Arquivo da categoria: Vegetariano

Lanches vegetarianos, saudáveis e leves para os dias quentes

Aprenda a fazer três receitas práticas para uma dieta saudável e que são ideais para as férias porque podem ser feitas em casa e levadas para praia ou piscina, por exemplo. Os pratos fazem parte dos livros da Editora Alaúde, que tem um catálogo especializado em alimentação saudável. Confira as receitas abaixo:

Barras Nutritivas Caseiras (Livro Fru- Fruta – Pati Bianco)

barrinhas.jpg

Ingredientes
½ xícara de quinoa em grãos
1 xícara de castanha de caju crua
½ xícara de amêndoa crua
½ xícara de cranberries
¼ de xícara de semente de girassol
¼ de xícara de chocolate sem leite 70% cacau
1 colher (sopa) de linhaça
uma pitada de sal
¼ de xícara de melado de cana
1/3 de xícara de pasta de amendoim ou amêndoa
óleo de coco para untar

Modo de preparo
Coloque a quinoa em uma panela sem óleo, tampe e leve ao fogo baixo. Os grãos vão aquecer e estourar como pipoca. Chacoalhe a panela às vezes para não queimar. Quando pararem de estourar, desligue o fogo e reserve. Esse processo serve para deixar a quinoa mais crocante.
Pique todos os ingredientes secos, exceto a linhaça, ou triture-os rapidamente, pulsando algumas vezes em um processador. Passe para uma tigela, junte a quinoa reservada, a linhaça e o sal e misture. Reserve.Em outra tigelinha, misture o melado e a pasta de amendoim até obter um creme espesso. Despeje esse creme sobre os ingredientes secos e mexa, até envolvê-los bem.Preaqueça o forno a 180 °C.
Unte uma assadeira pequena com óleo de coco e es¬palhe a massa, alisando a superfície com uma espátula. Se preciso, utilize um pedaço de papel-manteiga para pressioná-la contra a assadeira e retirar o ar.
Asse por 15 minutos. Retire e espere esfriar; deixe na geladeira se quiser acelerar o processo. Corte com uma faca com serra e embrulhe em papel-manteiga ou filme de PVC. Mantenha as barrinhas na geladeira por até 5 dias.

Rende de 8 a 10 barrinhas

Sanduíche de shimeji, rúcula, pimentão, vermelho grelhado e queijo de abóbora (Livro Herbivoraz – Julia Guedez)

sanduiche de shimeji.jpg

Ingredientes
– 3 colheres (sopa) de azeite
– 200 g de shimeji
– 1 colher (chá) de páprica defumada
– 1 colher (chá) de fumaça líquida
– sal a gosto
– cebolinha picada a gosto
– 1 pimentão vermelho cortado em fatias finas
– 3 pães bola ou franceses pequenos
– 1 xícara de queijo de abóbora
– 1 maço de rúcula

Modo de preparo
Aqueça o azeite em uma frigideira em fogo médio e refogue o shimeji. Quando começar a murchar, adicione a páprica e a fumaça líquida e tempere com sal. Mexa até que o shimeji murche totalmente e a água seque. Desligue, junte a cebolinha e misture. Transfira para outro recipiente e reserve. 2 Na mesma frigideira, distribua o pimentão e grelhe até que fique macio e com algumas partes queimadas. Reserve. 3 Corte os pães ao meio. Em uma das metades, espalhe o queijo de abóbora. Cubra com o pimentão grelhado, o shimeji e, por fim, a rúcula. Sirva imediatamente.

Rende 3 sanduíches

Hambúrguer de berinjela (Livro Tempero Alternativo – André Fronza)

hamburguer de berinjela

Ingredientes
2 berinjelas grandes (600 g)
1 colher (sopa) de óleo vegetal + um pouco para fritar
2 dentes de alho picados (10 g)
½ xícara de cebolinha fresca picada (35 g)
1 colher (chá) de sal (5 g)
1 colher (chá) de páprica defumada (3 g)
½ xícara de farinha de mandioca fina (90 g)

Modo de preparo
Preaqueça o forno a 200 °C. Lave bem e seque as berinjelas. Corte em cubinhos e transfira para uma assadeira. Não precisa descascar, mas caso você não goste da casca, pode tirar. Leve ao forno preaquecido por cerca de 20 minutos ou até os cubos murcharem e ficarem macios. Mexa depois de 10 minutos, para que assem por igual. Tire do forno e espere esfriar. Envolva os cubos de berinjela em um pano de prato limpo e seco, e pressione com as mãos para retirar o excesso de água. Reserve. Aqueça o óleo em uma panela e refogue o alho até dourar. Adicione a berinjela reservada, a cebolinha, o sal e a páprica defumada. Refogue ligeiramente. Transfira para um processador e bata até obter uma mistura homogênea. Adicione a farinha de mandioca e bata novamente até incorporar. Separe a massa em seis porções. Modele os hambúrgueres formando bolinhas e depois achate-as. Aqueça uma frigideira com um fio de azeite e frite os hambúrgueres dos dois lados até que dourem. Você pode servir este hambúrguer no pão, acompanhado de alface, tomate, cebola roxa e patê de sementes. Se preferir, asse os hambúrgueres. Para isso, leve-os ao forno preaquecido a 200 °C por cerca de 15 minutos. Se não for consumir todos os hambúrgueres, armazene-os sem fritar em um recipiente, separados por folhas de papel-manteiga ou filme de PVC. Eles duram cerca de 2 meses congelados. Quando for preparar, retire do freezer 1 hora antes para descongelar, assim fritarão uniformemente. A farinha de mandioca pode ser substituída por farinha de rosca na mesma quantidade. Nesse caso, no entanto, os hambúrgueres conterão glúten.

Rende 8 hambúrgueres

Fonte: Editora Alaúde

Anúncios

Empório oferece opção de bebida à base de castanha, caju e água

Especialmente para as pessoas que não consomem o leite animal, seja por intolerância aos nutrientes ou por algum propósito de vida, as bebidas vegetais surgem como substitutos perfeitos para completar a dieta e, até mesmo, incrementar receitas de bolos, pães, cremes, tortas e no consumo diário do líquido.

Pensando nisso, a Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis – empório especializado em produtos para alimentação equilibrada, saúde e bem-estar – disponibiliza em suas prateleiras as bebidas 100% vegetais da marca A Tal da Castanha, empresa que tem produtos deliciosos e saborosos à base de Castanhas Orgânicas.

Com seis opções de sabores, as bebidas não levam produtos transgênicos em seu preparo. O produto é composto basicamente por água e castanha de caju orgânica – produzida por pequenos produtores familiares. Como utilizam apenas alimentos de origem vegetal, podem ser consumidos, tranquilamente, por veganos e vegetarianos.

Os benefícios são inúmeros. Isso, porque a castanha-de-caju, que é uma oleaginosa que possui gorduras boas, é responsável por auxiliar no bom funcionamento do organismo. Com ação antioxidante e anti-inflamatória, também pode auxiliar na redução do colesterol. Trata-se de uma ótima fonte de vitamina e nutrientes.

A opção Original é composta apenas por dois ingredientes: água e castanha de caju. Já vem pronta para beber, possui sabor leve e suave. Ótima para ser consumida entre as refeições, acompanhando um pedaço de bolo ou um lanche natural.

Na sugestão Amêndoas, o sabor permanece suave e delicado ao paladar. A bebida é produzida apenas com amêndoas e água. Indicada para ser consumido a qualquer hora do dia, mas de preferência, gelada para ficar ainda mais refrescante. Vale lembrar que as Amêndoas são ricas em diversos nutrientes, tais como minerais, vitamina E e do complexo B. Além disso, possuem baixa quantidade de gordura saturada.

Já no sabor Caju+Pará é possível encontrar a combinação de dois maravilhosos ingredientes em uma única bebida: as castanhas de caju e do Pará. Essa junção fez do alimento uma fonte de proteínas vegetais de alta qualidade e 100% natural. Para deixá-la ainda melhor misture com frutas batidas ou acrescente nas receitas de bolos, biscoitos e até em mingaus.

Outra ótima sugestão é o sabor de Caju+Coco, que tem todos os benefícios encontrados na castanha-de-caju com um toque todo especial do coco, deixando a bebida mais tropical e cheia de sabor.

Para os que adoram chocolate, a opção é o Choconuts, que utiliza cacau 100% puro e adoçado com açúcar demerara orgânico. Com apenas quatro ingredientes em sua composição – castanha-de-caju, água, cacau e o açúcar demerara – a bebida pode ser consumida no café da manhã, lanche da tarde, na ceia ou quando preferir.

Uma outra opção de sabor é a Mixed Nuts, que tem a combinação perfeita entre as castanhas de caju e do Pará, mais a proteína da ervilha, que é uma fonte de aminoácidos essenciais. Em cada porção do leite vegetal são fornecidas 7g de proteínas, além de cálcio e selênio, uma ótima opção para completar a alimentação de veganos e vegetarianos.

Disponíveis em embalagens de 200 ml e 1 litro, as bebidas da marca A Tal da Castanha já podem ser encontradas nas 15 lojas do empório Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis distribuídas pelos estados de SP, GO, CE, DF e MG.

Além disso, a rede oferece ao consumidor mais de 6 mil itens, que fazem parte de mais de 90 marcas. Trata-se de um mix recheado de produtos do segmento, que vão desde os integrais, sem glúten, sem açúcar, diet, light e sem lactose, até os orgânicos 100% certificados, cosméticos naturais e suplementos alimentares.

a tal da castanha2a tal da castanha1

A Tal da Castanha – Bebidas
Embalagens de 200 ml – a partir de R$ R$ 9,90
Embalagens de 1 litro – a partir de R$ 26,90

Informações: Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis

Aprenda a fazer um salpicão de frango ovolactovegetariano

Com a proximidade do Natal e das festas no final do ano, chega também a preocupação com os pratos que serão servidos nas ceias. Além de saborosos, é importante optar por alimentos saudáveis e evitar os terríveis exageros na comilança, para prevenir desconfortos.

Por isso, a Superbom apresenta um prato tradicional de fim de ano reformulado: salpicão de frango ovolactovegetariano. De acordo com a nutricionista Bruna Pavão, responsável pela elaboração receita, o alho poró, um dos ingredientes saudáveis do prato, auxilia a prevenir a diabetes e doenças cardíacas.

“Além disso, tem baixo teor de gordura e ação diurética no organismo”, completa. Confira abaixo a receita:

Salpicão de frango ovolactovegetariano

Ingredientes:
• 2 maçãs picadas
• 2 unidades de alho poró em rodelas
• 1 cebola roxa pequena picada
• 1 xícara (chá) de cenoura ralada
• 1 xícara (chá) de milho cozido
• 1 tomate picado
• 1 embalagem de patê tofu com tomate Superbom
• 1 bandeja de frango ovolactovegetariano à base de ervilha Superbom
• Batata palha a gosto
• Salsinha a gosto

Modo de preparo:
Corte o frango à base de ervilha em pedaços pequenos. Depois, coloque-os em uma panela com um fio de azeite e deixe cozinhar por aproximadamente 15 minutos e reserve. Em um recipiente, misture bem todos os ingredientes. Por fim, adicione o patê e leve para geladeira por cerca de 1 hora. Sirva gelado e finalize com azeite no prato.

receita-salpicao-frango-ovolactovegetariano.jpg

Rendimento: 4 a 6 porções
Tempo de preparo: 15 minutos + 1 hora de geladeira

Fonte: Superbom

Veganos podem montar ceia no ABC; confira algumas receitas

Dados do Ibope deste ano mostram que cerca de 29 milhões de pessoas no Brasil se dizem vegetarianas. Além dos vegetarianos, há uma grande parcela que é formada por veganos, que não consome e nem usa nada que leve itens com animais e nem derivados de leite. O veganismo não é apenas uma dieta, mas um estilo de vida.

Mas, mesmo em consumir nada de origem animal ou derivados, os veganos e vegetarianos são uma parcela considerável da população e também têm participação em ceias e festas de final de ano. No Hortifruti Barcelona, em São Caetano, há tudo para o vegano montar sua ceia, com produtos de qualidade e preço competitivo. A ceia também pode ser montada para pessoas que buscam uma alimentação mais saudável e uma refeição mais leve em dias de calor intenso.

O sócio do Hortifruti Barcelona, Lucas Giampietro, ressalta que o local é referência em produtos de qualidade para este público que é diferenciado e foca a vida saudável. Além de frutas e verduras frescas diariamente, o local ainda é a zona cerealista do ABC com mais de 300 itens.

“O vegano e o vegetariano que vêm ao Hortifruti Barcelona encontram todos os itens para fazer uma ceia sem nada animal”, diz Giampietro. E como eles levam uma vida saudável, as receitas foram selecionadas para uma ceia saborosa com assados, acompanhamentos e até sobremesa. Todos os ingredientes da ceia vegana podem ser encontrados no Hortifruti Barcelona.

Confira receitas veganas para ceia das festas de fim de ano

Farofa Vegana de frutas e castanhas

ceia vegana farofa

Ingredientes
2 dentes de alho picados
1/2 xícara (de chá) de cebola picada
1/3 de xícara (de chá) de azeitonas picadas
1/2 xícara (de chá) de figos em calda picados
1/2 xícara (de chá) de pêssegos em calda picados
1/2 xícara (de chá) de uvas passas
3/4 de xícara (de chá) de farinha de mandioca torrada
1/2 xícara (de chá) de castanhas de caju torradas
1 xícara (de chá) de salsinha picada
Sal a gosto

Modo de preparo
Em uma panela em fogo médio, coloque um fio de óleo e refogue o alho e a cebola até ficarem levemente dourados. Acrescente as azeitonas e refogue um pouco. Adicione os figos e os pêssegos picados e as uvas passas, tempere com sal a gosto, misture e refogue por um minuto. Adicione a farinha de mandioca torrada, misture para envolver os outros ingredientes e por fim, acrescente as castanhas de caju e a salsinha picada. Misture e corrija o sal se necessário.

Assado Vegano de Natal

ceia vegana

Ingredientes:
Recheio
6 colheres de azeite
1 cebola comum ou roxa picada
3 dentes de alho picado
1/2 pimentão vermelho picado
1 cenoura ralada
1 abobrinha ralada
Azeitonas a gosto (se tiver azeitonas pretas, fica bem gostoso também)
Pimenta preta a gosto
1 colher (café) de sal
150g nuts (damasco, ameixa seca, amêndoas, castanhas e noz pecã)
1/2 xícara farinha de mandioca fina

Massa
3 xícaras/500g de grão de bico cozido com água,
sal e louro (reservar a água do cozimento)
1/2 colher (café) de cominho
1/2 colher (café) de louro em pó
1/2 pimentão vermelho
1/2 cebola
2 dentes de alho
1/2 xícara azeite de oliva
1/2 xícara
1 colher (sopa) farinha de trigo*

Esticar com a massa fria e para pincelar
1 colher (sopa) azeite de oliva
1 colher (sopa) molho de soja
1/2 colher (café) cúrcuma pode ser substituído por páprica
1/2 colher (café) mostarda dijon pode ser substituída por mostarda preta ou comum
Ramos de alecrim Molho
1 colher (sopa) azeite de oliva
1 colher (sopa) cebola picada
100g de ameixa
3/4 xícara de água do cozimento do grão de bico
3/4 xícara de água

Modo de preparo: adicionar 6 colheres de sopa de azeite na panela, 1 cebola picada, 3 dentes de alho e refogue até dourar. Acrescente 1/2 pimentão vermelho, refogue por 2 minutos. Acrescente uma cenoura ralada, uma abobrinha ralada, azeitona a gosto, uma colher de café de sal, uma pitada de pimenta preta. Depois de 3 minutos, acrescente 150g de Nuts (amêndoa, castanha do pará, castanha de caju, noz pecan, Damasco, ameixa seca). Acrescente 1/2 xícara farinha de mandioca, mexa por mais 3 minutos.

Desligar o fogão, reservar em uma tigela redonda, pressione bem o recheio e leve para geladeira. Enquanto isso, num processador coloque 500g de grão de bico cozido, 1/2 cebola, 2 dentes de alho, 1/2 xícara de azeite de oliva, 1/2 colher de café de cominho, 1/2 colher de café de louro em pó, 1/2 unidade de pimentão vermelho, e processe bem por 4 minutos. Despeje a massa em um bowl, e acrescente 1/2 xícara + 1 colher de sopa de farinha de trigo. Encorpore bem a massa.

Abra a massa como se fosse uma pizza, acrescente o recheio no centro da massa. Puxe as laterais da massa pressionando ela no centro da nossa farofa.Depois de fechado, coloque em uma assadeira com papel alumínio. Pincele a massa com 1 colher de sopa de azeite, 1 colher de sopa de molho de soja, 1/2 colher de café de cúrcuma, 1/2 colher de café de mostarda Dijon, misture bem e pincele bem o assado (faça linha no meio para o molho entrar bem na massa).

Adicione alguns ramos de alecrim a gosto, leve ao forno a 250 graus por 45 minutos(em média). No meio do cozimento você pode tirar o assado e pincelar novamente co o molho, para que ele não fique tão seco.

Cuscuz Paulista Vegano

ceia vegana cuscuz

Ingredientes
200 g de tofu
3 colheres (sopa) de óleo
1 cebola grande picada
1 dente de alho grande esmagado
2 colheres (sopa) de PVT (proteína vegetal texturizada) defumada
150 g de palmito picado
1/2 xícara de milho verde
1/2 xícara de ervilhas frescas
Azeitonas verdes ou pretas fatiadas
2 tomates picados
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
1 folha de louro
4 xícaras de água
1 maço pequeno de cheiro-verde picado
200 g de farinha de milho amarela
Molho de alho
Óleo de girassol

Modo de preparo:
Corte 4 fatias de tofu com 0,5 cm de espessura. Corte as fatias em formato oval. Em seguida, corte uma rodela dentro da fatia oval. Pique os retalhos em cubinhos e reserve. Pincele molho de alho nas fatias de tofu e reserve. Pincele óleo de girassol em uma forma de pudim. Decore o fundo com as fatias ovais do tofu e preencha as rodelas com grãos de milho. Decore a volta com um pouco dos outros ingredientes formando desenhos e reserve. Refogue a cebola e o alho no óleo de girassol. Acrescente a PVT defumada e misture. Adicione os retalhos de tofu, o palmito, o milho, a ervilha, as azeitonas e o tomate. Misture bem. Tempere com sal, pimenta-do-reino e a folha de louro. Adicione a água, tampe e deixe levantar fervura. Retire a folha de louro, acrescente o cheiro verde picado e a farinha de milho misturando sempre. O cuscuz não pode ficar muito duro. Retire do fogo e coloque a massa do cuscuz delicadamente na forma decorada. Pressione e deixe amornar. Retire da forma e sirva.

Arroz com maçã e uva-passa vegano

cantinho vegetariano arroz com maçã
Foto: Cantinho Vegetariano

Ingredientes:
1 colher (sopa) de óleo
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho picadinho
1 xícara de arroz
3 colheres (sopa) de talo de salsão picado
2 xícaras de água fervente
1 maçã grande cortada em cubinhos
50 g de uvas-passas
Sal a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho. Acrescente o arroz, o salsão e sal a gosto e refogue por cerca de 2 minutos. Adicione a água fervente, a maçã e cozinhe em fogo médio, com a panela parcialmente tampada, por 10 minutos. Abaixe o fogo e cozinhe por mais 5 minutos ou até secar o liquido. Reserve por 5 minutos. Acrescente a uva-passa e misture delicadamente. Sirva em seguida.

Dica – o salsão, que também é conhecido como aipo ou aipo-de-raiz, é um vegetal bastante utilizado em caldos e molhos. Também pode ser consumido cru em saladas, patês, sanduíches e em aperitivos. As folhas do salsão de sabor mais amargo e picante são utilizadas para sopas e caldos.

Pudim de coco com leite de castanhas

ceia vegana sobremesa

Ingredientes
2 copos de leite de castanhas (receita)
1 colher de sopa de linhaça
1/2 copo americano de água
100 g de coco ralado
1 vidro de leite de coco
6 colheres de acúcar orgânico
4 colheres de amido de milho
2 colheres de farinha de arroz
100 gramas de ameixa sem caroço

Modo de preparo:
Ferva a linhaça com meio copo de água para formar um gel (textura parecida com clara de ovo), após 5 minutos deligue e coe. Bata o gel no liquidificador com os ingredientes líquidos, juntando aos poucos os ingredientes secos e batendo.

Calda
Na fôrma onde colocará o pudim, derreta 4 colheres (sopa) de açúcar, coloque ameixas no fundo da forma, despeje a mistura líquida. Leve ao forno em banho-maria por aproximadamente 45 minutos, espere esfriar e desinforme.

Fonte: Hortifruti Barcelona – Rua Oriente, 761, bairro Barcelona, São Caetano. Horário de funcionamento: Segunda a sábado 7:30 – 19:30. Domingos e feriados 8:30 as 14h

Livro Céu da Boca propõe sistema alimentar saudável, prazeroso e ético

A alimentação é um ato sagrado, fonte de energia para o corpo, a mente e a alma. Os alimentos e a forma como os consumimos estão intimamente relacionados à vitalidade. Nesta obra escrita por Marise Berg, nutricionista com especialização em ayurveda, o leitor é convidado a repensar o ato de comer de uma maneira mais consciente.

Resultado de 13 anos de pesquisa e estudos, “O Céu da Boca” é um livro feito para todos que anseiam longevidade saudável. De maneira didática e ilustrada, a obra conta a trajetória da autora em sua própria busca, além de apresentar informações sobre as propriedades nutricionais dos alimentos, para que o leitor entenda a função nutricional de cada um e possa optar com autonomia e sabedoria.

O guia mostra também como montar um cardápio saudável e criativo com muitas receitas, extremamente saborosas. Ao todo são 108 opções preparadas exclusivamente com ingredientes de origem vegetal in natura para diversas ocasiões do dia, de simples entradas a pratos mais elaborados como a moqueca de palmito que ilustra a capa.

A autora, no livro, reforça a ideia de que não é necessário viver sob privação de prazer para ser saudável. É preciso ser criativo e se utilizar de inteligência nutricional para desenvolver maneiras sustentáveis, embora não óbvias, de se obter satisfação alimentar no dia a dia.

“As escolhas alimentares estão recheadas de responsabilidade pelos impactos na saúde e bem estar de cada um individualmente e de nossos companheiros de jornada, sejam eles do reino animal ou vegetal. Essas escolhas cocriam o mercado e definem a pegada ecológica dos nossos hábitos de consumo” explica Marise.

Marise faz um convite ao leitor a repensar como está se dedicando ao seu corpo. “Ao nos nutrirmos, construímos o suporte para a expressão da alma e dos nossos genes e talentos inatos. Quando nos alimentamos conscientemente, demonstramos responsabilidade com nós mesmos e com o ambiente”, explica, acrescentando que o grande paradoxo, portanto, é saber por que seguimos muitas vezes uma dieta nutricionalmente monótona e limitada, mesmo tendo conhecimento e oferta de alimentos saudáveis.

“Em nome da falta de tempo, entregamos de bandeja para a indústria alimentícia a responsabilidade de alimentar nossas famílias. Com isso, criamos uma cultura indigesta do consumo de produtos ultraprocessados, excessivamente doces ou salgados, gordurosos, refinados, destituídos de vitalidade e de nutrientes básicos como as fibras”, conta.

Como resultado da falta de consciência alimentar e transferência de responsabilidade, colhemos uma realidade alarmante sobre uma sociedade doente. A obesidade e as doenças crônicas não transmissíveis (cardiopatias, câncer, hipertensão, diabetes mellitus, doenças cerebrovasculares, doenças renais crônicas e até depressão) limitam a qualidade de vida, a produtividade, a funcionalidade e a longevidade, causando muito sofrimento aos indivíduos e às famílias.

marise berg

Ameaçam diretamente o desenvolvimento econômico global, além de comprometerem a sustentabilidade dos sistemas de saúde em longo prazo. Hoje, metade das crianças brasileiras está acima do peso ideal e, nos Estados Unidos, uma em cada três crianças desenvolverá diabetes até 2050. Trata-se de uma verdadeira pandemia de doenças que poderiam ser prevenidas com a conquista de bons hábitos alimentares.

“Ter uma dieta adequada é fundamental para se ter uma boa saúde e longevidade. E a saúde não é o fim, mas o meio pelo qual construímos felicidade genuína. Já consumir alimentos inadequados gera prejuízos ao organismo. Para a ayurveda , os alimentos são considerados a causa e a cura das doenças. Além disso, devemos considerar os aspectos mentais na saúde e também na geração das doenças. Na prática, pode-se observar que mais sete elementos são muito determinantes na saúde: a exposição à luz do sol (e portanto, o contato com a natureza), a atividade física, a fé, a atenção às necessidades naturais, a energia sexual, o sono e a respiração. O segredo mais simples para equilibrar todos os componentes da saúde é observar com atenção plena e respeitar o nosso relógio biológico, chamado ciclo circadiano, que determina os nossos ritmos internos que são impactados pelos ritmos externos da natureza. Este é comandado por hormônios, com impactos sobre a digestão e o sono, assim como pela renovação das células, pela temperatura do organismo e pelos sistemas imunológico, cardiovascular e reprodutivo, tudo está integrado”, explica a autora.

O livro

Dividido em Introdução e mais 16 capítulos, o livro fala em linguagem acessível para o público leigo sobre saúde individual e coletiva; dietética; vegetarianismo; o que comer para ter saúde e vitalidade; água e hidratação; especiarias, oleaginosas e sementes; características das frutas, legumes e verduras; cereais integrais, tubérculos e raízes; leguminosas, óleos e gorduras; sal e açúcares; 108 receitas mistas e de sopas; cardápios para várias horas do dia e uma rotina saudável que inclui sono, atividade física, respiração, consciência, fé, digestão e meditação. Um capítulo inclui também receitas para festas.

As histórias pessoais que da autora são experiências reais, genuínas e transformadoras. São relatos que atestam que a alimentação pode levar a uma mudança do estado de saúde, física e mental. Marise reúne também de forma prática, conteúdos básicos sobre nutrição e ayurveda – o mais antigo sistema de saúde do mundo, originário da Índia e recentemente incorporado ao rol das práticas integrativas e complementares de saúde do SUS –, para serem aplicados no dia a dia de forma prática e acessível a todos aqueles que querem repensar e mudar nossas suas ações.

Como diz a autora “ Há mais mistérios entre o Céu da Boca e a terra do que supõem as nossas papilas”.

Sobre a autora

Marise Berg é nutricionista, pós-graduada em alimentos funcionais e nutrigenômica, com especialização em avaliação metabólica e Ayurveda pela Escola Yoga Brahma Vidyalaya com extensão em Rasayana (rejuvenescimento) e Nutrição Ayurvedica pela KeralaAyurvedicChikitsalayam e InternationalAcademyofAyurveda – Pume e VishwanathPanchakarma Centre – Rishikesh – Índia. Recebeu iniciação budista dos Cinco Treinamentos da Consciência pelo Monge ThichNhatHanh, em 2009. Faz atendimento nutricional nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, e ministra retiros e cursos sobre alimentação e ayurveda.

capa o ceu da boca

Título: O Céu da Boca – Guia de Nutrição para o corpo e a consciência
Autora: Marise Berg.
Editora Europa
Preço: R$ 99,90
Formato: 20,5 x 27,5cm
Número de páginas: 240
Capa dura Miolo em Couché Brilho 105gr
Onde encontrar: Site Europa

Prepare um quibe vegetariano e deixe o seu fim de semana com mais sabor

Você é daqueles que acha que comida vegetaria se resume a tofu, saladas ou grãos? Pois está muito enganado. A cada dia que passa, o mercado de alimentos vegetarianos vem se atualizando e lançando novos produtos para quem optou excluir a proteína animal da sua alimentação.

Além dos inúmeros produtos lançados todos os anos, ainda conseguimos encontrar uma variedade enorme de restaurantes. Agora se você é da turma que ama preparar o próprio prato, a Tirolez, umas das marcas de laticínios mais tradicionais do país, ensina uma receitinha deliciosa: Quibe Vegetariano.

Se você está entrando nesse estilo de vida agora, está é uma excelente opção vegetariana para a versão original do quibe árabe, na qual é usada a carne bovina.

Veja abaixo como preparar a receitinha e aproveite:

Quibe Vegetariano

Ingredientes

Para o recheio:
– ½ maço de hortelã picado
– 1 embalagem de Creme de Ricota Tirolez (220 g)
– Sal

Para o quibe:
– 1 ½ xícara (chá) de trigo para o quibe (180 g)
– 2 berinjelas (510 g)
– 1 cebola pequena picada (100 g)
– 2/3 de xícara (chá) de nozes picadas (80 g)
– ½ colher (sopa) de sal
– ½ colher (chá) de cominho
– ¼ de colher (chá) de pimenta-síria
– 2 colheres (sopa) de azeite (20 ml)

Preparo

Recheio: misture bem a hortelã e o creme de ricota. Tempere com o sal e mexa bem. Reserve.

Quibe: lave o trigo e escorra. Aqueça 4 xícaras (chá) de água (700 ml) e despeje sobre o trigo. Deixe de molho por 30 minutos, coberto com filme plástico. Lave as berinjelas e faça furos por toda a superfície. Coloque-as em um prato e leve-as ao micro-ondas em potência média por 16 minutos, abrindo a cada 4 minutos para verificar se já estão cozidas. Escorra a água do trigo e aperte-o bem em uma peneira para retirar o líquido.
Abra as berinjelas e, com o auxílio de uma colher, retire toda a polpa. Bata a polpa no liquidificador até que os pedaços se desfaçam (cerca de 3 minutos). Em uma tigela, misture a berinjela, a cebola, as nozes, o trigo, o sal, o cominho e a pimenta – síria. Mexa bem com as mãos até que todos os ingredientes estejam bem envolvidos.

Montagem: com uma colher (sopa) de azeite, unte uma forma de 27 x 13 cm; Cubra o fundo da forma com metade da massa de berinjela e alise a superfície com as mãos. A seguir, espalhe o creme de ricota e hortelã e cubra-o com a massa restante. Pressione e alise a superfície; Faça cortes superficiais horizontais e verticais para marcar o quibe e regue-o com o restante do azeite. Asse por cerca de 40 minutos.

quibe vegetariano

Rendimento: 8 porções (57 g)

Fonte: Tirolez

Receita de cookie vegano

A Cookie Stories, de Curitiba (PR), preparou uma receita exclusiva, especial e saborosa de cookie vegano. Confira o passo a passo abaixo:

Cookie Dark Vegan

Ingredientes

500g farinha de trigo
190g açúcar refinado
220g açúcar mascavo
120ml óleo de coco
120ml leite de soja
20ml essência de baunilha
12g bicarbonato de sódio
100g cacau 100%
300g chocolate meio amargo (vegano)
150g castanha de caju

Modo de preparo

Preaqueça o forno à 180°c. Em uma tigela grande, misture os açúcares, o sal e o óleo de coco até ficar bem incorporado. Adicione à mistura o leite de soja e a baunilha e misture até o açúcar dissolver e formar um creme liso. Adicione a farinha, o bicarbonato de sódio e o cacau mexendo delicadamente com uma espátula.
Em seguida acrescente o chocolate e as castanhas de caju. Leve para geladeira por 30min coberto com um filme plástico. Depois forme bolinhas iguais com a ajuda de duas colheres de sopa e disponha em uma assadeira com papel manteiga deixando uma distância de 10cm entre elas. Asse por 12 a 15 min. Quando sair do forno deixe esfriar em uma grade e sirva.

cookie_vegan.jpeg

Fonte: Cookie Stories

Confira produtos Natura destinados a consumidores vegetarianos e veganos

Firmado o compromisso de vegetalização do extenso portfólio, alguns itens de Ekos e de perfumaria estão entre os produtos contemplados

Ontem, 1º de novembro, celebramos o Dia Mundial do Veganismo e a Natura tem muito o que comemorar. A empresa sempre buscou a vegetalização dos seus produtos, lançando o primeiro sabonete em barra do mercado com óleos 100% vegetais. Além disso, prioriza o uso de ingredientes de origem vegetal e aqueles obtidos por processos industriais verdes em todas as categorias de produtos*.

Além do compromisso da vegetalização que se estende por seu portfólio, desde 2006 a Natura não realiza testes em animais no processo de desenvolvimento de seus produtos e ingredientes e, neste ano, conquistou o selo Leaping Bunny, certificação da Cruelty Free International contra testes em animais e da Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), outra organização que apoia e atesta que nenhum produto ou ingrediente da Natura (ou de seus fornecedores) foi testado em animais.

Como um dos resultados desse compromisso, hoje grande parte do portfólio possui produtos que podem ser consumidos por vegetarianos ou veganos. Hidratante para o corpo, demaquilante de rosto, desodorante colônia e variadas cores de batons estão entre os produtos que não possuem nenhum ingrediente animal em sua composição. Ekos, Chronos, Kaiak, Faces e Mamãe e Bebê são apenas algumas das marcas presentes na listagem.

Confira abaixo alguns dos produtos veganos que a Natura possui em seu portfólio:

Polpa Hidratante para Mãos Ekos Castanha

ekos castanha natura
Promove nutrição imediata e prolongada das mãos e cutículas. Com rápida absorção e textura aveludada. Deixa as mãos macias e delicadamente perfumadas. Ideal para usar ao longo do dia. Preço sugerido: R$ 22,50 (40g) e R$ 35,50 (75g)

Tododia Sabonete Líquido em Gel Alecrim e Sálvia

tododia natura
A textura em gel refrescante do novo sabonete líquido limpa e hidrata delicadamente a pele, enquanto expande os sentidos e desperta o corpo em um banho energizante. Perfeito para se preparar para o dia que vem pela frente. Preço sugerido: R$ 28,90 (300ml)

Mamãe e Bebê Água de Colônia sem álcool

mamae e bebe natura
Cítrico leve. Aconchego e cuidado em uma fragrância que combina suaves flores de lavanda com notas levemente adocicadas. Preço sugerido: R$ 69,90 (100 ml)

Desodorante Colônia Kaiak Masculino

kaiak natura

Ao movimentar o corpo, o homem manifesta as emoções e acorda os sentidos. Kaiak celebra o movimento e o espírito aventureiro. A colônia leva uma combinação de notas aromáticas e aquosas que, mescladas ao frescor potente do Dihydromircenol traduzem de forma única a sensação de pureza e movimento ao ar livre. Preço sugerido: R$ 119,90 (100 ml)

Gota Olfativa
Notas de Saída: Mandarina, Cassis, Bergamota
Notas de Corpo: Flor de Laranjeira, Muguet, Madeiras transparentes (Cedro)
Notas de Fundo: Musc, Musgo de Carvalho, Sândalo,

Faces Batom Cremoso

batom natura
Mais de 20 opções de cores, o batom de Faces possui cores vibrantes e perfeitas para qualquer tom de pele. Preço sugerido: R$ 13,90

Aquarela Corretivo Alta Cobertura

corretivo aquarela
Alta cobertura. Camufla olheiras e imperfeições. Efeito levemente luminoso. Longa duração. Textura cremosa e livre de óleos. Secagem rápida. Disponível em 8 cores. Preço sugerido: R$ 28,90

Chronos Sérum Intensivo Multiclareador

chronos natura
O Sistema de Clareamento é formada por três produtos, que podem ser usados de forma isolada ou combinado: o uso combinado do Sérum Intensivo Multiclareador e Protetor Clareador FPS 70 potencializa em 70% os resultados percebidos na pele. O Sérum possui ação clareadora em diferentes tipos de áreas escurecidas, em todos os seus estágios de formação, prevenindo a formação de novas. A sua eficácia foi comprovada com resultados ainda mais rápidos e intensivos, ou seja, reduz as diferenças de tonalidades da pele em apenas duas semanas de uso contínuo.
Possui a tecnologia de união de ativos que trabalham em conjunto na função de clareamento de manchas e prevenção contra o aparecimento de novas áreas escurecidas na pele. O concentrado de aroeira, exclusivo ativo da biodiversidade brasileira, possui potente ação reguladora da produção de melanina. Já os 10% de vitamina C merecia um capítulo à parte. A vitamina C é um ativo altamente reconhecido na cosmética dermatológica por sua potente ação e benefícios para a pele. No entanto, a vitamina C é um ativo altamente instável, resultando na perda de performance, alteração de cor e cheiro conforme o uso de qualquer produto que contenha o ingrediente na formulação. Por isso, o desafio de Natura Chronos era trazer uma fórmula eficiente com alta concentração de vitamina C pura, que se mantém potente e estável durante toda a vida útil do produto. Preço sugerido: R$ 123,00

Natura Homem Óleo para Barba

oleo para barba natura
Desenvolvido como um óleo finalizador para homens que possuem barba média ou grande. Para uso diário, com textura leve e rápida absorção, ele possui óleo de copaíba na formulação, o que proporciona hidratação imediata, fios mais alinhados, com brilho e maciez. Ideal para deixar a barba mais bonita e cheirosa. Preço sugerido: R$ 59,90 (30 ml).

*Com exceção de alguns itens de maquiagem que possuem cera de abelha e lanolina em suas formulações, 100% dos produtos da Natura são vegetarianos e boa parte do portfólio é vegano.

Onde encontrar: por meio de uma Consultora Natura, na Rede Natura ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

Salvar

Apfel Jardins apresenta a palestra Cozinhar e Meditar

Uma apaixonada pelos mistérios da terra e de tudo o que pode nascer pela vontade da natureza. Mylenne Signné, chilena radicada no Brasil há 30 anos, propõe mais do que um modo saudável de se alimentar, apresenta sobretudo um estilo de vida e de nutrição.

Desde de 2002 a chef se dedica com carinho e amor ao restaurante vegetariano e orgânico Apfel, nos Jardins. Amante de cores, aromas e sabores, Mylenne aprecia substituir ingredientes. Como toda admiradora da nutrição orgânica, a chef sabe respeitar o tempo certo de cada safra.

Agora Mylenne abre as portas de seu restaurante para novas experiências e aprendizados. A chef aposta na modernidade e inovação de ótimos talentos para enriquecer a vivência na cozinha.

Anah Locoselli é terapeuta, culinarista e autora do livro Cozinhar e Meditar, pós-graduada em psicologia transpessoal pela FCG – Business School / Praticante de Mindfulness há mais de oito anos. Focalizadora de retiros de mindfulness e alimentação desde 2014, é professora especializada em culinária saudável, atuando no meio corporativo com palestras e workshops de culinária voltados à integração e motivação.

Reconhecidas no mercado em que atuam, agora as duas profissionais da cozinha vegetariana orgânica se unem para oferecer uma palestra repleta de sensações e experiências. Praticar a atenção plena, meditar como forma de se conectar na cozinha, além de receitas que tratam de acolhimento e cuidado, bem como resgatar sua autoestima e amor próprio serão alguns dos temas abordados na palestra.

Apfel foto comidanhoque de banana e caponata de casca de banana Apfel 1Apfel foto comida 3

As sensações e experiências serão realizadas no próprio Apfel Jardins, com pratos elaborados para a ocasião.

Dos benefícios de se praticar a atenção plena na cozinha:

-> Desenvolve a habilidade criativa diante dos alimentos que tem em casa, estimulando seu poder intuitivo.
-> Promove a autonomia para elaborar seus cardápios.
-> Desperta a tranquilidade e fluidez para o cozinhar.
-> Enriquece as criações culinárias, apurando a capacidade gustativa por meio da utilização de ervas e especiarias.
-> Traz beleza aos pratos servidos à mesa, despertando a vontade de provar.
-> Leva a optar por receitas saudáveis, apreciando o prazer de se alimentar bem.
-> Permite reconhecer o que nutre de verdade, cultivando a habilidade de escuta do seu corpo e do alimento.
-> Promove bem-estar e contentamento no dia a dia, por meio de escolhas conscientes.

Alguns pratos que serão servidos no dia

Além do buffet com uma imensa variedade de pratos, inclusive a famosa feijoada da casa, serão servidos também algumas receitas do livro de Anah Locoselli:
=Salada real (salada de folhas e erva doce regada com azeite, ervas frescas e gergelim tostado)
=Salada de feijão fradinho salteado
=Quibe de berinjela defumada com quinoa

Durante a palestra será servido:
=Homus de ervas
=Canapés de abobrinha
=Maionese de abacate
=Pão de lentilha (sem glúten)
=Suco de maçã com gengibre e limão
=Águas saborizadas

imgem palestra Apfel.jpg

Palestra Cozinhar e Meditar
Data: 20 de Outubro às 11h
Duração: 1h30
Local: Apfel Jardins
Endereço: Rua Bela Cintra,1343
Valor: R$ 80,00 com tudo incluso (palestra e almoço)
Vagas limitadas
Informações: Tel.: (11) 30623727

Dicas para alimentação saudável isenta de carne animal

Em primeiro de outubro comemoramos o Dia Mundial do Vegetarianismo, hábito alimentar que exclui a ingestão de todos os tipos de carne animal. De acordo com pesquisa feita pelo Ibope Inteligência, em abril deste ano 14% da população brasileira declarou-se vegetariana, enquanto 60% afirmaram ter interesse em consumir produtos veganos se tiverem o mesmo valor dos itens que já estão habituados a comprar.

Com o objetivo de ajudar pessoas que estão reduzindo o consumo de carne animal, Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, elenca dicas importantes para manter uma alimentação saudável sem proteínas de origem animal:

getty_rm_photo_of_woman_asking_a_nutritionist_about_lactose_intolerance

=Acompanhamento nutricional: para os que estão reduzindo ou eliminando todos os tipos de carne animal do cardápio e estão inseguros quanto à alimentação, a especialista aconselha o acompanhamento com nutricionista, profissional capacitado para avaliar e orientar cada paciente.

leguminosas

=Substituições: ao diminuir o consumo de carne animal é necessário substituí-la por alimentos que ofereçam propriedades nutritivas semelhantes como leguminosas, cereais integrais, soja, quinoa e chia, para evitar deficiência de nutrientes que acarretam em problemas de saúde. “Feijões, ervilhas, lentilhas e verduras de folhas mais escuras são ricos em ferro, por isso é muito importante incluí-las no cardápio vegetariano”, indica.

pressão medir sbh

=Benefícios para saúde: o vegetarianismo, quando adotado de forma saudável, é muito benéfico para a saúde, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares e outras como obesidade, diabetes, pressão alta e alguns tipos de câncer, doenças associadas diretamente a hábitos alimentares ruins.

cozinhando comida fogão stocksnap pixabay
Foto: Stocksnap/Pixabay

=Alimentação orgânica e caseira: outra dica da nutricionista para os que buscam a redução do consumo de proteína de origem animal é elaborar a própria refeição, pelo menos uma vez por semana. “Quando preparamos o que vamos consumir passamos a entender melhor o que se adequa ao nosso paladar e a compor um prato com quantidade certa de proteína, carboidrato, vitaminas e sais minerais, facilitando as escolhas alimentares também”, argumenta.

pai crianças café

=Faixa etária: por fim, Cyntia Maureen pontua que qualquer pessoa pode adotar o vegetarianismo, desde que as necessidades nutricionais correspondentes a cada faixa etária sejam supridas pelo novo hábito alimentar.

Fonte: Superbom