Arquivo da categoria: gatos

Mostra de gatos na Cobasi Granja Viana

No dia 11 de agosto, a partir das 11 horas, a Cobasi Granja Vianna recebe a mostra de gatos organizada pela Premier. O evento é gratuito e tem apoio do Clube Brasileiro do Gato (CBG).

O objetivo da mostra é levar ao conhecimento do grande público a diversidade de raças de gatos, suas diferentes origens, comportamentos e temperamentos. Participam do evento 22 gatos das raças Maine Coon, Persa, Exótico, Siberiano, Somalis, Sirkirk Rex, Sphinx, Bengal, Mao Egipcio e Britsh.

maine coon
Maine Coon

O Maine Coon é considerado a raça americana de pelo longo mais antiga, além de ser a maior de todas as raças de gatos do mundo.

persa gato
Persa

O Persa é um gato doméstico originário do Irã, antiga Pérsia, é conhecido por sua aparência chamativa, de pelagem longa e focinho achatado.

gato exotico
Exótico

O Exótico é uma raça parecida com a Persa, mas de pelos curtos. O Siberiano tem origem na Rússia, por vir de um local frio tem pelagem reforçada e uma juba em volta do pescoço, parecendo um cachecol.

somalis
Somali

O Somali é um gato de porte médio, com pelo longo e possui corpo musculoso. O Sirkirk Rex também conhecido como gato ovelha tem como característica seu pelo encaracolado. O Sphynx é uma raça canadense conhecida por não ter pelos. O Bengal é a raça descendente dos leopardos asiáticos.

Studio portrait of blue British shorthair cat
British Shorthair Blue

O Mao Egípcio é uma das raças mais antigas de gatos e é a única naturalmente manchada. O Britsh é uma das raças de gato mais antiga da Inglaterra, tem a cabeça arredondada e um corpo curto.

Os animais ficarão expostos até às 15 horas com pausas para descanso e refeições.

Mostra de Gatos
Dia: 11 de agosto
Local: Cobasi Granja Vianna
Horário: das 11h às 15h
Endereço: Rod. Raposo Tavares, km 24,5, Cotia-SP

Anúncios

Dia Internacional do Gato: veja como evitar bolas de pelo no seu bichano

Hoje, 8 de agosto, é comemorado o Dia Internacional do Gato. Pensando nisto, o médico veterinário da marca Max Cat, Marcello Machado, listou algumas dicas para lidar com um incômodo muito comum dos felinos: as bolas de pelo. Algumas atitudes podem diminuir a frequência com que seu gatinho enfrenta essa situação, prevenindo ao invés de apenas remediar a situação.

Grooming Maine Coon female cat, Serafin, with a brush
Foto: Warren Photographic

Diminua a perda: a limpeza do seu gatinho feita com frequência ajuda a retirar pelos e pele morta. Escove-o com frequência, e tenha cuidado redobrado se ele apresentar alguma alergia ou estiver num período de pico de perda de pelos. Dê banhos, ministre medicamentos e alimentos especiais se ele precisar de tratamento e escove regularmente. Mas sempre com recomendação e receituário do veterinário.

gato-bebendo-agua-fonte-icon-home-design

Água: gatos têm um instinto primitivo que faz com que eles não gostem de beber água e comer ao mesmo tempo. Manter o recipiente de água longe da comida faz com que o felino beba mais água, ajudando na limpeza dos pelos ingeridos.

gato-comendo-comida-umida-vetstreet

Alimentos: alimentação correta beneficia os pelos, evita a queda, mantem o intestino e o aparelho digestivo funcionando bem. Isso tudo contribui para menos ingestão de pelos devido a queda e limpeza dos que foram ingeridos com mais facilidade. Além disso, muitos alimentos têm tecnologias que evitam o acúmulo de pelos no trato digestivo. Uma ótima opção é a linha de nutrição especialmente criada para gatos – a Max Cat da Total Alimentos.

gato-brinquedo-pelucia-pixabay
Pixabay

Exercícios Físicos: ser ativo e saudável não só faz bem a circulação, coração, longevidade e evita a obesidade: cuida da pele e pelagem dos gatos. Assim, o animal perde menos pelos, se torna mais ativo, fica com o apetite saudável e tem menos tempo ocioso.

gato se lambendo

Consultas ao veterinário: a frequência das consultas deve ser fixa por diversos motivos, mantendo a saúde do animal sempre em dia. No que diz respeito a bolas de pelo, pode ser muito benéfico pois ajuda a descobrir possíveis alergias, doenças que causam a alopecia, e que devem ser tratadas, tendo como consequência a diminuição do acúmulo de pelos no trato digestivo.

Fora as visitas de rotina, se você perceber quaisquer alterações de queda ou se o gato começar a expelir mais pelos que o normal, procure o veterinário sem demora.

Fonte: Total Alimentos

Curitiba terá mostra de gatos neste sábado

Amanhã, sábado, 21 de julho, a partir das 11 horas, a Cobasi Curitiba Mario Tourinho recebe a mostra de gatos organizada pela Premier. O evento é gratuito e tem apoio do Clube Brasileiro do Gato (CBG).

O objetivo da mostra é levar ao conhecimento do grande público a diversidade de raças de gatos, suas diferentes origens, comportamentos e temperamentos.

maine coon
Gato da raça Maine Coon

Participam do evento 15 gatos das raças Maine Coon, Persa, Exótico, Ragdoll, Himalaio, Sphynxs e Britsh. O Maine Coon é considerado a raça americana de pelo longo mais antiga, além de ser a maior de todas as raças de gatos do mundo. O Persa é um gato doméstico originário do Irã, antiga Pérsia, é conhecido por sua aparência chamativa, de pelagem longa e focinho achatado.

persa
Gatos da raça Persa

Já o Exótico é uma raça parecida com a Persa, mas de pelos curtos. O Ragdoll é uma raça norte americana de pelos longos e cheio. O Himalaio foi originado do cruzamento entre o gato persa e siamês, tendo o corpo do persa, mas com a coloração do siamês. O Sphynx é uma raça canadense conhecida por não ter pelos. O Britsh é uma das raças de gato mais antiga da Inglaterra, tem a cabeça arredondada e um corpo curto.

Os animais ficarão expostos até as 15h com pausas para descanso e refeições.

Mostra de Gatos
21 de julho
Cobasi Curitiba Mario Tourinho
Horário: das 11h às 15h
Endereço: Rua General Mario Tourinho, 2425, Seminário, Curitiba – PR

Fonte: Cobasi

Proteste avalia qualidade de 15 marcas de rações para gatos; confira o resultado

Análise mostra que Brasil ainda não possui critérios para verificar a qualidade do alimento para o animal

Gatos são animais carnívoros que, diferente do imaginário de desenhos animados, não precisam de leite, e sim de uma dieta rica em proteínas e gorduras. Pensando em esclarecer a qualidade das rações para felinos disponíveis no mercado, a Proteste, associação de consumidores, levou 15 marcas para o laboratório, a fim de certificar se todas suprem as necessidades nutricionais dos pets.

Durante o teste foram avaliadas 15 marcas de ração: EQUILÍBRIO Gatos adultos indoor, N&D Grain free adult cat, PREMIUM CAT Vitalidade adulto, PREMIER Adultos ambientes internos, NATURAL Alimento superior premium para gato, GRAN PLUS Alimento high premium adulto, GOLDEN Gatos adultos, MAX CAT Professional line adulto, PRO PLAN Vitalidade adult optidigest, SABOR & VIDA Adulto, CAT CHOW Exigentes, THREE CATS Premium especial adultos, TOP CAT Fish flavour pescado, FRISKIES Peixes & frutos do mar e WHISKAS 1+anos.

gatos comendo pixabay

No teste, todas as opções de ração seca para gatos adultos se mostraram de qualidade. O consumidor pode optar por versões mais baratas, como a Gran Plus, cujo preço do quilo é de R$16, ou pela mais cara da pesquisa, a N&D, que custa R$49 na mesma quantidade que a primeira. O importante é saber que escolhendo qualquer uma das duas não estará prejudicando ou privando o animal de uma dieta saudável, mas ao escolher pela primeira poderá levar para a residência até três pacotes com o preço da segunda.

O Brasil não possui uma norma para padrões de qualidade deste tipo de alimento, por isso, a Proteste se baseou nas recomendações da European Pet Food Industry Federation (Fediaf), que estabelece critérios como a quantidade adequada de proteína e de outros nutrientes que atendam às necessidades fisiológicas dos gatos.

Para a Federação, o mínimo de proteína oferecido pelo alimento deve ser de 33,3% e 0,13% para taurina e 0,23% para metionina. A digestibilidade da proteína (proporção que será absorvida) aceitável é de 80% e, a maioria das marcas testadas no Brasil ultrapassou este critério, com 95% de digestibilidade. A marca que menos se destacou nesta análise foi a Friskies, com 88%, o que ainda representa um bom resultado.

Sem exceções, as rações atenderam às recomendações referentes à quantidade e qualidade da proteína (possuem quantidades adequadas deste nutriente, boa absorção e proporções adequadas dos aminoácidos taurina e metionina, considerados essenciais aos gatos). As duas marcas que se destacaram neste quesito foram a N&D, e a Equilíbrio, sendo consideradas excelentes. A porcentagem gordura presente no alimento também foi analisada, bem como a quantidade de ácidos graxos essenciais presentes. A Fediaf determina que a ração deve ter, no mínimo, 9% de gorduras, 0,67% de ácido linoleico e 0,008% de ácido araquidônico para animais adultos. Todas as marcas oferecem níveis adequados, e a Premium Cat, Equilíbrio e N&D se sobressaíram.

gato comendo

O teste também verificou os níveis de fibras e carboidratos presentes, responsáveis por saciar a fome do animal e melhorar o trânsito intestinal. Uma vez que os felinos não precisam de grandes quantidades de fibras, o máximo recomendado é de 5%. Nesta categoria, a TOP Cat apresentou a maior quantidade de fibras (3,9%) e a Equilíbrio a menor quantidade (0,86%). Os carboidratos, fonte de energia do animal, são considerados bons quando não representam mais de 65%. Das 15 marcas avaliadas, todas foram aprovadas, mas a N&D e a Equilíbrio se destacaram por oferecerem as menores quantidades do nutriente, com 21% e 34%, respectivamente.

A energia que os gatos precisam é encontrada nas calorias do alimento, o consumidor deve verificar se está oferecendo os valores corretos ao animal. Quando os níveis calóricos ficam abaixo do recomendado o bicho pode sofrer deficiências energéticas ou começar a sentir mais fome. O recomendado é que o gato coma a quantidade mínima de 325kcal/100 g de ração. Neste ponto a N&D se saiu melhor com 443 kcal/100 g, seguida por Equilíbrio, com 429 kcal/100 g, Premium Cat, 426 kcal/100 g. A rações Friskies (com 383/100 g) e Whiskas (com 377kcal/100g) foram as menos energéticas. Os índices de cálcio, fósforo, zinco, magnésio e vitamina A também passaram pela avaliação nutricional, com todas as marcas aprovadas.

Todas as marcas se mostraram ser preparadas com material de qualidade. Os níveis de umidade ficaram dentro do esperado, o que é bom, pois quando estão em excesso favorecem o crescimento de fungos e elevam a produção de micotoxinas (que podem ser cancerígenas). Na análise, também foram procuradas cinzas. Elevada quantidade de cinzas pode significar que ingredientes de baixa qualidade e digestibilidade são utilizados como matéria-prima na ração como, por exemplo, cascas de cereais e farinha de aves (com excesso de penas, patas e bicos). Quanto maior a quantidade de cinzas, menor a qualidade nutricional e pior a digestão do animal. A marca que apresentou os menores índices foi a N&D, com 6,17%, a Whiskas foi a com o valor mais alto 9,54%.

No que diz respeito a peroxidação, indicativo de qualidade da gordura, os resultados também foram satisfatórios. Foi procurada a presença de BHT e BHA, que são conservantes usados para prolongar a duração das rações, e neste quesito muitas marcas ultrapassaram o limite europeu. A N&D, que indica utilizar apenas conservantes naturais foi pega neste teste pela detecção de BHT e BHA que não são compostos naturais. Neste ponto, também foram consideradas ruins por ultrapassarem o limite a Cat Chow, Golden, Premier, ProPlan, Premiun Cat e Whiskas. A Premier foi a única que apresentou aflatoxinas, um composto tóxico produzido por fungos, porém em baixas quantidades.

gato comendo pixabay

Diante dos resultados do teste, a Proteste pediu ao Ministério da Agricultura a elaboração de uma norma que estabeleça padrões de qualidade para rações no mercado brasileiro, de acordo com os parâmetros recomendados internacionalmente para alimentos de gatos. Para ver o comparador de rações para gatos, basta acessar o site aqui.

 

Grande evento felino chega ao Rio com 120 bichanos de 17 raças diferentes

Haverá também gatos para adoção e uma arrecadação solidária para ajudar famílias carentes e animais abandonados

Gateiros do Rio de Janeiro podem comemorar! A Premierpet e o Rio Cat Club anunciam a realização do primeiro grande evento felino em terras cariocas. Será nos dias 21 e 22 de julho e promete reunir 120 bichanos de 17 diferentes raças, além do indispensável SRD – sem raça definida (popularmente conhecido como “vira-lata”).

O evento ocorre na sede da AABB – Associação Atlética Banco do Brasil, na Tijuca. A entrada é gratuita, mas todos estão convidados a doar 1 lata/pacote de leite em pó, que serão destinados à Aliança da Fraternidade, instituição que presta assistência a famílias carentes. Além disso, a Premierpet irá doar a mesma quantidade em alimentos para gatos para a Associação Casa do Cão e Gato, um abrigo em Niterói.

Brown tabby with white Maine Coon boy on top of cat tree looking curious
Gato Maine Coon

Como já virou tradição nos últimos anos em outros estados brasileiros, como Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo, a edição carioca será uma excelente oportunidade para o público ver de perto grande variedade de raças, aprender um pouco mais sobre as características de cada uma, além de obter dicas de cuidados diretamente com criadores, que são uma excelente fonte de informação para quem já tem ou deseja ter um gato como animal de companhia.

Médicos veterinários da Premierpet, especialistas em nutrição de alta qualidade, estarão no local para tirar dúvidas sobre a alimentação dos bichanos. A marca é eleita pelos melhores criadores e aqueles que desejam oferecer os melhores alimentos para seus pets.

“Nossos eventos são reconhecidos pelo Brasil como os maiores e mais completos do segmento felino. Há seis anos trabalhamos junto aos melhores criadores e diversas ONGs em busca de promover a relação saudável entre pessoas e pets. Acreditamos que promover a troca de informações, gerar conhecimento, disseminar nosso amor pelos animais e oferecer orientações sobre nutrição e posse responsável é o melhor caminho”, afirma Madalena Spinazzola, diretora de planejamento estratégico e marketing corporativo da Premierpet, empresa especialista em alimentos super premium para cães e gatos.

Diversidade em destaque

gataria
Da esquerda para a direira: gatos das raças Sphynx, Persa, Bengal, British Shorthair e Maine Coon – Foto: Lília Rebello/ PremieRpet

Entre as várias raças que poderão ser vistas de perto no evento estão o Maine Coon (mais conhecido como gato gigante), o Sphynx (gato sem pelo, que costuma despertar muito a curiosidade do público), o tradicional Persa (raça mais conhecida entre os brasileiros), o verdadeiro gato Siamês (com sua aparência esbelta e elegante), o Bengal (com pelagem tigrada e aparência selvagem), o British Shorthair (gato robusto, com pelagem curta e olhos vibrantes), o raríssimo Mau Egípcio (uma das raças mais antigas do mundo, originária da época dos faraós), entre outras.

“Estamos muito orgulhosos de promover este evento pela primeira vez no Rio de Janeiro em parceria com a PremieRpet, que já realiza com sucesso eventos felinos em diversos Estados. Será uma satisfação apresentar aos visitantes cariocas alguns dos mais belos gatos do país e uma grande diversidade de raças, muitas delas ainda pouco conhecidas. Tenho certeza que o público vai se apaixonar!”, comemora Flávio Vicente, vice-presidente do Rio Cat Club.

Além de ter contato próximo com os gatos e aprender um pouco mais sobre eles, o público poderá acompanhar um concurso de beleza felina. Três juízes internacionais da Espanha, Argentina e um brasileiro irão avaliar os animais de acordo com categorias que consideram raça, faixa etária e se baseiam nos critérios da FIFe – Fédération Internationale Féline. “No final, serão eleitos os melhores exemplares de cada dia. Os campeões acumulam pontos para suas posições no ranking nacional”, explica Flávio Vicente.

Adoção responsável

gato abrigo abandonado mimzy pixabay
Foto: Mimzy/Pixabay

Não são apenas os animais de raça que participam! Os SRD – sem raça definida (popularmente conhecidos como “vira-latas”) também têm espaço garantido no concurso e serão premiados. Além disso, o Projeto Mia Rio estará presente no evento com dez gatinhos para adoção e a missão de encontrar um lar amoroso para eles!

Evento do Rio Cat Club
Data: 21 e 22 de julho de 2018
Horário: das 10h às 17h
Local: AABB – Associação Atlética Banco do Brasil
Endereço: Rua Haddock Lobo, 227 – Tijuca – Rio de Janeiro
Entrada gratuita para visitantes. Pede-se a doação de uma lata/pacote de leite em pó, que será destinada à Aliança da Fraternidade. A mesma quantidade arrecadada será doada em alimentos para gatos para a Associação Casa do Cão e Gato.
Patrocínio: Premierpet

A verdade sobre pets e personalidades (deles e dos tutores)

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou passar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse neste assunto, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

 

Este texto é uma tradução de uma matéria que li e gostei bastante, do site norte-americano WebMD. O estudo mostra a relação entre os americanos e os animais de estimação, mas creio que os resultados seriam iguais ou muito próximos se a pesquisa tivesse sido realizada por aqui. Veja se concorda:

Um animal de estimação pode predizer sua personalidade?

webmd_rf_photo_of_cat_and_dog_people 1

Você é uma cat people (pessoa de gato) ou uma dog people (pessoa de cachorro)? A resposta pode dizer muito sobre sua personalidade. Uma pesquisa feita pela Universidade do Texas, em Austin, EUA, descobriu que algumas ideias comuns sobre os amantes de animais podem ser verdadeiras. Você também pode ser muito mais parecido com seu amigo peludo do que jamais imaginou. Navegue pela nossa galeria para ver onde você está – e como outros se dividem em cat people vs. dog people.

Traço de Personalidade: consciente

photolibrary_rm_photo_of_dog_holding_newspaper

A pesquisa on-line pediu que as pessoas se classificassem como “pessoas de gato” ou “pessoas de cachorro”. Então elas responderam a perguntas destinadas a revelar sua verdadeira personalidade. As pessoas caninas eram 11% mais conscienciosas do que as pessoas felinas. O que significa:

=Autodisciplinado
=Forte senso de dever
=Tendem a ser “planejadores”

Traço de personalidade: extrovertido

photolibrary_rm_photo_of_spaniel_running

Você aproveita o dia? Se você é uma pessoa de cachorro, é provável que você faça isso. As pessoas caninas eram 15% mais extrovertidas do que as de gatos na pesquisa. O que significa que são:

=Extrovertidas
=Entusiasmadas
=Positivas
=Energéticas

Traço de Personalidade: aberto

photolibrary_rm_photo_of_cats_looking_out_window

Você está aberto para tentar coisas novas? Cat people foram 11% mais propensas a serem abertas, de acordo com a pesquisa. Pessoas abertas tendem a ser:

-Curiosas
-Criativas
-Artísticas
-Pensadoras não tradicionais

Traço de personalidade: agradável

photolibrary_rm_photo_of_golden_retriever

De acordo com a pesquisa, se você é uma pessoa de cachorro, tem 13% mais chances de ser agradável do que uma pessoa de gato. Pessoas agradáveis tendem a ser:

=Confiantes
=Altruístas
=Bondosas
=Afetuosas
=Sociáveis

Traço de personalidade: neurótico

photolibrary_rm_photo_of_wide_eyed_kitten

Se você ficar estressado facilmente, você pode ser uma pessoa de gato. Pessoas gatos eram 12% mais neuróticas que pessoas cães. Pessoas neuróticas são:

-Facilmente estressadas
-Ansiosas
-Preocupadas

A pessoa típica de cão

webmd_rf_photo_of_dog_person

Se os cães tendem a ser enérgicos, fiéis e fáceis de conviver, bem, as pessoas que os amam também são. Mas o psicólogo e autor da pesquisa, Sam Gosling, admite que as diferenças entre os gatos e os cães não são enormes: “Certamente há muitas, muitas pessoas de gatos que são extrovertidas e muitas, muitas pessoas cães que não são”.

A pessoa típica de gato

photolibrary_rf_photo_of_cat_and_woman

Você prefere passar tempo sozinho? Sempre joga para tentar coisas novas? Então você poderia ser uma pessoa de gato. A pesquisa descobriu que os tutores de gatos eram mais propensos a serem curiosos, não convencionais em pensamentos e ações, e mais propensos a se preocupar do que as pessoas caninas.

Pessoas cães superam pessoas gatos

getty_rm_photo_of_dog_and_cat

Quase metade das pessoas que participaram da pesquisa se autodenominam pessoas caninas. Apenas 12% dizem que são pessoas de gatos. Quantas pessoas amam gatos e cachorros? Um pouco mais de um quarto do grupo. No geral, os amantes de animais dominam a nação. Apenas 15% das pessoas disseram que não gostam de gatos ou cães.

Amoroso e leal

getty_rf_photo_of_girl_napping_with_dog

Os cães merecem a reputação de melhor amigo do homem. Não importa o tamanho ou a raça, um cão proporciona uma vida inteira de amor e lealdade. Cães são animais sociais e prosperam na companhia humana. Certas raças, como os rottweilers, também são excelentes protetores.

Devem ser treinados

getty_rf_photo_of_puppy_biting_pant_leg

Até mesmo o melhor cachorro pode ter alguns comportamentos não tão fofos. Cachorros latem, pulam em cima, cavam, puxam a coleira ou até rosnam e mordem. Para reduzir o mau comportamento, você precisa ensinar ao seu cachorro o que é certo e o que não é. Alguns cães são fáceis de treinar, enquanto outros levam mais tempo. De qualquer forma, o seu tempo e dinheiro gasto em aulas de obediência farão com que seu cão seja um amigo delicioso nos próximos anos.

Independente

photolibrary_rm_photo_of_cat_in_a_tree

Os gatos são notoriamente “de baixa manutenção”. Eles não precisam ser banhados ou levados para passear. Eles podem ficar sozinhos por horas a fio. Mesmo que os gatos gostem de fazer suas próprias coisas, eles ainda precisam de muito amor e atenção. Dedique algum tempo todos os dias a brincar com o seu gato, acariciá-lo ou apenas dar-lhe algum carinho.

Reservado

photolibrary_rm_photo_of_cat_playing_in_grass

Alguns gatos adoram se socializar, mas outros preferem ficar escondidos, especialmente quando novas pessoas o visitam. Na verdade, seus amigos podem nem perceber que você tem um gato. Gatos que não estavam perto de pessoas quando filhotes podem ser nervosos. Até o gato mais simpático pulará do seu colo e se soltará após ter o suficiente de sua atenção.

Energia Ilimitada

getty_rm_photo_of_woman_running_with_dog

Se você está procurando um companheiro de brincadeira, não há um muito melhor do que um cachorro. A maioria das raças é brincalhona e adora estar ao ar livre. Um cão pode ser um ótimo companheiro para fazer jogging, caminhar ou passear no parque. Se você está tentando entrar em forma, cães são ótimos companheiros de exercícios, que são tão importantes para os cães quanto para as pessoas.

Pelo em toda parte

webmd_rf_photo_of_dog_hair

Todos os cães perdem pelo menos um pouco de pelos, até as raças consideradas melhores para pessoas com alergias. Quanto mais longo e grosso o pelo, mais você o encontrará em suas roupas, tapetes e móveis. A pele e pelo dos cães também podem ficar sujos e emaranhados, então dê banho e escove o seu cão ou pague alguém para fazer isso por você.

Companheiro acolhedor

photolibrary_rm_photo_of_older_man_with_cat

Quando se trata de carinho, os gatos levam o prêmio. E a maioria dos tutores de gatos lhe dirá que o som de um gato ronronante é profundamente reconfortante. Na verdade, quando os pesquisadores olharam de perto, descobriram que os níveis de estresse e a pressão sanguínea caíam ligeiramente nas pessoas que se aconchegavam a um gatinho ronronante.

A caixa de areia

getty_rm_photo_of_litter_box
Ninguém gosta de limpar a caixa de areia. Mas ela é essencial se você tiver um gato em ambientes fechados. Ela precisará ser limpa pelo menos uma vez por dia. A areia restante deve ser trocada semanalmente para evitar odores desagradáveis (embora algumas mais novas não precisem ser completamente trocadas toda semana). Se você tiver mais de um gato, precisará de várias caixas de areia para acomodá-los.

O que seu cão está dizendo?

photolibrary_rm_photo_of_growling_dog

Se você conhece a linguagem corporal do cachorro, pode dizer como ele está se sentindo e o que está tentando dizer. Cães podem:

=Alargar os olhos se eles se sentirem ameaçados
=”Sorrir” como sinal de submissão
=Erguer as orelhas e a cauda quando alerta ou agressivo
=Fazer-se parecer menor quando está com medo

O que seu gato está dizendo?

photolibrary_rm_photo_of_cat_rubbing_on_leg

Assista ao comportamento do seu gato para descobrir o estado de espírito dele. Gatos podem:

=Deixar a cauda cair quando estiver doente ou infeliz
=Torcer as orelhas e a cauda quando agitado
=Tremular as pálpebras para mostrar confiança
=Massagear algo com as patas para mostrar contentamento

Fonte: WebMD

 

Campanha em defesa dos gatos ganha apoio de ocultistas

Ação inclui conscientização sobre maus-tratos e até magia para procurar
animais perdidos; um bom tema para reflexão nesta sexta-feira 13

O combate aos maus-tratos de animais domésticos, em especial dos gatos, acaba de ganhar um reforço especial. Com o apoio da astróloga, taróloga e coach holística Virginia Gaia, a nova campanha inclui a disseminação de informações embasadas sobre a simbologia associada aos gatos em diversas mitologias e culturas ao longo da história.

 

bast
A deusa Bast

“No início de sua domesticação, os gatos eram considerados protetores mágicos. Foi só na Idade Média que essa crença de que podem dar azar apareceu”, explica Virginia. A especialista cita o exemplo da deusa egípcia Bast, representada por um gato preto, para explicar que, no Egito Antigo, os gatos eram considerados sagrados, em parte, por manterem os alimentos estocados livres de ratos e demais pragas. Em outra porção do globo, e em um contexto histórico bastante diferente, há outro exemplo de como os gatos aparecem ligados à ideia de magia e proteção: com o mito de Freya, deusa nórdica da fertilidade. De acordo com a tradição, Freya tinha uma carruagem mágica que era puxada por gatos.

freya e cats
Freya e seus gatos

Na Idade Média, com a estigmatização do paganismo, é que os gatos passaram a ser vistos de forma pejorativa. Com a popularização dos grimórios, textos de autoria duvidosa que propagavam ideias distorcidas do senso comum sobre práticas mágicas, surgiram rituais que propunham o sacrifício de gatos. “Essas práticas não têm fundamento nenhum”, pontua Virgínia.

Magia para localizar gatos perdidos

Foi a partir da história de um gato preto salvo dos maus-tratos com a ajuda de ferramentas mágicas que surgiu o ZesKia – O Procurador de Gatos. O gato Zé frequentava as dependências de uma casa onde funcionava um estúdio coletivo de arte, no Rio de Janeiro. O mesmo local abrigava as aulas de tarô do professor e praticante de ocultismo Pedro Pietroluongo, que colocou em prática seus conhecimentos mágicos, depois de o gato estar desaparecido há três semanas.

O gatinho Zé reapareceu com marcas de agressão, teve que ser internado para receber tratamento veterinário, mas recuperou-se perfeitamente e, hoje, vive em um ambiente seguro e cheio de amor para ele.

A receita para usar o ZesKia é bem simples: basta energizar a imagem gráfica, concebida com base nas técnicas de sigilização mágica propostas pelo ocultista inglês Austin Osman Spare, que ele ajuda a encontrar gatos perdidos de qualquer cor de pelagem, raça ou gênero.

“O Zeskia funciona independente de religião e tem índices de sucesso altíssimos”, diz. Dado o seu sucesso, o ZesKia ganhou recentemente uma fan page e um perfil no Instagram para que sua magia possa ajudar mais e mais gatinhos a voltar para casa.

Zeskia2

Facebook: Zeskia
Instagram

Perfil

Virginia Gaia é astróloga, taróloga e estudiosa de mitologia e religião comparada há mais de 15 anos. Tem um quadro no programa A Tarde É Show com Nani Venâncio (Rede Brasil de Televisão) e leva o conhecimento que acumulou nas Ciências Herméticas para os mais diversos públicos. Propagadora do Vama Marga Tantra, foi iniciada no Vajrayana – o chamado Budismo Tântrico ou Budismo Tibetano –, além de ter sido integrante de ordens iniciáticas e ocultistas. Com base na certificação de Capacitação em Sexualidade que obteve pela Abeme (Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual), é também educadora sexual, ministrando cursos e palestras sobre o amor e os relacionamentos que abordam o estreito vínculo entre sexualidade, afetividade e espiritualidade.

Jackson Galaxy, do programa “Meu gato endiabrado”, lança guia para lidar com felinos

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Estou postando esses assuntos por lá também. Portanto, se gosta desses temas, comece a seguir o novo espaço clicando aqui. Os demais assuntos continuam aqui. Obrigada.

 

“O encantador de gatos” chega às livrarias pela Editora BestSeller. Livro foi escrito em parceria com a ph.D Mikel Maria Delgado, consultora de comportamento no Feline Minds e pesquisadora da Universidade da Califórnia

Enquanto os cães carregam o título de melhores amigos do homem, sobram adjetivos não tão amistosos para os gatos. Traiçoeiros, ariscos e insensíveis são alguns deles. Mas quem tem felinos em casa sabe que não é bem assim. Eles podem, sim, ser muito carinhosos e companheiros. Para Jackson Galaxy, que comanda o programa “Meu gato endiabrado”, do Animal Planet, a felicidade e a saúde dos felinos estão relacionadas ao conceito de “gatitude”. É o que ele explica no livro “O encantador de gatos”, lançamento da Editora BestSeller.

Para o especialista, problemas como a rejeição à caixa de areia e a agressividade excessiva surgem quando os gatos não estão se sentindo confortáveis em seu espaço. Galaxy afirma que eles precisam estar em contato com seus instintos naturais, como caçar, comer, limpar e dormir em um ambiente que dominem.

jackson galaxy e gatos
Foto: Brian Ach/Invision/AP

“O Encantar de Gatos” apresenta também uma série de informações sobre como humanos e felinos se relacionaram no decorrer da história, mostra quais são os “códigos dos gatos” e aborda os problemas clássicos com os quais os pais de gatos precisam lidar e como resolvê-los.

Jackson Galaxy é especialista em comportamento felino. Há quase 25 anos trabalha para melhorar a vida dos gatos em lares e abrigos, além de ser apresentador e produtor executivo do programa Meu gato endiabrado, sucesso do canal Animal Planet. É coautor dos best-sellers do New York Times Catification: Designing a Happy and Stylish Home for Your Cat (and You!) e Catify to Satisfy, e autor da autobiografia Cat Daddy: What the World’s Most Incorrigible Cat Taught Me About Life, Love, and Coming Clean.

Mikel Delgado, ph.D., tem ajudado humanos a entender os gatos há mais de 15 anos. É consultora de comportamento no Feline Minds e pesquisadora da University of California, Davis School of Veterinary Medicine. Mikel é ph.D. em psicologia pela University of California, em Berkeley, onde estudou comportamento animal e as relações entre animais e seres humanos.

jackson galaxy livro

O Encantador de Gatos
Autores: Jackson Galaxy e Mikel Maria Delgado
Tradução: Giu Alonso
Páginas: 392
Preço: R$ 59,90
Editora BestSeller(Grupo Editorial Record)

Cobasi Villa Lobos promove mostra de gatos no sábado

Evento procura apresentar ao público as diversas raças de gatos, suas origens, comportamentos e temperamentos

No dia 7 de julho, a partir das 11 horas, a Cobasi Villa Lobos recebe a mostra de gatos organizada pela Premier. O evento é gratuito e tem apoio do Clube Brasileiro do Gato (CBG). O objetivo da mostra é levar ao conhecimento do grande público a diversidade de raças de gatos, suas diferentes origens, comportamentos e temperamentos.

Participam do evento 22 gatos das raças Maine Coon, Persa, Exótico, Siberiano, Somalis, Sirkirk Rex, Sphinx, Bengal, Mao Egipcio e Britsh.

maine coon

O Maine Coon é considerado a raça americana de pelo longo mais antiga, além de ser a maior de todas as raças de gatos do mundo. O Persa é um gato doméstico originário do Irã, antiga Pérsia, é conhecido por sua aparência chamativa, de pelagem longa e focinho achatado.

persa

O Exótico é uma raça parecida com a Persa, mas de pelos curtos. O Siberiano tem origem na Rússia, por vir de um local frio tem pelagem reforçada e uma juba em volta do pescoço, parecendo um cachecol. O Somali é um gato de porte médio, com pelo longo e possui corpo musculoso. O Sirkirk Rex também conhecido como gato ovelha tem como característica seu pelo encaracolado. O Sphynx é uma raça canadense conhecida por não ter pelos.

somalis

O Bengal é a raça descendente dos leopardos asiáticos. O Mao Egípcio é uma das raças mais antigas de gatos e é a única naturalmente manchada. O Britsh é uma das raças de gato mais antiga da Inglaterra, tem a cabeça arredondada e um corpo curto.

Os animais ficarão expostos até as 15h com pausas para descanso e refeições.

Mostra de Gatos
Sábado – 7 de julho
Cobasi Villa Lobos
Horário: das 11h às 15h
Endereço: Rua Manuel Velasco, 90, São Paulo – SP

Cuidados ao dar banho em animais de estimação em casa

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou começar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

Pessoas que têm animal de estimação em casa sabem dos cuidados que se deve ter com a higiene do pet. Identificar a frequência do banho e da escovação é importante para que o animal seja tratado corretamente.

De acordo com Karina Delia Albuquerque, Médica Veterinária da Universidade Univeritas/ UNG, os cuidados incluem uso de produtos adequados para a espécie, idade e comprimento dos pelos, por isso, é importante verificar a indicação quando fizer compras no Pet Shop.

“Os produtos contra pulgas e carrapatos, por exemplo, devem ser utilizados apenas com orientação de um Médico Veterinário, pois se tratam de substâncias tóxicas com suas indicações e contraindicações”, ressalta.

Confira os ensinamentos da Médica Veterinária e cuide de seu pet com responsabilidade.

Pergunta-A água do banho tem que ter uma temperatura específica?

cachorro banho amanda cullingford pixabay
Foto: Amanda Cullingford/Pixabay

Resposta-Sim, o ideal é manter em aproximadamente 37 graus (morna).

P-Quais são os melhores locais para se banhar o pet? É melhor usar, chuveiro, chuveirinho ou um tanque com água? Por quê?

gato tomando banho

R-O ideal é usar o chuveirinho, pois evita que a água penetre nos ouvidos gerando otites.

P-Como precisa ser feita a proteção dos olhos e ouvidos?

R-O indicado é colocar um chumaço de algodão hidrofóbico nos condutos auditivos, antes o início do banho, para proteger os ouvidos. Esse algodão deve ser retirado após o término do banho, secando-os externamente (pavilhão auricular e pina) com a toalha. Nas áreas dos olhos é necessário evitar espuma do sabonete ou xampu.

P-Quais os cuidados gerais na hora do banho?

banho gato luvas pawesome cats
Foto: Pawesome cats

R-Antes de iniciar o banho, a pessoa deve calçar luvas descartáveis, ou lavar as mãos e sempre ter as unhas curtas para não gerar ferimentos no animal. Distribuir o xampu nas mãos e espalhá-lo por todo o corpo do animal massageando-o (o mesmo deve ser feito caso seja um sabonete). Enxaguar totalmente o “pet”, pelo menos duas vezes em sequência, para que não se deixem resquícios do produto na pele e pelos, causando irritações. Retirar o excesso de água com uma toalha de uso do animal, seca. Após secar com secador em temperatura morna, penteando-o ou escovando-o, em sentido da distribuição dos pelos (não contra os mesmos).

P-Quais são os produtos ideais para o animal?

cachorro pequeno tomando banho

R-Existem diversos xampus e sabonetes neutros para os “pets”, devendo ser escolhidos conforme idade, espécie e raça.

P-Pode ser usado remédio em caso de pulgas e carrapatos?

gato tomando banho pinterest

R-Os produtos contra pulgas e carrapatos devem ser utilizados apenas com orientação de um médico veterinário, pois são substâncias tóxicas com suas indicações e contraindicações.

P-Secar o animal com secador de cabelo é perigoso? Por quê? E quais são as formas de fazer a secagem?

cachorro banho secador doggroomingnottingham
Foto: DogGroomingNottingham

R-Sim, conforme a temperatura e distância da pele do animal. Caso a temperatura esteja alta pode gerar lesões por queimaduras que às vezes não são notadas de imediato, mas que causam sérios problemas dermatológicos. Por isso, o secador deve ser utilizado em temperatura média. Quanto à distância entre secador e pele do “pet” ela deve ser de no mínimo 10 cm. Caso o proprietário tenha dúvidas, deve testar a temperatura e distância focando o ar no dorso da própria mão.

P-É errado escovar o cachorro durante o banho? Por quê?

cachorro banho meninos dreamstime

R-Não, pelo contrário, pois esse procedimento auxilia no desembaraçar dos pelos em “pets” de pelo longo, além de retirar pelos mortos em animais, independentemente do comprimento dos pelos. Para o uso no banho, deve-se utilizar pente adequado para a espécie e tipo de pelo. Lembrando sempre que o pentear deve ser feito com delicadeza, para não lesar a pele do animal.

P-Tem uma forma certa de escovar? Como, por exemplo, começar a escovar os pelos do cachorro pela cabeça e terminar na cauda?

escovando o cachorro quickanddirtytips
Foto: QuickandDirtyTips

R-Existem diversas formas, mas a proposta de iniciar a escovação a partir da cabeça em direção à cauda é bastante efetiva, pois segue a direção dos pelos. No entanto, se o animal tiver camadas de subpelo, como por exemplo, cães da raça Husky Siberiano, Collie e Golden Retriever, e felino das raças, Maine coon e Himalaia, antes da escovação no sentido cranial-caudal, deve-se escová-lo no sentido contrário ao crescimento dos pelos para retirar pelos mortos e desfazer nós. É importante fazer o uso de escovas próprias para cada tipo de pelo, especialmente para os animais com subpelo e pelos longos. Independente dos banhos, os animais devem ser escovados ao menos uma vez por semana. Isso auxilia na saúde da pele e pelos e pode evitar excesso de banhos.

P-Todos os cachorros precisam de spray para desembaraçar?

Não. Geralmente, somente os de pelo fino e longo. Mas sempre que for usado deve-se ter muita cautela, devido aos riscos já pontuados anteriormente.

R-Qual deve ser a frequência de banho de um cachorro? No inverno diminui a quantidade de banhos?*

cachorro banho pethealthzone
Foto: Pethealthzone

A frequência não deve ser inferior a sete dias. Cães com muito pelo (densos) como, por exemplo, Husky Siberiano, Pastor Alemão, Shar-pei e Chow-chow devem ter intervalo entre banhos entre 15 e 30, mas associado a escovações no mínimo, semanais. No inverno, a quantidade de banhos deve ser reduzida para prevenção de quadros respiratórios e alérgicos. Em filhotes, os banhos devem ser iniciados apenas após o término do protocolo de vacinação. Antes disso, podem-se utilizar produtos para banho seco e escovações semanais.

Fonte: Univeritas/ UNG

*O texto enviado não menciona gatos, porém, pesquisando em sites sérios, verifiquei que a frequência recomendada de banhos para um gato é de no mínimo uma vez por mês, dependendo do tipo de pelagem do felino.

N.R.: Dar banho em casa é mais econômico, porém é preciso lembrar que os secadores de pet shop são bem mais eficientes que os caseiros, ou seja, se o trabalho for bem feito, os animais sairão realmente com o pelo seco.