Arquivo da categoria: inverno

Karê, o caldo japonês, é atração no festival de sopas do Hirota

Do caldo verde aos sabores orientais, supermercado oferece cinco opções quentes diariamente no bufê e 11 tipos resfriados para esquentar em casa

Versáteis e saudáveis, sopas, caldos e cremes dão uma sensação de conforto e ajudam a aquecer. Para acompanhar a temporada de inverno, o Hirota promove festival com cinco opções todos os dias no bufê, incluindo uma preparação japonesa, excelente para o inverno, conhecida como karê. Cada 100 gramas custa R$ 2,99 e vem com acompanhamentos de croutons, parmesão ralado e cebolinha. Para quem preferir, há também 11 tipos de sopas resfriadas, para levar e aquecer em casa, como a linha fit de baixa caloria.

O Hirota adaptou o tradicional karê japonês ao paladar brasileiro. A iguaria é basicamente um ensopado de legumes com carne, tendo como base o curry. Além de ser indicado para os dias frios, o karê tem propriedades nutricionais conferidas pelo curry que ajudam a prevenir doenças cardiovasculares (pimenta), auxilia na redução do colesterol (cravo da Índia) e é rico em antioxidantes que combatem o envelhecimento. O gohan (arroz japonês) é o acompanhamento ideal para o karê. Isso porque ele balanceia o sabor picante do molho.

“Sopas, cremes e caldos podem ser servidos tanto como entrada como prato principal. Dependendo de sua composição, compõem uma dieta equilibrada e saudável. Mas é preciso ficar de olho nos acompanhamentos para não exagerar”, explica a nutricionista do Hirota Janaína Ferraz.

Calendário do festival

sopa caldo verde
Sopa Caldo Verde

Segundas-feiras
Creme de queijo, abóbora com carne seca desfiada, minestrone, caldo verde e karê

Terças-feiras
Mandioquinha, cenoura com laranja e gengibre, canja, caldo verde e karê

Sopa karê
Karê

Quartas-feiras
Creme de queijo, minestrone, creme de lentilha, caldo verde e karê

Quintas-feiras
Abóbora com carne seca desfiada, canja, caldo verde e karê

Sextas-feiras
Mandioquinha, creme de queijo, minestrone, caldo verde e karê

sopa cenoura.jpg
Sopa de cenoura

Sábado
Creme de lentilha, cenoura com laranja e gengibre, canja, caldo verde e karê

Sopas refrigeradas:
– Minestrone
– Mandioquinha
– Caldo Verde
– Caldinho de feijão
– Canja
– Sopa de legumes
– Creme de palmito

Linha fit
– Cenoura com gengibre
– Sopa verde com castanha
– Detox com frango
– Sopa fit com tomate

Informações: Hirota

 

Anúncios

Inverno pode agravar diversas doenças dermatológicas

Baixas temperaturas podem desencadear inclusive, as dermatites e a psoríase

Com a chegada do inverno nesta quinta-feira, 21 de junho, e das baixas temperaturas, é comum o surgimento de diversas doenças, inclusive dermatológicas. Nesta época do ano, costumamos tomar banhos mais quentes e demorados, transpiramos menos, o que ocasiona a diminuição da proteção natural da pele, deixando-a, mais seca e frágil.

De acordo com a dermatologista Monalisy Rodrigues existem algumas doenças que são mais comuns na época do frio. A dermatite atópica é mais comum em crianças, principalmente entre aquelas que apresentam alguma alergia respiratória. Já a dermatite seborreica, é conhecida pelo aparecimento de placas que descamam, como caspas no couro cabeludo e/ou pele, sendo mais frequente no rosto, tronco e costas.

psoriase-mulher

Segundo Monalisy, outra doença que está propensa a manifestar-se nessa estação é a psoríase. Trata-se de uma doença inflamatória crônica e nesta época do ano pode apresentar placas avermelhadas com descamação e coceira em muitos casos. A psoríase pode acometer a pele, cabelos e unhas. “ Para pacientes com psoríase, recomendo um cuidado maior com a pele, mantendo uma hidratação adequada e caso não haja melhora é aconselhável procurar um dermatologista.

A dermatologista ressalta que alguns fatores contribuem para que as doenças de pele apareçam. Um dos principais sinais é a diminuição da oleosidade natural da pele, que ajuda na proteção contra a penetração de bactérias, fungos, vírus e agentes que desencadeiam alergias. Essa camada diminui durante o tempo frio porque transpiramos menos. Assim, as células que produzem a gordura trabalham menos. Somado a isto o hábito de banhos quentes e demorados agravam o ressecamento da pele.

hidratantes3

“Para prevenir que a pele fique desidratada, sem viço e suscetível a diversas doenças, recomendo que as pessoas usem hidratantes corporais logo após o banho à base de ceramidas, ureia, óleos vegetais essenciais e antioxidantes. Podemos também optar por banhos mais mornos e utilizar sabonetes neutros, evitando assim o ressecamento intenso da pele”, esclarece Monalisy.

Por fim, a médica diz ser muito importante um acompanhamento dermatológico no caso do aparecimento de doenças, para que sejam indicados os tratamentos e produtos mais adequados para as características de cada pele.

Fonte: Monalisy Rodrigues é médica, graduada pela Universidade Gama Filho, na cidade do Rio de Janeiro/ RJ. Após conclusão do curso de Medicina, foi para Belo Horizonte/MG, onde fez residência em Clínica Médica, em seguida concluiu Pós-Graduação em Dermatologia e Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética (SBME), com sede no Rio de Janeiro/RJ

 

Especialistas dão dicas de como manter a dieta em dias frios

A temporada dos dias mais frios chegou e junto com ela a vontade de comer aumenta, afinal o organismo precisar fazer um esforço maior para manter a temperatura do corpo, elevando assim, o gasto de energia.

Segundo a nutricionista da rede de salada por quilo, Green Station, Izabelly Cavassani, alguns temperos são termogênicos e auxiliam o corpo a manter a temperatura. “Curry, mostarda e pimenta calabresa são excelentes temperos que auxiliam no aumento da circulação, temperatura corporal, além de auxiliar na queima calórica”, diz.

Já o médico fundador da Emagrecentro e membro da sociedade brasileira de nutrologia, Edson Ramuth, aponta que é importante selecionar com cautela alguns condimentos. A pimenta sozinha, por exemplo, não eleva a pressão, “o cuidado deve ser tomado se o produto for em conserva, pois o sal é o conservante”, afirma.

1 – Alimente-se bem e a cada três horas

café da manhã pixabay
Pixabay

O corpo funciona como uma máquina que precisa de combustível para exercer suas funções. O alimento fornece energia para que possamos realizar as atividades diárias. Quando passamos longos períodos sem ingerir calorias, algumas reações para manter o equilíbrio corporal e os níveis de energia são forçados. Uma dessas reações é a utilização dos estoques de energia presentes nos músculos e tecido adiposo. O ideal é comer a cada três horas e fazer de cinco a seis refeições por dia. Segundo Izabelli, é importante lembrar que o café da manhã é a principal alimentação sendo o principal combustível para começar o dia.

2- Evite o álcool

bebida cerceja amigos.jpg

Bebidas alcoólicas não oferecem nenhum nutriente para o organismo. Pelo contrário, cada grama contém cerca de três calorias, segundo Ramuth. Então é importante consumir com moderação para não aumentar as medidas;

3 – Aposte nos refogados

acelga pixabay
Pixabay

Nos dias mais frios, algumas pessoas diminuem o consumo de folhas e verduras, uma opção saudável para manter esses ingredientes no radar de quem não abre mão da dieta equilibrada são os refogados. Segundo a nutricionista, brócolis, couve-flor, couve, acelga, cenoura e agrião são algumas opções;

4 – Inclua sopa e caldo no cardápio

sopa com chia plattershare
Plattershare

Nesse período, muitas pessoas optam por pratos quentes. Então consumir sopas, caldos e cremes durante as refeições são opções saudáveis. E para incrementar a receita e deixá-la mais funcional, a sugestão é incluir farinha de chia e linhaça, garante Ramuth;

5 – Inclua fibras no cardápio

amendoa leite aveia laranja

A fibra é um ingrediente essencial para nosso sistema digestivo. Entre os benefícios do consumo diário, é importante citar o controle do colesterol e os níveis de glicose no sangue de diabéticos. De acordo com a nutricionista, incluir fibras em uma refeição com proteínas, folhas e vegetais é uma excelente escolha para quem deseja repor calorias e realizar uma alimentação saudável e balanceada;

6 – Ao invés do chocolate, substitua por frutas

maçã com canela pixabay
Pixabay

Para a sobremesa, a sugestão do Ramuth é saborear as frutas nas versões quentes para saciar a vontade do doce. Uma opção é aquecer a maçã, pera ou banana no micro-ondas e comer com canela.

 

Chegada do frio exige mais cuidados com os animais de estimação

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas do tema pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou começar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

Nas estações mais frias do ano as pessoas mudam naturalmente seus hábitos, passam a se cuidar mais para manterem-se aquecidas e assim evitar doenças. Mas muita gente esquece – ou desconhece – que estas mesmas preocupações devem se estender aos animais de estimação.

O médico veterinário Luciano Granemann e Silva, diretor da Clínica e Hospital 24 horas Cão.com, de Florianópolis, explica que o primeiro cuidado é manter as vacinas em dia (devido à queda na imunidade), inclusive a da gripe. Além disso, é preciso ficar atento a questões como ingestão de água, alimentação, local de dormir, aquecimento corpóreo, passeios na rua, banho, tosa, entre outros.

“São atitudes simples, mas que podem evitar sofrimentos desnecessários e enfermidades nos cães e gatos como problemas nos rins devido à redução no consumo de água ou dores nas articulações por causa do frio. Da mesma forma, aumenta a incidência de alergias e doenças respiratórias, como rinite, bronquite, pneumonia e asma, sendo essa última mais comum em gatos”, afirma Luciano.

Se for percebido algum sintoma, o correto é procurar o quanto antes um profissional veterinário para fazer uma avaliação e repassar as orientações necessárias, antes que o quadro se agrave.

infografico frio inverno pet cao.jpg

“A atenção deve ser ainda maior com os animais de pelo curto, raças pequenas, filhotes e idosos, pois estão mais propensos aos efeitos da queda de temperatura”, alerta o médico veterinário. Segundo ele, todos os anos, nesta mesma época, ocorre aumento no número de atendimentos de enfermidades relativas ao frio na clínica Cão.com. “Mais de 50% dos casos que recebemos têm esta característica”, afirma.

Para evitar problemas com seus pets no inverno, Luciano dá algumas dicas de prevenção e cuidados básicos:

15 Dicas para cuidar do seu pet no inverno

jolie na cama

1 – Como identificar se está com frio – o primeiro passo para garantir o conforto e a saúde de cães e gatos no inverno é saber identificar se estão com frio. Para isto basta observar o comportamento deles, se estão procurando locais para se aquecer como: a base do fogão, o cantinho do motor da geladeira, as pernas dos seus tutores ou subindo no sofá e na cama.

cachorro-york-comendo

2 – Alimentação – para manter a saúde dos pets nos meses frios uma boa alimentação é fundamental. É preciso que se alimentem com mais frequência, criando um lanchinho extra, principalmente nos horários em que está mais frio. Existem formas de estimular o apetite deles, como oferecer alimentos mais apetitosos e com texturas. Alguns bichinhos preferem comidas secas e duras, outros gostam de mais úmidas. Então a dica é conhecer bem o gosto do seu pet e caprichar no cardápio.

cachorro-roupa

3 – Roupas e caminha – dentro de casa os cães geralmente não necessitam de roupas. Mas no caso dos mais friorentos e com pelo curto, podem-se usar casaquinhos e jaquetinhas, que deixam eles ainda mais charmosos. E muitos deles adoram! Evite peças de lã e dê preferências para as 100% algodão. Opte por tecidos leves e modelos confortáveis. Mas se o cão se sentir incomodado, melhor não usar. Já a caminha deve ser isolada do piso frio.

gato aquecedor eastday
Foto: Eastday

4 – Aquecedor – se for usar aquecedor é preciso tomar algumas precauções. Em espaços muito pequenos existe o risco dos animais se queimarem. Atenção também à umidade porque o aquecedor tende a ressecar bastante o ambiente, o que é prejudicial à saúde dos bichinhos.

cachorro-roupinha-pixabay
Pixabay

5 – Passeios – os passeios devem ser mantidos mesmo no inverno. Mas evite os horários mais frios e dias de chuva e vento. Cuidado também com os dias ensolarados, quando não dever ser esquecido o protetor solar caso seu animal costume fazer uso (principalmente cães de pele clara).

balaio-de-gatos

6 – Locais fechados – evite ficar com o seu pet em locais fechados e com pouca ventilação, onde haja outros animais, pois existe o risco de contaminação.

ringo-agua-fonte.png

7 – Água – um dos principais problemas do inverno é que os animais reduzem a ingestão de água, o que pode causar desidratação. A saída então é incentivar o consumo, trocando a água com mais frequência e colocando os recipientes próximos ao local onde dormem. Os animais também devem praticar mais atividades físicas, o que estimula naturalmente a ingestão de água. Outra dica é adicionar líquido à ração ou optar por alimentos específicos para isto. No caso de gatos, vale à pena investir numa fonte.

cachorro-vacina-doglistener
Doglistener

8 – Vacinas e vitaminas – uma boa forma de prevenção é a vacina contra a gripe, que deve ser tomada de preferência entre os meses de março e abril, antes da chegada do inverno. Quanto às vitaminas, normalmente não são necessárias, mas é uma tendência de mercado e tem crescido bastante esta demanda. Mas só devem ser utilizadas com orientação veterinária, pois o excesso pode ser prejudicial.

gatos-brancos-peludos

9 – Tosa – o indicado é manter a pelagem do animal mais alta, pois é uma proteção natural contra o frio. A tosa deve ser feita no início do outono para durar todo o inverno, bastando nos meses seguintes aparar e escovar os pelos. Faça apenas a tosa higiênica.

kaboompics_Black gato

10 – Dormir com tutor – muitos tutores não resistem ao aconchego de dormir com seu pet nos dias frios, mas este hábito não é recomendado por uma questão de educação, hierarquia e controle social. Mas se o animal estiver bem cuidado, com as vacinas e vermífugo em dia, e não tiver problemas de pele ou outra doença contagiosa, tudo bem.

cachorro-banho-star-grooming

11 – Banhos – banhos em excesso retiram a proteção natural da pele dos animais. Por isso, a recomendação é que tomem banho de uma a duas vezes por mês, no máximo. Isto vale tanto para cães como para gatos (mas se o felino não for acostumado a tomar banho, não é recomendável). Mas é preciso ficar atento à temperatura da água e do secador, que não pode ser muito elevada. E deve-se esperar pelo menos 20 minutos para o animal ir para a rua, para evitar choque térmico.

Silver tabby cat Zelda sneezing
Warren Photographic

12 – Sintomas da gripe – fique de olho no seu animalzinho e atento a qualquer sintoma de gripe. Os principais são: tosse, espirro, abatimento, dificuldade respiratória, corrimento no olho ou nariz e alteração na respiração.

beagle cachorro espirro gripe
Thinkstock

13 – Alergias e doenças de pele – espirros em cães e gatos e nariz escorrendo podem ser sinais de alergias. A recomendação é que donos observem se esses sintomas não estão associados a alguma mudança recente na casa, como uma coberta, tapete ou roupinha nova. Em alguns casos, eliminando a causa, os sintomas logo desaparecem. É importante também manter a casa ventilada e livre de umidade. O ressecamento da pele é outro problema comum, cujos sintomas são coceiras em diferentes partes do corpo e lambidas nas patas.

kaboompics_Real life Courage the cowardly dog2
KaboomPics

14 – Cães idosos e filhotes – estes são os dois grupos de maior risco de enfermidades no inverno porque têm capacidade menor de conservar a temperatura – e no caso dos filhotes, gastam energia muito rápido. Por isso, com eles todos os cuidados citados acima devem ser redobrados.

casinha-cachorro-goodshomedesign
GoodsHomeDesign

15 – Cães de guarda – estes, ao contrário, são mais resistentes ao frio, mas mesmo assim precisam de um lugar para ficar abrigados das baixas temperaturas, da chuva e do vento. O ideal é uma casinha de madeira, com chão elevado e protegida da chuva e correntes de ar. Eles não costumam gostar de colchonetes, que tendem a destruir e dormir no chão.

Fonte: Clínica e Hospital 24 horas Cão.com

Campanha de arrecadação de roupas e cobertores para animais carentes

São quase 60 pontos de arrecadação nas regiões Sudeste, Sul e centro-oeste e 25 ONGs ajudadas

A Cobasi, uma das maiores varejistas pet do país, inicia a “Campanha do Agasalho Pet”. É uma iniciativa da empresa em que transformará todas as lojas Cobasi do Brasil em pontos de coleta para receber roupas, caminhas e cobertas para animais e tudo que for recolhido será doado para ONGs parceiras.

As lojas receberão uma caixa tematizada da campanha que será posicionada próxima a entrada para fácil visualização dos clientes. Além disso, o ato de doar será incentivado por meio das redes sociais da Cobasi.

“Esta campanha endossa a filosofia da Cobasi em apoiar a causa animal e as instituições que atuam diretamente nela, desde 1999 incentivamos as adoções com a criação do centro de adoções na Cobasi Villa Lobos, em São Paulo, e nos últimos três anos ampliamos as parcerias com as ONGs e transformamos muitas unidades Cobasi, aos finais de semana, em centros de adoções, com muitos eventos e ajudando mais de 25.000 animais a encontrarem um lar. Além disso, nas nossas campanhas de aniversário em 2016 e 2017 optamos por volta-la para ajudar as instituições na arrecadação de ração”. Daniela complementa que “a Campanha do Agasalho Pet vem para ampliar esse apoio as instituições parceiras para ajudar a proteger os animais nesse inverno, que promete ter semanas bem frias”, afirma Daniela Bochi,  gerente de marketing da empresa.

É a primeira vez que um varejo pet organiza uma campanha de arrecadação sazonal para animais carentes contemplando diferentes regiões do Brasil. A Cobasi está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal e todas as lojas desses locais serão pontos de coleta. Com o lema “A sua doação vai aquecer os animais carentes nesse inverno”, a Cobasi espera ajudar muitos animais das suas 25 instituições parceiras. A campanha encerra no dia 31 de julho.

cachorro gato cama.jpg

Campanha do Agasalho Pet
Data de início: 11/06/2018
Data de término: 31/07/2018
Lojas participantes: Todas as lojas Cobasi dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal (consulte a mais próxima aqui)

 

Inverno: instituições lançam campanha para animais abandonados

Assim como os seres humanos, os animais também reagem às mudanças de temperatura, principalmente agora no inverno. Por isso, a ESPA – Equipe Singulariana de Proteção aos Animais e a OAB-SP/ Seccional Santo André lançaram ontem(13)  a Cãopanha de Inverno, na sede da instituição jurídica.

Para marcar o lançamento da ação, o advogado Cristiano De Souza Oliveira, ministrou a palestra Animais em condomínio.

A campanha visa colaborar com os animais que não têm um lar e arrecadará cobertores, mantas, agasalhos, lonas, papelão, jornal e casinhas. As doações podem ser entregues diretamente na OAB Santo André ou em uma das unidades do Colégio Singular ou do Cursinho, cujos endereços estão disponíveis no portal da Singular.

cachorro abandonado na rua

ESPA é um projeto educacional inserido na programação pedagógica do Singular que reforça junto aos estudantes a importância da guarda responsável, com abordagens diferenciadas de acordo com a faixa etária. O projeto também promove campanhas constantes de arrecadação de ração, arroz, vasilhas, casinhas, medicamentos, entre outros itens, encaminhados para protetores de animais cadastrados.

Boavista Shopping prepara loja vazia para Campanha do Agasalho

O clima frio chegou e o Boavista Shopping terá mais uma edição da Campanha do Agasalho, desta vez em prol da ONG Caminhando Núcleo de Educação e Ação Social. A partir de hoje, 1º de junho, uma loja especialmente montada para recebe cobertores, roupas e calçados. Além de itens de higiene, brinquedos usados e alimentos não perecíveis. O ponto de coleta é no Piso G2 (loja 278), e funciona no mesmo horário do shopping.

A ONG Caminhando Núcleo de Educação e Ação Social oferece serviços socioeducacionais a adolescentes e jovens com deficiência intelectual, surdos e deficiência física. Atende diariamente 180 jovens que participam gratuitamente de atividades especializadas. Ao longo de 28 anos de atuação, a organização já transformou a vida de mais de 1.200 jovens com a inclusão no mercado de trabalho.

“Cada um de nós pode fazer um gesto de cidadania e contribuir com a ONG Caminhando é gratificante. Convidamos os nossos clientes e lojistas a colaborarem com esta campanha”, diz Márcia Campioto, gerente de Marketing do Boavista Shopping. No ano passado, o empreendimento recolheu 2.970 peças para doação a entidades assistenciais.

loja vazia.png

Campanha do agasalho 2018 Boavista Shopping
Período: 1º de junho a 31 de julho de 2018
Horário: Segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos e feriados das 14h às 20h.
Localização: Piso G2, loja 278 ao lado da Kings Sneakers – Rua Borba Gato nº 59 – Santo Amaro – São Paulo/ SP.

 

Tempo seco favorece aumento de doenças respiratórias e de pele

Cuidados simples podem ajudar na prevenção das doenças, como hidratação oral e corporal

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo faz um alerta à população em relação ao tempo seco, pois a baixa umidade do ar favorece o aumento de alergias respiratórias e de pele, principalmente em crianças, idosos e portadores de doenças crônicas.

Balanço feito pela pasta mostra que cerca de 60% das internações realizadas anualmente em decorrência de doenças respiratórias concentram-se entre os meses de março e agosto, período que abrange outono e inverno, estações com menor incidência de chuva e queda na umidade do ar. Em 2016, foram 236 mil internações do tipo e, desse total, 137 mil ocorreram nesse intervalo de seis meses.

A prevenção contra as doenças respiratórias, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), asma e pneumonia é fundamental durante todo o ano e deve ser redobrada nesse período. A rinite alérgica, por exemplo, pode ser agravada em razão da falta de umidade no ar.

Em todos os casos, podem ser tomados cuidados simples, mas eficazes com a saúde, como aumentar a ingestão de líquido, fazer inalação e lavar o nariz com soro fisiológico. “O tempo seco causa ressecamento das vias aéreas e viabiliza a proliferação de vírus e agravamento de doenças e alergias respiratórias, como asma, que pode ser tanto crônica, quanto alérgica. A ingestão de água e permanência em locais ventilados são ótimas maneiras de prevenção”, informa o pneumologista do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Barradas, Fábio Muchão.

usando bombinha asma mulher

Além da hidratação oral, é importante hidratar o corpo. Pessoas com pele mais sensível, que tenham doenças de pele ou pré-disposição a desenvolvê-las também podem ter agravamento de sintomas durante o clima seco. “A ingestão de água e uso de hidratantes corporais é indispensável. O hidratante não pode faltar no tratamento da pele, mesmo que seja necessário utiliza-lo várias vezes ao dia”, afirma a coordenadora do setor de dermatologia do AME Barradas, Bhertha Tamura.

A médica destaca ainda a necessidade da hidratação corporal para os idosos pois, com o avanço da idade, as pessoas tendem a perder a oleosidade da pele, favorecendo o ressecamento. Portadores de doenças de pele crônicas, como dermatite atópica e ceratose tendem a ter seu quadro agravado e devem sempre procurar a orientação de seus médicos para tratamentos específicos.

hidratação corpo pele pixabay
Foto: Pixabay

Dicas para evitar agravamento de doenças de pele durante o tempo seco:
– Beba bastante água, pelo menos 2 litros por dia;
– Use hidratante corporal todos os dias, principalmente após o banho. Se necessário, utilize várias vezes ao dia;
– Com o ressecamento, ocorrem coceiras na pele. Evite coçar-se, pois pode causar inflamações ou até mesmo infecções;
– Evite tomar banhos demorados, com água muito quente;
– Em caso de ressecamento severo da pele, procure seu dermatologista.

Hidratacao agua mulher

Dicas para evitar doenças respiratórias durante o tempo seco:
– Evite locais totalmente fechados;
– Cubra a boca com um lenço quando for espirrar;
– Beba muita água, pelo menos 2 litros por dia;
– Mantenha a carteira de vacinação em dia;
– Lave o nariz com e faça inalação com soro fisiológico.

Informações: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Não é mito: estudos apontam que o frio pode ajudar a emagrecer

Médico endocrinologista explica como o metabolismo é afetado pelo clima típico do inverno

Sim, o frio pode ajudar a emagrecer. Mas calma! É que no inverno o nosso metabolismo fica mais acelerado e a queima de calorias se torna naturalmente maior, de acordo com diversos estudos científicos, como o publicado na revista americana Trends in Endocrinology Metabolism. Para manter esta vantagem do organismo é preciso não superar a queima calórica com a ingestão de comidas altamente calóricas que já são típicas do frio (chocolate, por exemplo), além de manter um ritmo de pratica de atividade física.

O médico endocrinologista Flávio Cadegiani, Membro da Abeso (Associação Brasileira para Estudos da Obesidade), explica como isso acontece “Existe uma gordura que ajuda a acelerar o metabolismo e, consequentemente, ajuda no emagrecimento. É a chamada gordura marrom ou tecido adiposo marrom”. Essa gordura pode ser encontrada principalmente perto do coração, embaixo das clavículas e também perto do pescoço. “A comunidade médica achava que esta gordura só podia ser encontrada nos recém nascidos e hoje já sabemos que persiste até a fase adulta”, conta Cadegiani.

Essa gordura é responsável por ativar o metabolismo e, segundo o médico, ela responde principalmente ao frio, se tornando uma gordura que quebra gordura. “Quando o corpo se adapta ao clima frio para se aquecer, a quantidade de gordura marrom aumenta, e ela age diretamente sobre a queima de gordura ruim acumulada”, destaca. “A taxa metabólica basal aumenta no frio não somente para manter o corpo aquecido, mas sim porque acontece a hipertrofia desse tecido que acelera o metabolismo. Emagrecer no frio não é mito, é fato”, confirma.

Mas eu engordo no inverno, por que isso acontece?

chocolate mulher

Vale lembrar que quando chega aquele friozinho, a fome também parece aumentar. O especialista atesta que não só parece como, biologicamente, ela de fato aumenta. “Isso acontece justamente porque o metabolismo está mais rápido que o normal e a fome pode surgir com mais frequência. Muitas pessoas engordam no inverno por comerem muito e não queimarem calorias proporcionalmente, sem praticar exercício físico, por exemplo”, reforça. Por isso a máxima de praticar atividades físicas permanece assim como em outras estações do ano.

corrida caminhada inverno.jpg

Fonte: Flávio A. Cadegiani é médico endocrinologista e metabologista, Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela SBEM. Mestre e Doutorando em Endocrinologia Clínica pela Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina (Unifesp/EPM). Pós-graduação em nutrologia (ABRAN). Membro especialista da The Endocrine Society (Endocrine Society). Membro especialista da AACE (American Association of Clinical Endocrinologists). Membro especialista da TOS (The Obesity Society). Membro da ABESO (Associação Brasileira para Estudos da Obesidade).

Mercearia do Conde oferece caldinhos e sopas para o alto inverno

Com uma temperatura imprevisível na capital paulista, a sopa é sempre um bom pedido. Pensando nisso, a restauratrice Maddalena Stasi, da astral Mercearia do Conde, localizada no Jardim Paulistano, lança um cardápio especial de caldinhos e sopas para aquecer a temporada, que fica disponível durante todo o inverno. Com ingredientes frescos, as opções variam em diferentes sotaques, num passeio que vai da Itália à Tailândia, a um preço de R$ 45,00.

Mercearia do Conde_Sopa de Abóbora_créditos Rafael Wainberg
Dentre as novidades de alto inverno da Mercearia do Conde, destaque para a Sopa de Abóbora ao Curry. Foto: Rafael Wainberg

Dentre as opções, estão a Tom Kha Gai (típica sopa tailandesa de frango com shiitake no leite de coco e pimenta malagueta); o Cappelletti in Brodo (prato típico italiano com um caldo aromático que pode ser à base de carne ou frango); a Sopa de Abóbora ao Curry e a Sopa de Alcachofras Frescas. Para acompanhar, o crocante da casa com sal grosso e alecrim garante leveza e refrescância aos pratos quentes. Menu para aquecer e reconfortar até as noites mais frias com receitas que valem por uma refeição.

A casa oferece almoço executivo de segunda a sexta, R$ 59,00 (três tempos).

Mercearia do Conde_Tom Kha Gai_créditos Patrícia Araújo
No menu com diferentes sotaques, é possível experimentar uma típica sopa tailandesa, a Tom Kha Gai. Foto: Patrícia Araújo

Mercearia do Conde Rua Joaquim Antunes, 217 – Jardim Paulistano Horário de funcionamento: De segunda a quinta, das 12 às 16 horas para almoço e das 19 horas às 23h30 para jantar. Sexta: das 12 às 24h30, sem intervalo. Sábado: das 12h30 às 24h30, sem intervalo. Domingo: das 12h30 às 23 horas, sem intervalo. Abre todos os dias.