Arquivo da categoria: pet

Veterinária dá dicas para a adaptação do bebê na rotina de família com cachorro

A convivência entre crianças e cães traz muitos benefícios aos pequenos. Além de contribuir para a melhora e proteção da saúde das crianças, ela auxilia no desenvolvimento da sociabilidade. Mas, para garantir um vínculo saudável, os pais precisam estar atentos a alguns cuidados desde a gravidez.

A veterinária do app de hospedagem para cães DogHero, Ingrid Stein, traz algumas dicas para preparar o ambiente para a chegada do pequeno – sem deixar o cãozinho de lado:

Todas as adaptações devem ser feitas gradualmente, sempre tomando o cuidado de inserir o peludo nas novas rotinas da casa. Procure não privar o cãozinho do acesso a locais aos quais ele está acostumado, para que ele não associe a criança a coisas negativas. Conforme o quarto do bebê for montado, deixe que o bichinho fareje e conheça o ambiente, sempre com sua presença.

mulher cachorro sofá pixabay.jpg
Pexels

Os cães costumam sentir que há algo diferente na mãe deles, então deixe que ele se aproxime da barriga e cheire. Aos poucos, ajuste os horários da comida e passeios dele para os mesmos de quando o bebê nascer.

Depois do nascimento, peça para alguém levar panos que tenham o cheiro do bebê para o cão, deixando-os perto de lugares que ele gosta (como o pote de comida) e onde se sente seguro (como a caminha). Quando estiver cuidando, brincando e alimentando o bebê, deixe que ele se aproxime e participe. Você também pode conversar com ele nessas horas para que ele saiba que continua sendo parte da família.

Uma das grandes vantagens de ter um animal de estimação em casa é inserir as crianças na rotina de cuidados. A interação cria nos pequenos um senso de responsabilidade e também fortalece vínculo entre humanos e cãezinhos.

Tarefas como passear, dar comida e ajudar na higiene do peludo podem ser delegadas a crianças com oito anos ou mais, mas a partir dos quatro ou cinco, elas já reconhecem o peludo como parte da família. Mesmo antes disso, funções mais simples podem ser delegadas, sempre com a supervisão dos pais.

criança com cachorro

Com o tempo, a nova rotina se ajeita e seu cachorrinho se acostuma a dividir as atenções com o novo irmão. Se todo o processo for feito com calma e tranquilidade, logo ele vai amar ter um bebê por perto para ajudar a cuidar e encher de amor — do jeitinho que só os cachorros conseguem fazer!

Desentendimentos

Se seu cachorro e seu filho se desentenderam, não quer dizer que o amor acabou. Tente entender o que aconteceu. Se você desviou o olhar por segundos, seu filho pode ter feito algo que representasse uma ameaça ao cãozinho. Mexer nas vasilhas de água e comida, nos brinquedos do cão, na cama…

Por isso é fundamental ensinar o bebê a respeitar o espaço e objetos do bichinho, assim como o peludo precisa entender seus limites com os humanos. Eles são seres vivos e precisam de respeito para que todos convivam em paz.

bebe e cachorro

Ter um cachorrinho em casa significa se comprometer a dar tudo que ele precisa para ter uma vida plena, feliz e saudável. Mas um novo bebê não é motivo para deixar seu cãozinho de lado. A presença deles diminui os níveis de estresse, aumenta os de alegria — e, de quebra, as crianças ganham um melhor amigo incondicional e para a vida toda.

Fonte: DogHero

Anúncios

Mudanças: confira dicas para ajudar o pet a se adaptar às novidades

Quem possui bichos de estimação em casa, sabe bem que eles costumam ser tão sensíveis quanto nós. Quando ocorre uma mudança, portanto, é natural que precise existir um processo de adaptação, já que muitas vezes nossos companheiros sofrem com as as mudanças que um processo como esse traz para a sua rotina.

No infográfico abaixo, criado pelo Guarda Móveis Copacabana, você poderá conferir algumas dicas e conselhos a respeito de como ajudar o seu bichinho a se adaptar melhor à nova casa. Confira:

Seu-bichinho-não-se-adaptou-à-nova-casa-Aprenda-como-acostumá-lo 1Seu-bichinho-não-se-adaptou-à-nova-casa-Aprenda-como-acostumá-lo 2Seu-bichinho-não-se-adaptou-à-nova-casa-Aprenda-como-acostumá-lo 3Seu-bichinho-não-se-adaptou-à-nova-casa-Aprenda-como-acostumá-lo 4

 

 

 

Vacina ajuda no combate da Leishmaniose em cães

A Leishmaniose é uma zoonose com grande poder endêmico. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente cerca de 2 milhões de pessoas são contaminadas com a doença.

Porém, a enfermidade não afeta somente os humanos, os cães também podem ser infectados. A doença é transmitida para os animais por meio da picada de um flebótomo (mosquito palha) infectado. Os cães são os principais reservatórios de transmissão no ciclo urbano.

Para ajudar no controle dessa zoonose e proteger os cães, a Ceva Saúde Animal desenvolveu em parceria com a Universidade Federal do Estado de Minas Gerais (UFMG), a Leish-tec, única vacina recombinante do mercado contra a Leishmaniose.

A vacina foi desenvolvida a partir da proteína A2, classificada como um dos melhores antígenos capazes de induzir resposta imune celular porque é específica e protetora contra a Leishmania.

Presente no mercado há 10 anos, a vacina passou por uma série de estudos. “ Os estudos mostram que a Leish-Tec induz resposta protetora em 96,41% dos cães vacinados. Além disso, os animais vacinados apresentam anticorpos anti-A2, demonstrando um alto nível de proteção individual”, informa Diretor da Unidade de Negócios Pet da Ceva, Leonardo Brandão.

Por ser uma vacina recombinante, que une modernos processos de desenvolvimento e a tecnologia de DNA recombinante, a Leish-Tec apresenta uma série de vantagens, como produção de reposta imunológica altamente específica e segura, redução das reações pós-vacinais, entre outros.

Vet dog and injection

A Leish-tec é recomendada para cães a partir de 4 meses de idade, clinicamente sadios e sorologicamente negativos contra a Leishmaniose. “O animal deve ser vacinado com três doses em intervalos de 21 dias e a revacinação é anual”, finaliza Brandão.

A vacinação dos cães é uma ferramenta importante na luta contra a leishmaniose. Devemos lembrar que além da vacinação, a proteção dos cães com um produto tópico repelente contra mosquitos é de suma importância para manter esses vetores afastados. Vectra 3D é uma proteção tópica para os cães, com ação repelente de mosquitos a partir de 1 hora após a aplicação e proteção por 1 mês.

Fonte: Ceva Saúde Animal

Saiba mais sobre a doença hepática em cães

Você sabia que seu melhor amigo também pode ter doença hepática? Saiba mais sobre este problema como quais os sintomas e como tratar com a ajuda do veterinário Marcello Machado:

1. Causas: a maioria dos casos de hepatite primária canina tem origem idiopática, isto é, surgem espontaneamente. Mas também há hepatopatias causadas por micro-organismos, toxinas, drogas, reações imunomediadas, distúrbios hereditários relacionados ao metabolismo de cobre, alterações metabólicas raciais, além de neoplasias.

2. Predisposição: a idade média de animais acometidos está entre 4 e 7 anos, mas não há predileção sexual. As raças mais predispostas são: Dobermann, Pinscher, West Highland White Terrier, Scottish Terrier, Labrador Retriever, Cocker Inglês e Cocker Americano.

3. Cirrose: é o estágio terminal da hepatite crônica e é caracterizada por fibrose do fígado e mudança da arquitetura hepática, entre outras características.

cachorro no vet salsichinha

4. Sintomas: dependem da gravidade e progressão da doença e só são observados quando a enfermidade esgota as reservas hepáticas. Os pacientes podem apresentar quadros gastrintestinais inespecíficos, como hiporexia, perda de peso, náusea, êmese e diarreia.

5. Dieta específica: a doença hepática é agravada pela falta de apetite do animal. Por isso, o alimento precisa ser bastante palatável e muito digestível, para reduzir o estado catabólico. É preciso oferecer uma dieta de manutenção que utilize proteínas em quantidade suficiente para atender a regeneração, reparação e manutenção hepática, reduzindo ao mínimo os produtos nitrogenados resultantes do catabolismo das proteínas.

RAÇÃO HE EQUILIBRIO.png

Equilíbrio Veterinary Hepatic –HE possui 14% de proteína e sua fonte é de origem vegetal (proteína hidrolisada de soja), auxiliando o metabolismo proteico sem exceder a capacidade do fígado. Possui teores reduzidos de cobre, zinco quelatado e garante energia metabolizável adequada (3963 kcal/kg)

Fonte: Médico veterinário da Equilíbrio (Total Alimentos) e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado

 

Festa de Halloween terá concurso de fantasia e evento de adoção na Petz

Rede de pet shop, em parceria com a ONG Projeto CEL, promove ação hoje, até às 20 horas, na loja Marginal Tietê, com barraquinhas de quitutes e prêmios para as caracterizações mais criativas

Os bichinhos de estimação terão uma festa de Halloween especial para eles no sábado, dia 28 de outubro, das 14h às 20h, na Petz Marginal Tietê. Além de barraquinhas de quitutes e um concurso de fantasias, haverá também evento de adoção em parceria com a ONG Projeto CEL (Casa Esperança e Liberdade para Animais Carentes), com cães e gatos resgatados das ruas e que buscam um novo lar.

Durante o CãoCurso de Fantasias, os pets poderão desfilar na passarela e os que estiverem com as caracterizações mais criativas receberão prêmios. O evento gratuito será realizado no estacionamento da Petz Marginal Tietê, localizada na Av. Presidente Castelo Branco, 1.795, próximo à Ponte da Vila Guilherme, zona norte de São Paulo.

Campanha

A rede de pet shop estimula que animais resgatados das ruas ganhem um lar por meio do projeto Adote Petz. Em parceria com 18 ONGs, a empresa realiza eventos de adoção em suas lojas aos finais de semana e já registrou 3.521 adoções em 2017. A Petz também lançou uma campanha publicitária para incentivar a adoção. Criada pela Ogilvy Brasil, a ação “Ame de Novo” mostra que o amor de cão ou gato é para sempre.

hallpweewn petz.jpg

Festa de Halloween
Data: 28 de outubro
Horário: das 14h às 20h
Local: Estacionamento da Petz Marginal Tietê
Endereço: Av. Presidente Castelo Branco, 1.795 – Marginal Tietê – São Paulo/SP
Entrada: gratuita

Shoppings de Campinas e Guarulhos recebem feira de adoção neste domingo

Neste próximo domingo, 29 de outubro, o Unimart Shopping Campinas promove a Feira de Adoção de Animais e fornece mais uma chance de levar pra casa o seu mais novo amigo. Vários cães e gatos, adultos e filhotes, estarão disponíveis para conhecerem os seus novos tutores durante a ação organizada pela Associação Amigos dos Animais de Campinas. A feira é aberta ao público e acontece das 13 às 17 horas.

Adoção responsável

Pensando em adotar um bichinho? Para fazer isso durante a feira é preciso ter mais de 21 anos, levar RG, CPF e comprovante de residência, assinar um termo de responsabilidade e passar pela avaliação da equipe. Além disso, será solicitada uma contribuição de R$ 50,00 por adotante, para custear despesas com alimentos, remédios e castração dos animais.

adoção.jpg

Feira de Adoção de Animais
Quando: 29 de outubro
Horário: das 13h às 17h
Onde: Unimart Shopping Campinas (Av. John Boyd Dunlop, 350 – Campinas)

Cães e gatos também procuram novo lar na feira de adoção do Internacional Shopping Guarulhos

O Internacional Shopping Guarulhos também promove no próximo domingo (29), uma nova edição da Feira de Adoção de animais, que dá mais uma chance de levar pra casa um amigo canino ou felino. A ação é realizada em parceria com os voluntários da ONG Deixe Viver e recebe 28 pets, sendo 22 cães e seis gatos, já previamente vacinados e castrados.

Para levar um bichinho para casa é preciso ter mais de 18 anos, apresentar cópia do RG, CPF e um comprovante de residência. Além disso, a ONG Deixe Viver pede uma contribuição de R$ 60,00 como auxílio no cuidado e alimentação dos pets. No ato da adoção, o interessado assinará um termo de responsabilidade pelo animal, se comprometendo a cuidar bem dele.

Quem não pode adotar, mas tem vontade de ajudar os pets, pode doar rações para a Deixe Viver e contribuir com todos os outros cachorros e gatos que são atendidos pela ONG.

gato e cachorro adotar
18ª Feira de Adoção de Animais
Quando: domingo, 29 de outubro
Horário: das 13h às 18h
Local: Internacional Shopping Guarulhos – 1º Piso (próximo à SmartFit)
Endereço: Shopping Internacional de Guarulhos – Rodovia Presidente Dutra, Saída 225, s/n, Itapegica, Guarulhos/SP.

 

Exposição de fotos e campanha de adoção de animais

Até o dia 29 de outubro, o Catarina Fashion Outlet promove, em parceria com a Bayer, uma programação com foco no cuidado e bem-estar dos animais. Durante esse período, estará em exibição a exposição “Moradores de Rua e Seus Cães”, que reúne um conjunto de 18 fotos inéditas do fotógrafo Edu Leporo.

Nos dias 28 e 29, será realizada uma campanha de adoção de pets, promovida pela Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal. As atividades fazem parte das ações de aniversário de três anos do Catarina Fashion Outlet e integram o “Mês do Bem-Estar Animal”, da Bayer, celebração criada em 2014 com o intuito de reforçar o amor e o respeito aos animais.

MRSC - crédito Eduardo Leporo

Edu Leporo ficou conhecido por, desde 2012, sair pelas ruas captando a rotina de pessoas sem moradia e seus pets. Entre as histórias retratadas pelas lentes do fotógrafo, está a do Seu Zé, morador de rua há 40 anos, que, a partir do trabalho de Edu – presidente do projeto homônimo para a distribuição de alimentos e produtos veterinários da Bayer – retornou para casa, após a família ser localizada nas redes sociais. A trajetória do Seu Zé estará exposta junto a outros seis painéis, na área de expansão do shopping.

MRSC 2 - crédito Eduardo Leporo

A campanha de adoção de cães, realizada nos dias 28 e 29 de outubro, das 12h às 17h, é uma boa oportunidade para dar um novo lar a um dos bichinhos tutelados pela Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal. Os doze cães que estão à espera de um dono já são castrados e levam como brinde a coleira contra pulgas e carrapatos Kiltix®, da Bayer, que possui ação prolongada de 24 semanas e é ideal para cães que sofrem constantemente com reinfestações de parasitas.

“Reforçar o conceito de tratar bem os animais é a estratégia da empresa e entendemos que atitudes simples podem contribuir positivamente para a vida de todos os animais. Nesse sentido, promovemos ao longo do ano inúmeras ações que permeiam esse pilar de bem-estar animal, seja por meio de nosso portfólio de produtos que trazem mecanismos de ação em que o parasita não precisa ser picado para eliminar pulgas e carrapatos ou durante campanhas de adoção para possibilitar que um pet receba uma nova família. Esse é o nosso foco”, afirma Rafael Moi de Andrade, gerente de produtos da Saúde Animal da Bayer.

Localizado no km 60 da rodovia Castello Branco, no município de São Roque, cerca de 40 minutos da cidade de São Paulo e 20 minutos do município de Sorocaba, o Catarina Fashion Outlet possui 105 lojas que oferecem descontos de 30% a 80% e já se consolidou como a principal referência no mercado de outlet no Brasil.

cachorro adoção

Serviço
Exposição “Moradores de Rua e Seus Cães”
Data: 23 a 29 de outubro – Presença do fotógrafo Edu Leporo nos dias 23 de outubro, das 14 às 16 horas, e 29, das 12 às 17 horas.

Campanha de adoção de cães
Data: 28 e 29 de outubro, das 12 às 17 horas

Você sabe a quantidade correta de caixas de areia para cada gato?

A higiene é uma característica forte nos gatos. Eles não conseguem deixar suas fezes à mostra e não ficam tranquilos enquanto não as enterram. Por isso, um dos primeiros cuidados que se deve ter ao adotar um animal é providenciar a caixa de areia.

Porém, geralmente, quando chega a hora de comprar os acessórios para o novo membro da família, é normal surgir aquela dúvida: quantas caixas precisa ter? Se tenho mais de um gato, uma caixa é suficiente? Precisa de uma para xixi e uma para as fezes?

Confira algumas dicas do médico veterinário da Naturalis e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado:

Quantas caixas de areia devo ter em casa?

Entender o comportamento do gato é um dos principais cuidados para saber o que ele precisa. Saber que os felinos possuem instinto territorialista já dá uma pista importante sobre as preferências dele e seus hábitos. Cada felino precisa ter a sua própria caixa de areia, compartilhar o mesmo espaço não é um dom do seu companheiro e não será diferente na hora de fazer suas necessidades.

O recomendado é que você tenha 1,5 caixa de areia para cada gato. Sendo assim, se tem um animal, providencie duas caixas higiênicas; se tem dois, cuide de deixar três caixas à disposição dos seus companheiros. Seguindo essa regrinha, não tem como errar.

No que diz respeito à separação de uma caixa para xixi e uma para as fezes, você pode fazer um teste logo que seu pet chegar em casa. Alguns gatos não ligam e outros só aceitam se tiver caixa separada.

usar-a-caixa-de-areia pet love

Dicas para fazer seu gato usar a caixa de areia

Muitas vezes, seu gato para de fazer as necessidades na caixa de areia e você precisa descobrir o motivo dessa mudança para resolver o problema. Existem algumas dicas que irão ajudar você a estimular seu amigo para usar seu banheirinho. Fique atento:

• Nunca mude a caixa de areia de lugar – se você fez isso recentemente, pode ficar certo de que este foi o motivo que fez o animal mudar o hábito. Para resolver, basta retornar a caixa ao lugar de costume.

• Cuidado com o local onde deixa a caixa higiênica – se o animal não usou a caixa de areia em nenhum momento, pode ser que o problema esteja no local em que ela está. Mude e observe a reação do gato. Uma dica é nunca colocar a caixa próxima ao pote de ração; seguindo os instintos naturais, o felino nunca fará suas necessidades perto de onde come.

gato-caixa-de-areia

• Mantenha a caixa de areia sempre limpa – os gatos são extremamente higiênicos e, por isso, não aceitarão fazer suas necessidades se a caixa estiver suja. Sendo assim, faça a limpeza todos os dias ou sempre que puder. Tenha atenção para trocar regularmente a areia higiênica.

Fonte: Naturalis

Coprofagia: como resolver o problema de cães que comem fezes?

O médico veterinário da Naturalis e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado, responde às dúvidas mais frequentes dos tutores, sobre o assunto:

Meu cachorro come cocô. E agora?

“A coprofagia, ou o ato de comer fezes, é mais comum do que a maioria dos tutores imagina. Esse hábito pode estar ligado a problemas pancreáticos, superalimentação (quando o animal é alimentado apenas uma vez ao dia com grande quantidade de ração), baixos níveis proteicos, ocorrência de vermes, ou alimentação insuficiente (fome) e, principalmente, tem um forte laço comportamental. Cães estressados, ansiosos, entediados, confinados em lugares fechados e que querem chamar atenção de seu tutor, podem desenvolver esse distúrbio ao longo do tempo”.

Qual a solução?

Para a solução desse problema, nem sempre são recomendados medicamentos. “Apenas uma mudança de comportamento é suficiente, por isso é importante buscar o médico veterinário de sua confiança, ele indicará o melhor tratamento”.

coprofagia cachorro filhote.jpg

Fezes amolecidas ou gelatinosas

Fezes pastosas não são causadas apenas pela alimentação, então é importante entender exatamente o que está acontecendo. Confira as dicas do veterinário:

–Verifique se a quantidade diária fornecida não está em excesso. A superalimentação também pode provocar fezes amolecidas e até diarreia;
–Descarte a possibilidade de verminoses e protozoários, como a giárdia;
–Veja se o pet está consumindo ou consumiu plantas com potencial tóxico, como o bico-de-papagaio;
–Também saiba se houve troca brusca de ração, de alimento de filhote para adulto, por exemplo, ou troca de marcas. Recomendo a troca gradual de 7 dias: no primeiro e segundo deve incluir 25% da nova ração e 75% do alimento antigo; no terceiro e quarto dia 50% de cada. No quinto e sexto dia 75% do novo alimento e 25% do antigo. No sétimo dia 100% do alimento novo.
–Intestino sensível ou intolerância: pode ser que o cãozinho tenha intestino sensível a uma determina fonte proteica ou até seja intolerante à proteína animal. No caso de sensibilidade, geralmente um alimento com uma proteína diferente da qual o animal está habituado ajuda a amenizar o problema. Mas, em casos mais graves de intolerância, é necessário oferecer alimento elaborados com proteína de soja, que tem baixo teor alergênico.

Fonte: Naturalis

HiperZoo promove palestras, encontros e evento de adoção

Palestra sobre aquários de água salgada, encontro de adoção e evento da raça Yorkshire Terrier fazem parte da programação que inicia na sexta-feira (20)

A agenda de eventos deste fim de semana já inicia com muito conteúdo na sexta-feira. Trata-se do Workshop de Aquarismo, promovido pelo HiperZoo, e segue com encontro de adoção de gatos, no sábado (21), e encontro de cães da raça Yorkshire Terrier, no domingo (22). Mais um fim de semana agitado no pet center que promove, semanalmente, eventos como workshops, palestras, encontros de raças, desfiles, mostras e diversas atrações.

“Nossos eventos têm feito muito sucesso”, comemora a sócia-proprietária do HiperZoo. E engana-se quem pensa que os petlovers buscam apenas diversão. “Os clientes estão, cada vez mais, sugerindo eventos e também temas para palestras e workshops. Nosso objetivo era mesmo abrir espaço para o conhecimento, em nossa loja, trazendo profissionais renomados para palestrar, mas o sucesso e volume de público nesses eventos vem superando nossas expectativas”, revela. Nessa sexta o Workshop será sobre aquários de água salgada com orientações desde a montagem, controle dos elementos, iluminação e alimentação dos peixes.

aquarismo
Foto: Chico Martins

O evento é uma parceria do pet center com a marca de aquários Red Sea e o Grupo Onda e terá como ministrante Alexandre Talarico. Biólogo, formado pela USP, Alexandre viajou o mundo para poder desenvolver, aqui no Brasil, o mercado de aquarismo marinho de ponta. Tornou-se referência no segmento e, em 25 anos de trabalho, realizou mais de 2.500 aquários, inclusive de figuras ilustres. A entrada para o workshop é gratuita e os participantes ainda concorrem a um prêmio surpresa.

Gatos para adoção

No sábado a atração fica por conta dos charmosos felinos que buscam um lar que os adote. É mais um encontro de adoção que conta com a participação do Beco da Esperança, ONG fundada em 2006 e que se dedica a cuidar de gatos, e também alguns cães, em situação de risco.

caress a cat on a white background

Os animais são tratados, castrados e colocados para adoção. Para adotar um gato, o interessado deve ter mais de 21 anos, responder a uma entrevista sobre os motivos de adoção, aceitar receber a visita de um voluntário da ONG participante e apresentar RG, CPF e comprovante de endereço para assinar o termo de adoção. Também é fundamental que o adotante tenha caixa de transporte e telas de proteção nas janelas de casa.

Yorkies

Já no domingo a festa é dos cães da raça Yorkshire Terrier. Também chamados de yorkies, esses pequenos travessos têm personalidade forte e adoram chamar a atenção dos tutores. São muito carinhosos mas, segundo alguns tutores, também podem arrumar facilmente uma encrenca, pois seu porte pequeno não os impede de desafiar cães de grande porte. Pequeninos e donos de uma pelagem de dar inveja, essas fofuras prometem agitar o 1º Encontro de Yorkshire do HiperZoo, que acontece a partir das 12 horas e tem entrada gratuita.

yorkshire.jpg

Workshop “Aquarismo – montagem e manutenção de aquários de água salgada” com Alexandre Talarico
Quando: sexta-feira, 20 de outubro, das 17h às 19h
Entrada: gratuita
Encontro de Adoção com ONG Beco da Esperança
Quando: sábado, 21 de outubro, das 10h às 17h

Encontro de Yorkshire Terrier
Quando: domingo, 22 de outubro, das 12h às 17h
Entrada: gratuita

HiperZoo – Rua Desembargador Westphalen, 3.448 – Curitiba/PR