Arquivo da categoria: vegano

Legumes Vira-Latas: nabo, rabanete e acelga de uma maneira que você nunca viu

De vira-lata eles não têm nada. Nabo, rabanete e acelga de uma maneira que você nunca viu

Alguns legumes são desvalorizados e há quem torça o nariz para eles à mesa ou na feira. Para acabar com o estigma de vira-lata do nabo, rabanete, acelga, entre outros, a cozinheira britânica Anna Jones, autora do livro “Um jeito moderno de comer”, lançamento da Editora Alaúde, dá dicas para transformá-los em surpreendentes pratos.

livro moderno de comer

Confira abaixo as dicas para começar a incluir de uma nova maneira esses legumes na lista do supermercado.

Nabo

nabos pixabay
Pixabay

Vai bem com…
tomilho, alecrim, louro, alho, salsinha, agrião, cenouras, alho-poró, queijo cheddar, batatas, queijos azuis

– Na salada: se desejar uma salada original, corte o mininabo em fatias finas e tempere com limão siciliano e azeite.

– Na sopa: descasque e prepare uma sopa com ele, mais alho-poró, tomilho e louro, finalize com salsinha e gorgonzola.

– Assado: descasque e corte em pedaços iguais, asse com sal, pimenta-do-reino, azeite, alho e limão-siciliano por 45 minutos a 180 ˚C.

Picles: corte em fatias finas e deixe curtir com vinho branco, vinagre, sementes de erva-doce e um bom jato de mel.

*Dica: os nabos mais velhos precisam ser descascados, os mais novos podem ser comidos com casca e crus.

Acelga

acelga organic facts
Foto: Organic Facts

Vai bem com…
feijão branco, lentilha, massas, alho, tomilho, limão-siciliano, cominho, noz-moscada, vinagre, tahine, queijo parmesão

– Salteado: separe talos e folhas – salteie os talos com alho e azeite por 3 minutos, junte as folhas, tempere e sirva.

– Sopa: adicione a qualquer sopa, mais para o final do cozimento, como faria com o espinafre – os talos precisam de mais tempo do que as folhas.

– Apenas os talos: corte em pedaços de 8 cm de comprimento, branqueie por 4 minutos então tempere com 2 colheres (sopa) de tahine e suco de ½ limão-siciliano.

– Frituras: junte as folhas e talos branqueados com as sobras de purê e forme pequenos croquetes, fritando-os de ambos os lados – sirva com iogurte e limão-siciliano.

*Dica: Os talos e folhas precisam ser preparados separadamente, pois as folhas cozinham mais rapidamente

Rabanete

legumes

Vai bem com…
pão, manteiga, sal, tomilho, vinagre, gergelim, pimentadedo-de-moça, soja, sementes

– Salada: misture fatias finas de rabanetes, nabos e cenouras e tempere com limão-siciliano, endro ou cebolinha.

– Em um prato de primavera: acrescente alguns rabanetes cortados em quatro nos últimos minutos de cozimento de ervilhas, tempere com azeite e sirva com hortelã, sal e pimenta-do-reino.

– Com salada de repolho: misture-os a com uma salada de repolho, maçã e cenoura, finalize com limão e coentro.

– Utilizando as folhas: salteie as folhas com alho, sal e pimenta-do-reino e junte azeite de oliva para valorizar cada bocado.

*Dica: escolha os rabanetes menores. Eles serão mais adocicados.

Anúncios

Salon Line lança creme para pentear S.O.S Cachos – Super Óleos Nutritivo

Cachos ressecados e danificados? O tratamento para deixá-los nutridos, hidratados e com brilho extremo começa aqui. Pensando nas necessidades das consumidoras, a Salon Line, marca líder em transformação e uma das maiores fabricantes de cosméticos do Brasil, apresenta o S.O.S Cachos Creme para Pentear Super Óleos Nutritivo, com 12 óleos poderosos para um tratamento intenso, atuando nas camadas mais profundas da fibra capilar, repondo os nutrientes essenciais e trazendo vitalidade aos fios.

Essa união garante excelentes resultados para cabelos cacheados, crespos e em transição por contar com óleos de Coco, Argan, Karité, Macadâmia, Oliva, além de outras sementes, ervas e frutos poderosíssimos. Acombinação controla o volume, reduz o frizz, garante um super desembaraço, cabelos extremamente brilhosos e macios. O produto dá adeus aos fios desnutridos e sem vida.

Outro destaque do S.O.S Cachos Creme para Pentear Super Óleos Nutritivo é o filtro UV que protege os fios especialmente no verão.

Conheça o novo produto:

salon line

S.O.S Cachos Creme para Pentear Super Óleos Nutritivo – 300ml – Preço sugerido: R$ 10,90

O creme para pentear possui filtro UV e garante tratamento profundo aos fios. Com aplicação que desliza e facilita o desembaraço, seu toque traz emoliência dos óleos nutritivos presentes na fórmula. Indicado para a etapa de nutrição no cronograma capilar.

A linha S.O.S Cachos Super Óleos Nutritivo, conta com seis itens para quem deseja um tratamento profundo, são eles, shampoo, condicionador, cremáscara [creme de pentear + máscara de tratamento profundo], ativador de cachos nas volumetrias 300ml, 500ml,e 1kg, e agora o lançamento, S.O.S Cachos Creme para Pentear Super Óleos Nutritivo, 300ml. Toda a linha pode ser encontrada na loja online da Salon Line e nas principais perfumarias do Brasil.

Informações: Salon Line- SAC: (11) 4134-2727 | sac@salonline.com.br

La Loba é primeira empresa de moda vegana no país a receber o selo Vegan Society

Marca comemora também as conquistas dos selos PETA, CO² Neutro e EuReciclo que reforçam comprometimento da marca com valores como ética, transparência e responsabilidade socioambiental. Além de ser uma das indicada ao Prêmio EcoEra.

Com coleções em edições limitadas, a La Loba, marca pioneira na produção de bolsas veganas no Brasil, se propõe a uma nova forma de fazer moda, com peças sofisticas que unem materiais alternativos e livres de crueldade, com temáticas místicas e atemporais. E em 2018, comemora a conquistas de importantes selos que reforçam comprometimento da marca com valores como ética, transparência e responsabilidade socioambiental.

Durante mais de um ano, a La Loba passou pelo processo de avaliação para adquirir o selo de registro Vegan Society, organização que criou e registrou o termo veganismo em 1944, em Birmingham (UK), e que foi introduzida no mercado em 1990, como padrão internacionalmente reconhecido no mundo todo para produtos e serviços veganos. “Foi um processo longo e ​por tudo isso, me sinto orgulhosa e muito, mas muito feliz”, comemora Kaline.

A criadora da marca, Kaline Demarchi, explica que esse selo é essencial para o crescimento da La Loba. “Somos a primeira empresa de moda nacional a ter seus produtos registrado pela Vegan Society. Esperamos ​que este reconhecimento nos traga ainda mais força, a fim de continuarmos vivenciando e propagando o nosso sonho de ressignificar o ‘Mercado da Moda’, tornando-o mais consciente através de práticas que respeitem todo o ciclo de consumo, todas as pessoas envolvidas, e em especial os animais e o Planeta, pois estes têm sido ​os mais prejudicados pelos hábitos tão antigos e tão disseminados em nossa sociedade. Queremos mudança, e acreditamos que ela possa realmente acontecer, como já está acontecendo”.

O selo vegano está registado na Europa, EUA, Canadá, Austrália e Índia e usado no mundo inteiro em mais de dezoito mil produtos.

La Loba - Bolsa vegana saco preta estampada R$27900 www laloba com br

Outra conquista superimportante para a La Loba foi o certificado do PETA, a maior ONG em defesa dos animais no mundo, com mais de 6,4 milhões de membros e apoiadores. O selo garante que a empresa está o cumprindo várias normas para assegurar a não utilização de matéria-prima de origem animal em seus produtos. Para conquistar a certificação, a marca passou por um rigoroso processo que examina vários aspectos para comprovar que a marca é vegana e apresentar declarações de matérias-primas totalmente isentas de origem animal.

Preocupada com o processo de descarte de suas embalagens, a La Loba trará nas tags da marca o selo Eu Reciclo, que assegura que a empresa compensa no pós-consumo a quantidade de lixo produzido. Com ele estampado, o consumidor terá ciência sobre o compromisso da marca e a certeza de que está adquirindo um produto de uma marca engajada com o reaproveitamento e promoção de um destino ambientalmente adequada de resíduos, processo semelhante à compensação de carbono.

As tags que acompanham as bolsas são desenvolvidas com papel semente, para que sejam plantadas e cultivadas. As embalagens são feitas de material reciclado, em parceria com a ONG Idesam, de Manaus (AM), que confere o selo Carbono Neutro. Ao final de cada ciclo, é realizada a compensação do CO² emitido no processo de produção da marca, mediante o plantio de árvores na floresta Amazônica, beneficiando, assim, a comunidade ribeirinha da região e o meio ambiente como um todo.

majesty2 peq

“Os selos certificam ​e de certa forma reconhecem ​o nosso trabalho, ​servindo como ​um grande incentivo para que cada vez mais pessoas ​​possam conhece​-​lo e se identificar com ele. Acreditamos que além de criar produtos livres de crueldade, também devemos cuidar d​o ​Planeta, ​e foi ​por ​essa razão que, desde o início​, sempre buscamos parceiros ​conscientes ​e ​práticas capazes de gerar impactos positivos no meio em que atuamos. Plantar ​árvores no Amazonas, zerar o carbono ​emitido com a nossa atividade, reciclar nossas embalagens, criar tags com papel semente​,​ são algumas das ações que priorizamos​. E claro, fazemos ​tudo ​com muito amor​, pois acreditamos que daí vem a nossa força”, finaliza a criadora.

la loba.png

A La Loba também foi uma das marcas indicadas ao Prêmio EcoEra deste ano, idealizado pela especialista em consumo consciente Chiara Gadaleta com o objetivo de analisar os mercados de moda, beleza e design com indicadores de sustentabilidade.

Informações: La Loba

 

Lush oferece seus deliciosos produtos para um Dia das Mães sem crueldade

Visitar as lojas da Lush é como entrar em um parque de diversões para quem ama beleza, fragrâncias, cores e aromas. E ontem foi dia de conferir novidades que chegaram para celebrar o Dia das Mães.

A Lush Brasil criou uma coleção de produtos sazonais que já estão à venda e ficam disponíveis por apenas dois meses em todas as lojas e no site da marca. Todos os produtos são livres de crueldade animal, repletos de ingredientes naturais incríveis, fragrâncias inesquecíveis e autoconservantes.

Sempre divertida e inovando, a marca acaba de lançar sabonetes feitos por impressoras 3D. São eles: Rosedub, Lemon Zest, Purple Loosestrife e Chamomile Lawn, cujos moldes cabem na palma da mão. Todos foram inspirados no jardim da cofundadora da marca, Mo Constantine e contam com a base exclusiva da Lush, que é livre de óleo de palma. As fragrâncias frescas são apaixonantes.

lemon zest

Lemon Zest – quando a vida te der limões, faça um belo sabonete! Deixe as mágoas para lá e esfregue-se nessa maravilhosa mistura de murta limão e casa de limão fresco, pode confiar que vão espantar qualquer mal-humor. A pele agradece. Preço: R$ 55,00

rose_budd_soap_mothers_day_spring_2018_0

Rosebud – os delicados botões das rosas agora vão fazer do banho um momento mais que especial. Envoltos em leite de aveia e azeite de oliva extravirgem, este sabonete é um buquê de flores para qualquer pele que precise de um pouquinho de hidratação. Preço: R$ 55,00

purple_loosestrife_soap_mothers_day_spring_2018.jpg

Purple Loosestrife – florescendo junto com as três flores que fazer parte deste sabonete maravilhoso. Rosa, violeta e lavanda se entrelaçam com a bergamota relaxando até a mais atarefada das mães. Preço: R$ 55,00.

chamomile

Chamomile Lawn – imagine a calma de um jardim de camomila… é exatamente essa sensação de bem-esat que este delicioso sabonete irá proporcionar aos banhos. Preço: R$ 55,00.

web_antiope_shower_cream_mothers_day_spring_2018.jpg

Outra grande aposta da Lush para a data é uma nova versão do gel de banho sólido, o Antiope, que desta vez vem com os exóticos óleos de artemísia e pequi. Ele é mais um dos “produtos pelados” da marca, ou seja, não vem embalado. Feito com argila da Amazônia e laranjas brasileiras, ideal para elevar o humor e deixar a hora do banho ainda mais gostosa. Preço: R$ 85,00.

incredible_mum_bath_bomb.jpg

lush 9
Aqui, uma pequena ideia de como a água fica conforme a bomba vai se dissolvendo. Um visual lindo e um perfume que invade o ar

Incredible Mum – bomba de sal de banho. Ser mãe é como ser uma super-heroína, mas até heróis merecem descanso. Ideal para presentear a supermãe com um banho relaxante e ajudá-la a recarregar as energias. Os problemas podem esperar até a água esfriar. Preço: R$ 29,00

citrus are lush

Citrus Are Doing It For Themselves – nada como uma cama de bolhas cítricas para renovar o humor. Essa belezinha deixa a banheira com uma espuma marmorizada. Ideal para se fechar os olhos e confiar no limão e no grapefruit que irão tomar conta do ar e melhorar o humor quase que instantaneamente. R$ 35,00

raspberry lush.jpg

Raspberry Milkshake – não podemos nos deixar enganar pela aparência, nome ou perfume da framboesa, este sabonete não é uma sobremesa. Feito com óleo de limão e, claro, framboesa, deixará a pele completamente frutada e limpa. Pronta para encarar qualquer rotina. Preço: R$ 55,00

honey bear lush

Honey Bear – barra de massagem. Já ouviu falar de amor de mãe ursa? Esta barra de massagem representa exatamente isso. Feita com manteiga de cacau e karité, é um verdadeiro abraço de urso para a pele. Uma chance de retribuir todo o carinho que as mães dão, com uma deliciosa massagem. Elas merecem, não?

Há também presentes mais elaborados, bombas, espumas e géis de banho, além de barras de massagem. Ideais para relaxar corpo e mente.

lush5lush3lush4lush2lush7lush1lush8

Informações: Lush

Spa do Renaissance Hotel: renovado e com tratamentos veganos, orgânicos e naturais

Experiências sensoriais, terapias exclusivas, produtos veganos e orgânicos são algumas das novidades do The Spa at Renaissance, refúgio urbano dedicado ao bem-estar. Localizado no Renaissance São Paulo Hotel, as instalações e o menu de tratamentos foram cuidadosamente redesenhados com o objetivo de aproximar a natureza da agitada vida urbana, trabalhando corpo, mente e alma de forma conjunta, em busca de equilíbrio e bem-estar.

A escolha de novos produtos, voltados para o conceito de vida natural e consumo sustentável, ajuda a estimular o crescimento de micro produtores e a reforçar o novo conceito do SPA. Dentre as marcas disponíveis estão a Simple Organic, que conta com produtos de beleza e maquiagem 100% orgânicas, a Souvie, com cosméticos orgânicos totalmente naturais e certificados, produzidos na própria fazenda no interior de São Paulo e a Terral, que produz sabonetes e hidratantes com óleos orgânicos, manteigas e extratos vegetais.

“O menu foi totalmente renovado e conta com terapias exclusivas desenhadas em conjunto com a experiente equipe de terapeutas do SPA”, conta Grasiela Piccirillo, gerente do Spa e Fitness do hotel. “O spa oferece agora banhos de imersão relaxantes, energizantes e revitalizantes com sais, óleos essenciais e ervas naturais colhidas diretamente do nosso jardim”, completa.

reinassance spa

Dentre as terapias, um dos destaques é o The Spa Experience, que utiliza produtos totalmente orgânicos e veganos e possui o abacate como base. Óleo de coco, murumuru, melado de cana e açúcar são utilizados em conjunto em uma esfoliação por todo o corpo, que proporciona hidratação profunda e emoliência, conferindo luminosidade, maciez e elasticidade à pele. Para finalizar, o cliente recebe uma massagem nutritiva e relaxante.

Outro destaque do menu é o Ritual das Pindas. Originária das antigas terapias orientais, as pindas chinesas levam sais e ervas medicinais que contém propriedades tanto relaxantes como estimulantes. Proporcionam relaxamento físico e mental, elevação do estado de consciência, aumentam a concentração e a conexão com o interior, favorecendo o equilíbrio energético. A terapia é realizada alternando manobras relaxantes com o uso das pindas, seguida de uma esfoliação com sais e ervas medicinais e finalizada com um banho de ofurô.

Outra novidade foram as três novas massagens assinadas pela terapeuta Renata França que foram incluídas no menu. Além disso, seis jornadas, que são opções de Day SPA, foram criadas para proporcionar uma experiência sensorial completa. A Jornada Detox, por exemplo, inclui ritual de chegada com chá quente composto por um blend de ervas relaxantes e, na sequência, o tratamento corporal Rain Forest Body Wrap, que consiste em uma esfoliação com sais do Himalaia, aplicação de argila nativa da Amazônia, seguida por drenagem linfática. A jornada inclui ainda tratamento facial Détoxifiant Visage by Mary Cohr e suco detox. Trata-se de uma jornada completa de desintoxicação, regeneração, nutrição e conexão com a natureza.

reinassance 2

O The Spa está localizado em um andar wellness, composto por um completo e moderno fitness center (um dos maiores da América Latina dentro de hotel), piscina climatizada e o Bytes, espaço com um conceito de “comida de verdade”, com opções saudáveis, veganas, vegetarianas, sem lactose, gluten free, sugar free etc. O novo menu, assinado pela chef healthy lifestyle Rafaella Ramalho em parceria com o chef executivo do hotel Gayber Silveira, traz um buffet completo de café da manhã e almoço, além de sobremesas deliciosas feitas com frutas frescas, xylitol – um açúcar natural extraído da beterraba – e sem o uso de conservantes. “O brigadeiro funcional e o bolo de pote de matcha são os doces mais pedidos do Bytes. Smoothies, sucos energizantes, suchás e açaís também fazem parte do nosso novo cardápio, que agrada quem busca uma vida mais saudável”, afirma Silveira.

Renaissance São Paulo Hotel – Alameda Santos, 2.233 – Jardins – São Paulo – SP

Como saber se um cosmético é mesmo vegano

Conheça os principais elementos derivados da exploração animal presentes na formulação de cremes, xampus, sabonetes e maquiagem

Dentro da proposta de consumo consciente defendida pela Simple Organic, marca brasileira de cosméticos veganos, orgânicos, naturais e cruelty free chancelada pela Ecocert e pelo PETA, atenção ao que é descriminado nos rótulos é fundamental para não cair no Greenwashing.

A prática desempenhada por pequenos e grandes players da indústria de cosméticos caracterizada pelo marketing verde que não é verdadeiro, é muito mais um discurso de vender a sustentabilidade, a saúde e a beleza natural sem realmente carregar esses conceitos em toda a sua cadeia produtiva.

“É o caso de marcas que são cruelty free, ou seja, que não realizam testes em animais, mas que utilizam ingredientes de origem animal na composição de seus cosméticos. Eu não vejo muito sentido nisso. É uma contradição”, afirma Patricia Lima, fundadora da Simple Organic.

Essa leitura nos rótulos serve como ponto de partida para um movimento que cresce cada vez mais no Brasil já é rotina nos Estados Unidos e Europa e visa conscientizar o consumidor e a minimizar os riscos de cair no marketing verde de marcas ditas cruelty free, mas que não são necessariamente vegan friendly e, assim, a fazer escolhas inteligentes pautadas pela transparência na comunicação de suas embalagens.

cosmético validade rotulo

“Encorajamos as pessoas a se familiarizarem com as listas de ingredientes e a conferir a rotulagem, já que no Brasil não há nenhum órgão nacional que preste esse tipo de serviço. Isso vai muito além da utilização do leite e do mel pela indústria cosmética”, explica Patricia que sinaliza os principais ingredientes provenientes de sofrimento animal presentes na formulação de produtos de higiene pessoal a maquiagem. Proteínas (colágeno, colágeno hidrolisado, gelatinas e alguns aminoácidos isolados), lanolinas puras, acetiladas e/ou etoxiladas e ésteres derivados do sebo animal são alguns dos exemplos mais comumente utilizados nessa indústria”, enumera a especialista em beleza natural que garante a possibilidade de substituir ingredientes animais por vegetais e orgânicos sem perder em sensorialidade, espalhabilidade, emoliência, lubrificidade, oleosidade, consistência, estabilidade, pigmentação duração e validade.

Cochonilha, carmim ou vermelho natural 4

cochonilha pixabay
Pixabay

Corante extraído do corpo e dos ovos das fêmeas do inseto cochonilha, está presente em batons vermelhos e rosados, xampus e cosméticos avermelhados. O suco de urucum e o de beterraba são alternativas naturais para se obter a mesma coloração na indústria cosmética.

Colágeno e elastina
Obtido por meio da fervura do tecido conjuntivo dos animais, ou seja, de carcaças, ligamentos e ossos de boi e porco, frequentemente encontrado em cosméticos de tratamento para corpo, rosto e unhas, além de xampus e vitaminas. A proteína de soja e o óleo de amêndoa são substitutos para o colágeno.

Lanolina

lã.jpg
Pixabay

É o nome dado para o sebo da lã de ovelhas em produtos hidratantes em consequência de sua exposição à alta temperatura. Presente em produtos hidratantes como xampus, máscaras capilares e batons cremosos. Óleos extraídos de plantas e vegetais cumprem a função desempenhada pela lanolina.

Placenta
Retirada de animais fêmeas abatidas em matadouros, pode ser encontrada em xampus, condicionadores e produtos em geral destinados para tratamento capilar.

Ácido esteárico

sebo gordura pinterest
Geralmente derivado da banha (gordura animal de porco) ou sebo (gordura animal da carne de boi ou de carneiro). É produzido por fervura das carcaças dos animais para extração desse ácido graxo para compor sabonetes, cremes hidratantes e máscaras de cílios. O óleo de coco e de babosa são excelentes possibilidades veganas.

Estradiol
O estradiol é um tipo de estrogênio retirado da urina de éguas prenhas para compor hidratantes e perfumes.

Queratina
É conseguida pela trituração de uma enorme quantidade de cascos, pelos, penas, chifres e penas de animais, muito utilizadas em produtos para tratamento capilar e das unhas. Como alternativa, a proteína de soja e o óleo de amla podem ser utilizados.

Cera de abelha, geleia real, mel, pólen e própolis

abelha-snidget69
Foto: Snidget69/Morguefile

Sob os nomes de bee wax, Royal gelly, honey e pollen, a produção de mel também contribuiu para a crueldade animal. Isso porque muitos criadores utilizam métodos de inseminação artificiais nas abelhas rainhas e também optam pelaextração bruta do esperma do zangão para fecundação. As ceras de carnaúba e de candelila, além das manteigas de ucuúba, murumuru, tucumã, cacau e cupuaçu são perfeitas para substituir a cera produzida por abelhas.

Fonte: Simple Organic

22ª São Paulo Restaurant Week: conheça casas com pratos vegetarianos

São Paulo é a segunda cidade com maior número de restaurantes da América Latina e recebe mais uma edição da São Paulo Restaurant Week. Neste ano, o maior evento gastronômico de São Paulo e um dos mais importantes da América Latina, traz como tema a gastronomia internacional. Está é a 22ª edição realizada em São Paulo e acontece até o dia 22 de abril.

Antenados no gosto de seu público, alguns restaurantes oferecem opções vegetarianas e, até mesmo, veganas no Menu Week. “Estamos muito contentes em poder democratizar a boa culinária na cidade com preços acessíveis e, assim, trazer um cardápio variado e que atenda também esse público vegano e vegetariano, com uma boa culinária, pois a busca por restaurantes com esse tipo de culinária tem crescido cada vez mais”, conta Fernando Reis, idealizador e responsável geral pelo festival no Brasil.

Confira a seleção de restaurantes com opções de vegetarianas e veganas na 22ª RW SP:

• Arabia
• Banana Verde
• Bananeira
• Brado

base bistro bar Figo assado, queijo azul, nozes e folhas baby ao vinagrete de framboesa
Figo assado, queijo azul, nozes e folhas baby ao vinagrete de framboesa do Base Bistrô Bar

• Base Bistrô & Bar
• Bistro da enoteca
• Café Journal
• Cantina Zé Gomes
• DoRo Gastronomia
• Italy – Market Place
• Obá
• Emiliano
• Estação Leopoldina

salada de shitake kony
Salada de Shitake do Kony

• Kony
• La Madre Gourmet
• La Paella express
• La Piadina Cucina Italiana
• Serafina Itaim
• Serafina JK

tantra cheescake chocolate cardamomo e café
Cheesecake de chocolate com cardamomo e café do Tantra Tatuapé

• Tantra Mongolian Grill – Tatuapé
• Tantra Mongolian Grill – Vila Olimpia
• Tantra Mongolian Grill – Pinheiros

A 22ª edição da SP Restaurant Week manterá a opção de Menu Premium, com restaurantes de chefs renomados para quem quer vivenciar uma experiência gastronômica ainda mais sofisticada, mas também a preços democráticos. Os valores são fixos, para o Menu Tradicional, o almoço é R$ 46,90 e no jantar R$ 58,90. Já para o Menu Premium, que é necessário fazer reserva pelo site do evento, o almoço sai por R$ 68, e para o jantar R$ 89.

Além disso, os consumidores podem fazer o bem doando R$ 1 no valor final da conta e todo dinheiro arrecadado será doado para Fundação Cafu. Outra forma de ajudar é doando as notas fiscais sem CPF para a APAE SP – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, através do aplicativo da Nota Fiscal Paulista. Mais que um evento de gastronomia, a Restaurant Week já se consolidou como evento de transformação na área social.

A cervejaria Petra é a patrocinadora oficial do evento e apresenta um menu de Cerveja Especiais, artesanais puro malte para harmonizar com os pratos. Para não perder a oportunidade de conferir toda essa experiência, as reservas podem ser feitas pelo site.

Serviço:
O que: 22ª edição da São Paulo Restaurant Week
Quando: De 30 de março a 22 de abril
Tema: Gastronomia Internacional
Valores:
Menu Week- R$ 46,90 o almoço e R$ 58,90 o jantar
Menu Premium – R$ 68,00 o almoço e R$ 89,00 o jantar – Somente com reserva

Restaurante 100% vegano abre as portas em Perdizes

That Vegan Brand – Comedoria Vegana oferece pratos, sanduíches e porções em espaço moderno e a preços justos

Comida saborosa, a preços justos e sem o uso de nenhum ingrediente de origem animal é a proposta do novo restaurante That Vegan Brand – Comedoria Vegana, que acaba de abrir as portas em Perdizes. Com um cardápio variado, passeando com desenvoltura entre pratos, sanduíches e porções, a casa surge como nova opção para veganos, vegetarianos ou para quem quer sair da rotina e provar novos sabores.

O menu é dedicado a receitas com vegetais, grãos, cogumelos e massas, e oferece opções fixas, servidas de terça a domingo, e pratos do dia. São preparos familiares e reconfortantes, com clássicos da culinária brasileira, árabe e italiana, que deixam de lado carnes, laticínios e ovos sem abrir mão do prazer de comer bem.

A casa tem capacidade para 25 pessoas em um ambiente simples e moderno e, de terça a sábado, fica aberta até a 1h, surgindo como uma boa opção para jantar até mais tarde.

O restaurante e a cozinha são comandados por Marcela Teixeira e Jux Curtis. Marcela é engenheira civil, mas cresceu entre as panelas do restaurante da família, enquanto Jux trabalhava com eventos e alimentação vegana desde 2013. Em 2017, eles uniram forças e criaram a That Vegan Brand para oferecer comida vegana em eventos pela capital. Seu carro-chefe, o Falafel Burguer, tornou-se sucesso de público e a dupla decidiu investir na abertura do próprio espaço, com cardápio ampliado.

O Falafel Burguer está no menu fixo da nova casa e vem com rúcula, tomate, pepino, cebola roxa e tahine no pão integral com gergelim (R$ 18,00). Também na seção de lanches estão o Mushroons Burguer, hambúrguer de feijão com mix de cogumelos, alface, tomate, guacamole e crostas de queijo (R$ 20,00), e o Quinoa Burguer, hambúrguer de quinoa e antepasto de berinjela, salada coleslaw e maionese de inhame em pão integral (R$ 22,00). Além dos hambúrgueres, o Choripan, versão vegana do tradicional sanduíche argentino com linguiça calabresa, vem no pão francês com molho chimichurri e salsa (R$ 18,00).

That Vegan Brand - Mushroons Burguer
Mushroons Burguer

That Vegan Brand - Quinoa Burguer

Já quem preferir uma refeição, pode optar pelo PF Vegan, servido de terça a domingo com arroz, feijão, fritas e um hambúrguer da casa (R$ 18,00), ou um dos pratos do dia. Às terças-feiras, a sugestão é o Gnocchi de Espinafre, opção sem glúten preparada com tofu defumado, tomates concassé e manjericão (R$ 24,00). O Risoto de Funghi Secchi (R$ 25,00) é preparado às quartas e a Moqueca de Palmito pupunha, acompanhada de arroz de xerém e farofa de banana (R$ 25,00), é servida sempre às sextas.

That Vegan Brand - Gnocchi de Espinafre 4
Gnocchi de Espinafre

Nos finais de semana, a casa abre para o almoço e só fecha no fim da noite. Aos sábados, a Feijoada Vegana acompanha arroz, couve e farofa (R$ 24,00) e, aos domingos, as opções são o Risoto de Linguiça ao Vinho Tinto (R$ 24,00) e a Lasagna de Berinjela, com massa tradicional e fatias de berinjela com molho caseiro à bolognese (R$ 23,00).

That Vegan Brand - Lasagna de Berinjela

Todos os dias, a seção de porções traz Batata Rústica, Onion Rings, Bolinho de Falafel e Calabresa Acebolada, boas opções para acompanhar a seleção de chopes artesanais e kombuchas. E, para encerrar, é possível escolher entre o Brownie de Chocolate, servido com uma bola de sorvete do dia (R$ 18,00), e os Churros com Doce de Leite, feito com leite de coco (R$ 15,00)

That Vegan Brand – Comedoria Vegana Rua Aimberê, 91 – Perdizes. Horário de funcionamento: terça a sexta, das 18h à 1h; sábado, das 12h à 1h; domingo das 12h às 22h

 

Festival Mexicano Vegano vai ajudar a alimentar mais de 150 animais carentes

A festa, promovida por entidade de proteção animal, oferece cardápio mexicano sem produtos de origem animal e com renda revertida para o cuidado com gatos e cães resgatados das ruas.

A ONG Confraria dos Miados e Latidos realizará, no próximo domingo 8 de abril, a primeira edição do Festival Mexicano Vegano, confraternização que reúne os apaixonados por animais em um farto almoço com receitas veganas inspiradas na culinária mexicana tradicional e tex-mex: chili, tacos, burritos, churros, flan e drinks típicos como a tradicional margarita e a exótica água de jamaica.

Por que um evento vegano?

“Nossa organização muitas vezes é questionada por não atingirmos um número maior de pessoas, promovendo um evento com pratos ‘convencionais’” – explica Adriana Tschernev, Vice Presidente da instituição. “Mas nós devolvemos o questionamento: como poderíamos levantar fundos para ajudar uma ou duas espécies de animais, explorando a morte e o sofrimento de outras tantas espécies?” – pondera. “Além disso, é uma oportunidade para que as pessoas descubram novos sabores. É possível ter prazer ao comer sem consumir produtos de origem animal”.

Todas as funções no evento são desempenhadas pelo corpo de voluntários da ONG – por um dia, jornalistas, professores, médicos, empresários e profissionais das mais diversas origens vestem seus aventais e assumem a cozinha e o serviço no salão.

Para Tatiana Sales, Presidente da ONG, esse é o principal diferencial dos eventos. “Tudo é feito com muito amor. Essas pessoas poderiam fazer o que quisessem com seu tempo e talentos – mas escolheram estar aqui, cozinhando e servindo aqueles que fazem nosso trabalho possível, apoiando a ONG financeiramente.”

A renda do evento será revertida para o cuidado com cães e gatos resgatados da rua pela instituição. O ingresso beneficente custará R$ 60, valor que apadrinha as despesas de um bichinho por um mês. O encontro ocorrerá no Pitanga Espaço Gastronômico, próximo ao Metrô Vila Madalena e contará também com a venda de produtos artesanais e de uma camiseta com estampa exclusiva. Vale destacar que doações de sacos de ração, brinquedinhos, remédios e outros mimos para os gatinhos serão muito bem-vindas!

Os ingressos podem ser adquiridos no dia do evento ou, antecipadamente, na lojinha virtual da ONG.

mexicano.png

Serviço
I Festival Mexicano Vegano
8 de Abril | das 12 às 17 horas
Pitanga Espaço Gastronômico – Rua Original 162
Próximo ao Metrô Vila Madalena
Ingresso: R$ 60,00

Informações: e-mail adriana@miadoselatidos.org.br ou pelo Tel./WhatsApp (11) 99197-7550

Domingo tem Festival de Gastronomia Vegana na Avenida Paulista

Um circuito gastronômico com falafel, samosa, cheesecake, bolos, comida árabe, do Congo, da Índia, do Japão e tantos outros locais, além dos quitutes brasileiros como a coxinha de jaca verde, sorvetes com frutas tropicais, sucos diversos e até alimentos para animais: são muitas iguarias neste festival para provar sem dor na consciência, pois apenas plantas fazem parte das preparações.

Além da alimentação no local para consumo imediato ou para viagem, como leites, manteigas e queijos todos oriundos de vegetais, haverá expositores de outros setores como cosmético, higiene, artesanato, decoração, vestuário, calçados, acessórios e itens para pets.

Um evento para toda a família, com abertura antecipada às 10h para yoga e meditação com Cláudio Duarte; das 14h às 15h30 a nutricionista vegana Andressa Roehrig Volpe palestra sobre “Os benefícios da dieta 100% vegetariana”; e para as crianças haverá às 17h narração de histórias com o tema “O Casarão das Gatas” com Marcya Harco, vegana idealizadora e organizadora do Projeto PAZ.

Marcya Harco contadora de histórias infantis
Marcya Harco contadora de histórias infantis

Em 2018 o Encontro Vegano JMA completa quatro anos, ocorrendo gratuitamente ao público pelo Estado de São Paulo, com cerca de 80 mil visitantes ao longo das edições e mais de 500 empreendedores envolvidos, tornando-se referência no Veganismo com acessibilidade a todos, onde o público conhece ser possível um estilo de vida sem nenhuma forma de violência, baseando-se na ética e respeito aos animais, aos humanos e ao planeta.

Acompanhando o crescimento do Veganismo no Brasil e no mundo, o evento reúne em sua curadoria expositores qualificados em bens e serviços veganos, ou seja, isentos de exploração animal, produzidos através de ingredientes e matéria-prima sem origem animal e também não testados em animais.

O espaço sempre conta com abertura antecipada para a atividade de yoga e meditação, e presença de ONGs e protetores de animais independentes que recebem doações de ração, medicamentos, fraldas, jornais, tapetes higiênicos, cobertores e outros itens para ajudá-los nos resgates.

cartaz

Festival de Gastronomia Vegana JMA J’adore mes amis
Av. Paulista, 735 – Clube Homs – São Paulo (próximo ao metrô Brigadeiro)
Dia 8 de abril – domingo
12h às 20h
Yoga e meditação às 10h
Entrada franca, atividades gratuitas
Programação