Arquivo da categoria: sem glúten

Livro traz receitas capazes de melhorar qualidade de vida de portador de autismo

Além de sugerir o preparo de diversos pratos, lançamento da Buzz Editora reúne histórias de amor e esperança envolvendo pais e filhos

Fundado em 2012, em Barra do Piraí (RJ), o projeto social Casa de Brincar tem como um de seus grandes atrativos as oficinas Cozinha sem Glúten, destinadas a uma causa muito nobre: ensinar familiares de crianças e jovens portadores de autismo a criar receitas que melhorem a qualidade de vida de seus filhos. O resultado dessas oficinas, certamente, vai muito além da descoberta de novos pratos e é responsável pelo surgimento de inúmeras histórias de amor e esperança.

Histórias essas que acabam de ser reunidas pela Buzz Editora no livro “Sem glúten, contém afeto”, de Carla Müller de Carvalho, uma das fundadoras das oficinas e também mãe de um menino portador de autismo.

“A ideia de escrever a obra nasceu da necessidade de ajudar as pessoas que cozinham para essas pessoas tão especiais. Mas não é apenas um livro de receitas, é um livro que traz momentos de intensa conexão vividos por um grupo de colaboradores, mães e filhos durante os encontros da Cozinha sem Glúten conta a autora.

Além de oferecer diversas combinações de nutrientes e enriquecer as receitas do cotidiano, a obra sugere um retorno aos quitutes caseiros como alternativa ao consumo excessivo de alimentos industrializados.

Mas qual é a relação entre o autismo e o glúten? “Há alguns anos, mães e pais de portadores de autismo em todo o mundo vêm experimentando novos regimes alimentares, que contribuem para um apaziguamento do comportamento. E os que mais apresentam benefícios são os sem glúten e lactose”, explica.

Ao longo de 176 páginas, os leitores encontram imagens de alimentos que dão água na boca e fotos emocionantes de momentos íntimos entre portadores de autismo e familiares. “Por isso, esse é um livro com gostinho de lar, de memórias, de incluir e aproximar todos ao redor de uma mesa repleta de amor e sabor. Com as receitas, o leitor pode se nutrir de mais leveza, saúde e força para construir um futuro cheio de possibilidades, sem restrições”, finaliza Carla.

bd2cb5_b56828048dc944b885bcb02a4a1fdc18-mv2.png

Serviço:
Título: “Sem glúten, contém afeto”
Autor: Carla Müller de Carvalho
Selo: Buzz Editora
Páginas: 176
Preço: R$ 59,90

Anúncios

Belive lança brownie proteico e muffin zero açúcar

Belive, marca de snacks saudáveis, apresenta as novas opções de brownie proteico e muffin zero açúcar. Os lançamentos são alternativas práticas de produtos proteicos e zero açúcar que se diferenciam das existentes no mercado, como barrinhas e shakes.

A nova versão do brownie com proteína vegetal, no sabor double chocolate, recebe um toque especial de gotas de chocolate amargo. Além de delicioso, tem cinco gramas de proteína de ervilha, chia e arroz. Não contém glúten e lactose, suas proteínas vegetais são fontes de fibras, auxiliam na regulação do trânsito intestinal e no aumento da saciedade.

muffin1

O saboroso muffin zero açúcar, nas versões double chocolate e laranja com gotas de chocolate é perfeita para se deliciar a qualquer hora do dia. Além de ser zero açúcar e sem lactose, é formulado com um mix de farinhas, fornecendo nutrientes para uma vida equilibrada.

muffin2muffin11

Informações: Believe

 

Chef sugere Tortinha de Maçã sem Glúten e sem lactose

Tem gente que ama uma tortinha de maçã, e não é justo ficar sem comer porque segue uma dieta com restrições ao glúten ou à lactose. Por isso, a chef Paula Rosignoli, da Pra Lá de Bom Delicias Sem Glúten desenvolveu uma receita deliciosa e rica em cálcio, que auxilia na formação e manutenção óssea.

Tortinha de Maçã sem Glúten e sem lactose

Ingredientes

Massa
130g de um mix de farinha de sem glúten (de qualquer marca)
20g de farinha de amaranto
30g de farinha de amêndoa
60g de manteiga ghee
50g de açúcar demerara
1 ovo
20ml de água

Recheio
2 Maçãs descascadas e fatiadas bem fininhas
40g de açúcar demerara
3g de canela em pó
1g de noz moscada ralada
1g de extrato de baunilha
20g de farinha de mandioca crua

Modo de preparo
1. Para preparar a Massa, coloque todos os ingredientes em uma vasilha e mexa até criar uma mistura uniforme.
2. Abra a massa em com a ajuda de um rolo e um papel plástico para não grudar. Corte as tampas com a ajuda das forminhas que irá usar.
3. Divida o restante da massa em 4 partes iguais e monte a base das suas tortinhas.
4. Para o recheio misture o açúcar com a canela e noz moscada e corte as maçãs em rodelas bem finas.
5. Coloque uma colherzinha de farinha de mandioca nas bases e de forma alternada coloque fatias de maçã, a mistura do açúcar com canela e a noz moscada.
7. Após rechear coloque uma colherzinha de extrato de baunilha e uma colherzinha de farinha mandioca para finalizar.
8. Ao colocar as tampinhas das tortinhas faça alguns cortes na massa para liberar o vapor do cozimento da maçã.
9. Leve ao forno de 160º por 60 minutos.

tortinha de maça.jpg

Fonte: Pra Lá de Bom

 

Pizzas sem glúten e com farinha integral e de arroz

Paulistano que se preze não dispensa uma pizza, certo? Mas às vezes bate aquela culpa. Pensando em quem não dispensa os prazeres da boa mesa, mas também quer uma vida mais leve, a Dídio Pizza Delivery tem em seu cardápio duas linhas de pizzas: Dídio Light e Dídio Healthy.

A Linha Healthy é Glúten Free que vem para atender pessoas que buscam uma vida mais leve e o público fitness e tem dois sabores:

– Dídio Healthy Brócolis: é preparada em massa sem glúten, produzida com farinha de arroz, sal, açúcar (0,01%), batata doce, ovos, polvilho doce e goma xantana. Já o recheio vem com finas fatias de frango defumado Sadia, brócolis temperado, sob uma camada de cream cheese para dar aquele toque especial. A pizza Média custa R$ 57,00 e a grande R$ 63,50.

pizza brocolis.jpg

– Dídio Healthy Atum: é recheada com atum Gomes da Costa, tomate cereja, abobrinha e uma camada cream cheese que completa o sabor. Ela pode ser preparada na massa tradicional, integral ou ainda na massa sem glúten da Dídio Pizza que é produzida com farinha de arroz, sal, açúcar (0,01%), batata doce, ovos, polvilho doce e goma xantana. A pizza Média custa R$ 64,50 e a grande R$ 71,50

A Linha Light é preparada é preparada com farinha 100% integral e azeite de oliva, nos seguinte sabores:

– Veggie: Abobrinha, berinjela, mussarela light, tomate seco, e manjericão. A pizza Média custa R$ 62,00 e a grande R$ 69,00
– Portuguesa Ligth: Peito de peru light, cebola, ovos e mussarela light. A pizza Média custa R$ 56,00 e a grande R$ 62,00
– Philadelphia: Peito de peru light, cream cheese Philadelphia e tomate seco. A pizza Média custa R$ 65,00 e a grande R$ 72,00
– Dídio Light: Peito de peru light, palmito, alho poró e cream cheese Philadelphia. A pizza Média custa R$ 83,00 e a grande R$ 92,00

Informações: Dídio Pizza

Verd & Co. tem programação semanal com várias promoções

Com o objetivo de desmistificar a ideia de que a alimentação saudável nem sempre é saborosa, o Verd & Co., restaurante curitibano especializado em comida saudável e criativa, não só oferece um cardápio completo com opções que vão desde sucos prensados a frio, a pizzas e hambúrgueres saudáveis, como trabalha também promoções diárias, para quem preza por uma boa alimentação e preço justo.

Foto: Priscilla Fiedler

Agora, de segunda a sábado, o restaurante conta com promoções especiais para seus clientes. No almoço, a casa oferece o “Prato Barateza”, que custa R$ 21,00. A opção leva frango grelhado, arroz, feijão, farofa de banana e ovo estalado no forno. Durante os jantares de segunda-feira, servidos das 18h às 22h30, os pratos são em dobro. Quem pedir um prato personalizado da opção “Monte Sua Refeição” ganha o segundo igual.

Já nas terças-feiras, é dia de combo “Sopa&Sobremesa” no jantar. Duas sopas do menu acompanhadas por duas sobremesas custam R$ 40,00.

Verd&Co

Nas noites de quarta-feira, os amantes de pizzas podem aproveitar uma promoção especial, que dá 50% de desconto na compra da bebida que acompanha o tradicional preparo.

Verd&Co

Nos jantares de quinta, pedindo dois pratos iguais no “Monte Sua Refeição” o segundo sai pela metade do preço. Para fechar a semana de promoções, o happy hour do Verd & Co., tem 20% de desconto em todos os rótulos de cervejas sem glúten e vinhos nas noites de sexta e sábado.

Foto: Priscilla Fiedler

Fotos: Priscilla Fiedler

Verd & Co. – Rua Coronel Dulcídio nº 588, no bairro Batel, e funciona de segunda a sábado, das 11h30 às 23h. Conta com disk entrega

Achocolatado de cacau belga livre de açúcar e adoçantes

Produto é composto de 50% de cacau belga combinado com alfarroba, planta de origem mediterrânea rica em fibras e nutrientes

Sanavita traz mais uma novidade: o Achocolatado Premium Sanavita, que integra a Linha Livre da marca. O novo produto não contém maltodextrina, açúcar, adoçantes, glúten, lactose ou qualquer aditivo químico, e é ideal para o consumo de diabéticos, intolerantes à lactose ou por pessoas que optam por um estilo de vida mais saudável.

Rico em vitamina D e cálcio, importantes para a saúde dos ossos, o Achocolatado Premium Sanavita não tem contraindicação e pode ser consumido, inclusive, por crianças e idosos. “Diferente dos achocolatados tradicionais, ricos em açúcar, o novo produto da Sanavita tem apenas 17 calorias por porção e combina os benefícios dos antioxidantes (polifenois) presentes no cacau e alfarroba, com a polidextrose, fibra prebiótica que atua favorecendo a saúde intestinal”, explica a nutricionista Natália Dourado.

A junção do cacau belga com a alfarroba favorece a ação contra os radicais livres e contribui para a melhora do humor, diminuindo a sensação de estresse e ansiedade – aumentando a sensação de satisfação. “Além disso, auxilia no controle da pressão sanguínea, colesterol e dos níveis de glicose no sangue, por isso pode ser consumido por diabéticos”, enfatiza a nutricionista.

Natália indica adicionar 10 gramas do produto (equivalente a 2 colheres de sopa rasas), em 200 mililitros de uma bebida da preferência do consumidor, como leite, leite sem lactose ou bebidas vegetais. O achocolatado também pode ser usado em mistura de bolo, sobremesas e outras receitas, podendo ser consumido quente ou frio.

achocosite.png

A embalagem com 200g rende até 20 porções e está com o preço promocional de R$ 39,99 nos primeiros três meses de lançamento.

Informações: Sanavita

Cinco mitos e verdades sobre o emagrecimento

Para a especialista Gladia Bernardi , recorrer a dietas muito restritivas ou se submeter a cirurgias são alguns dos “mitos”; ela lista o que fazer e o que evitar para perder peso de forma saudável

Na tentativa de emagrecer a qualquer custo, há quem recorra a medidas radicais como seguir “dietas da moda” que excluem totalmente alguns tipos de alimentos -como aqueles que contém glúten e lactose-, ou submeter-se a procedimentos cirúrgicos invasivos.

“A velocidade com que as novas dietas surgem e desaparecem está diretamente relacionada ao fracasso das mesmas”, alerta a nutricionista Gladia Bernardi, criadora do método Emagrecimento Consciente. “Se elas dessem mesmo certo, o resultado obtido seria duradouro e não seria preciso, a toda hora, criar uma nova modalidade”, comenta ela.

No entanto, o que pouca gente sabe é que é possível, sim, emagrecer de forma saudável e sem tanto sacrifício. “A obesidade é uma doença mental, e o que precisa ser tratado é a chamada ‘mente gorda’. É fundamental trabalhar a repetição de novos e bons hábitos, que levem à perda de peso sem o uso de remédios, dietas restritivas ou intervenções cirúrgicas. O grande segredo é transformar a maneira como o indivíduo se relaciona com a comida”, recomenda a nutricionista e coach.

A especialista aponta alguns mitos e verdades do processo de emagrecimento:

1 – Dieta sem glúten e sem lactose funciona para todos

sem gluten
Foto: Shutterstock

Mito: assim como muitas outras dietas que viraram “moda”, a técnica de eliminar completamente o glúten do cardápio ganhou adeptos entre celebridades e acabou se tornando popular no Brasil e no mundo. No entanto, ao contrário do que muita gente pensa, nem todas as pessoas se beneficiam dessa estratégia para perder peso.

“Com exceção do 1% da população mundial que sofre de doença celíaca, ou seja, que tem sensibilidade ao glúten, as pessoas acabam emagrecendo com essa dieta por evitarem alimentos calóricos como pão, macarrão ou bolo, que contêm glúten. Ou seja, a questão não é o glúten em si, e sim as escolhas alimentares mais inteligentes”, pondera.

No entanto, Gladia alerta que de nada adianta evitar alimentos com glúten e exagerar no chocolate, por exemplo. “O profissional precisa descobrir qual é o gatilho mental que está sendo acessado pelo seu cliente e como ele é representado no seu corpo com excesso de peso.”

Portanto, segundo a especialista, mais importante do que focar apenas nos itens que compõem o cardápio é descobrir o que faz com que aquele indivíduo coma compulsivamente e “desativar” essa armadilha da mente.

2 – Suplementos podem substituir refeições para emagrecer

homem preparando suco

Mito: para Gladia, esse é mais um mito fundamentado somente no imediatismo. “A pessoa até pode recorrer aos suplementos para emagrecer como ‘emergência’ para o verão, mas se esquece de que há vida no outono, no inverno, na primavera. Quem aguenta tomar suplementos durante o ano todo?”, questiona.

Além do mais, lembra a especialista, muitos desses produtos não são regulamentados ou acabam proibidos de serem vendidos no Brasil. Isso acontece por não haver pesquisa que comprove se eles são ou não prejudiciais à saúde. “Além de não emagrecer, a pessoa pode colocar sua própria saúde em risco, principalmente se consumir por conta própria. Por isso, sempre alerto para procurar um profissional de saúde para buscar orientações antes de utilizar qualquer tipo de suplemento”.

3 – Ter o apoio de um bom profissional faz emagrecer 

corrida shutterstock

Verdade: apenas a prescrição perfeita, de acordo com Gladia, não garante o bom resultado. “Um bom profissional trata a raiz do problema e faz com que o cliente emagreça de forma consciente”, pontua a especialista.

Ela explica que fatores como a autossabotagem e a criação de uma zona de conforto precisam ser combatidos. “O profissional deve dizer ao paciente: ‘Se você quer mudar de vida para sempre, quero fazer uma pergunta: me dê um bom motivo para que eu continue ajudando você’. Assim, o paciente percebe o empenho e passa a buscar o resultado”.

“Todos os pacientes provavelmente já passaram por outros profissionais e métodos, tentativas frustradas de dietas e processos de emagrecimentos inacabados e ou interrompidos. O bom profissional deve saber lidar com essa frustração e apontar o caminho correto”, ensina.

4 – Modificar a mentalidade emagrece 

terapia shutterstock

Verdade. Na opinião de Gladia, a mudança de pensamento é a grande chave para o emagrecimento e garante que os resultados sejam duradouros. “O controle da ansiedade, por exemplo, além de ajudar a emagrecer melhora o sono e a saúde em geral, facilitando o controle de doenças, e, acima de tudo, gerando um sentimento de vitória com os novos hábitos.”

Segundo a especialista, a única forma de tratar problemas como a compulsão alimentar é através da mudança de mentalidade. “A compulsão por comer deve ser vista como um vício, assim como o de um alcoólatra, de um usuário de drogas. Ela nada mais é do que o vício por comida”, comenta.

A mudança de pensamento é a base do método Emagrecimento Consciente, técnica hoje usada por mais de 1.500 profissionais de saúde.

5 – Cirurgia vai me deixar magro para sempre

medico shutt

Mito: segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), o número de intervenções cirúrgicas cresceu 300% nos últimos dez anos. Deste total, 5% são pacientes com menos de 20 anos.

“Ao recorrerem a cirurgias, muitos imaginam que estão dando o seu último adeus às gordurinhas. No entanto, esse é um grande mito, pois a verdadeira origem da obesidade não foi tratada, e é por isso que muitos voltam a engordar”, explica Gladia.

“Quase todos os meus pacientes usavam a comida como um remédio para um mal emocional, e por isso estavam acima do peso. É preciso mudar a maneira de pensar a comida e de se relacionar com ela. Caso contrário, após a intervenção cirúrgica, o descontrole alimentar pode voltar a se manifestar nos próximos 2 anos, comprometendo o resultado”.

gladia bernardi

Fonte: Gladia Bernardi é nutricionista, coach e desenvolvedora do método “Emagrecimento Consciente”, baseado na neurociência, na programação neurolinguística e em coaching. Por meio de técnicas e ferramentas pioneiras, que dispensam dietas restritivas, prescrição de medicamentos ou intervenções cirúrgicas para o emagrecimento, visa transformar profissionais da área da saúde, coaches e consultores independentes em especialistas em emagrecimento junto a pacientes

Leite de coco pronto para consumo

Depois conquistar o mercado com sua água de coco 100% natural, a Obrigado traz sua nova linha de bebidas. Opção saudável para qualquer hora e local do dia como café da manhã, lanche da tarde, no trabalho e na escola, o leite de coco pronto para consumo, sem lactose, apresenta as versões original, manga e maracujá, chocolate, e banana com morango e linhaça.

O leite de coco da Obrigado traz dez vitaminas em sua composição, além do ácido láurico, uma poderosa substância natural, também encontrada no leite materno, com propriedades antivirais, antifúngicas, antibacterianas, digestivas, imunoestimulantes, antioxidantes e que ainda age regulando os hormônios da tireoide e acelerando o metabolismo.

“Os leites vegetais vêm crescendo muito no Brasil por oferecerem alternativas saudáveis e serem ideais para os intolerantes à lactose. A missão da Obrigado foi encontrar a melhor matéria-prima para pessoas que buscam um leite saudável. A marca é comprometida em trazer sempre produtos de alta qualidade, diferenciados, saborosos e com muitos benefícios para a saúde, mostrando a diversidade e vantagens que o coco traz para o dia a dia” explica Roberto Lessa, vice-presidente da Obrigado.

leite de coco2

Segundo dados brasileiros, 70% dos adultos têm sintomas de intolerância após consumir leite de vaca ou derivados. “O leite de coco pode ser consumido por todos, principalmente pelos alérgicos e por quem tem qualquer nível de intolerância a lactose. Além disso, é sem conservantes, sem colesterol e sem glúten”, afirma Carolina Godoy – nutricionista da Consultoria Equilibrium.

A bebida é fonte de cálcio e enriquecida com dez vitaminas – Vitamina A, Vitamina C, Vitamina D, Vitamina E, Vitamina B1, Vitamina B3, Vitamina B5, Vitamina B6, Vitamina H (Biotina), fornecendo carboidratos, que são macro nutrientes que levam energia para o corpo, gorduras boas que participam de vários processos do metabolismo e dão saciedade, fornecendo uma alimentação balanceada e nutritiva com preço acessível.

Obrigado_baixa03170622_112144

As bebidas são encontradas em diversos pontos de vendas do país, de supermercados a empórios naturais e lojas de conveniência. Os produtos têm dois tamanhos: 200ml por R$ 2,97 e de 1l por R$ 11,90. A geração saúde agradece.

Informações: Obrigado

150 Maksoud amplia seu cardápio com menu de Dietas Especiais

Pensado para aqueles que têm alguma intolerância a glúten, lactose ou açúcar sem deixar o sabor de lado

Pensando que uma das principais refeições para as pessoas é o café da manhã, o restaurante 150 Maksoud (do Maksoud Plaza Hotel ) complementa o seu já conhecido café da manhã com um cardápio de dietas especiais. Voltado para pessoas com restrição alimentar a glúten, lactose ou açúcar; os novos itens são oferecidos todos os dias a partir das seis horas.

O café da manhã é muito importante para uma dieta equilibrada, pois além de ajudar a regular a fome no decorrer do dia, fornece os nutrientes necessários para recuperar o corpo após o período de jejum ao qual o ser humano se submete enquanto dorme.

Dentre os itens oferecidos no novo cardápio há pão sem glúten, leite de soja, leite sem lactose, gelatina sem açúcar, omeletes de claras, ovos quentes ou poche. E, ainda, você pode montar uma omelete ou uma tapioca, em uma das estações dispostas, com os ingredientes de preferência como: queijo prato, presunto, peito de peru, queijo branco, tomate, cebola, salmão ou champignon.

leite soja.png

Tudo incluso no valor de R$ 50,00 por pessoa, mas crianças menores que seis anos são convidadas do hotel e de 7 a 12 anos têm 50% de desconto.

Horário: das 6 até às 10h30
Local: 150 Maksoud
Endereço: Rua São Carlos do Pinhal, 424 – Lobby

 

Receitas de bolos para festas juninas: Milho Verde Orgânico e Batata Doce

Junho está acabando, mas o clima de festa junina continua forte! Época de alegria e danças, com fogueiras, bolos quentinhos e muitas comidas gostosas para aquecer o frio do inverno. Além das tradicionais comidas como canjica, pé de moleque, milho cozido, pamonha etc, os bolos também marcam presença na festa e conquistam o paladar dos “caipirinhas”.

Pensando nisso,  que tal mudar e fazer um bolo de batata doce? A receita é de Cecília Victório, sócia fundadora da rede de franchising Bolos da Cecília. Abaixo, o passo a passo, simples e rápido, de como fazer um bolo delicioso e levar o clima junino para casa.

Bolo de Batata Doce por Cecília Victório, da Bolos da Cecília

Ingredientes

500 g batata doce
240 g  ovos (ligeiramente batidos)
50 g margarina
25 g açúcar refinado
200 g de leite condensado
40 g de coco ralado
40 g fermento em pó

Preparação da forma:
8 g margarina
8 g de farinha de trigo

• Reserve uma forma de aproximadamente 20cm
• Passe a margarina com pincel no fundo da forma. As laterais deverão ser untadas somente até a metade.
• Polvilhe com a farinha de trigo de maneira que cubra toda a parte amanteigada das formas

Modo de fazer

• Coloque as batatas com casca numa panela com água e leve para cozinhar
• Quando estiverem cozidas, escorra a água
• Retire a casca delicadamente com a faca e amasse grosseiramente as batatas ainda quentes deixando pequenos pedaços sem amassar
• Deixe esfriar

bolo de bata doce

Preparo da Massa
• Acrescente às batatas amassadas, os ovos, a manteiga, o açúcar, o leite condensado e mexa com o fuê sem bater todos os ingredientes até obter uma mistura homogênea
• Se na massa forem encontrados pequenos pedaços de batata, deixe-a assim
• Junte o coco ralado e mexa novamente até incorporá-lo
• Por último, acrescente o fermento em pó e mexa delicadamente sem bater
• Despeje a massa na forma já untada e enfarinhada
• Leve ao forno pré-aquecido a 180° por 35 minutos. Para saber o ponto certo, fure o bolo com um palito. Se sair limpo, está assado
• Retire do forno e deixe o bolo esfriar totalmente
• Passe levemente uma faca nas laterais para que elas se desprendam
• Use um disco ao desenformar o bolo e deixe-o na posição virado para cima. E pronto!

 

Bolo de Milho Verde Orgânico Sem Glúten

Que tal aprender uma receita de bolo de milho diferente? A Ghee Banqueteria criou um cardápio especial para as festividades juninas. Entre todas as opções de comidinhas, docinhos e bebidas típicas, como muffin de milho com ragu de frango caipira e requeijão, miniarepa com pernil desfiado, canjica, bombocado, entre outros, destaque para uma opção sem glúten, como o Bolo de Milho Verde Orgânico.

Bolo de Milho Verde Orgânico Sem Glúten

Ingredientes
250g. de milho cozido
100ml. de água do cozimento
200g. de leite de coco
5 ovos
90g. de milharina
400g. de açúcar
14g. de fermento em pó

Modo de preparo
Cozinhe as espigas de milho retire os grãos.
Coloque todos ingredientes no liquidificador e bata até ficar homogêneo.
Em uma forma untada despeje a massa e leve ao forno médio pré aquecido e deixe assar por aproximadamente 40 min.

bolo de milho