Arquivo da tag: aplicativo

Time do Sangue: um ano de solidariedade

Hoje, Dia do Doador de Sangue, aplicativo que facilita o processo de doação de sangue comemora um ano com o aumento do número de doadores e hemocentros parceiros

Hoje, data em que é comemorado o Dia do Doador de Sangue, o aplicativo Time do Sangue celebra um ano de criação. A ferramenta, disponível gratuitamente nas plataformas IOS e Android, tem o objetivo de manter os estoques de sangue dos hemonúcleos, captar e fidelizar doadores. Todo o processo é feito de forma simples e rápida, facilitando a doação.

Após um ano de operação em Sorocaba, o Hemonúcleo Colsan da cidade teve um aumento de cerca de 11% nas doações voluntárias. Nas regiões atendidas (Sorocaba, Santos, Jundiaí e São Paulo), já são mais de 12 mil downloads e quase cinco mil agendamentos. Segundo Juliana Aguiar, coidealizadora do app, o número de desistências reduziu com a ferramenta. “Por causa da demora e burocracia, às vezes as pessoas desistem de doar. Com o Time do Sangue, o processo é bem mais rápido, já que o voluntário não precisa esperar na fila para fazer a sua doação”, afirma.

O número de hemonúcleos parceiros do aplicativo vem aumentando gradativamente. Além de Sorocaba, atualmente o Time do Sangue opera nas cidades de São Paulo, Jundiaí e Santos e está em fase de implantação em São José do Rio Preto e na região do ABC Paulista, totalizando 13 hemocentros no estado de São Paulo. A ideia é expandir o serviço para todo o país em até dois anos. Porém, a expansão depende de recursos, já que o Time do Sangue é um aplicativo gratuito para usuários e hemocentros.

A solidariedade como motivação

O aplicativo Time do Sangue surgiu depois que Juliana precisou de cinco bolsas de sangue após uma complicação cirúrgica. “Alguém me ajudou naquele momento difícil e então eu quis retribuir, de alguma forma, ajudando outras pessoas que necessitam de transfusão”, conta.

Por meio da ferramenta, o voluntário faz o agendamento da doação após preencher um cadastro simples. Então, ele passa a fazer parte de uma rede unificada que aciona o doador mais próximo quando alguém precisa de sangue, realiza campanhas, envia lembretes e permite ainda que sejam salvos laudos médicos e documentos pessoais com sigilo absoluto.

Neste Dia do Doador de Sangue, o aplicativo quer incentivar mais pessoas a fazer este gesto de amor e que salva vidas. “Essa data faz com que as pessoas reflitam sobre a solidariedade, pois quem precisa de uma transfusão depende exclusivamente da ajuda de outras pessoas, pois o sangue humano é insubstituível”, finaliza a empreendedora.

Sobre o Time do Sangue

doação de sangue pixabay
Pixabay

O Time do Sangue é uma startup do bem, que tem o objetivo de facilitar o processo de doação de sangue por meio do agendamento via aplicativo. O Time do Sangue conecta hemocentros e doadores e pode, inclusive, ser utilizado em campanhas de doação para atender demandas de emergência. Para o usuário, o diferencial é que o app significa uma melhoria no atendimento, evitando filas de espera.

Criado em 2017, o Time do Sangue está disponível gratuitamente para as plataformas IOS e Android. Por meio do app, o usuário tem acesso a informações pertinentes e recebe lembretes para que possa voltar a doar sangue assim que possível. Já os hemocentros têm a possibilidade de conhecer a demanda de doação e preparar seus colaboradores para receber os doadores de acordo com os horários de agendamento. O Time do Sangue tem como missão atingir os níveis ideais de doação no Brasil, tornando a doação de sangue um hábito.

 

Anúncios

Não vai viajar no feriado? Saiba como aproveitar a folga em casa

Muitos postos ainda sem gasolina e alguns voos cancelados por falta de querosene são alguns dos motivos que podem fazer brasileiros desistirem de viajar no feriado de Corpus Christi. Por conta da paralisação dos caminhoneiros, se locomover na própria cidade ficou difícil. Viajar, então, está ainda mais complicado. Para aproveitar os dias de folga, porém, não é preciso ir tão longe. Plataformas e aplicativos auxiliam no lazer e a transformar momentos ociosos em produtivos. Confira:

Encontrar profissionais ou ganhar renda extra

computador mulher pixabay
Quer estudar inglês ou outro idioma, mas está sem tempo? O feriado também pode ser produtivo. Pelo GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços do Brasil, é possível encontrar o professor mais perto ou ter aulas à distância durante o período e além. Há também instrutor de dança e de diversas outras categorias. Além disso, quem quer fazer um dinheirinho extra nos próximos quatro dias também pode se cadastrar no aplicativo e oferecer seus serviços. São mais de 200 opções disponíveis, como diarista, cozinheiro, manicure, entre outros, e o aplicativo está disponível em mais de 3 mil cidades do país.

Adquira ou desenvolva uma nova habilidade

EDUK-BOLO

Saiba como costurar um vestido, pinte em cerâmica e porcelana ou aprenda a cozinhar com a Vovó Palmirinha. A eduK, startup especializada em auxiliar pessoas que querem trabalhar por conta própria, oferece mais de 1.400 cursos online ministrados por alguns dos melhores especialistas do país. As aulas abrangem áreas como gastronomia, artesanato, fotografia, moda, beleza e negócios, além de ferramentas para melhoria da produtividade, redução de custos e aumento de vendas. A plataforma já impactou mais de cinco milhões de pessoas por meio de soluções gratuitas e conta atualmente com mais de 100.000 clientes pagantes ativos.

Aproveite o feriado para se preparar para a semana

tela-mockup-3d-2.png

Muitas pessoas não têm tempo de frequentar salões de beleza durante a semana, devido ao trabalho ou outros compromissos. A Singu, aplicativo que conecta clientes a profissionais de beleza e bem-estar, leva profissionais até a casa dos clientes para realizar massagens, depilação, manicure ou limpeza de sobrancelhas. O atendimento é realizado em São Paulo, Alphaville, Rio de Janeiro e Guarulhos, das 07 às 22h.

 

 

Conheça primeira plataforma digital dedicada ao cuidador familiar

Quem cuida do idoso também precisa ser cuidado? Dedicação, generosidade, carinho, atenção e doação de tempo em favor do outro. Essas são algumas das qualidades necessárias no cuidador familiar. Mais do que a rotina de cuidados com higiene, alimentação, mobilidade e descanso, o idoso precisa de atenção em aspectos que vão além do bem estar físico. Garantir isso para o ente querido faz do cuidador uma figura essencial nessa nova etapa da vida. Mas quem cuida do cuidador?

A startup Plug and Care lança uma plataforma digital, direcionada a esse público, que une a tecnologia e gerontologia para dar suporte nas tarefas diárias e minimizar as sobrecargas. Ser um cuidador nem sempre é uma escolha pessoal, e sim uma necessidade familiar. A maioria das pessoas que se dedicam ao outro precisa também dividir as atividades do cuidado com outras tarefas, como trabalho e dar atenção a própria família, além disso a falta de recursos (informação e tecnologia) potencializam as dificuldades.

No Brasil, dos mais de 30 milhões de idosos, cerca de 1/3 deles apresenta dificuldades para realizar tarefas da vida diária e, desses, 81% declararam necessitar de ajuda para realizar uma ou mais dessas atividades. Os dados são da Pesquisa Nacional de Saúde que apontou que 62% recebem ajuda de familiares que moram com o idoso e 35,8% por familiares que não moram com o idoso.

Para o empreendedor e cofundador, Alexandre Pereira, o propósito de criar a plataforma é dar aos cuidadores uma fonte amigável de informação e que isso traga instrumentalização na rotina diária.

cuidador idoso
Pixabay

“A falta de informação é uma das principais razões de ansiedade e estresse dos cuidadores. Perguntas como: O que fazer? Como fazer? Quais as perspectivas de futuro? são as principais dúvidas de quem cuida. E a maior parte do conteúdo disponível na web está direcionado aos problemas do idoso, como doenças e tratamentos. Pouco se dedica ao cuidadores, suas dores, inquietações e dúvidas. Entendemos que quanto mais ele estiver informado e bem preparado para o cuidado, melhor é o bem estar e qualidade de vida de todos, cuidadores, idosos e familiares,” revela.

Há 9 meses, a administradora Regina Garcia de Oliveira mudou a sua rotina e se tornou a cuidadora familiar do sogro, Otogamis de Oliveira, de 86 anos. “Sempre gostei de receber as pessoas, de encher e ver movimento na casa. Minha sogra também era assim e cuidou dos seus familiares, pais, tios, irmãs ao longo da vida, deixando o seu legado. Inspirada nela, eu acho que fui assumindo de forma natural esse papel na família, mas sempre foi algo íntimo meu o instinto de querer ajudar o próximo. Tenho prazer e fico feliz em ver que ele está tendo um final de vida digno. Hoje passo isso para os meus filhos. Percebo que com a convivência diária com o avô eles estão aprendendo a ter um cuidado diferenciado com o idoso, a ter paciência e a olhar a velhice com outros olhos”, confidencia.

Raquel Pires, cofundadora da Plug and Care, viveu história semelhante. “Faço parte de uma família que foi se tornando cuidadora ao longo dos anos. Iniciamos os cuidados com a minha avó, portadora de uma artrose de joelhos que a deixou dependente fisicamente nos últimos 10 anos de sua vida. E há 19 anos, meus irmãos e eu cuidamos da minha mãe que tem a doença de Alzheimer. Como sou a única pessoa da área da saúde, me responsabilizei em passar orientações a todos, assim não sobrecarregaria um só e vivenciei que quanto mais os cuidadores familiares forem informados e preparados para o cuidado, melhor é a qualidade de vida de todos, idosos e seus familiares,” explica.

Por meio do app gratuito, desenvolvido por profissionais especializados, é possível receber orientações, conteúdos especializados, baixar e-books e assistir vídeos didáticos onde é possível aprender sobre como lidar com tosse e engasgo durante as refeições, como o cuidador pode ajudar o idoso a sentar e levantar de forma segura, como estimular o prazer de comer usando a consistência certa do alimento, a estimular a memória do ente querido, entre outras dicas cotidianas.

A ferramenta traz informações fluídas, amigáveis numa página de fácil navegação. “Ver um familiar envelhecer já um desafio por si só. Quem cuida, muitas vezes usa do bom senso e de boa vontade, mas isso nem sempre é o suficiente. A Plug and Care pretende ser um portal de soluções onde o cuidador pode recorrer, se sentir acolhido e ter acesso fácil ao que precisa. Queremos que esse cuidar seja mais leve, mais flexível, mais compassivo, mais generoso e menos desgastante para ambos os lados, idoso e cuidador,” esclarece a professora-doutora, especialista em gerontologia e cofundadora da startup, Monica Perracini.

A plataforma também apresenta o primeiro e-commerce totalmente voltado para o cuidador familiar com seleção de produtos especiais para o cuidar com maior segurança, eficiência e desenvolvimento do ente querido. Entre os produtos disponíveis: cinta transferência, barras de segurança, bengala, jogos de memória, artes e muito mais.

O envelhecimento não ocorre de forma igual para todos e cada indivíduo tem necessidades específicas, para isso foi criado um app que conta com uma rede social de apoio para conectar cuidadores em um ambiente para troca de experiências, compartilhamento de histórias, ensinamentos e aprendizados. A Plug and Care também dá acesso a um clube de benefícios para o cuidador, através de uma rede credenciada para atividades de lazer e entretenimento, educação e bem-estar.

“Além de todas essas soluções, a nossa proposta é lançar no final de junho uma versão do aplicativo com rede de cuidado, com planejamento de agendas de medicamentos, eventos e medições com foco no engajamento e aderência dos idosos no tratamento, com prevenção à saúde por meio de notificações para interações medicamentosas e com uma comunicação orientada a necessidade do cuidador familiar e do idoso, e avançar na relação B2B2C embarcando e-commerce,” adianta a sócio-empreendedora Monica Tomomitsu, responsável pela área de operações e tecnologia da Plug and Care.

cuidador de idoso pixabay
Pixabay

 

Plug and Care

Plug and Care é a primeira plataforma online criada para melhorar a qualidade de vida dos cuidadores familiares de idosos, por meio da tecnologia e da inovação. A ferramenta apresenta soluções e orientações úteis para dar suporte a rotina de cuidados e questões relacionadas a saúde e segurança, planejamento e organização, suporte social e bem-estar de quem cuida.

O portal Plug and Care apresenta conteúdos especializados, vídeos, orientações e espaço para interagir e compartilhar experiências. O site traz ainda o primeiro e-commerce totalmente voltado para o cuidador familiar, o E-Shop Plug and Care, com uma seleção de produtos especiais para dar maior segurança, eficiência e desenvoltura ao cuidador familiar.

No aplicativo Plug and Care, que pode ser instalado gratuitamente, é possível participar de uma rede que compartilha experiências e ter acesso a orientações de especialistas, por meio dos Plugs do Cuidar e ainda ter acesso a um clube de benefícios.

 

 

 

Glovo oferece R$ 35,00 de desconto na hamburgueria Johnny Rockets

Promoção se estende por todo o final de semana e é válida para novos usuários

Recém-chegada ao Brasil, a Glovo, startup espanhola de entregas rápidas, promete agitar o final de semana nas cidades de São Paulo, Curitiba, Campinas e Fortaleza. Quem ainda não fez nenhuma compra no aplicativo vai poder aproveitar a grande promoção do final de semana: R$ 35,00 de desconto nos pedidos do Johnny Rockets.

O desconto é válido das às 22 horas de segunda-feira, 21 de maio. O objetivo da ação, além de ser um convite irrecusável, é mostrar aos novos usuários a versatilidade da Glovo.

“Muito além do lanche no final de semana, a Glovo possibilita aos usuários pedir qualquer coisa, desde produtos de supermercado, itens de farmácia, conveniência e até documentos. Nosso objetivo é oferecer rapidez, qualidade, entrega dentro do prazo e confiança”, garante o Country Manager da Glovo no Brasil, Bruno Raposo.

Assim que baixarem o app, os usuários precisam fazer o cadastro, buscar pela hamburgueria Johnny Rockets e seguir todos os passos para efetuar a compra. Antes de fechar o pedido, o desconto já ficará visível para os clientes, que poderão solicitar que a entrega aconteça assim que possível ou agendar para consumir o produto no momento mais conveniente.

johnny rockets

Sobre a Glovo

Fundada em Barcelona em 2015, a Glovo é um aplicativo que promove agilidade e eficiência, permitindo ao usuário comprar, retirar e entregar qualquer produto em poucos minutos dentro de uma mesma cidade. Disponível em países europeus como Espanha, França, Itália e Portugal, além de Argentina, Peru, Chile e Brasil.

 

Pesquisa revela desafios de encontrar um novo amor depois dos 50 anos

Uma pesquisa do OurTime revela que esse público afirma ter dificuldade em criar coragem para começar um novo relacionamento, mas reconhece essa fase como um ótimo momento para sair mais e conhecer pessoas

Atualmente, são mais de 54 milhões de brasileiros com mais de 50 anos, segundo dados do Instituto Locomotiva. Em 2045, serão mais de 93 milhões, número que representará praticamente metade da população do país. Pensando nesse cenário, o OurTime, site e app de relacionamento para pessoas acima de 50 anos em busca de um relacionamento duradouro, realizou uma pesquisa com 1.358 pessoas para descobrir quais são os desafios para encontrar um novo amor nessa fase da vida.

Tanto homens (55%) quanto mulheres (59%) revelam que ter coragem para recomeçar é a maior dificuldade para buscar um relacionamento nessa faixa etária. Outros desafios mencionados por eles são: conhecer novas pessoas e os filhos aprovarem o pretendente. Entretanto, eles reconhecem que namorar nessa fase da vida tem grandes vantagens. Segundo a maioria dos homens (43%) e mulheres (61%) entrevistados, é possível ter mais tempo livre para sair e namorar. Além disso, eles (38%) e elas (35%) também acham muito positivo não sofrerem nenhum tipo de pressão para casar e ter filhos.

Com o mundo conectado, já é comum as pessoas nessa fase de vida usarem sites e aplicativos de relacionamento para conhecer novas pessoas. Como o levantamento de 2016 do Instituto Locomotiva revela, o número de pessoas com mais de 60 anos online cresceu 940% em oito anos, o que equivale a 4,8 milhões de novos internautas, sendo 50% homens e 50% mulheres. Segundo a pesquisa do OurTime, 47% dos entrevistados já marcaram encontros com pessoas que conheceram online e, 94% deles e 97% delas, acreditam que pode dar certo o relacionamento com pessoas que se conhecem pela internet.

“A pesquisa revela que mais da metade dos homens e mulheres com mais de 50 anos consideram que os sites e aplicativos de relacionamento facilitam a busca por uma relação afetiva, mas não acham que é a mesma coisa que conhecer pessoalmente numa festa ou em um bar. Esse tipo de pensamento é uma consequência do modelo vigente construído socialmente para essa faixa etária, lembrando também que a internet é uma ferramenta relativamente nova para esse público. E, mesmo assim, 35% dos entrevistados já consideram esse meio como um dos melhores para conhecer um novo amor”, explica Marina Simas, consultora de relacionamento do OurTime.

“Existe toda uma condição favorável atualmente para as pessoas dessa faixa etária buscarem um novo amor. O principal é que aceitem e se permitam experimentar sites ou aplicativos de relacionamento para facilitar essa busca. É importante fazer o teste sem preconceitos, encarando como uma nova vivência e um novo desafio”, complementa.

Confira abaixo os resultados completos da pesquisa:

Qual seu gênero?
Mulher 58%
Homem 42%

mulher celular café

Na sua opinião, os sites e aplicativos de relacionamento:
Ajudam bastante, mas não são a mesma coisa de conhecer alguém em uma festa ou um bar. 55%
São os melhores meios de se conhecer um novo amor atualmente. 35%
Não os considero muito relevantes. 10%
Você já marcou encontros com pessoas que conheceu em sites ou aplicativos de relacionamento?
Não 53%
Sim 47%
Você acredita que o relacionamento entre pessoas que se conheceram na internet pode dar certo?
Sim 94%
Não 6%

 

493ss_getty_rf_woman_looking_at_computer

Na sua opinião, qual é a maior dificuldade para começar um novo relacionamento depois dos 50 anos?
Ter coragem para começar de novo. 55%
É mais difícil para conhecer novas pessoas. 28%
Os filhos nem sempre concordam com o novo relacionamento. 17%
 Qual é a melhor coisa de voltar a namorar depois dos 50?
Tenho mais tempo livre para sair e namorar 43%
Já não sofro mais a pressão de casar e ter filhos 38%
Sou mais tranquilo por já não ter a pressão do trabalho 19%
Na sua opinião, os sites e aplicativos de relacionamento:
Ajudam bastante, mas não são a mesma coisa de conhecer alguém em uma festa ou um bar. 56%
São os melhores meios de se conhecer um novo amor atualmente. 34%
Não os considero muito relevantes. 10%

mãos casal

Você já marcou encontros com pessoas que conheceu em sites ou aplicativos de relacionamento?
Não 53%
Sim 47%
Você acredita que o relacionamento entre pessoas que se conheceram na internet pode dar certo?
Sim 97%
Não 3%

 

Na sua opinião, qual é a maior dificuldade para começar um novo relacionamento depois dos 50 anos?
Ter coragem para começar de novo. 59%
É mais difícil para conhecer novas pessoas. 32%
Os filhos nem sempre concordam com o novo relacionamento. 9%
casal meia idade praia pixabay
Pixabay
 Qual é a melhor coisa de voltar a namorar depois dos 50?
Tenho mais tempo livre para sair e namorar 61%
Já não sofro mais a pressão de casar e ter filhos 35%
Sou mais tranquilo por já não ter a pressão do trabalho 4%

Fonte: OurTime – Março 2018

Aplicativo ajuda a encontrar pets que fugiram de casa

Disponível desde janeiro para IOS e Android, o app Petworking possibilita encontrar animais de estimação perdidos e, também, facilita a adoção

Quem mora em casa e tem um bichinho passa por uma preocupação constante: a de o animal fugir em busca de comida, diversão e companhia de outros animais. Gatos podem passar dias longe do lar, sem que se saiba onde e como estão. Cachorros têm mais dificuldade de encontrar o caminho de volta para casa e podem ser tomados como um animal de rua, quando possuem tutores à sua espera.

petworking2

Essa aflição é solucionada de uma forma simples: por meio do aplicativo Petworking, fundado pelo administrador Helder Klaar. A ideia veio da observação do empresário que notou que muitos usuários das redes sociais postavam sobre animais perdidos.

“Se eu perdi meu cachorro e uma pessoa que mora a dez quadras de mim não me conhece, como vai saber que é meu pet?”, indagou Helder. E foi assim que concebeu o app em julho do ano passado, para que todos os donos de animais se ajudem numa rede solidária específica para isso.

petworking4

O aplicativo, que também conta com a sociedade do empresário Paulo Joanello, é simples de utilizar: os donos criam perfis dos seus animais com informações detalhadas das suas características físicas e comportamentais. Assim, em caso de perda ou sumiço, a comunidade Petworking, numa ação em rede, ajuda a encontrar os bichinhos desaparecidos.

petworking3

Outro benefício do app, é que a plataforma faz uma ponte entre quem tem um bichinho para doar e quem quer adotar. O aplicativo também indica pet shops, clínicas 24h, adestradores e hotéis parceiros localizados perto do usuário, tudo para facilitar a vida de quem ama e cuida do seu bichinho.

petworking1

Informações: Petworking – Para baixar no Google Play (Android) clique aqui.

Descobri que meu parceiro está em um aplicativo de paquera. E agora?

Dizem por aí que trair e coçar é só começar. E depois da invenção das redes sociais, dos aplicativos e dos sites de relacionamento, a traição pode estar na ponta dos dedos, literalmente. Mas, o que você faria se descobrisse que seu(sua) parceiro(a) mantém um perfil em um destes aplicativos? Será que apenas ter o perfil pode ser considerado traição?

Para Marinas Simas de Lima, psicóloga, terapeuta de casal e cofundadora do Instituto do Casal, descobrir que o(a) parceiro(a) tem um perfil em sites e aplicativos de relacionamento não é o fim do mundo, mas pode ser um sinal de que a relação precisa de ajustes.

“Nesses casos é importante manter a calma. Claro que a descoberta pode gerar raiva, frustração e tristeza, mas isso não justifica atitudes extremas. O melhor é conversar e entender porque o(a) parceiro(a) fez isso e até onde chegou, ou seja, se ficou no virtual ou foi para o real”.

A psicóloga comenta que muitas pessoas usam aplicativos de paquera para melhorar a autoestima, por exemplo, sem a intenção de trair. “Conversar, sentir-se desejado e conhecer pessoas podem ser outros motivos, que não especificamente procurar um ‘crush’ ou um caso extraconjugal”.

Traição ou não?

casal separado

Mas participar de sites ou aplicativos de paquera é traição ou não? Para a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, terapeuta de casal e cofundadora do Instituto do Casal, cada um tem seu próprio conceito de infidelidade. Para algumas pessoas, um olhar já pode significar uma traição e para outras é preciso ter contato íntimo ou envolvimento afetivo para considerar-se traído.

“Por isso, cada casal e cada membro do casal poderá fazer uma leitura diferente de participar de aplicativos ou sites de relacionamentos. Podemos dizer que a traição acontece quando um dos membros do casal quebra os acordos e os combinados daquela relação”.

O amor nos tempos da web

computador mulher pixabay

“Vivemos em um novo tempo. Depois da invenção das redes sociais e aplicativos de relacionamento, o amor nunca mais será o mesmo. Portanto, os casais precisam encontrar novas maneiras de lidar com essas novidades e definir os limites e combinados”, diz Marina.

Para Denise, o problema não é a tecnologia, mas sim a maneira como as pessoas se comportam, seja no mundo virtual ou não. “Como sempre dizemos, a traição é e sempre será uma questão de escolha. Há outras maneiras de trabalhar a autoestima e se sentir desejado, sem precisar participar de sites de relacionamento”.

Dicas das Especialistas

=Diga a verdade: o casal deve ser transparente quanto à participação nas redes sociais, seja ela qual for. Lembre-se de que mentira tem perna curta, curtíssima quando se trata do mundo digital.

=Estabeleça regras: o casal precisa criar suas regras e conversar sobre a traição, assim como estabelecer os limites e entender o que é considerado infidelidade e o que não é.

homem fone de ouvido musica philly
Foto: Philly

=Tenha mais empatia: o ideal é se colocar no lugar do outro. Isso quer dizer que antes de sair criando perfis em sites de relacionamento, pergunte se você gostaria de descobrir que seu(sua) parceiro(a) também tem um. Como você se sentiria?

=As redes sociais não são o problema: não importa qual é a rede social usada para procurar um crush ou um caso extraconjugal, o fato é que se o relacionamento não está bom, não adianta excluir o perfil, pois isso não vai resolver os conflitos. O que resolve é sentar e conversar abertamente sobre o que precisa ser melhorado para que ambos se sintam felizes e satisfeitos.

Menos tecnologia ajuda a aproximar o casal

casal-celular

Para finalizar, Marina e Denise afirmam que o uso excessivo da tecnologia leva ao afastamento do casal. “Há casais que saem para jantar e, em vez de conversarem, ficam no celular. Muitos conversam pelo WhatsApp estando na mesma casa. Por isso, o ideal é reduzir ao máximo o uso da tecnologia nos momentos dedicados ao casal, como na hora das refeições, de noite e nos momentos de lazer, etc.”.

“Precisamos nos lembrar que a satisfação conjugal está ligada à conexão, à intimidade e ao tempo dedicado ao relacionamento. Assim, o ideal é procurar se reconectar ao outro, sem a interferência da tecnologia”, concluem as terapeutas.

Conheça quatro aplicativos que vão te ajudar a cuidar dos cães


Do adestramento à hospedagem, serviços online facilitam a vida de quem precisa cuidar do pet

Quem decide incluir um cão no convívio de casa sabe que muitas vezes a rotina corrida não colabora na hora de dar todos os cuidados necessário ao bem-estar do pet. Isso inclui desde o passeio diário até o adestramento, ou mesmo o serviço de hospedagem em casos de viagens longas.

Atualmente, a tecnologia tem proporcionado diversas facilidades no dia a dia, não apenas em serviços para os tutores, como também serviço para os animais, que contemplam até mesmo facilidades no transporte.

O Brasil conta hoje com mais de 132 milhões de pets, sendo que 80 milhões são cães e gatos, segundo dados mais recentes do IBGE. As projeções da Euromonitor revelam ainda que a partir de 2019 o país irá superar os Estados Unidos e Reino Unido como o segundo maior mercado pet do mundo.

Segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, 89% dos donos de pets consideram seu animal de estimação um amigo e membro da família. Neste mercado em ascensão e apaixonado por pets, selecionamos 4 aplicativos essenciais para quem possui cães e quer oferecer o melhor cuidado para os amigos de quatro patas:

GetNinjas

obediencia caes

O aplicativo, que conta com diversos serviços para o lar, oferece também profissionais para cuidar dos cães. Por meio da plataforma, disponível pelo site e aplicativo, é possível encontrar adestradores e passeadores de cães, de acordo com a região do cliente. O tutor preenche um formulário com informações como idade do animal, raça e detalhes do treinamento que deseja, que vai desde socialização, ao controle do latido e educação sanitária, no caso de adestramento. Além disso, é preciso também informar o porte do animal, frequência e melhor horário para atendimento na hora da contratação do serviço de passeio. O tutor recebe por e-mail os contatos de até 3 profissionais interessados em atendê-lo e cabe a ele negociar e fechar diretamente com aquele que se sente mais à vontade.

Abrangência: todo território brasileiro. Disponível para Android e iOS.

DogHero

doghero3

Para quem tem cães e vai viajar para visitar a família ou se ausentar de casa por algum motivo, a DogHero é uma plataforma que conecta donos de cães e anfitriões com o objetivo de encontrar um lar para o pet na ausência dos tutores. Atualmente, o aplicativo conta com mais de 15 mil anfitriões em 650 cidades de todo o Brasil e mais de 1.500 na Argentina, que passam por um extenso e rigoroso cadastro e recebem um treinamento adequado.

Abrangência: em todo Brasil e Argentina. Disponível para Android e iOS.

PetLove

cachorro roupa

O aplicativo Petlove facilita – e muito! – a vida de quem tem um filho de quatro patas. São mais de 15 mil produtos à disposição do usuário, entre rações, medicamentos, itens de higiene, brinquedos, caminhas, etc. Além de comprar de onde estiver (e receber tudo em casa), também é possível cadastrar o pet no app para receber dicas de produtos e promoções de acordo com o perfil do bichinho. O aplicativo Petlove é gratuito e está disponível para os sistemas Android e iOS.

Abrangência: em todo Brasil. Disponível para Android e iOS.

PetDriver

Aplicativo-PetDriver.png

A PetDriver oferece um serviço especializado no transporte de animais domésticos através de uma plataforma que atende pessoa física (aplicativo) e pessoa jurídica (plataforma web), como hotéis, petshops e veterinárias. A plataforma conta com uma frota de motoristas treinados para fazer o transporte dos animais e todos os veículos são equipados com ar-condicionado, capa de couro sintético, coleira peitoral e um kit de higienização. Ao selecionar uma corrida, o usuário informa o porte, a quantidade de animais e se ele irá sozinho ou acompanhado. Facilidades como agendar um transporte a domicílio, acompanhar o motoristas em tempo real, SMS informando a chegada do motorista, histórico/relatório de corridas e pagamento facilitado via cartão de crédito são algumas das funcionalidades que disponibilizadas pela plataforma.

Abrangência: Rio de Janeiro. Disponível para Android e iOS.

Como a tecnologia está dando poder às mulheres

Aplicativos e plataformas auxiliam nesta profissionalização

São diversas as desigualdades existentes no mercado de trabalho e uma das mais evidentes está ligada à questão de gênero. Salários mais baixos para as mulheres, homens ocupando os cargos mais altos e divisão de tarefas. Ao longo dos anos, esse cenário vem mudando. Nas últimas décadas, cada vez mais as mulheres estão se profissionalizando e ganhando mais espaço, inclusive em aplicativos de economia compartilhada. Algumas startups, novas empresas inovadoras de tecnologia, são responsáveis por essa transformação histórica.

getninjas

O maior aplicativo para contratação de serviços da América Latina, o GetNinjas, possui números animadores em relação às mulheres. Segundo pesquisas realizadas por eles com uma base de 3 mil profissionais, em 2018, 56% dos profissionais cadastrados na plataforma são mulheres, dentre essas 42% ganham cerca de 1 a 3 salários mínimos por conta da plataforma. O estudo também apontou que elas realizam mais serviços que os homens. Cadastrada no Getninjas desde 2015, Manuela Marques é arquiteta e diz que conheceu a plataforma numa pesquisa sobre sites em que poderia anunciar seu trabalho. “A demanda faz com que a gente busque melhorar e se profissionalizar cada vez mais”, comenta a paulistana.

eduk

A startup brasileira especializada em cursos on-line que auxiliam no desenvolvimento de habilidades profissionais, eduK, faz parte da profissionalização de diversas mulheres que se especializam e descobrem novas habilidades na plataforma, com o objetivo de empreender e viver do próprio negócio. Essa aproximação com público feminino no geral, faz com que 90% das inscrições na plataforma sejam feitas por elas.

singu

O mercado de beleza, área majoritariamente feminina, foi outro setor tradicional da economia impactado pela tecnologia. O aplicativo Singu, que conecta clientes a profissionais de beleza e bem-estar para serviços delivery, é responsável por empoderar mulheres ao permitir que elas multipliquem sua renda em até 3 vezes. São cerca de 2.300 profissionais cadastradas na plataforma, a manicure Débora da Costa é uma delas, que começou a atender pela Singu após um caso de machismo sofrido na empresa em que trabalhava. “Eu encaminhava meus currículos e vendia brigadeiros quando uma amiga me apresentou a Singu. No ínicio, mal tinha dinheiro para o transporte e material. No segundo mês de trabalho já fiz um acordo e paguei todas as contas atrasadas”.

doghero

Na Dog Hero não é diferente. Na plataforma que conecta donos de cães a anfitriões com o objetivo de encontrar um lar para o pet, no Brasil, 80% dos cadastrados no aplicativo são mulheres, um total aproximado de 14.000. Considerada a anfitriã que mais faturou no mês de fevereiro, Sandra Moura, ganhou aproximadamente 7 mil reais cuidando diariamente de no máximo três cães. “Antes trabalhava com confeitaria, mas com a Dog Hero reconquistei minha cidadania como profissional e estou 100% satisfeita”.

influu.jpg

A influu, ecossistema de profissionalização de influenciadores, também possui a maioria de cadastros femininos. “O empoderamento feminino começa com a complementaridade entre os homens e mulheres. Deve sempre haver um equilíbrio entre ambos. Acredito que todos devem ser tratados igualmente, com as mesmas oportunidades e salários”, comenta Talita Lombardi, COO da influu.

 

Sharecare traz aplicativo inédito de saúde e bem-estar ao Brasil

A chegada da marca americana Sharecare ao Brasil promete revolucionar o mercado de saúde e sua relação com o mundo corporativo e com a população de modo individual. A Sharecare adquiriu a empresa Healthways em 2016, que atua no país com programas de gestão de saúde desde 2008 e, agora, expande seus horizontes e lança sua plataforma inédita que reúne todas as informações de saúde em um só lugar e oferece ao usuário muito mais controle sobre seu estilo de vida. O aplicativo, também chamado Sharecare, é gratuito e está disponível para iOS e Android.

A atuação da empresa no Brasil acontece por meio de programas de gestão de saúde e oferta de soluções que visam o bem-estar e a qualidade de vida de funcionários e clientes de planos de saúde, com o intuito de reduzir custos com a saúde. A plataforma irá expandir esse trabalho, proporcionando às pessoas uma visão ampla e objetiva das consequências dos seus hábitos de saúde, de forma prática e automática.

“Com investimento mundial de mais de 500 milhões de dólares, a plataforma engloba diversos tipos de funcionalidades, como avaliação da idade real da pessoa, captura automática de dados, monitoramento diário de sono e estresse, premiação por cuidar da saúde, otimizando o acesso ao sistema e estimulando o cuidado com a saúde e bem-estar do usuário, de forma automática. A expectativa é alcançar entre 3 a 5 milhões de usuários com acesso e uso em 2018”, afirma Nicolas Toth, presidente da Sharecare Brasil.

Plataforma Sharecare

sharecare 2

A plataforma Sharecare recolhe informações completas de saúde, desde a altura e peso até a taxa de glicose, e permite a integração com diversos dispositivos inteligentes, como pulseiras e relógios que monitoram atividades. Além disso, o aplicativo traz a funcionalidade chamada RealAge, método que leva em consideração cada taxa de saúde e hábito diário (tabagismo, consumo de álcool, prática de exercícios, alimentação, entre outros) para mensurar a idade real da pessoa, que pode ser maior ou menor do que sua idade biológica. A partir do resultado, a ferramenta fornece soluções que o usuário poderá adotar para diminuir sua idade real e ficar “mais jovem” a cada dia, contribuindo com sua saúde como consequência.

Ainda, a plataforma permite identificar automaticamente o nível de emoção e estresse em cada ligação que o usuário fizer, oferecendo uma análise de quais dias o usuário estava mais tranquilo ou estressado. Por meio dos sensores de movimento do celular, o aplicativo identifica em qual período o usuário estava dormindo e, assim, determinar quantas horas ele descansou por noite. Dessa forma, o sono, que é um importante regulador de saúde, será monitorado diariamente e de forma automática.

sharecare 3

O grande trunfo da Sharecare, entretanto, está no GreenDay, uma premiação baseada nos hábitos de saúde, que é representada por um coração verde a ser preenchido conforme o cumprimento desses hábitos. Para completar o coração, é necessário realizar diariamente pelo menos oito dos fatores considerados importantes para ter uma vida saudável. Eventualmente, preencher o GreenDay poderá garantir vantagens ou descontos em determinadas parcerias.

O objetivo da Sharecare é fazer com que o monitoramento da saúde seja feito de forma fluida e com o menor esforço possível ao usuário, para que sobre tempo para ele aproveitar a qualidade de vida adquirida por meio do aplicativo.

sharecare

 

 

Sobre a Sharecare

A Sharecare é uma empresa que oferece soluções tecnológicas para cuidados com a saúde. Com produtos que favorecem a promoção de qualidade de vida e bem-estar, ela proporciona a cada pessoa o controle e acompanhamento personalizado da sua saúde, de forma dinâmica e fácil. A Sharecare inova constantemente, apresentando tecnologias premiadas, protocolos cientificamente validados e ferramentas de assistência consideradas como as melhores, ajudando provedores de saúde, empregadores e planos de saúde a implantar de forma eficaz soluções de saúde e bem-estar a toda sua população. Seus programas contam com mais de 68 milhões de pessoas, distribuídos em quatro continentes.