Arquivo da tag: férias

Aprenda truques para não relaxar na malhação

Cris Senna, atleta e criadora do método Desafio VIP 60 de queima de gordura corporal, ensina alguns passos simples para manter o pique em alta e o corpo em atividade em qualquer época do ano

No verão, a busca pela forma física ideal costuma aumentar bastante, mas muitas pessoas não conseguem manter o mesmo ritmo dos exercícios físicos por causa dos excessos cometidos durante o fim de ano, entre outros compromissos.

Nesse período, muitos deixam a rotina de treinos em segundo plano, e alguns chegam a interromper totalmente a prática quando estão de férias, uma escolha que pode causar um grande estrago, já que as semanas de comilança nas festas e eventos de final de ano podem acarretar quilos a mais na balança.

Para Cris Senna, atleta e criadora do Desafio VIP 60 – treino físico online focado na queima definitiva de gordura corporal- essas pausas podem acabar com a eficiência dos treinos praticados ou até mesmo prejudicar o que foi conquistado até o momento. “O ideal é encontrar um horário vago na agenda e se comprometer a treinar sempre naquele horário. Quando se trata de exercícios físicos, é fundamental manter a regularidade”, explica Cris.

Ela lista cinco dicas simples para não deixar a malhação de lado:

Pratique atividade física mesmo em viagem

desafio vip
Montagem: Divulgação Desafio VIP 60

Viajar não é desculpa para deixar os treinos de lado. Em qualquer lugar, você poderá utilizar os locais públicos – como praças, parques ou até mesmo quartos de hotel- para manter o corpo em movimento. “Por meio do app do Desafio VIP 60, é possível ‘levar’ as aulas a qualquer lugar, por isso, estar longe de casa não impede em nada a rotina de treinos. Além disso, os circuitos – que misturam o método Hiit com movimentos das artes marciais- são de curta duração e alta intensidade, durando de 12 a 20 minutos apenas”, explica.

Arranje companhia para treinar

casal exerc shutterstock
Foto: Shutterstock

O começo do ano proporciona momentos em que você estará cercado por amigos e familiares. Para a atleta, isso pode ser um ponto a favor, por representar aquele incentivo que faltava. “Combine com alguém do seu círculo de convivência algumas datas e horário do dia para praticar atividades físicas juntos. Estar rodeado por pessoas queridas durante as comemorações poderá ter como vantagem ter companhia nos dias em que faltar energia”, sugere ela.

Opte por refeições mais leves

alimentação-saciedade
Foto: Shutterstock

Exageros cometidos nas festas de confraternização e ceias de Natal e Ano Novo podem influenciar negativamente na performance física, e tornar a realização dos exercícios mais cansativa do que o habitual. “O ideal é se alimentar em períodos curtos, e em menores quantidades. Opte por pratos mais leves e nunca vá às festas de estômago vazio, evitando comer mais do que pretendia”.

Modere nas bebidas alcoólicas

mulheres bebendo cerveja
Foto: Shutterstock

Muita gente cuida da alimentação, mas se esquece de que as bebidas também podem ser nocivas. Além de ajudar a ganhar peso, a ingestão de álcool também em excesso é prejudicial à qualidade dos treinos. “O ideal é ter moderação, ingerindo apenas um ou dois drinks. Bebidas alcoólicas em excesso prejudicam não somente os treinos, como também a saúde em geral”.

Trace metas

mulher subindo escada shuttestock
Foto: Crédito: Shutterstock

Iniciar um novo ano é sempre uma boa época para traçar as metas do ano seguinte. “Colocar no papel o quanto você evoluiu durante o ano anterior e onde quer chegar neste que iniciou pode ser uma grande motivação para manter-se focado, realizar exercícios rotineiramente e fugir das tentações desse período”, finaliza a atleta.

Fonte: Cris Senna é praticante de esportes há mais de 15 anos,  é ex-proprietária de uma academia em Belo Horizonte, que manteve por oito anos. Após notar dificuldade dos alunos em atingir os objetivos desejados, mesmo sendo assíduos na academia, passou a pesquisar métodos de exercícios que fossem mais eficazes em menos tempo. A partir daí criou o Desafio VIP 60

 

Anúncios

Playgrounds para pets são opção de passeio grátis nas férias

Em parceria com a Petz, parques em várias regiões da cidade oferecem área de lazer especial para os bichinhos de estimação, assim como as lojas Itaim Bibi e Aricanduva

Para quem quer aproveitar os momentos de lazer com os pets durante as férias, a dica são os parques que oferecem área especial para eles, com brinquedos e bebedouros. Em parceria com a Petz, o modelódromo do Ibirapuera e os parques Villa-Lobos, Juventude e Cândido Portinari, além das lojas do Itaim Bibi e Aricanduva, em São Paulo, têm playgrounds que funcionam gratuitamente todos os dias da semana.

“Além de fazer bem para a saúde, brincar contribui com o bem-estar e a qualidade de vida dos pets. Eles gastam bastante energia, socializam com outros cães e pessoas e se acostumam a viver bem com todos”, afirma a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica de clínicas da Petz. Veja onde levar os pets para se divertirem:

Ibirapuera

Petz Parcão prefeituraPetz Parcão9

Com pistas de agility, obstáculos de diversão e bebedouros, o espaço de 2.200 m², localizado na praça Ayrton Senna do Brasil, em frente ao parque Ibirapuera, é dedicado ao lazer dos animais e seus donos. Chamada de Petz Park, a área é toda cercada e faz parte do projeto de revitalização do Centro Esportivo Modelódromo.
Endereço: Rua Curitiba, 290, Paraíso
Horário: das 8h às 22h

Villa-Lobos

Petz Parcão prefeitura 2PETZ Villa Lobos (8)

A Área Petz Villa-Lobos tem 350m² dividida em dois ambientes: um para cães de grande porte e outro para cães de pequeno e médio porte. Ambos contam com obstáculos para os pets se divertirem e bebedores humanos e caninos, além de espaços para que os tutores possam descansar, enquanto os cães brincam.
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001, Alto de Pinheiros
Horário: 5h30 às 19h

Cândido Portinari

O espaço Petz do Parque Cândido Portinari tem uma área livre de 80 m², toda cercada e equipada com bebedores e local de descanso para os tutores. Os pets podem correr e brincar com total liberdade e segurança.
Endereço: Av. Queiroz Filho, 1.365, Vila Hamburguesa, zona oeste
Horário: 5h30 às 20h

Juventude

Com 100 m², a Área Petz do Parque da Juventude conta com brinquedos, obstáculos, bebedores para humanos e pets, além de uma área de descanso para os tutores.
Endereço: Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Carandiru, zona norte
Horário: 6h às 19 horas

Itaim Bibi

Petz Play Itaim2

A loja Petz Itaim oferece playground com 300 metros quadrados em uma área externa na cobertura da unidade, com brinquedos desenvolvidos para os pets, grama sintética, bebedouros e cata-cacas. É opção também para os bichinhos antes ou depois da consulta veterinária ou do banho.
Endereço: Rua Bandeira Paulista, 982, esquina com a Avenida Juscelino Kubitschek, Itaim Bibi
Horário: das 8h às 24 horas

Aricanduva

petz-aricanduva2petz-piscina4Piscina e playground são atração na parte externa da loja da zona lestes. Com 300 m², área revestida de grama sintética e cercada oferece dez brinquedos, como túnel, escorregador e escadinha para os pets se exercitarem. Uma piscina rasa em formato de osso funciona durante o verão.
Endereço: Av. Rio das Pedras, 2.207, Jardim Aricanduva, zona leste
Horário: segunda a sábado, das 8h às 21h30; domingos e feriados, das 9h às 17h30

Fonte: Petz

Férias com o pet? Saiba o que fazer com seu animal de estimação

Conheça dicas e cuidados importantes para quem quer levar seu pet junto ou deixá-lo na cidade

As férias chegaram e, além de organizar a viagem, é preciso decidir o que fazer com os pets. Dá para levá-los? Ou é melhor deixá-lo sob cuidados de outras pessoas? É importante que os tutores tenham consciência que é necessário se programar e pensar se o pet será parte dos planos ou não. Nada de deixar seu cão ou seu gato para trás.

Inclusive, uma pesquisa inédita realizada no Brasil pelo Ibope e o Centro de Nutrição e Bem-Estar Animal Waltham revelou que o fato de não ter com quem deixar o pet ao viajar é uma das principais justificativas apontadas para uma pessoa não ter um animal de estimação. Mesmo assim, o número de animais abandonados no Brasil é alto, cerca de 30 milhões segundo a OMS, e tende a aumentar no período de férias.

Prova disso, é o índice de abandono que cresce em torno de 30% entre dezembro e fevereiro, segundo dados das ONGs que fazem parte do Programa Pedigree Adotar é Tudo de Bom. As ONGs, que chegam a ficar no limite da capacidade, recebem cerca de 30 pedidos a mais de resgate por mês, enquanto normalmente, em média, costumam receber 15 chamados.

Por isso, é fundamental analisar os prós e os contras de levar o animal junto na viagem. Pense bem no destino, no meio de transporte, nas atividades e na duração da viagem. Para ajudar, algumas dicas para quem pretende viajar com seu pet:

cachorro praia alvimann
Foto: Alvimann/MorgueFile

· Levar gatos e cães à praia exige cuidados especiais com alguns tipos de parasitas. Informe-se previamente com o médico-veterinário de sua confiança e lembre-se que em muitas praias a permanência de animais de estimação é proibida.

cachorro pata coxim pixabay
Pixabay

· Fique atento ao piso quente que pode queimar as patas e causar sofrimento aos animais. Também atente ao calor que ele sente quando exposto ao sol, principalmente os gatos e cães de pelos longos. Os animais também sofrem com o sol forte.

gato-bebendo-agua
Foto: FoodfurLife

· Mantenha sempre água limpa e fresca à disposição.

cachorro carro
· Se a viagem for de carro, passeie com o animal antes de ele entrar no veículo para que ele faça suas necessidades. O ideal é acostumar o animal com o movimento antes de iniciar o percurso. Não é indicado que o animal seja alimentado antes das viagens e durante o trajeto, já que eles podem ficar enjoados. Nunca deixe o pet solto dentro do carro. O recomendado é utilizar caixa de transporte adequada ou, para cães, cinto de segurança próprio. Não permita que o animal coloque a cabeça para fora da janela, pois isso pode causar otite ou machucados em caso de impacto com insetos ou pedras.

cachorro e gato brincando
Warren Photographic

· Importante que se altere o mínimo possível a rotina do animal (horários de alimentação, passeios e brincadeiras por exemplo).

blablacar-plaquinha-de-identificacao-e1467057538181
· Vale lembrar que o pet deve estar devidamente identificado com plaquinha na coleira ou microchip, além de estar em dia com vermifugação, vacinações, anti-pulgas/carrapatos.

Se a opção for por deixar o animal de estimação em casa, também é necessário uma série de cuidados essenciais como:

petstyle
Petstyle

· Não deixar o animal sozinho durante o período em que estiver ausente.               Disponibilizar alimento e água não garantirá que ele estará bem durante a ausência dos tutores. O simples fato de ele estar sozinho em casa já gera um grande estresse para o animal, que sentirá falta da rotina da família, da presença física das pessoas, das brincadeiras e carinho.

cat sitter
· O recomendado é buscar um serviço profissional especializado, dentre eles hoteizinhos que estejam prontos para recebê-lo ou, então, pet-sitters que visitem a residência diariamente e amenizem a ausência da família, além de zelar pelos cuidados de saúde e bem-estar do animal.

hotel toriba pet friendly
· Importante que seja realizada uma pesquisa criteriosa e uma visita no local (no caso de hotéis), além de um período de adaptação com o animal antes de ele ficar sob os cuidados profissionais contratados.

Fonte: Pedigree

 

Ecofit Club tem programação especial para as férias de crianças e adolescentes

Ecofit Club, primeira academia ecológica do Brasil, preparou uma programação especial para crianças e adolescentes não deixarem de se mexer neste período de férias escolares. Até 26 de janeiro, os clientes de 3 a 16 anos contarão com uma grade de aulas diferente, com atividades lúdicas e modalidades esportivas, pensada especialmente para eles.

“Vamos dividi-los em turmas conforme a faixa etária: 3-4 anos, 5-6, 7-9, 10-13 e 14-16. Teremos atividades em dois períodos. O da manhã, começando às 8h30, e o da tarde, a partir das 14h30. Os participantes dos dois turnos poderão tomar um lanchinho no meio do período”, explica Amanda Monteiro, coordenadora de Kids, Teens e Masters da Ecofit Club.

A programação das crianças, até 9 anos, contará com atividades recreativas, jogos divertidos e modalidades como natação, ballet, judô, capoeira, yoga, futsal e Eco Dance. Já os adolescentes poderão praticar, também, Muay Thai, BalletFit, Video Dance, Urban Dance, Bike, EcoVibe, Ginástica Postural, Hip Hop, Body Pump e Power Jump, além de participar de jogos cooperativos e de uma aula especial de condicionamento físico.

crianças exercícios ginástica clker-free pixabay
Ilustração: clker-free pixabay

Ecofit Aclimação

A Ecofit Aclimação organizou o Clube de Férias HollyEcoWood, também até 26 de janeiro. O Programa Kids da academia vai seguir com sua programação normal. Porém, durante as aulas, os professores vão inserir atividades relacionadas a um grande sucesso do cinema, que os alunos poderão assistir.

Na primeira semana de 2018 o escolhido é o vencedor do Oscar Procurando Nemo. De 8 a 12 de janeiro, os alunos poderão assistir a Os Incríveis. De 15 a 19, Toy Story e, para fechar as sessões especiais, de 22 a 26, A Fantástica Fábrica de Chocolate.

Na Ecofit Aclimação, crianças e adolescentes também são divididos por faixa etária, 3-4 anos, 5-6, 7-9 e 10-13. A programação é voltada especificamente para cada turma.

ecofit kids.png

Férias na Ecofit Club

Programação especial para Kids e Teens
Quando: até 26 de janeiro, em dois períodos (manhã e tarde)
Onde: Rua Cerro Corá, 580, Alto de Pinheiros.
Mais informações: Tel.: 11-2148-4000

Clube de Férias Ecofit Aclimação
HollyEcoWood
Quando: até 26 de janeiro
Onde: Rua Pires da Mota, 762, Aclimação.
Mais informações: Tel.: 11-3271-1888

Cardiologista do HCor dá dicas de cuidados com o coração durante o verão

Para evitar problemas cardíacos nessa época do ano, é importante consumir alimentos saudáveis, beber muita água e evitar o consumo de gorduras e sal em excesso

Com a chegada do verão e dos dias quentes, aumenta a vontade de sair da rotina e realizar atividades ao ar livre. Longas caminhadas na praia e o abuso de comidas e bebidas podem aumentar as chances de algum problema cardíaco ou vascular, especialmente em pessoas com maior risco cardiovascular como idosos, hipertensos, obesos, tabagistas e diabéticos.

De acordo com o cardiologista e clínico geral do HCor (Hospital do Coração), Abrão Cury, as pessoas que fazem parte do grupo de risco não podem fazer exercícios físicos sem uma avaliação médica prévia, assim como não devem abusar da alimentação. “É recomendado cautela também com as comidas típicas do período de férias na praia, como por exemplo, os frutos do mar, que têm alto teor de colesterol, principal fator desencadeante da aterosclerose”, explica.

Outra recomendação importante é feita para pacientes que usam medicamentos. “No verão, o calor e a umidade aumentam a perda de água e sais minerais através da transpiração e da respiração. Para evitar a desidratação, é preciso ingerir bastante líquido. Atenção deve ser redobrada em pessoas idosas e que fazem uso de diuréticos”, salienta.

Pessoas hipertensas, que precisam controlar a pressão com frequência, devem ficar atentas à tendência natural do corpo de baixar a pressão no calor. Como a pressão atmosférica na praia já é baixa, o uso de vasodilatadores pode acentuar essa queda, causando hipotensão. Uma reavaliação médica antes do período de férias no verão pode indicar a necessidade ou não de alterar a dosagem dos medicamentos.

O verão chegou! Cuide bem do seu coração:

Para muitas pessoas o verão é a estação do ano mais aguardada. As roupas leves, programações ao ar livre e viagens à praia fazem deste período o favorito de muita gente. No entanto, o calor provoca mudanças no nosso corpo e é preciso ficar mais atento especialmente com o coração, que requer mais cuidados durante esse período de altas temperaturas.

Conforme o corpo perde líquido por meio da transpiração e da respiração e não tem reposição, os vasos sanguíneos vão se fechando para manter a pressão arterial dentro do ideal. E, consequentemente, o sangue fica mais grosso e a frequência cardíaca aumenta. Em dias de alta temperatura, o organismo precisa fazer muito esforço para se manter funcionando e isso acelera o ritmo dos batimentos do coração, pois o órgão precisa compensar a necessidade maior de energia”, alerta Cury.

Já para os “atletas de verão”, aqueles que começam a praticar um esporte com intensidade só nessa época do ano e ficam muito tempo expostos ao sol, a atenção deve ser redobrada. “O esforço frequente deve ter acompanhamento médico, uma vez que pode levar ao desenvolvimento de problemas cardíacos e até morte súbita. Portanto, para evitar problemas cardíacos nesta época do ano, é importante consumir alimentos saudáveis, beber muita água e evitar o consumo de gorduras e sal em excesso”, recomenda o cardiologista do HCor.

Dicas de cuidados com o coração durante o verão:

chá verde japones tradicional louça pixabay
Pixabay

=Tomar uma vez por dia chá verde, que tem componentes que ajudam o metabolismo;

salmão

=O verão é uma boa época para o consumo de peixes que são ricos em proteínas e têm baixas calorias. Os mais indicados são o salmão, truta e bacalhau porque estão associados à redução da incidência de doenças cardiovasculares;

Hidratacao agua mulher

=Beber bastante água durante os treinos na academia. Se possível a cada 20 minutos de exercícios físicos;

vitamina

=Para recuperar a energia após os exercícios físicos tomar vitaminas de frutas, água de coco e sucos naturais;

Cerca de 40% da população apresenta algum tipo de distúrbio do sono

=Ter pelo menos seis horas de descanso todas as noites;

andar caminhar

=Praticar exercícios físicos pelo menos duas vezes por semana. As caminhadas podem ser antes ou após o expediente do trabalho.

Fonte: HCor

 

Férias: os sapatos certeiros para levar na mala com dicas de looks

Férias, sinônimos de passeios, viagens….Mas quais os tipos de calçados certeiros para levar na mala? A decisão depende muito do destino: praia, campo ou cidade. A Spot Shoes orienta o melhor modelo, e bom descanso.

Campo

spotr shoes 2

Peças bem descontraídas e que dão conforto como macaquinhos e sapatilhas, sandálias, mules e tamancos.

Cidade

spot shoes

Se a região eleita pra descansar for a cidade, incorpore o look street style. Invista em jeans, t-shirts e tênis pra completar o ar cosmopolita que os arredores exigem, certo?

Praia

spot shoes 3

A roupa e os calçados devem ser bem leves para desfilarem pelas temperaturas bastante elevadas. Os vestidos soltos são sempre boas escolhas e nos pés:os modelos rasteiros e até a plataforma rústica para dar aquele toque de estilo no clima marítimo.

Informações: Spot Shoes

 

 

Final de ano requer cuidados com as crianças, por Priscila Zanotti Stagliorio*

Daqui a pouco termina o ano, mas antes teremos festas e muitos momentos intensos que precisam de atenção especialmente para as crianças

Mais um ano finaliza e parece que foi ontem que tudo começou. Já estamos no período de férias escolares e com elas grandes emoções e, também, possíveis machucados, acidentes domésticos e idas ao pronto socorro de hospitais. Falarei a respeito de alguns cuidados básicos para evitar transtornos nas férias e garantir somente momentos bons, ao lado dos filhos e filhas, assim como durante as festas de natal e ano novo. Vejam as minhas dicas:

Cuidado com dias quentes

menina tomando suco criança pixabay
Pixabay

A partir de agora é comum os dias serem mais quentes e até escaldantes dependendo da região do país. O mais importante é sempre manter as crianças hidratadas com água, sucos naturais ou água de coco, oferecer alimentação balanceada com comidas mais leves como, por exemplo, legumes, carnes magras, saladas bem lavadas e até lanches naturais e repouso para recompor as energias quando necessário. Prefira a exposição ao sol entre os horários das 7 às 10 horas da manhã e após às 16 horas, quando o sol está menos agressivo – porém, vale ressaltar que é importante o bom senso dos pais e cuidadores, pois, no verão, há dias que o sol queima bastante entre esses horários.

Uso de filtro solar

menino criança praia protetor solar inspiredmagazine
Foto: InspiredMagazine

O uso de filtro solar é necessário em todas as estações do ano, independentemente de ter sol forte ou não. Os raios UVA e UVB afetam a nossa pele até em dias nublados, por isso a importância de nos proteger todos dias. No verão, o uso deve ser mais intenso, com aplicações a cada duas ou três horas quando exposto ao sol, praia e piscina. Também é importante dizer que esses produtos podem causar irritação na pele das crianças e é recomendável a indicação do pediatra para a compra de um protetor solar adequado para cada faixa etária. Menores de seis meses não podem usar filtro solar, somente com recomendação do pediatra. Para esses casos existem roupas protetoras com bloqueio das ações nocivas do sol. Também, é importante preservar a saúde e o corpo dos bebês e das crianças da exposição direta ao sol ou de locais muito quentes e ou abafados.

Uso de repelentes em crianças

menina repelente pernas pixabay
Pixabay

A temporada de dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya está chegando e para evitar o contágio é importante usarmos repelentes e eliminar possíveis criadouros de mosquitos transmissores. Recomendo aos pais e mães que fiquem atentos quanto às marcas e recomendações de aplicação e reaplicação dos produtos que prometem evitar as maldosas picadas de insetos, que além da doença, causam coceiras e lesões na pele. A maioria das marcas de repelentes não protege pelo tempo indicado nos rótulos, e vamos combinar que as crianças se sujam, entram e saem da água minimizando a proteção prolongada. Fale com o pediatra para a compra correta do produto e evite reações alérgicas nas crianças.

Uso de roupas e acessórios no verão e para passeios

menina criança praia boné píxabay
Pixabay

Não existem regras básicas para o uso de roupas em crianças, mas recomendações de serem de tecidos mais leves, fáceis de arejar a pele para evitar assaduras ou alergias conhecidas como dermatites. Nos dias mais quentes, tons muito escuros favorecem o superaquecimento, assim como a sudorese e, consequentemente, a desidratação na criança se colocada em risco com exposição ao sol e ou em locais abafados.
Os acessórios são bem-vindos desde que confortáveis para as crianças como, por exemplo, bonés e viseiras para proteger os olhos. Para passeios, prefira os looks mais versáteis com sandálias abertas para que os pés possam “respirar”.

Cuidados com viagens longas

crianças

Para algumas famílias é inevitável sair de férias em viagens nas quais o uso do carro (de passeio ou ônibus) é necessário. Com a demanda e o trânsito intenso, muitas viagens podem demorar mais do que o esperado e isso pode provocar estresse nas crianças, assim como desidratação, fraqueza, dor no corpo e outros sintomas inconvenientes. Como recomendação, faça paradas a cada duas horas de percurso e permita que a criança se estique, beba água e se alimente se estiver com fome. O conforto e a segurança são imprescindíveis para garantir o sucesso da viagem. Use sempre as cadeirinhas para crianças menores de sete anos e o cinto de segurança para os maiores.

Evite locais barulhentos e com muita luz

menina criança chorando píxabay
Pixabay

Bebês e crianças são sensíveis ao som alto e luzes fortes, por isso é importante resguardá-las de ambientes que não respeitem o limite de cada uma delas. Nas festas de final de ano, quando há grandes reuniões familiares, som alto e luzes decorativas, permita que a criança demonstre suas preferências e no caso de não gostar, não a force a ficar e tão pouco ensine na “marra” que é assim para sempre. Som alto pode afetar os tímpanos e causar lesões importantes, assim como as luzes que diretamente nos olhos pode causar distúrbios oculares temporais e ou efetivos. O limite e sensibilidade são demonstrados com o tempo pela criança e, geralmente, os cuidadores (pais e mães) sabem identificar quais são.

Acidentes domésticos

crianca-cozinha.png

Acidentes domésticos são comuns nas férias e podem acontecer em um piscar de olhos – seja uma queda, uma intoxicação alimentar ou até mesmo algo inusitado como quebrar um dente abrindo uma garrafa. As crianças são capazes de fazer feitos indescritíveis e o cuidado e segurança delas devem estar em primeiro lugar sempre. Quando os pais não podem cuidar diretamente de seus filhos, recomendo que vejam a possibilidade de um familiar ou amigo (maior de idade) se responsabilizar pela segurança e bem-estar dos pequenos, assim como observar possíveis sintomas de doenças que causam febre, dor, vômito e ou diarreia, além das quedas. Para todos os casos é importante o atendimento presencial do médico pediatra.

Seguindo algumas dessas dicas, as férias podem render momentos divertidos e inesquecíveis para todos.

*Priscila Zanotti Stagliorio é  médica pediatra há mais de dez anos, atua na zona norte de São Paulo, em consultório particular, no Pronto Socorro do Hospital São Camilo – unidade Santana, e na rede Dr. Consulta – unidades Tucuruvi e Santana. Em seu currículo possui diversas participações em congressos, cursos de especialização e atuações em prontos socorros, clinicas e ambulatórios médicos da grande São Paulo – Capital. Oferece curso personalizado para gestantes e mamães com recém-nascidos.

 

Viaje tranquilo com seu pet durante as férias

Dicas e cuidados para proteger os animais devem fazer parte do planejamento da viagem

Temporada de férias é sinônimo de viagem, e muitos pets devem acompanhar suas famílias neste verão. Entretanto, algumas medidas são muito importantes para que as férias sejam apenas diversão. Mas quais devem ser esses cuidados?

Para planejar melhor o passeio, confira as dicas da coordenadora de Medicina Veterinária da Universidade Positivo (UP), Thaís Andrade Costa Casagrande, e da farmacêutica Sandra Schuster, da docg., primeira empresa de vendas diretas de produtos para pets, e viaje despreocupado.

Antes de arrumar as malas

Assim como ocorre com humanos, é importante realizar um checkup periódico em seu animalzinho. Ainda mais antes de viajar, momento em que estar bem de saúde pode evitar grandes transtornos. O primeiro passo é verificar se a carteira de vacinação está em dia, conferindo a validade de vacinas como a antirrábica, antigripal e contra a giardíase.

Outro cuidado que não deve passar despercebido é contra a dirofilariose. “Conhecida como verme do coração, é uma doença é transmitida por meio da picada de mosquitos e, por isso, nesse período os riscos são ainda maiores”, alerta a professora Thaís. A prevenção é feita com o uso de vermífugos específicos ou por aplicação de medicamento. O exame para detecção do verme também é indicado, pois a dirofilariose não costuma apresentar sinais clínicos no início e, quanto antes o pet infectado começar o tratamento, melhores serão os resultados.

Depressão, desidratação e anemia são alguns dos sintomas sentidos pelos animais quando há contaminação por parasitas e ectoparasitas, que se proliferam durante o verão. Por isso, cuidados com vermífugos, antipulgas e carrapaticidas também não devem ser esquecidos. A professora faz um alerta especial em relação aos carrapatos: “Ele é muito comum em gramados e parques, e pode transmitir doenças graves. Além da medida preventiva, é importante examinar a pele do cão quando ele retorna dos passeios”.

pingente repelente

Para facilitar a vida dos tutores, já existe no mercado uma opção de pingente que repele naturalmente pulgas e carrapatos, com durabilidade de até 24 meses. “Essa é uma opção mais prática, pois o animal estará sempre protegido. Não é preciso se preocupar em administrar produtos antes e depois da viagem”, comenta a farmacêutica Sandra Schuster.

“Além disso, o pingente pode ser usado junto com a plaquinha de identificação, que o tutor deve manter sempre”, aconselha. Para que a identificação de um cão ou gato perdido seja mais fácil, o catálogo da docg. oferece uma placa de identificação com numeração. Ali, é indicado o perfil on-line do pet com os dados dos tutores, o que que facilita o alerta a toda a rede cadastrada.

pingente identidade

Pesquisar antecipadamente quais as clínicas e hospitais veterinários disponíveis na cidade destino também facilita o atendimento em caso de emergência. E, claro, avaliar a segurança e conforto do animal no hotel ou imóvel da estadia.

Durante o trajeto

Se o pet ainda não estiver acostumado com passeios de carro ou sentir medo, é preciso deixá-lo mais à vontade alguns dias antes da viagem. Promova passeios curtos e vá aumentando o tempo aos poucos. Recompensar o animal após o percurso também é uma boa dica.

É fundamental pensar na segurança durante o transporte. O animal nunca deve viajar solto no carro, pois em qualquer freada ele pode ser projetado e se ferir ou ferir a família. “O cinto de segurança é uma boa dica para que os cães possam viajar mais tranquilos, porém ele deve ser escolhido conforme o peso do animal e sempre preso a um peitoral. Ele nunca deve ser preso a uma coleira porque, em um impacto, pode causar uma lesão cervical”, alerta Thaís.

cachorro com cinto de segurança

A caixa de transporte é outra maneira segura de viajar com o pet, mas deve ser presa ao cinto de segurança e do tamanho adequado ao pet, que é quando ele consegue dar uma volta ao redor de seu próprio corpo. Caixas de transporte ou animais presos na caçamba de pick ups? Nem pensar.

Outro ponto essencial é se atentar ao conforto térmico no interior do carro, pois os animais são bem mais sensíveis às altas temperaturas. Paradas periódicas para eliminação de fezes e urina devem ser previstas, assim como oferecer água diversas vezes durante o trajeto. Para os animais que apresentam ânsia ou vômitos, é preferível evitar oferta de alimento antes ou durante a viagem. Medicamentos também podem ser indicados pelo veterinário para essa situação, caso seja necessário.

Aproveitando a viagem

Preparar a mala de viagem do animalzinho também é muito importante. Levar cama, cobertas e brinquedos preferidos do pet o ajudarão a se sentir “em casa”. Produtos para cuidar da saúde, como filtro solar e hidratante para focinhos e patas, além da ração, alimentos úmidos e petiscos que o animal costuma consumir, devem entrar na bagagem. É importante sempre levar a quantidade necessária para o tempo total da viagem, pois os produtos podem não ser encontrados no local.

cachoro-gato-viagem

Os passeios ao ar livre devem ser feitos até 10 horas da manhã e após às 16 horas, evitando assim que os cães sofram os efeitos do calor excessivo, como mal-estar, queimaduras e até hipertermia. Antes do passeio, é fundamental aplicar filtro solar no focinho, na barriga (se não for protegida por pelos) e na ponta das orelhas, cuidado que deve ser redobrado para animais de pelagem e focinhos claros.

No retorno do passeio, é importante lembrar de limpar as patas do pet, verificando se algum corpo estranho ficou preso aos pelos, e também aproveitar para hidratar as almofadas das patas, pois elas sofrem com o atrito no chão e temperaturas mais altas. “Essa foi uma das preocupações da docg. ao desenvolver o creme para patas, que contém D-pantenol, manteiga de karité e óleo de oliva e que está fazendo muito sucesso”, revela Sandra.

hidratante pet

Já para os tutores aventureiros e que querem que seus pets estejam presentes em todo o momento, é importante incluir na mala artigos como coleiras, guias e peitorais confortáveis. A docg. oferece em seu catálogo produtos da empresa escandinava Eqdog., que também inclui itens como colete salva-vidas para proteger o cão na água e colete de resfriamento, que ajuda a refrescar o animal nos dias mais quentes.

colete para cãescolete para cães 2

Seguindo essas dicas, a viagem de férias tem tudo para ser um sucesso – ainda mais, quando o tutor sabe que seu pet estará confortável e seguro.

Fonte: docg

Cinco motivos para não desistir da academia nas férias

É muito comum as pessoas pararem de praticar atividade física no período em que estão de férias, devido à mudança de rotina ou viagens. Mas parar de treinar, além de manter o seu corpo sedentário nas semanas de descanso, faz com que parte dos resultados já alcançados seja perdida. É por isso que o professor da Smart Fit, Tony Frota Batista, recomenda manter a prática de exercícios físicos, que mesmo em menor frequência, será muito benéfica ao corpo.

“Quando seu corpo se acostuma com um determinado ritmo de atividades, quebrar essa frequência pode tornar mais difícil voltar a praticar atividade física, ou seja, quanto mais tempo você ficar sem se exercitar, mais difícil será retomar a sua rotina”, explica Tony. O professor listou cinco motivos para você se animar e não ficar parado no período de férias. Confira:

1. Manter o corpo em movimento nas férias faz com que o reinício dos seus treinos regulares, após o período de descanso, seja muito mais fácil. O seu corpo terá mais disposição para voltar com força total, já que não parou de se exercitar.

Academia 2

2. Quebrar o ritmo de atividade física nas férias pode fazer com que você perca gradualmente os resultados que alcançou. Ou seja, perda de massa muscular, aumento de gordura corporal, diminuição de força, resistência cardiovascular etc. Esse é um dos principais motivos para continuar treinando, mesmo que em intensidade reduzida.

3. Nas férias você tem a possibilidade de experimentar novos horários para treinar, desta forma consegue fazer atividades diferentes, que não tenha praticado antes, ou que talvez não tenha tempo. Além de sair um pouco da rotina, o que é sempre bom para o corpo e a mente.

exercicio academia ginastica

4. Com a quebra no treino aeróbico, o corpo passa por uma reversão total ou parcial de adaptações psicofisiológicas, ou seja, interromper o treino por duas ou quatro semanas, acarretará em aumento da frequência cardíaca, perda de flexibilidade e diminuição do volume de sangue bombeado pelo corpo.

5. A prática de atividade física libera o hormônio serotonina e endorfina, responsável pela sensação de bem-estar e felicidade. Desta forma, interromper o treino pode causar diminuição da sensação de bem-estar, do humor e autoestima.

academia-1

Com esses motivos não tem desculpa para não treinar. Libere a dose diária de endorfina e sinta-se melhor ainda nas suas férias!

Fonte: Smart Fit

Férias: como manter a forma sem deixar de lado o lazer e a diversão

Permanecer em forma nas férias dá a impressão de ser uma missão impossível. Afinal, com todas aquelas comidas deliciosas e opções de bebidas ao nosso redor, como resistir? Por outro lado, ficar trancafiado em uma academia de hotel por horas e horas não é uma ideia interessante.

O resultado de abrir mais a boca e diminuir o ritmo das atividades físicas já se tornou um velho conhecido: surgimento de indesejáveis quilinhos extras que nos acompanham desde o início do ano.

Karina Hatano, médica do exercício e do esporte, explica que, embora seja fundamental relaxar o corpo e a mente, isso não significa ficar o tempo todo deitado na rede. “Manter-se ativo ajuda a conservar a forma e aproveitar ainda mais a viagem, além de representar um excelente auxílio para quem padece de intestino preso quando está fora de casa”, comenta ela. A especialista, dá algumas dicas preciosas  para ficar saudável e ao mesmo tempo se divertir:

nadando piscina
Foto: Vchar01/Morguefile

Nadar – exercício perfeito, principalmente se você está em uma região quente.

corrida caminhada inverno

Caminhar – dispense o aluguel de carro e faça turismo a pé, o melhor jeito de conhecer a cidade, ver as principais atrações e não abrir do estilo saudável, sobretudo se você estiver em um lugar bonito e em boa companhia.

menopausa mulher bicicleta

Pedalar – alugar uma bicicleta é um ótimo modo de explorar o local em que se está visitando. Seja nas ruas da cidade ou em parques e campo. A maneira certeira de perder uns quilinhos.

mulher surf praia pixabay
Pixabay

Surfar – se está na praia, agende umas aulas de surfe. Uma atividade divertida para toda a família.

tenis na praia youtube
Youtube

Tênis – diversos hotéis possuem quadras de tênis, então vale a pena reservar o espaço para garantir uma partidinha.

alongamento ioga pixabay
Pixabay

Yoga – inclua o tapete de yoga na mala. Ideal se não há muito espaço para outros aparelhos e quando está quente demais do lado de fora para outro tipo de atividade.

Outra possibilidade é fazer um exercício rápido no quarto de hotel, todas as manhãs. “Agachamentos e flexões por cerca de 20 minutos são uma ótima pedida como também uma corrida a cada dois ou três dias para, inclusive, desfrutar melhor da paisagem”, acrescenta Karina.

corrida shutterstock
Foto: Shutterstock

A doutora ainda reforça a importância de aumentar o consumo de água (três a quatro litros por dia). À noite, aconselha evitar as sobremesas: “caso seja inviável abdicar do docinho, tome um sorvete mais cedo, ainda durante o dia, de preferência após o almoço”. É que o açúcar ingerido nesse caso se mistura com outros nutrientes, como fibras da salada, proteínas e gordura da carne além de evitar picos de insulina no sangue.

“Por outro lado, quando ingerimos doces em um horário que compreende o jantar e a hora de dormir as calorias tendem a ser armazenadas no corpo como gordura em vez de queimadas como energia”, finaliza a médica.

Fonte: Karina Hatano é médica do exercício e do esporte, mestre em Medicina Esportiva pela Universidade Federal de São Paulo, onde também realizou a Residência Médica em Medicina do Esporte, além de acumular especialização em fisiologia do exercício e nutrologia. Preceptora da Medicina Esportiva da Universidade Federal de São Paulo e professora da Liga de medicina esportiva da UNIFESP, também é responsável pela saúde de atletas de alta performance de diversas modalidades esportivas, como da seleção brasileira de natação e das confederações brasileiras de beisebol e softbol.