Arquivo da categoria: música

Shopping Pátio Higienópolis apresenta programação de corais de crianças

No domingo, 2 de dezembro, às 19 horas, o Shopping Pátio Higienópolis estreia sua programação de corais infantojuvenis, que acontece até 13 de dezembro. Fazem parte da programação os corais das escolas: Mackenzie, Nossa Senhora do Sion, Pentágono, Renascença, Rio Branco e Santa Marcelina. De 3 a 13 de dezembro, os corais terão como temática canções típicas de Natal.

A abertura será com o coral infantojuvenil do Colégio Renascença, dirigido pela Maestrina Argene Ivasco, que é formado por 52 crianças entre 8 e 12 anos de idade, a apresentação será em celebração ao início do Chanuká (“Festa das Luzes”), comemorado pela comunidade judaica por 8 dias – a cada dia é aceso uma das velas da Chanukiá (candelabro com nove braços). Além do coral, haverá demonstração de dança típica para a data.

Todos os corais se apresentam no Piso Pacaembu, próximo ao vão central do shopping.

coral-no-patio-higienapolis-web-528x352jpg.jpg

Confira a programação completa:

2 de dezembro (domingo) – 19 horas
– Coral Infantojuvenil do colégio Renascença, dirigido pela maestrina Argene Ivasco;
– Corpo de dança Dorot do colégio Renascença.
– As quatro Meninas da Família Grabarz.
No repertório, poutpourri de música de Chanuká, incluindo “A Million Dreams”, em versão em hebraico, inglês e português. Dança sobre Sufganiót (doce recheado de creme-sonho).

3 e 5 de dezembro (segunda e quarta) – 19h30
– Coral do colégio Nossa Senhora do Sion.

6 de dezembro (quinta) – 19h30
– Coral infantojuvenil do colégio Mackenzie.

10 de dezembro (segunda) – 19h30
– Coral do colégio Santa Marcelina, formado por 40 crianças entre 6 e 13 anos, sob a regência da maestrina Suziane Madureira.
No repertório, músicas típicas de Natal, incluindo “Noite Feliz” e “Papai Noel Chegou”.

11 e 12 de dezembro (terça e quarta) – 19h30
– Coral infantojuvenil do Colégio Rio Branco, formado por 40 crianças, entre 6 e 13 anos de idade, sob a regências das maestrinas Suziane Madureira e Heloisa Lobo.
No repertório, Anoiteceu, Adeste Fideles, Natal Tropical, Happy Christmas e Shalom Chaverim (expressão em hebraico que significa “A Paz sobre Vós”).

13 de dezembro (quinta) – 19h30
– Coral infantojuvenil do colégio Pentágono.

Todas as apresentações são gratuitas.

Shopping Pátio Higienópolis – Avenida Higienópolis, 618, com entradas alternativas pela Rua. Dr. Veiga Filho 133 e R. Dr. Albuquerque Lins.

Anúncios

Orquestra Jazz Sinfônica realiza concerto pelos animais em SP

A Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo realizará no dia 1º de dezembro o espetáculo musical “Animais em Concerto”, em comemoração aos 10 anos da ANDA, primeira agência de notícias do setor no mundo.

O evento é uma parceria entre o Governo do Estado de São Paulo, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Instituto Eu Causo e a ANDA. A orquestra apresentará músicas de filmes famosos protagonizados por animais que emocionaram plateias em todo o mundo. O público terá a oportunidade de relembrar temas de filmes como O Rei Leão, Free Willy, Babe, Beethoven, Marley e Eu, Hachiko: Sempre ao Seu Lado, entre outros.

o rei leao
Cartaz da animação O Rei Leão

O maestro Fábio Prado irá reger os arranjos produzidos pelos musicistas Rodrigo Morte, Douglas Fonseca, Ruriá Duprat, Tiago Costa, Yuri Prado e Nelson Ayres.

Exposição

cachorro morador de ruacachorro com morador de ruamorador de rua e cachorro

Antes do início do evento, no foyer, haverá a exposição do ensaio de fotos “Sem casa mas não sem amor”, assinado pelo fotógrafo Alexandre Suplicy. As imagens retratam a relação de cumplicidade existente entre moradores de rua e seus cachorros.

“A minha ideia é mostrar que essas pessoas, mesmo não tendo quase nada, compartilham o que tem com seus companheiros peludos. Não só comida, mas cuidado e amor também. É incrível como o homem e o cão, mesmo na miséria, constroem uma relação verdadeira” conta o fotógrafo.

Sobre a ANDA

A ONG Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA) foi fundada em 2008 pela jornalista Silvana Andrade e revolucionou a forma como os animais são tratados pela imprensa tradicional e por todas as instituições da sociedade. Nesses 10 anos, a agência publicou mais de 90 mil matérias e reportagens exclusivas e trouxe à luz histórias emblemáticas como o caso da serial killer de animais Dalva Lina, o desaparecimento do cão Pinpoo pela companhia aérea Gol e o assassinato da yorkshire Lana.

orquestra anda

Evento: Animais em Concerto: 10 anos da ANDA
Onde: Memorial da América Latina, auditório Simon Bolívar
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, SP.
Quando: Sábado, 1º de dezembro de 2018
Hora: 20h30
Quanto: inteira (R$ 20,00), meia (R$ 10,00)
para comprar, clique aqui

 

Salvar

Não se assuste: Spotify mostra as músicas de Halloween mais ouvidas no mundo

O top 20 de músicas de Halloween no Spotify são uma mistura de faixas “óbvias” para a data e um verdadeiro caixão com grandes sucessos do verdadeiro rock n’ roll.

“Thriller”, de Michael Jackson, encabeça a lista de músicas mais tocadas nas playlists dos três últimos Halloweens, seguida por “Ghostbusters”, dos anos 80, de Ray Parker Jr. e “Monster Mash”, dos anos 60, de Bobby “Boris” Pickett & The Cripta-Kickers. Ainda na onda do rock and roll está “Bark at the Moon”, de Ozzy Osbourne, “Sympathy for the Devil”, dos Rolling Stones, “Zombie”, protagonizado pelos The Cranberries, e “Highway to Hell”, do AC/DC, uma faixa que em 2017 tocou bastante em todo o ano, mas depois triplicou durante o Halloween.

E quem imagina que os EUA sejam o país onde as festividades do Halloween atingem o nível mais alto irá se surpreender ao saber que os americanos ocupam o terceiro lugar em quantidade de músicas de Halloween reproduzidas. O Canadá lidera a lista, seguido pela Irlanda, considerada por muitos o berço da tradição do Halloween.

Além disso, descobrimos que o Halloween parece estar crescendo em popularidade em todo o mundo. Em 2016 e 2017, o compartilhamento de músicas de Halloween ouvidas fora dos EUA praticamente dobrou.

Agora curta a playlist de Halloween e confira os principais rankings abaixo:

Top músicas de Halloween mais reproduzidas no mundo (baseado nos últimos 3 Halloweens):

thriller-de-michael-jackson-e-apresentado-em-3d-no-festival-de-cinema-de-toronto-e1505131482406.jpg

Michael Jackson – Thriller
Ray Parker, Jr. – Ghostbusters
Bobby “Boris” Pickett & The Crypt-Kickers – Monster Mash
Blue Öyster Cult – (Don’t Fear) The Reaper
AC/DC – Highway to Hell
The Citizens of Halloween – This Is Halloween
Warren Zevon – Werewolves Of London
Rockwell – Somebody’s Watching Me
DJ Jazzy Jeff & The Fresh Prince – A Nightmare on My Street
Santana – Black Magic Woman
Stevie Wonder – Superstition
Screamin’ Jay Hawkins – I Put a Spell on You
Electric Light Orchestra – Evil Woman
Talking Heads – Psycho Killer

SympathyStones11
The Rolling Stones – Sympathy for the Devil
Ozzy Osbourne – Bark at the Moon
Oingo Boingo – Dead Man’s Party
The Cranberries – Zombie
Little Nell – Time Warp
Whodini – Freaks Come out at Night

Top 20 países que mais ouvem músicas de Holloween:

Canadá
Irlanda
EUA
Reino Unido
Itália
Áustria
Alemanha
Luxemburgo
Bélgica
Espanha
Portugal
França
Finlândia
Polônia
Chipre
Japão
Noruega
Romênia
Austrália
Bulgária

Fonte: Spotify

Salvar

Salvar

Hoje e amanhã tem Fiesta Día de Muertos no Memorial da América Latina

De acordo com a tradição do México Antigo, no Dia dos Mortos os vivos se encontram com os mortos para celebrar a vida e a morte em um banquete de sabores, cores e música.

Este ano, a festa, considerada como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – para toda a família terá apresentações musicais típicas, feira de artesanato, exposição de altares, exibições e workshops de luta livre, palestras, exposição fotográfica sobre a celebração do Día de Muertos, intervenção artística em graffiti, concurso de fantasias (infantil, juvenil e adulto), Espaço Kids com monitores e atividades recreativas para o público a partir de três anos e Festival Gastronômico de Tacos. Tudo isso em um lugar de fácil acesso por transporte público (metrô/trem Barra Funda ao lado e pontos de ônibus pertinho), bike (ciclofaixa no canteiro central da Av. Auro Soares de Moura Andrade e bicicletário no portão 9) e carro (diversos estacionamentos pagos ao redor).

Exposição de altares

Durante a Fiesta, o público poderá conhecer os dois altares vencedores – um de cada categoria, ETEC e FATEC – do concurso organizado pelo Centro Paula Souza em parceria com o Consulado do México, envolvendo ETECs e FATECs do estado de São Paulo. Parte importante da cultura mexicana do Dia dos Mortos, os altares reúnem os elementos mais queridos daqueles que já partiram e este ano homenageiam o mexicano Rayo de Jalisco, ícone da luta livre, e a atriz Beatriz Segall, falecidos em julho e setembro deste ano, respectivamente. Haverá também um altar interativo chamado Espaço Comunidade, em que fotos enviadas pelo público com a #homenagemamimuerto poderão ser exibidas ao longo do final de semana como forma de honrar entes queridos já falecidos.

Artesanato

Cerca de 20 expositores expositores levarão à festa diversos produtos típicos como muñecas de Frida (bonecas de Frida Kahlo), caveiras decorativas, roupas e acessórios mexicanos, piñatas e outros objetos de decoração, e máscaras de lutadores. Dois postos farão maquiagem artísticas no público com a temática Día de Muertos.

Luta Livre

Haverá um ringue da Brazilian Wrestling Federation (BWF) para apresentações de luta livre e workshops para que o público interessado possa aprender os fundamentos básicos dessa modalidade. As atividades serão comandadas pelo lutador Bob Junior.

Concurso de Fantasias

Uma das mais aguardadas atrações do evento é o concurso de fantasias dividido em três categorias – infantil (3 a 12 anos), juvenil (13 a 17 anos) e adulto masculino e feminino (acima de 18 anos) – que acontecerá no domingo (28). Para participar é preciso se inscrever até 30 minutos antes do início do concurso (programação abaixo) apresentando um documento oficial e a fantasia deverá ter relação com o tema e com a cultura mexicana. Os vencedores receberão prêmios de acordo com suas categorias como ingressos para parques, teatro e cinema IMAX, brinquedos, jantar no Taco Tuesday, tequila e hospedagem em hotel.
Programação – Sábado, 27/10

Horário / Atração

13h – Migrante Calavera, grupo que apresenta música com variadas origens, sentimentos, loucura (palco Praça da Sombra)
Exibição da animação Viva – A vida é uma festa (CineTransformer)

14h – Danilo Dunas, cantor paulistano com fortes laços com a cultura mexicana (palco Praça da Sombra)
Palestra sobre a tradição de Día de Muertos com Victor Barrionuevo

15h – Mariachi Sol de América, grupo hispano-americano que coloca a música a serviço da felicidade (palco Praça da Sombra)

16h – Música mexicana com artistas convidados (palco Praça da Sombra)
Workshop de luta livre com Bob Júnior (ringue Praça da Sombra)

17h – Exibição de luta livre com a participação de Bob Júnior (ringue Praça da Sombra)
Palestra sobre Gastronomia Mexicana com Marsia Serrano, nutricionista e pesquisadora da faculdade de farmacobiologia da USP (CineTransformer)

18h – Triptico Caribe, banda formada por músicos colombianos que apresentam uma autêntica festa caribenha (palco Praça da Sombra)
Workshop de luta livre com Bob Júnior (ringue Praça da Sombra)

Programação Domingo, 28/10

12h – Migrante Calavera, grupo que apresenta música com variadas origens, sentimentos, loucura (palco Praça da Sombra)

13h – Apresentação musical a confirmar (palco Praça da Sombra)

14h – Concurso de fantasia – categoria infantil (palco Praça da Sombra)
Palestra sobre a tradição de Día de Muertos com Tom Almeida (CineTransformer)

15h – Concurso de fantasia – categoria juvenil (palco Praça da Sombra)

16h – Mariachi Sol de América, grupo hispano-americano que coloca a música a serviço da felicidade (palco Praça da Sombra)

17h – Concurso de fantasia – categoria adulto (palco Praça da Sombra)
Palestra sobre ingredientes tradicionais do México com Hugo Delgado, promotor da gastronomia mexicana no Brasil e fundador do Taco Tuesday Brasil

18h – Exibição de luta livre com a participação de Bob Júnior (ringue Praça da Sombra)
Palestra sobre a tradição de Día de Muertos com Victor Barrionuevo

19h – Workshop de luta livre com Bob Júnior (ringue Praça da Sombra)

Festival de Tacos recebe diversas iguarias latinas

tacos___shutterstock

Um dos quitutes mais famosos da gastronomia mexicana será estrela do festival gastronômico que acontece na festa de Dia dos Mortos. Nacho Libre, La Mexicana, Dedo de La Chica, La Buena Station, Mexicaníssimo e La Sabrosa, integrantes do Taco Tuesday Brasil, além de Mi Sabor Latino, Dos Taqueria, Mexicano Loko e as tequilas José Cuervo e El Jimador são os representantes do México. Completam as delícias latinas os bolivianos Flora Fernandes, La Cholita e Pollo Loko, e o colombiano Obleas Guaca.

E para quem quer curtir o evento, mas prefere outro tipo de culinária, vai encontrar pastel, yakissoba, tempurá, espetinhos, comida baiana, lanches (pernil, picanha, calabresa e costela), galinhada, joelho de porco, batata frita, hambúrgueres, milk-shakes, espeto de fruta com chocolate, doces cristalizados, donuts, waffles, churros, água, sucos, refrigerantes e cervejas artesanais.

O cardápio mexicano dá água na boca. Quer conferir? Tacos de lombo suíno, carne bovina, frango, pernil, peixe, vegetariano (a partir de R$15,00); nachos (R$10,00 a R$35,00); quesadillas de carne bovina/suína, frango, queijo, vegetariana (R$12,00 a 26,00); tostitaco com carne moída, bacon, cebola e milho verde, refogados e flambado, misturado com feijão preto (R$25,00 porção com 4 unidades); burritos de carne bovina/suína, frango, vegetariano (R$25,00 a R$28,00); tlacoyos de frijol (R$15,00); chili dog (R$15,00); porções de guacamole (R$10,00) e chili (R$25,00). Os pratos podem vir acompanhados de repolho, chipotle, pico de gallo (vinagrete), salsa taquera etc. e diversos expositores oferecem combos. Que tal um delicioso brigadeiro de tequila (R$8,00 a R$15,00) como sobremesa? Para beber tem margaritas (a partir de R$14,00); Michelada – cerveja Sol temperada como no México ( R$12,00 a R$18,00); e as refrescantes água fresca de Jamaica e água de tamarindo (R$6,00).

E ainda tem mais iguarias latinas deliciosas: empanadas (R$5,00 a R$10,00); salteñas (R$10,00); chincharron – costelinhas suínas com batatas (R$30,00); choripan e sanduíches de pernil ou chola (R$25,00); costilla al palo (R$35,00); arepas com diversos recheios (20,00); patacones (R$23,00); hamburguesa colombiana (R$25,00 a R$35,00); obleas – feitos com discos de wafer recheados com doce de leite/frutas vermelhas/creme de avelã/doce de café/queijo/morango (R$10,00); limonada com coco, tradicional em Cartagena, na Colômbia (R$8,00); chicha morada – refresco artesanal de origem andina que leva milho roxo, abacaxi, canela, cravo e maçã (R$10,00).

A Festa Día de Muertos é uma realização do Consulado Geral do México em São Paulo, com apoio da Fundação Memorial da América Latina, patrocínio de Chili Beans e curadoria gastronômica da Art Shine Promoções e Eventos.

Serviço – entrada gratuita
Fiesta Día de Muertos
Festival de Tacos
Local: Memorial da América Latina (ao lado do metrô Barra Funda) – Praça da Sombra
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Data: 27 e 28 de outubro
Horário: das 11h às 20h
Estacionamento (pago): portão 15, mais próximo do auditório (preço único 25 reais); portão 8 (R$10,00 a 1ª hora; R$10,00 cada hora adicional)
Bicicletário: portão 9

Felicidades para aquela criança que todos trazemos dentro de nós

BOLA DE MEIA, BOLA DE GUDE

Há um menino, há um moleque
Orando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
O sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

Ele fala de coisas bonitas que
Eu acredito que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Caráter, bondade, alegria e amor

Pois não posso, não devo
Não quero viver como toda essa gente insiste em viver
Não posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude
O solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me
Alcança o menino me dá a mão

children-135
Foto: A2ua

Fernando Brant e Milton Nascimento

Música para o dia de hoje: Perfeição – Legião Urbana

Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja de assassinos covardes
Estupradores e ladrões

Vamos celebrar a estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação

Celebrar a juventude sem escola, as crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta de hospitais

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos

Comemorar a água podre e todos os impostos
Queimadas, mentiras e sequestros
Nosso castelo de cartas marcadas
O trabalho escravo, nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia e toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir, não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos o hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão

Vamos festejar a inveja
A intolerância, a incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a vida inteira
E agora não tem mais direito a nada

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror de tudo isto
Com festa, velório e caixão
Está tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou essa canção

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão

Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha que o que vem é perfeição

musica-perfeicao-legiao-urbana-og.jpg

P.S.: Renato Russo faz uma falta imensa!

Parque Buenos Aires recebe segunda edição do Music in the Park

Projeto consiste em apresentações musicais de jazz em parques municipais para reunir núcleos familiares e proporcionar momentos de felicidade e descontração

Aqueles que apreciam boa música e gostam de curtir o dia com a família e amigos já tem um compromisso marcado. A segunda edição do Music in the Park, projeto que consiste em criar momentos que fazem da cidade um lugar feliz, chega a São Paulo no domingo (30) das 10h30 às 16h no Parque Buenos Aires. No line-up, o público poderá se divertir ao som de grandes e importantes nomes da cena do jazz, como Felipe Garcia Quarteto (10h30 às 12h), Karine Aguiar (12h30 às 14h) e Jorginho Neto (14h30 às 16h).

Jorginho Neto, Guilherme Berenguer, Karine Aguiar, Anuar Tacach e Felipe Garcia
Jorginho Neto, Guilherme Berenguer, Karine Aguiar, Anuar Tacach e Felipe Garcia Foto Ali Karakas

A proposta dos eventos consiste em apresentações musicais em parques municipais para reunir núcleos familiares levando momentos de felicidade e descontração em ambiente acolhedor. Sob curadoria dos sócios Guilherme Berenguer e Anuar Tacach, em sua primeira edição, no Parque do Povo, o projeto reuniu mais de 10 mil pessoas e proporcionou aos frequentadores momentos de entretenimento aliados a um conteúdo musical de qualidade.

De acordo com dados da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, 90% das pessoas que frequentam parques municipais são moradores da região. “O nosso objetivo é levar o jazz até às pessoas. Queremos fazer com que esqueçam os problemas e curtam sua família numa trilha musical de altíssimo nível”, pontua Anuar Tacach. Para 2019, o projeto será realizado trimestralmente em quatro novos parques na cidade de São Paulo.

Com patrocínio de marcas como Shopping Pátio Higienópolis e Omint Saúde e apoio da Cyrela, Marsh e Gin Plymouth, a organização do evento visa realizar benfeitorias nos parques após os festivais.

“Nosso objetivo é proporcionar momentos felizes e agradáveis aos frequentadores dos parques e aos fãs deste estilo musical. A cena do jazz no Brasil está um pouco apagada e, justamente por isso, resolvemos inovar dando um tom mais fun na linguagem dos eventos de música instrumental, focando sua concepção mais na família e em ambientes acolhedores e agradáveis”, explica Guilherme Berenguer.

Jorginho Neto, Karine Aguiar, Felipe Garcia, Guilherme Berenguer e Anuar Tacach
Jorginho Neto, Karine Aguiar, Felipe Garcia, Guilherme Berenguer e Anuar Tacach – Foto: Ali Karakas

Vale citar que o evento é gratuito e aberto ao público.

Music in the Park
Data: 30/09/2018
Horário: 10h30 às 16h
Local: Parque Buenos Aires
Endereço: Av. Angélica, s/n – Higienópolis
Entrada: Gratuita

Para comemorar chegada da primavera, Vila 567 cria drinque e promove festa

Casa na Vila Madalena prepara bebida especial para embalar a mudança da estação que mescla sol quente e brisa fresca e que combina com ambientes abertos, como o rooftop da casa que receberá festa temática

Com cores vibrantes, sol e flores, a primavera chegou. E o Vila 567, casa da Vila Madalena com maior infraestrutura dedicada à música sertaneja, preparou uma programação especial para a chegada da estação.

Feito à base de vodka, xarope de tangerina, suco de limão siciliano, manjericão e sprite, o bar traz ao cardápio o coquetel exclusivo e refrescante, o Vila Spring. Boa pedida para o Happy Hour com os amigos, balada e para provar em um fim de tarde. O drink harmoniza com o ambiente descontraído que a casa proporciona e é ideal para consumo no rooftop com vista privilegiada para o bairro boêmio.

A partir desta quarta-feira, 26 de setembro, o Vila promove a Primavera Party, começando com o Happy Hour, das 18 até às 21 horas. É possível curtir shows ao vivo e aproveitar as mesas de boteco para colocar o papo em dia. Depois desse horário, o DJ da casa assume o posto com playlist inspirada em brasilidades. Para aqueles que preferem as comodidades de bar, a casa conta com dois bares independentes e um telhado acústico que mantém o equilíbrio do som — para que a música não atrapalhe o bate papo.

drinque 567 vila.JPG

Programação
27/09 – Flavia Ventura e Luana Marques
28/09 – Flavia Ventura e Ale Vieira
29/09 – Júlio Borges, Anna Luiza e Felipe Grani
30/09 – Júlio Borges e Nando & Ricky

vila 567 1

Vila 567 – Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP. Horários: Quartas-feiras – das 18h às 3h. Quintas e sextas-feiras – das 18h às 4h. Sábados – das 13h às 4h. Domingo – das 16h às 2h

Shopping Anália Franco: festa e programação especial para receber a primavera

O Shopping Anália Franco celebrará a chegada da primavera na próxima quarta-feira, 26, com um dia inteiro de atrações especiais para todas as idades e estilos. Na data, o centro de compras recebe a Party at the Mall, uma festa que mostra as tendências de moda da nova estação e ainda garante diversão para toda a família com aulas e experiências nas lojas e também nos espaços de convivência do empreendimento.

Programação gratuita para crianças e adultos

Entre os destaques da programação gratuita para as crianças estão as oficinas de slime, pulseiras e maquiagem, das 14 às 20 horas. Para os adultos, haverá temas que prometem agradar todos os perfis: workshops para a confecção de terrários (14h às 15h30) e ecobags personalizadas (16h às 17h30); aulas abertas de modalidades como ioga, acroyoga e danças (14h30, 15h30 e 16h30); palestra e degustação de vinhos da Costa do Pacífico (às 16h), entre outros.

Desfile em todos os pisos do Shopping

Um grande desfile com looks primavera/verão das marcas do Shopping Anália Franco está programado para às 18, 19 e 20 horas, visitando todos os pisos do mall com trilha sonora ao vivo do grupo de percussão Groove Samba. O público verá tendências como peças leves, com tecidos tecnológicos e também naturais, como linho e algodão, além de roupas esportivas usadas em diversas situações do cotidiano. Entre as cores que são destaques para a estação estão o amarelo, o lilás, o vermelho e as candy colors. Para animar ainda mais o ambiente, um trio de jazz, parceiros da loja Made in Brazil, fará apresentações às 15 e às 19 horas na praça de alimentação.

Atrações especiais nas lojas

Durante o dia, as marcas do empreendimento também terão diversas ações especiais, como coquetéis, personalizações, brindes e experiências. A Calvin Klein, por exemplo, terá degustação de cervejas artesanais; já na PB Kids, as crianças serão surpreendidas com shows de mágica das 15h às 18h. Além disso, os clientes que passarem pela Marlene poderão ver uma vitrine viva com modelos usando pijamas e degustar um café da tarde das 17h às 20h. Quem passar pela Quem disse, Berenice? vai aprender a fazer uma maquiagem express das 12h às 19h.

Promoção comprou ganhou

Os clientes que fizerem compras durante a Party at the Mall, em qualquer loja do Shopping, poderão trocar suas notas fiscais por um kit exclusivo com quatro taças para espumante de acrílico colorido. R$150,00 = 1 kit para brindar a chegada da nova estação.

analia franco.png

O roteiro completo e lojas participantes pode ser conferido clicando aqui.

Você gosta de ouvir Bach? Os porcos também

Música diminuiu brigas entre os suínos em experimento; animais também consumiram menos ração mantendo ganho de peso normal
Por Ane Cristina – Editorias: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas
porcos FotoHeribert Duling via Wikimedia Commons
A música foi escolhida com base em referencial teórico, o que era necessário por ser validação de um novo método – Foto:Heribert Duling via Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0 de

Suínos tiveram uma melhoria em seu bem-estar, algumas mudanças de comportamento e até apresentaram alterações alimentares ao ouvir música clássica. Esses foram os resultados da tese de doutorado Enriquecimento sensorial do ambiente buscando o bem-estar de suínos, realizada por Érica Harue Ito, com orientação de Késia Oliveira da Silva Miranda, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba.

Segundo a zootecnista, houve uma diminuição dos comportamentos agonísticos (brigas e perseguições) e um aumento nos comportamentos lúdicos (brincadeiras e interações entre eles) nos animais que ouviram o prelúdio da Suíte nº1 em Sol Maior para Violoncelo (BWV 1007), composta pelo alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750). Você pode ouvir a versão tocada para os porquinhos clicando aqui.

Outro fator observado pela pesquisadora foi o consumo de ração e ganho de peso. Érica diz que ficou surpresa em perceber que os porcos que ouviram música tiveram o mesmo ganho de peso consumindo uma quantidade menor de ração. Ela ressalta a importância dessa descoberta para o produtor de suínos: “50% do custo da produção de suínos é a ração. A melhora de 1% disso faz uma diferença muito grande para produtores de animais, que ganham em centavos.”

50% do custo da produção de suínos é a ração. A melhora de 1% disso faz uma diferença muito grande para produtores de animais, que ganham em centavos.

O estudo buscou validar o uso em campo aberto do método conhecido como enriquecimento sonoro. Em ambiente fechado, essa técnica já é melhor pesquisada e oferece a possibilidade de controlar fatores como temperatura e umidade. Em um campo aberto, esses fatores podem apenas ser monitorados. A música foi escolhida com base em referencial teórico, o que era necessário por ser validação de um novo método. “Como eu estava validando uma metodologia em instalações abertas, eu tinha que seguir alguma coisa que já existia na literatura. Pesquisei sobre rock, pagode, mas não encontrei nada. Por mim, eu colocaria”, comenta a pesquisadora.

A pesquisa foi feita com os porcos divididos em duas baias, que ficavam lado a lado, separadas por uma parede. A baia tratamento ouvia música, enquanto a baia controle não. A intensidade e a frequência do som foram monitoradas e a temperatura dos animais também, para garantir que não estavam com nenhuma doença. Os suínos ouviram a música durante um mês e a pesquisadora coletava dados a cada hora.

Segundo a zootecnista, para entender o mecanismo que levou a música a influenciar no consumo de ração e consequente ganho de peso dos animais, seria necessária uma pesquisa multidisciplinar, com psicólogos e neurocientistas. “Nós sabemos como é que a música influencia os seres humanos. Mas como influencia os animais? Será que ativa as mesmas regiões cerebrais que ativa em nós? Não há pesquisas sobre isso.”

porcos_suinos FotoAlexas_FotosCC0 Creative Commons via Flickr
Porcos que ouviram música tiveram o mesmo ganho de peso consumindo uma quantidade menor de ração. Essa é uma importante descoberta para os produtores de suínos – Foto: Alexas_Fotos/CC0 Creative Commons via Flickr

Érica comenta que o estudo é apenas parte de um quebra-cabeça, pois além de faltar entender como a música afeta os animais, há também a possibilidade de se testar outros gêneros musicais e avaliar se possuem o mesmo efeito. Ela pretende continuar pesquisando, mas ressalta que provavelmente será mais difícil agora, por ser bolsista da Capes (Conselho Superior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que, no início deste mês anunciou uma possível suspensão no pagamento de bolsas e a interrupção de programas de fomento à pós-graduação no País. “É um pouco difícil, ainda mais agora, com os problemas de bolsa e financiamento. Então os recursos vão ser prioritários para a área de saúde, para o que é ‘considerado importante’. Eu sei que vai ficar mais difícil agora, mas o intuito é continuar”, avalia a pesquisadora.

A aplicação direta da pesquisa seria para os produtores de animais, que podem utilizar a música, um recurso barato, ao qual todo mundo tem acesso, e se mostrou eficiente. Para além disso, fica a reflexão para a sociedade: “É muito fácil alguém que é leigo no assunto ter um cachorro ou um gato de estimação e entender que aquele animal sofre, sente fome, precisa de carinho e tem sentimentos. Mas é muito difícil ainda, para a grande maioria das pessoas, entender que a vaca que dá leite, o porco que dá carne, a galinha que dá ovo, também têm esses mesmos sentimentos”, afirma Érica. Sendo assim, nada mais justo do que buscar situações que proporcionem aos bichos viverem, se reproduzirem e crescerem de maneira agradável e de forma ética.

Você pode ter acesso à versão simplificada da tese Enriquecimento sensorial do ambiente buscando o bem-estar de suínos clicando aqui.

Mais informações: e-mail ericaito@usp.br com Érica Harue Ito

Fonte: Jornal da USP