Arquivo da tag: bebidas

Sucos Campo Largo lança novo sabor Açaí + Berries

Sucos Campo Largo lançou Açaí + Berries, da linha de sucos funcionais. Produzida com envase a frio asséptico, a bebida tem a sua propriedade nutricional preservada, não possui conservadores, glúten ou adição de açúcares. Está disponível na embalagem pet asséptica de 900 ml.

Formulado com as frutas uva, morango, romã, blueberry, framboesa, amora e cranberry, é um suco que alia o poder do açaí com as propriedades das frutas vermelhas que possuem ação antioxidante e contribuem no combate ao envelhecimento precoce.

O açaí ainda pode ser considerado fonte energética, na qual promove a liberação de energia de maneira mais duradoura, diferentemente dos carboidratos, que promovem substrato energético de forma rápida. Além de ser uma opção refrescante e prática, pronta para consumo, o suco Simmm! possui a cor roxa e sabor marcante.suco simmmm

Informações: Simmm!

 

Anúncios

Vinhos da Quinta dos Murças conquistam destaque em influentes premiações

Minas, Margem e VV47,  vinhos da Quinta dos Murças produzidos sob a supervisão do enólogo José Luis Moreira, recém-lançados no mercado mundial, já possuem prêmios e pontuações de destaque nos mais importantes concursos do mundo.

O Murças Minas 2015 garantiu a Medalha de Ouro do Mundus Vini – Spring Tasting, o maior concurso de vinhos da Alemanha, e 90 pontos no prestigiado International Wine & Spirit Competition (IWSC). Resultado de sua exposição de até 300 metros de altitude, Minas é um vinho concentrado, com fruta madura, em equilíbrio com a frescura característica de Murças, reforçada pela presença de minas de água na sua encosta.

O Murças Margem 2015 teve grandes pontuações em duas importantes publicações norte-americanas: na revista Wine Enthusiast recebeu 91 pontos e na Wine Spectator, 90 pontos. As vinhas que dão origem a este vinho localizam-se junto ao rio Douro a baixa altitude, fato que conjugado com a exposição solar e ao terroir confere às uvas uma maior concentração e maturação. Margem é um vinho de terroir, com um perfil inovador.

Já o Murças VV 47 2012 obteve excelente pontuação da Wine Enthusiast: 95 pontos, garantindo distinção na lista “Top 100 Cellar Selection” da publicação. Produzido apenas em anos de safra excepcional, o VV47 é um vinho raro e especial, pois representa um marco na região vitivinícola e na história. A Quinta dos Murças possui a primeira vinha vertical plantada no Douro, em 1947.

vinhos quinta dos murcas2

 

Todos os vinhos da Quinta dos Murças fazem parte do portfólio de produtos da Qualimpor e podem ser encontrados em empórios e lojas especializadas de todo o Brasil.

13 de Setembro: Dia da Cachaça

Delfino Golfeto, o Embaixador da Cachaça no Brasil, explica como avaliar uma boa cachaça de alambique

O especialista, que preside a rede Água Doce – Sabores do Brasil, com mais de 90 restaurantes com uma carta de cachaças degustada e aprovada por ele, com cerca de 100 rótulos, alerta: nem toda marca que faz um bom marketing é uma cachaça artesanal, de alambique

A cachaça é o verdadeiro destilado nacional. Delfino Golfeto, considerado o Embaixador da Cachaça no Brasil, defende a versão artesanal, de alambique, como um produto nobre, que deve ser apreciado como uma bebida especial.

“Foi-se o tempo em que as pessoas tomavam a ‘pinguinha’ no boteco e eram discriminadas. Primeiro, porque pinga e cachaça são muito diferentes. Pinga é um produto sintético, cheio de produtos químicos e vendido comercialmente, em larga escala. Já a cachaça é produzida a partir da fermentação da cana de açúcar, em tonéis de madeira, naturalmente. Esse nobre produto, de alambique, é artesanal e, como já citei, natural. Não tem qualquer adição química e seu sabor é completamente diferente. É esse o nobre produto nacional, que deve ser apreciado e valorizado”, diz ele.

Em sua rede de restaurantes, a Água Doce – Sabores do Brasil, há uma carta de cachaças degustada por especialistas, na qual figuram somente produtos de altíssima qualidade, que são avaliados a cada dois anos. “Nós degustamos uma a uma e as que perdem qualidade são excluídas do cardápio”, explica Golfeto.

delfino_com_cachaas

Aqui, ele mostra como avaliar uma boa cachaça:

– Quando se toma uma cachaça, é preciso observar a ‘agressividade’, a acidez, o sabor alcoólico inicial e residual. A doçura também deve ser observada: é positiva se ela for resultante dos compostos doces do próprio produto e do método de armazenamento (quando também recebe açúcares provenientes da madeira na qual a cachaça é armazenada). É negativa quando é resultante da adição de sacarose. Muitas vezes, o açúcar mascara sabores ruins;

adoce_negroni

– Uma boa cachaça é límpida, transparente e sem resíduos. O degustador também avalia a aparência da bebida e não só o seu sabor. Em seguida, ele a cheira: o aroma deve ser agradável e dar vontade de continuar cheirando – além de despertar a vontade de saboreá-la;

– A boa cachaça deixa no copo uma oleosidade que escorre lentamente. É por isso que o cálice deve liso, transparente e de boca larga. A bebida queima agradavelmente na boca, “descendo bem suave”;

– O degustador de cachaça, quando a coloca em contato com a língua por alguns segundos, sabe definir o paladar: adocicado, ácido, amargo ou salgado.

Coquetel_carnaval - agua doce

– No processo de degustação de várias cachaças de gradação alcoólica diferentes é importante tomar água mineral gasosa e comer pedaços de pão puro.

– Para degustar uma dose, o ‘cachaçólogo’ demora de 15 a 20 minutos. Um coquetel e uma batida requerem de 20 a 30 minutos.

– Geralmente, a boa cachaça tem aroma suave. Alguns degustadores costumam agitar a garrafa para verificar a quantidade de bolhas que se formam. Quanto maior o número de bolhas, melhor a qualidade da bebida.

adoce_ipanema

– A busca pela qualidade começa no preparo do solo. O processo requer a escolha correta do terreno, um bom preparo do solo e a seleção criteriosa da variedade da cana. O plantio precisa ocorrer na época correta, assim como a colheita. A moagem, extração da sacarose, fermentação e destilação são igualmente importantes.

– A cachaça de qualidade precisa ficar armazenada por, no mínimo, dois anos numa boa madeira. Se ficar acima de oito anos, vira produto nobre e ganha status.

ilha_bela_.png

Informações: Água Doce

Wine.com.br traz com exclusividade para o Brasil o rótulo Defesa do Esporão

Wine.com.br tem uma novidade para os brasileiros interessados em conhecer a Linha Defesa do Esporão. O site passou a oferecer com exclusividade no Brasil as versões branco, rosé e tinto deste rótulo, que faz uma homenagem a uma das maiores e mais antigas propriedades do mesmo nome no Sul de Portugal.

“Lançada em 1992, a linha Defesa do Esporão é uma proposta da vinícola Esporão para apresentar vinhos com estilo moderno, marcados pela intensidade de aromas e sabores, e pela facilidade em agradar”, explica Nicole Batista, sommèlier da Wine.com.br .

A linha Defesa do Esporão é elaborada com uvas selecionadas e amadurecida em tanques de aço inox, para preservar suas características naturais.

A Esporão

A Esporão foi fundada em 1973, no Alentejo, com a missão de elaborar os melhores vinhos do país. A vinícola possui grande relevância econômica, cultural e histórica em Portugal e, seus rótulos foram eleitos, muitas vezes, os melhores daquele país pelas características de seus vinhos intensos e modernos. Especialistas em agronomia classificam a região do Alentejo como uma colcha de retalhos, devido à diversidade de tipos de solo, fator considerado perfeito para a produção de diferentes variedades de uvas.

defesa esporão 2

Defesa do Esporão Rosé 2015
Rosé – 750 ml
Aragonez e Syrah.
Dicas de harmonização da sommèlier da Wine.com.br – pizza de tomate seco, churrasco, sashimi de atum, bobó de camarão, risoto de frutos do mar, queijos semiduros.

Defesa do Esporão Branco 2015
Branco – 750 ml
Roupeiro, Arinto e Antão Vaz
Dicas de harmonização da sommèlier da Wine.com.br – quiche de queijo, camarões salteados, espaguete primavera, filé de tilápia, moqueca com pirão, queijos leves.

Defesa do Esporão Tinto 2015
Tinto – 750 ml
Touriga Nacional e Syrah
Dicas de harmonização da sommèlier da Wine.com.br – ossobuco com polenta cremosa, paleta de cordeiro assada, capelete na manteiga e sálvia, picanha na brasa com purê de mandioquinha, costela de tira, cozido português.

A Wine.com.br comercializa vinhos da Esporão desde 2010. Valor: R$ 69,00 cada

Olive Garden lança happy hour na unidade do Shopping Center Norte

O restaurante Olive Garden do shopping Center Norteoferece a partir do dia 1º de setembro a Happy Hour Olive Garden, uma oportunidade para reunir os amigos, degustar petiscos de inspiração italiana e beber uma deliciosa sangria pagando menos.

sangria_do_olive_garden_jarra___1_

De segunda a sexta, das 17h às 20h, os clientes terão desconto de 15% em aperitivos selecionados: Calamari (lula empanada servida com molho marinara), Fried Mozzarella (mozzarella empanada e frita, coberta com delicioso molho Alfredo), Bruschetta (tomate, autêntica mozzarella de búfala, azeite, manjericão e azeite balsâmico, servidos com torradas de pão ciabatta) Chicken Flatbread (frango grelhado, queijo mozzarella, pimentões e manjericão salteados sobre um crocante flatbread) e Flatbread Pizzaiola (recheado com molho marinada, linguiça italiana, peperonni, pimentões vermelhos e manjericão, cobertos por queijo) e valor reduzido também na jarra de sangria ( de R$ 64,00 por R$ 49,00 – 800 ml).

calamari_com_molho_marinara_do_olive_garden
Calamari
grilled_chicken_flatbread_do_olive_garden_1
Chicken Flatbread

A casa oferece ainda o sistema de free refil para as sopas (R$ 38,00), ou a tradicional salada da casa e breadsticks ilimitados (R$ 41,00). Para o amigo da vez, os refrigerantes, limonada e chás gelados também são oferecidos em sistema de free refil (R$ 9,90 – cada).

Informações: Olive Garden

Les 3 Brasseurs comemora 7 de setembro com sangria nas cores do Brasil

O feriado do dia 7 de setembro, Independência do Brasil, terá um gostinho especial no Les 3 Brasseurs, gastrobar francês localizado no Itaim. Especialmente para a data – almoço e jantar – será servida a flamme Dom Pedro que terá ingredientes nas cores do Brasil: queijo branco, cheddar, pimentão amarelo, peperroni, ervilha, cogumelo amarelo.

Ela será vendida junto com 500 ml da Sangria Verde, que leva: maçã verde, kiwi, pera, uva verde, club soda, xarope de maçã verde, suco de pera e espumante. Custam juntos R$ 77,00 e servem duas pessoas.

Wellington Nemeth - Fotografo

Carro chefe da casa, a flamme lembra uma pizza, mas é quadrada, tem massa fininha, crocante e é feita de cerveja.

Wellington Nemeth - Fotografo

Les 3 Brasseurs – Rua Jesuíno Arruda, 470, Itaim Bibi – São Paulo – SP

Vila 567 promove concurso de drinques inédito na Vila Madalena

A partir dos ingredientes da casa, o cliente pode montar o seu próprio drinque, concorrer a um prêmio em dinheiro e colocar o sua criação autoral no cardápio

Gosto não se discute. Pensando nisso, o Vila 567 colocou à disposição de seus clientes uma seleção de mais de 30 ingredientes para que o público da casa possa ter a experiência de fazer o seu próprio drinque. O concurso, que vai acontecer toda quinta-feira, das 18 às 22 horas, no mais novo bar-balada da Vila Madalena, dará ao cliente mais criativo uma comanda cortesia no valor de R$ 100,00 e a criação será adicionada ao cardápio com o nome do vencedor durante uma semana.

Para participar, o cliente deve pedir o Mix 567, por R$ 34,90. Para começar o processo de criação, o barman entregará ao participante uma ficha com ingredientes disponíveis, como vodca, cachaça, rum, licor, manjericão, hortelã, alecrim, canela, suco de limão, gengibre, cajá, açúcar e muitos outros, que vão aguçar a criatividade do cliente.

A partir disso, ele deve assinalar quatro opções, além de determinar o modo de preparo, entre batido ou mexido, e assinalar o tipo de finalização. Nessa mesma ficha, o participante precisa colocar o seu endereço e adicionar uma rede social em que ele irá postar a sua criação com as hashtags #meumix567 e #vila567. Para continuar concorrendo ao prêmio, é fundamental postar a foto no mesmo dia.

drinque

Depois de determinar a criação da nova obra prima, o barman prepara o drinque e avalia o sabor, dando uma nota de 0 a 8, sendo 8 o drinque mais incrível que ele já provou. As duas melhores criações começam uma disputa on-line, no Facebook do Vila 567, onde as duas fotos tiradas pelos participantes serão avaliadas pelo público, no quesito apresentação e beleza. Quem conseguir mais interações nas fotos ganhará dois pontos para somar a nota do barman. No domingo, será feito o anúncio do vencedor pelas redes sociais do Vila 567.

Vila 567 – Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP 

Bere Bene promove a cultura do aperitivo italiano em São Paulo

A Itália atual une história e modernidade, oferece alta gastronomia e bares com um clima cool que atraem milhares de pessoas de todo o mundo. O país, que tem o chef do melhor restaurante do mundo, segundo a revista Restaurant, Massimo Bottura, e foi eleito pela Food Travel Monitor 2016 como o melhor destino de turismo gastronômico, tem disseminado tendências que influenciam outros países, incluindo o Brasil.

Uma curiosidade é que a cada 30 quilômetros percorridos no país, o estilo dos territórios muda completamente, com bebidas, comidas e culturas totalmente diferentes (G. Corna Pellegrini – Milan University Geog.). É nesse contexto que a Campari do Brasil, empresa italiana centenária, com ampla presença no Brasil, inaugura Bere Bene, um projeto que reflete a identidade e o lifestyle cool da Itália dos dias atuais.

Bere Bene – que significa “beber bem” em italiano – vai promover a experiência dessa diversidade cultural por meio do icônico momento aperitivo e claro com a presença do portfólio italiano da Campari do Brasil. Criado na Itália, o hábito do momento aperitivo é sinônimo de celebração com os amigos, com um forte caráter social, que inclui principalmente a combinação de drinques e comida, ou seja, quando uma pessoa pede um coquetel ele sempre vem acompanhado de um prato de comida. No caso do novo bar, será servido junto com o drinque iguarias de diferentes regiões da Itália.

Instalada na Alameda Lorena, no bairro do Jardins, em São Paulo, entre os dias 31 de agosto e 29 de setembro, a casa apresentará um ambiente inspirado no moderno bairro Isola, em Milão. Ao longo do mês, o espaço vai oferecer um menu inspirado nas quatro regiões da Itália que deram origem ao portfólio do Gruppo Campari: Piemonte (Cinzano e Frangelico), Lombardia (Campari), Veneto (Aperol e Cynar) e Sicília (Averna). Em Bere Bene os drinques custam R$ 32,00,  valor que inclui ainda comidinhas que remetam à localidade de cada bebida.

CAMPARI-10

Para o diretor geral da Campari do Brasil, Carlos Moura, o projeto é uma forma de apropriação da empresa sobre uma história que precisa ser contada por quem realmente entende da cultura italiana. “Em todo o mundo, o Gruppo Campari tem 12 marcas tipicamente desenvolvidas e produzidas em diferentes regiões da Itália. Por isso, o grupo consegue oferecer algo extraordinário por meio de suas marcas autênticas, que incluem vermutes, bitters, amaros e licores. Se somarmos as idades de todas as marcas italianas do grupo, chegamos a mais de mil anos de história. O típico momento aperitivo italiano é uma parte disso, um hábito que começou a existir já ligado ao portfólio da empresa, uma vez que são itens essenciais na produção tanto de drinques clássicos quanto das criações modernas”, destaca.

Para promover o hábito de beber bem com qualidade

Com um cardápio composto por 11 drinques, incluindo alguns dos mais famosos ao redor do mundo, como o Negroni, o bar vai oferecer também inovações e coquetéis menos conhecidos pelos brasileiros. Um exemplo é o Americano Trufado – uma releitura do clássico drinque Americano, com um toque da iguaria característica da região de Piemonte, a trufa. Já o mundialmente conhecido Campari Tônica virá acompanhado de uma tábua de queijos, fazendo referência à região da Lombardia.

O lançamento Averna, um amaro da Campari que chega ao Brasil durante Bere Bene, será degustado junto a uma dose de café expresso, dando origem ao drinque Averna Espresso, harmonizado de pancetta e bruschettas de caponata de berinjela e de tomates frescos temperados com alho. A mesma bebida também será servida na forma pura, com gelo e ervas aromáticas, acompanhado de azeitonas verdes, espetinhos de tomate cereja, alcachofra, alcaparra e manjericão, e molho gremolata para acompanhar, elementos frescos típicos da Sicília, local de origem de Averna.

Desenvolvida em conjunto com a Agência PROS, de São Paulo, Bere Bene também terá drinques mais solares, a serem compartilhados em momentos sociais descontraídos e alegres, como o Aperol Spritz, criado em Veneza, harmonizado com embutidos e prosciutto. Já o icônico licor Frangelico, que, segundo uma lenda italiana, foi criado há mais de 300 anos na região de Piemonte – local onde os monges dominavam a arte de produzir a saborosa bebida feita à base de avelãs –, será servido puro na versão shot e como Soda Lime (com água com gás e rodelas de limão), acompanhado de canoles doces.

Segundo Marina Santos, diretora de Marketing da Campari do Brasil, um ponto fundamental de Bere Bene é a associação do que se bebe à qualidade. “Temos percebido que, cada vez mais, cresce o número de consumidores interessados na origem dos produtos que consomem, em como são produzidos, quando foram criados e, principalmente, nas histórias das marcas que escolhem. A Campari tem origem na Itália, que é sinônimo de produtos de qualidade e com muita história a ser contada. Nosso objetivo com Bere Bene é promover uma experiência puramente italiana, por meio da cultura do momento aperitivo, com o nosso portfólio. Nesse sentido, promovemos também o consumo consciente, ou seja, beber bem e de maneira moderada”, destaca.

Quem for ao local poderá notar a atenção da Campari com o consumo responsável. Garrafas de água estarão à disposição nas mesas dos clientes gratuitamente, uma prática que faz parte do código da empresa em eventos proprietários. Para evitar que o público vá dirigindo, uma ação com o Cabify será realizada, a fim de oferecer descontos nas corridas até a Alameda Lorena e também de lá para outras localidades.

CAMPARI-11

De olho no mercado em crescimento

Sem dúvida, podemos notar que a mixologia tem assumido um novo lugar dentro da gastronomia brasileira. Vemos, por exemplo, bartenders brasileiros ganhando um poder de influência que anos atrás cabia apenas aos chefs de cozinha. Por isso, cada vez mais, o público tem procurado “beber bem”, buscando mais informações sobre produtos, bebidas, locais e receitas. Há ainda uma forte tendência dentro da arte da mixologia, em todo mundo e no Brasil, dos drinques clássicos, servidos em suas versões originais ou revisitados por grandes bartenders.

Portfólio italiano em evidência e lançamento

A Campari do Brasil tem nove produtos italianos à venda, com forte presença nos bares de alta coquetelaria do País. Todos estarão disponíveis em drinques oferecidos na casa. São eles: Campari, Aperol, o lançamento Cynar 70, o recém-lançado Cinzano 1757, Cinzano (vermute) Bianco e Rosso, Frangelico e Averna – este último apresentado com exclusividade no novo espaço.

Packs especiais

Além de apresentar uma Itália fora dos padrões que a maioria das pessoas conhecem, a casa tem como objetivo educar o público para uma verdadeira experiência do momento aperitivo italiano e, ainda, manter o hábito de comer e beber bem, compartilhando a mesa com amigos. Para isso, os frequentadores poderão comprar e levar para casa os packs criados exclusivamente para o projeto, que incluem os ingredientes para preparo de drinques do Bere Bene e também os produtos do próprio portfólio.

Lançamento

averna_womb_ritual.gallery

Averna, um amaro de origem siciliana muito conhecido na Itália, é a nova aposta da empresa no Brasil. Com 32% de graduação alcoólica, a bebida é um líquido infusionado com ervas, que pode ser consumido individualmente, com gelo, folhas de sálvia e alecrim, ou ainda em drinques como o Averna Expresso.

Durante o funcionamento da casa, será realizada uma edição do Campari Academy, um projeto de relacionamento da companhia que traz conteúdos relevantes para bartenders, que incluirá o lançamento oficial da bebida em primeira mão para este público. Outros produtos premium da empresa, como Cynar 70 e Cinzano 1757, ambos rótulos que chegaram ao Brasil há menos de um ano, também compõe o portfólio premium da empresa e terão destaque no Bere Bene e no approach com os profissionais do mercado.

Mais sobre Bere Bene

Momentro aperitivo italiano - drinques e pratos

Bere Bene é uma brand experience promovida pela Campari do Brasil para entregar uma vivência da diversidade cultural da Itália por meio do icônico momento aperitivo italiano. O projeto também visa educar o brasileiro a consumir produtos de qualidade e a ter o hábito de “beber bem”, sem beber em excesso.

Além de promover a experimentação do portfólio dos ícones italianos e a cultura da mixologia, a casa vai oferecer menu aperitivo, que consiste em drinques clássicos combinados com iguarias italianas a R$ 32,00 (preço único). Todo o menu será baseado em uma experiência de quatro regiões italianas: Piemonte, Lombardia, Veneto e Sicília.

Bere Bene vai funcionar entre 31 de agosto e 29 de setembro na Alameda Lorena, 1879, no bairro Jardins, em São Paulo. A casa estará aberta ao público às quintas e sextas-feiras, das 18 horas à 1 hora e aos domingos, das 16 horas às 22 horas, além de contar com ativações especiais para o público durante as semanas. O local tem capacidade limitada e o acesso obedece a regra de ordem de chegada. O bar também vai vender itens de preparo dos drinques em packs especiais e garrafas.

Bere Bene –  Alameda Lorena, 1879 – Jardins. Horário de funcionamento: Quintas e sextas-feiras, das 18h à 1h. Domingos, das 16h às 22h. Entrada: gratuita

 

 

Paraná: Rota da Cerveja é a nova opção turística da cidade de Pinhais

A iniciativa contemplará visitas às cervejarias localizadas no município da Região Metropolitana de Curitiba e que hoje fazem sucesso no país

Turistas e moradores agora têm uma nova opção de entretenimento em Pinhais (PR), localizada na Região Metropolitana de Curitiba. A Prefeitura, por meio do Departamento de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, acaba de lançar a Rota da Cerveja. A iniciativa contempla visitas às cervejarias localizadas no município.

De acordo com o Diretor do Departamento de Turismo (DETUR), Márcio Mainardes, a idealização deste projeto surgiu após algumas visitas às empresas. “Percebemos que as cervejarias já possuem infraestrutura de atendimento ao cliente e de visitas monitoradas. Além disso, também são realizados eventos promovidos individualmente pelas empresas”, comenta.

Segundo Mainardes, a partir deste cenário, percebe-se que o volume de negócios das cervejarias, dentro e fora do município, comprova a importância da atividade para o desenvolvimento do turismo, bem como, o próprio desenvolvimento econômico do município, com oferta de mais postos de trabalho e utilização de mão-de-obra local. “Atualmente é grande a variedade de tipos de cervejas fabricadas em Pinhais, constatando-se inclusive a existência de exportação dos produtos para países como Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, entre outros”, ressalta.

Como funciona a Rota da Cerveja

Ao participar da rota, o visitante receberá um passaporte onde será registrada a data da visita e onde também será colado um selo da cervejaria. No último local visitado, dentre aqueles constantes no passaporte, o estabelecimento efetuará o registro e oferecerá um brinde ao visitante.

IMG_7435

Sobre as cervejarias locais

Hoje, Pinhais conta com quatro fábricas de cervejas concentradas na região oeste, vizinha à Curitiba, conforme descrito abaixo:

1) Cervejaria Ovelha, Rua 25 de dezembro, 190 – Estância Pinhais;

2) Cervejaria Oner, Rua Francisco Eugênio Gomes Pereira, 133 – Atuba;

3) Cervejaria Bastards Brewery, Rua Paranavaí,190 – Emiliano Perneta;

4) Cervejaria Way Beer, Rua Pérola,331 – Emiliano Perneta.

IMG_7435

No entanto a variedade de cervejas produzidas, com sabores e texturas diferenciadas, extrapola 30 rótulos, pois as fábricas produzem cervejas de outras marcas e rótulos, sendo eles:

1) Cervejaria Ovelha:
Principais rótulos:
a) Trapista
b) Vienna Lager
c) Wit
d) American Ipa
e) Black Ipa
f) Apa

2) Cervejaria Oner:

ONER
Principais rótulos:
a) Diabos Vermelhos – Belgian Ipa
b) Hop Your Mind – IPa
c) Oner – Dry Stout
d) Oner – Weizer
e) Oner – Belgian Dubble
f) Glory Hops

3) Cervejaria Bastards Brewery:

Bastards
Principais rótulos:
a) Zé do Morro – Premium Lager
b) Hector Five Rounds – American Indian Pale Ale
c) Mark the Shadow – Outmeal Stout
d) Pina a Vivá – Imperial Indian Pale Lager
e) Willie the Bitter – American Palle Ale
f) Jean Le Blanc – Witbier

4) Cervejaria Way Beer
Principais rótulos:
a) American Pale Ale – American Pale Ale
b) Die Fizzy Yellow – American India Pale AleFoto: Priscilla Fiedler
c) Red Ale – Red Ale
d) Avelã Porter – Specialty Beer
e) Avelã Porter – Porter
f) Amburana Lager – Specialty Beer
g) Double Apa
h) Witbier – WitbierFoto: Priscilla Fiedler
i) Cream Porter – Baltic Porter
j) Sour me Not Acerola – Sour Ale
k) Sour me Not Morango – Sour Ale
l) Sour me Not Graviola – Sour Ale

Informações: Rota da Cerveja