Arquivo da categoria: Rio de Janeiro

Grand Hyatt Rio apresenta vinhos do Velho Mundo no Grand Hyatt Wine Club

Conhecidos pela qualidade na produção, os vinhos do Velho Mundo (Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia) serão destaque na primeira edição de 2018 do Grand Hyatt Wine Club. O evento, que acontece hoje, 5 de abril, a partir das 19 horas, conta com um buffet de antepastos e estações quentes para acompanhar a degustação à vontade de vinhos.

Estão confirmadas as participações das importadoras Winebrands, Inovini, Mistral, Grand Cru, Edouro, Worldwine e Decanter, apresentando rótulos como Ribeiro Santo Tinto (Portugal), Mirandelle Lurton Bordeaux (França), Le Sorbole Toscana Rosso (Itália), Ophicus Cava (Espanha) e até vinhos de Israel, como o Golan Hights Tinto.

vinho champanhe

Os ingressos individuais podem ser adquiridos no site por R$ 130,00.

As próximas edições do Grand Hyatt Wine Club já estão com as datas e temas definidos:

5/04/2018 – Vinhos do Velho Mundo
24/05/2018 – Vinhos da América do Sul
26/07/2018 – Vinhos de guarda/maduros
27/09/2018 – Vinhos Brancos , Rosés e Leves
29/11/2018 – Espumantes e Champagne

Informações: Grand Hyatt 

Anúncios

“Adotar é Perfeito Glamour” quer dar lar a animais abandonados no Rio de Janeiro

Criada e organizada pela  consultora de moda e fundadora da loja online “Perfeito Glamour”, Carol Bottirolli, a campanha “Adotar é perfeito Glamour”, em parceria com voluntárias da Fazenda Modelo, localizada em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro – de responsabilidade do estado do Rio de Janeiro – tem o objetivo de incentivar a adoção de animais em situação de abandono.

Por conta da crise, o abrigo está em situação de emergência, mas conta com a boa vontade de voluntários que querem ajudar os animais. O local tem 13 mil metros quadrados e é o principal abrigo de animais da prefeitura. Atualmente, mais de 800 deles vivem na Fazenda.

Ana Isabela Godinho Atriz de Pega PegaAna Isabela Godinho Atriz de Pega Pega 2

As fotos, feitas por Lucas Lisboa no Parque Loagoon, na Barra da Tijuca, mostram a madrinha da campanha, a atriz Ana Isabela Godinho (que interpretou a investigadora Nina na novela “Pega Pega”, da Rede Globo) com um cão e um gato que estão para adoção.

Outras famosas também participaram da campanha como a também atriz Brenda Sabryna, da série “1 contra todos”, do canal pago Fox, na foto também com um cão para adoção. Além de parceiros voluntários como Lisboa Fotografia e Ariane Dutra, cabeleireira e maquiadora.

Brenda Sabryna 2

O projeto já ajudou vários animais s encontrarem um lar, desde que começou. Quem deseja adotar pode entrar em contato também pelo Instagram Adotar Perfeito Glamour.

 

 

Vokos traz a culinária grega contemporânea para o Rio

No charme da rua Dias Ferreira, no Leblon, nasceu o restaurante grego Vokos. Com capacidade para 56 pessoas, apresenta uma das gastronomias mais saborosas e aromáticas do mundo. Sua culinária grega, contemporânea e mediterrânea tradicional, propõem pratos coloridos e criativos inspirados na cultura do país, e também os icônicos vinhos gregos, com preços bem acessíveis.

Desenvolvido pela dupla de sócios Carolina Perez e Victor Vokos, a arquitetura clean e decoração despojada resgata a bossa e alegria da charmosa ilha de Hydra, transformando a distância e a diferença entre as línguas em pequenos detalhes, diante da semelhança entre gregos e brasileiros. Além disso, a casa conta com uma estrutura acústica especial para mais conforto e tranquilidade. O projeto foi idealizado pelos arquitetos Guilherme Scheliga e Melissa Ferme.

O nome expressivo homenageia Andreas Miaoulis Vokos, tataravô de Victor Vokos Camargo, nomeado herói de guerra na Grécia, por sua liderança e sucesso contra os turcos, dando a liberdade ao povo grego, na era napoleônica.

O menu foi elaborado por Carolina, que é a chef executiva, apresentando pratos tradicionais, como a moussaka (R$ 45,00 – à base de batata e berinjela), souvlaki (R$ 17,00 – cubos de carne assada servido no espetinho), salada grega, gyros – servido aberto no prato, e muitas opções com inspiração mediterrânea, de peixes e frutos do mar (R$ 28,00 a R$ 36,00). A propósito: sempre às sextas, a casa oferece ostras frescas e saborosas (R$ 45,00 seis unidades).

vokos_0035_alta_credtomasrangelmoussaka_vokos____r_45.jpgvokos_0010_alta_credtomasrangelvokos_0214_alta_credtomasrangel
A carta de sobremesa é composta por mousse de chocolate spicy com crumble de nuts e flor de sal (R$ 25,00), Loukoumades quentes com mel de ouzo e lavanda – com sorvete grego Momo (R$ 25,00), cheesecake desconstruída de frutas vermelhas e maracujá (R$ 24,00) e cocada cremosa de forno com sorbet siciliano (R$ 23,00).

Para quem não dispensa um café, o restaurante oferece o grego original (R$ 7,90), além de frapês (café gelado com creme de caramelo R$ 11,90) e café gelado (com especiarias: canela, cardamomo, spicy R$ 12,90) e o Cappuccino aromático com canela e leite de castanhas (R$ 8,90).

Na parte de bebidas, o destaque fica com os drinques autorais, de gim e bebidas típicas como o ouzo e raki, além da diferenciada carta de vinho grego. O restaurante não cobra taxa de rolha.

Vokos Rua Dias Ferreira, 135 – Leblon – Rio de Janeiro. Horário de funcionamento: das 12 às 24 horas

Grand Hyatt Rio de Janeiro celebra Saint Patrick’s Day na Barra da Tijuca

O dia 17 de março é uma das datas principais da Irlanda, quando os moradores celebram seu santo padroeiro, Saint Patrick, com muita música, dança e bebida. A festa se espalhou pelo mundo, e o Grand Hyatt Rio de Janeiro abre suas portas para promover a mistura entre a Irlanda e o Brasil, em seu Cantô Gastro & Lounge.

cerveja verde.jpg

Com decoração especial alusiva a data, os hóspedes e visitantes poderão degustar a cerveja verde da Mohave (R$ 16,00) e drinques feitos com whisky. Para comer, o Hambúrguer de Picanha (R$ 35,00) já presente no cardápio do Cantô (feito com queijo curado, tomate, cebola caramelizada, picles de maxixe e maionese), se “veste” de pão verde para celebrar o santo padroeiro das terras de Bono Vox e James Joyce. O evento acontece a partir das 19 horas. O público paga somente o que consumir.

 

 

6º Organic Food Fest oferece alta gastronomia orgânica

Festival reúne casas em São Paulo e Rio de Janeiro com receitas sustentáveis e livres de agrotóxicos a preços acessíveis. Apresentadoras de TV e chefs renomadas como Bela Gil e Tati Lund são destaques desta edição

Saúde, sabor, frescor. Essa é a proposta da 6ª edição do Organic Food Fest, que começou no dia 19 de janeiro e vai até dia 4 de fevereiro de 2018 e que conta com 23 restaurantes badalados do eixo Rio-SP, reunindo mais de 100 receitas inéditas e sustentáveis.

O festival é o único gastronômico à base de orgânicos do Brasil com a proposta de incentivar uma alimentação saudável e um consumo sustentável. Para criar uma verdadeira opção sensorial e gustativa, os chefs precisarão criar um menu-degustação exclusivo em 3 tempos com, pelo menos, metade dos ingredientes de origem orgânica, proveniência agroecológica ou de pequenos produtores. Os menus terão o preço fixo de R$ 55,00 no almoço ou R$ 88,00 no jantar (por pessoa), dependendo da escolha da casa. Bebidas e 10% de serviço à parte.

As chefs e apresentadoras do canal GNT, Bela Gil, dos hotéis Best Western, e Tati Lund, do.Org Bistrô, grandes defensoras da culinária natural e da cozinha de qualidade na mesa de todos, são destaques nesta edição e participam com menus exclusivos no Rio de Janeiro. Em São Paulo, as casas Antonietta Cucina, Banana Verde, Bar da Dona Onça, Clos, Comedoro, Condessa Bistrô, Félix Bistrot, Jacarandá, La Piadina, Le Bou Bistrô, Mercearia do Conde, Nambu, Obá Restaurante, Solo, Taka Daru Izakaya e Tavares Restaurante são alguns dos participantes desta edição, que vão adaptar ou ampliar seus menus de base orgânica para atender às regras do festival.

No Rio de Janeiro, participam: Bottega Del Vino, Duo Trattoria, Mensateria, .Org Bistrô, os restaurantes Da Bela e o Zazá Bistrô. Para ser orgânico, o produto não pode ter recebido adubo químico, agrotóxico, hormônio, antibiótico, insumo geneticamente modificado, radiação ou qualquer aditivo sintético. Na maioria dos casos, em edições anteriores, os chefs bateram as metas mínimas e conseguiram apresentar pratos de 80 a 100% orgânicos.

A 6ª edição do Organic Food Fest tem o patrocínio da Korin, empresa brasileira de produtos orgânicos e sustentáveis, especialmente carnes, Direto da Serra, Feira Biodinâmica e Terra Frutas. O apoio é de Associação de Agricultura Orgânica (AAO), Idec, FinoCoco, Poder da Terra e Zucca e o apoio de mídia de Band FM, Elemidia, Itaú Cinemas e Kallas.

Criado pelo empresário alemão Matthias Börner, grande entusiasta do mercado de orgânicos, o festival visa disseminar o uso de alimentos orgânicos na alta gastronomia e fomentar o setor no Brasil. Alimentos orgânicos fazem bem à saúde por serem mais completos nutricionalmente, mais saborosos e ricos em minerais como ferro, selênio e potássio do que os convencionais.

Pessoas com alergias e intolerâncias alimentares também têm se beneficiado de dietas de origem orgânica. Eles são benéficos à saúde também de quem os produz e manipula, por não haver risco de intoxicação. “A produção dos orgânicos respeita princípios, como proteção da biodiversidade, condições dignas de trabalho e o manejo correto da água e do solo. Substituir a alimentação convencional pela orgânica é iniciar uma revolução sustentável.

Na Europa, até cidades com apenas 50 mil habitantes possuem supermercados inteiramente orgânicos”, explica Börner, idealizador do evento. Convencido de que o mundo todo pode se alimentar de forma saudável, Matthias gostaria de ver o Brasil entre os países líderes de consumo de orgânicos – já que hoje possui um rótulo vergonhoso: campeão mundial no uso de agrotóxicos. Iniciativa para promover uma alimentação saudável e um consumo sustentável. Sabor sem veneno.

Informações: Organic Food Fest

Vinho no Mercado: evento gratuito com rótulos a preços promocionais

O Mercado de Produtores do Uptown-Barra abre as portas nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, para o “Vinho no Mercado”, que reunirá dois eventos especiais, o Excelência Brasil e o Brancos & Rosados, ambos com a chancela do Grupo Baco. O primeiro será totalmente dedicado ao vinho brasileiro e o segundo apresentará, em mais de 500 rótulos, as grandes novidades dos brancos, rosés e espumantes. Uma excelente oportunidade para os consumidores, às vésperas das festas de fim de ano e do verão, comprarem seus presentes por preços promocionais.

“Esperamos atender uma demanda do público e do trade. Vinho não é só uma bebida de inverno. Na Europa, por exemplo, é consumido o ano inteiro”, afirma Marcelo Copello, um dos organizadores do evento, que também contará com a “Queijo na Rua”, feira de queijos artesanais, com harmonizações, food trucks e barraquinhas variadas.

Na abertura do evento, o Excelência Brasil recebe, em uma Master Class, a imprensa e convidados para apresentar os rótulos campeões da 6ª. Grande Prova Vinhos do Brasil.

No palco do Mercado de Produtores do Uptown, que é inspirado em grandes mercados mundiais, como o da Ribeira de Lisboa, haverá duas palestras de vinho por dia, que irão se revezar com apresentações de jazz com música ao vivo e DJ´s. Além disso, os restaurantes do centro comercial, como La Plancha, La Parrilla Dell Mercado, Benkei Empórium, oferecerão opções gastronômicas com preços promocionais.

“O público poderá comprar taças e garrafas a preços promocionais. A taça souvenir, que fez enorme sucesso no Rio Wine and Food Festival em agosto último, virá novamente como opção na compra da primeira dose”, informa Sérgio Queiroz, organizador.

Agenda: Programação do Mercado de Produtores do Uptown-Barra. Programação sujeita à alteração sem aviso prévio:

08/12 Sexta: das 15h às 23h

A partir das 15h o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. Às 18h, a palestras sobre espumantes será ministrada por Roberto Rodrigues.

09/12 Sábado: das 14h às 24h

A partir das 15 horas o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. A primeira palestras, às 16 horas, será sobre a evolução dos vinhos no Brasil, com Marcelo Copello. Às 18 horas, Homero Sodré comanda bate papo sobre vinhos rosados para o verão.

10/12 Domingo: das 14 às 22 horas

A partir das 15 horas o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. A palestras das 16 horas é comandada por Rafael Puyau e é sobre vinhos naturais.

24058687_778640818990008_9137921998990252226_n.jpg

Serviço:
Vinho no Mercado
Datas: 8, 9 e 10 de dezembro de 2017
Horários: das 11 às 23 horas (domingo até 21 horas)
Endereço: Av. Ayrton Senna, 5.500 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro
Entrada Franca

Chef Diego Lozano realiza workshop “Tendências da confeitaria moderna”

Oportunidade única para quem deseja aprender a fazer os mais deliciosos doces. No dia 28 de outubro, o chef Diego Lozano realiza pela primeira vez no Rio de Janeiro o workshop “Tendências da confeitaria moderna”. Depois de levar o projeto “Escola Itinerante” para Recife e Balneário Camboriú, Lozano apresenta para os cariocas todos os segredos, sabores, cores e texturas de seu elogiado repertório.

O encontro será das 8 às 17 horas, no Américas Barra Hotel, na Barra da Tijuca. Várias técnicas serão ensinadas e, no fim do dia, o chef montará um grande bufê. Entre as criações pensadas especialmente para o evento estão o “Já é!” (massa de macaron com ganache de caipirinha), o “Boladão (verrine de crocante de granola, compota de banana com mel e mousse de açaí) e o “Bangu” (bombom de cachaça com especiarias). As inscrições podem ser feitas pelo site.

diego lozano

Há cinco anos à frente da Escola de Confeitaria Diego Lozano, em São Paulo, o chef recebe interessados de todo o Brasil, que vão atrás de cursos práticos a intensivos em período integral. Apesar da pouca idade, tem apenas 33 anos, a vasta experiência chama atenção. Aos 13 anos, Diego começou a cozinhar e já aos 19 chefiava uma confeitaria inteira. “Tive alguns problemas de aceitação por ser muito jovem, mas graças ao meu profissionalismo fui conquistando o meu espaço”, lembra.

De lá para cá, Diego Lozano não parou mais. Buscou a profissionalização através de cursos e práticas cotidianas e trabalhou em vários lugares adquirindo experiência na área. Entre eles, no badalado restaurante D.O.M, onde foi convidado pelo chef Alex Atala, em 2007, para chefiar a confeitaria. Também foi contratado pela empresa belga “Chocolate World”, como Executive Pastry Chef.

doce lozano

Seus bons resultados o levaram a ganhar diversos prêmios. Foi finalista no “World Chocolate Masters 2007 e 2015” (Paris) e ganhou a Melhor Escultura em Chocolate no “World Chocolate Masters 2015”. Também foi nomeado “Chef Pâtissier Revelação” (Prêmio “Prazeres da Mesa”).

Programação Workshop “Tendências da confeitaria moderna”:
8h às 8h15 – Abertura
8h15 às 9h – Apresentação do Chef Diego Lozano (vida e motivacional)
9h às 10h – Influência das redes sociais na confeitaria moderna
10h às 10h15 – Coffee Break
10h15 às 12h – Início das demonstrações de técnica em confeitaria
12h às 13h – Horário de Almoço
13h às 14h15 – Continuação das técnicas em confeitaria
14h15 às 14h30 – Break
14h30 às 16h – Montagem do buffet e sorteio de kits
16h às 17h – Sessão de fotos com Diego Lozano

doce coco lozano

Serviço:
Data: 28 de outubro
Horário: das 8h às 17h
Local: América Barra Hotel (Av. das Américas, 10.500, Barra)
Valor: R$ 400,00
Inscrições pelo site  (cartão de crédito ou boleto).

 

Encontro gastronômico desafia chefs renomados com ingredientes exóticos

7ª edição do encontro Les Pantagruels se espalhará por cinco restaurantes da cidade de Búzios; intercâmbio e homenagem à cultura gastronômica brasileira são destaques

Grandes nomes da cozinha brasileira, renomados chefs franceses e muitos ingredientes inusitados, essa é a receita da 7ª edição do encontro gastronômico Les Pantagruels. O evento, que se inicia nesta terça-feira (24), e se estende até o sábado (28), em Búzios (RJ), irá homenagear a cultura gastronômica do Brasil, colocando à prova a criatividade e inventividade de 16 chefs das duas nacionalidades. A ideia é intensificar o intercâmbio entre a gastronomia dos países, colocando-os frente a frente com matérias primas nacionais pouco exploradas para a criação de pratos inéditos.

Pimenta de baniwa, jatobá do cerrado, banana de pacovão, maturi, licuri e outros produtos do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil serão apresentados aos chefs. Com os ingredientes exóticos em mãos, eles unirão todo o requinte da cozinha francesa, que é considerada patrimônio imaterial da humanidade pela Unesco, e o tempero e inventividade da cozinha brasileira, para criações únicas, que serão apresentadas no jantar de encerramento, dia 28 de outubro. O pano de fundo deste encontro inusitado é Geribá, uma das mais belas praias do balneário, onde fica localizado o hotel Les Relais La Borie e o restaurante Chez Françoise, idealizadores e realizadores do Les Pantagruels.

“O Les Pantagruels surgiu, e é baseado, na amizade e na vontade de compartilhar o savoir-faire, o conhecimento de cada cultura. Aqui, os chefs podem aprender e trocar ideias, apresentar novidades, testar e experimentar, uns com os outros, antes de chegarem no resultado que será apresentado no jantar final. Isso tudo para continuarem fazendo o que mais gostam: encantar os paladares!” explica Nicolas Lindemann, diretor de marketing do hotel Le Relais La Borie, onde se localiza o restaurante Chez Françoise. Ele acrescenta que ”o clima é de total descontração. Tanto que, durante os jantares, após a confecção e serviço de cada prato, os chefs saem da cozinha e se juntam aos convidados para saborearem suas criações.”

Ingredientes

Para aguçar a criatividade dos chefs, ingredientes minuciosamente selecionados integrarão a lista das matérias-primas a serem utilizadas. Entre alguns dos mais exóticos estão: as sementes de cumaru, o maxixe, o jatobá do cerrado e a pimenta de baniwa, entre muitos outros específicos de cada região do Brasil. Tudo para despertar os sentidos e a criatividade dos nossos mestres-cucas, sejam os brasileiros ou os franceses. Tudo para que o resultado final, no jantar de encerramento, seja uma experiência única aos presentes.

“A pimenta de baniwa, por exemplo, é o pó obtido a partir da desidratação de uma mistura de pimentas da Amazônia. É um tempero que é elaborado pelas mulheres de comunidades indígenas ao norte do estado do Amazonas. Dizem que é bem ardida, mas que atua de forma lenta, proporcionando um sabor gradativo delicioso. São produtos assim que queremos trazer para os chefs poderem pensar em cima”, conta Nicolas.

Circuito Les Pantagruels

Chefs Pantagruels 2016 2.jpg

Nesta edição, participarão, também 4 outros restaurantes da cidade. Escolhidos por sua excelente e renomada cozinha, além de representarem pontos emblemáticos de Búzios, Cigalon Restaurant (Rua das Pedras), Taverne 67 (Rua Turíbio), Donna Jô (Porto da Barra) e Bar do Zé (Orla Bardot), receberão o Circuito Pantagruels no dia 27 de outubro. Os chefs participantes criarão um menu exclusivo, composto de 3 passos, para levar ao público, e ao coração do balneário, essa integração entre as duas culturas gastronômicas. E, no mesmo dia, o Chez Françoise receberá o já tradicional jantar pantagruélico. Confira a programação completa abaixo.

Programação

Os dias 24 e 25 de outubro, os dois primeiros dias do evento, serão dedicados a uma profunda análise dos ingredientes disponibilizados aos chefs. Um primeiro contato e troca de técnicas, enriquecendo o conhecimento sobre as culturas e métodos utilizados na cozinha. Cada dia contará com um jantar para convidados, no qual os chefs poderão iniciar o entrosamento que se intensificará nos dias seguintes.

No dia 26 de outubro, acontece a abertura oficial do encontro. Os chefs apresentarão pratos que representam sua região de origem ou atuação, possibilitando aos convidados uma verdadeira viagem gastronômica por terras tupiniquins e francesas.

Já no dia 27 de outubro, além do tradicional jantar pantagruélico realizado no Chez Françoise, os chefs visitarão as cozinhas de restaurantes parceiros, nos pontos turísticos mais marcantes de Búzios, que receberão um menu degustação de 3 passos, fruto dos primeiros dias do intercâmbio de sabores entre os chefs dos dois países. O Circuito Pantagruels, como foi denominado, levará ao público, e ao coração da cidade de Búzios, essa integração entre as duas culturas gastronômicas. Entre os restaurantes participantes, estão: Cigalon Restaurant (Rua das Pedras), Taverne 67 (Rua Turíbio), Donna Jô (Porto da Barra) e Bar do Zé (Orla Bardot).

O sábado, 28 de outubro, será o grand finale! Um jantar celebrando a alta gastronomia de Brasil e França, com o melhor do que foi pensado e criado durante o intercâmbio. Um menu de 5 passos, onde os chefs terão a oportunidade de colocar em prática sua criatividade para surpreender os presentes com um menu inédito.

Os Chefs
1. Nicolas Frion: Sudoeste da França (1 Estrela Michelin);
2. Olivier Briand: Norte da França (eleito melhor bistrô em 2006);
3. Bruno Capellari: Sul da França (Bib Gourmand Michelin);
4. Humberto Marra: Chef embaixador do Centro-Oeste do Brasil;

Natacha Fink.jpg
5. Natacha Fink: Chef embaixadora do Norte do Brasil;

Roberta Ciasca.jpg
6. Roberta Ciasca: Chef embaixadora do Sudeste do Brasil;
7. Marcones Deus: Chef embaixador do Nordeste do Brasil;
8. Philippe Brye: Francês residente no Rio de Janeiro (Pâtissier do Sofitel);

Antoine Patrick Caestecker.jpg
9. Antoine Patrick Caestecker: Francês residente em São Paulo (Membro da Academie Culinaire de France);
10. Sébastien Laurent Michaut: Francês residente em São Paulo;

Frederic Monnier.jpg
11. Frederic Monnier: Francês residente no Rio de Janeiro (Chef Maître Cuisinier de France);
12. Frederic de Maeyer (restaurante Eça – H STERN – Rio de Janeiro);
13. Sonia Persiani: Argentina residente em Búzios – Chef embaixadora de Búzios (Cigalon);
14. Joana Gallo: Chef embaixadora de Búzios (Donna Jô);
15. Frank Gérard: Francês residente em Búzios – Chef embaixador de Búzios (La Taverne 67);
16. Leandro Ferreira: Chef embaixador de Búzios (Bar do Zé);
17. Paulo Cezar Cordeiro: Chef residente do Les Pantagruels (Chez Françoise).

Resumo

17 grandes chefs, sendo eles: 3 franceses vindos da França; 4 franceses residentes no Brasil; 1 belga residente no Brasil; 4 chefs brasileiros embaixadores de regiões do país; 5 chefs residentes de Búzios, embaixadores do balneário.

Cotelettes D'agneau por Nicolas Frion
Cotelettes D’agneau por Nicolas Frion
Cigale por Nicolas Frion
Cigale por Nicolas Frion

Agenda do encontro

· 24 e 25 de outubro (terça-feira e quarta-feira):
– Jantar no Chez Françoise, restaurante do hotel Le Relais La Borie, para os hóspedes e convidados com menu de 4 passos elaborado pelos chefs;
· 26 de outubro (quinta-feira):
– Coquetel de abertura para convidados do evento com especialidades de cada chef;
· 27 de outubro (sexta-feira):
– Circuito Pantagruels – Além do Chez Françoise, 4 Restaurantes de Búzios receberão chefs participantes para elaboração de um menu de 3 passos;
· 28 de outubro (sábado):
– Jantar final Les Pantagruels no Chez Françoise, restaurante do Hotel Le Relais La Borie. Menu gastronômico harmonizado com 5 passos. Chefs trabalharão em conjunto para criar pratos inéditos que homenageiem a cozinha brasileira.

Entrada Criada no Pantagruels 2014 2
Entrada Pantagruels

Les Pantagruels

Les Pantagruels tem como inspiração a reprodução do espírito criado pelo escritor François Rabelais em suas histórias. Ou seja, um encontro de amigos, em total descontração, onde se degusta das melhores comidas num clima fraternal. O evento foi idealizado pelo casal francês Paul e Françoise Lindemann, com a intenção de ser um tempo de boa vivência acompanhada pelo melhor da gastronomia francesa e brasileira. Já participaram em outras edições do festival grandes nomes da gastronomia francesa, como: Marc Meurin, duas estrelas no guia Michelin; Patrick Gauthier, uma estrela no guia Michelin; Emmanuel Ruz, uma estrela no guia Michelin; Didier Aniés, uma estrela e chef MOF (Meilleur Ouvrier de France) entre muitos outros.

Michaut
Criação de Sébastien Laurent Michaut
Humberto Marra
Sobremesa criada por Humberto Marra
Festival Gastronômico Les Pantagruels 2014
Sobremesa criada por Les Pantagruels

Parceiros Les Pantagruels


Entre as marcas parceiras do evento, participam importantes nomes de diferentes segmentos. Renault, Tok di Kasa, Casa Valduga, Champagne Brimoncourt, Água Platina, Cachaça Magnífica, Carmen Steffens e Tramontina. A decoradora Raquel Goulart e a Art Frame Búzios também são apoiadores do encontro

Ingredientes

Confira abaixo os mais inusitados ingredientes que serão apresentados aos chefs franceses pelos chefs brasileiros, e que estarão presentes em alguns dos pratos que serão criados:
– Licuri: é um coquinho pequeno que dá em grandes cachos de uma espécie de palmeira, que é abundante no norte de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Pode ser comido cru e, quando maduro, pode ser torrado para ser utilizado receitas;
– Maxixe: muito utilizado em ensopados, moquecas e cozidos da culinária popular do Norte e Nordeste. É um fruto de casca verde, ovalado e que possui pequenos espinhos moles;
– Maturi: castanha de caju verde, utilizada em pratos da culinária nordestina, como por exemplo a moqueca de maturi. No livro Tieta do Agreste, de Jorge Amado, é citado no prato “frigideira de maturi”;
– Jatobá do Cerrado: seu fruto tem uma polpa farinácea, sendo utilizado no preparo de pães, bolos e mingau. Presente no Centro-Oeste brasileiro, também é comum seu uso na produção de geleias e licores.
– Jenipapo: essa fruta era utilizado pelos índios para pintar seu corpo. Toda a planta pode ser utilizada para o consumo. Consumida naturalmente é ácida, porém é matéria-prima para doces, vinhos, licores e xaropes. Tem uma polpa suculenta e aromática.
– Tamarindo: originária da África e Índia, mas que se adaptou ao solo goiano. Essa fruta pode ser utilizada como especiaria e tempero em diversas receitas, além de molhos, sucos, geleias e doces. Suas flores e folhas ainda podem ser consumidas como em saladas e sopas.
– Jambu e suas flores: da mesma família do agrião, o jambu tem uma característica única: possui alta concentração de espilantol. Essa substância, quando em contato com as papilas gustativas, causa um sensação anestésica na língua. Utilizado para o preparo do molho de tucupi, típico da região Norte.
– Banana Pacovão: espécie muito utilizada na culinária da região Norte. As frutas chegam a atingir 50 centímetros, e podem ser utilizadas nas mais variadas receitas, em diferentes estágios de seus amadurecimento.
– Outros ingredientes: farinha uareni, aviú, semente de cumaru, pimenta muruoi, tucupi, pequi, castanha de baru, magaba, cagaita, cajazinho, flor de coco, queijo coalho, azeite de dendê, macaxeira, entre muitos outros.

Festival Gastronômico Les Pantagruels 2014Festival Gastronômico Les Pantagruels 2014

Chez Françoise
Valor do menu harmonizado da sexta (27): R$ 380,00 por pessoa
Valor do menu harmonizado da sábado (28): R$ 450,00 por pessoa
Reserva por meio de consulta no telefone (22) 2620-8504

Hospital Fundação do Câncer faz mamografia gratuita

Hospital Fundação do Câncer, no Méier, oferecerá 60 mamografias gratuitas a mulheres acima de 40 anos e que não possuem plano de saúde. A ação faz parte da campanha mundial Outubro Rosa e visa conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta consideravelmente as chances de cura da doença.

A marcação do exame pode ser feita pelo telefone 21-2241-9695. Pela página do Facebook do Primavera Rosa também é possível fazer uma pré-inscrição e aguardar o contato telefônico para a confirmação do agendamento. O atendimento será feito às segundas, terças e quintas-feiras, a partir do dia 9 de outubro, na unidade (localizada na Rua Aristides Caire, 27 – Méier – Rio de Janeiro). Só serão realizados exames pré-agendados.

De acordo com o diretor do Hospital Fundação do Câncer, o mastologista Carlos Frederico Lima, o câncer de mama é um tumor curável em até 98% dos casos, se detectado na fase inicial, reduzindo significativamente a necessidade da mastectomia (retirada dos seios), tão temida pelas mulheres.

“Somente o exame de mamografia pode mudar a curva da doença. Uma das barreiras para a detecção precoce do câncer de mama é o medo. Nosso intuito com a campanha é fazer com que as mulheres não tenham receio do exame e não demorem a procurar orientação médica”, diz.

Pesquisas científicas mostram que o desenvolvimento de até 13 tipos tumores está relacionado a hábitos comportamentais. “A ideia é mostrar que, com a adoção de medidas simples no dia a dia e acompanhamento regular de um especialista, é possível reduzir significativamente a incidência do câncer de mama”, concluiu o mastologista Carlos Frederico.

A recomendação da Fundação do Câncer é a realização da mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) em mulheres entre 40 e 69 anos, ou antes dessa faixa etária caso haja histórico familiar de câncer de mama ou a indicação de um profissional de saúde a partir de um exame clínico.

primavera rosa2.jpg

Sobre a Fundação do Câncer:

A Fundação do Câncer é uma instituição privada e sem fins lucrativos que, há mais de 25 anos, realiza ações estratégicas para o controle do câncer no Brasil por meio de programas e projetos em promoção da saúde, prevenção, diagnóstico precoce, educação e pesquisa. Tem atuação direta na assistência com o Hospital Fundação do Câncer, no Rio de Janeiro, que foi projetado para ser um centro de referência em oncologia no país. A unidade oferece atendimento humanizado e tecnologia de ponta, com estrutura de serviços disponível em um só lugar.

Na área de educação, a Fundação é responsável pelo desenvolvimento do Programa Nacional de Formação em Radioterapia, em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e o Instituto Nacional de Câncer (Inca), contemplado no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), do Ministério da Saúde.

A instituição também tem parceria com o Inca no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e no projeto de expansão da Rede Brasileira de Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (Rede BrasilCord), e com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no Programa de Oncobiologia.

Aprenda duas receitas típicas do Rio de Janeiro 

Todos acompanhamos, transtornados, os episódios de violência no Rio de Janeiro nos últimos dias. Porém, é sempre bom lembrar que a cidade é muito mais que isso. E se você acha que o Rio não tem pratos típicos, está completamente enganado. A cidade é uma mistura de vários povos e das mais diversas tradições dos quatro cantos do país.

Por isso, o Chef Leonardo de Carvalho, da Unilever, ensina duas incríveis receitas de Arisco que são a cara da cidade maravilhosa para você mandar bem e homenageá-la, afinal, ela precisa da solidariedade de todos brasileiros.

Pastel de Carne Moída

PASTEL_DE_CARNE_MOÍDA.JPG

Ingredientes
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de amido de milho
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de óleo
Meia xícara (chá) de água morna
1 colher (sopa) óleo
Meio quilo de carne moída
2 dentes de alho
1 unidade de cebola pequena ralada
1 unidade de Tempera Mais Arisco para Carnes, Aves e Arroz
4 colheres (sopa) de azeitona verde picada
1 colher (sopa) de salsinha picada

Modo de preparo

Massa
Em uma tigela, peneire a farinha, o amido de milho, o sal e o açúcar. Junte o óleo, a água morna aos poucos e misture bem até que a massa fique homogênea. Cubra com um pano úmido e reserve por 1 hora.

Recheio
Em uma panela, aqueça o óleo em fogo médio e frite a carne até dourar.  Junte alho e a cebola. Refogue. Acrescente o Tempera Mais Arisco para Carnes, Aves e Arroz, a azeitona verde e a salsinha. Misture bem, retire do fogo e espere esfriar. Abra a massa bem fina entre 2 folhas de filme plástico e corte com cortador em rodelas de 8 cm de diâmetro. Recheie os pastéis, e feche apertando com um garfo.  Em uma panela ou frigideira funda, aqueça o óleo em fogo médio. Frite os pastéis aos poucos, escorra em papel toalha e sirva a seguir.

Rendimento: 40 pessoas
Tempo de preparo: 2 horas

Estrogonofe de Frango

ESTROGONOFE_DE_FRANGO.JPG

Ingredientes
2 colheres (sopa) margarina
1 unidade de cebola média picada
600 gramas de filé de frango cortado em cubos pequenos
2 colheres (sopa) de extrato de tomate
1 xícara de água fervente
1 colher (sopa) de molho inglês
2 colheres (sopa) de catchup Arisco
Meia xícara (chá) de cogumelo em conserva cortado em fatias
1 embalagem de creme de leite

Modo de preparo
Em uma panela, aqueça a margarina em fogo médio e frite a cebola por 3 minutos.
Junte o frango e refogue, mexendo às vezes, até dourar. Acrescente o extrato de tomate, a água, o molho inglês, o catchup Arisco e o cogumelo. Cozinhe em fogo médio até o frango ficar macio. Junte o creme de leite e mexa até aquecer. Sirva em seguida.

Variação: sirva com arroz branco e batata palha.
Rendimento: 4 pessoas
Tempo de preparo: 1 hora

Fonte: Arisco – Confira mais receitas no Recepedia