Arquivo da tag: milho

Arroz, trigo, milho e cevada – por que consumi-los?

Os grãos fazem parte da nossa alimentação há milhares de anos e têm um papel muito importante dentro da dieta. Eles são a semente do cereal, e entre eles estão o arroz, o milho, o trigo, a aveia, o centeio e a cevada. Por serem fontes de carboidrato, têm como principal papel fornecer energia para o organismo. Além disso, possuem proteínas, lipídios, minerais e fibras.

Os grãos podem ser consumidos cozidos inteiros ou por meio de seus derivados, como a farinha, que pode ser refinada – feita apenas da parte interna do grão, ou integral – com o grão completo. As farinhas dão forma a grande parte dos produtos que são fontes de carboidratos – pães, bolos, massas, tortas e bebidas como a cerveja.

pão integral bellanapoli

Os grãos e seus derivados são a principal fonte de energia e, quando consumidos com alimentos fontes de proteínas e gorduras boas, compõe uma alimentação saudável. O pão feito de trigo, centeio, cevada e milho pode ser consumido no café da manhã ou nos lanches intermediários, acompanhado de frios magros, leite e derivados desnatados e frutas frescas ou secas.

A nutricionista Beatriz Botequio, da Equilibrium Consultoria e consultora do Sabe Portal, cita os quatro benefícios do consumo de grãos:

cerebro

Mais energia: o carboidrato é a principal fonte de energia para o organismo e fornecedor de glicose para o cérebro exercer as suas funções.

coração de pétalas

Menor risco de doenças do coração: por serem fontes de fibras, o consumo de grãos integrais pode contribuir para a saúde do coração.

pao-integral-com

Aliado contra diabetes: estudos apontam que a ingestão de fibra insolúvel, encontrada no grão integral, está associada a menor risco de diabetes tipo 2.

cereais cafe da manhã pixabay
Pixabay

Favorece a saúde intestinal: as fibras também são aliadas do intestino, pois ajudam a melhorar a formação e eliminação das fezes.

 

 

Anúncios

Receita de Curau de Milho Verde

Nada melhor para deixar o fim de semana mais gostoso do que uma receita de sobremesa fácil e deliciosa. Pois a rede Divino Fogão ensina a fazer sua receita de curau de milho verde, uma das mais queridas do público. Veja o passo a passo:

Ingredientes

2 latas de milho verde
1 litro de leite
1 pitada de sal
1 xícara chá de açúcar
5 colheres sopa de amido de milho
Canela em pó para decorar

Modo de preparo

Bata no liquidificador o milho com ½ litro de leite. Coe e coloque novamente o líquido no liquidificador e junte o restante do leite, o sal, o açúcar e o amido de milho. Despeje na panela e cozinhe no fogo por 25 minutos mexendo sem parar. Coloque potes individuais. Polvilhe canela em pó. Sirva.

divino_fogao

Tempo de Preparo: 30 minutos.
Rendimento: 10 porções

Fonte: Divino Fogão

Receitas de bolos para festas juninas: Milho Verde Orgânico e Batata Doce

Junho está acabando, mas o clima de festa junina continua forte! Época de alegria e danças, com fogueiras, bolos quentinhos e muitas comidas gostosas para aquecer o frio do inverno. Além das tradicionais comidas como canjica, pé de moleque, milho cozido, pamonha etc, os bolos também marcam presença na festa e conquistam o paladar dos “caipirinhas”.

Pensando nisso,  que tal mudar e fazer um bolo de batata doce? A receita é de Cecília Victório, sócia fundadora da rede de franchising Bolos da Cecília. Abaixo, o passo a passo, simples e rápido, de como fazer um bolo delicioso e levar o clima junino para casa.

Bolo de Batata Doce por Cecília Victório, da Bolos da Cecília

Ingredientes

500 g batata doce
240 g  ovos (ligeiramente batidos)
50 g margarina
25 g açúcar refinado
200 g de leite condensado
40 g de coco ralado
40 g fermento em pó

Preparação da forma:
8 g margarina
8 g de farinha de trigo

• Reserve uma forma de aproximadamente 20cm
• Passe a margarina com pincel no fundo da forma. As laterais deverão ser untadas somente até a metade.
• Polvilhe com a farinha de trigo de maneira que cubra toda a parte amanteigada das formas

Modo de fazer

• Coloque as batatas com casca numa panela com água e leve para cozinhar
• Quando estiverem cozidas, escorra a água
• Retire a casca delicadamente com a faca e amasse grosseiramente as batatas ainda quentes deixando pequenos pedaços sem amassar
• Deixe esfriar

bolo de bata doce

Preparo da Massa
• Acrescente às batatas amassadas, os ovos, a manteiga, o açúcar, o leite condensado e mexa com o fuê sem bater todos os ingredientes até obter uma mistura homogênea
• Se na massa forem encontrados pequenos pedaços de batata, deixe-a assim
• Junte o coco ralado e mexa novamente até incorporá-lo
• Por último, acrescente o fermento em pó e mexa delicadamente sem bater
• Despeje a massa na forma já untada e enfarinhada
• Leve ao forno pré-aquecido a 180° por 35 minutos. Para saber o ponto certo, fure o bolo com um palito. Se sair limpo, está assado
• Retire do forno e deixe o bolo esfriar totalmente
• Passe levemente uma faca nas laterais para que elas se desprendam
• Use um disco ao desenformar o bolo e deixe-o na posição virado para cima. E pronto!

 

Bolo de Milho Verde Orgânico Sem Glúten

Que tal aprender uma receita de bolo de milho diferente? A Ghee Banqueteria criou um cardápio especial para as festividades juninas. Entre todas as opções de comidinhas, docinhos e bebidas típicas, como muffin de milho com ragu de frango caipira e requeijão, miniarepa com pernil desfiado, canjica, bombocado, entre outros, destaque para uma opção sem glúten, como o Bolo de Milho Verde Orgânico.

Bolo de Milho Verde Orgânico Sem Glúten

Ingredientes
250g. de milho cozido
100ml. de água do cozimento
200g. de leite de coco
5 ovos
90g. de milharina
400g. de açúcar
14g. de fermento em pó

Modo de preparo
Cozinhe as espigas de milho retire os grãos.
Coloque todos ingredientes no liquidificador e bata até ficar homogêneo.
Em uma forma untada despeje a massa e leve ao forno médio pré aquecido e deixe assar por aproximadamente 40 min.

bolo de milho

 

 

 

Mais dicas de pratos saudáveis para as festas juninas

Estamos em uma época de muitas delícias típicas: as festas juninas. Mas, será que é possível aproveitar todas as opções sem sobrecarregar o organismo ou prejudicar o comportamento gastrointestinal? A resposta é sim.

Seja milho verde, amendoim, arroz doce ou bolos, é possível aproveitar a ocasião e se cuidar ao mesmo tempo. “Neste período é comum muita gente consumir alimentos diferentes dos que ingere no dia a dia. Isto é ótimo, pois com equilíbrio pode-se aproveitar a grande diversidade culinária dessa festa”, afirma Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Fleury Medicina e Saúde. No entanto, vale seguir algumas recomendações para preparar a culinária típica do festejo sem deixar a saúde de lado.

– Milho: cozido, assado ou grelhado é uma boa pedida. Aproveite para fazer um sal de ervas misturando a mesma proporção de sal com uma ou mais de ervas que te agradam, por exemplo, sal com orégano, e salpique sobre o milho. Outra opção é usar somente as ervas, também fica uma delícia. Se quiser dê um toque com manteiga e aproveite!

Corn on the cob

– Pamonha ou curau de milho verde? Preparações com milho, o curau pode ser feito com leite desnatado. Caso haja necessidade ambos podem ser adoçados com menos açúcar ou pode-se utilizar o açúcar light ou adoçante culinário para diabéticos.

pamonha

– Pipoca: lembre que é hora de cozinhar, use a panela e não o micro-ondas. A pipoca não precisa de muito óleo ou manteiga para estourar. Se interessar dá até pra fazer a pipoca sem nenhum tipo de gordura. Para isto você deve esquentar muito bem a panela, colocar o milho e mexer bem para que ela estoure sem grudar. Outra dica é maneirar no uso do sal, aqui também vale fazer uso do sal de ervas e/ou das ervas propriamente ditas, bem como de especiarias (curry, cúrcuma, páprica picante, pimenta do reino, dentre outras).

pipoca xandert
Foto: Xandert/Morguefile

– Mungunzá e outros doces: nesses preparos também podemos substituir o leite integral por leite desnatado. Dê preferência às versões light de creme de leite e leite condensado. O arroz doce, por exemplo, pode ser feito com o grão integral. As dicas em relação ao açúcar se adequam aqui também.

arroz doce tape

– Bolos: além das dicas acima, tire proveito de ingredientes naturais, como a mandioca e o milho, de preferência o natural. Com ingredientes in natura eles ficam mais saudáveis e saborosos.

Bolo de mandioca

– Amendoim: cozido, assado ou como base no preparo de outros pratos. É rico em gordura de boa qualidade, sendo ótimo para quem quer repor a energia após as danças juninas. Caso opte pela versão cozida, uma preparação tradicional, tenha atenção para o modo de conservação. Certifique-se da qualidade da água usada para cozinhar o amendoim. Depois, conserve em geladeira por no máximo três dias. Tenha atenção na procedência do amendoim, pois caso haja umidade na pós-colheita ou dependendo da forma de armazenamento, pode haver a formação de um fungo que produz uma substância chamada aflatoxina, que é maléfica ao organismo.

Paçoca-659x371

– Cuscuz: vale adicionar legumes, como cenoura ralada e abobrinha, e deixar de lado ervilha e milho enlatados, bem como outros produtos industrializados. Prefira os legumes e vegetais frescos. Dessa forma, adicionamos fibras e reduzimos a quantidade de sódio e conservantes.

minicuscuz

– Licores: quer seguir a tradição e degustar um licor de jenipapo? Apenas fique atento à quantidade, devido ao alto teor alcoólico e grande concentração de açúcar. Por isso, devem ser consumidos com moderação.

licor
Foto: jenipapodo7c.blogspot.com.br

Fonte: Fleury Medicina e Saúde

Comidas típicas das festas juninas têm nutrientes bons à saúde

Festa junina é uma comemoração típica que está relacionada à igreja Católica, uma vez que as comemorações estão ligadas aos santos dessa religião. Além das danças em volta da fogueira de São João, as comidas são os destaques da comemoração. Além disso, a festividade tem um papel importante na alimentação, uma vez que a partir de um equilíbrio entre os alimentos típicos podem ser obtidos os macronutrientes que o organismo necessita.

Os produtos mais encontrados na alimentação das festas juninas são o milho e o amendoim. Com origem mexicana, o milho é um alimento que possui alto valor energético, e que serve de base para o preparo de quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas, como a canjica, curau, bolo, mingau de milho e o próprio milho cozido. O amendoim é originário da América do Sul, além de ser um dos principais cultivos da África, fazendo parte de vários pratos da culinária.

cuca_de_amendoim___em_alta_web_

A nutricionista da CISE – Clínica Integrada Santo Expedito Luana Simões pontua sobre os valores nutricionais e benefícios desses alimentos à saúde. “O milho é um alimento energético, fonte de folato e tiamina responsáveis pela produção de glóbulos vermelhos e por auxiliar o sistema nervoso em sua atividade de transmissão de mensagens pelos neurônios. Rico em fibras, ajudando a manter o bom funcionamento do intestino. Possui vitaminas A e C, e minerais como ferro e potássio”, diz.

Receita-Bolo-de-Milho

O milho proporciona ainda outros benefícios à saúde, entre eles: proteção das células; redução de níveis do colesterol; ajuda a controlar o açúcar no sangue, previne problemas cardíacos e retarda o envelhecimento. Já o amendoim é fonte de vitamina E, e um excelente antioxidante, com ação preventiva no envelhecimento precoce, contém ferro e ácido fólico, ambos essenciais na dieta de gestantes para a boa formação do bebê. Outro ponto que merece destaque é que as iguarias são fontes de tiamina, também conhecida como vitamina B1, é uma vitamina hidrossolúvel que pertence ao complexo B.

Consumo moderado

doces juninos.png

Luana Simões explica, também, que, além das calorias a mais, os alimentos comumente ingeridos durante as festas juninas também podem influenciar no colesterol alto e na taxa de glicose. “Apesar de serem nutritivos, os pratos típicos das festividades juninas à base de milho e de amendoim são calóricos, portanto, devem ser consumidos com cautela, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar”, afirma.

“O cuidado deve ser redobrado nas preparações, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar. Mas, sabendo dosar, nada mais gostoso que experimentar a canjica, a paçoquinha e o irrecusável pé-de-moleque”, complementa.

Fonte: CISE – Clínica Integrada Santo Expedito

Dica de receita: canjica

Seja para levar na Festa Junina ou para consumir em casa com amigos e parentes, uma das receitas mais típicas de junho é a canjica. E a Mondial ensina uma receita prática e rápida dessa delícia. Confira:

Ingredientes
250g de milho branco para canjica
1 pau de canela
3 cravos-da-índia (tempero a gosto)
250ml de leite de coco
1 lata de leite condensado
100ml de creme de leite fresco ou de caixinha
300g de açúcar (tempero a gosto)

Modo de preparo
Lave os grãos de milho em um escorredor e coloque-os na Panela Eletrônica de Pressão com o pau de canela e os cravos, e em seguida, adicione a água, deixando o milho submerso. Cozinhe-os por 40 minutos aproximadamente. Após o intervalo, retire os grãos da panela e veja se os grãos estão macios. Se necessário coloque mais água e volte a cozinhar por mais 10 minutos. Abra a panela com cuidado e acrescente o leite de coco e o condensado. Misture bem, prove e adicione o açúcar a gosto. Deixe cozinhar por mais 10 minutos com a panela aberta para engrossar um pouco. Adicione o creme de leite no fim e mexa bem. Sirva quente.

canjica.jpg

Produto utilizado: Panela Eletrônica de Pressão Pratic Cook Premium PE-12

• Possui seis funções programáveis
• 2 válvulas de segurança
• Display digital
• Acompanha cuba removível
• Prepara feijão, carnes, sopas, legumes, arroz e muito mais

panela mondial

Preço sugerido: R$ 359,90

Fonte: Mondial

Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas das festas juninas

As comidas típicas das festas juninas podem ser deliciosas, mas é preciso estar atento ao consumo de sódio, açúcar e gordura. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo recomenda alguns cuidados para consumir as receitas – e aproveitar melhor as festividades.

De acordo com Etelma Maria Mendes Rosa, nutricionista da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), o consumo desses pratos típicos deve ser moderado devido à quantidade calórica das preparações. “É preciso fazer uma restrição de consumo ou, se houver possibilidade, preparar as receitas em casa, reduzindo a quantidade de açúcar, de sal ou até mesmo de gordura, dependendo da preparação”, enfatizou.

Alternativas para preparações mais saudáveis e nutritivas:

Milho Verde: cereal fonte de carboidrato contém grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais. Procure consumir com pouco sal e pouca manteiga.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Pinhão: rico em fibras e minerais como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Possui também ácidos graxos como ômega 6 e 9. Além de ser naturalmente muito saudável, deve ser cozido somente em água.

Pinhao cunha tur
Foto: Cinha Tur

Cuscuz: preparado com farinha de milho, pode ser feito com legumes, ovos, atum, tornando-se um prato bastante nutritivo.

Cuscuz-Paulista2-659x371

Pipoca: cereal integral que, sem excesso de sal ou gordura, é rico em fibras, possui vitaminas E, B1, B2 e os carotenoides, considerados antioxidantes. Além disso, contém minerais como cálcio, sódio, iodo, ferro, zinco, manganês, cobre, selênio, crômio, cobalto, cádmio e fósforo. Em casa, prepare-o no micro-ondas para evitar o uso de óleo; coloque o milho da pipoca dentro de um refratário; leve ao micro-ondas com a tampa própria do aparelho doméstico; deixe de 2 a 4 minutos em potência alta; acrescente pouca quantidade de sal.

PIPOCA

Batata doce: fonte de carboidratos contém magnésio, fósforo, potássio e vitaminas A, B, C, K e E. Pode ser assada no forno, basta embrulhá-la, depois de lavada inteira e com casca, em papel alumínio e levá-la para assar por 50 minutos aproximadamente.

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Arroz doce e Canjica: cereais com fonte de carboidrato. Se preparados com menos açúcar e sem leite condensado, são bem nutritivos. Algumas alternativas para conferir mais sabor são queimar o açúcar no momento do preparo e adicionar raspas de laranja ou canela.

arroz doce tape

Curau e pamonha: fontes de carboidratos. Normalmente levam na composição leite e açúcar. Evite incluir no preparo manteiga, gordura vegetal e leite de coco, pois deixam a preparação ainda mais calórica.

pamonha

Bolo de milho: fonte de carboidrato, leva na composição ingredientes proteicos como leite e ovos. No caso de preparações caseiras, experimente prepará-lo com metade do açúcar da receita e utilize óleos vegetais no lugar da gordura vegetal, da margarina ou mesmo da manteiga.

Receita-Bolo-de-Milho

Vinho quente e quentão: são calóricos por conter álcool e grande quantidade de açúcar, por isso, vale a pena moderar o consumo. Nos preparos caseiros, existem opções sem álcool, utilizando gengibre, casca de laranja, sucos de frutas como laranja, maçã, abacaxi, maracujá, suco de uva integral e as especiarias como, canela e cravo-da-índia.

vinho quente sem vinho

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

Aproveite os benefícios do milho com receitas zero açúcar

Considerado um dos alimentos mais antigos e consumidos em todo o mundo, o milho proporciona vários benefícios para saúde como o controle da diabetes e redução da hipertensão, contribuindo também para prevenção de doenças cardíacas.

Além disso, o cereal fornece as calorias necessárias para o metabolismo e é fonte de vitaminas A, B, E e de vários minerais. Seu elevado teor de fibras contribui ainda para a prevenção de doenças digestivas e seus antioxidantes atuam como agentes anticancerígenos, prevenindo doenças degenerativas como o Alzheimer e retardando o envelhecimento.

Para aproveitar todos esses benefícios, as nutricionistas da Lowçucar elaboram três receitas tradicionais da culinária brasileira em versões diet e light que podem ser uma ótima para a hora do lanche. Confira:

Bolo de Milho Especial Zero Açúcar

Receita-Bolo-de-Milho.jpg

Ingredientes:
3 ovos (150g)
4 espigas de milho verde (300g)
3/4 xícara (chá) farinha de trigo (90g)
1 1/2 xícara (chá) de leite desnatado (300ml)
1 1/2 xícara (chá) de Adoçante Culinária Lowçucar (157g)
1/2 xícara (chá) de óleo (100 ml)
1 colher (sopa) fermento químico em pó (12g)
Goiaba diet picada em cubos (100g)

Modo de preparo:
Corte os grãos do milho e bata no liquidificador com leite até ficar homogêneo. Passe em uma peneira. Em seguida bata o líquido com ovos, o óleo e a farinha de trigo. Transfira para um recipiente, acrescente o adoçante e misture bem. Adicione o fermento e mexa delicadamente. Coloque em uma forma para pudim de 21 cm de diâmetro untada, distribua a goiabada e leve ao forno pré-aquecido à 180ºC por aproximadamente 50 minutos. Deixe esfriar, desenforme e sirva.

Rendimento: 24 porções de 50g com 63 Kcal cada

Curau Zero Açúcar

receita-curau-zero-acucar

Ingredientes:
8 espigas de milho verde (800g)
1 1/4 xícara (chá) de Adoçante Culinária Lowçucar (132g)
3 1/2 xícara (chá) de leite desnatado (700ml)
1/2 colher (sopa) rasa de margarina culinária (10g)

Modo de preparo:
Em um recipiente corte os grãos do milho. Em seguida bata no liquidificador com um pouco de leite. Com uma peneira, coe essa mistura na própria panela que for usar, acrescente o restante do leite, o adoçante e a margarina. Misture bem para dissolver o adoçante e leve ao fogo mexendo sem parar. Mantenha a fervura por alguns minutos. Despeje em um recipiente, sirva quente ou frio. Se desejar, polvilhe canela.

Rendimento: 20 porções de 75g com 72 Kcal cada

Pamonha de Forno Light

pamonha_de_forno

Ingredientes:
6 ovos (300g)
1 colher (sopa) de Açúcar Light Magro (12g)
1 embalagem de Pó Para Preparo de Sobremesa Sabor Leite Condensado Lowçucar Zero Adição de Açúcares (220g)
600g de milho verde
1 embalagem de leite de coco light (200ml)
2 colheres (sopa) de queijo ralado tipo parmesão
Suco de 1 limão

Modo de preparo:
Prepare o leite condensado conforme as instruções da embalagem. Em seguida, acrescente o restante dos ingredientes e bata até homogeneizar. Despeje em uma forma retangular de 35 x 25 cm, untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Leve para assar em forno pré-aquecido à 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

Rendimento: 28 porções de 60g com 77 Kcal cada

Fonte: LIGHTSWEET

Lámen com sabor de festa junina

O mês de junho é um dos mais saborosos do ano graças às festas juninas, que trazem inúmeras iguarias deliciosas, como o milho. Para incrementar o seu Lámen com esse ingrediente tão típico dessas comemorações, a Nisssin Foods do Brasil ensina a preparar o Nissin Cremoso com Creme de Milho. Confira:

Ingredientes:
• 1 embalagem de Nissin Lámen Cremoso;
• 300 gramas de milho em conserva (bata metade no liquidificador com ½ xícara (chá) de água e reserve);
• 1 colher de sopa de margarina;
• 2 colheres de sopa de cebola picada;
• 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
• 1 colher de chá de sal;
• 1 colher de chá de noz moscada;
• 240 ml de leite;
• 1 colher de sopa de cebolinha verde picada.

Modo de preparo:
• Leve a manteiga ao fogo, junte a cebola e refogue;
• Acrescente a farinha de trigo e o leite sem parar de mexer;
• Junte o milho, bata a mistura no liquidificador e leve ao fogo para engrossar;
• Prepare o Nissin Lámen Cremoso conforme instrução na embalagem;
• Coloque por cima da massa cozida o creme de milho e a cebolinha verde picada. Sirva a seguir.

nissin

Rendimento: 2 porções.

Fonte: Nissin

Estrela das festas juninas, curau ajuda a adoçar dias frios

Junho é o mês da colheita do milho e das festas juninas. O que há em comum entre eles é que não há celebração junina sem receitas à base do ingrediente. Como muitas das tradições brasileiras, a comemoração, com origem em Portugal, nasceu de uma mistura entre tradições pagãs e cristãs.

Já o milho foi descoberto há mais de sete mil anos em ilhas próximas ao litoral mexicano e seu nome significa “sustento da vida”. Segundo o antropólogo e autor do livro Caminhos de açúcar, Raul Lody, este grão é fácil de ser cultivado e consumido e por isso se espalhou rapidamente pelo mundo. “Os índios brasileiros faziam seu plantio e com a chegada dos portugueses surgiram novos pratos com o ingrediente”, conta Lody.

Nas festas juninas, os pratos com milho são as estrelas, como o curau, receita originada da mistura entre um pudim europeu e o mingau. O preparo é similar ao da canjica do Nordeste e a diferença entre os dois é que “o curau não leva manteiga, nem cravo e canela em pau. Pode-se, contudo, polvilhar a canela em pó depois de pronto. Além do que, o prato deve ter a consistência de um mingau”, explica o antropólogo.

Ele ainda ressalta que todos os doces destas comemorações podem e devem ser aproveitados: “Honrar tradições faz parte da construção da memória coletiva”.

Ingredientes:
• 5 espigas de milho maduro;
• 1 xícara de açúcar;
• 1 pitada de sal;
• 800ml de leite;
• Canela em pó.

Modo de preparo:
1. Descasque e limpe as espigas;
2. Corte os grãos da espiga com uma faca tendo cuidado para não cortar o sabugo do milho, se não o preparo vai amargar;
3. Passe em um processador de alimentos o milho juntamente com a metade do leite.
4. Passe a massa numa peneira fina;
5. Numa panela, acrescente a massa de milho, o resto do leite, o açúcar e coloque o sal.
6. Leve para fogo, mexa sem parar até que cozinhe;
7. Tire do fogão assim que o curau atingir a consistência de mingau.

curau doce equilibrio.jpg

Fonte: Campanha Doce Equilíbrio