Arquivo da tag: Gastronomia

Villa Roma participa da Segunda Sem Carne com pizzas veganas

Para os adeptos do movimento Segunda Sem Carne, a Villa Roma oferece um cardápio especial sem produtos de origem animal. Entre as salgadas, há opções com mussarela vegana, cogumelos e alcachofra, além da massa, preparada sem ovos e leite. Já para quem não abre mão da sobremesa, a Villa Roma tem também uma pizza irresistível feita com chocolate vegano e pedaços de laranja.

Para incentivar a campanha, quem comprar uma pizza vegana salgada, ganha 50% de desconto na unidade da pizza vegana doce.

Gabriel Marques Pinheiro, proprietário da Villa Roma, acredita que a participação da pizzaria na campanha reforça a ideia de que um prato vegano também pode ser muito saboroso. “Além disso, queremos ser uma opção para quem quer aderir e para quem já possui a rotina de consumir produtos de sem traços de origem animal”.

pizza_zen

A Segunda Sem Carne é uma campanha que conscientiza as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal para alimentação tem sobre os animais, a saúde e o planeta. A proposta é estimular as pessoas a retirarem a carne das refeições um dia na semana para que experimentem novas receitas e maneiras de se alimentarem.

Villa Roma
Jardins: Alameda Jaú, 1191 – (11) 3060-9556
Tatuapé: Rua Serra de Juréa, 215 – (11) 2092-7374
Funcionamento: terça a quinta: das 17h às 24h, sexta e sábado: das 17h à 1h, domingo: das 18h às 23h

 

Chiquinho Sorvetes lança novos sabores de Cascão Trufado

Espero que você seja como eu, não abre mão de sorvetes, mesmo no inverno. Para incentivar ainda mais este desejo, chegaram às lojas da Chiquinho Sorvetes os novos sabores de Cascão Trufado. Além da versão tradicional, já comercializada atualmente, três novos produtos serão lançados: Cascão Trufado Amendoim, Cascão Trufado Chocoball e Cascão Trufado Brigadeiro.

brigadeiro
Brigadeiro

Os produtos são compostos por cascão de baunilha trufado com calda de chocolate, sorvete Chiquinho nos sabores baunilha, misto ou chocolate, waffer, e, na borda do cascão, calda de chocolate mais confeitos nas opções Amendoim, Chocoball ou Brigadeiro.

chocoball
Chocoball

Embasada no conceito ‘’nem sempre menos é mais’’, a rede desmitifica a famosa expressão e convida os clientes a saíram do simples com o Cascão Trufado. Alguém duvida?

trufados

Informações: Chiquinho Sorvetes

 

Para aproveitar o frio da melhor forma, Tagliatelle no queijo Grana Padano

Tradicional da Itália, o prato é sucesso de público no Brasil

Com as baixas temperaturas, os pratos mais encorpados ganham os cardápios de todo o Brasil. Cremoso e com uma bela produção, a novidade gastronômica do momento na rede La Pasta Gialla é o Tagliatelle no queijo Grana Padano.

Tipicamente italiano e recém-chegado ao país, o prato conquistou o coração dos amantes da gastronomia. O preparo dessa iguaria é feito dentro de um exuberante queijo parmesão, que é flambado e se mescla ao queijo.

pasta

A novidade pode ser encontrada nas unidades La Pasta Gialla de Salvador (BA), Fortaleza (CE), Itaim Bibi, Indaiatuba e Botucatu (SP) e custa até R$ 65,90 (o valor pode variar por unidade participante).

Informações: La Pasta Gialla

 

Festival Não Sou Daki, primeiro encontro de DJs com gastronomia, no Vegan Park

Hoje, 19 de agosto, das 12 hs às 22 horas, o Vegan Park recebe DJs nacionais e internacionais como as DJas FlavYa e Cecilia Yazarra,do projeto Não Sou Daki. O coletivo Não Sou Daki busca divulgar a diversidade musical da América Latina e a World Music, mostrando a integração das culturas que se reúnem em São Paulo, através da arte de discotecagem .

O evento é a prazerosa junção de música e comida da melhor qualidade.

Além de refeições completas e sopas para espantar o friozinho teremos também o melhor do Fast Food Vegan com variados hambúrgueres, hotdog, salgados e doces.

pizza vegniceburgerfondue-chocolate_final

As atrações gastronômicas iniciam às 12 horas e a programação musical às 13 horas com :

Projeções pelo VJ Foga

13:00h – 17:00h – Discotecagem aberta (open turntables). Só chegar com seu vinil e fazer o fervor!
17:00h – 18:15h Selectora Cecilia Yzarra
18:15h – 19:30h Dani Pimenta
19:30h – 20:45h Dj Formiga
20:45h – 22:00h DJ FlavYa

vegan

Entrada gratuita.
Entrada de animais permitida.
Recreação infantil gratuita.

Informações: Vegan Park

Nova sidra premium promete conquistar brasileiros

Diogo Seadon, Felipe Mendonça e João Linhares lançaram no mercado brasileiro a Sina Hard Cider, elaborada com maçãs 100% brasileiras e com receita de John Murray, renomado mestre sidreiro do Reino Unido, radicado na África do Sul. Há tempos muito consumida na Europa, principalmente no Reino Unido, na região francesa da Normandia e no país Basco, a sidra vive uma fase de ampla popularidade e vem também ganhando força no novo mundo. De acordo com o livro “Cider – Hard and Sweet”, do crítico Ben Watson, hoje já são mais de 150 produtores diferentes só nos Estados Unidos.

05_sócios_2

No Brasil, não é diferente. “Após pesquisarmos sobre o mundo da sidra, encontramos o John. Sem titubear, ele aceitou o desafio de criarmos, juntos, uma sidra concebida especialmente para o mercado brasileiro. Sob a sua tutela, chegamos a um produto leve, aveludado e muito elegante. É uma excelente alternativa para quem deseja uma bebida leve e com muita personalidade”, diz Mendonça.

Com graduação alcoólica próxima à da cerveja, de 5%, Sina é engarrafada em embalagens de 275ml e deve ser consumida extremamente gelada, em torno de 1ºC a 3º C, como as cervejas premium. Elaborada com maçãs brasileiras de alta qualidade, e com os melhores insumos disponíveis no mercado, Sina não contém glúten e tem apenas 84 calorias. Sua receita é mantida a sete chaves pelo mestre sidreiro. “Ao mesmo tempo em que a nossa ideia é proporcionar uma experiência única, queremos também oferecer um produto acessível e descomplicado, especialmente concebido para o paladar do brasileiro”, ressalta Seadon.

Visualmente, a Sina pode ser confundida com as cervejas, dada a similaridade à embalagem das long necks. Porém, o conteúdo é bem diferente. Trata-se de uma sidra de maçã com receita desenvolvida para ser consumida em volume. “Conseguimos criar um produto com muita personalidade e ao mesmo tempo leve, refrescante e que não deixa aquela sensação pesada comum em outras bebidas”, destaca Linhares.

Sina_Garrafa

Quando se trata de harmonização, a sidra é muito versátil e segue bem em duas linhas: por semelhança ou por contraste. Dada a sua suavidade, combina perfeitamente com pratos mais leves como peixes e frutos do mar, aves e massas. Por outro lado, a ligeira acidez da maçã contrasta muito bem com pratos mais fortes como carnes de porco, miúdos e a tradicional feijoada brasileira. Além disso, sua refrescância faz da Sina Hard Cider o acompanhamento ideal para os típicos petiscos de boteco.

“As pessoas estão sempre em busca de novas bebidas e os mercados de cervejas, destilados e vinhos já oferecem uma diversidade considerável. Por isso, entendemos que a Sina tem um potencial enorme para crescer e ganhar a preferência desse público”, conclui Linhares. Sina chega ao mercado ao preço médio de R$ 10,00 no varejo e R$ 14,00 em bares e restaurantes.

Sina_balde de gelo

Sina Hard Cider
Teor alcoólico: 5%
Calorias: 84
Glúten free
Preço médio: R$ 10,00 direto ao consumidor / R$ 14,00 em bares restaurantes

 

Paella Valenciana ou Marinheira, delícias do Fuentes por seis décadas

O Fuentes Restaurante, com 64 anos de tradição, é conhecido por seus pratos fartos e delícias típicas da Espanha. Entre os ingredientes coloridos com sabores marcantes, existe um segredo de família em seus temperos, que conquista cada vez mais o paladar dos frequentadores.

O vasto cardápio possui receitas típicas preparadas na hora com condimentos frescos, que servem até quatro pessoas. Além das iguarias oferecidas, a sugestão que mais se destaca em seis décadas é a Paella, nas duas versões: a Valenciana (com mexilhão, vôngole, lula, camarão, frango, bacon e ovos) e a Marinheira (apenas com frutos do mar).

Outras delícias também são frequentemente requisitadas, como o Bacalhau à Espanhola (posta de bacalhau, grão de bico, pimentão e molho de tomate), o Puchero (batatas, repolho, grão de bico, couve, carne vermelha, frango, lombo, costela suína, linguiça e bacon) e a Caldeirada (ensopado de abadejo com mexilhão, vôngole camarão miúdo, batata e grão de bico).

Paella.jpg

Para acompanhar os pratos do Espanhol Fuentes, um bom vinho e a refrescante “sangria” (vinho tinto com mix de frutas) nunca saem de cena. O restaurante funciona durante o dia (somente para o almoço), exceto em datas especiais em que acontece a “Noite Espanhola” com apresentação de dança típica.

Fuentes Restaurante – Rua do Seminário, 149 – Centro – Funcionamento: De segunda a quarta, das 11h às 15h30 / quinta e sexta, das 11h às 15h30 / sábado e domingo, das 11h às 16h

 

 

 

Lá na Vila promove a segunda edição do Superbazar e Evento Pet

Evento acontece neste final de semana, no Alto da Boa Vista, zona sul de São Paulo

Nesse final de semana (19 e 20 de agosto), o Lá na Vila promove a segunda edição do Super Bazar e Evento Pet. No espaço, especialmente organizado para a ocasião, é possível encontrar artesanatos, roupas, jóias, bijuterias, doces, comidas orgânicas e veganas, petiscos vegetarianos e integrais, decoração e presentes em geral e artigos diferenciados, inclusive para seu pet.

Dentre os expositores estão: Atelier Receitas da Vovó, Cores e Sabores Geleias, Sweet Velvet Doceria Gourmet, Tarty Bolos e Doces, Gerlanda Felicidade, Regina Martinez Calçados, Green Choice Design, Plantare, Rosa Zurilla Joalheria Artesanal, CB Atelier, Atelier Marília Fontana, Renata Valentie Pulseiras e Acessórios Femininos, ADora Artes Scrapbooks, It Order, Monec San, Art Sann, Peça Básica, Maria Anthonieta, Que Padre, Lindas Fit. By Helô, Vivalen Moda Feminina, Toda Toda, Elza De Cesare Multimarcas, Grace Kelly Jóias Folheadas, Savá Acessórios, Renata Cirelli Acessórios, Crystalli By Maya, A Villa Do Lar, NYC Lingerie, Jeunesse, Mary Kay, Doux Vivi, Dolce Estupendo, Spice Splice, Balas Caramelizadas, Atelier Maggie Arte Feliz Cartonagem, Cheesecake Lovers, Dona Celina Pão de Queijo Artesanal, Origens Grechi, Paveria da Família, Básico Pra Cachorro, JM Arts, Docg, Empório Ghattas, Divino Grão, Casa do Chocolate e Cia, La Torta, Linda Vessatti Designer, Atelier Cereja, Rivarteira Mandalas e Casa Athenas Aromas.

Durante o evento, será realizado o sorteio da rifa solidária, em prol da Casa de Repouso Doce Vida.

Os ganhadores levarão para casa uma bola de futebol e uma camisa do Santos autografada pelo rei Pelé. “A Casa De Repouso Doce Vida é um espaço que acolhe idosos diagnosticados com a doença de Alzheimer, e assim buscam oferecer toda a assistência necessária para os idosos que não possuem recursos para o tratamento dessa doença, além dos que já residem ali. Nós nos sensibilizamos com a causa, e assim organizamos essa rifa superespecial onde todo o dinheiro arrecadado será revertido em fraldas, medicamentos, alimentos e produtos de higiene”, destaca a idealizadora do evento, Fabíola Sarsano Ferreira.

A ONG AILA (Aliança Internacional do Animal) também estará presente no evento, promovendo a doação de filhotes de cães e gatos.

A ONG Luz de Sophia estará ali também vendendo lindas camisetas e canecas em prol das crianças que sofrem de epidermólise bolhosa. São 47 crianças assistidas pela entidade.

A entrada do evento é um quilo de ração ou fraldas que serão doadas às ONGs.

Serviço:
Super Bazar e Evento Pet
Local: Empório Brasil Marcenaria
Endereço: Avenida Vereador José Diniz, 1228 – Alto da Boa Vista
Data: 19 e 20 de agosto
Horário: das 10h30 às 20h
Contato: contato@lanavilabazar.com.br ou (11) 96852-7844
Entrada do evento: 1 kg de ração ou fraldas
Estacionamento com manobrista

Vila Madalena faz festa para comemorar seus 124 anos

Todos concordam que depois dos 100 anos ninguém comemora aniversário, mas o bairro da Vila Madalena, em São Paulo – que segundo pesquisas é considerado como o 14º bairro mais descolado do mundo – foi ficando tão jovem com o passar do tempo e recebe com os braços abertos tantos fiéis frequentadores, tanta tribo diferente, que resolveu fazer uma grande festa de aniversário no dia 19 de agosto, quando completa 124 anos.

A matriz da festa será na casa da sua padroeira – a primeira igreja do bairro, fundada em 1951- a Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, que ganhará muitos presentes neste aniversário do bairro. A Savima – Sociedade Amigos da Vila Madalena – resolveu dar uma cara nova para a paróquia:

– a primeira parte da sua revitalização, com a limpeza e restauração da fachada realizada pelo arquiteto Rubens Parada, da Construtora Pedra Forte, que é um entusiasta do bairro e tem como princípio preservar a identidade e harmonia da arquitetura da Vila;

– um novo paisagismo com a participação especial das crianças do projeto Flores no Cimento, idealizado por Diego Lahóz;

– uma galeria de arte a céu aberto no seu entorno, com a criação – por vários artistas – de artes sacras e a história da Vila Madalena, com a curadoria do conceituado grafiteiro Binho Ribeiro;

Binho Ribeiro-Grafiteiro
O grafiteiro Binho Ribeiro

– sob a coordenação da empresa Kekka, será feito um lounge na matriz para o evento, desenvolvido e executado por três importantes escritórios de arquitetura, o Estúdio Urbhá (sucessoras de Fernanda Marques), Cota Ateliê e Lia Guedes, neta de Joaquim Guedes – responsável pela arquitetura da Igreja Matriz – uma feliz e inusitada coincidência. A concepção e execução do projeto foi feita em sintonia com os fornecedores do mercado de decoração e as obras de arte, que serão expostas no local, de artistas conceituados entre pintores, fotógrafos, escultores e designers. Shows de música serão realizados no palco do lounge.

Matriz da Festa – Paróquia de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo

Igreja N S Madalena revitalizada - Viva Vila

E no dia da festa, mais um presente será dado a todos os moradores e frequentadores da Vila, uma projeção de Vídeo Mapping espetacular na fachada da igreja, by PrixelGraphic & LigaLight. Os temas serão a história da Vila Madalena, de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, além de algumas imagens para alusão do que será criado na galeria de arte aberta.

A organizadora do evento, Françoise Di Pasquale, diretora da The Ideah Comunicação, revela que a comemoração, no dia 19 de agosto, terá uma extensa programação. “A festa terá show de bandas de jazz e rock, samba de roda, artistas de rua e circenses transitando pelas principais ruas do bairro, passeio ciclístico com a turma do Pedal da Vila Madalena, exposição de arte e música com a participação de vários artistas no lounge da festa, e também a participação de bares, restaurantes e lojas, que darão descontos e regalos ao público. Vai ter até um grande bolo da Villa Grano de parabéns para a Vila, no encerramento da projeção do Video Mapping”, revela.

Às 15 horas, na matriz da igreja, será feita uma cerimônia em homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores – Prefeitura de Pinheiros, CET, Secretaria da Cultura, Construtora Pedra Forte e Policia Militar – com a presença de Paulo Matias, Prefeito Regional de Pinheiros.

A estimativa de público neste dia, entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, é de aproximadamente 100 mil pessoas.

Programação – Dia 19 de Agosto – das 10hs às 22hs:
. 10h30 – Saída da matriz – Passeio ciclístico com o Pedal da Vila Madalena – com 200 ciclistas participantes – num período de 1h30m com paradas estratégicas.
. 10h às 22h – Matriz – Espaço gastronômico com Foodtrucks e estandes de culinária.
. 10h às 22 h – Matriz – Lounge – Exposição de arte com a participação dos artistas plásticos: Bill Soares,Vera Rocha, Gustavo Prata, Renato Jardim, Luiza Zaroni, Cynthia Loeb, Ceres Art, Rafael Faustino e Rosane Viegas. Shows de música.
. 10h às 22 h – Matriz – Área externa da igreja – Grafites de Arte Sacra sob a curadoria do grafiteiro Binho Ribeiro 
. 11h às 17h – Artistas de rua, músicos e artistas circenses, circularão entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, entre as ruas Rodésia, Inácio Pereira da Rocha, Madalena e Mourato Coelho, onde os bares e restaurantes participantes estarão sinalizados com flags coloridos (veja detalhes no blog do site da Vila).
. 15h – Matriz – Cerimônia de homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores.
. 17h – Matriz – Missa de Ação de Graças em comemoração ao aniversário da Vila Madalena.
. 18h30 – Matriz – Início da Projeção de Vídeo Mapping na fachada da igreja, com duração de aproximadamente três horas. O Vídeo mapping poderá ser apreciado também do lado de dentro da igreja onde se refletirá a projeção através dos vitrais dando a sensação de estar dentro de um caleidoscópio.
. 20h30 – Filmagem da projeção será transmitida no telão da rua Aspicuelta e em todos os comércios participantes com TV.
. 21h – Contagem regressiva para encerramento das festividades com o parabéns simultâneo com bolo simbólico e projeção entre os participantes de todo o bairro.

A Vila de todos os tempos

O Sítio do Buraco era de um fazendeiro da região e de suas três filhas: Ida, Beatriz e Madalena, cada uma batizou uma região do sítio que mais tarde se tornariam vilas de São Paulo. Dizem que um pedaço da Vila Madalena pertencia a Luís Santos Dummont, irmão de Santos Dummont.

Onde hoje é o Fórum de Vila Madalena era o campo de futebol do time 7 de setembro, depois os campinhos foram para onde hoje são prédios do BNH. A diversão dos moradores e amigos era frequentar nos finais de semana os três campos de futebol, onde a atração eram os times do Leão do Morro, 7 de setembro e 1º de Maio.

A Sociedade Amigos da Vila Madalena foi fundada em 1949. “ Depois de alguns anos com atividades sempre em defesa do bairro, a Savima, como é chamada até hoje, se instalou num salão entre as ruas Wizard e Fidalga e promovia todo mês um baile mensal para os sócios, convidando cantores famosos que faziam sucesso na rádio, entre eles a Hebe Carmago. A Savima foi a primeira e é até hoje uma das mais importantes associações do bairro e também promotora do evento Viva Madalena 124 anos”, relata Cássio Calazans de Freitas, atual presidente da entidade.

A linha 28 do bonde de São Paulo, iniciava na Praça Ramos de Azevedo e tinha seu ponto final na esquina da Rua Teodoro Sampaio com a rua Fradique Coutinho. Finalmente, em 1953, depois de muitos anos de insistência de personalidades do bairro e importante intervenção da Savima, a linha 28 ganhou a placa Vila Madalena.

Por determinação do prefeito Jânio Quadros, os trilhos subiram a rua Fidalga até a Rua Purpurina, onde tinha o seu ponto final, fazendo o retorno pela Fradique Coutinho e voltando até a Praça Ramos de Azevedo. A chegada do bonde deu um novo aspecto às ruas, pois foram todas asfaltadas e iluminadas no seu percurso e no ponto final onde se concentravam, gerando um novo comércio onde se instalaram bares, banca de jornal, padaria e lojas de roupas. O bonde facilitou e muito a vida dos moradores da Vila, que não precisaram mais amassar barro para percorrer as ruas e chegar na rua Teodoro Sampaio.

O auge da Vila Madalena foi com a criação da Paróquia no bairro, criada em 11 de maio de 1951 e comandada pelo padre Olavo Pezzotti. O pároco impulsionou o bairro com projetos sociais e a construção da Igreja Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, pelo Arquiteto Joaquim Guedes em 1956, no mesmo lugar da antiga paróquia.

Já caracterizado como um bairro de classe média e com desenvolvimento considerável, o bairro só perdeu sua tranquilidade quando passou a ser frequentado por estudantes da USP (Universidade de São Paulo), na década de 70. O Empanadas e o Bartolo, por exemplo, eram bares de estudantes universitários e secundaristas.

Aconteciam bailinhos todos os finais de semana na casa de algum morador com vitrola a toda força, grupos de dançarinos e namoros atiçados pelas músicas maravilhosas da época. O pagode começou no Bar do Burú, na rua Purpurina com Girassol. Tocavam por lá, Fundo de Quintal, Dona Ivone Lara, Reynaldo o príncipe do pagode, Digê e tantos outros.

A Vila foi se reestruturando, atendendo às necessidades dos estudantes, do comércio, lojas e, claro, dos bares e restaurantes. Morar e frequentar a Vila passou a fazer parte de uma agitação cultural e intelectual. Dos anos 90 em diante, a Vila sofreu grandes transformações pela chegada do boom imobiliário, tanto em relação aos moradores, que passaram a ser de classe média e alta, quanto aos seus frequentadores.

Este ano o simpático e carismático bairro de São Paulo faz 124 anos de vida e o principal objetivo de seus representantes é garantir o equilíbrio entre ser um importante centro de cultura, arte e lazer e um bom bairro para se morar.

SERVIÇO:
Matriz da festa: Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo
Endereço: Rua Girassol,795 – Vila Madalena – São Paulo.
Data : Dia 19 de Agosto de 2017.
Horário: das 10h às 22h

Informações: Site / Facebook

 

 

Festival Folclórico Vegano em São Paulo

No próximo domingo São Paulo receberá mais um Encontro Vegano JMA temático, desta vez homenageando o Dia do Folclore Nacional – Em Defesa da Fauna e da Flora Brasileira.

Os expositores levarão variedades regionais em versões veganas como baião de dois, feijoada, tapioca, sorvetes, acarajé, bolinho de feijoada, moqueca e coxinha de jaca dentre outras opções; haverá grade com oficinas de culinária e elaboração de produtos ecoveganos para limpeza doméstica, terapias corporais, narração de história para crianças com pintura em tintas ecoveganas indígenas (para jovens, adultos e aplicação em roupas, móveis e residências também), yoga, meditação, e palestras como a da ativista vegana convidada para expor o novo projeto que levará o Veganismo à periferia, demonstrando a importância da horizontalização do movimento nas ruas.

Além da culinária e grade cultural, o bazar terá artesanatos, decoração, roupas, acessórios, cosméticos, itens de higiene, utensílios para o lar, feirinha de hortifrúti orgânicos e adoção consciente de animais através da participação de ONGs e protetores independentes – o espaço receberá doações de ração, medicamentos, fraldas, tapetes higiênicos, cobertores e outros itens para ajudá-los no resgate de animais.

Todas as atividades são gratuitas com entrada franca para toda a família, e todos os produtos no evento são feitos sem ingrediente de origem animal e 100% livres de crueldade, pois também não testam nos bichos ao longo da cadeia produtiva.

Promovido pela JMA J’adore mes amis, o Encontro Vegano ocorre há 3 anos no Estado de São Paulo com mais de 30 edições, sendo referência no movimento vegano e acessível para todos, onde o público conhece empresas de bens e serviços, demonstrando ser possível um estilo de vida sem nenhuma forma de exploração ou crueldade, baseando-se na ética e respeito aos animais.

Programação atividades:

10h às 11h Yoga – Hatha Yóga e a Saúde da Mulher, com Cláudio Duarte
Vegano, adora Yoga, flores e natureza. Ministra cursos para formação de professores de Yoga e aulas em diversos locais na capital e demais estados brasileiros. Desenvolve projetos educacionais e sociais para crianças, adolescentes e mulheres junto a ONGs na Índia e no Brasil.

11h10 – 12h10 Meditação – Somos Paz e Somos Todos Iguais, com Ricardo Henrique
Vegano, instrutor de Hatha Yoga e Yogaterapia, graduando em Licenciatura em Artes Cênicas pela UNESP e pesquisador da Cultura de Paz na Educação. Atende com Yogaterapia, personal Yoga, e realiza vivências ligadas à conexão e descoberta da missão e do propósito de vida de cada Ser.

12h30 às 14h Oficina de Culinária – Feijão Tropeiro Vegano e Paçoca Caseira, com Gustavo de Brito e Alê Oshiro, da AWA Culinária – Awá (auá) do Tupi significa “eu” e “nós”, o senso de unidade, as receitas da Awá não utilizam produtos de origem animal. O trabalho desta “tribo” é zelar pelo frescor dos ingredientes e o preparo artesanal, assegurando uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. Todas as refeições, assim como os queijos, leites, molhos, massas e carnes vegetais, são elaborados pelas próprias mãos deles, assim evitando o consumo de industrializados. A trajetória iniciou-se com um menu de pães, leites e chocolates, e logo o cardápio se multiplicou e hoje possui mais de 60 itens. Os treinamentos elaborados pela equipe são direcionados para aqueles que desejam se aprimorar no preparo de opções veganas, seja para seu empreendimento ou seu dia-a-dia.

14h10 às 15h10 Oficina de Pintura com tintas ecoveganas indígenas para crianças, jovens e adultos, com Márcio Tuiná – o objetivo da oficina é mostrar ao público vegano e interessados em geral que existe a possibilidade de colorir seu mundo – casas, móveis e roupas – com materiais naturais, livres de ingredientes de origem animal e tóxicas derivadas de petróleo. A oficina traz pinturas usadas pelos índios brasileiros e da América, informações de procedência dos materiais, usos, impactos das tintas convencionais etc. O trabalho é lúdico e aberto a crianças acompanhadas dos pais e aborda também a estreita relação entre a cozinha (culinária) e a química das tintas, já que diversos insumos utilizados são comuns às duas áreas, tais como óleos, mandioca, vinagre, gomas, urucum, pectinas, açafrão, cebolas etc.

Márcio Tuiná é vegano, consultor/coaching ambiental e microempreendedor, trabalhou por mais de 15 anos com casas ecológicas, produtos sustentáveis e temas afins, ministrando cursos, palestras e oficinas, dentre outras atividades. Há 07 anos vive entre a roça de Minas Gerais e o mar, pesquisando a cultura popular/rural e indígena, a fauna e a flora brasileira para a elaboração de produtos ecológicos e veganos para o lar, massagem, meditação, visando a autossuficiência, autocuidados, saúde, bem-estar e o despertar da consciência. Proprietário da Tuinaturais, cujo lema é “Compaixão é Harmonia”.

15h30 às 16h30 Palestra – Ativismo: Tradição SIM! Crueldade NÃO! com Magali Navarro – vegana, ativista independente de rua, apesar de já ter participado de alguns grupos em ações diretas. Está iniciando um novo projeto que pretende levar o Veganismo à periferia; mostrando a importância da horizontalização do ativismo de rua.

16h50 às 18h30 Oficina – Elaboração de produtos ecoveganos para limpeza doméstica, com Marcio Tuiná – esta oficina ensina a preparar produtos de limpeza ecoveganos para todos os usos e necessidades domésticas, bem como aromatizadores de ambientes. São usados insumos de uso cotidiano para: limpeza de pias e pisos; limpeza de louças sanitárias; para lavar e amaciar roupas; desinfecção de frutas e verduras. O destaque são os produtos feitos a partir de cinzas de forno a lenha, também conhecidos como sabão de cinzas. Programa geral:

Atoxicidade e eficácia dos materiais naturais para limpeza
Como preparar multiusos com materiais cotidianos
Como fazer sabão de cinzas
Como aromatizar seu sabão com plantas e óleos essenciais
Detergente lava-louças de cinzas (lixívia)
Limpador para pisos, pias e louças sanitárias feito com líquido extraído das cinzas
Como elaborar extratos para aromatização de ambientes e repelentes naturais

Cartaz Facebook

Serviço:
Festival Folclórico Vegano JMA
Rua Joaquim Távora, 605 – Vila Mariana – São Paulo/SP (perto do metrô Ana Rosa)
Dia 20 de agosto – domingo
12h às 20h – yoga e meditação das 10h às 12h
Entrada franca, atividades gratuitas
Acessibilidade com rampa, estacionamento terceirizado no local

2º Festival Nacional do Bacon tem entrada gratuita neste fim de semana

Evento tem a companhia do 9º Festival de Cervejas Artesanais

Sucesso absoluto na primeira edição, o Festival do Bacon está de volta!! E ele vem bem acompanhado pelas cervejarias artesanais que já confirmaram presença no evento. Então anote na agenda: final de semana de 19 e 20, das 10h às 21h, no Memorial da América Latina você tem um compromisso gourmet. E pode ir com toda família, pois no local tem área kids; espaço de quick massage; minisshopping com produtos diversos; e apresentações musicais de cinco bandas por dia no projeto Talentos do Memorial . Tudo isso com entrada gratuita, ao lado da estação metrô/trem Barra Funda, com pontos de ônibus nos arredores, ciclofaixa (em frente) e bicicletário no portão 9, e diversos estacionamentos. Mas lembre-se: se beber, não dirija.

Sabia que é possível saborear uma refeição completa – entrada, prato principal, bebida e sobremesa – com bacon? O suculento toucinho é super versátil e aparece como ingrediente de várias receitas, nacionais ou internacionais. E claro que o bacon estará presente de forma artesanal fatiado em pacote de 300g (R$14,0) ou em peça (R$33,00/kg).

Confira as delícias que estarão no Festival e monte seu cardápio. Vamos começar pelos petiscos? Que tal frango, lombinho, batata ou bolinho de carne enrolados com bacon? As porções variam de R$15,00 a R$20,00. Os pastéis que levam bacon podem ser encontrados nos sabores brasileiro (carne, ovo, queijo, azeitona), por R$10,00; e queijo (R$6,00). Tem até pastel de 30cm de escarola/queijo; brócolis/queijo; e Catupiry por R$10,00. E diversos salgados como coxinha de frango com Catupiry; bolinho de carne; e bolinho de queijo (R$6,00).

Gosta de batatas? Tem fritas com cheddar e bacon (R$20,00 a R$25,00); no cone com cheddar, bacon, parmesão e opcional de um molho (R$15,00 a R$20,00); recheadas – carne, frango, calabresa, estrogonofe de camarão, requeijão – com bacon em cubos (R$20,00 a R$25,00). Se preferir tapioca (R$10,00) tem de ovo frito e tomate; pernil com cebola; muçarela com milho; frango com Caturipy; e escarola com muçarela – todas com bacon. Caso queira um espetinho, pode saborear de carne e queijo enrolados no bacon (R$7,00). Não dispensa um churro? Ele também comparece com o sabor bacon com Catupiry (R$13,00). Se quiser um delicioso crepe no cone com borda de queijo e bacon com recheios de frango, atum e muçarela, entre outros, é só pedir (R$18,00 a R$23,00).

Quem é fã da culinária oriental e de bacon ficará satisfeito no Festival, pois encontrará os dois bem juntinhos: yakisoba de carne, frango ou misto (R$20,00); tempurá de legumes (de R$10,00 a R$13,00); temaki (R$15,00); e guioza suíno (R$10,00/5unidades). Já a gastronomia alemã traz o chucrute com bacon e os salsichões – bovino, branco om salsa, suíno, vitela – grelhados, acompanhados de batata sauté e mostarda escura ou forte (de R$28,00 a R$32,00); kassler (carré suíno defumado e cozido acompanhado de macarrão rústico da Baviera, molho e bacon (R$25,00); e joelho de porco defumado e grelhado, acompanhado de um salsichão (bovino ou branco), batata sauté e chucrute com bacon, e mostardas escura e forte (R$50,00).

E os hambúrgueres? No Festival a variedade é enorme mas uma coisa é comum a todos: o bacon!!! Tem hambúrguer de 150g a 360g (tradicional, Angus, fraldinha bovina, linguiça); com queijo (cheddar, prato, brie, cream cheese); cebola (roxa, caramelizada, onion rings); molhos (barbecue, tártaro, limão); tomate; agrião; maionese; rúcula; e alface; servido no pão tradicional, australiano, com gergelim, de bacon. Os preços ficam entre R$20,00 e R$25,00. O lanche de pernil com cubos de bacon custa R$20,00 e o Gordelícia, lanche enrolado no bacon, R$30,00. Mas se o seu amor pelo bacon for tão forte que basta ele, você pode ficar com a flower de bacon, que é o bacon enrolado em formato de flor (R$5,00).

Aceita um milk-shake? Com bacon, é claro! Tem de leite em pó, creme de avelã ou ainda de brownie com creme de avelã (de R$18,00 a R$25,00). E para completar a refeição, o Festival oferece inúmeras sobremesas com bacon, desde coxinha de brigadeiro (R$6,00); estrogonofe com chocolate e creme de avelã (R$18,00); pizza brownie (R$15,00); coxinha de parmesão e creme de avelã (R$8,00); croquete de brigadeiro (R$8,00); um pedaço de bolo de chocolate (R$12,00); e pastel de Belém; até tapioca – purê de maçã com uvas passas/ doce de leite com muçarela/ chocolate ao leite e muçarela/ banana com queijo ralado (R$10,00). Tem ainda diversas delícias com cobertura opcional de fatia de bacon envolvida por uma casquinha de chocolate: merengue de morango (R$15,00); morango com chantilly (R$13,00); salada de frutas com chantilly e chocolate (R$15,00); ou espetos de morango (R$8,00),maça do amor com chocolate (R$5,00); copinho de brigadeiro (R$6,00); fondue de frutas (R$15,00) com cobertura, se desejar, de flocos de bacon.

Par perfeito

caneca_de_cerveja____rafael_guirro

E tem melhor companhia para o bacon do que cerveja/chope artesanal? Neste casamento perfeito tem 28 cervejarias confirmadas, com mais de 50 tipos de cerveja, que darão as sugestões das que mais combinam com o seu prato Os chopes custam a partir de R$8,00 em copos descartáveis (300, 400 ou 500ml) para tomar no evento, mas tem também garrafas individuais/kits para levar para casa ou presentear amigos cervejeiros.

O 2o Festival Nacional do Bacon e o 9º Festival de Cervejas Artesanais são realizações da Art Shine Promoções e Eventos com apoio cultural da Fundação Memorial da América Latina, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Serviço
2o Festival Nacional de Bacon – Entrada gratuita
Data: 19 e 20 de agosto
Horário: das 10h às 21h
Local: Memorial da América Latina – Praça da Sombra
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Estacionamento: Portões 4 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9