Arquivo da tag: milho

Mais dicas de pratos saudáveis para as festas juninas

Estamos em uma época de muitas delícias típicas: as festas juninas. Mas, será que é possível aproveitar todas as opções sem sobrecarregar o organismo ou prejudicar o comportamento gastrointestinal? A resposta é sim.

Seja milho verde, amendoim, arroz doce ou bolos, é possível aproveitar a ocasião e se cuidar ao mesmo tempo. “Neste período é comum muita gente consumir alimentos diferentes dos que ingere no dia a dia. Isto é ótimo, pois com equilíbrio pode-se aproveitar a grande diversidade culinária dessa festa”, afirma Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Fleury Medicina e Saúde. No entanto, vale seguir algumas recomendações para preparar a culinária típica do festejo sem deixar a saúde de lado.

– Milho: cozido, assado ou grelhado é uma boa pedida. Aproveite para fazer um sal de ervas misturando a mesma proporção de sal com uma ou mais de ervas que te agradam, por exemplo, sal com orégano, e salpique sobre o milho. Outra opção é usar somente as ervas, também fica uma delícia. Se quiser dê um toque com manteiga e aproveite!

Corn on the cob

– Pamonha ou curau de milho verde? Preparações com milho, o curau pode ser feito com leite desnatado. Caso haja necessidade ambos podem ser adoçados com menos açúcar ou pode-se utilizar o açúcar light ou adoçante culinário para diabéticos.

pamonha

– Pipoca: lembre que é hora de cozinhar, use a panela e não o micro-ondas. A pipoca não precisa de muito óleo ou manteiga para estourar. Se interessar dá até pra fazer a pipoca sem nenhum tipo de gordura. Para isto você deve esquentar muito bem a panela, colocar o milho e mexer bem para que ela estoure sem grudar. Outra dica é maneirar no uso do sal, aqui também vale fazer uso do sal de ervas e/ou das ervas propriamente ditas, bem como de especiarias (curry, cúrcuma, páprica picante, pimenta do reino, dentre outras).

pipoca xandert
Foto: Xandert/Morguefile

– Mungunzá e outros doces: nesses preparos também podemos substituir o leite integral por leite desnatado. Dê preferência às versões light de creme de leite e leite condensado. O arroz doce, por exemplo, pode ser feito com o grão integral. As dicas em relação ao açúcar se adequam aqui também.

arroz doce tape

– Bolos: além das dicas acima, tire proveito de ingredientes naturais, como a mandioca e o milho, de preferência o natural. Com ingredientes in natura eles ficam mais saudáveis e saborosos.

Bolo de mandioca

– Amendoim: cozido, assado ou como base no preparo de outros pratos. É rico em gordura de boa qualidade, sendo ótimo para quem quer repor a energia após as danças juninas. Caso opte pela versão cozida, uma preparação tradicional, tenha atenção para o modo de conservação. Certifique-se da qualidade da água usada para cozinhar o amendoim. Depois, conserve em geladeira por no máximo três dias. Tenha atenção na procedência do amendoim, pois caso haja umidade na pós-colheita ou dependendo da forma de armazenamento, pode haver a formação de um fungo que produz uma substância chamada aflatoxina, que é maléfica ao organismo.

Paçoca-659x371

– Cuscuz: vale adicionar legumes, como cenoura ralada e abobrinha, e deixar de lado ervilha e milho enlatados, bem como outros produtos industrializados. Prefira os legumes e vegetais frescos. Dessa forma, adicionamos fibras e reduzimos a quantidade de sódio e conservantes.

minicuscuz

– Licores: quer seguir a tradição e degustar um licor de jenipapo? Apenas fique atento à quantidade, devido ao alto teor alcoólico e grande concentração de açúcar. Por isso, devem ser consumidos com moderação.

licor
Foto: jenipapodo7c.blogspot.com.br

Fonte: Fleury Medicina e Saúde

Comidas típicas das festas juninas têm nutrientes bons à saúde

Festa junina é uma comemoração típica que está relacionada à igreja Católica, uma vez que as comemorações estão ligadas aos santos dessa religião. Além das danças em volta da fogueira de São João, as comidas são os destaques da comemoração. Além disso, a festividade tem um papel importante na alimentação, uma vez que a partir de um equilíbrio entre os alimentos típicos podem ser obtidos os macronutrientes que o organismo necessita.

Os produtos mais encontrados na alimentação das festas juninas são o milho e o amendoim. Com origem mexicana, o milho é um alimento que possui alto valor energético, e que serve de base para o preparo de quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas, como a canjica, curau, bolo, mingau de milho e o próprio milho cozido. O amendoim é originário da América do Sul, além de ser um dos principais cultivos da África, fazendo parte de vários pratos da culinária.

cuca_de_amendoim___em_alta_web_

A nutricionista da CISE – Clínica Integrada Santo Expedito Luana Simões pontua sobre os valores nutricionais e benefícios desses alimentos à saúde. “O milho é um alimento energético, fonte de folato e tiamina responsáveis pela produção de glóbulos vermelhos e por auxiliar o sistema nervoso em sua atividade de transmissão de mensagens pelos neurônios. Rico em fibras, ajudando a manter o bom funcionamento do intestino. Possui vitaminas A e C, e minerais como ferro e potássio”, diz.

Receita-Bolo-de-Milho

O milho proporciona ainda outros benefícios à saúde, entre eles: proteção das células; redução de níveis do colesterol; ajuda a controlar o açúcar no sangue, previne problemas cardíacos e retarda o envelhecimento. Já o amendoim é fonte de vitamina E, e um excelente antioxidante, com ação preventiva no envelhecimento precoce, contém ferro e ácido fólico, ambos essenciais na dieta de gestantes para a boa formação do bebê. Outro ponto que merece destaque é que as iguarias são fontes de tiamina, também conhecida como vitamina B1, é uma vitamina hidrossolúvel que pertence ao complexo B.

Consumo moderado

doces juninos.png

Luana Simões explica, também, que, além das calorias a mais, os alimentos comumente ingeridos durante as festas juninas também podem influenciar no colesterol alto e na taxa de glicose. “Apesar de serem nutritivos, os pratos típicos das festividades juninas à base de milho e de amendoim são calóricos, portanto, devem ser consumidos com cautela, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar”, afirma.

“O cuidado deve ser redobrado nas preparações, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar. Mas, sabendo dosar, nada mais gostoso que experimentar a canjica, a paçoquinha e o irrecusável pé-de-moleque”, complementa.

Fonte: CISE – Clínica Integrada Santo Expedito

Dica de receita: canjica

Seja para levar na Festa Junina ou para consumir em casa com amigos e parentes, uma das receitas mais típicas de junho é a canjica. E a Mondial ensina uma receita prática e rápida dessa delícia. Confira:

Ingredientes
250g de milho branco para canjica
1 pau de canela
3 cravos-da-índia (tempero a gosto)
250ml de leite de coco
1 lata de leite condensado
100ml de creme de leite fresco ou de caixinha
300g de açúcar (tempero a gosto)

Modo de preparo
Lave os grãos de milho em um escorredor e coloque-os na Panela Eletrônica de Pressão com o pau de canela e os cravos, e em seguida, adicione a água, deixando o milho submerso. Cozinhe-os por 40 minutos aproximadamente. Após o intervalo, retire os grãos da panela e veja se os grãos estão macios. Se necessário coloque mais água e volte a cozinhar por mais 10 minutos. Abra a panela com cuidado e acrescente o leite de coco e o condensado. Misture bem, prove e adicione o açúcar a gosto. Deixe cozinhar por mais 10 minutos com a panela aberta para engrossar um pouco. Adicione o creme de leite no fim e mexa bem. Sirva quente.

canjica.jpg

Produto utilizado: Panela Eletrônica de Pressão Pratic Cook Premium PE-12

• Possui seis funções programáveis
• 2 válvulas de segurança
• Display digital
• Acompanha cuba removível
• Prepara feijão, carnes, sopas, legumes, arroz e muito mais

panela mondial

Preço sugerido: R$ 359,90

Fonte: Mondial

Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas das festas juninas

As comidas típicas das festas juninas podem ser deliciosas, mas é preciso estar atento ao consumo de sódio, açúcar e gordura. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo recomenda alguns cuidados para consumir as receitas – e aproveitar melhor as festividades.

De acordo com Etelma Maria Mendes Rosa, nutricionista da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), o consumo desses pratos típicos deve ser moderado devido à quantidade calórica das preparações. “É preciso fazer uma restrição de consumo ou, se houver possibilidade, preparar as receitas em casa, reduzindo a quantidade de açúcar, de sal ou até mesmo de gordura, dependendo da preparação”, enfatizou.

Alternativas para preparações mais saudáveis e nutritivas:

Milho Verde: cereal fonte de carboidrato contém grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais. Procure consumir com pouco sal e pouca manteiga.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Pinhão: rico em fibras e minerais como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Possui também ácidos graxos como ômega 6 e 9. Além de ser naturalmente muito saudável, deve ser cozido somente em água.

Pinhao cunha tur
Foto: Cinha Tur

Cuscuz: preparado com farinha de milho, pode ser feito com legumes, ovos, atum, tornando-se um prato bastante nutritivo.

Cuscuz-Paulista2-659x371

Pipoca: cereal integral que, sem excesso de sal ou gordura, é rico em fibras, possui vitaminas E, B1, B2 e os carotenoides, considerados antioxidantes. Além disso, contém minerais como cálcio, sódio, iodo, ferro, zinco, manganês, cobre, selênio, crômio, cobalto, cádmio e fósforo. Em casa, prepare-o no micro-ondas para evitar o uso de óleo; coloque o milho da pipoca dentro de um refratário; leve ao micro-ondas com a tampa própria do aparelho doméstico; deixe de 2 a 4 minutos em potência alta; acrescente pouca quantidade de sal.

PIPOCA

Batata doce: fonte de carboidratos contém magnésio, fósforo, potássio e vitaminas A, B, C, K e E. Pode ser assada no forno, basta embrulhá-la, depois de lavada inteira e com casca, em papel alumínio e levá-la para assar por 50 minutos aproximadamente.

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Arroz doce e Canjica: cereais com fonte de carboidrato. Se preparados com menos açúcar e sem leite condensado, são bem nutritivos. Algumas alternativas para conferir mais sabor são queimar o açúcar no momento do preparo e adicionar raspas de laranja ou canela.

arroz doce tape

Curau e pamonha: fontes de carboidratos. Normalmente levam na composição leite e açúcar. Evite incluir no preparo manteiga, gordura vegetal e leite de coco, pois deixam a preparação ainda mais calórica.

pamonha

Bolo de milho: fonte de carboidrato, leva na composição ingredientes proteicos como leite e ovos. No caso de preparações caseiras, experimente prepará-lo com metade do açúcar da receita e utilize óleos vegetais no lugar da gordura vegetal, da margarina ou mesmo da manteiga.

Receita-Bolo-de-Milho

Vinho quente e quentão: são calóricos por conter álcool e grande quantidade de açúcar, por isso, vale a pena moderar o consumo. Nos preparos caseiros, existem opções sem álcool, utilizando gengibre, casca de laranja, sucos de frutas como laranja, maçã, abacaxi, maracujá, suco de uva integral e as especiarias como, canela e cravo-da-índia.

vinho quente sem vinho

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

Aproveite os benefícios do milho com receitas zero açúcar

Considerado um dos alimentos mais antigos e consumidos em todo o mundo, o milho proporciona vários benefícios para saúde como o controle da diabetes e redução da hipertensão, contribuindo também para prevenção de doenças cardíacas.

Além disso, o cereal fornece as calorias necessárias para o metabolismo e é fonte de vitaminas A, B, E e de vários minerais. Seu elevado teor de fibras contribui ainda para a prevenção de doenças digestivas e seus antioxidantes atuam como agentes anticancerígenos, prevenindo doenças degenerativas como o Alzheimer e retardando o envelhecimento.

Para aproveitar todos esses benefícios, as nutricionistas da Lowçucar elaboram três receitas tradicionais da culinária brasileira em versões diet e light que podem ser uma ótima para a hora do lanche. Confira:

Bolo de Milho Especial Zero Açúcar

Receita-Bolo-de-Milho.jpg

Ingredientes:
3 ovos (150g)
4 espigas de milho verde (300g)
3/4 xícara (chá) farinha de trigo (90g)
1 1/2 xícara (chá) de leite desnatado (300ml)
1 1/2 xícara (chá) de Adoçante Culinária Lowçucar (157g)
1/2 xícara (chá) de óleo (100 ml)
1 colher (sopa) fermento químico em pó (12g)
Goiaba diet picada em cubos (100g)

Modo de preparo:
Corte os grãos do milho e bata no liquidificador com leite até ficar homogêneo. Passe em uma peneira. Em seguida bata o líquido com ovos, o óleo e a farinha de trigo. Transfira para um recipiente, acrescente o adoçante e misture bem. Adicione o fermento e mexa delicadamente. Coloque em uma forma para pudim de 21 cm de diâmetro untada, distribua a goiabada e leve ao forno pré-aquecido à 180ºC por aproximadamente 50 minutos. Deixe esfriar, desenforme e sirva.

Rendimento: 24 porções de 50g com 63 Kcal cada

Curau Zero Açúcar

receita-curau-zero-acucar

Ingredientes:
8 espigas de milho verde (800g)
1 1/4 xícara (chá) de Adoçante Culinária Lowçucar (132g)
3 1/2 xícara (chá) de leite desnatado (700ml)
1/2 colher (sopa) rasa de margarina culinária (10g)

Modo de preparo:
Em um recipiente corte os grãos do milho. Em seguida bata no liquidificador com um pouco de leite. Com uma peneira, coe essa mistura na própria panela que for usar, acrescente o restante do leite, o adoçante e a margarina. Misture bem para dissolver o adoçante e leve ao fogo mexendo sem parar. Mantenha a fervura por alguns minutos. Despeje em um recipiente, sirva quente ou frio. Se desejar, polvilhe canela.

Rendimento: 20 porções de 75g com 72 Kcal cada

Pamonha de Forno Light

pamonha_de_forno

Ingredientes:
6 ovos (300g)
1 colher (sopa) de Açúcar Light Magro (12g)
1 embalagem de Pó Para Preparo de Sobremesa Sabor Leite Condensado Lowçucar Zero Adição de Açúcares (220g)
600g de milho verde
1 embalagem de leite de coco light (200ml)
2 colheres (sopa) de queijo ralado tipo parmesão
Suco de 1 limão

Modo de preparo:
Prepare o leite condensado conforme as instruções da embalagem. Em seguida, acrescente o restante dos ingredientes e bata até homogeneizar. Despeje em uma forma retangular de 35 x 25 cm, untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Leve para assar em forno pré-aquecido à 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

Rendimento: 28 porções de 60g com 77 Kcal cada

Fonte: LIGHTSWEET

Lámen com sabor de festa junina

O mês de junho é um dos mais saborosos do ano graças às festas juninas, que trazem inúmeras iguarias deliciosas, como o milho. Para incrementar o seu Lámen com esse ingrediente tão típico dessas comemorações, a Nisssin Foods do Brasil ensina a preparar o Nissin Cremoso com Creme de Milho. Confira:

Ingredientes:
• 1 embalagem de Nissin Lámen Cremoso;
• 300 gramas de milho em conserva (bata metade no liquidificador com ½ xícara (chá) de água e reserve);
• 1 colher de sopa de margarina;
• 2 colheres de sopa de cebola picada;
• 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
• 1 colher de chá de sal;
• 1 colher de chá de noz moscada;
• 240 ml de leite;
• 1 colher de sopa de cebolinha verde picada.

Modo de preparo:
• Leve a manteiga ao fogo, junte a cebola e refogue;
• Acrescente a farinha de trigo e o leite sem parar de mexer;
• Junte o milho, bata a mistura no liquidificador e leve ao fogo para engrossar;
• Prepare o Nissin Lámen Cremoso conforme instrução na embalagem;
• Coloque por cima da massa cozida o creme de milho e a cebolinha verde picada. Sirva a seguir.

nissin

Rendimento: 2 porções.

Fonte: Nissin

Estrela das festas juninas, curau ajuda a adoçar dias frios

Junho é o mês da colheita do milho e das festas juninas. O que há em comum entre eles é que não há celebração junina sem receitas à base do ingrediente. Como muitas das tradições brasileiras, a comemoração, com origem em Portugal, nasceu de uma mistura entre tradições pagãs e cristãs.

Já o milho foi descoberto há mais de sete mil anos em ilhas próximas ao litoral mexicano e seu nome significa “sustento da vida”. Segundo o antropólogo e autor do livro Caminhos de açúcar, Raul Lody, este grão é fácil de ser cultivado e consumido e por isso se espalhou rapidamente pelo mundo. “Os índios brasileiros faziam seu plantio e com a chegada dos portugueses surgiram novos pratos com o ingrediente”, conta Lody.

Nas festas juninas, os pratos com milho são as estrelas, como o curau, receita originada da mistura entre um pudim europeu e o mingau. O preparo é similar ao da canjica do Nordeste e a diferença entre os dois é que “o curau não leva manteiga, nem cravo e canela em pau. Pode-se, contudo, polvilhar a canela em pó depois de pronto. Além do que, o prato deve ter a consistência de um mingau”, explica o antropólogo.

Ele ainda ressalta que todos os doces destas comemorações podem e devem ser aproveitados: “Honrar tradições faz parte da construção da memória coletiva”.

Ingredientes:
• 5 espigas de milho maduro;
• 1 xícara de açúcar;
• 1 pitada de sal;
• 800ml de leite;
• Canela em pó.

Modo de preparo:
1. Descasque e limpe as espigas;
2. Corte os grãos da espiga com uma faca tendo cuidado para não cortar o sabugo do milho, se não o preparo vai amargar;
3. Passe em um processador de alimentos o milho juntamente com a metade do leite.
4. Passe a massa numa peneira fina;
5. Numa panela, acrescente a massa de milho, o resto do leite, o açúcar e coloque o sal.
6. Leve para fogo, mexa sem parar até que cozinhe;
7. Tire do fogão assim que o curau atingir a consistência de mingau.

curau doce equilibrio.jpg

Fonte: Campanha Doce Equilíbrio

Cabelos: Salon Line cheia de novidades

 Amigo de Milho {Era uma vez uma Super Hidratação}

Atenta aos costumes populares e também as necessidades do mercado, a Salon Line lança o Amigo de Milho, uma misturinha pronta que oferece super-hidratação sem redução de volume. O novo produto atende as mulheres que estão sempre em busca de opções práticas e versáteis para tratar os fios.

O Amigo de Milho surgiu a partir de um hábito popular muito conhecido entre as consumidoras: a mistura de água ou leite com amido de milho, que após levado ao fogo, torna-se uma goma, que é adicionada a máscaras, óleos ou ampolas, proporcionando uma mega hidratação, mas com a desvantagem da redução de volume dos cabelos e o cheiro, que não é agradável.

Para que o ritual de beleza seja mais rápido e eficaz, a Salon Line desenvolveu uma misturinha pronta, que deve ser adicionada diretamente a máscara de tratamento, isto é, não precisa ser aquecida ou levada ao fogo. Sua fórmula foi desenvolvida especialmente para o cabelo cacheado e crespo, com proteínas naturais do amido de milho, que nutrem e devolvem força aos fios, e potencializada com Manteiga de Karité, Azeite de Oliva, e D-Pantenol, que combatem o ressecamento, proporcionando fios fortes, saudáveis e com brilho.

salon line milho

Com alto poder de hidratação, o tratamento pode ser realizado uma por semana, sempre associado a uma máscara de tratamento. Livre de sulfato, petrolato, parafina, silicone e óleo mineral, ou seja, é liberado para todos os tipos de técnicas. Preço sugerido: R$ 15,90

Spray Umidificador Divino Brilho

O desejo de muitas crespas e cacheadas é ter cabelos soltos e com brilho todos os dias. Pensando nisso, a Salon Line, marca referência em tratamento para cabelos crespos, cacheados e em transição, desenvolveu o Spray Umidificador Divino Brilho, que garante cachos incrivelmente brilhantes e hidratados.

Além controlar o volume dos fios e proporcionar cachos iluminados, o novo produto possui a combinação de Óleo de Baobá, rico em vitaminas A, D, E, F, Ômega 3 e 6, e D-Pantenol, que auxiliam no crescimento saudável dos fios.

salon line divino brilho

Indicado para cabelos cacheados, crespos, volumosos e em transição, o Spray Umidificador Divino Brilho garante desembaraço perfeito e um incrível efeito molhado. Preço Sugerido – R$16,90

Novos tamanhos para os produtos da linha SOS Bomba de Vitaminas

Sempre atenta às necessidades de suas consumidoras, a Salon Line apresenta a nova versão do Shampoo e Condicionador Bombástico Mega Hidratação e do Condicionador Bomba, em 500ml. Os novos produtos chegam para complementar o portfólio da linha SOS Bomba de Vitaminas, a única no segmento que possui teste comprovado de eficácia.

Ideal para quem busca fortalecimento e crescimento dos fios, os lançamentos possuem em sua fórmula: D-Pantenol, que hidrata e combate o ressecamento; Óleo de Rícino, que auxilia no combate a queda por quebra dos fios, fortalecendo-os; Whey Protein, rico em aminoácidos essenciais com forte poder restaurador, e Vitamina A, que auxilia no crescimento saudável dos fios.

Conheça os novos produtos:

shampoo bombástico

Shampoo Bombástico Mega Hidratação – Ideal para cabelos ressecados e danificados, o produto proporciona fios limpos, hidratados e sedosos. Preço Sugerido: R$19,90

condicionador bombastico

Condicionador Bombástico Mega Hidratação – Com ativos nutritivos e hidratantes, o lançamento sela as cutículas e restaura a fibra danificada. Preço Sugerido: R$19,90

condicionador explosao

Condicionador Bomba – Com Whey Protein, Óleo de Rícino, D-Panthenol e Vitamina A, auxilia no crescimento saudável dos fios além de nutrir e hidratar o cabelo. Preço Sugerido: R$19,90

Os produtos estão disponíveis na loja online da Salon Line e nas principais perfumarias do Brasil.

SAC: (11) 4134-2727 | sac@salonline.com.br

Festivais de milho e sopa aquecem São Paulo

Eventos acontecem simultaneamente no Memorial da América Latina, com entrada gratuita

milho

Milho e sopa despertam memórias afetivas em muitas pessoas, da época em que a vovó preparava um bolo de fubá bem fofinho para o lanche da tarde, ou um caldo quentinho e cheio de amor para esquentar corpo e alma nos dias mais frios. E se essas duas delícias fossem reunidas no mesmo espaço?

Um local charmoso, de fácil acesso por transporte público (metrô, trem e ônibus), bike (tem ciclofaixa e bicicletário) e carro (vários estacionamentos por perto), onde o animal de estimação é muito bem recebido, com área kids (atrações a partir de R$ 6,00) para a garotada se divertir, fraldário, Quick Massage para dar aquela relaxadinha, música de qualidade do Projeto Novos Talentos do Memorial, e ainda um minisshopping com roupas, calçados, acessórios e objetos de decoração, entre várias outras coisas. Pois a Art Shine teve essa ideia e realiza, nos dias 6 e 7 de maio, das 10 às 21 horas, a 5ª edição do Festival do Milho junto com o Festival de Sopa.

Vamos ao cardápio, então? As pamonhas, doces e salgadas – carne seca, calabresa, camarão, frango com cream cheese, coco, chocolate, e Romeu e Julieta – estão entre R$8,00 e R$15,00. Tem milho na espiga, assado e na tigela com preços de R$6,00 a R$8,00, e milho cozido e temperado no pote (R$20,00). Que tal um cuscuz (de R$6,00 a R$12,00)? Já comeu muffin de milho com Catupiry? Pois lá no Festival você vai encontrar esse quitute (R$14,00).

E a polenta que tanta gente adora? Pois elas aparecem em ótima companhia: com molho de camarão ou carne moída (R$15,00); ragu de carne (R$20,00) ou de cogumelos (R$25,00); vegetariana, com berinjela, abobrinha, tomate e cebola refogados (R$18,00); molho rústico de linguiça toscana (R$20,00); frita com calabresa ou costelinha suína (R$25,00); e até escondidinho de polenta (R$22,00).

Quem quiser saborear uma sobremesa de milho poder escolher entre curau (a partir de R$ 6,00); brigadeiro (R$ 5,00); pudim (R$ 10,00); canjica (R$ 6,00); sorvetes de palito ou massa (de R$ 5,00 a R$ 8,00); bolos – inteiros (de R$ 10,00 a R$ 15,00) ou fatias, e até milkshake. E um pão ou broa de milho para acompanhar o café, uma sopa ou fazer um sanduíche? No Festival tem também, e os preços ficam entre R$ 10,00 e R$ 15,00. Bateu aquela vontade de suco de milho? Você pode apreciar essa delícia no Memorial ou ainda levar para casa em garrafas de 1 litro. E já que os Festivais reúnem milho e sopa, tem representantes “2 em 1”: creme de milho (R$ 14,00); canjiquinha com costelinha (R$ 18,00). Dá para resistir?

Festival de Sopas

sopa

Quem visitar o evento terá a oportunidade de apreciar vários tipos de sopas, cremes e caldos. Dá uma olhada na variedade de sabores que os chefs estão preparando: sopa de cebola (R$15,00); feijão (R$15,00); abóbora com carne seca (R$15,00); ervilha com bacon (R$15,00); capeletti in brodo; minestrone; mandioca com bacon (R$15,00); mandioca com carne seca (R$20,00); caldo verde (R$15,00); caldo de carne; caldos de feijoada (R$15,00), queijo (R$18,00) e de mandioca com frango; missoshiro com costelinha (R$25,00); lamem (R$25,00) e tonjiro (sopa à base de legumes,missô e carne suína), entre outras opções. Em cada expositor também é possível encontrar diversos acompanhamentos como pão, torrada, queijo ralado, farofa, alho frito, orégano, ervas finas, cebolinha etc.

Os Festivais do Milho e de Sopas são realizações da Art Shine Promoções e Eventos com apoio cultural da Fundação Memorial da América Latina, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Serviço – Entrada gratuita
5º Festival do Milho 
Festival de Sopa
Data: 6 e 7 de maio
Horário: das 10 às 21 horas
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 (ao lado da estação metrô/trem Barra Funda)
Estacionamento: Portões 4 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9

*Fotos: Canjica e curau, Cris Gracio; todas as demais, Rafael Guirro

Celíaco: entenda a doença e veja dez alimentos glúten free

Dados da Federação Nacional das Associações de Celíacos apontam que há cerca de dois milhões de portadores de doenças celíacas no Brasil

O glúten é uma proteína presente naturalmente em alguns cereais e, às vezes, não é bem aceito pelo intestino. A doença celíaca é uma desordem sistêmica autoimune, desencadeada pela ingestão de glúten, e seu consumo causa uma inflamação crônica da mucosa do intestino delgado, que pode resultar na atrofia das vilosidades intestinais, com consequente má absorção intestinal e suas manifestações clínicas.

“As pessoas portadoras de doença celíaca não podem consumir alimentos que contenham trigo, aveia, centeio, cevada e malte ou os seus derivados” explica Mônica Beyruti, nutricionista membro do Departamento de Nutrição da ABESO e especialista em nutrição em cardiologia pela SOCESP e fisiologia do exercício pela UNIFESP.

Os portadores de doenças celíacas podem apresentar vários sintomas, sendo que os mais comuns são: diarreia crônica, prisão de ventre, vômitos, anemia, dor e distensão abdominal.

No Brasil, de acordo com a Federação Nacional das Associações de Celíacos, a prevalência desta doença chega a dois milhões de pessoas, mas a maioria dos afetados ainda não possui um diagnóstico. “Dados apontam que entre 1% e 2% da população mundial apresenta intolerância ao glúten. A doença é crônica, seus portadores devem adotar uma alimentação restrita a essa proteína”, ressalta a nutricionista.

gluten_free-pao

A dieta glúten free está em alta e, apesar de muitas pessoas tirarem o glúten da dieta com o intuito de emagrecer, não há comprovações científicas desse fato. “Não é recomendada a suspensão da ingestão de glúten para pessoas não celíacas. Alimentos com a proteína podem ser consumidos pelo público em geral dentro de uma alimentação equilibrada. Aqueles que precisam seguir uma dieta glúten free devem verificar os rótulos para certificarem-se que estão usando versões isentas desta proteína”, aponta Mônica.

Com a febre da dieta sem glúten, muitos restaurantes apresentam em seus cardápios pratos ”sem glúten”. “Atenção, pois para o celíaco, a contaminação cruzada com quantidades mínimas de glúten já é suficiente para fazer estragos”, finaliza a especialista.

Veja na lista a seguir alguns importantes alimentos que não contêm glúten:

1. Frutas e vegetais

frutas-vermelhas-66

2. Milho

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

3. Carnes, aves e peixes

lombo-de-peixe-grelhado-ao-molho-de-peixe-acompanhado-de-tagliolini-de-rucula-na-manteiga-e-salvia_03bx

4. Tapioca

04-tapioca

5. Azeite

azeite-de-oliva-2

6. Queijos

ALLFOODMesa Queijos
Foto: ALLFOOD

7. Ovos

ovo-prato

8. Amido de milho

maizena

9. Quinoa

quinoa - max straeten
Quinoa – Foto: Max Straeten

10. Polenta

cooked-polenta
Foto: WiseGeek