Arquivo da tag: massa

Receita de penne com molho rosé e shitake

A chef Madelaine Seagram, da Fit Food, desenvolveu uma receita especial e de fácil preparo: penne com molho rosé e shitake. Além de prática, a receita foi preparada com todo o o cuidado para ser mais saudável e extremamente saborosa. Confira:

Penne com molho rosé e shitake (porção individual)

Ingredientes

– 250g de Penne Milho e Quinoa FitFood
– 1 xícara de molho de tomate
– 1/2 xícara de leite de amêndoas
– 75g de soft tofu
– 150g de shitake
– 1 colher de sopa de manteiga ghee
– 2 colheres de sopa de shoyu
– Sal, pimenta e azeite a gosto

Modo de preparo

Cozinhe o penne conforme as instruções da embalagem. Em uma frigideira, esquente o ghee com o shoyu. Quando estiver bem quente, coloque o shitake cortado. Deixe cozinhar até o shitake ficar bem molhinho e reserve. Em um processador de alimentos, processe o molho de tomate com o leite de amêndoas e o tofu até adquirir uma consistência cremosa. Despeje por cima do shitake e misture bem. Na hora em que o macarrão estiver pronto, despeje o molho por cima e sirva imediatamente.

Fitfood-Receita penne

Fonte: Fit Food

 

 

Anúncios

Receita de salada de penne

A chef Ana Spengler preparou uma receita especial com massa funcional de milho e quinoa: Salada de Penne. Confira o passo a passo abaixo:

saladadepenne_.png

Salada de Penne da Chef Ana Spengler

Ingredientes

– 1 caixa de macarrão penne de Milho e Quinoa Fit Food (250g)
– 1/2 abacate
– 1/2 xícara de azeite extravirgem
– 1/4 de xícara de água
– 1/2 limão (suco)
– 1 xícara de tomate cereja (cortados ao meio)
– Manjericão
– Tempero Sal Rosa com Ervas para Churrasco SMART

Preparo

Cozinhe o penne e escorra. Bata o abacate com a água, o azeite, o suco de limão e o tempero de sal rosa com ervas. Adicione a mistura de abacate no penne, e junte os tomates e as folhas de manjericão. Sirva em seguida.

saladadepenne_1

Porção: 2 pessoas

 

Deliciosos pratos para comemorar o Dia Mundial do Macarrão

Ainda há muitas pessoas que não sabem, mas um dos pratos mais populares da gastronomia tem um dia em sua homenagem. Durante a primeira edição do Congresso Mundial da Pasta, na Itália, em 1995, foi decretado que todo dia 25 de outubro seria comemorado o Dia Mundial do Macarrão.

E para celebrar a data, nada melhor do que se deliciar com uma boa massa. Confira abaixo um roteiro com sugestões de locais para provar algumas delícias:

Olive Garden (Shopping Center Norte – Tv. Casalbuono, 120 – Vila Guilherme e Aeroporto Internacional de Guarulhos – Terminal 3)

olive_garden___spring_whole_penneolive_garden____fettuccine_alfredoolive_garden___penne_capreseolive_garden___spaghetti_meatsauce

Especializado na culinária italiana, entre as pedidas está o Fettucine Alfredo (R$49), que leva o cremoso molho à base de queijo parmesão tradicional da casa; já o Spaghetti with Meat Sauce (R$49) é composto pelo tradicional molho de carne do Olive Garden temperado com alho e ervas. Para quem prefere massa integral a sugestão é o Spring Whole Penne (R$53) – que é acompanhado por brócolis, mix de pimentões e tomate cereja, cobertos com um delicioso molho butter wine. A opção sem glúten fica por conta do Caprese Penne (R$53), que leva molho pesto, tomate cereja, mozzarella de búfala e manjericão.

Red Lobster (Aeroporto Internacional de Guarulhos – Terminal 2)

red_lobster___cajun_chicken_linguini_alfredo

Com diversos pratos voltados aos fãs de peixes e frutos do mar o restaurante também oferece massas, e entre elas o famoso macarrão. Vale experimentar o Shrimp Linguini Alfredo (R$65), que leva uma generosa porção de camarões assados, mergulhados no cremoso molho garlic Alfredo, e o Cajun Chicken Linguini Alfredo (R$59), composto por um delicioso peito de frango temperado ao melhor estilo cajun, servido sobre uma generosa porção de linguini ao molho Garlic Alfredo.

Viena Delish (Shopping Iguatemi – Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232 – Jardim Paulistano, São Paulo)

viena_delish___penne___salmA_oviena_delish___linguine_ao_pesto (1)

Recém-inaugurado, o Viena Delish revisita o clássico Viena com a proposta de trazer as principais tendências internacionais à unidade instalada no Shopping Iguatemi. O restaurante traz em seu menu criações do chef Du Cabral (ex Eataly), e entre as delícias para comemorar o dia do macarrão estão o Linguine ao Pesto de manjericão, burrata e tomate cereja confitado (R$52); o Penne & Salmão (R$54), penne e cubos de salmão defumado, cobertos por suave creme de dill; e o Penne Pomodoro (R$39) (opcional sem glúten ou linguine), que é composto pelo penne pomodoro com ricota fresca, manjericão e azeite extra virgem.

 

Dia da Massa: Spoleto comemora a data em 356 restaurantes

Comemorado em vários países do mundo, 25 de outubro é o Dia da Massa, data que deu início ao 1º congresso Mundial de Pasta, realizado em Roma, em 1995. O prato tornou-se um dos principais na mesa do brasileiro, tanto que ganhou uma data especial para comemorar o seu delicioso sabor.

São nos spaghettis, fettuccines e pennes (clássicos da culinária italiana) que a homenagem deste dia recai, em receitas que levam a massa seca como ingrediente principal. Como um legítimo restaurante italiano e a maior rede do gênero no país, o Spoleto presenteia o consumidor no Dia da Massa.

Penne menor

Esse ano, na compra de qualquer massa italiana tradicional (penne, penne integrale, spaghetti e fettuccine), o cliente ganhará outro prato no mesmo tamanho.O cliente não precisa escolher os mesmos ingredientes e o mesmo molho nos dois pratos. A receita pode ser diferente desde que sejam massas italianas no tamanho tradicional.

Para ajudar na escolha, a chef Andréa da Conceição sugere duas opções. O Spaghetti ao molho bolognesa, um clássico da culinária italiana que leva, molho italiano em sua receita original, ingredientes frescos, carne, temperos, mais seis a oito ingredientes ao gosto do cliente (a partir de R$ 20,90). E a grande novidade do menu o molho pomodoro – molho à base de tomates 100% italianos, que pode acompanhar qualquer massa tradicional e vem com seis a oito ingredientes (a partir de R$ 20,90).

Spaghetti Bolognesa Clássico_2

A promoção é válida para todos os 356 restaurantes da rede, enquanto durarem os estoques.

Informações: Spoleto

 

 

 

 

Hoje é o Dia do Macarrão: prove um preparado dentro de um parmesão

Macarrão é bom, agora imagine feito dentro de um enorme queijo parmesão… Essa é a dica do Les 3 Brasseurs – gastrobar francês localizado no Itaim – para homenagear o Dia do Macarrão, comemorado hoje, 25 de outubro. O La Parmigiana é um fettuccine preparado dentro de uma roda de parmesão, com azeite trufado, flambado e servido com molho de cogumelos, de tomate ou gorgonzola.

A sugestão não poderia ser melhor, é o tipo de prato que o preparo é um show e causa burburinho no ambiente, atraindo olhares curiosos e celulares para fazer fotos e vídeos. “Quando as pessoas das mesas ao lado veem como ele é feito, sempre algum outro cliente acaba pedindo também. É de dar água na boca, mesmo”, conta Joy Veronez, gerente do Les 3 Brasseurs. “É um dos nossos pratos mais pedidos”, diz.

Quando o garçom começa a raspar o queijo de 45 cm de diâmetro já desperta a curiosidade. Algumas lascas de parmesão para degustação aguçam a vontade. A seguir chega o fettuccine quentinho, gentilmente acomodado dentro do queijo, em cima das raspas e regado com azeite trufado. O “efeito especial” é o fogo do flambado com cachaça. Para finalizar, saboroso molho por cima. O La Parmigiana é feito para o mínimo de 2 pessoas e custa R$ 45,00 por pessoa.

macarrão no queijo.jpg

O Dia Mundial do Macarrão foi criado no dia 25 de outubro de 1995, durante o I World Pasta Congress (Congresso Mundial de Macarrão), realizado em Roma, que reuniu os principais fabricantes do mundo. Desde então, a data é comemorada em diversos países.

Les 3 Brasseurs – Rua Jesuíno Arruda, 470, Itaim Bibi, São Paulo, SP

 

 

Festival do Hambúrguer artesanal na massa de pizza começa neste mês

De 18 a 31 de outubro, o restaurante e pizzaria Família Presto promove a 3ª edição do Presto Burguer Fest

 

Festivais gastronômicos costumam alegrar o dia de qualquer um que adore a união de boa comida e reunião de amigos. Conhecido por suas combinações únicas em pizzas e eventos como Festival do Escondidinho, o restaurante e pizzaria Família Presto começa na segunda quinzena de outubro, com novidades no cardápio.

Caminhando para a terceira edição, a partir do dia 18 de outubro, a casa abre temporada do Presto Burguer Fest, evento que recebe o público nas noites de 4ª e 5ª feiras para provar o hambúrguer artesanal na massa de pizza, que nesta edição terá sete sabores para a escolha. “A receita é uma ideia minha, inspirada nos foodtrucks norte-americanos. Utilizamos um blend de carnes especiais, garantindo um hambúrguer suculento e gostoso”, comenta André Cotta, chef e proprietário da casa.

Combinação de sabores

A terceira edição volta trazendo os sabores que foram aclamados pelo público no ano passado. Cotta comenta que apesar de ter a aprovação do público, gosta de surpreender os visitantes com novidades. “Esse ano a novidade fica por conta do sabor que combina cebola caramelizada, cheddar, mussarela, tomate e parmesão”. Vale lembrar que a apetitosa receita pode ser provada no salão da casa ou em casa, fazendo o pedido por delivery. O Festival permanece no cardápio das quartas e quintas feiras até 31 de novembro. Neste ano, o valor de cada hambúrguer será R$ 36,00, exceto o clássico, que custará R$ 34,00.

familia presto.png

Sabores que retornam nesta edição :

Moderninho: hambúrguer de 180g artesanal, Muzzarela, cebola caramelizada, cream cheese, molho de tomate gratinado com queijo gorgonzola.

Clássico: hambúrguer de 180g artesanal, molho de tomate e mussarela gratinados com molho de tomate e provolone.

Salada: hambúrguer de 180g artesanal, mussarela, tomate confit, pesto de rúcula, molho de tomate gratinado com parmesão.

Tio Sam: hambúrguer de 180g artesanal, mussarela, ovos, bacon gratinados com molho de tomate e parmesão.

Holandês: hambúrguer de 180g artesanal, Muzzarela, cogumelo holandês levemente temperado com alho e shoyu, queijo Brie, gratinado com molho de tomate e parmesão.

Informações: Família Presto

 

 

Mês dos Clássicos no Eataly

Sempre com uma programação especial para o mês, em setembro o Eataly escolheu o Pão e a Pizza como tema. Para isso, diversas ações e promoções estão programadas durante todo o período.

Marca registrada do Eataly, um dos itens de sucesso do complexo gastronômico são os pães produzidos diariamente com farinhas biológicas da Mulino Marino e com fermento de 18 anos trazidos diretamente da Itália, pelo padeiro da casa, Marco di Roma. Em setembro, será possível apreciar um couvert especial com os mais variados tipos de pães: ciabatta, pão de farinha de trigo duro tipo semolina, pão de farinha integral pão rústico com grãos. Todos acompanhados com azeite italiano e ao preço de R$ 5,50.

Já a pizza, presente em dois restaurantes do Eataly, a Pizza Romana, de massa leve, crocante, sequinha e vendida em pedaços, e a tradicional pizza napolitana, na Rossopomodoro, eleita uma das melhores pizzarias de São Paulo, terá o Pizza Stellata, um evento dedicada a ela no dia 19 de setembro com curso seguido de jantar e chefs convidados.

pizza romana gustavo delgado
Pizza Romana – Foto: Gustavo Delgado

Confira a programação de setembro:

Settimane Della Gastronomia di Eataly

Nas últimas três semanas de setembro, o Eataly trará para o Brasil os melhores e mais icônicos pratos da cozinha italiana que foram criados e implantados nos diversos Eatalys da Itália pelo valor fixo de R$25,00.

Dentre as delícias italianas estão: a Cotoletta nei Grissini, corte de contra filé empanado e frito com pedaços de grissinis italianos, originário de Milão de destaque no La Carne e a Pasta all’ amatriciana, massa italiana com molho de tomate, guanciale e pimenta peperoncino, original da Comune de Amatrice, disponível no La Pasta.

spaghetti_amatriciana___foto_gustavo_delgado____dsc_0775
Spaghetti amatriciana – Foto: Gustavo Delgado

Roma Caput Mundi

Recentemente o Eataly inaugurou um restaurante totalmente dedicado a pizza romana, um estilo de pizza não muito conhecido e difundido em São Paulo. Inspirado pelo dito “todas as estradas levam a Roma”, muito popular na Itália, o Eataly apresenta o “Roma Caput Mundi”, onde chefs convidados de diversos estilos culinários irão personalizar e criar novas receitas de pizza, celebrando a gastronomia multi cultural da cidade.

Nesta semana é a vez do chef executivo do Eataly, José Barattino com a Pizza Pinin que é feita com stracciatella, copa piacentina e rúcula; e do chef Roberto Ravioli, que apresenta sua pizza Sofia Loren, com creme de pistache, mozzarella e mortadela italiana.

Nas duas últimas semanas, os chefs convidados serão: Oscar Bosch, que traz a Mallorquina, sobrasada pirineus, queijo taleggio, ovo de codorna e mel e Arthur Sauer, que criou a Oli, feita com gorgonzola dolce, figo, redução de balsâmico, e brotos de beterraba. Já o André Mifano vai preparar a pizza Alessandra, que leva tomate, presunto royale, pecorino romano, alho poró, mel temperado com semente de mostarda.

Pizza Stellata

Dando continuidade ao Roma Caput Mundi, no dia 19 de setembro a partir das 20 horas, o Eataly apresenta o Pizza Stellata, onde o mestre padeiro Marco Di Roma dará um curso de pizza seguido de jantar com os chefs convidados e suas respectivas pizzas.

Durante o jantar, os chefs farão um show cooking explicando suas inspirações e os ingredientes escolhidos para a criação da sua receita, enquanto os convidados apreciam as pizzas harmonizadas com vinhos italianos.

Para participar, basta adquirir os ingressos pelo site Foodpass pelo valor de R$100,00. Mais informações pelo e-mail eventos@eatalycom.br

Festa Pizza, pane e dolci

Nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, os amantes de pizza e pães terão uma festa inteira dedicada a essas guloseimas com a presença dos melhores padeiros e doceiros da cidade, em uma festa na parte externa do Eataly.

Entre os trucks e barraquinhas de pães artesanais, pizzas, focaccias e doces, já confirmaram presença: a padeira Iza Tavares com pães diversos e Marcos Carneiro com pão de centeio com pequi; o nosso padeiro Marco Di Roma com os melhores pães do Eataly e outros pequenos produtores; a B.Lem Bakery com os tradicionais pastéis de Belém, mini travesseiros, cestinhos de amêndoas e ovos moles; os deliciosos brownie e cookies sem glúten da famosa Isabela Akkari; os brigadeiros da Brigadeiros by Cousins; a Venchi com os clássicos doces italianos; e mais convidados. Para fechar com chave de ouro, teremos comidinhas napolitanas de rua com pizzas fritas do chef André Guido, da Pizza Leggera, e a Grazie Napoli Pizzeria.

Para bebericar, a cervejaria Madalena traz o seu colorido truck com chopps artesanais e sucos naturais da Blissimo.

Durante o evento, também haverá workshops exclusivos e gratuitos com o tema do mês: No sábado 30 de setembro terá cursos de pães e no domingo, dia 1 de outubro, pizza romana. Todos os workshops terão 1 hora de duração e as inscrições podem ser feitas antecipadamente pelo e-mail cursos@eataly.com.br

Cursos

Além dos workshops, com temas como risotos, pastas frescas ou ainda aula para pais e filhos, a ScuoladiEataly apresenta uma aula exclusiva sobre pizza. No dia 30, o chef Ricardo Marino ministra o curso “Pizza em Casa” em diversos sabores. Além da massa artesanal e molho de tomate, os alunos irão aprender a fazer pizza sabores: queijos, presunto parma com erva-doce, pepperoni e a tradicional margherita. O valor por pessoa é de R$160.

fachada eataly
Fachada do Eataly – Foto: Gustavo Delgado

Para mais informações, enviar e-mail para cursos@eataly.com.br e ingressos no Foodpass.

Para aproveitar o frio da melhor forma, Tagliatelle no queijo Grana Padano

Tradicional da Itália, o prato é sucesso de público no Brasil

Com as baixas temperaturas, os pratos mais encorpados ganham os cardápios de todo o Brasil. Cremoso e com uma bela produção, a novidade gastronômica do momento na rede La Pasta Gialla é o Tagliatelle no queijo Grana Padano.

Tipicamente italiano e recém-chegado ao país, o prato conquistou o coração dos amantes da gastronomia. O preparo dessa iguaria é feito dentro de um exuberante queijo parmesão, que é flambado e se mescla ao queijo.

pasta

A novidade pode ser encontrada nas unidades La Pasta Gialla de Salvador (BA), Fortaleza (CE), Itaim Bibi, Indaiatuba e Botucatu (SP) e custa até R$ 65,90 (o valor pode variar por unidade participante).

Informações: La Pasta Gialla

 

Aprenda a fazer pizza marguerita de macarrão

A equipe de culinaristas da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) ensina a preparar pizza marguerita de macarrão. Fica saborosa, com uma apresentação incrível e é uma ótima sugestão, seja para uma festa ou reunião entre amigos e família. Experimente.

Pizza marguerita de macarrão Abimapi

Ingredientes
Massa
250 gramas de massa de ovos no formato argolinha ou caramujinho cozida al dente
1 colher das de chá de caldo de legumes em pó 0% de gordura
2 ovos grandes, batidos
2 colheres das de sopa de requeijão firme ou cream cheese
2 colheres das de sopa de farinha de rosca
1 colher das de sopa de queijo parmesão, ralado
Sal e pimenta do reino ao seu gosto

Cobertura
500 gramas de molho de tomate industrializado ou caseiro
300 gramas de queijo tipo muçarela, ralado
1 tomate em fatias ou tiras
2 colheres das de sopa de queijo parmesão ralado fino
Azeitonas ao seu gosto
Folhas frescas de manjericão ao seu gosto

Modo de preparo
Coloque a massa em uma tigela, acrescente o caldo em pó, os ovos batidos, o requeijão, a farinha de rosca, o queijo parmesão, o sal, a pimenta, misture bem e reserve.
Unte com azeite uma forma grande para pizza, acomode a massa, cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por 10 minutos.
Retire o papel alumínio, coloque o molho de tomate, o queijo muçarela, as fatias de tomate, o queijo parmesão, as azeitonas e volte ao forno para derreter os queijos. Retire do forno coloque o manjericão e sirva a seguir.

pizza-marguerita-de-macarrao-34732

Dica: use forma de fundo removível ficará mais fácil para desenformar
Rendimento: 04 porções
Grau de dificuldade: fácil
Tempo de preparo: 40 minutos
Calorias Totais (kcal): 603,0
Carboidratos (g): 62,5
Proteínas (g): 30,8
Gorduras (g): 25,5
Fibras (g): 3,9

Fonte: Abimapi

Saiba como harmonizar o vinho com pratos típicos do inverno

Especialista em harmonização, o sommelier Rodrigo Bertin ensina de forma simples como acertar na combinação

Inverno é tempo de ir pra cozinha preparar os pratos quentinhos e típicos dessa estação. E não tem bebida melhor pra combinar do que o vinho. E justamente para te ajudar a harmonizar sem frescura, que o especialista em harmonizações e sommelier Rodrigo Bertin  traz dicas de vinhos que casam perfeitamente com quatro pratos que não podem faltam nos invernos brasileiros.

Pipoca: pipoca, por ser feita em óleo ou manteiga, possui uma leve gordura que deixa nossa boca oleosa. Por isso, necessita um vinho com acidez para “limpar”. Outro elemento presente na pipoca é o sal, assim devemos tomar um certo cuidado, pois ele faz com que os vinhos encorpados fiquem com sensação mais forte na nossa boca. Portanto, a melhor opção seria um vinho mais jovem, com acidez alta e pouco encorpado, como um tinto leve como a pinot noir ou então um branco não muito aromático, como o Chardonnay, por exemplo.

Massas: O que manda nas harmonizações com massas são os molhos, se você se atentar a isso não terá dificuldades. Molhos mais fortes e gordurosos pedem vinhos mais potentes (na maioria dos casos use o tinto), já molhos mais leves e delicados combinam com vinhos igualmente leves (tintos leves ou brancos). Não se esqueça que o molho de tomate contém acidez alta e o vinho ideal neste caso deve também conter acidez equiparada. Por isso opte sempre por um vinho mais jovem de safras mais recentes.

Feijoada: Esse prato é um dos mais difíceis de harmonizar pela complexidade de elementos presente na feijoada, mas é possível sim. Temos o gosto forte do feijão e das carnes, o ácido do vinagrete e da laranja e os acompanhamentos mais básicos como o arroz e a farofa. Para “conversar” bem com tudo isso, utilizamos um espumante brut que se dá muito bem pois limpa a gordura com as borbulhas, equipara a sua acidez com a do prato e não atropela o sabor das bases, pois é bem leve. Tente essa harmonização, pois além de muito saborosa vai ajudar você na digestão do prato.

Fondue: esse é outro prato que muda muito a opção ideal de acordo com a diversidade do fondue. Fundue de queijo contém gordura que precisa de acidez e não combinaria com um vinho de muita potência, pois não é tão pesado. Portanto uma boa dica é o vinho branco mais elaborado (como o Chardonnay) ou um tinto leve (Merlot). Fondue de carne precisa de um tinto mais encorpado (como Cabernet Sauvignon) e se for a carne com caldo de legumes, pode ser um tinto mais leve (Carmenère). Já o Fondue de chocolate não tem erro, basta pegar um vinho também doce, como vinho do porto, espumante moscatel e colheita tardia. Se você for fazer uma sequência de Fondue com os três tipos de uma vez, ou você vai trocando o vinho a cada etapa ou pega um vinho coringa que possa se “adaptar” a todas essas variações como um tinto leve e bem frutado ou um espumante semi seco.