Arquivo da tag: ceviche

QCeviche!: restaurante revisita clássicos peruanos

Desde maio, os restaurantes QCeviche! introduziram novidades no cardápio, assinado pelo chef peruano Rolando Limo, com passagens pelo restaurante-escola Don Ignácio, em Lima. O ceviche segue como a estrela da casa, em suas cinco versões – pescado (de peixe branco), nikkei, marino (com frutos do mar), vegano (de manga, abacate e cogumelos) e de frutas –, mas ganha uma degustação especial (R$ 54,00), na qual o cliente pode experimentar três sabores.

qceviche
Ceviche Marino

Entre as novidades estão a jalea mixta (filé de peixe branco, com camarões crocantes, anéis de lula, mandioca ou batatas fritas, acompanhado de salada de cebola e tomate, R$ 54,00); o filé mignon em salsa anticuchera (medalhão com molho de pimenta dos andes, batatas sauté, R$ 42,00); o risoto de lomo saltado (R$ 38,00); a salada pallares, típica do sul do Peru (fava branca cozida, cebola, tomate, pimenta dedo-de-moça e queijo branco, R$ 19,00); e a sopa criolla (carne, cebola, tomate, pimenta dos andes, cabelo de anjo, torrada e ovo poché, R$ 17,00), prato tradicional da costa peruana.

qceviche5
Jalea mixta
qceviche3
Filé mignon em salsa anticuchera
qceviche4
Risoto de lomo saltado
qceviche 2
Sopa Criolla

Para a happy hour (entre as 17 e 19 horas), há novos pratos para compartilhar, como o lomo al jugo con papas rusticas (asinhas de frango cozidas em baixa temperatura e cobertas por molho agridoce com batatas fritas, R$ 36,00) e a trilogia de tequenos (pastéis peruanos recheados com ceviche quente, lomo saltado e aji de galinha, servidos com guacamole e salsa huancaína, R$ 29,00), ambos combinam bem com os drinques da casa, como o pisco sour (R$ 22,00), nuestro chilcano (R$ 22,00), que leva milho roxo em sua composição.

QCeviche –  Faria Lima – Rua Tavares Cabral, 61, Pinheiros. Barra Funda -Rua Marquês de São Vicente, 1619, Barra Funda – Horário de funcionamento: das 12 às 15 horas e das 19 às 22h30 (em ambas as unidades)

Anúncios

Vivenda do Camarão ensina três receitas para homenagear as mães

A rede Vivenda do Camarão ensina a receita de três pratos deliciosos para que os filhos preparem para as mães neste domingo. Confira abaixo o passo a passo de cada uma.

Camarão à Provençal

Camarão à Provençal

Ingredientes:
– 20 camarões grandes com casca
– 100 g de manteiga
– 50 ml de óleo de oliva
– 2 dentes de alho bem picados
– 3 colheres (sopa) de herbes de Provence (mistura de tomilho, alecrim, louro, manjericão)
– 1 cálice de Pastis (bebida típica da Marselha, à base de anis)
– 3 colheres (sopa) de salsinha crespa picada
– 3 colheres (sopa) de ciboulette ou cebolinha francesa picada
– Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:
– Lave bem os camarões;
– Leve uma frigideira ao fogo. Quando estiver quente, derreta a manteiga junto com o óleo de oliva;
– Jogue os camarões e deixe-os dourar em fogo médio, por cerca de 3 minutos de cada lado;
– Tempere com sal, pimenta e junte o alho;
– Acrescente as ervas de Provence e deixe de 2 a 3 minutos no fogo;
– Coloque o Pastis e flambe;
– Por último, polvilhe a salsinha e a ciboulette sobre os camarões e sirva imediatamente.

Brandade de Bacalhau

Brandade de Bacalhau

Ingredientes:
– 400 g de bacalhau desfiado
– 500 g de batata
– 2 dentes de alho
– 1/4 maço de salsinha
– 1/2 xícara (chá) de creme de leite fresco
– sal e pimenta-do-reino a gosto
– noz-moscada a gosto
– 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
– 50 g de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:
Se o bacalhau estiver salgado, coloque-o numa tigela com bastante água, na geladeira, troque a água da tigela de 1 em 1 hora, durante 5 horas, ou até que o sal seja retirado. Cozinhe o bacalhau, escorra a água, retire a pele, desfie e reserve. Cozinhe as batatas, em água fervente, por 30 minutos ou até que estejam macias. Retire do fogo e escorra a água. Deixe esfriar o suficiente para conseguir manusear. Descasque as batatas e amasse com um garfo ou passe pelo espremedor. Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). No processador de alimentos, coloque o purê de batatas, o bacalhau desfiado, o alho descascado e o creme de leite. Tempere com sal, pimenta-do-reino moída e noz-moscada ralada. Bata em velocidade alta até obter uma massa homogênea. Transfira a massa para uma travessa refratária. Salpique o queijo parmesão ralado e leve-a ao forno preaquecido. Deixe assar até dourar. No momento de servir, regue com um “fio” de azeite e salpique a salsinha picada. Sirva quente.

Rende: 6 porções

Ceviche de Camarão

Ceviche de Camarão

Ingredientes
– 200g. de camarões médios, limpos e frescos
– 2 limões tahiti espremidos
– 1 cebola roxa pequena em rodelas finas
– 1 colher de chá de pimenta calabresa desidratada
– 1 colher de chá de gengibre ralado
– 1 colher de sopa de coentro ou salsa frescos
– Pimenta do reino a vontade

Modo de Preparo
Em uma panela colocar água e deixar levantar fervura, colocar os camarões e aferventar por 2 minutos, para que eles fiquem cozidos. Reservar e deixar esfriarem.
Em uma tigela, junte o caldo de limão com a cebola, a pimenta e o gengibre e tempere com pimenta do reino. Acrescente os camarões, misture bem e cubra com plástico filme antes de levar à geladeira para marinar por mais ou menos 30 minutos. Antes de servir, escorra o caldo e finalize com o coentro ou a salsinha. Você pode servir em um refratário grande ou então montar copinhos ou tacinhas individuais. Outra opção é montar canapés com torradinhas ou rodelas de pão tostado.

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 1h

Fonte: Vivenda do Camarão

 

 

High Line Bar ensina receita de ceviche no Dia Internacional do Milho

No Dia do Milho, hoje (24), o High Line Bar disponibiliza a receita do ceviche (R$ 28,90) que leva peixe branco, cebola roxa, coentro, azeite, batata doce roxa e milho crocante espanhol, fazendo do prato um sucesso da casa. Confira:

Ingredientes

400g peixe branco limpo
Suco de 3 limões
½ maço de coentro
2 un batata doce roxa
½ cebola roxa
1 pimenta dedo de moça
1 colher de sopa de azeite
100g de milho crocante espanhol
Sal a gosto

Modo de preparo

Corte o peixe em cubos grandes. Reserve. Corte a cebola roxa em tiras, pique o coentro e a pimenta finamente. Reserve. Corte a batata doce em cubos pequenos e leve para cozinhar em água com sal até ficar ao dente. Resfrie e reserve. Em um recipiente, coloque o peixe, o limão e uma pitada de sal. Deixe marinar por 20 minutos;
Acrescente a cebola roxa, o coentro, a pimenta e o azeite. Ajuste o sal.

Montagem

Em um recipiente de louça fundo coloque o peixe marinado, por cima finalize com a batata doce e o milho crocante.

ceviche.jpg

Dificuldade: fácil
Tempo de Preparo: 30 minutos
Rendimento: 4 porções

High Line Bar – Rua Girassol, 144 – Vila Madalena – São Paulo – Horário de funcionamento: terça e quarta-feira, das 18h às 2h. Quinta-feira, das 18h às 3h. Sexta-feira, das 18h às 5h. Sábado, das 15h às 5h. Domingo, das 16h às 24h

 

 

QCeviche! oferece o melhor da gastronomia peruana a preços acessíveis

Alimentação fora do lar faz parte do cotidiano dos brasileiros. De acordo com estudo recente do IBGE, esse hábito consome, em média, 25% da renda da população do País e a tendência é que esse mercado continue crescendo. A CREST, maior e mais completa pesquisa do segmento de foodservice no Brasil e no mundo, aponta que em 2016 o setor cresceu 3%, alcançando um faturamento de R$ 184 bilhões.

Buscando aproveitar o potencial desse mercado, a AccorHotels lançou o QCeviche!, restaurante especializado em gastronomia peruana. O menu é completo, variado e assinado pelo chef Rolando Limo. Nascido no Peru, o profissional traz a tradição, novos conceitos e receitas exclusivas para o Q!Ceviche. O também peruano Adrián ILave é o responsável pela arte das lousas do restaurante, que já conta com 3 unidades: duas em São Paulo – uma no ibis Styles Faria Lima e outra no ibis Styles Barra Funda, e outra em Lima.

O cardápio do QCeviche! é repleto de comidas e drinques tradicionais do Peru. Além de diversos tipos de ceviche, os clientes podem experimentar pratos como o pollo saltado, chaufa e tacu tacu. Para acompanhar a refeição, um pisco sour, um chilcano de fresas ou um pisco spirits são excelentes opções de bebidas.

trilogia de ceviche
Trilogia de ceviche
AccorHotels-QCeviche
Ceviche
chaufa
Chaufa
tacu tacu con lomo saltado
Tacu tacu con lomo saltado
causa rellena de pollo
Causa rellena de pollo
doceviche12
Doceviche

Os restaurantes estão abertos de segunda a segunda, para almoço e jantar.

Informações: QCeviche!

 

Último dia do Festival de Ceviches de Curitiba

O Festival de Ceviches de Curitiba está chegando ao fim, mas ainda dá tempo de apreciar essa iguaria. Até este sábado, 4 de novembro, o restaurante Tuna oferece receitas originais e saborosas do prato, considerado um dos maiores representantes da culinária peruana. A receita original traz cubos de peixe fresco marinados em limão, cebola e pimenta e é consumida há mais de dois mil anos por povos incas e latino-americanos.

O cardápio do empreendimento conta com quatro opções diferentes de ceviche: Tradicional, Tuna, Frutos do Mar e Vegetariano. O ceviche Tradicional (R$ 28,00) leva tilápia, cebola roxa, broto de coentro e pimenta dedo de moça em marinada cítrica a base de limão taiti. O Tuna (R$ 38,00) é preparado com atum ou salmão, polvo, cebola roxa, pepino e pimenta dedo de moça e nori em marinada cítrica a base de limão taiti, tangerina, shoyu e mel.

O ceviche Frutos do Mar (R$ 45,00) leva marisco, lula, peixe branco, polvo, tomates (verde, amarelo e italiano), cebola roxa e pimenta dedo de moça em marinada a base de limão rosa, shoyu e vinagre. E para os que não comem carne, o Vegetariano (R$ 20,00) é feito com pupunha, manga, cebola roxa e pimenta dedo de moça em marinada cítrica a base de manga, laranja e limão taiti. Após o término do festival, as receitas preferidas de ceviche passarão a incorporar o cardápio.

ceviche3ceviche4ceviche5ceviche

 

Tuna – Rua Heitor Stockler de França nº 396, Centro Cívico, Curitiba – a partir das 19 horas

 

Open Kitchen apresenta: Pisco Party by La Mar – Segunda Edição

A segunda edição do evento realizado para os amantes da comida peruana chega hoje novamente na Open Kitchen, a cozinha mais intimista de São Paulo. Em formato de coquetel, os convidados poderão degustar alguns pratos típicos peruanos servidos no Restaurante La Mar como cebiche carretillero, empanadas variadas, entre outros criados pelo chef Gastón Acurio.

bx_conceito_PPbx_Empanadas_PPbx_drinks_PP

Para deixar a festa ainda mais especial, serão servidos drinques preparados à base de pisco e cerveja. Quem anima a noite é o DJ Pancho, especializado em música latina.

A experiência custa R$ 125,00 e está disponível para compra no Foodpass.

PiscoParty_Foodpass2_2_1

Pisco Party – La Mar & Open Kitchen
Data: 19/10
Hora: 20h
Local: Open Kitchen – Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 157 – Vila Nova Conceição, São Paulo
Informações: Open Kitchen

Bacalhau: forma de preparo X vinhos para harmonizar

Equipe de Sommeliers da Wine.com.br dá dicas de como o modo de preparo do tradicional alimento do feriado influencia na harmonização

A estrela da mesa na comemoração de Páscoa é sempre o bacalhau, mas cada pessoa possui uma receita ou uma forma de fazer diferente. Neste momento também sempre há a dúvida com relação a harmonização: Tinto ou branco? Para resolver essa questão, a equipe de Sommeliers da Wine.com.br, maior operação de e-commerce de vinhos da América Latina, explica que o peixe não é o único ponto a ser levado em consideração para a escolha do vinho que acompanhará. Seu modo de preparo – se é frito, marinado, assado, confitado, com molho ou sem – e todos os outros ingredientes influenciam no sabor, textura e no peso do prato, o que muda também as possibilidades de vinho para acompanhar. Os Sommeliers indicam oito opções de vinhos para quatro maneiras diferentes de preparo do bacalhau.

Bacalhoada

Em linhas gerais, harmonização é a busca do equilíbrio, um sabor não pode se sobressair ao outro. A bacalhoada tradicional de páscoa, feita com pimentão, azeitona preta, cebola, azeite e mandioquinha possui bastante untuosidade que combina com o rótulo francês Mommessin Fleurie Domaine De La Presle AOC 2014 que tem taninos macios e boa acidez. Se preferir um vinho branco, os sommeliers da Wine.com.br indicam o rótulo Morgado de Sta. Catherina DOC Bucelas 2013 que é volumoso e com boa estrutura.

morgado_de_sta

Bolinho de bacalhau

Por ser frito, este petisco pede um vinho fresco com notas cítricas que neutralizam a gordura do bolinho. O rótulo Artefacto D.O.C. Vinho Verde 2015 tem aromas de frutas e flores e frescor marcante, além de um paladar leve e delicada presença de gás.

309094_693632_artefacto_d.o.c._vinho_verde_2015

Outra sugestão é o espumante Veuve D’Argent Blanc de Blancs Brut que é leve, tem notas delicadas de amêndoas, nozes e minerais. Segundo a Equipe de Sommeliers da Wine.com.br, este espumante ajudar a limpar a untuosidade da fritura.

Lasanha de bacalhau

Esta versão leva muitos ingredientes. Além da massa, também tem o molho de tomate com queijo parmesão e creme de leite, além de muito alho, cebola e azeite. Para aumentar a intensidade gustativa desses sabores, a sugestão é o rótulo Carpineto Dogajolo I.G.T. Toscano Rosato 2015 que além de ter um toque frutado que realça o sabor do molho, tem também boa acidez que ampara a gordura dos queijos.

309094_693635_carpineto_dogajolo_i.g.t._toscano_rosato_2015

Já o vinho branco Sburoun Bianco Rubicone IGT 2014 agrega um sabor marcante à lasanha, tem boa complexidade aromática e paladar intenso.

sburou

Ceviche de bacalhau

O ceviche é um prato da culinária peruana fresco e bastante consumido no Brasil. O seu preparo consiste em cortar cubos de bacalhau fresco e deixá-los marinando no limão, outros ingredientes como a batata doce (acompanhamento), a cebola, coentro, pimenta e azeite são adicionados. O Espumante Fantinel D.O.C. Prosecco Extra Dry tem notas de frutas cítricas e acidez similar ao do prato, o que equilibra os sabores.

309094_693636_espumante_fantinel_d.o.c._prosecco_extra_dry__750_ml_

Já o Canepa Novísimo Sauvignon Blanc 2016 é um branco leve com aromas de abacaxi, maracujá e pera, notas de limão e ervas frescas, refrescante igual o ceviche.

309094_693634_canepa_novisimo_sauvignon_blanc_2016

Informações: Wine.com.br

Top Center recebe seis novas lojas

Dentre as novidades, Poke Poke passa de quiosque para unidade satélite. A marca segue tendência que está ganhando os brasileiros, um formato havaiano, que chegou do Honolulu

O Top Center começa o segundo bimestre com seis novas unidades para incrementar o mix de opções aos clientes. Alimentação, moda e beleza farão parte das novas operações que integram as 68 lojas do Shopping, que está localizado na avenida mais popular de São Paulo, a Avenida Paulista.

Um das operações que chega com novidades, de quiosque para uma unidade satélite, é o Poke Poke. A marca segue a tendência que está ganhando os brasileiros, um formato havaiano, que chegou do Honolulu. Peixe cru cortado em cubos, temperado e servido numa tigela, parecido com sashimi e o ceviche. Com cardápio variado, a operação cresceu e obteve sucesso com os clientes do Top Center. Há diferentes tamanhos de “bowls” entre 200 ml, 400 ml, 500 ml e 600 ml.

Poke Poke_divulgação

Especializada em culinária havaiana, Poke Poke é uma das novidades do Top Center

Ainda no segmento de alimentação, o Top Center conta com o Mei Mei. Deliciosa opção de culinária asiática, buffet ou à la carte, que fica no piso Bela Vista, na praça de Alimentação do Shopping.

No Piso Paulista chega o Estúdio Face, operação de tratamentos faciais – primeira loja do Brasil – com serviços como, toxina botulínica, preenchimento e peeling; o Quiosque Vision Beauty, com diversos produtos para o cabelo, inclusive experimentação – Modelador de Cachos, Escova Alisadora, Reparador de Pontas e Escova Secadora; e o Eu Bella, bijuterias a R$ 19,90.

O Top Center fica na Avenida Paulista, 854 – Bela Vista. Mais informações no (11) 3141 1016.

1º Festival de Ceviche e Taco celebra gastronomia latino-americana

Evento com entrada gratuita acontece nos dias 10 e 11 de setembro, sábado e domingo, no Memorial da América Latina

Quem é que nunca teve vontade de experimentar pratos da culinária de outros países? Conhecer o gostinho da comida típica que caracteriza uma região? Pois no 1º Festival de Ceviche e Taco, Peru e México terão seus sabores e aromas revelados. Além das estrelas do evento, o público que visitar o Memorial da América Latina, das 10 às 21 horas, terá oportunidade de saborear diversas iguarias – doces e salgadas, incluindo vegetarianas e veganas – e bebidas desses e de outros países da América Latina. E dá para ir lá com a família toda e até levar os bichinhos de estimação.

O evento conta com espaço Quick Massage para relaxar, área kids (cada atração custa R$6,00 e o combo com quatro ingressos sai por R$20,00) e fraldário, e é muito fácil chegar, seja por transporte público (estação de trem e metrô Barra Funda a cinco minutos e pontos de ônibus pertinho), bike (ciclovia no canteiro central da Av. Auro Soares de Moura Andrade e bicicletário ao lado do portão 9) e carro (estacionamentos pagos nos portões 4 e 15).

Que tal descobrir as alternativas de ceviche presentes no Festival?. O SalgaSP vem com o Clássico (cubos de peixe branco marinados com limão, cebola roxa, milho e cebolinha, acompanhado de batata doce), o Mango Ceviche, que além dos ingredientes do clássico, tem cubinhos de manga e folhas de hortelã (R$23,00), e o Ceviche Salga (ceviche clássico finalizado com crispy de quinoa e acompanhado de abóbora caramelizada).

Paella Na Sua Casa leva para o evento o ceviche de peixe branco, com ou sem camarão, cebola roxa, pimenta dedo de moça, milho e purê de batata doce (R$ 20,00). Na JK Gastronomia há duas opções: uma com lula, polvo, pimenta dedo de moça, coentro, leite de tigre, pimentão, manga e gengibre, e a outra com tilápia, leite de tigre, cebola roxa, batata doce, carambola, pimenta dedo de moça, milho e coentro.

Já viu ceviche vegetariano? Pois na Yuki no Kakigori tem: no lugar do peixe, legumes marinados no limão siciliano, com ervas frescas, chimichurri, sal marinho e cebola roxa. Mas se preferir de frutos do mar, peixe branco ou salmão, lá tem também. E todos são servidos com avocado, manga, morango e castanhas, se o cliente desejar.

O delicioso ceviche de salmão é a especialidade do Konbini Sushi. Tem até o Cartaginero, ceviche colombiano feito com camarões, na Macondo. Na Vivi Express, tem ceviche de robalo e duas opções com toque toque tropical: salmão com manga (R$25,00) e camarão com abacaxi (25,00). E do Peru ainda vem o refresco Chicha Morada e o doce Mazamorra, ambos elaborados com milho roxo. E sabe onde você encontra essas delícias? Na Mi Sabor Latino.

E agora, que tal conhecer algumas das opções mexicanas de dar água na boca? O Mucho Nacho oferece três opções de taco: de costela bovina defumada e desfiada,(R$15,00); de bacon recheado de costela bovina ou peito de frango desfiado com tempero texano (R$25,00), ambos servidos com sete molhos, incluindo guacamole; e o IceCream Taco: tortilha coberta de mix de chocolate com creme de avelã, recheada de sorvete de creme com ganache de chocolate e confete (R$15,00).

Na Mi Sabor Latino poderão ser encontrados tacos com diversos recheios, acompanhamentos e molhos (R$12,00), taco duplo (R$14,00), tacone – taco em formato de cone (R$14,00), quesadillas (R$15,00), burritos (R$20,00), nacho supreme – chili, cheddar, guacamole, sour cream, bacon e jalapeño (R$18,00), brigadeiro de tequila em bisnaga (de R$8,00 a R$15,00). La Mexicana estará no evento com nachos nas versões tradicional e vegetariana, tacos, flautas e quesadillas.

Quem quiser um taco com um sabor abrasileirado, tem de passar no Mexicano Loko. Lá tem o Taco Carne Seca – tortilha de trigo com alface, carne seca, guacamole e queijo derretido, além do Taco Shrimp – tortilha de trigo com alface, pico de gallo e camarão , e o Double Taco – duas tortillas de trigo com queijo derretido, alface, pico de gallo e guacamole, nos sabores carne, frango e vegetariano (R$23,00).

ceviche-3ceviche-com-laminas-de-abacateceviche-com-papricaceviche-veganotaco-docetacos-2tacos

La Buena Station estará no evento com Crispy Tacos – casquinha de milho crocante recheada alface, mix de queijo e pico de gallo; Soft Tacos – tortilha de milho branco (15cm de diâmetro) recheados de feijões fritos e salsa roja (molho vermelho) levemente picante; e Jumbo Taco – duas tortilhas de trigo (17 cm de diâmetro) com queijo derretido, alface, pico de gallo e guacamole. Todos nas opções carne moída, frango assado, chilli beans, vegetariano e salpicão de carne desfiada. E tem ainda o Trio La Buena Onda, que vem com uma unidade de cada – Crispy Taco, Soft Taco e Jumbo Taco (R$34,90). Taco King, Porangatu e Dos Taqueria também estarão no Memorial da América Latina com o que há de melhor da gastronomia mexicana.

Ceviche e Taco são os protagonistas do Festival, mas todo roteiro de sucesso tem os coadjuvantes, certo? E aqui eles não poderiam faltar. São arepas e patacones (Colômbia), acarajé, cuscuz, bobó de camarão, yakissoba, tempurá, escondidinho, massas, hot dog, crepes, sorvetes,brigadeiros, merengue de frutas com chantilly, pipoca gourmet, tortas, bolos, cookies, churros, palha italiana, trufas, bombons e mil folhas, além de água, sucos, refrigerantes, café e chopp artesanal.

O 1º Festival de Ceviche e Taco é uma realização da Art Shine Promoções e Eventos com apoio cultural da Fundação Memorial da América Latina, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo

Serviço
1º Festival de Ceviche e Taco – Entrada gratuita
Data: 10 e 11 de setembro
Horário: das 10h às 21h
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Estacionamento: Portões 4, 8 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9

O melhor ceviche agora no coração da cidade de São Paulo

Conhecida pela diversidade gastronômica, São Paulo reúne várias culturas, sabores, combinações e aromas em restaurantes que representam vários lugares do mundo, cada um com suas peculiaridades.

Agora, entre as avenidas mais famosas da capital paulistana, a Ipiranga com a São João, chega o Rio Mar Restaurante, especializado em comida típica peruana. Por dois anos, o restaurante ocupou um espaço na Rua Guaianases, em Campos Elíseos. Desde abril, a casa está no novo endereço.

O sonho de três irmãos peruanos Hosler, Michael e Franco Castro Fernandes que chegaram à capital há quatro anos a convite para trabalhar em um restaurante de comida típica, se tornou realidade após muitas lutas e desafios. Rio Mar, o restaurante no centro de São Paulo, trará uma variedade de pratos especialmente elaborados e adaptados ao paladar brasileiro, sem condimentos artificiais e com temperos vindos diretamente do Peru para preservar o sabor e a originalidade do prato típico local.

“Rio Mar surgiu para contribuir com a grande diversidade cultural existente em São Paulo, pois traz uma parte do Peru para essa agitada e magnífica metrópole que nos acolheu tão bem e na qual apostamos o sucesso do restaurante”, explica um dos sócios, Hosler Witt Castro Fernandes. “Aqui não fazemos comida gourmetizada, e sim pratos muito bem servidos”, faz questão de ressaltar Fernandes.

ceviche2
Ceviche

Para todos os gostos

O destaque da casa fica a cargo do prato peruano mais conhecido pelos brasileiros e também mundo afora: o ceviche, composto por tilápia em filé marinados em sumo de limão, pimenta, acompanhado de cebola, batata doce e milho peruano. Outra preferência dos clientes, segundo Fernandes, é o Pisco Sour, drinque mais famoso do Peru, que é uma espécie de “caipirinha” do país.

Deliciosas iguarias como os Choritos a la chalaça, opção light com mexilhões marinados em sumo de limão com picante, cebola roxa, tomate em cubinhos e milho também fazem sucesso, assim como o Matrimônio Rio Mar (combinado de purê de batata, recheado com patê de caranguejo, acompanhado de ceviche), o Arroz com mariscos (Camarão, lula, tiras de peixe, mexilhões flambados acompanhando por arroz cremoso e salada de tomate e cebola), o Chicharrones (Empanado de peixe acompanhados de mandioca frita, salada de tomate, cebola e alface), entre outras complementam o atrativo cardápio aos apreciadores da culinária peruana. Já em bebidas, o suco desintoxicante tipicamente local Chicha Morada, feito com o milho de cor roxa, o maiz morado, fervido com especiarias e frutas e depois adoçado a gosto. Servido sempre frio ou gelado, é refrescante e saudável.

chicha (1)
Chica Morada

Como faz questão de afirmar Fernandes, a nova unidade do Rio Mar chega com a proposta de ser um pedaço do Peru em São Paulo, em um ambiente tradicional e aconchegante, com gastronomia de primeira grandeza a porções bem servidas.

Michael Fernandes, responsável pela cozinha do Rio Mar, é formado pela escola de alta gastronomia do Peru Inteci e conta com várias especializações na área, juntamente com seu irmão, Franco.

tallarin
Tallarin

 

Informações: Restaurante Rio Mar