones têm capacidade de capturar vídeos em até 960 quadros por segundo, o que possibilita gravar de forma quatro vezes mais detalhada que a câmera lenta tradicional. O recurso cria sequências interessantíssimas em um jardim, captando, por exemplo, o pouso das abelhas, ou de beija-flores, para sugar o néctar, quase imperceptíveis a olho nu.

Preço e disponibilidade

Os Galaxy S9 e S9+ estão disponíveis nas cores cinza-titânio, ultravioleta, preto e azul e possuem preço sugerido de R$ 4.299,00, para o Galaxy S9, e R$ 4.899,00, para o Galaxy S9+.

Já o Galaxy Note9 pode ser encontrado nas versões nas cores azul e preto, com 128 GB de armazenamento interno e 6 GB de RAM, nas lojas e e-commerce, com preço sugerido a R$ 5.499,00. A edição na cor cobre, com 512 GB e 8 GB, está em pré-venda até o dia 28 de setembro e deve estar disponível nas lojas no dia 29, com sugestão de preço a R$ 6.499,00.

*A precisão pode variar de acordo com as configurações e condições do ambiente.

Informações: Samsung

Shiseido lança sérum com efeito blur que torna a pele mais bonita e fotogênica

Oleosidade e poros dilatados podem causar constrangimentos. Enquanto aplicativos de fotos podem resolver esses problemas de maneira pontual, a Shiseido desenvolveu a solução definitiva para manter a tez lisa, uniforme e sem brilho, dispensando o uso dessas ferramentas.

O Ibuki Smart Filtering Smoother da Shiseido é um sérum que cria instantaneamente uma pele pronta para os cliques, como se tivesse passado por um filtro de aplicativo de celular. O produto faz parte da linha de soluções Ibuki, desenvolvida para lidar com os problemas da pele que preocupam a geração dos millenials.

Tecnologia

Um sérum de textura leve e aveludada, possui efeito blur que age como um filtro inteligente tornando a pele ainda mais bela e fotogênica, absorvendo imediatamente o excesso de oleosidade e diminuindo a aparência dos poros. A tecnologia única e os ingredientes efetivos trabalham juntos para aperfeiçoar e suavizar a pele.

Photogenic Skin Technology

A combinação do Oil-Targeting Micro Powder no sérum, através de uma tecnologia especial de dispersão, possibilita que o produto, ao ser aplicado na pele, identifique os poros que precisam ser preenchidos com o pó.

O exclusivo pó de absorção de oleosidade do sérum coleta o sebo excessivo de maneira imperceptível e ajuda a prevenir o brilho da zona T. A textura suave do sérum é mantida e a pele é aperfeiçoada, como se tivesse maquiagem aplicada.

Ingredientes botânicos

Extrato da raiz da Bergenia ciliata

Conhecido por seus benefícios há séculos na medicina indiana Ayurveda, no folclore Tibetiano e no Budismo, esse extrato ajuda a combater as causas da acne e de outras preocupações* com a pele.

O PhytoTarget Complex (complexo-chave da linha Ibuki) suplementa o fator hidratante natural da pele e os lipídios intracelulares, que são vitais para manter a função de barreira da pele saudável.

O extrato de Manjerona, derivado de uma erva aromática multiuso, age sob os pontos de desidratação. A glicilglicina melhora a aparência dos poros.

Eficácia comprovada fotograficamente

nariz shiseido

O Smart Filtering Smoother atua sob o brilho da pele e a durabilidade da maquiagem o dia todo. O produto de skincare cobre instantaneamente o brilho e imperfeições durante a aplicação para uma pele matificada e textura uniforme, como se o filtro da câmera tivesse sido utilizado. Quando usado sobre a pele do nariz, que é muito oleosa, o produto suprime o brilho e minimiza os poros dilatados.

Textura

shiseido densidade

A textura do sérum foi cuidadosamente escolhida para suavizar as imperfeições e adicionar, simultaneamente, uma aparência hidratada à pele.

Modo de uso: aplique como o último passo da sua rotina de cuidados com a pele ou sobre a sua maquiagem. Coloque uma pequena quantia (equivalente a uma pérola – 0,3g) na ponta dos dedos e aplique levemente sobre as áreas que sofrem com brilho e poros até o produto misturar-se com a pele. O efeito controlador de óleo tem durabilidade de até 8 horas . A leve textura pode ser usada sozinha ou sobre a maquiagem.

shiseido smoother

Shiseido Ibuki – Smart Filtering Smoother – Preço: R$ 199,00

Informações:  Shiseido – SAC – 0800148023

Encuentros Abiertos – Festival de la Luz: fotógrafos do mundo em Buenos Aires

Por Fabiano Ferreira

Em seu 30º aniversário, o evento reúne artistas de 30 países, com 160 amostras distribuídas em 90 espaços, em 36 cidades da Argentina e uma entrevista exclusiva com a diretora geral falando sobre a participação de brasileiros

fabiano_ferreira - centro de la memoria haroldo conti 01
Centro de la Memória #01 – Foto: Fabiano Ferreira

Os Encuentros Abiertos – Festival de La Luz é um dos maiores eventos de fotografia da América Latina e celebra mais um ano com a participação de 350 artistas estrangeiros, entre convidados e selecionados pela convocatória, com destaque para a importante atuação do Brasil. O evento teve início oficialmente no dia 1º de agosto e se encerra no próximo dia 28 de setembro, com exposições, projeções, leituras de portfólios, workshops e palestras realizadas em diversas salas de artes, galerias e espaços culturais na Argentina.

aleksandr rodchenko
Russia – Foto: Aleksandr Rodchenko

A cada edição do festival é sugerido um tema e neste ano foi escolhido “Celebração pela Vida”, um resgate da união entre os seres humanos para que se identifiquem através de questões sociais ou pessoais. Para as diretoras do Festival de La Luz, Elda Harrington e Silvia Mangialargi, o propósito deste tema foi buscar estórias que façam a vida encontrar caminhos que valham a pena ser percorridos e outras que nos recordem de acontecimentos que não devemos permitir que se repitam.

fabiano_ferreira - centro de la memoria haroldo conti 02
Centro de la Memória #02 – Foto: Fabiano Ferreira

Entre as exposições, destacam-se a mostra Fotografias de la VKhUTEMAS do fotógrafo russo Aleksandr Ródchenko, no CCK, Suturas de Adriana Groisman, sobre a guerra das Malvinas, Retratos de 108, do coreano Jinhyun Cha, e Comfort Women, do holandês Jan Banning, ambas sobre as escravas sexuais do exército japonês na segunda guerra mundial, no Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti.

adriana groismann - suturas
Suturas – Foto: Adriana Groisman – Argentina

Brasileiros participam com mostras em diversos espaços, entre elas, Gabriela di Bella e Guilherme Christ (Marrocos), Cassio Vasconcellos (Coletivos), Lucas Lenci (Cidades Alpha), Helena Ríos (Tudo Flui), Roberto Urtado (Uma vida ordinária), Ilana Bar (Transparências de Lar), Lu Berlese (Relicário) e Clovis Dariano (Paisagem) e as projeções dos trabalhos de Edu Simões (59), Francisco Santos (Cotidiano), Ana Rovati (Sala de Não-Estar), Mateus Sá (Lugar das Incertezas) e Elaine Pessoa (Paysages).

fabiano_ferreira - foro de portfolios
Foro de Portfólios – Foto: Fabiano Ferreiura

O Foro Internacional de Portfólios é um dos pontos altos do evento e durante uma semana, curadores, diretores de museu, galeristas e críticos especializados do mundo inteiro compartilham dos encontros individuais para avaliação de trabalhos fotográficos. Nesta edição, as leituras contaram com os curadores brasileiros Joaquim Paiva e Eder Chiodetto. Paiva, que também é colecionador e detém o maior acervo de fotografia no Brasil, levantou uma questão importante ao sugerir que quando esses eventos forem realizados no Brasil, deveriam propor a participação de artistas estrangeiros. “Eu acho que essa é uma oportunidade de participarmos mais ativamente sobre um diálogo internacional de fotografia. Precisamos nos tornar mais internacionais, para que a gente abra mais espaço e tenhamos maior presença da fotografia brasileira no exterior”, completa.

lu berlese - relicario
Relicário – Foto: Lu Berlese

A fotógrafa curitibana Lu Berlese participou da revisão na edição anterior (2016) e ganhou, junto com a franco-argentina Eva Fischer e o chileno Andrés Figueroa, o Prêmio outorgado aos três melhores portfólios apresentados, o que rendeu uma exposição no Centro Cultural San Martín, aberta desde o dia 3 de agosto. Já o fotógrafo argentino Abraham Votroba, vencedor do Foro de Portfolio Interfestival 2017, além de expor em Buenos Aires, também foi convidado pelo Museu da Fotografia Cidade de Curitiba para expor seu trabalho Viaje Interior, no dia 7 de novembro, como forma de intercâmbio cultural.

abraham votobra - viaje interior
Viaje Interior – Foto: Abraham Votroba

Na sexta-feira, 17 de agosto, saiu o resultado do Foro deste ano, que premiou mais dois artistas brasileiros, Ilana Bar (São Paulo) e Paulo Coqueiro (Bahia), além do uruguaio Federico Ruiz Santesteban, que desse modo já têm exposição agendada para a próxima edição do festival, em 2020.

ilana bar - transparencias de lar
Transparências de Lar- Foto: Ilana Bar

Confira entrevista exclusiva com a diretora geral do evento, Elda Harrington, concedida no Museu de la Cárcova, durante a abertura de uma das mostras do evento.

elda_harrington por fabiano_ferreira
Elda Harrington – Foto: Fabiano Ferreira

Repórter: Hoje o Encuentros Abiertos está consolidado como o festival de fotografia mais importante da América Latina. Você poderia nos contar como o evento chegou a essa envergadura no decorrer do tempo?

ELDA: O Festival começou há 30 anos e durante dez anos, aconteceu apenas em Buenos Aires. Ampliando o número de lugares a cada ano, até que em 1989, para celebrar os 150 anos do advento mundial da fotografia, o evento transformou-se em bienal. Em 1998, nos associamos a 21 outros festivais de 16 países, quando criamos o FOL – Festival of Light. No início, não havia mostras de fotografia na cidade. O único que havia era para especialistas em galeria de fotografia, encontros apenas para fotógrafos, os museus ainda não nos tinham aberto as portas. Não conhecíamos artistas estrangeiros, apenas os famosos que já haviam publicado algum livro, que há 30 anos, era muito pouco. Quando começamos, decidimos que nosso objetivo era difundir não apenas fotografia argentina, mas à fotografia latino- americana, a internacional, de maneira a intercambiar olhares com outras latitudes, para que nos conheçam.

fabiano_ferreira - galeria nuevo mundo
Galeria Nuevo Mundo – Foto: Fabiano Ferreira

Repórter: Qual a proposta do festival para que esse intercâmbio realmente aconteça?

ELDA: Para que isso aconteça, temos o Foro de Portfolios, que é uma atividade muito importante que promovemos ao longo desses anos, para que as grandes figuras do mundo, como diretores de museu, diretores de festivais, grandes colecionadores de fotografia, editores de fotografia, venham e conheçam nossos artistas. Quando digo nossos, não me refiro apenas aos argentinos, porque os brasileiros participam mais que os argentinos e ultimamente os chilenos também. Pois temos conseguido romper a cordilheira e atravessá-la, coisa que nos custou muitíssimo. Com o Brasil foi diferente porque começamos na mesma época. Nunca deixei de ir à Curitiba nos anos 90, na época das bienais internacionais de fotografia. Depois apoiei muitíssimo o Milton Guran para que fizesse o Festival do Rio (hoje, FotoRio Resiste), o Carlos Carvalho para que fizesse o Festival de Porto Alegre (FestPoA), dentre muitos outros fotógrafos brasileiros. Tenho amizade com vários deles e na medida do possível vamos nos encontrando e vamos convidando-os para participar do evento aqui em Buenos Aires. Tem uma mostra brasileira no Palácio Pereda, na Embaixada do Brasil em Buenos Aires, com vários artistas que vão ficando conhecidos aqui. É a terceira vez que a embaixada expõe nestes 30 anos as maravilhas que vocês fazem. Ali está Helena Ríos, Lucas Lenci, com “Cidades Alpha”, está Roberto Urtado, Ilana Bar com seu trabalho intimista sobre a família, que sugiro visitá-lo até o final de agosto e está muito linda. Também tem uma projeção de Elaine Pessoa, com a curadoria de Eder Chiodetto, um trabalho muito interessante. Para continuar falando dos brasileiros também temos uma projeção de nossa curadoria, com os trabalhos que foram chegando pela convocatória e se apresentam em várias províncias argentinas. Portanto temos brasileiros da Quiaca ao Ushuaia – de norte ao sul – como costumamos falar aqui, são 5.800 quilômetros de projeção, (risos). Em Buenos Aires a projeção estará no Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti, no Museu de Arte Decorativo, no Centro Cultural San Martín, na Casa Rodolfo Walsh e Aliança Francesa.

francisco santos - cotidiano
Cotidiano – Francisco Santos

Repórter: Voltando a falar do Foro de Portfolios, o que é exatamente essa atividade? Acontece desde o surgimento do evento? É aberta a qualquer fotógrafo que queira participar?

ELDA: O Foro de Portfolios acontece há anos, desde 1995. É um estilo de conhecimento que se oferece aos fotógrafos e que as outras disciplinas não têm. Por exemplo, a Pintura, não tem e meus amigos pintores sempre comentam que bom seria se tivesse, porque é uma oportunidade para divulgar seus trabalhos. O festival convida curadores, diretores de museus, diretores de festivais, colecionadores, editores para que conheçam os nossos artistas. Então os participantes olham os currículos de cada revisor, que tipo de fotografia lhes interessa e se inscrevem previamente pela internet no foro de portfólios. São entrevistas privadas de 20 minutos, onde o fotógrafo pode mostrar seu trabalho. Despir-se, de certa maneira, porque o revisor diante da obra sabe com quem está falando, quem é a pessoa diante dele. Depois disso, pode haver um feedback, ou não, depende do que necessita cada fotógrafo. Também é uma oportunidade do revisor poder expor, publicar ou comprar a obra. Este tipo de intercâmbio é um invento do FotoFest Houston (bienal nos EUA), que propõe este formato há muitos anos, com o sistema de pré-inscrição. Para os fotógrafos que são muito tímidos, é uma maneira muito boa de apresentar o trabalho. Antes, o único jeito que existia era perseguir os revisores como fazíamos em Arles (França), há anos atrás e apenas os mais atrevidos conseguiam alguma coisa. Já os demais não chegavam a lugar nenhum por conta da timidez, apesar de ter uma obra maravilhosa. Em 95 estive em Houston e trouxemos esta fórmula para a Argentina. Foi um sucesso impressionante, porque sempre que viajo a um festival, ou a um evento e me encontro com fotógrafos, principalmente os latino-americanos, pergunto como eles chegaram ali e eles respondem: – “Como assim? Fui descoberto no Foro de Portfolios em Buenos Aires e me convidaram para expor aqui”. Aconteceu com dois fotógrafos brasileiros que encontrei na China. Então, é uma forma de difusão que logo se transformará numa rede e você perde o rastro, porque um vai recomendando ao outro. No fim, muitos artistas ficaram conhecidos através da revisão de portfólios de Buenos Aires ou de Houston, de Porto Alegre, do Rio que também está acontecendo por esses dias – e outras que existem na Europa. Para os artistas latino-americanos principalmente, foi muito importante ter a oportunidade de fazer-se conhecer, pois estamos longe dos centros de poder, então é uma forma de intercambiar nossos olhares.

andres figueroa - bailarines del desierto
Bailarines del Desierto – Foto: Andrés Figueroa

Repórter: E em que consiste o Prêmio Foro de Portfolios?

ELDA: No final do foro de portfólios, que dura uma semana, os revisores sempre votam nos três melhores trabalhos e, na edição seguinte, fazemos uma mostra com os premiados. Nesta edição estamos recebendo no Centro Cultural San Martín o resultado da premiação de 2016. Os fotógrafos selecionados foram a brasileira Luciana Berlese, a argentina Eva Fischer e o chileno Andrés Figueroa. Ficamos muito felizes pela coincidência, porque quando os revisores votam, não têm nem ideia de que país vem o escolhido. Então, esta coincidência de terem sido escolhidos três latino-americanos vizinhos nos deixou muito contentes. A mostra está linda e estará aberta até o final de agosto. Recomendo aos interessados que olhem o site do evento para conferir a programação, porque são tantas exposições que é impossível falar de todas. Estamos apresentando 160 mostras de 30 países, em 90 espaços diferentes, em 36 localidades do país.

fabiano_ferreira - sala roma
Sala Roma – Foto: Fabiano Ferreira

 

Morumbi Town Shopping recebe exposição sobre adoção de animais

Campanha “Somos Todos Vira-Latas” retrata celebridades apoiadoras da causa e animais abandonados para conscientizar o público

Com o objetivo de apoiar a adoção de pets, o Morumbi Town Shopping recebe uma exposição especial em parceria com a Ampara Animal (Associação das Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados). O empreendimento recebe painéis com imagens exclusivas de artistas que apoiam a causa animal.

Fotografada por Bob Wolfenson, um dos grandes nomes da fotografia brasileira, a exposição reúne celebridades que apoiam a causa e animais que foram resgatados pela associação. Nomes como Paola Oliveira, Sabrina Sato, Bruno Gagliasso, Giovana Ewbank, Júnior Lima, entre outros foram clicados pelo fotógrafo para a campanha, que destaca a adoção de animais vira-latas com a lembrança de que, assim como os pets, somos uma mistura de etnias, com o propósito de sensibilizar e aproximar o público.

“Abraçar projetos comprometidos com os animais é muito importante para nós. Somos um empreendimento pet friendly e entendemos o quão necessário é apoiar ações que beneficiem milhares de animais abandonados todos os anos. A melhor forma de sanar este problema do abandono é informando o público e esta é a nossa missão com o apoio à campanha”, afirma Gabriel Lima, Coordenador de Marketing do Morumbi Town Shopping.

A Ampara Animal é uma organização sem fins lucrativos que ajuda abrigos e protetores independentes com ração, medicamentos e atendimento veterinário. Hoje, possui cerca de 250 colaboradores, beneficiando mais de 100 mil animais por ano, além de desenvolver projetos de conscientização para adultos e crianças sobre o cenário de abandono de animais.

“Adotar um animal sem raça definida é muito mais do que um ato solidário, é uma evolução no nosso jeito de encarar a vida. Hoje, ser cool não é desfilar com um animal de raça, mas, sim, exibir com orgulho o seu adorável vira-lata resgatado. O que todo pet quer e precisa é ser cuidado, com muito amor, carinho e amizade“, conclui Lima.

A exposição “Somos Todos Vira-Latas” é gratuita e ficará no 1º Piso do Morumbi Town Shopping até o dia 2 de setembro, durante todo o horário de funcionamento do Shopping.

juniorYasmin-Brunet1thaila-ayalacaderno2014amparanimalfiorella-2cleo-pires

Morumbi Town Shopping – Av. Giovanni Gronchi, 5930 – Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo/SP.

Pets modelos podem ganhar até R$ 2.500,00 por trabalho

Cães, gatos e animais silvestres podem ter carreira de modelo, participar de campanhas publicitárias, filmes e ainda ganhar bem para isso. A aposta, que está no mercado nacional desde 2009, é da Pet Model Brasil, agência especializada em transformar animais em estrelas da publicidade. Dirigida por Deborah Zeigelboim, a agência já soma mais de 60 campanhas no portfólio e tem cachês que variam de R$ 200,00 a R$ 2.500,00 por trabalho.

Entre os principais trabalhos da Pet Model Brasil estão campanhas publicitárias para meios off-line, curtas-metragens, filmes publicitários, eventos, ações corporativas, produções independentes e fotografias. Com casting online e presença nacional, a empresa transformou-se em mediadora entre produtoras, agências de publicidade e tutores de animais para trabalhos em cinema, TV, revistas, sites e outras produções.

“Todas as espécies de animais e raças são bem-vindas. Não é essencial que o pet saiba truques ou comandos, porém, se ele tiver essas aptidões é sempre mais fácil de agenciar um animal adestrado. Animais silvestres deverão ter uma autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente ou órgãos similares”, explica Deborah.

Com mais de 600 animais no banco de dados em aproximadamente 150 cidades em todo o território nacional, agenciar um bichinho é tarefa simples. O processo é feito por meio de um cadastro no site, preenchendo um formulário onde dados como espécie, raça e habilidades dos pets são inseridos. Além disso, os tutores e criadores enviam fotos e vídeos que serão tratados e transformados em um portfólio, que pode ser acessado pelos contratantes.

pet-model-brasil-1507037265619_956x500

A assinatura para manter o casting do pet custa a partir de R$ 60,00 anual, o que corresponde a R$ 5,00 reais por mês. Quando uma produtora se interessa por um animal a Pet Model Brasil entra em ação e orienta os tutores a respeito dos cuidados necessários e postura no set.

“Temos espaço para todas as espécies e raças de animais em nosso elenco. A agência funciona como mediadora e cuida dos interesses do tutor do animal, facilitando a produção, inclusive no dia”, explica Deborah. “O responsável pelo animal deve apenas estar presente no set de produção na data e horário combinados, além de levar a alimentação e alguns petiscos que o animal goste”, completa.

gata outubro rosa

Nova unidade

Recém-inaugurada, a Pet Model Brasil abriu um espaço físico em São Paulo para suportar a expansão da empresa. Localizada no bairro Jardim Paulista, em São Paulo, o espaço vai oferecer área interna para estúdio fotográfico, salas destinadas a cursos, palestras e workshops em adestramento de animais, comportamento animal, fotografia e nutrição voltadas a profissionais do mercado e público em geral que tenham interesse em aprender sobre manejo, comandos e receitas de alimentação orgânica para cães e gatos, além de ser um local onde as produtoras também podem utilizar para produções publicitárias.

Pet Model Brasil

pet-model-brasil-1506121720361_956x500

A Pet Model Brasil surgiu em 2009 quando a produtora curitibana Deborah Zeigelboim percebeu que não existia uma ponte de contato entre produtoras e os tutores de animais. “Conheci uma agência na Inglaterra que fornecia animais para produções em vários países da Europa e Estados Unidos. Aqui no Brasil, mais especificamente em Curitiba, em algumas produções que fiz havia sempre a necessidade de animais e a procura por esses bichinhos acabava sendo na base da indicação”, explica.

O insight de Deborah foi fundamental para que em março de 2010 a Pet Model Brasil iniciasse seu trabalho no Brasil. “Além da atuação nacional, a empresa se prepara para atender ao público de fora do país. O site possui versões em português, inglês e espanhol, devido ao número expressivo de viewers internacionais. Temos como meta ser referência”, finaliza.

Informações: Pet Model Brasil

Veterinários, tutores e pets têm seus momentos eternizados em fotos

O afeto dos tutores com seus animais de estimação tem crescido cada vez mais, transformando a relação entre eles em pleno companheirismo, amizade e entrega incondicional de amor, sejam eles gato, cachorro, ave, roedor ou, até mesmo, equino.

Pensando em uma forma de eternizar todo esse carinho, a DrogaVET promove a ação Amor Animal, na qual seu fotógrafo percorre as unidades da rede, em diferentes regiões do Brasil, para acompanhar o dia a dia de seus clientes (tutores, veterinários e pets), fotografando-os nesses momentos de pura cumplicidade.

19429308_110971819526324_5299247185152442368_n

“As fotos estão sendo publicadas em nosso Instagram e Facebook e serão impressas e entregues aos participantes, assim conseguiremos tangibilizar todo o amor que eles sentem um pelo outro, transformando aquele momento e aquela história em uma lembrança para toda a vida”, pontua a sócia-fundadora da rede, Sandra Schuster.

Para a tutora da Bellinha, a médica veterinária Janaina Vida, as fotos representam um símbolo de toda a história que envolve dedicação, amor incondicional e muito zelo. “Eu tomo conta dela e ela de mim. Minha vida é muito melhor com a Bellinha”, pontua a veterinária da DrogaVET de Curitiba.

18948113_222158891634891_5124653186862284800_n

Ao todo o fotógrafo passou por seis cidades: Curitiba, Florianópolis, Indaiatuba, São Paulo, Salvador e Brasília, fotografando mais de 100 animais. “A expectativa é darmos continuidade à ação nos próximos meses, estreitando ainda mais nosso vínculo com nossos clientes de diferentes lugares do Brasil”, finaliza Sandra Schuster.

21820514_1163826027094896_2531942169418137600_n20686760_107677556591763_8206789424336338944_n

Exposição de fotos e campanha de adoção de animais

Até o dia 29 de outubro, o Catarina Fashion Outlet promove, em parceria com a Bayer, uma programação com foco no cuidado e bem-estar dos animais. Durante esse período, estará em exibição a exposição “Moradores de Rua e Seus Cães”, que reúne um conjunto de 18 fotos inéditas do fotógrafo Edu Leporo.

Nos dias 28 e 29, será realizada uma campanha de adoção de pets, promovida pela Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal. As atividades fazem parte das ações de aniversário de três anos do Catarina Fashion Outlet e integram o “Mês do Bem-Estar Animal”, da Bayer, celebração criada em 2014 com o intuito de reforçar o amor e o respeito aos animais.

MRSC - crédito Eduardo Leporo

Edu Leporo ficou conhecido por, desde 2012, sair pelas ruas captando a rotina de pessoas sem moradia e seus pets. Entre as histórias retratadas pelas lentes do fotógrafo, está a do Seu Zé, morador de rua há 40 anos, que, a partir do trabalho de Edu – presidente do projeto homônimo para a distribuição de alimentos e produtos veterinários da Bayer – retornou para casa, após a família ser localizada nas redes sociais. A trajetória do Seu Zé estará exposta junto a outros seis painéis, na área de expansão do shopping.

MRSC 2 - crédito Eduardo Leporo

A campanha de adoção de cães, realizada nos dias 28 e 29 de outubro, das 12h às 17h, é uma boa oportunidade para dar um novo lar a um dos bichinhos tutelados pela Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal. Os doze cães que estão à espera de um dono já são castrados e levam como brinde a coleira contra pulgas e carrapatos Kiltix®, da Bayer, que possui ação prolongada de 24 semanas e é ideal para cães que sofrem constantemente com reinfestações de parasitas.

“Reforçar o conceito de tratar bem os animais é a estratégia da empresa e entendemos que atitudes simples podem contribuir positivamente para a vida de todos os animais. Nesse sentido, promovemos ao longo do ano inúmeras ações que permeiam esse pilar de bem-estar animal, seja por meio de nosso portfólio de produtos que trazem mecanismos de ação em que o parasita não precisa ser picado para eliminar pulgas e carrapatos ou durante campanhas de adoção para possibilitar que um pet receba uma nova família. Esse é o nosso foco”, afirma Rafael Moi de Andrade, gerente de produtos da Saúde Animal da Bayer.

Localizado no km 60 da rodovia Castello Branco, no município de São Roque, cerca de 40 minutos da cidade de São Paulo e 20 minutos do município de Sorocaba, o Catarina Fashion Outlet possui 105 lojas que oferecem descontos de 30% a 80% e já se consolidou como a principal referência no mercado de outlet no Brasil.

cachorro adoção

Serviço
Exposição “Moradores de Rua e Seus Cães”
Data: 23 a 29 de outubro – Presença do fotógrafo Edu Leporo nos dias 23 de outubro, das 14 às 16 horas, e 29, das 12 às 17 horas.

Campanha de adoção de cães
Data: 28 e 29 de outubro, das 12 às 17 horas

Dia do “melhor” amigo no Shopping Leblon

Na semana em que se comemora o Dia do Amigo, celebrado hoje, 20 de julho, o Shopping Leblon promove uma série de atividades em homenagem aos nossos melhores amigos.

Hoje, o labrador Bono (@BonoSurfDog), campeão mundial de surf dog, será modelo em um workshop de fotografia de pets com o argentino Lionel Falcon, referência internacional em retratos de animais de estimação. Realizado em parceria da Cluster com a Canon, no auditório da Travessa, o workshop tem vagas limitadas.

Edu Leporo-54.jpg

Entre 20 e 30 de julho, o lounge do 3º piso recebe uma exposição fotográfica de Jacques Dequeker para a ONG Ampara Animal, que exibe fotos de beldades famosas como Cleo Pires e Paolla Oliveira ao lado de cães e gatos resgatados pela instituição, para contar suas histórias de privação e abandono.

Edu Leporo-61

Adoção no mall

No final de semana (22 e 23 de julho), acontece um evento de adoção de cães e gatos no piso G3. No espaço ao ar livre, visitantes também poderão levar seus cães para aproveitar as atividades recreativas para animais coordenadas por profissionais do Club Pet, como agility e piscina de bolas, e ainda massagem para os bichinhos. O evento terá food bikes e mesas de piquenique, além de distribuição de balões e pintura facial para crianças.

ampara

Serviço
Shopping Leblon – Avenida Afrânio de Melo Franco 290, Leblon
Workshop de fotografia com Lionel Falcon e Bono – 20 de julho às 19h (inscrições pelo RSVP@shoppingleblon.com.br)
Adoção de cães e gatos no piso G3 – 23 de julho de 2017, das 13h às 19h
Exposição fotográfica Ampara Animal no 3º piso – de 20 a 30 de julho

 

Painéis fotográficos trazem a cor do ano para as paredes

Greenery é o representante de novos começos, sustentabilidade, aumento de afinidade com a natureza e vitalidade

O Pantone Color Institute escolheu Greenery como a cor de 2017. É um tom “verde-amarelado” que simboliza reconexão com a natureza. Atenta a isso, a K&G Papel de Parede e Decorações traz painéis fotográficos e papéis de parede com tons próximos a este, mostrado em estampas de flores e de folhagens, que ajudam as pessoas a se desconectarem um pouco da tecnologia, fazerem uma pausa e desfrutarem do mundo ao ar livre.

Die Lilie vor weißem Mauerwerk setzt farbige Akzente im Wohnraum.Die Lilie vor weißem Mauerwerk setzt farbige Akzente im Wohnraum.painel4painel2

Oficialmente conhecida como Pantone 15-0343, assemelha-se à tonalidade verde da grama, maçãs e verduras. A cor reflete o atual clima político e social, onde as pessoas estão dando mais atenção para o meio ambiente, adotando um estilo de vida saudável ou mesmo necessitando de um fôlego em virtude de momentos conturbados na política, entre outros.

Desde 2000, a Pantone escolhe anualmente uma tonalidade, cuja seleção é feita a partir da análise dos especialistas que observam o mundo do design de interiores, moda, destinos de viagem e condições socioeconômicas, e é frequentemente uma expressão do humor e das atitudes gerais.

Desde a escola primária, sabemos que o verde é composto de amarelo e azul, neste caso, o amarelo é mais proeminente e isso dá a Greenery um tom quente que o torna elegante, além de evocar pensamentos de uma floresta tropical rica em fauna e flora.

painel9painel8

Outra forma de associar o tom é pensar na folhagem verde de uma árvore madura no pico dos meses de verão que fornece sombra, sendo um lugar para sentar e relaxar.

Interiores para crianças

Greenery não é apenas para os adultos, mas para as crianças também. Há opções para deixar os cantos dos pequenos rejuvenescidos e divertidos.

Zwischen zarten Blüten spielen die kleinen Prinzessinnen mit ihren Freunden.painel13painel14

Informações: K&G Papel de Parede