Arquivo da categoria: frutas

Benefícios do vegetarianismo e veganismo atraem cada vez mais brasileiros

Preocupados com a relação entre dieta e saúde, os brasileiros estão mais interessados em levar uma vida mais leve e isso tem, de certa forma, atraído mais consumidores para causas sustentáveis – é o que revela uma pesquisa realizada recentemente pelo portal Use Orgânico –especializado em “cosméticos verdes”.

No levantamento, a empresa descobriu que, embora poucos brasileiros se declarem vegetarianos ou veganos, a grande maioria se diz simpatizante de causas como a defesa dos animas e do meio ambiente, questões que levam muitos deles a repensarem suas formas de consumo, seja de alimentos ou de cosméticos.

Mas, essa tendência não é motivada apenas pelo “engajamento social”, na realidade, a maioria desses indivíduos está mais preocupada com o impacto que determinadas escolhas possam ter na saúde e, na busca por alternativas mais qualificadas, acabam incorporando, ainda que parcialmente, práticas desses movimentos na dieta e no estilo de vida.

Saúde: o maior motivador

alimentação-saciedade
Foto: Shutterstock

Segundo a pesquisa, que ouviu mais de 1.500 participantes de todas as regiões do país, 47% dos brasileiros acreditam que um estilo de vida saudável consiste, principalmente, numa dieta balanceada, que priorize ingredientes naturais. E não se trata só de dieta: um produto com o apelo “natural” também é muito mais atraente para este público.

Segundo a Use Orgânico, é justamente essa concepção que pode explicar outro dado peculiar: embora 82% dos participantes se declarem onívoros, ou seja, consumidores de alimentos e produtos de origem animal, 65% se diz simpatizante de movimentos como o vegetarianismo, o veganismo e o consumo consciente. Para a empresa, ainda que algumas dessas filosofias preconizem mudanças que vão além da dieta, são os benefícios proporcionados por uma alimentação mais natural que levam os consumidores a se interessarem por produtos de origem orgânica e/ou exclusivamente vegetal.

Benefícios de uma alimentação mais “verde”

maça fita metrica peso

Sem entrar no mérito filosófico de cada movimento, adotar uma dieta vegetariana ou vegana pode, de fato, trazer inúmeros benefícios à saúde – é o que afirma o nutrólogo Pedro Vieira de Goes Neto. Segundo o especialista “Diversos estudos já apontam que dietas que priorizam o consumo de vegetais diminuem consideravelmente o risco de doenças, especialmente as cardíacas. E não se trata unicamente da exclusão da carne: mesmo os indivíduos que consomem proteína animal com frequência moderada percebem melhorias consideráveis no organismo quando passam a investir num cardápio mais verde e natural”.

Para Neto, é comum que as pessoas se tornem mais “abertas” a esses movimentos quando precisam rever a dieta e acabam descobrindo o quanto os vegetais podem influenciar positivamente no peso e na saúde.

Controle do colesterol: um dos fatores que fazem a alimentação vegetariana tão benéfica é o alto teor de fibras dos vegetais. Por natureza, as fibras ajudam a reduzir a absorção de colesterol no organismo, o que diminui também o risco de doenças coronárias e vasculares.

Prevenção e controle do diabetes: outro ponto positivo de uma alimentação rica em vegetais, especialmente de hortaliças e legumes frescos, é que as fibras também retardam a digestão, o que faz com que a liberação de glicose e de insulina seja mais controlada. Esse tipo de alimentação é favorável tanto na prevenção quanto no tratamento da diabetes.

Melhor digestão: para muitas pessoas, consumir laticínios e proteínas animais pode gerar grande desconforto intestinal. Isso porque, além de provocarem mais alergias e intolerâncias alimentares, esses alimentos são, por natureza, difíceis de serem digeridos. Justamente por essa razão, indivíduos que se alimentam majoritariamente de vegetais percebem uma melhora significativa na digestão e, até mesmo, no humor.

Conscientização maior: seja por questões de saúde ou filosóficas (como o bem-estar animal, por exemplo) pessoas que priorizam ou seguem unicamente uma dieta vegetariana costumam procurar mais informações sobre os alimentos. “Esses indivíduos precisam diversificar e até combinar vegetais para alcançar o aporte de proteínas necessárias para o organismo. Por isso, acabam se preocupando mais com a qualidade e procedência do que comem.” – afirma Neto.

Longevidade: frutas, legumes e verduras não são apenas as principais fontes de vitaminas da natureza, os vegetais também são famosos por suas propriedades antioxidantes. Essa característica faz com que a dieta vegetariana combata, naturalmente, o envelhecimento precoce. Isso porque essas moléculas neutralizam a ação dos radicais livres – substâncias ligadas ao surgimento de quadros inflamatórios no organismo e de diversas doenças crônicas.

Orgânicos: um passo além

frutas mercado

Essa conscientização com a dieta também explica a boa reputação dos orgânicos no país. Segundo a pesquisa, 64% dos brasileiros acreditam, mesmo que jamais tenham consumido, que produtos de origem orgânica são melhores que os convencionais. Essa percepção vem, justamente, de outra preocupação crescente: a utilização de agrotóxicos e conservantes no cultivo e no processamento dos alimentos. Por não utilizarem essas e outras substâncias prejudiciais em toda cadeia de produção, os orgânicos são bem vistos pela maioria da população e podem representar tanto um pontapé inicial para um novo estilo de vida, quanto um passo além para quem já segue o vegetarianismo.

Mais do que o cardápio

Em tempos nos quais a indústria da beleza explora massivamente o apelo natural – uma característica valorizada por 48% dos brasileiros – procurar por produtos orgânicos é uma garantia de não levar “gato por lebre”. Isso porque um produto que usa, em sua fórmula, um ingrediente natural, nem sempre é mais saudável ou atende os princípios do veganismo.

cosmeticos naturais veganicos organicos

Já os cosméticos e maquiagens orgânicas possuem maior transparência a respeito da fórmula e do uso, ou não, de itens de origem animal. Esses cosméticos possuem, inclusive, informações claras que facilitam a vida daqueles que querem alternativas veganas, livre de agrotóxicos e naturais. Dentre os adeptos dessa classe de cosméticos, a maior motivação é, justamente, o favorecimento da saúde. Veja os benefícios:

Menor risco de alergia: boa parte do que passamos sobre a pele é absorvido pelo organismo, o que, no caso dos cosméticos convencionais, pode ser um desencadeante de alergias. Como as fórmulas orgânicas seguem regras específicas quanto ao uso de ingredientes e boa parte deles são de origem natural, o risco de alguma reação cutânea é reduzida.

Mais eficazes: nosso corpo se adapta melhor aos ativos naturais do que aos sintéticos. Isso porque nossa pele e couro cabeludo precisam dos nutrientes presentes nos vegetais para se manter saudáveis. Isso significa que cosméticos orgânicos podem promover uma hidratação mais intensa e favorecer, naturalmente, diversos aspectos de beleza.

Mais saudáveis: menos agressivos, são melhor aproveitados pelo organismo e previnem contra o ressecamento e descamação da pele. Mas, o mais relevante é que por excluir os conservantes, agrotóxicos e metais pesados comumente presentes nos produtos convencionais, os orgânicos evitam o acúmulo de substâncias nocivas no organismo, compostos que, a longo prazo, podem causar grandes prejuízos à saúde. É justamente por isso que, independente do engajamento, cada vez mais pessoas aderem aos cosméticos orgânicos.

Mudança planejada

Para finalizar, Neto aconselha que quem deseja abraçar algum desses estilos de vida procure, antes de tudo, orientação “Qualquer pessoa, consuma carne ou não, precisa procurar um médico regularmente para saber seu estado nutricional, especialmente se deseja fazer mudanças profundas na alimentação. Para que a dieta realmente proporcione mais saúde e não cause prejuízos à nutrição, é fundamental ter acompanhamento médico.”

Fonte: Use Orgânico

Anúncios

Casa Santa Luzia oferece promoção de nuts e frutas secas

A Casa Santa Luzia oferece uma promoção dedicada a nuts e frutas secas. Produtos nacionais e importados estarão em oferta em uma exposição especial no Mezanino da Casa.

São mais de 80 itens expostos. Entre os destaques estão amêndoas torradas e salgadas (R$ 19,90 a embalagem de 200 gramas), maçã crocante em rodelas (R$ 45,00 o quilo), damasco turco extra macio (R$ 51,30 o quilo), além de kits e seleções especiais dos produtos, como o mixed nuts (R$ 50,40 a embalagem de 900 gramas) e também com opções que não levam sal.

É possível ainda encomendar na loja bandejas especiais com as iguarias de acordo com a preferência de cada cliente.

Para acompanhar, a Casa oferece uma variedade de cervejas especiais, como Stella Artois lager beer (R$ 3,90 a garrafa de 275ml), Heineken lager beer (R$ 3,90 a garrafa de 330ml) e Original pilsen (R$ 3,90 a garrafa de 300ml).

Confira alguns produtos:

nuts.png

Mixed Nuts (200g) – de R$ 14,00 por R$ 12,60
Amêndoa torrada e salgada (200g) – de R$ 22,10 por R$ 19,90
Castanha de caju torrada e salgada (180g) – de R$ 22,60 por R$ 20,30
Mixed Nuts (900g) – de R$ 56,00 por R$ 50,40
Grão de milho torrado e salgado (150g) – de R$ 7,70 por R$ 6,90
Noz sem casca (kg) – de R$ 104,00 por R$ 93,60
Castanha do Pará miúda (200g) – de R$ 17,80 por R$ 16,00
Maçã crocante em rodelas (kg) – de R$ 50,00 por R$ 45,00
Ameixa Presidente (kg) – de R$ 48,00 por R$ 43,20
Amendoim com salsa e cebola (180g) – de R$ 4,70 por R$ 4,20
Amendoim torrado e salgado com pele (250g) – de R$ 7,20 por R$ 6,50
Pistache torrado e salgado (150g) – de R$ 23,50 por R$ 21,15

frutas secas gde.png
Damasco turco extra (kg) – de R$ 57,00 por R$ 51,30
Damasco turco (200g) – de R$ 7,50 por R$ 6,70
Kit Saúde torrado (5 unidades com 34g cada) – de R$ 23,30 por R$ 20,95
Mixed Nuts sem sal (250g) – de R$ 18,30 por R$ 16,45
Castanha de caju torrada sem sal (250g) – de R$ 28,60 por R$ 25,70
Amêndoa laminada torrada sem sal (200g) – de R$ 15,80 por R$ 14,20

Casa Santa Luzia – Alameda Lorena, 1471 – São Paulo

 

Saiba como as frutas auxiliam na saúde dos cães

Provavelmente os tutores já pensaram em dar frutas como petisco para os cães, mas é importante lembrar que não são todas que fazem bem para seu amigo, apenas algumas possuem propriedades benéficas para a dieta dos cães.

O médico veterinário da Naturalis, Marcello Machado, explica que em hipótese alguma a alimentação do cachorro pode se basear apenas em frutas, pois ele precisa de uma nutrição balanceada com proteínas de qualidade e fibras em níveis ajustados.

“Para atender o paladar dos cães que gostam de frutas, existem rações no mercado pet como a Naturalis, que além de possuir formulação 100% natural, também conta com sabores, vitaminas, sais minerais e os nutrientes da maçã e do mamão, que são poderosos aliados para manter o cão sempre bem-alimentado e saudável”, indica.

A ração com frutas também pode ser uma ótima opção para cães que não sentem atração pela ração comum, pois a ração com frutas possui um odor diferenciado e mais atrativo para o olfato canino. “Além das frutas, Naturalis possui em sua composição verduras, carne, ingredientes integrais, e é livre de conservantes artificiais e corantes para o cão crescer com vitalidade e energia, resultando saúde e a longevidade do animal”, complementa Machado.

O médico veterinário da Naturalis apontou os benefícios da maçã e do mamão para os cães, confira:

cachorro comendo maça

Maçã para cachorro –contém vitaminas B, C e E, rica em probióticos e é uma ótima fonte de fibras para favorecer a função intestinal, possui baixo valor calórico e contribui para manter a imunidade alta e regula a glicemia dos pets.

Mamão para cachorro – assim como a maçã, é fonte de fibras e possui um sabor que agrada muito os cães. Ajuda a melhorar a digestão e possui vitaminas A e C, cálcio e potássio.

Fonte: Total Alimentos

 

 

“Activia Sensações”: com pedaços de frutas e probióticos naturais

Activia Sensações chega ao mercado em três sabores: Frutas Silvestres com Baunilha, Abacaxi com Coco e Kiwi. Todos os sabores são fonte de proteínas, fonte de cálcio e contém bilhões de probióticos naturais em suas receitas.

Activia inova mais uma vez e traz ao mercado uma nova receita que combina uma massa cremosa e leve com muitos pedaços de frutas 100% naturais. Além das frutas, Activia Sensações tem uma receita originária da Grécia, feita com uma massa que é fermentada cuidadosamente por 10 horas, fonte de proteínas e possui menos gorduras, resultando em uma textura e cremosidade leve e saudável.

A proposta da inovação surgiu após análise de pesquisas sobre o hábito de se alimentar com snacks ao longo do dia e a dificuldade de encontrar opções que fossem realmente saudáveis, sem deixar de serem gostosas. Atualmente, 77% dos alimentos do lanche da manhã são consumidos fora do lar, enquanto que para o lanche da tarde esse valor é de 61%, segundo o instituto Kantar World Panel.

“Activia Sensações é fonte de proteínas e cálcio, além de possuir cerca de 100 calorias, que é o caso do sabor Kiwi. O lançamento reforça nosso compromisso de levar os benefícios dos probióticos naturais de Activia em receitas saudáveis e para diferentes ocasiões. Em 2016 lançamos Activia Café da Manhã para a ocasião matinal e agora trazemos Activia Sensações, que é uma excelente opção para momentos de fazer um lanche”– afirma Marina Flores, Gerente de Marketing de Activia.

Activia-Pedaos-120g-Abacaxi-com-CcoActivia-Pedaos-120g-Frutas-SilvestresActivia-Pedaos-120g-Kiwi

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de 5 porções de frutas por dia. Apesar de o Brasil ser o terceiro maior produtor de frutas do mundo, atualmente apenas 18% dos brasileiros seguem essa indicação. Nesse cenário, o novo Activia Sensações foi desenvolvido com o objetivo de incentivar o consumo de frutas em conjunto com um produto lácteo, que também possuem baixo consumo no Brasil4.

O novo Activia Sensações está disponível em embalagens de 120 gramas, nos sabores Frutas Silvestres com Baunilha, Abacaxi com Coco e Kiwi.

Informações: Danone Activia

Geleias de frutas oferecem vários benefícios

Do café da manhã ao lanche da tarde, geleias da Troppo! Artesanal são sempre bem-vindas. Mesmo porque são feitas sem conservantes e corantes, e ainda com frutas de cada estação. São ótimas sugestões para quem quer uma opção doce mais saudável e está procurando variadas combinações.

Uma das geleias queridinhas para acompanhar o bolo é a de laranja com gengibre. Os benefícios feitos por essa combinação são incríveis, como combate a depressão, atua como calmante natural, ajuda o estômago a processar melhor os nutrientes, o gengibre é antioxidante e ainda ajuda no emagrecimento. Então, nada melhor do que um acompanhamento assim para um lanche da tarde.

laranja e gengibre.jpg

Já as propriedades da jabuticaba ajudam na elasticidade da pele e combate às rugas. Por isso a geleia de jabuticaba com manjericão é uma alternativa para quem está à procura de algo mais benéfico. Além do mais, o manjericão melhora o sistema imunológico, a pele também, a visão e ainda alivia o estresse.

jabuticaba.png

Agora, imagina um bolo com duas frutas, uma que ajuda no controle da pressão alta e a outra que é um ótimo calmante natural. Assim, a geleia de manga com maracujá, não só vai bem com o bolo, como também com queijo, torradas e até peixes.

manga.png

E, também para ajudar a baixar a pressão, temos a banana, que é rica em potássio e perfeita para isso. Ela também ajuda a normalizar tudo no intestino. Que tal uma geleia de banana com rum, então?

Geleia-de-Banana-com-Rum-Troppo.jpg

Tudo junto e misturado. A geleia tropical traz frutas como manga, goiaba vermelha, papaia e maracujá. Dúvidas que ela é rica em vitaminas?

Geleia-Tropical-Troppo.jpg

Não só harmonizadas com bolo, essas geleias podem ser servidas com iogurtes, pães, queijos e torradas. É para engrandecer o café da manhã ou o lanche da tarde, e ter o sabor da fruta de verdade.

Informações: Troppo! Artesanal

 

 

Goji berry e cranberry na lista de alimentos funcionais

Os alimentos funcionais oferecem mais que nutrientes. Estudos e pesquisas avaliam as propriedades que oferecem à saúde e ao bem-estar, ajudando a prevenir indisposições, a partir do consumo contínuo. Benefícios desses alimentos também estão presentes nos suplementos. Conheça a sugestões da Schraiber:

goji berry - capsula md.png

Cápsulas de Goji berry Schraiber:  goji berry é uma fruta rica em antioxidantes, uma excelente fonte de vitaminas, flavonoides, aminoácidos, minerais e fibras – com destaque para a alta concentração de Vitamina C. Este produto apresenta uma combinação exclusiva de substâncias e nutrientes: goji berry com picolinato de cromo, minerais quelato (zinco e selênio) e vitaminas C, A e E, que ajudam no equilíbrio do organismo, na sensação de bem-estar e na ação contra os radicais livres. Preço médio: R$ 42,50 – cada frasco com 60 unidades.

Cranberry Capsbx

Cápsulas de Cranberry Schraiber: o cranberry (Vaccinium macrocarpunum) é rico em flavonoides, um poderoso antioxidante, que protege o organismo das ações danosas dos radicais livres e auxilia na diminuição do colesterol total e do LDL Colesterol, que prejudica o organismo. É também fonte de fibra, manganês, vitamina C, K e E. contribui para retardar o envelhecimento precoce, prevenir infecções urinárias e diminuir o colesterol ruim. Essas cápsulas são enriquecidas com picolinato de cromo, minerais quelatos, vitaminas E e A. (Preço médio: R$ 55,00).

Informações: Schraiber – SAC nacional: 0800 12 4522 – SAC São Paulo: 11 4184 4522

 

Férias de verão: nutricionista dá dicas de alimentação saudável para crianças

Verão pede alimentos leves e ricos em água. Tentar manter a rotina na hora da alimentação, mesmo em período de férias escolares, é um desafio que os pais devem enfrentar. Prestando um pouco de atenção no prato, dá para aproveitar o clima quente ao máximo, com muita energia

Como alimentar as crianças na época mais quente do ano? Os cuidados com a alimentação dos pequenos neste período é tão importante quanto a qualidade do sono e a prática de atividade física. Durante o verão, as crianças costumam brincar mais do que o normal, e elas gastam mais energia e aproveitam cada instante dessa estação. Mas há um detalhe do qual os pais não podem descuidar: a alimentação dos pequenos, pois os resultados podem ser prejudiciais.

De acordo com a nutricionista da Cardiopediatria do HCor (Hospital do Coração), Natane Souza, com as férias de verão, é possível realizar vários passeios e, a tão sonhada viagem de férias. Seja qual for o passeio, ou até em casa, é muito importante que os pais se preocupem com a alimentação de seus filhos, pois durante o verão há a elevação da temperatura do ambiente e, consequentemente, elevação da temperatura corporal.

Quando a temperatura do nosso corpo aumenta, aumenta também a transpiração, que tem como objetivo resfriar o corpo, mantendo-o na temperatura adequada para o seu funcionamento. O problema é que ao transpirarmos, água e sais minerais são perdidos com o suor, o que poderá ocasionar um quadro de desidratação.

menina criança praia boné píxabay
Pixabay

“A desidratação ocorre quando o corpo tem menos água do que necessita, e geralmente vem acompanhada de sintomas como boca seca, fraqueza, tontura, dores de cabeça, urina escura e escassa. A desidratação pode trazer muitas complicações, principalmente para crianças, por isso é muito importante tomar alguns cuidados com a alimentação dos nossos filhos nesta época do ano, a fim de prevenirmos esse quadro”, explica a nutricionista do HCor.

No dia em que a programação dos pequenos incluir passeios longos, o almoço sempre fica para mais tarde. Então, a dica é levar um lanchinho na bolsa para enganar a fome, por exemplo, uma fruta. E, na hora do almoço, não deixe a criança abusar na quantidade e a estimule para que mastigue bem a comida.

Hidratar os pequenos, sempre!

menina tomando suco criança pixabay
Pixabay

Durante o dia, vale a pena oferecer muito líquido para hidratar as crianças. Use e abuse de água e sucos naturais. Água de coco é uma ótima alternativa para eliminar os refrigerantes e refrescos em pó do cardápio. “Evite oferecer alimentos e guloseimas a todo o instante para as crianças. Estipule um intervalo de três a quatro horas entre as refeições. No caso da criança acordar mais tarde, não faça do almoço sua primeira refeição. É importante ingerir algum alimento leve antes (frutas ou suco natural) e depois siga o fracionamento adequado de três a quatro horas”, sugere Natane Souza.

Em geral, o verão pede alimentos leves e ricos em água. Tentar manter a rotina na hora da alimentação, mesmo em período de férias escolares, é um desafio que os pais devem enfrentar. Prestando um pouco de atenção no prato, dá para aproveitar o clima quente ao máximo, com muita energia e sem ficar doente.

salada-de-fruta-pinterest
Pinterest

A refeição dos pequenos será fora de casa? Leve frutas em uma bolsa térmica: uvas, maçã, pera, banana, laranja, melão e manga, pois além de hidratarem, fornecem vitaminas, minerais e energia na forma de frutose. Para maior praticidade, deixe as frutas já picadas. Também podem ser levados biscoitos (doces ou salgados) à base de farinhas integrais, bolo caseiro simples (embalados fatia a fatia, se já for levar cortado), minissanduíches com queijo branco ou pastas de ricota e sucos naturais.

“A dica é ler o rótulo para evitar aqueles com grande quantidade de açúcar e corantes. O primeiro ingrediente que aparece no rótulo geralmente é o está presente em maior quantidade, então fuja do açúcar”, recomenda.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Se for comprar algo de última hora para dar à criança, prefira milho cozido, picolés de fruta, sucos e água de coco. Lembre-se também de evitar os alimentos vendidos na praia, como cachorro quente, sanduíches e preparações em geral que tenham maionese e camarão, além de salada de frutas, sucos que não sejam industrializados, entre outros. Há grande risco de contaminação no consumo desses produtos, desencadeando uma intoxicação alimentar na criança”, alerta a nutricionista.

Cuidados com os alimentos industrializados

Evite que seu filho beba refrigerante e outras bebidas gaseificadas, pois elas favorecem a desidratação e a eliminação de sais minerais pela urina. Prefira as comidas feitas em casa, mas se durante o passeio resolver comer fora, evite frituras e comidas muito gordurosas. Evite alimentos processados, enlatados, congelados e condimentados.

fast food

“Muita atenção com os alimentos preparados em barraquinhas na praia ou em lanchonetes móveis, pois estes alimentos podem ficar expostos ao sol e estragarem com maior rapidez. No almoço e jantar prefira um cardápio mais leve, com verduras e legumes, prato principal assado ou grelhado que garantem uma digestão fácil e maior disponibilidade de nutrientes. Não esqueça dos alimentos que nos dão energia, que são aqueles fonte de carboidratos como massas, arroz, feijão, batatas etc”, aconselha a nutricionista do HCor.

Frutas, verduras e legumes bem fresquinhos

alimentação
Foto: SDRandCo/Morguefile

Consuma à vontade legumes, verduras e frutas, por serem opções para a obtenção de energia de forma leve e saudável, além de terem vitaminas e minerais, importantes para a prática de exercícios. “As saladas devem ser temperadas com azeite, vinagre e limão. Também é importante lembrar que a maionese pode ser perigosa nessa época do ano, pois contêm ovos crus que aumentam risco de contaminação, e favorecem a ocorrência de diarreia. Seguindo todos os cuidados com a alimentação dos pequenos, com certeza os dias de folga serão recheados de alegria, saúde e muita disposição”, finaliza.

De olho no verão, Sr. Sorvete amplia cardápio

As altas temperaturas típicas do verão já aquecem as ruas e, com isso, um bom sorvete para refrescar vai muito bem. A Sr. Sorvete, por exemplo, continua inovando e vem investindo em novos sabores para atrair cada vez mais consumidores às lojas.

Uma das novidades é a linha com farinha de cereal e leite, incríveis combinações desenvolvidas pelo chef gelatiere Leandro Sambini. “O lançamento está disponível em todas as nossas unidades e traz uma combinação única de sabores que lembra o gostinho da infância com toques atuais. A taça não fica muito doce e agrada aos mais diversos paladares”, explica Sambini.

Com uma apresentação clean, a novidade está disponível em quatro versões: chocolate com avelã servida em cestinha de biscoito; banana flambada; sorvete de farinha de cereal e leite e trufado.

sr sorvete

Seguindo a tendência internacional, principalmente da Austrália e Estados Unidos, outra novidade é a linha de milk shake australianos. “Adaptamos os sabores aos gostos e costumes do brasileiro e, seguindo a tendência das taças lambuzadas, desenvolvemos o milk shake australiano da Sr. Sorvete. O milk shake sempre foi o campeão de venda e agora ele recebe essa nova roupagem, mais encorpado, gostoso e bem recheado”, conta Sambini. Disponíveis em quatro sabores, trazem combinações como sorvete, waffle crocante com chocolate branco, chantili, creme de avelã, bolacha de chocolate recheada com baunilha e pão de mel, entre outros.

sr sorvete 2

Já para os mais naturais/fitness que preferem frutas, a Sr. Sorvete também desenvolveu uma linha com o roxinho mais querido do Brasil, o açaí, uma fruta típica do país, que caiu no gosto popular. Saborosa e com uma cor única e atrativa, ela apresenta diversos benefícios para saúde por ser um antioxidante natural, além de saciar e garantir mais energia.

sr sorvete 3

“O açaí é rico em complexos B e C, tem muitos sais minerais, como ferro, cálcio e potássio. A fruta é bem refrescante e por isso tem a cara do verão, sendo utilizada para preparar bebidas, doces, sorvetes e geleias”, conta Leandro Sambini, chef gelatiere e sócio fundador da Sr. Sorvete. “Aproveitamos essa energia e frescor do verão para lançar uma linha com açaí. Com quatro sabores, os sorvetes de açaí trazem combinações deliciosas que vão conquistar a clientela”, completa Sambini.

A linha de sorvetes de açaí da Sr. Sorvete é composta por: açaí trufado; açaí chocolate com avelã; açaí morango e açaí flambado.

Informações: Sr. Sorvete

 

Saiba como evitar manchas e queimaduras na pele no verão

Conheça os causadores da fitofotodermatose, um tipo de inflamação na pele que pode causar manchas e queimaduras de até terceiro grau. Substâncias entram em contato com a pele e, após a exposição solar, podem causar esses problemas

Fitofotodermatose: o nome é complicado, mas essa é uma alteração comum na pele de muitas pessoas, com o aparecimento de manchas e até queimaduras após o contato com frutas cítricas, perfumes, cosméticos e álcool e posterior exposição ao sol.

“Principalmente no caso das frutas cítricas, é bem comum no nosso país ocorrer a fitofotodermatose, que se produz pelo hábito de preparar limonadas ou laranjadas no verão principalmente, e pelo uso do limão como tempero. Nesse caso, o contato do sumo das cascas dessas frutas com as mãos desencadeia manchas ou queimaduras tanto nas mãos quanto nos locais tocados por elas”, explica a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

O problema também pode ocorrer por uso de perfumes, cremes e cosméticos que contenham substâncias derivadas das plantas. “O cosmético não necessariamente tem o extrato da planta: às vezes ele tem um conservante, algum estabilizante ou o próprio álcool, que também são causadores da fitofotodermatose”, acrescenta.

mulher passando perfume praia

De acordo com a médica, alguns antibióticos (principalmente com substâncias derivadas da penicilina) também podem causar o problema. “Em uso de antibiótico, devemos evitar a exposição ao sol, pois a pele fica mais sensibilizada, isso orque o antibiótico se deposita também na pele e posso ter uma reação de fotomelanose, ou seja, um escurecimento por conta da exposição à radiação solar (de forma geral)”, afirma.

A dermatose ocorre nas áreas de contato com essas substâncias e que recebem a irradiação do sol. “Geralmente, elas surgem dentro das 24 horas seguintes, promovendo um processo inflamatório, e caracterizam-se por eritema como uma queimadura, eventualmente, com formação de vesículas e bolhas, dependendo da intensidade da reação. Pode surgir infecção secundária na evolução, mas a característica principal das fitofotodermatoses é a pigmentação, que pode durar várias semanas. As manchas de pele são acastanhadas e a aplicação do limão, por exemplo, sobre a pele pode produzir queimaduras de até terceiro grau. Há casos em que mesmo lavando-se as mãos, as manchas aparecem”, alerta a médica.

Posteriormente, segundo a especialista, ocorre um acastanhamento da área, uma hipercromia pós-inflamatória, no qual a pele produz um aumento da produção do pigmento de melanina, que migra para as células mais superficiais, na primeira camada da pele, tentando proteger a região afetada.

limonada limão mel
Pixabay

Além dos antibióticos, os principais vilões são: frutas cítricas (como limão, tangerina, laranja, mexerica, morango e figo), cenoura, arruda, aipo, salsinha, coentro, erva-doce, urtiga, cactos, perfumes e cosméticos como loções adstringentes à base de álcool ou produtos de tratamento com peróxido de benzoíla e ácido salicílico.

“Lembrar que as loções tônicas adstringentes que têm álcool devem ser evitadas neste momento anterior à exposição solar, assim como produtos à base de peróxido de benzoíla e ácido salicílico, porque às vezes eles estão na composição de uma loção tônica, de um esfoliante ou de um sabonete. Muitas vezes essa pessoa vai à exposição solar tendo utilizado esse produto e não se dá conta do que aconteceu e isso vai gerar um processo de dermatite irritativa de contato que é potencializada pela exposição solar. Então, muito cuidado com peróxido de benzoíla, ácido salicílico, loções adstringentes que tem na sua composição álcool”, afirma.

Mas a fitofotodermatose ainda tem um agravante: o risco de infecção. “Quando ocorre o processo de fitomelanose, de fitofotodermatose, na hora talvez possamos não perceber, e às vezes ocorre já uma sensibilidade, com uma vermelhidão e eritema local, e posteriormente podemos perceber a formação das vesículas, com microbolhas e bolhas grandes. Dependendo de como isso for tratado, há a possibilidade de ter uma infecção secundária por bactérias da própria flora da pele; por isso é importante buscar ajuda imediata”, afirma a médica.

Se o dermatologista não estiver disponível em um primeiro momento, a especialista sugere buscar ajuda em um centro de referência, pronto socorro ou hospital e depois buscar um tratamento eficaz para a sequela da fitofotodermatose.

Como tratar

“Em um primeiro momento quando ocorre o processo, a gente pede para lavar muito bem com água e sabão de pH neutro, usar água termal na sequência também ajuda bastante. Os cremes à base de pró-Vitamina B5 ou ácido pantotênico fazem uma oclusão, que ajuda a restabelecer a barreira da pele. Em relação às roupas, para não piorar o processo, elas devem principalmente ser de material 100% natural como o algodão e que protejam a região da exposição ao sol. E, claro que quando o dermatologista faz a análise, se necessário ele vai entrar com anti-inflamatório por via oral com analgésicos e até com antibióticos”, afirma.

creme pele indian express
Foto:Indian Express

Do ponto de vista local, para tratar as bolhas, é recomendado o uso de pomadas à base de antibióticos locais e muita hidratação. “Se for um quadro que não houve uma queimadura de segundo grau, de terceiro grau, se é um quadro que apenas apresenta um eritema difuso, um vermelho difuso com microvesículas e sensação de sensibilidade e ardência, eu indico lavar abundantemente a área, fazer uso da água termal em torno de 3 a 4 vezes ao dia, hidratantes fisiológicos à base de Fosfolipídeos, de ceramidas, de vitamina E, de manteiga de Karitê, de ácido pantotênico, para recuperar e regenerar, ajudar no processo cicatricial e o uso de protetor solar com filtro físico, nunca químico, para proteger a área lesionada. E, além disso, a roupa que acaba sendo mais uma forma eficaz de proteção”, afirma.

Quanto ao desaparecimento das manchas, a médica conta que isso ocorre de forma espontânea e gradativa, desde que a pele seja protegida da exposição ao sol, com filtros solares potentes e que contenham bloqueio físico, como óxido de zinco e dióxido de titânio. “Alguns ativos despigmentantes podem ser utilizados para acelerar o processo. As reações mais intensas podem exigir o uso de medicamentos para seu controle, que devem ser indicados por um dermatologista”, alerta.

O que evitar

Além de não usar cosméticos com álcool antes de ir ao sol e evitar exposição solar em tratamento com antibiótico, para evitar a fitofotodermatose, a médica ressalta que é muito importante nos dias de verão tomar cuidado com o manuseio de frutas cítricas (como limão, tangerina, laranja, mexerica, morango e figo), cenoura, arruda, aipo, salsinha, coentro, erva-doce, já que todos esses alimentos liberam substâncias que podem manchar e queimar a pele, após exposição solar. Passeio no campo, fazenda e sítios também deve ser motivo de atenção, no contato com plantas e vegetais por meio da seiva, da casca e dos espinhos.

fitofotodermatose pele queimada verao limao.jpg

“Todas as vezes que manusear qualquer uma dessas substâncias, em especial as frutas cítricas, é necessário lavar não só com água, mas com água e sabão, tendo a certeza que todos os resíduos foram retirados. Deve-se tomar cuidado porque algumas vezes há alguns respingos em braços, abdômen, rosto e isso pode gerar queimaduras. E posteriormente a aplicação ou reaplicação dos filtros solares físicos para proteger essa pele”, finaliza.

Fonte:  Claudia Marçal é dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

Receita de bolo de frutas com farinha fit

Você já ouviu falar na Farinha Fit? Feita à base de milho de pipoca especial expandido e processado em moinho,  é a opção mais leve e de baixa caloria encontrada no mercado, além disso é rica em antioxidantes e fibras. São apenas 6,5 calorias por colher de sopa contra 72 calorias da farinha de trigo.

E com ela é possível fazer bolos, massas, empanados, brownies e até farofa e  ela está se tornando a queridinha entre nutricionistas. Abaixo, receita criada pelo blog Hortelã com a Farinha Fit da Pipoca de Colher, criadora do item multifuncional.

Mininaked Fit de caneca

Ingredientes
1 ovo
1 banana grande bem madura
gotinhas de extrato ou essência de baunilha
1 pitada de sal
2 colheress sopa de farinha de aveia
2 colheres sopa de farinha fit da Pipoca de Colher
1 colher sopa de cacau em pó
1 colher chá de fermento

Modo de Preparo
Bata o ovo e misture bem com a banana amassada e o cacau em pó. Incorpore os demais ingredientes e transfira para um pote que possa ir ao microondas. Leve ao micro por cerca de 2 min na potência padrão (o tempo vai variar de acordo com o aparelho). Espere esfriar um pouquinho para desenformar, recheie a gosto (usei pasta de amendoim) e sirva com frutas e nibs de cacau.

bolo de frutas (1).jpg

Fonte: Pipoca de Colher