Arquivo da categoria: halitose

Como ter um hálito mais fresco

Especialista em saúde bucal dá dicas para manter a higiene bucal durante o verão

Durante o verão há um excesso de preocupação com a saúde e com a estética. Não apenas com o corpo, deve existir o hábito de cuidar da saúde bucal, especialmente no verão e férias, que a rotina acaba ficando um pouco mais “bagunçada”.

Segundo o dentista Robert Coachman, alguns hábitos podem atrapalhar uma rotina diária, como o mau hálito. “Medicamentos para emagrecer, comer em excesso determinados tipos de alimentos, cortar outros de forma repentina, podem se tornar fatores determinantes para aumentar esse problema”.

boca

Além de uma higienização completa com enxaguante bucal, escovas e cremes dentais apropriados, alguns aliados podem ser fundamentais para manter o hálito fresco durante o dia todo. Veja as dicas dadas pelo especialista:

Água – É importante manter a boca com o pH neutro e livre de bactérias do mau hálito. Por isso, beber alguns litros de agua todos os dias colabora para a produção de saliva, aumentando consequentemente a lubrificação.

Limpador de língua – Esse material ajuda a remover toda a saburra (camada branca) que pode se instalar na superfície da língua.

Dieta balanceada – Manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos com frequência ajuda a evitar o estresse e a combater o mau hálito. Frutas ácidas como limão, abacaxi e morango podem ajudar a estimular a salivação.

Fonte: Well Clinic

Anúncios

Mau hálito pode afetar convívio social e causar depressão

No Dia Internacional de Combate ao Mau Hálito, saiba um pouco mais sobre o tema

O mau hálito pode ser causado por diversos motivos, como má alimentação, estresse, doenças periodontal e falta de consumo de água. O problema que atinge muitos brasileiros é sério e se não for tratado com rapidez pode causar problemas como o isolamento social e até mesmo a depressão.

O mau hálito ou halitose é um dos problemas bucais mais desagradáveis que existe e pode causar sérios problemas de convívio social. De acordo com o dentista da Odontocompany, rede de clínicas odontológicas, Paulo Zahr, isso acontece porque normalmente quem sofre de mau hálito não percebe e se alguém da família ou amigo não alertar sobre o problema, ele pode se estender por muito tempo, o que atrapalha as relações interpessoais.

“Muitas vezes as pessoas se afastam de quem possui mau hálito. E alguns pacientes que sabem da existência da halitose sentem muita vergonha e acabam se afastando do convívio social. Essa atitude pode ser muito prejudicial profissionalmente e nas relações afetivas”, conta Paulo. Segundo o dentista, em casos mais graves o paciente pode desenvolver até mesmo depressão.

De acordo com a Associação Brasileira de Halitose (ABHA), 30% dos brasileiros sofrem deste mal e as causas do problema – que não é considerado uma doença, mas sim um sintoma alertando de que algo no organismo não está indo bem– são várias, chegando a mais de 60, sendo que 90% delas tem origens bucais.

A causa mais frequente de mau hálito é a diminuição no fluxo salivar. A saliva ajuda a eliminar as bactérias no intervalo entre as higienizações, deixando a boca sempre limpa. “Quando a quantidade de saliva é escassa, a boca fica seca e as bactérias responsáveis pelo mau hálito aumentam”. Zahr conta que a diversos motivos para a boca secar, como estresse, respiração pela boca, baixo consumo de água, alguns medicamentos entre outros. Outras causas comuns para a halitose são as doenças de gengiva, cárie aberta e extensa, feridas cirúrgicas e abscessos.

Abaixo o dentista lista algumas dicas de como prevenir o mau cheiro para levar a vida sem se preocupar se está com mau hálito ou não.

– Beba água: Beber bastante água ajuda a evitar o mau hálito, já que uma das principais causas para o problema é a boca seca.

– Escove sempre os dentes: Apesar do mau hálito não significar necessariamente falta de higiene, a falta de escovação pode produzir bactérias e o mau cheiro irá aparecer. Além disso, o uso do fio dental e a escovação na língua são essenciais para combater a halitose.

– Cuidado com a alimentação: Alguns alimentos, como cebola, alho, brócolis e couve podem causar o mau hálito. O que se resolve facilmente com uma boa escovação. Porém, algumas dietas podem ser prejudiciais ao hálito, como cortar totalmente o carboidrato do cardápio.

– Atente-se aos sinais: Se você acha que aquele cheiro ruim está vindo da sua boca, peça a confirmação a alguém da família ou ao um amigo próximo. Muitas vezes, quem tem o mau hálito não percebe e é necessário que terceiros apontem o problema.

– Procure um dentista: Assim que identificar o mau hálito procure um dentista. Na maioria das vezes, o problema é facilmente resolvido e evita que o paciente passe por situações desconfortáveis.

Leia mais aqui e saiba como ajudar quem tem o problema, anonimamente.

Fonte: OdontoCompany