Arquivo da tag: molhos

Casa DiPaolo traz para São Paulo a culinária italiana da nona

Ontem à noite (25) fui conhecer a Casa DiPaolo São Paulo, que fica na Avenida Bandeirantes, zona sul da cidade. A rede, que investe na culinária típica italiana da Serra Gaúcha, é muito conhecida na região sul do país, onde tem 11 casas, e chegou a São Paulo em setembro do ano passado.

dipaolo7

E, em apenas sete meses, já é um sucesso, especialmente aos sábados e domingos, quando a casa fica lotada. Em virtude disso, a rede já pensa em abrir mais unidades na cidade, em bairros como Jardins e Perdizes.

dipaolo9dipaolo10dipaolo4polentasobremesasgaletos

No cardápio:  sopa de capeletti, pão caseiro, galeto al primo canto, massas (spaghetti, tortéi e nhoque), molhos (tradicional, tomate seco, funghi, quatro queijos e alho e óleo), polenta na chapa, polenta frita, queijo à dorê, salada de batata com maionese, radicci com bacon, salada de folhas e sobremesas da casa, o famoso sagu com creme ou o pudim de leite condensado.

O forte, e que também é o diferencial da casa, é seu galeto al primo canto, um franguinho assado na brasa, que antigamente seria uma codorna ou mesmo passarinho. Além disso, a casa vende os vários tipos de massa que oferece, como capelete, fidelini, ravioli e nhoque, por exemplo.

dipaolo14

dipaolo15
Sagu sem e com creme

dipaolo13

Como boa neta de italianos, não foi difícil me identificar com a fartura da mesa e com pratos como a sopa, a polenta e o sagu de sobremesa. Memórias de infância brotam e remetem à comida da nona ou da mãe. Sem saudosismo, mas com ares de comfort food. E tudo isso brindado com um delicioso espumante da Casa Valduga (também do sul do país) e um vinho tinto chileno cabernet sauvignon Carmen, meu nome.

Vale a pena conhecer!

dipaolo12
Uma parede de espigas de milho para lembrar o alimento do galeto e o principal ingrediente da polenta
dipaolo16
A adega climatizada pode ser vista graças às portas de vidro

sao-paulo-3dipaolo5

Fotos: Ricardo Botelho e divulgação

Casa DiPaolo São Paulo – Av. dos Bandeirantes, 1663 – Vila Olímpia. Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 11h30 às 16h; das 18h30 às 23h30. Sábado: das 11h30 às 23h30. Domingos e feriados: das 11h30 às 22h

 

 

 

Anúncios

Nutricionista ensina como incluir legumes e verduras na alimentação

Os vegetais são extremamente importantes para a saúde, mas grande parte das pessoas tem dificuldade em consumi-los. Saiba como reverter este quadro.

Os vegetais são uma rica fonte de vitaminas e minerais que, no entanto, muitas vezes acabam ficando fora do cardápio diário. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que apenas 18% dos brasileiros consomem a quantidade de 400 gramas diárias recomendada pelo órgão.

“Muitas pessoas dispensam a salada por não gostar do sabor. Alguns também reclamam da textura e do cheiro”, explica a nutricionista e nutricionista e doutora pela Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, Roberta Cassani.

O incentivo ao consumo da quantidade recomendada de vegetais ajuda a melhorar a qualidade da alimentação como um todo. Estudos internacionais sugerem que indivíduos que consomem mais frutas e hortaliças tendem a ingerir menos carnes, gorduras saturadas em geral e carboidratos refinados.

“Além de diminuir a ingestão de alimentos calóricos, o consumo de vegetais, por seu alto conteúdo de água e fibras, promove, entre outros benefícios, a prevenção de doenças coronarianas, além de aumentar a saciedade, auxiliando no controle do peso”, ressalta a especialista.

Diante deste cenário, conversamos com Roberta, que listou cinco dicas para ajudar a inserir vegetais no seu dia a dia:

Variedade é o segredo!

nutricionista_lista_5_dicas___161101_145608
Tente diversificar o modo de preparo dos vegetais. A variação de sabor, aparência e textura pode ajudar a aumentar a aceitação.

Abuse dos molhos

maionese
Sirva os vegetais acompanhados de maionese, ketchup, mostarda, mel e ervas para criar opções que agregam mais sabor aos vegetais. Um estudo realizado com 100 pessoas mostrou que a inclusão da maionese no preparo de legumes e verduras ajuda a aumentar o consumo de vegetais no dia a dia. Dos participantes, 92% passaram a consumir hortaliças ao incluir o ingrediente na refeição. É uma boa dica!

Gordura boa pode!

azeite-de-oliva
Inclua uma fonte de gorduras boas no prato. Azeites e maionese, por exemplo, associados aos vegetais, ajudam o corpo a absorver ainda mais os nutrientes desses alimentos.

Se é crocante, é gostoso

salada de rúcula
Acrescente crocância à salada, como torradas e castanhas. Para quem não gosta da textura, esse truque facilita a aceitação das folhas dos vegetais.

Use a criatividade!

salada
Faça uma salada criativa. O prato não significa apenas alface e tomate. Você pode acrescentar pepino, cenoura, couve e outros tipos de folhas.