Arquivo da tag: pets

Março Amarelo: saiba como prevenir doença que mais mata gatos e cães idosos

No mês Internacional do Cuidado com as Doenças Renais, Março Amarelo, especialista da Royal Canin dá dicas de como identificar e prevenir esse mal em pets

Gatos e cães estão ficando, cada vez mais, dentro da casa dos seus tutores, como parte de suas famílias. Essa atitude combinada com a conscientização da importância de oferecer uma alimentação de qualidade para os pets estão fazendo com que eles vivam mais. Isso é uma ótima notícia, mas que merece atenção: com a idade, se aproximam algumas doenças que não são tão comuns em animais mais jovens. Um exemplo é a DRC (Doença Renal Crônica), uma alteração degenerativa de um ou dos dois rins que acomete principalmente animais idosos e não tem cura.

Por isso, o mês Internacional do Cuidado com as Doenças Renais traz com ele o título de “Março Amarelo”, com o objetivo de unir e conscientizar Médicos-Veterinários e tutores para a prevenção da doença. Para se ter uma ideia da importância do tema, problemas renais são a 2ª causa mais comum de morte entre os gatos e a 3ª entre os cães. Animais com idade acima de 10 anos tem 81% de chance de apresentar algum sintoma.

Os primeiros sinais do problema são o aumento na micção seguida do aumento da ingestão de água. Em cães, vômitos podem ser notados com mais frequência, enquanto nos gatos a falta de apetite e consequente perda de peso é mais comum. O animal também pode apresentar sintomas de fraqueza, abatimento e pálpebras, gengivas e lábios pouco corados.

gato-cachorro-royal

“Na maioria das vezes, o diagnóstico é realizado tardiamente. Um gato com Doença Renal Crônica, por exemplo, costuma apresentar sintomas quando pelo menos 75% dos seus rins já estão sem funcionar. Por isso é de extrema importância conscientizar os tutores sobre a prevenção e diagnóstico precoce, com idas anuais ao Médico-Veterinário”, explica Eduardo Zaneli, coordenador da Comunicação Cientifica da Royal Canin Brasil.

Algumas raças de gatos e cães são mais propensas a desenvolver a doença, incluindo aquelas que apresentam uma expectativa de vida maior. Em cães: Beagle, Bull Terrier, Chow Chow, Cocker, Pinscher, Pastor Alemão, Lhasa Apso, Shih Tzu, Maltês, Schnauzer, Daschund, Sharpei, Poodle. Em gatos: Maine Coon, Abissínio, Siamês, Russian Blue, Persa.

gato jason gillman 3

A nutrição é a base da conduta terapêutica do paciente renal crônico. A dieta úmida também pode ser utilizada em combinação com o alimento seco, já que a palatabilidade é maior e ajuda na hidratação do animal. O alimento coadjuvante ao tratamento veterinário a ser oferecido ao pet com problemas renais deve conter sódio moderado e proteína também moderada e de qualidade, para que as necessidades nutricionais sejam atendidas, mas sem gerar resíduos no organismo.

Baixo fósforo para reduzir a velocidade de progressão da doença renal e aumentar a expectativa de vida de pacientes nefropatas, além de antioxidantes que ajudam a retardar o avanço da doença. Como uma das maiores dificuldades ao longo do tratamento do gato ou cão acometido da Doença Renal Crônica é a inapetência, a palatabilidade reforçada do alimento faz com que o animal volte a comer, já que o jejum piora o quadro clínico rapidamente.

seu-gato-de-estimacao-nao-bebe-agua-saiba-o-que-fazer-770x691

Tema abordado durante 1º Congresso Internacional de Nefrologia e Urologia

Durante os três dias de Congresso, realizado no início do mês, 350 estudantes e profissionais de Medicina Veterinária de todo o Brasil acompanharam 18 palestrantes, que trouxeram os principais temas das especialidades de Nefrologia e Urologia, como doenças renais crônicas em gatos e cães. Outro ponto importante do evento foi a discussão sobre a relação de distúrbios metabólicos, como cardíaco e endócrino, com os rins, além de doenças que atingem o trato urinário dos felinos.

Royal Canin tem portfólio que auxilia no tratamento de doenças renais

No Brasil, a Royal Canin possui cinco produtos para gatos e cães que auxiliam no tratamento de doenças renais. Da Linha Veterinary Diet, o produto Renal seco e úmido auxilia no tratamento de cães enquanto o produto Renal Feline seco, úmido e Special é voltado para gatos.

Fonte: Royal Canin

Animais de estimação: dicas de boa convivência nos condomínios

Fofuras à parte, a presença dos pets nos condomínios ainda é motivo de conflito entre os moradores. Especialista dá dicas sobre o assunto e sugere bom senso para evitar as discussões.

O Brasil tem hoje cerca de 132,4 milhões de animais de estimação, segundo pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São mais ou menos 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos, divididos pelos lares brasileiros. Eles brincam, correm e fazem a maior festa por onde passam. Fofuras à parte, nos condomínios a presença dos pets ainda é motivo de conflito entre os moradores, como explica Ana Thereza Colen, advogada e franqueada da BRCondos Varginha/MG, administradora de condomínios.

“A convivência entre pessoas e animais é benéfica para as duas partes, porém, alguns tutores não respeitam os limites de espaço e silêncio, enquanto uma parcela dos moradores age de forma exagerada. Quando as duas partes esquecem o bom senso é que os problemas acontecem”, disse Ana que também é membro da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB da cidade.

Pets e elevadores_thyssenkrupp(40

Alguns condomínios já oferecem espaços destinados aos pets, onde donos e animais podem se divertir à vontade. No entanto, a grande maioria ainda não possui esse trunfo. “Não há como proibir a presença dos pets, ainda que nenhuma Lei afirme isso. As disposições em convenção condominial que tentaram evitar a permanência deles não funcionaram”, revela.

Para Ana, o segredo da boa convivência é respeitar as regras estabelecidas, que devem estar explícitas para todos os moradores no regimento interno do condomínio. “O ideal é que todos tenham acesso ao documento, que precisa informar os locais onde os animais podem transitar e fazer suas necessidades, além da conduta necessária do tutor em relação a elas”, completa. Questões como o uso do elevador social, da coleira e do jardim também precisam ser regradas.

“Se todos forem responsáveis com o que diz o regulamento, e se o mesmo estiver completo e bem feito, muito dificilmente teremos problemas e conflitos nos condomínios. A convivência exige que as partes envolvidas dialoguem, mas também saibam escutar. Quanto mais saudáveis forem as relações, mais bem-estar terão os envolvidos”, conclui.

cachorro alimentação

Portanto, proibir a permanência de pets no interior dos apartamentos fere o direito de propriedade e a liberdade de cada um. Porém, adequar a permanência deles no condomínio não somente é permitido, como também é saudável para a convivência de quem tem e de quem não tem animais de estimação.

Fitoterápico FIT: o pet é o que ele come

Fórmula fitoterápica elaborada com ingredientes naturais pode auxiliar a digestão, queima de calorias e na manutenção de um peso saudável

No Brasil estima-se que mais de 30% dos pets estejam com sobrepeso. A obesidade já é um problema comum para muitos cães e gatos e suas consequências vão desde a intolerância para realizar uma atividade física até problemas cardiorrespiratórios, artrites e diabetes.

Assim como para nós, as consequências da obesidade podem trazer impactos negativos para a expectativa de vida do seu pet. Como explica Ana Cristina Osiro, médica-veterinária da Botica Pet, um gato ou cachorro que tenha um excesso de peso igual ou superior a 20% do normal já requer cuidados especiais.

Para quem busca um cuidado natural para o pet, que o ajude a ter um peso saudável e um equilíbrio digestivo, a Botica Pet apresenta a fórmula fitoterápica FIT. O produto associa uma série de ingredientes naturais que visam facilitar o processo de emagrecimento. “Ao equilibrar o sistema digestivo do animal, o fitoterápico contribui para a manutenção de um peso saudável”, afirma Ana Cristina.

Benefícios

Livre de conservantes sintéticos, o fitoterápico FIT é elaborado a base de plantas, frutas, verduras e levedura de cultivo controlado que são combinadas entre si para potencializar os efeitos benéficos para os animais.

Vendida em comprimidos (podendo ser oferecido como petisco ao animal), o produto agrada a cães e gatos por ser altamente palatável.

Conheça os ingredientes e seus benefícios:

-Guaraná: reduz o apetite, pois mantém os níveis de glicose do sangue estáveis, além de atuar como um “energético”, aumentando a resistência nos esforços musculares e diminuindo a fadiga motora.

botica pet2

-Garcínia Cambogia: ajuda a diminuir a absorção de gorduras através da inibição da enzima citrato-liase, que reduz os níveis de colesterol (LDL) e triglicérides. Também aumenta a serotonina, proporcionando uma maior saciedade.

-Extrato de frutas cítricas (laranja amarga): dificulta a absorção de gorduras, carboidratos e colesterol (LDL), pois atua como uma “esponja” no sistema digestivo. Além disso, possui a substância sinefrina, que auxilia na queima de calorias devido a sua propriedade de aceleração do metabolismo.

botica pet1

-Extrato de alcachofra: facilita a digestão, estimula o fígado e aumenta a liberação da bile, promovendo a eliminação de toxinas e a regulação do intestino.

comprimidos

-Levedura de cerveja: é considerada um modulador do sistema imunológico por estimular as defesas naturais, além de ser fonte de vitaminas do complexo B, minerais e proteínas.

Fonte: Botica Pet

Já imaginou um clube de assinaturas para o seu pet?

Quer fazer uma surpresa para o seu pet? Conheça o clube de assinaturas voltado para os animais de estimação. A Joy Pet Box leva até a sua casa produtos de higiene, brinquedos, roupas, snacks, bebidas entre outros produtos especialmente para o seu animal. O custo da Joy Pet Box sai menor se compararmos aos valores dos produtos de lojas de varejo, um dos principais benefícios para os assinantes.

Seguindo o mesmo conceito de outros clubes de assinatura, a Joy Pet Box traz comodidade, praticidade e um ótimo custo-benefício para o consumidor, visto que o valor dos conteúdos adquiridos mensalmente será mais barato do que se adquiridos no varejo, além do conforto de receber em sua casa.

cachorro pug

Outra prioridade é a qualidade dos produtos selecionados para a “caixa surpresa”, realizando um atendimento personalizado para cada pet. O frete para alguns planos e regiões será gratuito.

WhatsApp Image 2017-02-15 at 21 58 25 (2)

Como funciona?

É só entrar no site, fazer o cadastro, escolher o plano que melhor atenda a necessidade e pronto, é só esperar a “alegria in Box” chegar até a residência.

gato e cachorro joy pet

No total são quatro planos, Combo, Premium, Super Premium e Cat Super Premium. Os planos atendem cães, gatos ou ambos, dependendo da necessidade do consumidor.

WhatsApp Image 2017-02-15 at 21 58 26

 

Concurso incentiva resgate de animais abandonados

Infelizmente, é comum encontrarmos animais abandonados na rua. Na maior parte das vezes, estão com machucados sérios, carrapatos e até marcas de maus tratos. Para a nossa sorte, existem pessoas com ótimos corações que tiram os bichinhos da rua, tratam, dão amor e uma nova vida a eles. Inspirados em fotos distribuídas pela internet do antes e depois de resgates, a Pet Photos decidiu criar um concurso. Podem participar todos que resgataram algum pet (de todas as espécies) de uma situação extrema de abandono.

Para participar, basta enviar por inbox para a página do Facebook da Pet Photos uma foto de logo após o resgate e outra atual do seu pet adotado. Segundo Elayne, diretora da Pet Photos, “Infelizmente ainda existe muita maldade nesse mundo nada evoluído em que vivemos. O que consola é que cresce cada vez mais o número de pessoas e organizações que se dedicam, mesmo sem condições financeiras, que são a maioria, a cuidar, salvar e proteger essas alminhas puras e indefesas.”

gretha

O dono da foto mais curtida até o dia 31 de março ganhará um ensaio fotográfico da Pet Photos. O único requisito necessário para a inscrição é mandar o nome do pet junto das fotos, mas o dono também pode enviar uma breve história do animal e de seu resgate. “É marcante ver a carinha de tristeza antes do resgate e a expressão de felicidade nas fotos atuais”, diz Elayne.

Muitas fotos já estão sendo enviadas e diversas histórias estão sendo contadas junto ao concurso. Para Elayne é algo muito comovente, “Vários já estavam sendo encaminhados para a eutanásia, considerados sem chance de sobreviver e hoje estão perfeitos, maravilhosos, alegres e principalmente agradecidos”.

bolt

Caso o pet mais votado não possa sair de casa, a equipe vai até a casa do vencedor, em São Paulo, e fará as fotos. O ensaio está previsto para o dia 30 de abril. Um pet também será escolhido pela equipe da Pet Photos e este ganhará uma caneca de porcelana personalizada com a foto do bichinho.

Facebook

 

Dr. Pet e Estopinha atraem mais de 2.000 pessoas em Curitiba

Celebridade canina e o especialista em comportamento animal encantaram pet lovers e agitaram evento com diversas atrações

Curiosidades sobre comportamento de cães e gatos, dicas de adestramento e truques da famosa Estopinha incrementaram a manhã dos pet lovers no último domingo (12). O evento, realizado pelo pet center HiperZoo, reuniu mais de 2.000 pessoas durante o dia com atrações como palestra, caricaturas, piscina de bolinhas, oficina de chaveiros e customização de roupas pets, praça de alimentação com food trucks e desfile de roupas caninas da Jingles Pets.

hiperzoo
Os sócios-proprietários do HiperZoo, Eduardo Aisengart Accioly e Patrícia Maeoka, com Alexandre Rossi e Estopinha Foto: Chico Martins

O ponto alto do evento certamente foi a palestra realizada com o especialista em comportamento animal Alexandre Rossi e sua companheira Estopinha, celebridade canina nas redes sociais. A dupla arrancou muitos sorrisos e aplausos da plateia com informações para melhorar a relação entre tutores e seus pets. Dr. Pet iniciou a palestra citando alguns exemplos de como os animais afetam beneficamente a saúde dos humanos, tanto sob aspecto emocional como melhorando o sistema imunológico.

palestra
Palestra de Alexandre Rossi com participação da Estopinha – Foto: Chico Martins

Diversos estudos indicam que o convívio com animais fortalece a imunidade de crianças. Dormir com o pet também já é indicado no tratamento de insônia e, atualmente, até um seguro de saúde australiano oferece desconto aos clientes que possuem animal de estimação. Alexandre também deu dicas de como “dar bronca” corretamente nos bichinhos, como não cometer exageros no momento de mimá-los e bons hábitos para os pequenos companheiros.

publico2
Público atento à palestra – Foto: Chico Martins

As atrações do evento e as inúmeras dicas ensinadas por Alexandre Rossi agradaram a plateia. “Já conhecíamos a loja mas esse foi o primeiro evento do qual participamos. Foi tudo maravilhoso. As dicas dadas pelo Alexandre foram ótimas e fáceis de seguirmos em casa com os nossos pets”, conta a enfermeira e empresária Nancy Aparecida Costa Pinheiro, tutora de uma bulldog francês. “A Kyara também participou do desfile para mostrar a roupinha nova. Foi muito divertido”, complementa.

publico
Fãs aproveitam para fazer foto com Alexandre Rossi e Estopinha – Foto: Chico Martins

Além dos diferenciais em serviços e produtos, os eventos também fazem parte da estratégia de negócios do HiperZoo. “Buscamos sempre oferecer o melhor para nossos clientes, superando suas expectativas. Trazer o Alexandre Rossi e a Estopinha para Curitiba foi uma forma de presenteá-los”, relata Patricia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo.

hiperzoo2
Alexandre Rossi com Estopinha entre os sócios-proprietários do HiperZoo, Patrícia Maeoka com a cacatua Chloe e Sérgio Maeoka – Foto Chico Martins

E a satisfação não foi apenas dos clientes. “Eu viajo o mundo todo e conheço muitos empreendimentos no segmento pet, mas Curitiba está de parabéns. Essa loja é linda”, comenta Alexandre Rossi. “O serviço de pet wash, no qual o tutor pode vir aqui dar banho no seu pet, é muito bacana e algo novo no Brasil”.

estopinha hiperzoo
Estopinha faz pose para as fotos – Foto:Chico Martins

O vídeo da palestra está disponível na página do HiperZoo no Facebook

Veterinária dá dicas para prevenir acidentes domésticos

Os mesmos cuidados recomendados em relação às crianças devem ser tomados também com os bichinhos de estimação, como não deixar produtos de limpeza, medicamentos e plantas tóxicas ao alcance deles

“Quando a gente recebe um filhote em casa, tem que pensar que está recebendo uma criança. Tudo que é pequeno, algo que é perigoso, tem que tirar do alcance dele”, alerta a veterinária Giulliana Tessari, coordenadora do Adote Petz, programa de adoção da rede de pet shop.

Por isso, é importante manter os ambientes seguros da casa ou do apartamento, além do carro, para evitar acidentes. “Bibelôs, produtos de limpeza e plantas venenosas têm de ser tirados do acesso ao pet. O importante é dar segurança e o maior conforto aos bichinhos.”

10 dicas de cuidados em cada ambiente

1. Telas de proteção – Para quem mora em apartamento, elas são imprescindíveis tanto para os felinos como para os cães, que também gostam de ficar olhando pela janela. Por exemplo, uma brincadeira para pegar a bolinha perto da janela ou um pulo para alcançar um pássaro podem ser perigosos.

pele na rede de proteção

2. Fios de aparelhos eletrônicos ou de extensões – Além de choques com descargas elétricas por mordidas ou esbarrões, pode ocorrer enforcamento, principalmente em gatos que adoram se enrolar. É importante sempre verificar se há fios desencapados. O ideal é agrupar os fios em serpentinas e fazer com que essa fiação fique longe do alcance dos animais.

gato fios eletronico
Foto: Paws And Effect

3. Cozinha – Queimaduras por contato com panelas, líquidos quentes e forno aceso são os maiores riscos. As facas e objetos pontudos devem ser guardados nos armários fechados para evitar cortes indesejáveis. Cuidado também com os alimentos que caem no chão, pois podem fazer mal aos pets.

cachorro gato cozinha warren photographic
Foto: Warren Photographic

4. Área de serviço – Os produtos de limpeza nunca devem ser deixados no chão, pois os cães e gatos costumam ser curiosos e poderão se intoxicar. Coloque sempre em prateleiras ou armários fechados no alto. A lata de lixo, além de ter resto de alimento, pode conter objetos cortantes e tóxicos, também deve ser bem fechada para evitar o acesso dos bichinhos.

cachorro lavanderia
Foto: Choosi

5. Objetos que caem no chão – Muitos viram alvo de brincadeira. Por isso, atenção com os itens perigosos como brincos, anéis, chaves, canetas, lápis, moedas, agulhas, sacos plásticos e bolas de pingue-pongue, que podem ser engolidos e provocar sequelas e até a morte do pet.

Silver tabby kitten, 8 weeks old, playing with Christmas tinsel and baubles
Foto: Warren Photographic

6. Sala e quarto – Como os gatos adoram caminhar por prateleiras e móveis altos, é preciso ter atenção aos objetos e enfeites que quebram facilmente. Dependendo do material, como o vidro, pode causar cortes na pele do bichano.

GEDSC DIGITAL CAMERA

7. Banheiro – Não esqueça de fechar bem as embalagens dos medicamentos e de guardá-los em armários no alto. Além disso, giletes e tesouras devem ser guardadas em gavetas, pois podem ser manipuladas ou até engolidas pelos animais.

Ginger cat up by the bathroom sink
Foto: Warren Photographic

8. Área externa – Toda atenção com os portões com dispositivo elétrico ou lanças pontudas. Manter sempre as portas e portões bem fechados para evitar escapadas. Cuidado também com as espécies de plantas no jardim que são tóxicas para os pets, como antúrio, comigo-ninguém-pode etc.

cachorro no jardim

9. Piscina – Para evitar afogamento, colocar proteção ou ensinar o cãozinho a usar a escada para sair da água. Caso prefira, mantenha sempre o pet sob supervisão ou preso para que ele não caia na água.

CAPA-DE-PISCINA-MODELODA-02
Foto: Krindustria

10. Carro – Usar sempre cinto de segurança especial para os cães ou caixa de transporte para evitar que eles pulem com o veículo em movimento. Os gatos devem permanecer nas bolsas ou caixas de transporte durante o trajeto, é mais seguro para eles e para os donos.

blablacar-caixa-de-transporte-e1467057684280

Fonte: Petz

Dia Nacional do Animais: como ter um pet mesmo com a rotina corrida

Hoje, 14 de março, é comemorado o Dia Nacional dos Animais e para celebrar essa data listamos dicas de como ter um pet mesmo com a falta de tempo.

Segundo pesquisa do Ibope Inteligência, 100% dos brasileiros pretendem ter um animal de estimação, mas um terço não tem por conta da correria do dia-a-dia. É possível, no entanto, conciliar o amor pelos animais com a vida de quem trabalha, estuda, se diverte e pratica esportes. Veja abaixo como ganhar tempo nos cuidados com os pets.

Frequentar lugares Pet Friendly: é importante aproveitar os dias livres na companhia do seu pet. Se você gosta de sair, procure bares e restaurantes que aceitem seu animal de estimação para vocês se divertirem juntos. Há muitos shoppings, parques, lojas e food parks onde os bichinhos são bem-vindos. Não sabe onde encontrar estes lugares? A jornalista e escritora Cris Berger – que não sai de casa sem sua Shar Pei adotada Ella – fez um guia para ajudar – o Guia Pet Friendly.

guiapetfriendlypuravida12-700x467.jpg

Usar a internet a seu favor: escolher um petshop ou buscar prestadores de serviços de qualidade é difícil e ocupa tempo. Mas já existem alternativas virtuais que podem ajudar os donos de pets. O Pet Booking é um shopping virtual para buscar, agendar e pagar online serviços para pets. O cliente encontra o profissional mais próximo e pode agendar banho, tosa e consultas veterinárias. Também é possível localizar passeadores, adestradores e outros serviços.

pet booking

Se exercite com seu pet: trocar a academia pela prática de exercícios ao ar livre é uma boa opção para ter a companhia do animal na hora de cuidar da saúde. Além disso, se você é adepto às corridas de rua, já existem eventos em que a participação dos cachorros é indispensável.

14 de Março: Dia Nacional dos Animais

Hoje, 14 de março, é o Dia dos Animais, data comemorativa reservada para os bichinhos. É ótima época para repensarmos em nossas atitudes sobre o meio ambiente e preservação da natureza, uma vez que os animais selvagens dependem de seu bom andamento para sobreviverem. E, claro, repensarmos no abandono e maus-tratos pelos quais passam tantos animais que estão espalhados pelos quatro cantos do país.

Sempre lutando pela nobre missão de amor aos animais, o Projeto Anjinhos da Rua, localizado em Peruíbe, possui mais de 600 mil metros quadrados especialmente para abrigar, cuidar e dar amor aos animais que foram abandonados e maltratados. São mais de 1.100 animais de todas as raças e espécies, cuidados por profissionais que têm um único objetivo: nunca, jamais realizar a prática da eutanásia.

anjinhos da rua3

Sem receber ajuda nenhuma do governo, a ação tem enorme gratidão aos patrocinadores que fazem questão de lutar juntos: são eles a Mercator Logística Aduaneira, uma empresa prestadora de serviços na área de despacho aduaneiro de exportação e importação, a DTC Trading Company, a marca da diversão que comercializa os mais variados brinquedos, inclusive um deles carrega o nome do Projeto Anjinhos da Rua e tem parte das vendas revertidas para a instituição, o Hotel Três Marias que aceita a estadia de todo e qualquer animal e o Praia Bar, ambos localizados em Peruíbe e com renda revertida para o projeto.

Aproveite o Dia Nacional dos Animais e repense sobre o que você tem feito para acabar com o abandono!

dia dos animais

Saiba mais sobre o projeto:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que só no Brasil existam mais de 30 milhões de animais abandonados, entre 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. E esses números crescem a cada segundo. Maltratar animais de qualquer espécie é considerado CRIME AMBIENTAL, segundo prevê o Artigo 32 da Lei n° 9.605, com pena de detenção de três meses a um ano de multa. Mas na realidade sabemos que não funciona como deveria!

Com todo o amor e aspiração pela proteção animal, o Projeto Anjinhos da Rua é uma organização sem fins lucrativos e a maior iniciativa privatizada do mundo, criada e mantida financeiramente em 2006 pela família Machado. Localizado em Peruíbe, litoral sul de São Paulo, possui uma área de 480mil m² de muita energia positiva e dedicação pelo bem estar de animais abandonados e/ou maltratados.

São abrigados mais de 1100 animais de toda espécie sem distinção e atendimento gratuito para a população que não tem condições de tratar os animais da maneira como merecem. Há mais de dez em ação, o projeto foi reconhecido como entidade oficial e, hoje, tornou-se entidade de utilidade publica reconhecido. O próximo passo é transforma-se numa fundação. Todos os documentos contam com dispositivos legais reguladores de atividades de entidade (estatuto e alvarás). Além, claro, de possuir departamento de comunicação, marketing e jurídico próprios.

Possuem os melhores equipamentos, excelentes profissionais, os mais adequados medicamentos, laboratórios para exames, alas para internação, espaço para banho e tosa e parceria de mantenedores apaixonados pelo cuidado e bem estar animal.

A missão da ação é ajudar e proteger animais de todas as espécies e raças em situações de risco, vitimas de maus tratos, abandono ou abuso, dando-lhes tratamento veterinário e adequação de condições e melhor qualidade de vida.

anjinhos da rua

Anjinhos da Rua também realiza trabalhos de conscientização social através de campanhas para reduzir o número desses animais abandonados e a importância da castração.

Pensando na preservação do meio ambiente, o local também possui um sistema biodigestor comandado pelo biólogo do projeto. A produção do biogás é feita com reatores químicos que onde ocorrem as reações anaeróbicas, ou seja, sem a presença de oxigênio. As bactérias produzem energia a partir da decomposição das fezes dos animais, consequentemente liberando o biogás da reação.

Para um futuro tão próximo, um programa ambicioso está sendo moldado: amparo de crianças e idosos abandonados.

anjinhos da rua1

A seriedade do Projeto Anjinhos da Rua se resume na seguinte frase: “Nós acreditamos em Deus e podemos fazer um mundo melhor!”. Por motivos de filosofia e religião, a única ação exterminada do projeto é cometer eutanásia, isso jamais acontecerá com qualquer ser que vive no projeto.

Informações: Anjinhos da Rua

Dogtuber é o novo influencer veterinário

Episódios animados convidam a todos para uma viagem divertida e com dicas importantes sobre a saúde animal na dose certa

Com objetivo de apresentar as vantagens da manipulação veterinária, divulgar as principais formas farmacêuticas e sabores, além de orientar sobre tratamento e prevenção das principais doenças em pets, a DrogaVET farmácia de manipulação veterinária patrocinará o novo Youtuber referência do setor: o DogTuber, mascote da empresa, que, agora animado, ganha vida e dá dicas para os proprietários de pets direto da sua confortável casinha de cachorro.

“Queremos esclarecer inseguranças e dúvidas comuns dos nossos clientes, veterinários e donos de pets, além dos amantes dos animais, conferindo maior segurança quanto aos nossos procedimentos operacionais, produtos, formas farmacêuticas, fórmulas e sabores, desmistificando eventuais crenças e reforçando as verdadeiras vantagens da manipulação veterinária, entre elas, a de medicar os pets sem sofrimento, com remédios manipulados no sabor preferido do animal”, afirma a sócia-fundadora da DrogaVET, Sandra Schuster.

dogtuber

A série terá, inicialmente, um episódio por mês e será veiculada no canal da DrogaVET no Youtube. As chamadas da produção já começaram a serem feitas nas redes sociais da DrogaVET – Facebook e Instagram e o primeiro episódio deve ir ao ar em 06 de março, recheado de aventura canina e dicas sobre fitoterápicos e manipulados, especialmente feitos para ele, o primeiro DogTuber das redes sociais.