Arquivo da tag: cachorro

Como tratar gastrite em cães

A gastrite em cães é um problema de saúde que causa muita dor, vômitos e não permite que os alimentos sejam digeridos adequadamente. Muitas vezes, esse distúrbio gastrointestinal é ocasionado por outras doenças, como alergias alimentares, infecções renais, pancreatite e câncer. Também pode ser causado por outras questões, como rotina alimentar inadequada, ingestão de determinados produtos químicos agressivos, vírus, parasitas, bactérias e determinados medicamentos.

“Essa doença canina é caracterizada pela inflamação da mucosa que reveste o estômago. Pode se apresentar de forma aguda (repentina e rápida) ou crônica (aparece lentamente e leva mais tempo para se resolver)’, explica a médica veterinária da Equilíbrio e Coordenadora da Comunicação Científica da Total Alimentos, Bárbara Benitez.

Estar atento aos primeiros sintomas é fundamental para evitar o avanço do problema que causa muita dor e incômodo ao animal.

cão-abatido4 cachorro

Quais os sintomas da gastrite em cães?

Vômito e dores abdominais são os principais sintomas da gastrite em cães, mas outros sintomas também podem aparecer. Sempre que notar algum deles, não hesite em procurar um veterinário para fazer o diagnóstico correto do problema. Saiba quais os sintomas:

=vômitos frequentes podendo ter sangue;
=dor abdominal;
=perda de peso;
=cachorro não quer comer;
=diarreia.

Raças de cães com predisposição à gastrite canina

English bulldog isolated on a black background

Além dos agentes causadores da gastrite canina que já citamos, as raças de cães pequenos, miniaturas ou braquicéfalos apresentam predisposição para o desenvolvimento do distúrbio. Conheça algumas dessas raças para ter atenção redobrada caso tenha uma delas em casa:

=Bulldog;
=Maltês;
=Shih Tzu;
=Lhasa Apso.

Alimento para cães com gastrite

“O diagnóstico e o tratamento só podem ser feitos por um veterinário e, em casos crônicos, é fundamental um acompanhamento bem próximo. Uma das principais questões que envolvem o tratamento da gastrite é a alimentação dos cães, que deve ser adequada para evitar uma sobrecarga do sistema digestivo que já está debilitado”, orienta a médica veterinária da Equilíbrio.

Para a nutrição do animal durante o tratamento, a melhor ração é Equilíbrio Veterinary Intestinal – desenvolvida com ingredientes selecionados, para facilitar a digestão sem deixar de oferecer todas as calorias, além de conter nutrientes e vitaminas que o seu animal de estimação precisa para as suas atividades diárias.

“Esse alimento possui proteína vegetal hidrolisada, que tem alta digestibilidade, e é enriquecido com FOS e MOS, ingredientes importantes na recuperação e na manutenção da saúde intestinal”, acrescenta Bárbara.

Fonte: Total Alimentos

Anúncios

Mitos e verdades sobre alimentação natural para cães

Assim como para os seres humanos, os cachorros também precisam de refeições equilibradas para manter a saúde em dia. A Alimentação Natural (AN) para cães é uma opção para quem deseja mudar os hábitos alimentares dos cães. Muitos tutores, porém, têm dúvidas sobre como oferecer dieta.

“A AN é uma dieta balanceada composta por ingredientes naturais e minimamente processados, diferente do que acontece com as rações”, explica Bárbara Freire, veterinária e anfitriã da DogHero, aplicativo que conecta pais de cachorros a anfitriões que hospedam os pets em casa. “O único tipo de tratamento que os alimentos sofrem ocorre dentro da nossa cozinha: o cozimento e o congelamento.”

Pensando em todas as questões que ainda existem sobre a AN para cães, Bárbara respondeu algumas delas. Confira:

O que é a Alimentação Natural para cães?

cachorro simple dog comida

Os cães são animais carnívoros por natureza e, por isso, seu organismo está preparado para receber dietas com maior percentual de proteína, o que não ocorre na maioria das rações O ideal é que a dieta do cão seja equilibrada e composta por proteínas, gorduras de boa qualidade, carboidratos vitaminas, minerais e água. “A composição nutricional da comida natural para cachorro deve ser feita sob a orientação de um médico veterinário nutricionista e de acordo com o estilo de vida do animal, idade, porte e nível de atividade”, explica Bárbara.

Comida natural para cachorro x ração

cão ração

As rações industrializadas surgiram no Brasil na década de 1970, ou seja, os cães passaram muito mais tempo consumindo alimentos naturais do que processados. A maior diferença é que a alimentação natural para cães busca adaptar o alimento para a melhor digestão e aproveitamento dos pets. Os dentes dos cães já indicam isso: são presas que servem para rasgar carnes e têm menor capacidade para triturar alimentos como vegetais, por exemplo.

Alimentação Natural funciona para todos os cães?

ração comida cachorro

Por ser feita de forma individualizada, a alimentação natural pode ser adaptada para todos os tipos de cães (jovens, adultos ou idosos), castrados ou não e também para portadores de doenças crônicas. Algumas das enfermidades que apresentam boas respostas à mudança de dieta para a alimentação natural para cães: obesidade, diabetes, alergias de pele e alimentar, doença renal crônica, cardiopatias, pancreatite, câncer, gastrite, doenças do trato intestinal e urinário.

Como introduzir a alimentação natural para cães?

what-standard-veterinary-care-do-dogs-need-576fd0e1cbc21

O primeiro passo é procurar um especialista no assunto. O veterinário vai pedir exames de rotina e complementares para que possa avaliar todas as necessidades nutricionais do cão. A partir daí, o tutor e o veterinário devem conversar sobre a rotina do animal para que possa ser estipulada a quantidade de calorias que devem ser ingeridas diariamente. Outro ponto importante é incluir na dieta alimentos que sejam fáceis de encontrar e cozinhar, para que não haja desistência do tutor no meio do caminho. Com o cardápio inicial em mãos, é hora de colocar em prática.

Principais alimentos usados na comida natural para cachorro

la-pet-cuisine-comida-natural-feita-por-uma-veterinaria-e-uma-chef-de-cozinha-para-agradar-ao-paladar-e-a-saude-de-gatos-e-cachorros

– Proteínas: peixe, frango, boi, ovos, cordeiro, porco, coelho, além de vísceras de animais (fígado, língua, coração, baço, rins, pulmão).
– Carboidratos e fibras: abobrinha, chuchu, vagem, rúcula, brócolis, cenoura, beterraba, inhame, batata doce, mandioca, ervilha, arroz integral, lentilha, psyllium, extrato de yucca, entre outros.
– Gorduras: óleo de coco, óleo de borragem, óleo de peixe, banha suína.

Já alguns alimentos devem ser evitados na dieta dos cães, por serem de difícil digestão ou potencialmente tóxicos, como carambola, cebola, chocolate, leite, pão, salsicha, uva, café, macadâmia, entre outros.

Fonte: DogHero

Petz promove evento de adoção com cães vítimas de maus-tratos

Os cãezinhos Pirata, que é cego do olho esquerdo, e Fred, com paralisia em uma das patas, fazem parte dos 30 pets que participarão do megaevento de adoção no fim de semana na Petz. Em parceria com a ONG Cão Sem Dono, o encontro vai reunir o maior número de cães que sofreram maus-tratos, foram resgatados de ruas e rodovias e buscam uma nova família.

Pirata
“Oi, eu sou o Pirata e estou esperando um lar muito amoroso que será o meu navio para sempre”
Fred II
“Oi, eu sou o Fred. Fizeram muitas maldades comigo e fiquei com a patinha assim. Mas eu te garanto que corro e brinco como qualquer outro cachorrinho”

O evento será realizado no sábado (4) e domingo (5), das 10 às 16 horas, na unidade Ipiranga. Todos os bichinhos são adultos e têm certificado de saúde, atestando que são vermifugados, vacinados e castrados. Além disso, veterinários da ONG vão prestar toda a assistência necessária durante os eventos. Os pets ficarão em uma área específica da unidade, onde poderão interagir e conquistar uma nova família.

Campanha

Chica (2)
“Oi, eu sou a Chica e estou aguardando aquela família que vai me amar para sempre. Será que é a sua?”

A rede de pet shop incentiva que animais resgatados das ruas ganhem um lar por meio do projeto Adote Petz. Em parceria com 18 ONGs, a empresa registrou 5.198 adoções no ano passado, em eventos em suas unidades, uma média de 108 pets por semana. Desde o início do projeto, em 2007, esse número já passou de 30 mil.

BEBECA (3)
“Eu sou a Bebeca e estou esperançosa que logo ganharei um lar e uma família que me farão esquecer os dias ruins…”

Parceria

Criada em 2005, a ONG Cão Sem Dono está atualmente com 480 bichinhos resgatados das ruas e das estradas em um sítio em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Megaevento de adoção da Petz e ONG Cão Sem Dono
Data: 4 e 5 de agosto, das 10h às 16h
Local: Av. Presidente Tancredo Neves, 600, Ipiranga, zona sul de São Paulo; telefone: (11) 2181-7315

“Um Domingo Bom Para Cachorro” na Vinícola Góes em São Roque

O Festival de Inverno da Vinícola Góes tem um dia todo especial para os cãopanheiros. Mais uma vez haverá um espaço exclusivo dentro deste importante evento. Amanhã, domingo, 29 de julho, gratuitamente, a partir das 10 horas, será realizado “Um Domingo Bom Para Cachorro”. Neste dia os tutores e pet friendly podem passear com seus pets na sede da vinícola, em São Roque, para desfrutar de uma manhã muito especial.

vinicola

A Sociedade Protetora dos Animais de São Roque estará presente com feira de adoção para animais. As famílias poderão levar mais um membro para casa! Para animar o ambiente, a banda Volume Acústico tocará os clássicos do rock 60, 70 e 80. Além disso, haverá distribuição gratuita de pipoca para as crianças e adultos.

vinicola2

Uma das atrações do evento é o Pet Park. Um especialista em comportamento animal, colaborador da Total Alimentos, ensinará algumas técnicas de adestramento e apresentarão dicas para entender a comunicação com seu bichinho. O complexo turístico Góes torna-se cenário de muitas fotos durante o desfile de cães com seus donos. Os participantes concorrerão a prêmios nos concursos: o maior e o menor cão, o mais fashion, o mais exótico e o mais parecido com o dono. Os prêmios serão cestas com produtos dos idealizadores do evento.

O evento é uma parceria da Agroverde, Total Alimentos e Vinícola Góes. Lembrando que o complexo turístico da vinícola tem uma paisagem exuberante, ideal para registro de momentos especiais com seu animal de estimação. Venha participar e desfrutar deste dia mais que especial com seu parceiro favorito.

vinicola goes

ArraiAU do Mooca Plaza Shopping reúne pets de todos os portes

Pet Park do Mooca Plaza Shopping, espaço de lazer para cães de todos os portes e seus humanos, promove em parceria da Güd, marca premium de ração, um ArraiAU – Festa Julina exclusiva para os peludos. O evento acontece neste final de semana, dias 28 e 29/07, e contará com piscina de bolinhas para os mascotes, um painel de fotos temático e amostras grátis de ração e petiscos. A entrada é gratuita.

MPS_Pet_Park_IMG_0173

Em paralelo, o centro de compras preparou um Arraial para toda a família, que teve início na quarta-feira, 25, e conta com shows das bandas Falamansa e Cirduladô de Fulô, além de comidas e brincadeiras típicas. O grande evento receberá um Encontro Pet no domingo, dia 29, das 15 às 17 horas, com Cãodrilha para os donos e aumigos, um Cãocurso de melhor caracterização, sorteio de brindes e diversas outras atividades. A brincadeira também será apoiada pela Güd e pelo Crystal Pet Shop.

ArraiAU Cãonino – dia 28, das 10h às 21h; dia 29, das 14h às 20h. 

Arraial Mooca Plaza Shopping – até 29/07, das 19h às 22h durante a semana e das 15 às 22h no final de semana.

MPS_Pet_Park_IMG_0019

Local: Estacionamento Mooca Plaza Shopping
Endereço: Rua Capitão Pacheco e Chaves, 313, Mooca
Informações: Mooca Plaza Shopping

 

Briga entre cães: dicas para reconciliar os peludos

Cuidar de mais de um cachorro em casa nem sempre é uma tarefa fácil. São diversos os motivos que podem levar os peludos a brigarem entre si. Os mais comuns são: posse (do tutor, de comida ou de algum objeto) e estresse, que pode ser causado pela falta de socialização, de espaço, de interação com o tutor e de atividade física.

Muitas vezes é possível identificar antes mesmo da briga ocorrer e evitar o desastre. Mas quando a situação foge do controle é preciso tomar atitudes positivas para que este tipo de confronto não volte a acontecer. Pensando nisso, Ingrid Stein, da DogHero, plataforma que conecta mães e pais de cachorro a anfitriões que hospedam os pets em casa, separou algumas dicas. Confira:

1. Descubra o gatilho

Border Terrier bitch play-fighting with her grown up pup
Foto: Warren Photographic

Sabendo a causa das brigas, fica mais fácil modificar o ambiente e diminuir as chances de novos confrontos. “Isso é muito importante, porque quanto mais os cães brigam, maior será a tensão entre eles. E, conforme vão ficando “melhores” nas brigas, mais difícil será para eliminar esse comportamento”, explica Ingrid;

2. Coloque-os para gastar energia

cachorros brincando
Mantenha uma agenda regrada de exercícios diários com os cães juntos, um do lado do outro. É fundamental que a atividade seja suficiente para drenar a energia deles e que a atenção seja igual para todos;

3. Imponha limites

cão-obediente11 cachorro adestramento
Treinos de obediência e imposição de regras e limites são dois pilares fundamentais para o bom comportamento. Desse modo, você consegue ter o controle da situação e eles compreendem claramente como se comportar. Procure a ajuda de um adestrador profissional;

4. Fala associação positiva

cachorros-petfinder
Foto: Petfinder

É importantíssimo que você sempre associe a presença do outro cão a algo positivo. Não incentive disputas – inclusive por ciúmes do tutor. Se possível, o ensine um novo comportamento frente àquele agressor;

5. Aplique a técnica

adestrando cachorros
Fotos: Warren Photographic

Separe-os, ambos na coleira, com a guia curta e cada um controlado por uma pessoa – elas devem ficar lado a lado a uns três passos de distância, mantendo os cães nas laterais opostas. A ideia é mantê-los perto um do outro sem que fiquem se encarando. Sempre que estiverem calmos, sem rosnar ou se importar com o outro, ofereça petiscos e palavras de incentivo para frisar que a companhia do outro é positiva.

Após alguns minutos fazendo esse exercício, é possível caminhar com eles lado a lado, mantendo a mesma conduta de não deixar eles se olharem fixamente, até que a presença do outro cão não seja mais um incômodo.

O próximo passo é colocar um para cheirar o bumbum do outro. Segure a guia curta para que não briguem e ofereça petiscos para aquele que está sendo cheirado. Quando os animais estiverem à vontade com esses exercícios, tente deixá-los com a guia frouxa. Permita que eles se aproximem um do outro e se movam mais naturalmente.

Faça isso apenas se sentir seguro. Quando achar que estão prontos, coloque os cães para fazer atividades juntos: brincadeiras, passeios, natação. É importante que esse treino seja feito com muita segurança e consistência. Às vezes, essa aproximação pode levar semanas e, em alguns casos, é necessário contar com um profissional para guiar o processo.

6. Atenção à saúde

veterinario cachorro
Mudanças bruscas de comportamento nos cães, como ficar mais irritadiço, podem significar problemas de saúde. Cães com dor, por exemplo, tendem a ficar menos tolerantes à aproximação. Nesses casos, é fundamental a visita a um veterinário;

7. Castração

cachorro no veterinario warren
Foto: Warren Photographic

A castração pode ser uma boa opção para cães que brigam por disputa de território (machos) ou por cio (fêmeas). “A testosterona é produzida nos testículos e é um hormônio intimamente relacionado com a agressividade. Na castração é feita a retirada do testículo e portanto os níveis desse hormônio caem consideravelmente e os animais ficam menos agressivos”, finaliza Ingrid.

Fonte: DogHero

Como prevenir pulgas, carrapatos e sarnas em cães

Pulgas, carrapatos e parasitas que provocam sarnas podem proliferar rapidamente nos cães, prejudicando sua saúde e bem-estar. Além da coceira causada pela picada, pulgas e carrapatos podem transmitir doenças como erliquiose, babesiose e verminoses, além de causarem dermatites.

“As dermatites, em particular as alérgicas, trazem grande desconforto ao animal e podem levar a complicações como feridas na pele, queda de pelo e vermelhidão no local”, alerta Alexandre Merlo, médico veterinário e Gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada de Animais de Companhia da Zoetis.

Outras parasitoses que podem prejudicar a saúde dos animais de estimação são as sarnas, que provocam coceira intensa, inflamação na pele e queda de pelos. Os três tipos de sarnas mais comuns são a sarcóptica, demodécica e otodécica, sendo que a primeira também pode ser transmitida para o ser humano (zoonose). Por isso, um tratamento antiparasitário duradouro e eficaz é essencial para manter o bem-estar não apenas dos pets, mas de toda a família.

A Zoetis oferece o antiparasitário em comprimido mastigável Simparic, que atua contra carrapatos, pulgas e o único que possui em bula indicação para o tratamento de três tipos de sarnas (sarcóptica, otodécica e demodécica).

cachorro zoetis

Contra pulgas, o medicamento começa a agir em 3 horas, com efeito máximo em até 8 horas. Já os carrapatos são eliminados a partir de 8 horas, sendo completamente eliminados em até 24 horas. A ação ocorre tão rapidamente que as pulgas não conseguem procriar – um fator importante, já que elas começam a produzir ovos 24 horas após subirem em um animal. Todos esses benefícios perduram por até 35 dias.

Uma pesquisa publicada na revista científica Veterinary Parasitology também mostrou que o Simparic é altamente eficaz na eliminação da sarna demodécica e sinais clínicos da doença em cães infectados, utilizando-se doses mensais. “Em 44 dias de tratamento, nenhum animal estudado apresentava ácaros nos raspados de pele, o que representa uma velocidade de efeito surpreendente no tratamento deste tipo de sarna”, finaliza Merlo.

Fonte: Zoetis

Shopping Aricanduva tem Cãorrida no domingo

Domingo, 22 de julho, das 7 às 13 horas, o Shopping Aricanduva, localizado na Zona Leste de São Paulo, realiza a 6ª edição da Cãorrida. Neste evento, tutores e seus cães irão percorrer um percurso de 1,3km e os três primeiros classificados receberão um troféu e kits dos patrocinadores.

A Cobasi, além de ser uma das patrocinadoras do evento, irá levar ao local o show de cães com o grupo Estrelas Animais, responsável pelo treinamento de diversos animais que participam de filmes, novelas e comerciais. Após a apresentação, os espectadores poderão interagir com os cães e tirar dúvidas sobre adestramento com a equipe. Além do show, a Cobasi distribuirá aos participantes balão de gás hélio para amarrar na coleira do animal e diversos brindes.

Mesmo quem não conseguir participar da corrida, poderá aproveitar as atrações do evento, sendo uma opção para se divertir com o animal de estimação.

caorrida.png

6ª Cãorrida do Shopping Aricanduva – 2018
Realização: Shopping Aricanduva
Patrocínio: Cobasi
Data: 22/07
Horário: das 7h às 13h
Local: Shopping Aricanduva
Endereço: Av. Aricanduva, 5555, Jardim Santa Terezinha

A verdade sobre pets e personalidades (deles e dos tutores)

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou passar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse neste assunto, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

 

Este texto é uma tradução de uma matéria que li e gostei bastante, do site norte-americano WebMD. O estudo mostra a relação entre os americanos e os animais de estimação, mas creio que os resultados seriam iguais ou muito próximos se a pesquisa tivesse sido realizada por aqui. Veja se concorda:

Um animal de estimação pode predizer sua personalidade?

webmd_rf_photo_of_cat_and_dog_people 1

Você é uma cat people (pessoa de gato) ou uma dog people (pessoa de cachorro)? A resposta pode dizer muito sobre sua personalidade. Uma pesquisa feita pela Universidade do Texas, em Austin, EUA, descobriu que algumas ideias comuns sobre os amantes de animais podem ser verdadeiras. Você também pode ser muito mais parecido com seu amigo peludo do que jamais imaginou. Navegue pela nossa galeria para ver onde você está – e como outros se dividem em cat people vs. dog people.

Traço de Personalidade: consciente

photolibrary_rm_photo_of_dog_holding_newspaper

A pesquisa on-line pediu que as pessoas se classificassem como “pessoas de gato” ou “pessoas de cachorro”. Então elas responderam a perguntas destinadas a revelar sua verdadeira personalidade. As pessoas caninas eram 11% mais conscienciosas do que as pessoas felinas. O que significa:

=Autodisciplinado
=Forte senso de dever
=Tendem a ser “planejadores”

Traço de personalidade: extrovertido

photolibrary_rm_photo_of_spaniel_running

Você aproveita o dia? Se você é uma pessoa de cachorro, é provável que você faça isso. As pessoas caninas eram 15% mais extrovertidas do que as de gatos na pesquisa. O que significa que são:

=Extrovertidas
=Entusiasmadas
=Positivas
=Energéticas

Traço de Personalidade: aberto

photolibrary_rm_photo_of_cats_looking_out_window

Você está aberto para tentar coisas novas? Cat people foram 11% mais propensas a serem abertas, de acordo com a pesquisa. Pessoas abertas tendem a ser:

-Curiosas
-Criativas
-Artísticas
-Pensadoras não tradicionais

Traço de personalidade: agradável

photolibrary_rm_photo_of_golden_retriever

De acordo com a pesquisa, se você é uma pessoa de cachorro, tem 13% mais chances de ser agradável do que uma pessoa de gato. Pessoas agradáveis tendem a ser:

=Confiantes
=Altruístas
=Bondosas
=Afetuosas
=Sociáveis

Traço de personalidade: neurótico

photolibrary_rm_photo_of_wide_eyed_kitten

Se você ficar estressado facilmente, você pode ser uma pessoa de gato. Pessoas gatos eram 12% mais neuróticas que pessoas cães. Pessoas neuróticas são:

-Facilmente estressadas
-Ansiosas
-Preocupadas

A pessoa típica de cão

webmd_rf_photo_of_dog_person

Se os cães tendem a ser enérgicos, fiéis e fáceis de conviver, bem, as pessoas que os amam também são. Mas o psicólogo e autor da pesquisa, Sam Gosling, admite que as diferenças entre os gatos e os cães não são enormes: “Certamente há muitas, muitas pessoas de gatos que são extrovertidas e muitas, muitas pessoas cães que não são”.

A pessoa típica de gato

photolibrary_rf_photo_of_cat_and_woman

Você prefere passar tempo sozinho? Sempre joga para tentar coisas novas? Então você poderia ser uma pessoa de gato. A pesquisa descobriu que os tutores de gatos eram mais propensos a serem curiosos, não convencionais em pensamentos e ações, e mais propensos a se preocupar do que as pessoas caninas.

Pessoas cães superam pessoas gatos

getty_rm_photo_of_dog_and_cat

Quase metade das pessoas que participaram da pesquisa se autodenominam pessoas caninas. Apenas 12% dizem que são pessoas de gatos. Quantas pessoas amam gatos e cachorros? Um pouco mais de um quarto do grupo. No geral, os amantes de animais dominam a nação. Apenas 15% das pessoas disseram que não gostam de gatos ou cães.

Amoroso e leal

getty_rf_photo_of_girl_napping_with_dog

Os cães merecem a reputação de melhor amigo do homem. Não importa o tamanho ou a raça, um cão proporciona uma vida inteira de amor e lealdade. Cães são animais sociais e prosperam na companhia humana. Certas raças, como os rottweilers, também são excelentes protetores.

Devem ser treinados

getty_rf_photo_of_puppy_biting_pant_leg

Até mesmo o melhor cachorro pode ter alguns comportamentos não tão fofos. Cachorros latem, pulam em cima, cavam, puxam a coleira ou até rosnam e mordem. Para reduzir o mau comportamento, você precisa ensinar ao seu cachorro o que é certo e o que não é. Alguns cães são fáceis de treinar, enquanto outros levam mais tempo. De qualquer forma, o seu tempo e dinheiro gasto em aulas de obediência farão com que seu cão seja um amigo delicioso nos próximos anos.

Independente

photolibrary_rm_photo_of_cat_in_a_tree

Os gatos são notoriamente “de baixa manutenção”. Eles não precisam ser banhados ou levados para passear. Eles podem ficar sozinhos por horas a fio. Mesmo que os gatos gostem de fazer suas próprias coisas, eles ainda precisam de muito amor e atenção. Dedique algum tempo todos os dias a brincar com o seu gato, acariciá-lo ou apenas dar-lhe algum carinho.

Reservado

photolibrary_rm_photo_of_cat_playing_in_grass

Alguns gatos adoram se socializar, mas outros preferem ficar escondidos, especialmente quando novas pessoas o visitam. Na verdade, seus amigos podem nem perceber que você tem um gato. Gatos que não estavam perto de pessoas quando filhotes podem ser nervosos. Até o gato mais simpático pulará do seu colo e se soltará após ter o suficiente de sua atenção.

Energia Ilimitada

getty_rm_photo_of_woman_running_with_dog

Se você está procurando um companheiro de brincadeira, não há um muito melhor do que um cachorro. A maioria das raças é brincalhona e adora estar ao ar livre. Um cão pode ser um ótimo companheiro para fazer jogging, caminhar ou passear no parque. Se você está tentando entrar em forma, cães são ótimos companheiros de exercícios, que são tão importantes para os cães quanto para as pessoas.

Pelo em toda parte

webmd_rf_photo_of_dog_hair

Todos os cães perdem pelo menos um pouco de pelos, até as raças consideradas melhores para pessoas com alergias. Quanto mais longo e grosso o pelo, mais você o encontrará em suas roupas, tapetes e móveis. A pele e pelo dos cães também podem ficar sujos e emaranhados, então dê banho e escove o seu cão ou pague alguém para fazer isso por você.

Companheiro acolhedor

photolibrary_rm_photo_of_older_man_with_cat

Quando se trata de carinho, os gatos levam o prêmio. E a maioria dos tutores de gatos lhe dirá que o som de um gato ronronante é profundamente reconfortante. Na verdade, quando os pesquisadores olharam de perto, descobriram que os níveis de estresse e a pressão sanguínea caíam ligeiramente nas pessoas que se aconchegavam a um gatinho ronronante.

A caixa de areia

getty_rm_photo_of_litter_box
Ninguém gosta de limpar a caixa de areia. Mas ela é essencial se você tiver um gato em ambientes fechados. Ela precisará ser limpa pelo menos uma vez por dia. A areia restante deve ser trocada semanalmente para evitar odores desagradáveis (embora algumas mais novas não precisem ser completamente trocadas toda semana). Se você tiver mais de um gato, precisará de várias caixas de areia para acomodá-los.

O que seu cão está dizendo?

photolibrary_rm_photo_of_growling_dog

Se você conhece a linguagem corporal do cachorro, pode dizer como ele está se sentindo e o que está tentando dizer. Cães podem:

=Alargar os olhos se eles se sentirem ameaçados
=”Sorrir” como sinal de submissão
=Erguer as orelhas e a cauda quando alerta ou agressivo
=Fazer-se parecer menor quando está com medo

O que seu gato está dizendo?

photolibrary_rm_photo_of_cat_rubbing_on_leg

Assista ao comportamento do seu gato para descobrir o estado de espírito dele. Gatos podem:

=Deixar a cauda cair quando estiver doente ou infeliz
=Torcer as orelhas e a cauda quando agitado
=Tremular as pálpebras para mostrar confiança
=Massagear algo com as patas para mostrar contentamento

Fonte: WebMD

 

Cuidados ao dar banho em animais de estimação em casa

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou começar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

Pessoas que têm animal de estimação em casa sabem dos cuidados que se deve ter com a higiene do pet. Identificar a frequência do banho e da escovação é importante para que o animal seja tratado corretamente.

De acordo com Karina Delia Albuquerque, Médica Veterinária da Universidade Univeritas/ UNG, os cuidados incluem uso de produtos adequados para a espécie, idade e comprimento dos pelos, por isso, é importante verificar a indicação quando fizer compras no Pet Shop.

“Os produtos contra pulgas e carrapatos, por exemplo, devem ser utilizados apenas com orientação de um Médico Veterinário, pois se tratam de substâncias tóxicas com suas indicações e contraindicações”, ressalta.

Confira os ensinamentos da Médica Veterinária e cuide de seu pet com responsabilidade.

Pergunta-A água do banho tem que ter uma temperatura específica?

cachorro banho amanda cullingford pixabay
Foto: Amanda Cullingford/Pixabay

Resposta-Sim, o ideal é manter em aproximadamente 37 graus (morna).

P-Quais são os melhores locais para se banhar o pet? É melhor usar, chuveiro, chuveirinho ou um tanque com água? Por quê?

gato tomando banho

R-O ideal é usar o chuveirinho, pois evita que a água penetre nos ouvidos gerando otites.

P-Como precisa ser feita a proteção dos olhos e ouvidos?

R-O indicado é colocar um chumaço de algodão hidrofóbico nos condutos auditivos, antes o início do banho, para proteger os ouvidos. Esse algodão deve ser retirado após o término do banho, secando-os externamente (pavilhão auricular e pina) com a toalha. Nas áreas dos olhos é necessário evitar espuma do sabonete ou xampu.

P-Quais os cuidados gerais na hora do banho?

banho gato luvas pawesome cats
Foto: Pawesome cats

R-Antes de iniciar o banho, a pessoa deve calçar luvas descartáveis, ou lavar as mãos e sempre ter as unhas curtas para não gerar ferimentos no animal. Distribuir o xampu nas mãos e espalhá-lo por todo o corpo do animal massageando-o (o mesmo deve ser feito caso seja um sabonete). Enxaguar totalmente o “pet”, pelo menos duas vezes em sequência, para que não se deixem resquícios do produto na pele e pelos, causando irritações. Retirar o excesso de água com uma toalha de uso do animal, seca. Após secar com secador em temperatura morna, penteando-o ou escovando-o, em sentido da distribuição dos pelos (não contra os mesmos).

P-Quais são os produtos ideais para o animal?

cachorro pequeno tomando banho

R-Existem diversos xampus e sabonetes neutros para os “pets”, devendo ser escolhidos conforme idade, espécie e raça.

P-Pode ser usado remédio em caso de pulgas e carrapatos?

gato tomando banho pinterest

R-Os produtos contra pulgas e carrapatos devem ser utilizados apenas com orientação de um médico veterinário, pois são substâncias tóxicas com suas indicações e contraindicações.

P-Secar o animal com secador de cabelo é perigoso? Por quê? E quais são as formas de fazer a secagem?

cachorro banho secador doggroomingnottingham
Foto: DogGroomingNottingham

R-Sim, conforme a temperatura e distância da pele do animal. Caso a temperatura esteja alta pode gerar lesões por queimaduras que às vezes não são notadas de imediato, mas que causam sérios problemas dermatológicos. Por isso, o secador deve ser utilizado em temperatura média. Quanto à distância entre secador e pele do “pet” ela deve ser de no mínimo 10 cm. Caso o proprietário tenha dúvidas, deve testar a temperatura e distância focando o ar no dorso da própria mão.

P-É errado escovar o cachorro durante o banho? Por quê?

cachorro banho meninos dreamstime

R-Não, pelo contrário, pois esse procedimento auxilia no desembaraçar dos pelos em “pets” de pelo longo, além de retirar pelos mortos em animais, independentemente do comprimento dos pelos. Para o uso no banho, deve-se utilizar pente adequado para a espécie e tipo de pelo. Lembrando sempre que o pentear deve ser feito com delicadeza, para não lesar a pele do animal.

P-Tem uma forma certa de escovar? Como, por exemplo, começar a escovar os pelos do cachorro pela cabeça e terminar na cauda?

escovando o cachorro quickanddirtytips
Foto: QuickandDirtyTips

R-Existem diversas formas, mas a proposta de iniciar a escovação a partir da cabeça em direção à cauda é bastante efetiva, pois segue a direção dos pelos. No entanto, se o animal tiver camadas de subpelo, como por exemplo, cães da raça Husky Siberiano, Collie e Golden Retriever, e felino das raças, Maine coon e Himalaia, antes da escovação no sentido cranial-caudal, deve-se escová-lo no sentido contrário ao crescimento dos pelos para retirar pelos mortos e desfazer nós. É importante fazer o uso de escovas próprias para cada tipo de pelo, especialmente para os animais com subpelo e pelos longos. Independente dos banhos, os animais devem ser escovados ao menos uma vez por semana. Isso auxilia na saúde da pele e pelos e pode evitar excesso de banhos.

P-Todos os cachorros precisam de spray para desembaraçar?

Não. Geralmente, somente os de pelo fino e longo. Mas sempre que for usado deve-se ter muita cautela, devido aos riscos já pontuados anteriormente.

R-Qual deve ser a frequência de banho de um cachorro? No inverno diminui a quantidade de banhos?*

cachorro banho pethealthzone
Foto: Pethealthzone

A frequência não deve ser inferior a sete dias. Cães com muito pelo (densos) como, por exemplo, Husky Siberiano, Pastor Alemão, Shar-pei e Chow-chow devem ter intervalo entre banhos entre 15 e 30, mas associado a escovações no mínimo, semanais. No inverno, a quantidade de banhos deve ser reduzida para prevenção de quadros respiratórios e alérgicos. Em filhotes, os banhos devem ser iniciados apenas após o término do protocolo de vacinação. Antes disso, podem-se utilizar produtos para banho seco e escovações semanais.

Fonte: Univeritas/ UNG

*O texto enviado não menciona gatos, porém, pesquisando em sites sérios, verifiquei que a frequência recomendada de banhos para um gato é de no mínimo uma vez por mês, dependendo do tipo de pelagem do felino.

N.R.: Dar banho em casa é mais econômico, porém é preciso lembrar que os secadores de pet shop são bem mais eficientes que os caseiros, ou seja, se o trabalho for bem feito, os animais sairão realmente com o pelo seco.