Arquivo da categoria: orgânico

Apfel, restaurante vegetariano e orgânico, recebe mostra com 22 artistas

Uma apaixonada pelos mistérios da terra e de tudo o que pode nascer pela vontade da natureza, assim é Mylenne Signné, chilena radicada no Brasil há 30 anos. Ela propõe mais do que um modo saudável de se alimentar, apresentando, sobretudo, um estilo de vida e de nutrição.

Sua vida, desde maio de 2002, é dedicar carinho, amor e atenção ao restaurante vegetariano e orgânico Apfel, nos Jardins. Amante de cores, aromas e sabores, Mylenne aprecia substituir ingredientes. Como toda admiradora da nutrição orgânica, a chef sabe respeitar o tempo certo de cada safra, a colheita de cada legume ou verdura possui seu período certo na cozinha do restaurante.

Da cozinha de sua tia-avó no Chile, ela carrega as lembranças mais saborosas da infância. No Brasil, aprendeu a importância da cozinha vegetariana , com uma das precursoras deste tipo de alimentação ( Tia Lúcia, proprietária do primeiro vegetariano de Saõ Paulo) em um país ainda novato e pouco entusiasta deste tipo de culinária.

Seu restaurante, além de vegetariano e orgânico, é sustentável; a equipe cuida de uma horta própria, reusa a água e estimula o aproveitamento total dos alimentos. Seu lifestylle, carrega o conceito natural de seu comportamento, e esta definição é traduzida nos pratos que a chef prepara no Apfel.

apfel 2.png

São 18 opções de saladas e 17 de pratos quentes, além das sobremesas, que variam todos os dias. A estrela dos doces é a torta de frutas vermelhas, que está entre as mais pedidas pelos clientes e habitues. Além disso, a casa oferece alguns eleitos do público, como o nhoque de beterraba com pesto de brócolis, o risoto de quinoa com legumes e shitake e, claro, as empanadas chilenas na versão da chef.

apfel1

Para Mylenne, “nada é novo, tudo se reinventa”, e ela gosta mesmo é de “ brincar” com as alquimias deliciosas de uma cozinha rica em sabor, cor e textura. O restaurante também produz sob demanda, aceita pedidos de buffet em domicílio, previamente combinado com a chef, que poderá estabelecer as melhores opções de entradas, prato principal e sobremesa, de acordo com a ocasião.

Pet friendly e amante de bicicletas também possuem espaço no restaurante – vale conhecer o Apfel Bike, com localização privilegiada, o local traduz a convicção de que viver bem é apenas mudar hábitos e atitudes. Mylenne nos mostra, com sua casa, que reunir amigos e família ao redor de uma mesa, é apenas o reflexo de uma nova forma de viver .

Mostra Elementos

Hoje (11) ocorre a inauguração da mostra Elementos. Trata-se de uma coletiva com 22 artistas apresentando obras em diferentes estilos, técnicas e materiais, indo desde as tradicionais telas aos mais inusitados materiais, como os refugos da joalheria. As obras ficarão expostas até o dia 11 de maio. A abertura será realiza esta noite, das 18 às 21 horas.

apfel

Apfel Jardins – Rua Bela Cintra, 1343 – Jardins – São Paulo – SP – Horário de funcionamento: de segunda a sexta: das 11:30h às 15h. Sábados, domingos e feriados, das 11h às 16h. Valores: preço único R$ 37,90 de segunda a sexta-feira; e R$ 43,90 aos sábados, domingos e feriados. 

Nutricionista ensina passo a passo para manter a alimentação equilibrada

Recentemente, comemoramos o Dia da Saúde e Nutrição (31/03). Para ressaltar a importância de cuidar da alimentação e para que isso se reflita em longevidade e qualidade de vida, Mariana Maciel, nutricionista do dr.consulta, rede de centros médicos, explica os dez passos para uma alimentação saudável, indicados pelo Ministério da Saúde:

1. Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação

vegetais

Na hora de selecionar o que deve ser ingerido diariamente, as pessoas devem dar preferência para alimentos frescos, que não tenham passado por nenhum ou pouco processo de beneficiamento, como grãos, raízes, legumes, verduras, frutas etc. “Evite consumir alimentos industrializados e prontos para o consumo. A orientação é para tentar desembalar menos e preparar mais os alimentos em casa, envolvendo a família sempre que possível. Pode ser mais divertido e certamente será mais saudável”, afirma Mariana.

2. Utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias

sal-marinho-seasalt

Muitos consideram todos esses itens grandes vilões da alimentação. O que nem todo mundo sabe é que quando bem escolhidos e bem dosados, eles contribuem para o desenvolvimento e funcionamento do nosso corpo. “Como o brasileiro em média consome sódio demais, vale estar atento para diminuir a adição de sal nos alimentos preparados e também evitar os que contêm sódio demais em sua composição, como temperos prontos, molho inglês e de soja, salgadinhos e petiscos, alimentos em conserva, enlatados, embutidos e curados, entre outros”.

3. Limitar o consumo de alimentos processados

graos integrais everyday health
Foto: Everyday Health

Como todo ser humano, vez ou outra não é pecado comer alimentos processados. Porém, com certeza não devem ser a base do cardápio diários. Isso porque o modo de preparo desses alimentos altera de maneira desfavorável sua composição nutricional. “Procure aumentar os alimentos ricos em fibras e integrais, pois eles diminuem a absorção do colesterol, são mais nutritivos e ajudam no trânsito intestinal. Exemplos: arroz e pão integral, cereais integrais, vegetais e frutas crus e com casca, sementes e frutas secas”, explica a especialista.

4. Evitar o consumo de alimentos ultraprocessados

macarrao instantaneo
Pixabay

Biscoitos recheados, salgadinhos de pacote, refrigerantes e macarrão instantâneo são alguns dos exemplos de alimentos ultraprocessados. Por conta de sua composição, possuem pouco ou nenhum valor nutricional. “Leia sempre o rótulo dos alimentos e a lista de ingredientes. Procure sempre aqueles que você conhece todos os ingredientes e tenham a menor quantidade de aditivos”, indica Mariana.

5. Comer com regularidade e atenção em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia

jantar almoço comida vinho mulher

É importante manter uma rotina de alimentação, tentando ter uma regularidade nos horários das refeições principais, como café, almoço e janta, além de evitar ficar beliscando ao longo do dia. Preste atenção no que você está levando à boca; o momento da refeição tem que ser prazeroso e aproveitado. Procure comer acompanhado, em locais limpos, confortáveis e tranquilos e onde não haja estímulos para o consumo de grandes quantidades de alimento. Isso favorece o comer com regularidade e atenção. “Coma sentado, devagar, mastigando bem, descansando os talheres a cada garfada e não combine a refeição com outras atividades como ler ou assistir televisão”, revela a nutricionista.

6. Fazer compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados

organicos

Apesar de não estar diretamente relacionado ao ato de comer, o local onde são feitas as compras pode influenciar e muito na escolha de alimentos e em como as refeições serão montadas posteriormente. Assim, busque mercados que possuam a parte de hortifruti, feiras livres etc. “Fique atento também para não sair de casa com fome. Isso interfere bastante na escolha das compras e nas quantidades. E sempre que possível, opte por alimentos orgânicos”.

7. Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias

avo neta cozinha freepik
Freepik

Procure aprender técnicas culinárias diferentes para variar os modos de preparo e deixar o cardápio mais apetitoso. “Troque com familiares e amigos conhecimento e aprendizados. Isso enriquece não somente o prato, como também nossas relações com as pessoas que nos cercam. Isso faz com que desfrutemos mais da alimentação e garantimos a origem e o preparo do que comemos”, afirma Mariana.

8. Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece

despensa
Foto: Onehundreddollarsamonth

Busque dedicar um tempo à organização de sua despensa, assim como se planejar para fazer as compras e montar cardápios semanais. Procure dividir com a família as tarefas que remetem ao preparo das refeições. “Todos saem ganhando saúde e qualidade de vida, afinal a alimentação faz parte do nosso seguro de vida. Não podemos deixar para comer o que der, quando der”.

9. Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora

749_buffet-feijoada-no-restaurante-ccultura-caseira

A correria do dia a dia não permite que tenhamos uma refeição preparada por nós mesmos, de maneira fresca, todos os dias. Vez ou outra precisamos comer fora e, apesar de todas as tentações disponíveis, é importante selecionar um local que prepare suas refeições na hora, como restaurantes de comida por quilo. “Evite grandes redes e fast-foods ou locais que ofereçam comidas congeladas”, alerta a especialista.

10. Ser crítico quanto às informações e orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais

television

Tenha em mente que a publicidade visa vender produtos, não oferecer informações de qualidade. Preste a atenção nas mensagens que forem passadas e absorva-as com um olhar crítico. “Se tiver alguma dúvida sobre algum produto, cheque com um especialista”.

Por fim, tenha paciência, pois o processo de reeducação alimentar e a adoção de um estilo de vida mais ativo não pode e nem deve ocorrer subitamente. “Para ser duradouro, deve ser um processo longo e vagaroso”, finaliza.

Fonte: dr.consulta

 

Easy Organic oferece comida orgânica para você levar para casa

O Burger de Quinua com Abóbora do Easy Organic é feito com quinua cozida, granola salgada, castanha-do-pará, abóbora, cebola, sal, aveia, pimenta preta, linhaça, água, tomilho limão, cebola, alface (ou outra folha verde) e tomate, tudo orgânico.

burguer quinoa.jpg

Esse lanche fica na geladeira “Grab’n’Go”. Além dele, no Easy você vai encontrar outros pratos orgânicos prontos para levar para casa como Bruschetta, Geleia de Laranja, Cebola Caramelada, Burger de Quinua com Beterraba e vários outros produtos, desenvolvidos especialmente para o restaurante por profissionais do segmento.

Easy Organic Food Solutions

Inaugurado em fevereiro de 2018 no badalado bairro da Vila Madalena, em São Paulo, o Easy Organic Food Solutions foca seu conceito nos alimentos orgânicos, na agricultura limpa e sustentável, na valorização do pequeno produtor de orgânicos, contribuindo desta forma para a saúde humana e do planeta, além de resgatar o alimento na sua forma íntegra, com energia positiva.

“Nossa base é o alimento orgânico certificado, de origem, oriundo de pequenos produtores, que são nossos parceiros. Acreditamos que, desta forma, estamos na vanguarda de um negócio sustentável e podermos oferecer aos clientes uma gastronomia com apreço e respeito ao meio ambiente e a saúde”, comenta Fernando Pupo, que divide a direção da casa com a mulher, Renata.

Em janeiro deste ano, o casal abriu a segunda unidade do Easy Organic Food Solutions, esta no Shopping Vila Olímpia, também em São Paulo.

geladeira-grabandgo-a9cfec06.jpeg

Easy Organic Food Solutions – Vila Madalena – Rua Mourato Coelho, 1.223, Vila Madalena São Paulo – SP. Horário de funcionamento: segunda a sexta – das 8h às 18h. Sábados, domingos e feriados – das 9h às 18h.  Café da manhã: diariamente, das 8h às 11h.

Easy Organic Food Solutions– Shopping Vila Olímpia – Rua das Olimpíadas -360- Vila Olímpia Loja 119 – Térreo – São Paulo – SP (é fácil o acesso ao Easy pela Rua Fidêncio Ramos, 393 – Torre B –, pois fica no térreo do shopping). Horário de funcionamento: de segunda a domingo: das 8h às 22h. Café da Manhã: das 8h às 11h. Almoço: das 12h às 15h. Happy Hour /Chá da tarde: das 16h às 19h. Jantar: das 19h às 22h.

Cosmético vegano, orgânico ou cruelty free? Conheça as diferenças

Pesquisador em cosmetologia Lucas Portilho explica o que significa cada uma destas nomenclaturas, que cada vez mais aparecem nos rótulos de cosméticos devido ao aumento de consumidores preocupados com a sustentabilidade.

Com o crescimento da preocupação geral com o meio ambiente e de movimentos como o veganismo, o mercado dermatológico vem investindo cada vez mais em produtos naturais e veganos. Já é possível encontrar nas prateleiras de mercados e farmácias cosméticos para todas as etapas de cuidados com a pele e com os cabelos.

Mas na hora de escolher quais produtos levar para casa surge a dúvida: vegano, orgânico ou cruelty free? Para ajudar a entender melhor o pesquisador em Cosmetologia Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma, explicou a principal diferença entre cada um destes produtos. Confira:

cosmeticos naturais veganicos organicos

– Cosméticos orgânicos: “Também conhecido como sustentável, o cosmético orgânico é aquele que tem um baixo impacto ambiental. E, para ser considerado orgânico, o cosmético deve ser certificado por órgãos específicos. Para isso o cosmético precisa que 95% do total das matérias primas presentes no produto sejam orgânicas e os outros 5% devem ser matérias primas permitidas em cosméticos orgânicos.”

cosmetico_flores_organico_natural

– Cosméticos veganos: “Cosméticos veganos são aqueles que não possuem nenhum ingrediente de origem animal e também não são testados em animais. Os cosméticos veganos não precisam nem conter ingredientes orgânicos ou vegetais, podem até mesmo ter em sua formulação componentes sintéticos, desde que nada em sua composição seja derivado de animais. O problema é que os cosméticos não precisam, obrigatoriamente, de uma certificação para serem considerados veganos.”

cruelty-free-grey820

– Cosmético Cruelty Free: “Quer dizer cosmético livre de crueldade, ou seja, é aquele produto que não é testado em animais. Porém, hoje quase não existem mais cosméticos testados em animais, pelo menos no Brasil. Grande parte dos cosméticos brasileiros, se não todos, são testados em seres humanos através do patch test, um teste realizado em laboratório e acompanhado por um dermatologista onde um adesivo com o produto é aplicado sobre a pele de um grupo de voluntários para avaliar a irritabilidade e a sensibilidade das pessoas em relação ao produto. Se nenhum destes voluntários apresentar algum tipo de reação o produto é considerado dermatologicamente testado.”

E, diferente do que muitas pessoas pensam, a eficácia dos cosméticos veganos e orgânicos é a mesma de produtos convencionais. O que realmente muda é o preço, principalmente em produtos orgânicos, já que as matérias-primas orgânicas certificadas tendem a ser mais caras, o que acaba impactando no preço do produto final. Mas claro que tudo depende da composição.

“Hoje o número de ingredientes não orgânicos e veganos é muito maior, então temos um leque muito maior de componentes para adicionar em cosmético convencionais. Porém, este cenário já está mudando e em feiras e congressos internacionais é cada vez mais comum ver empresas lançando matérias primas sintéticas em versões vegetalizadas”, destaca o pesquisador.

Mas o grande problema quando falamos de cosméticos orgânicos e veganos é o fato de a Anvisa, a agência fiscalizadora de cosméticos, não possuir a capacidade de avaliar se um produto é orgânico ou não, vegano ou não, o que fica a cargo de certificadoras independentes. Com isso, várias empresas acabam afirmando que seu produto é vegano ou eco-friendly, quando, na verdade, não é.

“Então, para ter certeza de que o produto que você está adquirindo é realmente vegano ou orgânico, é preciso atentar-se aos selos e certificações. Os mais comuns neste tipo de produto são os selos da Cosmos, IBD e Ecocert”, finaliza Lucas.

Fonte: Lucas Portilho é Consultor e pesquisador em Cosmetologia, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma e Pesquisador em Fotoproteção na Unicamp. Especialista em formulações dermocosméticas e em filtros solares. Diretor das Pós-Graduações do Instituto de Cosmetologia e Ciências da Pele Educacional, Hi Nutrition Educacional e Departamento de Desenvolvimento de Novas fórmulas. Atuou como Coordenador de Desenvolvimento de produtos na Natura Cosméticos e como gerente de P&D na AdaTina Cosméticos. Possui 17 anos de experiência na área farmacêutica e cosmética. Professor e Coordenador dos cursos de Pós-Graduação com MBA do Instituto de Cosmetologia e Ciências da Pele Educacional. Coordena Estágios Internacionais em Desenvolvimento de Cosméticos na Itália, França, Mônaco e Espanha. Atua em desenvolvimento de formulações para mercado Brasileiro, Europeu e América Latina

Como fazer uma horta em casa

Dr. Planta, especialista da Petz, orienta como cultivar temperos em vasos ou jardineiras

A primavera é a melhor época para plantas. A estação favorece a elevação da umidade do ar, as chuvas, as temperaturas moderadas e os dias mais longos que as noites. Para aproveitar esse momento, o gerente comercial da linha garden e piscina da Petz, Marcio Alexandre, conhecido como o Dr. Planta, dá dicas para montar uma horta em casa.

“O cultivo das plantas é uma atividade relaxante, ajuda no bem-estar e deixa um visual bonito na casa, além de fazer bem para a saúde, pois permite uma a alimentação com ingredientes frescos, afirma o Dr. Planta. A dica é plantar em espaços que recebam bastante sol (preferencialmente pela manhã), independentemente do tamanho.

Uma parede da sacada do apartamento ou do quintal da casa pode se tornar uma horta vertical repleta de temperos e especiarias, assim como uma jardineira pode ser destinada ao cultivo das ervas. As regras básicas são: iluminação natural, lembrar-se de regar a horta e se certificar de que as espécies escolhidas são ideais para o espaço.

A horta vertical se ajusta a qualquer espaço e proporciona um visual único. Ela pode ser instalada em painéis de madeira, vasos presos direto na parede ou, até mesmo, estantes com diversas prateleiras.

Passo a passo

1 – Prepare os vasos ou jardineiras com uma camada de argila expandida ao fundo, seguida de uma manta de drenagem e, por fim, terra especial para o plantio.

2 – Adicione as mudas, tomando bastante cuidado com as raízes.

3 – Acomode as plantas nos seus respectivos vasos e preencha o espaço vazio com mais terra.

4 – Regue a terra e as folhas.

horta_foto1

5 – Distribua os vasos na estrutura escolhida e coloque etiquetas decorativas, facilitando a identificação de cada plantinha.

6 – A maioria das ervas e temperos precisam de água, dependendo da região e do local a necessidade pode variar, recomendo diariamente ou com intervalo de 1 dia, porém sem encharcar. Como ficam diretamente ao sol, com mínimo de 4 horas, sua necessidade de água é maior em relação a outras plantas.

7 – Como sugestão, para finalizar a horta, seja ela vertical, horizontal, em canteiro ou vaso, colocar uma camada de casca de árvore, além de ficar com o acabamento bonito, protege a camada do solo, mantendo a umidade do mesmo e evitando o crescimento de pragas ao redor das plantas.

8 – Outra dica, colocar sempre o dedo na terra verificando a umidade. Se estiver úmido, não precisa molhar, caso contrário fazer a rega.

9 – Geralmente, as plantas com falta de água começam a murchar, identificando claramente sua necessidade.

Quer aprender a montar uma horta vertical? Assista ao vídeo preparado pela Petz, clicando aqui.

Opções para a horta caseira:

Alecrim

Alecrim MGD©
Alecrim – Foto: MGD©

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: sol pleno, mínimo de 4 horas para ter um produto de qualidade.
Pode ser usado para: tempero para carnes, legumes e batata. O chá de alecrim é muito conhecido pelas suas propriedades medicinais.

Cebolinha

cebolinha creative commons
Foto: CreativeCommons

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: sol pleno, mínimo de 4 horas para ter um produto de qualidade.
Pode ser usado para: tempero carnes e legumes.

Hortelã

hortelã
Foto: Maria Mas/Morguefile

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm. Tenha sempre a hortelã sozinha no vaso. Caso plante em jardineiras e for dividir espaço com outras espécies, coloque uma divisória entre ambas para que a hortelã não “mate” a planta vizinha.
Necessidade de luz: a hortelã ou menta pode ser cultivada em lugares ensolarados ou em sombra parcial com alta luminosidade.
Pode ser usado para: comida árabe, saladas e água aromatizada.

Manjericão

manjericao crative commons
Foto: CreativeCommons

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: necessita de alta luminosidade e deve receber luz solar direta por pelo menos 4 horas.
Pode ser usado para: tempero para molho vermelho e base para molho pesto.

Orégano

oregano pixabay
Foto: Pixabay

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: sol pleno, mínimo de 4 horas para ter um produto de qualidade.
Pode ser usado para: tempero para carnes, molhos, massas, legumes.

Salsinha

salsinha

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: pode ser cultivada em lugares ensolarados ou em sombra parcial com alta luminosidade.
Pode ser usado para: tempero para carnes, molhos e legumes.

Tomilho

tomilho

Necessidade de espaço: plantar mudas com espaçamento de 10 cm.
Necessidade de luz: sol pleno, mínimo de 4 horas para ter um produto de qualidade.
Pode ser usado para: carnes vermelhas em geral.

Fonte: Petz

 

Salvar

Veja como a alimentação pode influenciar na saúde da pele, unhas e cabelos

Além da dieta, os ingredientes também são usados como princípio ativo em diversos cosméticos naturais, confira as vantagens

O segredo para ter uma pele perfeita começa na mesa. Ao contrário do que muitos pensam, uma alimentação natural e nutritiva é o método mais eficaz de garantir a saúde e beleza da cútis. Além de ser muito mais seguro e econômico do que investir em tratamentos estéticos caros e, muitas vezes, invasivos. Um cardápio saudável pode ajudar a reduzir a oleosidade e deixar a pele bonita, hidratada, livre de manchas, acnes e, até mesmo, ruguinhas e marcas de expressão.

Basta observar os rótulos dos principais cremes e cosméticos para notar que suas fórmulas contam com componentes antioxidantes, além de vitaminas e minerais. E esses nutrientes são extraídos, justamente, dos alimentos. Essas substâncias são a base da construção dos nossos tecidos, por isso, nada melhor do que suprir essa necessidade de dentro para fora antes de recorrer a métodos mais extremos para melhorar a aparência da pele.

Além de saborosos, alguns alimentos também são funcionais. Conhecidos também como superalimentos, eles possuem propriedades que ajudam a ativar a circulação sanguínea, combatem inflamações e ainda são fontes de vitaminas que estimulam a renovação da pele.

Beleza de dentro para fora

mulher comendo peixe

Pode se preparar para dar uma passada na feira porque o tratamento de beleza mais indicado pelos médicos vem diretamente da cozinha. A médica Maria Clara Couto, especialista em dermatologia e consultora do portal Use Orgânico afirma: “Uma dieta balanceada, que prioriza ingredientes naturais, é capaz de fornecer todo o aporte nutricional que o organismo precisa para se manter saudável, e isso também se reflete na aparência da pele, unhas e cabelos. Por isso, um cardápio rico em substâncias antioxidantes, fibras, citrinos, vitaminas e sais minerais é fundamental para a saúde das células e tecidos”.

Segundo ela, essas substâncias são responsáveis pela maciez e o brilho natural da pele, fortalecimento das unhas e, até mesmo o crescimento capilar.

De olho na composição

mulher frutas maçã

Sabe aquelas receitas da vovó, cheias de ingredientes caseiros e naturais? Elas voltaram com tudo e estão em alta no mundo da beleza. Inclusive, os alimentos também invadiram o setor de cosméticos. Atualmente as marcas investem cada vez mais nessa matéria prima em detrimento de substâncias geneticamente modificadas, componentes sintéticos e aditivos químicos.

Além de nutrir de dentro para fora, as propriedades benéficas desses ingredientes também podem ser aproveitadas no uso tópico, como é o caso de muitos produtos para o cabelo, pele e unhas que encontramos no mercado. A proposta é nutrir, potencializar a saúde, prevenir os danos externos e minimizar a ação do tempo.

Para garantir um tratamento ainda mais eficaz e completo a especialista afirma que é possível aliar uma alimentação saudável ao uso desses cosméticos naturais. Por isso, vale a pena, além da dieta, ficar de olho na composição dos seus produtos de beleza.

Confira a seguir alguns dos principais ingredientes que devem estar regularmente em seu cardápio e na fórmula dos seus cosméticos para potencializar ainda mais sua saúde e beleza.

Óleo de coco:

oleo de coco

Além de delicioso, o coco rende dois derivados muito famosos, tanto na culinária brasileira quanto no ramo dos cosméticos: o leite e o óleo de coco. Entre os óleos vegetais, o do coco especificamente é, sem dúvida, o queridinho de quem busca uma rotina mais saudável. Consumido em receitas doces, salgadas ou em substituição do óleo comum em preparações mais leves, esse ingrediente é rico em ácidos graxos essenciais e vitamina E, ideais para manter a pele hidratada, macia e longe das rugas, por isso é muito comum encontrá-lo na composição de cosméticos hidratantes para a pele e cabelos. Além disso ele contém ácido láurico, um agente antibacteriano e antiviral poderoso, capaz de proteger o corpo contra vírus, infecções e inflamações.

Leite de coco

leite de coco lisa redfern pixabay
Foto: Lisa Redfern/Pixabay

Já o seu leite, além de substituir o leite de vaca para aqueles que sofrem com intolerância à lactose, também é muito usado em sobremesas e receitas. Rico em vitamina C, B1, B3, B5 e B6, além de sais minerais essenciais como cálcio, selênio, magnésio, fósforo, ferro, potássio, cobre, zinco e manganês, o leite de coco ajuda a proteger contra os efeitos nocivos da radiação ultravioleta do sol e promove uma pele e um cabelo mais saudáveis​​. Ele também é eficaz no tratamento de queimaduras solares, no uso tópico, reduzindo a vermelhidão e restaurando a umidade da pele, além de suavizar e prevenir o ressecamento e a descamação.

Abacate

abacate
Rico em óleos que restauram a hidratação natural da pele e dos cabelos, o abacate pode ser usado in natura diretamente sobre a área tratada. Mas, atualmente, também é possível encontrar diversos cremes e produtos capilares com o óleo da fruta como princípio ativo e, além da hidratação, um de seus efeitos mais notáveis é o brilho que ele confere às madeixas. Para ficar ainda melhor, ele pode ser aplicado em qualquer tipo de pele ou cabelo, pois não provoca oleosidade excessiva, pelo contrário, suas gorduras boas são importantes para garantir mais elasticidade. O abacate também é uma ótima fonte de vitaminas A, D e E, e o uso tópico é indicado à vontade, no entanto, como alimento, a fruta deve ser consumida com moderação, já que, em excesso, pode colaborar para o ganho de peso.

Frutas cítricas

citricos citricas nicole franzen
Foto: Nicole Franzen

A vitamina C presente nessas frutas ajuda a proteger a pele dos danos solares e ainda contribui para a formação do colágeno. Além de consumir a fruta in natura ou em receitas mais elaboradas, também é possível aplicar diretamente na pele ou misturar com outros ingredientes e cremes para potencializar os efeitos. Esse nutriente, além de ser um poderoso antioxidante, ainda tem a função de uniformizar o tom da pele. Por isso, inclua na sua rotina frutas como limão, acerola, laranja, kiwi, morango entre outras frutas.

Cenoura
Esse alimento é muito famoso no verão, já que age turbinando o bronzeado, mas os seus benefícios não param por aí. O ácido lipóico, presente na cenoura, é capaz de revitalizar a pele do rosto e, de quebra, ainda ajuda a combater os radicais livres, prevenindo contra o aparecimento das rugas e o envelhecimento precoce da pele, graças às suas propriedades antioxidantes. Ela também concentra uma boa quantidade de vitamina A, graças aos seus betacarotenos, que são precursores desse nutriente, por isso ela é muito eficaz no tratamento de acne e peles oleosas. E ela ainda atua na síntese do colágeno, proteína que garante mais firmeza à pele.

Mel

mel
Além de ser delicioso e amplamente usado na culinária, esse ingrediente natural possui imensa versatilidade quando a receita é voltada para a beleza. Aplicado na pele ou nos cabelos, o mel tem a função de esfoliar o corpo, quando misturado a algum agente, hidratar lábios ressecados, clarear manchas, aliviar queimaduras provocadas pelo sol e tratar os cabelos. Ele contém ácido glucônico, que ajuda na remoção de células mortas, promovendo o aspecto saudável na pele. Sua composição é rica em água, minerais, aminoácidos e vitaminas do complexo B, C, D e E, por isso ele não pode ficar de fora da sua rotina de cuidados com a pele e cabelos.

Ovo

ovos cozidos stocksy
Stocksy

Esse superalimento já sofreu com uma injusta fama, mas, nos últimos tempos a ciência provou que, além de ser um ingrediente do bem, ele também é fundamental para a nossa saúde, por isso não pode ficar de fora da dieta. Mas a proteína do ovo tem um potencial ainda maior, por isso, é cada vez mais comum encontrar receitas caseiras que incluam o ingrediente e, até mesmo, diversos cosméticos que já exploram seus benefícios em suas fórmulas. Graças ao seu alto teor de minerais, como o enxofre, além das vitaminas A, B, D e E, o ovo atua no fortalecimento capilar, promovendo o crescimento saudável dos fios. E seus benefícios se estendem também para as unhas e pele. A albumina, presente em grande quantidade no alimento, é uma proteína poderosa com poder cicatrizante e efeito tensor que ajuda a deixar a pele mais lisa e minimizar a flacidez.

Quanto mais natural melhor

FreeGreatPicture compras supermercado
FreeGreatPicture

Para potencializar ainda mais os efeitos da alimentação e dos cosméticos a dica da especialista é apostar em ingredientes naturais e marcas confiáveis: “A alimentação correta pode fazer toda a diferença em um tratamento para a pele, seja ele estético ou dermatológico. É possível aliar a dieta a receitas caseiras para o uso tópico e produtos cosméticos funcionais. Além disso, é importante buscar a orientação de um especialista para verificar o que é mais adequando ao seu tipo de pele. Para quem deseja extrair o máximo de benefícios com segurança, o ideal é investir em produtos que priorizem os ativos da natureza, reduzindo a quantidade de substâncias sintéticas e aditivos químicos, que podem causar danos a longo prazo. Por isso, investir no natural não é só mais saudável, como também é uma forma de prevenção” – finaliza a especialista.

Fonte: Use Orgânico

Casa Santa Luzia faz quinzena especial de alimentos orgânicos

Até o dia 13 de outubro a Casa Santa Luzia realiza a 14ª Quinzena de Alimentos Orgânicos, com exposição, oferta de produtos livres de agrotóxicos e degustações. Durante esses 15 dias, os consumidores poderão conhecer e provar azeites, sucos, chás, iogurtes, molhos de tomate, bolos, leite, todos com o selo de certificação.

As degustações são realizadas diariamente, das 11 às 19 horas, no mezanino, no hortifrúti e na adega da loja. Alguns destaques incluem café Latitude 13, as marcas Bio2, Mãe Terra e os camarões Sabores da Costa.

A programação conta ainda com produtos frescos de pequenos produtores, como os morangos e verduras do Rio de Uma, cenouras e brócolis da Ecovida, cogumelos da Yuki e couve manteiga e abobrinhas italianas do Direto da Serra.

Já no dia 13 de outubro, sábado, será montada uma Feirinha Orgânica no mezanino, com degustações e ofertas de frutas, legumes, verduras e laticínios, das 10 às 17 horas.

Além de experimentar e tirar dúvidas sobre os produtos, a quinzena é uma oportunidade para abastecer a despensa com produtos em oferta. Algumas marcas de importação própria incluem: Isolabio, Costa D’Oro e vinhos Domaine Bousque.

legumes frutas organicos

Programação – 14ª Quinzena de Alimentos Orgânicos na Casa Santa Luzia

Degustações (das 11 às 19 horas, no mezanino, adega e no hortifrúti da loja)

2/10 – Fazenda Tamanduá, Four Organic
3/10 – Wax Green, Fazenda da Toca
4/10 – Cia Orgânica, Jatobá, Lapinha, Casa de Bento, Ecovida
5/10 – Amma, Mama Gê, Vitalin, Harts, Stein Haus, Label Rouge
6/10 – Bio2, Monama, Suavipan, Wewi, Vitoria Regia, Yuki
9/10 – Dr. Orgânico, Uva Só, Econut, Legurmê, Sabores da Costa, Capela da Penha
10/10 – Korin, Mãe Terra, Copra, Faz. Timbaúba, Sabores da Costa, Rio de Uma
11/10 – Blessing, Aecia, Native, Latitude 13, Sabores da Costa, Vinho Emiliana, Direto da Serra
13/10 – Latitude 13, Sitio Caipirinha

Sobre o setor de alimentos orgânicos

A Casa Santa Luzia oferece, há 13 anos, um setor especialmente dedicado a alimentos especiais que inclui, além dos orgânicos, produtos integrais e para dietas especiais (sem glúten, sem lactose, diet e light). Entre as categorias disponíveis estão: cereais e conservas, matinais, geleias e doces, bebidas, chás, cafés e massas, entre outros. Também oferece uma seção exclusiva de alimentos orgânicos em sua loja virtual. Vale a pena conferir.

Casa Santa Luzia: Alameda Lorena, 1471 – Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8h às 20h45

Desinchá combina oito ingredientes e ajuda o corpo a desinchar

Sempre em busca de produtos com qualidade e que ofereçam ótimos benefícios à saúde, a Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis trouxe aos seus clientes o “Desinchá”, bebida em sachê produzida com ingredientes cuidadosamente selecionados e naturais, que garantem melhor qualidade e potencializam os benefícios do produto.

chá

Sem glúten, lactose, conservantes, adoçantes e zero caloria, o “Desinchá” é um ótimo aliado para quem possui metabolismo lento e busca meios naturais, em paralelo com a atividade física, para diminuir o peso. Sua fórmula foi desenvolvida com o auxílio de nutricionistas,por meio de pesquisas científicas e com base em uma série de testes a fim de promover resultados importantes, que são constantemente desejados pelas pessoas, como aceleração do metabolismo, redução do inchaço do corpo, ganho de energia, mais saúde, além, claro, da perda de peso.

A bebida combina ervas como o chá verde, a carqueja, o mate verde, a hortelã, o gengibre, o guaraná, a sálvia e o alecrim, que são reconhecidas por suas propriedades. São oito ingredientes 100% naturais. A proporção de cada ingrediente é o segredo para os resultados que o “Desinchá” promove. Ou seja, trata-se de uma mistura surpreendente, com sabor harmonioso e para lá de saudável.

desinchá

O “Desinchá” está disponível nas prateleiras das 16 unidades da rede Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis – que reúne ainda um mix de aproximadamente seis mil itens e conta com mais de 90 marcas, incluindo produtos integrais, sem glúten, sem açúcar, diet, light, sem lactose e orgânicos. A Terra Madre conta com lojas em GO, DF, RJ, MG e SP (Capital e Interior).

Desinchá – caixas com 60 sachês. Preço médio: R$ 86,00

Informações: Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis

Biguaçu recebe feira ecossolidária no Campus da Univali

Hoje, 20 de setembro, a Universidade do Vale do Itajaí (Univali) recebe, em Biguaçu, artesãos e produtores de alimentos veganos e orgânicos para a realização da edição de setembro da Feira Universidade EcoSolidária. O encontro ocorre, entre 15 e 21 horas, no corredor térreo do bloco 1, do Campus localizado às margens da BR 101, em Biguaçu.

O encontro, que marca a chegada da primavera e integra a programação do 14º Festival Cultural da Univali, contará com a participação de empreendedores solidários da região. No local, além da comercialização de produtos, a feirinha oferecerá uma programação diversificada com apresentações culturais que iniciarão às 18 horas.

feira ecossolidaria univali.png

A atividade, organizada pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP), da Univali, em parceria com os Fóruns Regionais de Economia Solidária Litorâneo e de Florianópolis, tem como foco a promoção de alternativas para geração de renda e inclusão social. A participação é gratuita e aberta ao público.

Fonte: Univali

Nathydra’s lança cosméticos naturais e veganos para os cabelos

O mercado de cosméticos orgânicos não para de crescer e dois estudos recentes comprovam essa forte tendência do segmento de beleza. Enquanto uma pesquisa da consultoria Grand View Research mostra que o setor deve movimentar US$ 25,1 bilhões em todo o mundo até 2025, uma análise da Kantar Worldpanel indica que mais de 50% dos consumidores preferem produtos naturais.

Sempre de olho nas demandas do setor, a Nathydra’s, marca do grupo MSA Kosmetic focada na produção de cosméticos naturais, apresenta ao mercado a linha vegana Eco Chá Nathydra’s, além das linhas orgânicas Coco Therapy e Argan Therapy. Os produtos contam com ativos extraídos da natureza e possibilitam um cuidado diferenciado aos cabelos.

“Os lançamentos estão alinhados ao nosso propósito de fabricar produtos de qualidade que promovam uma vida com bem-estar, beleza e sustentabilidade, respeitando a sociedade e o meio ambiente”, comenta Marcos Vinicius Carvalho, diretor de comunicação da Varcare.

Eco Chá: lançamento vegano

eco_geral

A linha Eco Chá Nathydra’s, que explora o universo dos cosméticos veganos, fornece um tratamento iluminador aos fios por meio de quatro itens (shampoo, condicionador, máscara e spray iluminador) desenvolvidos para o cuidado diário de cabelos embaraçados e sem brilho. A formulação dos produtos permite uma reparação instantânea dos fios mais danificados da cutícula do cabelo, devolvendo a maciez e facilitando o pentear.

Os principais ativos encontrados na formulação são o Chá de Camomila e o Chá Branco, que iluminam o cabelo, promovem ação anti-aging, dão força e tornam os fios mais hidratados e sedosos, além de outros diversos benefícios. Vale destacar ainda que os produtos fornecem efeito cicatrizante e energizante ao couro cabeludo, já que possuem uma quantidade considerável de cafeína presente no chá branco.

Coco Therapy: óleo de coco para nutrição intensa

coco_geral

Coco Therapy é uma linha completa de tratamento composta por quatro produtos (shampoo, condicionador, máscara nutritiva e sérum nutritivo) voltados aos fios ressecados e quebradiços, que passaram por processos químicos ou são agredidos diariamente pelo uso de secadores e chapinhas. O uso frequente garante um condicionamento intenso, além de auxiliar na manutenção da cor e do brilho.

Os itens foram desenvolvidos com alta concentração de Óleo de Coco, que tem ação nutritiva e é extremamente umectante, ou seja, possibilita uma melhora quase instantânea ao cabelo. A formulação, que também conta com o ativo Ceramidas, repara o fio de dentro para fora, melhorando a elasticidade.

Argan Therapy: linha promove efeito liso

argan_completo

A nova linha Argan Therapy traz quatro produtos (máscara de reparação e selagem, óleo de argan, shampoo e condicionador) desenvolvidos para o cuidado diário de cabelos ressecados, indisciplinados e volumosos ou submetidos a alisamentos. A formulação dos itens promove um tratamento disciplinante e condicionamento intenso, além de proporcionar alinhamento cuticular e hidratação instantânea.

O produto combina o Óleo de Árgan, considerado o ouro marroquino, e o Vinagre de Maçã, generosa fonte de ácidos orgânicos que atua como antioxidante e regulador de pH. Tais ativos nutrem intensamente os fios proporcionando a redução do frizz e o controle do volume, além da manter os cabelos mais lisos e selados. Além disso, eles reparam os danos causados por químicas, uso de secador e chapinham, e criam um filme permeável que deixa o cabelo protegido e com toque acetinado.

Informações: MSA Kosmetic