Arquivo da categoria: vinhos

Burger e vinho: combinação ideal para aproveitar o friozinho de São Paulo

Com as temperaturas baixas em São Paulo, Box St. Burger & Bar preparou uma combinação para manter os clientes e os corações quentinhos. Os burgers especiais da casa, com ingredientes autorais recheados de influências da cozinha mundial, ganharam a harmonização de uma carta de vinhos pensados especialmente para cada um deles.

burger e vinho.png

O Box St. possui os burgers mais amados da região, como o Mr. Gongon (R$ 27,00), com 160g de burger no pão australiano, gorgonzola, cebola caramelizada e baby rúcula, que combina com o frescor do Vinho Rosé Português; O Briezola (R$ 27,00), feito com blend especial de 160g de burger, no pão brioche, queijo Brie, mostarda Italiana, farofa de Bacon e baby rúcula, harmoniza com o sabor frutado e suave do Vinho Branco Chileno. E o que honra o nome da casa, o Box St. (R$ 29,00), com 160g de burger, pão australiano, cheddar inglês, bacon, cebola caramelizada, picles e maionese da casa, tem a harmonização ideal com o Vinho Tinto Chileno que deixa o sabor da carne ainda mais acentuada.

Além do rico cardápio da casa, o Box St. faz sucesso por seu ambiente cultural e gastronômico, apostando no conforto de um espaço climatizado na área interna pensando na diferentes temperaturas da cidade, e um pátio descolado cercado por grafites coloridos e com mesas de pic nic que oferecem a possibilidade de compartilhamento na parte externa, para o público aproveitar o ambiente descontraído e inovador, inspirado nos pátios de street food novaiorquinos e londrinos.

box st..png

Box St. Burger & Bar – Rua Joaquim Távora, 991 – Vila Mariana -Horário de funcionamento: terça a quinta das 18h às 24h. Sexta e sábado das 12h às 24h. Domingo das 13h às 23h. A cozinha fecha 30 minutos antes

Anúncios

Conheça harmonizações de vinhos ideais para o seu churrasco

Substituir a clássica cerveja pelo vinho pode ser uma grande aposta no quesito sabor. Por isso, a Evino separou algumas dicas especiais para ajudar nessa combinação

Embora caipirinha e cerveja ainda mantenham a soberania no churrasco brasileiro, a quantidade cada vez maior de pessoas adotando as taças mostra que o vinho vem ganhando espaço. Mas você sabe como combinar a bebida ideal com cada um dos cortes de seu churrasco? Não se pode negar que uma boa harmonização faz toda a diferença e o vinho pode ser considerado um grande aliado no quesito sabor. A Evino separou algumas dicas especiais de harmonização para cada corte.

Para Lana Ruff, sommelière da Evino, o crescimento no número de pessoas que começaram a adotar a harmonização de vinho e churrasco representa uma mudança gradual na nossa cultura. “Um palpite é o fato de que o vinho tem propriedades que ajudam a contrabalancear as características extremas da carne”, diz.

De acordo com ela, é importante saber que sal e gordura são elementos amigos da harmonização (e por isso as combinações queijo-vinho e carne-vinho são tão famosas). Ambos os aspectos combinam com o elemento do amargor, que existe naturalmente nos taninos presentes em vinhos tintos. “Não à toa a Malbec, que é uma uva com bastante tanino, é o par tradicional de cortes suculentos e fibrosos, como bife ancho e contrafilé”.

Grilled barbecue steak, meatball and chicken
Foto: TBNewsMedia

Já a acidez ajuda a cortar as moléculas de gordura no palato, então alguns cortes mais gordurosos, como picanha e alcatra, vão precisar de uvas com teor alto de acidez, como Cabernet Sauvignon, para garantir equilíbrio.

“Quem quiser ousar pode investir sem dó em filé mignon com Chardonnay barricado. As transformações microbiológicas que o vinho branco sofre enquanto está em contato com a barrica dão a ele um aspecto mais pesado, carnudo e até aromas de manteiga”, pontua. Esse tipo de característica faz com que o vinho tenha mais presença em boca, pareça mais encorpado e, portanto, páreo pra encarar uma carne vermelha magra.

Outra dica da especialista é prestar atenção se o tempero é o elemento principal do prato. Por exemplo, se estiver rolando uma costela ao barbecue, o molho vai predominar em virtude do seu sabor forte. Syrah é um clássico para essa receita, pois, além de ser uma uva que rende vinhos encorpados, ela tem aromas de especiarias que entram em harmonia com o molho.

churrasco e vinho branco uvinum

Já a mistura clássica de carne branca e vinho branco também é bem famosa, pois temos uma harmonização por peso e semelhança: a carne e o vinho são leves e por isso não há muito risco de um se sobressair ao outro. “Se o frango estiver temperado com ervas, aí a dica é Sauvignon Blanc, uva branca com aromas tipicamente herbáceos ou Carménère, uva tinta que também vai nessa direção. Essas dicas também valem para o pão de alho, que precisa de vinhos com sabores e aromas fortes” comenta.

As carnes de porco têm muito sal e muita gordura, mas sabores mais suaves, em geral. Assim, a harmonização não tem segredo, já que os elementos que se destacam são fáceis de combinar. A linguiça é a oportunidade certa para dar aquela variada e investir em rosés ou, até mesmo, espumantes, cuja acidez sempre alta promete cortar a gordura.

vinho bbq wine
BBQ Wine

E os vegetais são um desafio para uma harmonização bem sucedida, pois eles unem consistências confusas, ora crocantes, ora macias. Mas de acordo com a especialista nem tudo está perdido. “Pra dar conta dessa explosão de sabores e texturas vale dar uma temperada nos legumes com o próprio vinho. E vale lembrar que cogumelo e Pinot Noir, ou a uva piemontesa Nebbiolo, são pares clássicos”, finaliza.

Fonte: Evino

 

 

Pizza e vinho, feitos um para o outro

Comemoramos ontem (10) o Dia da Pizza, porém, todos sabem como nós, brasileiros, amamos as redondinhas, portanto, todo dia é dia de saboreá-la. A origem da pizza envolve várias lendas. Uma delas remonta ao Egito, quando um faraó, ao celebrar seu aniversário, convidou os escravos e ofereceu-lhes uma massa prensada feita de farinha, água e sal.

Porém, foi em Nápoles, na Itália, que a iguaria ganhou sua fama no ano 1898. Um pizzaiolo serviu, em forma de homenagem, à rainha Margherita e ao rei Umberto I a versão redonda de queijo, manjericão e tomate – ingredientes de cores iguais às da bandeira italiana – tendo seu nome imortalizado desde então.

De acordo com Lana Ruff, sommelière da Evino, o vinho é o acompanhamento ideal para essa iguaria – ainda mais em dias frios – como os do inverno. “Acredito que a pizza e o vinho foram feitos um para o outro. Afinal, é possível combinar esse prato com diversos tipos de vinhos. Porém, costumo dizer que não existe regra de harmonização. Tudo é questão de paladar”, pontua a especialista.

Multi-ethnic group of people cheering with white wine

Pensando nisso, a Evino propõe um desafio especial. Que tal fugir do básico e inovar em sabores e misturas?

Pizza de queijo brie com presunto de parma: Maison Castel Classics Rose D’Anjou AOC 2016Rosé d’Anjou é um clássico do Vale do Loire, de onde saem vinhos frescos e bem frutados. Os rosés dessa região são delicados e saborosos e pedem uma harmonização refinada com o mesmo equilíbrio de sutileza na textura (como a do queijo brie) e de presença de sabor (como a do prosciutto).

Pizza de quatro queijos: Langevin Chardonnay 2016. Essa é uma pizza cheia de sabores e de texturas e por isso mesmo um tanto difícil de harmonizar. A sugestão é um Chardonnay “low-profile”, ou seja, sem grandes pretensões aromáticas. O Langevin é uma expressão discreta e elegante dessa uva, mas com corpo e estrutura suficientes pra aguentar uma pizza como a de quatro queijos.

Top view of young women clinking wine glasses while eating homemade pizza together

Pizza de cogumelos: Domaine de La Motte Pinot Noir 2016. De textura macia, saborosa, aromática e terrosa. Essa descrição poderia ser dedicada ao recheio de cogumelos de uma pizza ou à uva Pinot Noir quando vinificada pelos franceses. A propósito, uma dica bem básica e certeira pra conseguir uma harmonização bem sucedida é tentar descrever o vinho e o prato com os mesmos adjetivos.

Pizza de linguiça de javali (ou calabresa): 8 Vites Miliasso Piemonte DOC Rosso 2014. Elaborado a partir de oito uvas viníferas diferentes, o rótulo 8 Vites é um clássico italiano. O que isso quer dizer? Ele tem acidez presente (ótima pra compensar as gorduras da carne de porco), taninos macios, aromas e sabores de frutas frescas como cereja e, sobretudo, harmoniza com pizzas tradicionais italianas – como de linguiça de javali ou a queridinha calabresa.

Italian pizza with pepperoni, tomatoes, olives, basil and red wi

Fonte: Evino

World Wine realiza special sale de 48 horas com seleção especial de vinhos

A World Wine, uma das maiores importadoras de vinhos do Brasil, realiza uma venda super especial até 23h59 do sábado, dia 30 de junho. A promoção é exclusiva para o site e televendas (capitais: 4003-9463; demais localidades: 0800 880 9463).

Seleção especial de vinhos pode ser adquirida por grandes descontos, confira abaixo:

vinhos

Vinho tinto de Bordeaux Saint-Estèphe de Montrose, 750ml, de R$ 357,00 por R$ 178,50.

Vinho branco chileno Viña Laroche Sauvignon Blanc, safra 2015, 750ml, de R$ 77,00 por R$ 38,50.

Vinho tinto chileno Viña Laroche Pinot Noir, safra 2016, 750ml, de R$ 77,00 por R$ 46,20.

Vinho tinto espanhol Vinos Guerra Mencía, safra 2013, 750ml, de R$ 59,00 por R$ 23,60.

Champagne Esterlin “Exclusif” Brut, 750ml, de R$ 278,00 por R$ 166,80.

vinhos 2

Espumante francês Pierre Olivier Blanc de Blancs Brut Prestige, 750ml, de R$ 71,00 por R$ 46,15.

Vinho tinto de Bordeaux Château Vieux Manoir, safra 2012, 750ml, de R$ 96,00 por R$ 52,80.

Vinho tinto de Bordeaux Château du Taillan, safra 2014, 750ml, de R$ 330,00 por R$ 198,00.

Vinho tinto do Douro Quinta Vale Dona Maria DOC, safra 2012, 750ml, de R$ 471,00 por R$ 306,15.

Famiglia Valduga participa do Wine Weekend São Paulo Festival

As marcas Casa Valduga, Domno Importadora, Ponto Nero, Casa Madeira, Cervejaria Leopoldina e Vinotage, pertencentes ao Grupo Famiglia Valduga, participarão da 9ª edição do Wine Weekend São Paulo Festival, que ocorre de 28 de junho a 1º de julho.

Na ocasião, os apreciadores poderão viver a real experiência do mundo do vinho, conhecer os melhores rótulos à disposição do consumidor brasileiro, além de participar de palestras, exposições de arte, música ao vivo, jantares temáticos, oficinas e workshops.

valduga

O Grupo Famiglia Valduga terá um stand composto por todas as marcas da empresa, oferecendo ao visitante uma oportunidade única de mergulhar no universo do vinho, além de experimentar outros produtos que navegam pelo mundo da enologia, mas que não são necessariamente vinhos ou espumantes.

A Vinotage, por exemplo, apresentará sua linha diferenciada de cosméticos feitos à base de óleo extraído da semente da uva e seus derivados. Já a Cervejaria Leopoldina exibirá suas cervejas especiais sem perder a assinatura enológica da Casa Valduga, com o uso de técnicas já aplicadas em seus vinhos e espumantes.

vinho casa valduga

Para harmonizar muito bem com os rótulos da Casa Valduga, Domno Importadora e Ponto Nero, a Casa Madeira apresentará seus deliciosos sucos, todos sem adição de conservantes, açúcar e água. Geleias, cremes de balsâmico, antepastos, chás gelados e molhos de pimenta da marca também estarão à disposição do público.

Todos os produtos do Grupo Famiglia Valduga poderão ser adquiridos no stand do evento.

Wine Weekend São Paulo Festival
Data: 28 de junho a 1º de julho
Horário: das 12h às 22h, de quinta a sábado; domingo das 12h às 20h
Local: Pavilhão Bienal, no Parque Ibirapuera – São Paulo

Vinícola Aurora leva novidades e premiados ao Wine Weekend 2018

Vinícola Aurora leva novos Millésime Cabernet Sauvignon 2015 e suco orgânico Casa de Bento ao Wine Weekend 2018

A Vinícola Aurota leva novidades, vinhos premiados e rótulos consagrados ao Wine Weekend 2018, evento que acontece em São Paulo de 28 de junho a 1º de julho no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera. Entre brancos e tintos tranquilos, espumantes, Brandy VSOP, azeite e suco de uva integral natural e orgânico, são muitas as opções para os apreciadores e consumidores de todos os perfis. Degustações de todos os produtos, alternadas, serão realizadas durante os 4 dias de evento. Os preços são atrativos.

O icônico Aurora Millésime Cabernet Sauvignon chega na nova safra, a 2015, com estrutura para evoluir por vários anos. No evento custará apenas R$ 75,00. Todos os 4 varietais tintos da América do Sul que integram a linha Pequenas Partilhas Notáveis da América estarão à venda e em degustação em vários momentos (R$ 40,00 a garrafa): Cabernet Franc do Brasil (medalha Duplo Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas-Brasil 2018), Malbec da Argentina, Tannat do Uruguai e Carmenére do Chile.

millesime-2015 vinho aurora.jpg

Entre as novidades, além do Millésime a Aurora leva o novo suco Casa de Bento Orgânico (R$ 18,00 a garrafa de 1 litro) e o azeite chileno extra virgem Pequenas Partilhas (R$ 20,00).

Suco de Uva Casa de Bento Orgânico 1L
Espumantes e outros vinhos

Os vários rótulos para as diferentes situações do dia a dia e ocasiões especiais, a Vinícola Aurora leva ao evento. Os vinhos com Indicação de Procedência Pinto Bandeira, Aurora Chardonnay IP e Aurora Pinot Noir IP, poderão ser comprados por apenas R$ 45,00 e o espumante dessa linha, o Extra Brut Método Tradicional com 24 meses de autólise, por apenas R$ 75,00.

Os 4 varietais da linha Reserva (Chardonnay, Merlot, Cabernet Sauvignon e Tannat) estarão à venda por acessíveis R$ 30,00 cada um e o Aurora Varietal Pinot Noir 2018, fresco e frutado que sempre surpreende a todos, por apenas R$ 20,00. O vinho de sobremesa Aurora Colheita Tardia, na garrafa de 500 ml, custará R$ 18,00 no estande da vinícola, enquanto os espumantes de leve dulçor, Moscatel Branco (o mais premiado da Aurora no exterior) e Rosé (medalha de ouro nos recentes concursos Brazil Wine Challenge 2018 e Citadelles du Vin 2018, na Vinespo, em Bordeaux), por R$ 25,00 cada.

A linha de espumantes Aurora Procedências, elaborados pelo método Charmat longo, é opção para os apreciadores das borbulhas: Chardonnay Brut, Pinot Noir em branco Brut e Rosé Brut, cada um por R$ 35,00. Para quem não dispensa um bom destilado, o Brandy Aurora VSOP é um grande exemplar. No Wine Weekend estará à venda por R$ 150,00.

Informações: Vinícola Aurora

 

 

 

 

 

Fuja do básico: aposte em harmonizações de vinhos com comidas típicas juninas

Principal dica é não ter medo de combinar uma saborosa taça com diversas opções de quitutes, afinal, o importante é aproveitar sem frescura

Você por acaso já viu festa junina sem vinho? Aposto que não. De origem rural, nascida há muitos séculos, na Europa, a festa junina chegou para celebrar e agradecer a fartura da colheita. E o vinho é considerado a bebida chave das festividades. Além de ser propício em dias mais frios, normalmente durante o período junino, conhecido pelas temperaturas mais baixas, o vinho participa de receitas tradicionais da comemoração. Mas como podemos fugir do clássico e ousar em novas harmonizações?

vinho quente branco pixabay

Um dos drinques mais populares das festas juninas é o vinho quente. Já testou experimentar essa versão com vinho branco? De acordo com Stephani Vaz, sommelière da Evino, uma sugestão para os pratos mais doces é um vinho quente especial feito com vinho branco, ao invés de tinto, repleto de especiarias, como cravo, canela, anis e gengibre. “O toque especiado traz uma sensação de doçura interessante que irá acompanhar todos os docinhos e sabores juninos”, explica.

vinho rose

Já para saborear com a clássica pipoca, invista em vinhos rosés ou brancos, como um Chardonnay mais encorpado com breve passagem em carvalho. O vinho branco barricado ganha características amanteigadas e que vão casar muito bem. “A pipoca é salgada. Então, a dica é evitar vinhos com um teor alcoólico muito alto, pois o álcool acentua ainda mais o sabor do sal”.

vinho tinto taças shutterstock

E para quem prefere não sair do básico a melhor opção para acompanhar o frio das festas de junho são os vinhos tintos. Um coringa, que irá harmonizar muito bem com as mais diversas guloseimas servidas nas festas, vai desde um Tempranillo, sem passagem por barris de carvalho, até um Merlot do novo mundo, ou seja, opções de vinhos macios, frutados e fáceis de agradar.

“Vale frisar que a principal dica para o período é não ter medo de combinar uma saborosa taça com as mais diversas opções de comidinhas. Afinal, o importante é aproveitar sem frescura e sem medo de errar”, pontua Stephani.

Fonte: Evino

 

Windsor Barra traz um pedaço da Suíça para o seu Festival de Fondue

Neste ano, a inspiração vem do Cantão de Lucerna, região rodeada pelos Alpes

Proporcionar a experiência de estar nos Alpes Suíços sem precisar ir muito longe. Esse é o conceito da 6ª edição do Festival de Fondue do Windsor Barra, que será realizado de 29 junho a 28 de julho, sempre às sextas-feiras e sábados. Neste ano, a inspiração vem do Cantão de Lucerna, localizado no coração da Suíça.

Além da parte gastronômica, com fondues de carne, queijo e chocolate e uma grande variedade de frios, o festival conta com ambientação trazendo as mais belas paisagens da região e climatização especial, para que os visitantes possam se sentir vivendo uma verdadeira noite suíça. Outra atração é a harmonização com vinhos importados.

festival fondue windsor

“O festival já é tradição do Windsor Barra. Sempre contamos com a presença de muitos casais e famílias, especialmente da vizinhança do hotel, que já vêm nos visitar há anos. Dessa vez, queremos não só superar as expectativas dos clientes habituais como também atrair um novo público, interessado em curtir as delícias desse período mais frio do ano nesse pedacinho da Suíça que estamos trazendo para cá”, destaca Marcos Bezerra, Gerente Geral do Windsor Barra.

Parceria entre Brasil e Suíça na cozinha

festival fondue windsor 2
No fondue de carne, o destaque fica para os cubos de filé mignon e a batata rostie, como acompanhamento. Foto: Divulgação

Neste ano, o Festival de Fondue do Windsor Barra, além do experiente chef Manoel Araújo, conta com a curadoria do suíço Bertrand Bovier, que lidera a cozinha do Windsor Marapendi. Entre os segredos dessa parceria suíço-brasileira para deixar os paladares ainda mais marcantes estão dois queijos tipicamente suíços, o Gruyère, de sabor intenso e textura cremosa, e o Emmental, que tem consistência média e gosto mais suave, levemente adocicado. O toque final fica por conta do vinho Chardonnay, utilizado para integrar esses dois ingredientes principais.

Para a entrada, o Festival de Fondue do Windsor Barra conta, ainda, com uma farta estação de frios, que inclui queijos, presuntos e salames importados, além de pães frescos de fabricação própria e sempre uma sopa diferente.

Fechando essa experiência gastronômica, a sobremesa fica por conta do fondue de chocolate e frutas, além dos deliciosos marzipãs da casa.

festival fondue windsor 3

“Todos os anos, esse evento é um dos pontos altos do calendário gastronômico do Windsor Barra. O fondue não é só uma moda passageira no Brasil. Está no gosto do nosso povo. Ganhou força total nesses últimos anos e veio para ficar”, destaca Manoel Araújo, chef do Windsor Barra.

“Para um suíço, ver os Brasileiros interessados num prato típico da minha terra natal é uma grande alegria. Quero trazer o sabor da minha infância para a mesa de quem for apreciar o festival”, completa o chef Bovier.

Datas: de 29 junho a 28 de julho
Horário: das 19h às 23h
Valor: R$ 130,00 por pessoa + taxas
Endereço: Windsor Barra – Av. Lúcio Costa, 2630, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro 

Informações e reservas: (21) 2195-5000 /  reservas.windsorbarra@windsorhoteis.com.br

 

São Paulo recebe a 2ª edição da São Paulo Wine Week

Menu com degustação de vinhos a preço fixo em 47 restaurantes da cidade, workshops e a festa Got Wine estão na programação desse ano

A São Paulo Wine Week chega a sua 2ª edição com programação especial. Entre 12 e 17 de junho, 47 restaurantes da cidade servem menu com degustação de vinho a preço fixo. Além disso, acontecem nesta semana workshops e festas onde o vinho é o foco principal. Outra novidade para a edição de 2018 é a participação do Vista Ibirapuera, espaço que funcionará como o Wine Hub do evento.

Por um preço fixo, que varia entre R$ 50,00 e R$ 65,00, as casas participantes oferecem, no jantar, três taças (de 125 ml) de vinhos de diferentes países, como França, Itália, Portugal e Espanha, e do chamado Novo Mundo, que abrange produtores mais recentes, como Chile, Argentina e Brasil. A ideia é que a seleção crie uma experiência sensorial e dê ao público a oportunidade de provar uma variedade de rótulos no mesmo jantar. Entre os restaurantes participantes estão o Vinheria Percussi, Clos Restaurante, Forneria JK, Torero Valese, La Mar, Basilicata, Aguzzo Cucina & Vino e Pina Restaurante.

Durante a São Paulo Wine Week, o Vista Ibirapuera participa como Wine Hub oficial do evento, oferecendo a cada dia um Wine Dinner diferente: Especial para Namorar (dia 12), Portugal (dia 13), já realizados, e África do Sul (dia 14), Mendoza e Argentina (dia 15), Espanha (dia 16) e Itália (dia 17).

Para completar a programação da semana, no dia 14 de junho a festa Gotwine desembarca no Bar Obelisco para uma noite especial. As atrações principais incluem uma degustação livre de vinhos com presença de grandes importadoras, marcas e clubes de vinho, workshops promovidos pela Eno Cultura (projeto que promove experiências com vinhos, por meio de cursos e palestras), além da presença do DJ argentino Oliverio Sofia, com set especial de vinil, e o DJ Rafael Yapudjian, residente do bar. Os ingressos estão à venda no Foodpass a R$ 50,00.

SPWW

Outra novidade: nesta edição é possível reservar mesas com antecedência (e sem taxas) nos restaurantes por meio da plataforma Restorando, que participa pela primeira vez do projeto.

São Roque realiza segunda edição do Festival Enogastronômico

Sucesso em 2017, o Festival Enogastronômico de São Roque ganhou sua segunda edição, se firmando como um dos atrativos turísticos locais. O evento, que está no calendário oficial da cidade, ocorre em sete restaurantes, até o dia 1º de julho.

Durante um mês, os moradores e turistas experimentarão o melhor da gastronomia local e escolherão qual representará a cidade durante um ano. A ideia do festival é valorizar a enogastronomia do município e suas raízes. Além disso, fomentar o turismo e o comércio local.

tapas festival sao roque

Com início no Dia Nacional do Vinho, os restaurantes se unem com o propósito de homenagear a data criando pratos especiais e únicos para a comemoração, dentre eles massas e diferentes cortes de carnes. A única regra é a necessidade do vinho ser o ingrediente estrela na cocção das receitas. O visitante terá a oportunidade de experimentá-los pelo valor único de R$ 60,00.

Dinâmica do concurso

Os clientes recebem um cartão para analisar a apresentação, cor, aroma, sabor e originalidade – critérios fundamentais dos pratos. Os papéis serão depositados em uma urna. Depois de avaliados, o prato vencedor será nomeado até a próxima edição do evento como “Prato de São Roque”, representando a gastronomia da cidade até 2019.

Restaurantes participantes: Sabor Du Chef, Rancho Arizona, La Pasta, Alcachofra Bonsucesso, Cantina Tia Lina, Empório Bandeirantes e Fazenda Angolana. O evento conta com o apoio do Fundo Social de Solidariedade, e é patrocinado pelo Sindusvinho – Sindicato da Indústria do Vinho de São Roque.

alcachofra festival sao roque

“Esse evento é muito importante para cidade, pois além de fomentar a gastronomia, divulgamos nosso produto não só como harmonização, mas, também como ingrediente de deliciosos pratos”, destaca Fernando Leite, presidente do sindicato.

Informações: Festival Enogastronômico de São Roque