Arquivo da tag: protetor solar

NARS lança bronzer corporal com antioxidante

NARS Cosmetics apresenta a edição limitada de Laguna Body Tint SPF 30 PA +++ para o verão 2017/18. O icônico Laguna, agora com um poderoso antioxidante, para se alcançar um corpo completamente luminoso, realça ao mesmo tempo em que protege; não transfere e bronzeia sem deixar a pele pesada, misturando-se instantaneamente.

Produzido com os antioxidantes açafrão da Oceania, baunilha do Tahiti e um mix hidratante de óleos de Monoi e Tamanu e aromatizado com essência de Monoi do Tahiti, marca registrada da NARS.

NARS Laguna Body Tint SPF 30 PA+++ (Global) - jpeg

Preço: R$ 259,00 – Onde encontrar: Sephora

Anúncios

Dermatologista ensina como evitar erros que podem detonar sua pele no frio

Esquecer do protetor solar e abusar dos retinoides: esses são só alguns dos erros que podem detonar sua pele no tempo frio. A dermatologista Thais Pepe conta como cuidar da pele de maneira correta

A poluição, as baixas temperaturas e o tempo seco são características das estações mais frias do ano e influenciam no modo que a pele deve ser tratada. “Como a pele produz menos oleosidade natural, o ressecamento e a sensação de incômodo aparece principalmente na pele do rosto, que é a mais exposta ao vento e poluição”, explica a dermatologista Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

“A pele, quando não é cuidada de maneira propícia nas estações frias, reflete diretamente, ficando mais avermelhada e irritada, ressecada, pelo alto grau de poluição que temos neste período, sendo necessários cuidados especiais”, acrescenta. Para evitar alguns problemas, selecionamos aqui alguns erros básicos que devem ser evitados:

1. Não passar protetor solar — não tem jeito, o fotoprotetor é de uso diário e eterno: “A radiação ultravioleta, também no inverno, provoca danos que comprometem a estrutura de sustentação da pele, causando o aparecimento precoce de rugas e flacidez, além das manchas como reação à fotoexposição. A orientação continua a ser a de reaplicar o fotoprotetor de quatro em quatro horas em ambientes fechados e de duas em duas horas em fotoexposição direta. O filtro deve ter dióxido de titânio ou óxido de zinco na formulação: esses são bloqueadores físicos importantes”, explica.

mulher pele inverno frio

2. Esquecer dos hidratantes e cremes reparadores — o ideal é buscar produtos cujos veículos sejam à base de Fosfolipídeos que formam uma segunda pele e protegem a pele de forma mais efetiva diminuindo a perda de água por evaporação. “O ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular associados ainda são indicados para estimular a produção de hidratação natural em todas as camadas da pele”, comenta. A dermatologista sugere Hyaxel, ácido hialurônico de baixo peso molecular e vetorizado ao silício orgânico, que tem a capacidade de aumentar a expressão gênica de proteínas como aquaporinas, filagrinas, loicrinas e outras importantes para aumentar a auto hidratação; e DSH CN, ácido hialurônico de alto peso molecular, que forma um filme de retenção hídrica e devolve elasticidade ao tecido cutâneo. Com relação aos cremes reparadores, a médica diz que eles são fundamentais e podem ser usados à noite para evitar os danos ambientais como a poluição. “São substâncias antioxidantes com capacidade de reparo celular e que atuam contra os radicais livres”, comenta.

pele rosto mulher creme face

3. Esquecer dos pés, mãos e corpo — hidratar essas regiões é fundamental. “No caso dos pés, passar o hidratante a base de fosfolipídeos ou Nutriomega 3, 6, 7 e 9 e colocar uma meia de algodão ajuda a pele a absorver o produto mais facilmente. Nas mãos, invista nos ácidos hialurônicos. No corpo, a reposição lipídica deve ser eficiente, com opções como Dry Oil que tem na sua composição ésteres de karite, purcelin que podem ser associados a outros óleos, restabelecendo a hidratação da pele”, indica a médica.

pés

4. Abusar dos retinoides — para tratamento de acne, manchas e rejuvenescimento facial, os retinoides são excelentes opções — e geralmente são prescritos no inverno. “Mas eles devem ser usados com parcimônia e orientados por dermatologistas. Seu uso contínuo pode causar hipersensibilidade cutânea, vermelhidão e irritabilidade”, alerta a especialista. Dependendo da sensibilidade da pele, algumas substâncias podem ser usadas como alternativas naturais ao retinol, como Lanablue, que possui elevados índices de vitaminas do complexo B, além de aminoácidos e tem ação similar aos retinoides na diferenciação dos queratinócitos — suaviza linhas, rugas e densifica a epiderme.

acne

5. Tomar banhos muito quentes — ficar mais de 15 minutos em uma ducha quente é mais que o suficiente para comprometer a camada hidrolipídica da pele, que segura a hidratação. “Dessa forma, a pele perde água e lipídeos, o que compromete sua função de barreira. O ideal é banho morno e logo após o banho hidratar a pele”, finaliza.

banho mulher 2

Fonte: Thais Pepe é dermatologista especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Academia Americana de Dermatologia. Diretora técnica da clínica Thais Pepe, tem publicações em revistas científicas e livros, além de ser palestrante nos principais Congressos de Dermatologia

Você sabe a diferença entre filtros solar físico e químico?

O protetor solar é um produto que não pode faltar na rotina de cuidados com a pele de homens e mulheres – até por questões de saúde. Seu uso é essencial em qualquer estação do ano para blindar a pele contra os raios UVA e UVB, prevenindo manchas e doenças, como o câncer de pele. Seu uso é indicado inclusive no frio, estação em que as pessoas deixam de usar proteção solar por conta dos dias mais cinzas. Mas mesmo nas temperaturas mais baixas, nossa pele continua exposta e recebendo raios solares.

Mas você sabia que existe mais de um tipo de filtro? Ele pode ser encontrado nas fórmulas química e física.

O tipo mais popular é o protetor químico, que é composto de agentes químicos, os quais penetram em uma camada superficial da pele. Ele permite que os raios solares entrem na pele, mas não causem danos. Já o protetor físico é composto de óxido de zinco e/ou dióxido de titânio, ingredientes naturais que contam com proteção natural de amplo espectro, protegendo contra os raios UVA e UVB. Diferente do protetor químico, ele não penetra a pele, criando uma espécie de camada protetora por onde os raios solares são refletidos, um verdadeiro bloqueador solar.

Conheça abaixo algumas opções de protetores com filtros químico e físico e escolha o seu:

Protetor solar químico

anthelios-xl-fps-30-la-roche-posay-protetor-solar-40g.jpg

Protetor Solar Corporal Anthelios XL Protect FPS 30| La Roche-Posay – R$ 59,90 (200ml)promove uma alta proteção UVA/UVB, com uma textura ultraleve que garante uma hidratação por até oito horas.

vichy-ideal-soleil-fps50-hsoft-200ml.jpg

Idéal Capital Soleil FPS 50 | Vichy – R$ 64,90 (200ml): possui avançada tecnologia de filtros (MEXORYL XL+ SX) que garantem a máxima proteção contra raios UVA + UVB com ação hidratante intensiva de até oito horas. Com textura leve e de rápida absorção, Idéal Soleil Hydrasoft não deixa resíduos brancos na pele e possui ativos hidratantes como a glicerina e vitamina E, que garantem uma pele macia e aveludada e é enriquecido com água termal mineralizante de Vichy.

Protetor solar físico

skinceuticals-sheer-physical-uv-defense-fps-50-com-50ml

Physical Fusion UV Defense FPS 50 | SkinCeuticals – R$ 149,90 (50ml): ideal para todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis, sensibilizadas por procedimentos dermatológicos, como peelings e lasers. Benefícios: proporciona alta proteção solar contra a radiação UVB (FPS 50) e UVA (PPD 21) + cor de base universal que se adapta aos diferentes tons de pele.

sheer-physical-uv-defense-fps-50-50ml-skinceuticals

Sheer Physical UV Defense FPS 50 | SkinCeuticals – R$ 149,90 (50ml): ideal para todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis, sensibilizadas por procedimentos dermatológicos, como peelings e lasers. Benefícios: proporciona alta proteção solar contra a radiação UVB (FPS 50) e UVA (PPD 21).

Fonte: Provisa

 

 

Cosméticos atuais oferecem bem mais que um benefício

Todos os dias, nossa pele é exposta a diferentes fatores como exposição solar, poeira, poluição, maquiagem, transpiração e oleosidade. Mas nem sempre há tempo disponível para manter uma longa rotina de cuidados de beleza. Com toda a correria do dia a dia, as pessoas buscam cada vez mais otimizar o tempo para cuidar da saúde da pele, do rosto e do corpo, de forma que os resultados possam ser mais efetivos.

Apostar em produtos que oferecem agilidade, e que proporcionam mais de um benefício, é a melhor maneira de alcançar os resultados de forma prática. Uma opção são os dermocosméticos Eucerin, que contribuem na sua rotina diária deixando a pele com uma aparência mais saudável.

O segredo para se obter um dermocosmético de confiança, e para um tratamento cosmético eficaz e seguro, é ter uma orientação correta destinada especialmente para o seu tipo de pele, o que deve ser feito por um dermatologista. “Cuidar da sua pele com uma rotina consistente, composta por limpeza, cuidados faciais e corporais além da proteção solar, pode ajudar a mantê-la saudável nas diferentes fases da vida”, explica Orietta Balbotin, gerente de Marketing de Eucerin no Brasil.

Um exemplo de produto com múltiplas funções é o lançamento de Eucerin. A marca trouxe para o seu portfólio no Brasil o Eucerin Hyaluron-Filler CC Cream, que chega para integrar a linha de produtos anti-idade Hyaluron-Filler. O lançamento é o primeiro e único CC Cream do mercado que além de atenuar os sinais de envelhecimento ao preencher as rugas mais profundas de dentro para fora, também possui pigmentos para corrigir as imperfeições da pele, deixando-a instantaneamente mais uniforme, além de conter FPS 15 e proteção UVA.

Outro exemplo é o Eucerin DermatoCLEAN Solução Micellar 3 em 1, que limpa, demaquila e tonifica, foi desenvolvido especialmente para rotinas agitadas e apresenta uma fórmula exclusiva Eucerin que atende às diferentes necessidades da pele. Por meio do Complexo APG, um efetivo agente de limpeza extra suave, ele promove uma limpeza profunda da pele, além de contar com os ativos Gluco-glicerol e Ácido Hialurônico, que são ativos naturais de hidratação, reunindo diferentes benefícios em um só produto.

Conheça abaixo alguns produtos de Eucerin que podem te auxiliar nas combinações de tratamentos para uma pele linda e saudável:

eucerin

NOVO Eucerin Hyaluron-Filler CC Cream – com moléculas grandes e pequenas de Ácido Hialurônico e Saponina de Soja, penetra profundamente na pele para um efeito de preenchimento, estimulando a produção de Ácido Hialurônico e reduzindo até as rugas mais profundas de dentro para fora. Combinado a estes ingredientes ativos, sua fórmula possui pigmentos para corrigir as imperfeições da pele, deixando-a instantaneamente mais uniforme, com FPS 15 e proteção UVA. O Eucerin Hyaluron-Filler CC Cream está disponível nos tons claro e médio, embalagens de 50 ml. Preço sugerido – R$ 198, 60.

eucerin-dermatoclean-3em1

Eucerin DermatoCLEAN Solução Micellar 3 em 1 – com fórmula exclusiva, o produto limpa profundamente, remove a maquiagem e tonifica a pele. Por meio do Complexo APG, um efetivo agente de limpeza extra suave, promove uma limpeza profunda da pele, permitindo que ela respire melhor e deixando-a preparada para o próximo passo do cuidado facial. O produto conta também com Glucoglicerol e Ácido Hialurônico, ativos naturais de hidratação, e com micelas, um conjunto de moléculas que remove até as menores partículas de impurezas da pele. Para garantir o mais alto nível de compatibilidade para cada tipo de pele, Eucerin DermatoCLEAN Solução Micellar 3 em 1 é livre de perfume, álcool etílico, corantes e parabenos. O produto está disponível nas principais redes de farmácias e drogarias do país.  Preço sugerido: R$58,00.

eucerin-traz-lancamento-em-protecao-solar-para-pele-oleosa-e-acneica_1

Eucerin Sun Creme-Gel Oil Control Toque Seco – FPS 30 e 60 – auxilia no controle da produção da oleosidade enquanto a protege dos efeitos nocivos da radiação UV. Com textura ultraleve e de rápida absorção, o produto confere efeito mate imediato e ao longo de todo o dia. Sua fórmula ainda contém o Ácido Glicirretínico e o Licochalcona A, responsáveis pela proteção biológica celular e prevenção de danos celulares provocados pelos radicais livres nas camadas mais profundas da pele. Disponível nos fatores de proteção 30 e 60 o produto não é comedogênico, ou seja, não obstrui os poros, evitando assim o surgimento de espinhas e cravos. O Eucerin Sun Creme-Gel Oil Control Toque Seco é comercializado na embalagem de 52g. Preço sugerido: R$ 64,00 (FPS 30) / R$73,00 (FPS 60).

eucerin-cc

Eucerin SUN Creme Facial Tinted CC Cream FPS 60:  protetor facial com muito alta proteção solar avançada, alta cobertura, textura leve e toque seco. Disponível em duas tonalidades – clara e média – para um tom de pele uniforme e naturalmente bronzeado. O produto contém o ativo antioxidante Licochalcona A e Ácido Glicirretínico, que auxiliam em uma proteção biológica celular contra danos causados pelo sol, fortalecendo a estrutura de proteção natural da pele e os mecanismos de reparação do DNA, prevenindo manchas causadas pela exposição solar. Indicado para todos os tipos de pele, inclusive a sensível, é não comedogênico, não contém perfume e parabenos e ainda proporciona efeito matificante de longa duração. Eucerin SUN Creme Facial Tinted CC Cream é comercializado na embalagem de 50 ml. Preço sugerido R$ 71,00.

Informações: Eucerin

 

Radiação UV também é perigosa no inverno, por Neto Lima*

Com a chegada do inverno, a preocupação que antes era em relação à proteção ao sol, passa a ser manter o corpo quentinho. Porém, é justamente durante esse período que as radiações ultravioletas podem ser ainda mais perigosas.

A ausência de sol engana e a baixa nebulosidade também pode provocar um aumento do índice de raios UV. Com menos nuvens para proteger, os raios ultravioletas acabam chegando com mais intensidade à superfície. Por isso mesmo, as pessoas não devem se descuidar.

O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD, são cerca de 176 mil novos casos por ano no país. Entre as principais causas estão justamente a exposição excessiva a esse tipo de radiação.

Sendo assim, além dos cuidados comuns, como evitar a exposição ao sol em determinados horários e usar protetores solares, uma alternativa que tem se mostrado cada vez mais eficiente é o uso de roupas e acessórios com proteção UV.

pele cancer proteção

Capazes de absorver até 90% dos raios solares, esses produtos ainda atendem a diferentes gostos e estilos. Muito além das opções praia e esportiva, atualmente, é possível encontrar roupas e acessórios que podem ser usados no dia a dia, sem abrir mão do gosto pela moda.

Contudo, para garantir a eficácia do material é importante comprovar a qualidade dos produtos comercializados pela marca que você escolher. Para isso, é essencial verificar se as roupas são certificadas pela Arpansa**, único órgão no mundo responsável por testar fator UV em roupas e acessórios.

Não se engane acreditando que só porque as temperaturas estão mais baixas sua pele está protegida. Estar exposto à radiação pode tanto provocar o envelhecimento precoce da pele, quanto fazer surgir pintas que, futuramente, podem propiciar o surgimento de câncer. Por isso, proteção nunca é demais.

*Neto Lima é Diretor Comercial da Litoraneus, referência nacional na fabricação de roupas e acessórios com proteção UV.

**Australian Radiation Protection and Nuclear Safety 

 

Filtro solar é artigo indispensável no inverno

Proteção para pele é necessária mesmo nos dias nublados

Nos meses mais frios, o Sol surge tímido entre as nuvens, o calor diminui bastante, assim como a preocupação com a proteção da pele. Apesar de não deixar a cútis queimada, a incidência de raios solares continua forte durante o inverno. Mesmo com a diminuição do UVA/UVB, a radiação continua atravessando as nuvens e atingindo a pele, causando o envelhecimento precoce, a perda de elasticidade, manchas e rugas.

Além disso, as lâmpadas fluorescentes emitem uma luminosidade que também contém radiação UVA e UVB. A intensidade dos raios, no entanto, é menor do que quando a exposição acontece com luz natural, mas também causa danos à pele. Ou seja, dos computadores, celulares, escritórios e até de casa também podem ser prejudiciais, como explica a dermatologista Ana Coutinho.

“A radiação dos celulares é uma radiação considerada baixa, não-ionizante, mas que mesmo assim pode causar danos. Atualmente muito tem se discutido a respeito dessas novas fontes de radiação (televisão, celular, tabletes e computadores, por exemplo), mas ainda não há um consenso sobre a totalidade dos efeitos de toda essa tecnologia no organismo humano”, diz a dermatologista.

Em 2011, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um relatório, que envolveu cientistas de 14 países, decidindo dar importância à pesquisa dos efeitos dessa radiação que está em constante contato com o corpo humano.

“O que boa parte dessas pesquisas está detectando é a capacidade dessa radiação causar estresse oxidativo, que é a produção excessiva de radicais livres em virtude da exposição contínua a essa radiação. O nosso organismo possui uma capacidade de eliminar os radicais livres com os quais entra em contato, evitando que estes, provoquem danos as nossas células, mas no estresse oxidativo, a produção de radicais livres é tão grande que o organismo fica incapaz de eliminá-los e isso pode levar aos danos celulares e doenças”, revela Ana.

Ainda de acordo com as orientações da médica, dispensar o filtro solar não está em cogitação em nenhum período do ano. Rosto, mãos, pescoço e braços precisam ser protegidos diariamente, mesmo com os dias nublados. O produto deve ser reaplicado a cada quatro horas para que a pele continue protegida. Para preservar a pele sem tapar os poros ou deixar aquele aspecto “melecado” durante o dia, veja algumas opções da Avène e Darrow:

Avène Cleanance Solar FPS30 – 50ml: R$ 59,90

284718.png

Fotoprotetor de uso diário, foi desenvolvido especialmente para as peles oleosas e acneicas. Além de possuir o complexo SunSitive protection, o Cleanance SolarFPS 30 oferece fotoproteção aliada à ação antiacne e antioleosidade, graças a combinação de dois ativos: o Gluconato de zinco, ativo de referência na dermatologia para o controle da oleosidade, e o Gliceril Laurato, ativo de última geração patenteado pelos Laboratórios Pierre Fabre. A combinação dos dois ativos seborreguladores ajuda a reduzir a produção do óleo e as imperfeições da pele como o brilho excessivo. Sua nova textura possui rápida absorção, é muito leve, não oleosa e sem efeito branco. Com ação matificante, neutraliza o brilho e deixa a pele com aspecto sequinho.

Avène Reflexe Solaire – R$49,90

312699_711081_avene_reflexe_solaire_web_

Desenvolvido para o dia a dia, o Reflexe Solaire tem FPS 50, embalagem pocket, alta proteção contra radiação UVA e UVB, além de proteger de lesões no DNA em até 98%. Tem eficácia antioxidante e protege a pele até 18h e combate o fotoenvelhecimento. O Reflexe ainda possui Monolaurina em sua fórmula, ativo que controla o brilho. Rico em água termal Avène, ainda tem efeito anti-inflamatório, anti-irritante e suavizante.

Avène Solar Color FPS50+ 50ml: R$ 69,90

creme-solar-com-cor-spf50_0.png

Um exclusivo complexo fotoprotetor, que possui apenas quatro filtros, o menor número de filtros químicos do mercado, e oferece alta fotoproteção e fotoestabilidade (>90% após 2 horas). Menos química com mais segurança e tolerância para as peles até mesmo as mais sensíveis. Sem álcool, sem perfume, sem parabenos e sem octocrileno.

Darrow Actine Protetor Solar FPS 30 – 60ml – R$39,90

312699_705356_darrow_actine_30fps_120ml_web_.png

O filtro traz a solução para as peles oleosas e acneicas em 3 ações específicas: ampla proteçãoUVA e UVB, graças à presença dos filtros Tinosorb S, Octocrileno e Metoxicinamato de octila; possui PCA de Zinco e o Complexo antibrilho que garantem o controle eficaz da oleosidade e do brilho e possui agentes hidratantes, glicerina e polímeros matificantes, que reforçam a barreira cutânea mantendo a hidratação natural da pele.

Avène SAC: 0800 702 10 37 / Darrow SAC: 0800 021 8150

Dicas para aproveitar o Carnaval de forma saudável

Dormir bem, fazer uma alimentação balanceada e se hidratar são cuidados fundamentais para aguentar todos os dias de folia

Neste mês, milhares de pessoas sairão às ruas para celebrar mais um Carnaval, festa popular brasileira conhecida internacionalmente. A programação vai dos blocos de rua aos desfiles de escola de samba, além de bailes em lugares fechados como clubes e casas noturnas.

Para cada evento, existem alguns cuidados específicos e também os que devem ser tomados em qualquer ocasião. É importante entender o limite do corpo de cada um, o que inclui preparo físico e noções de suscetibilidade do organismo.

Confira abaixo as orientações do diretor médico e cardiologista do Hospital Santa Paula, Otávio Gebara.

– Evite a ingestão de alimentos pesados, que dificultem a digestão. Dê preferência para as frutas e verduras;

mulher comendo maçã public domain pictures
Foto: PublicDomainPictures

– Hidrate-se de duas em duas horas: o recomendado é ingerir no mínimo dois litros de água por dia (exceto pacientes com restrições médicas);

– Beba moderadamente: o consumo excessivo de álcool ou a mistura de destilados com fermentados pode acabar com a festa e causar ressaca no dia seguinte. Em casos extremos, é possível desenvolver pancreatite em apenas um dia de muito excesso por causar um edema que impede a drenagem do pâncreas;

happy

– Sempre tenha em mãos barrinhas de cereais para garantir a alimentação de duas em duas horas;

– Cuidado com o calor excessivo: em dias muito quentes a tendência é a pressão arterial cair, o que pode ocasionar enjoo, tontura e desmaios. Para evitar a queda de pressão é preciso manter o corpo hidratado, alimentar-se adequadamente, vestir roupas leves e evitar ambientes pouco ventilados;

– Beijo na boca: normalmente trocamos em torno de 250 bactérias e alguns vírus quando beijamos alguém. Portanto, é preciso ter cautela para prevenir doenças como a mononucleose, conhecida como “doença do beijo”. Trata-se de uma doença viral com sintomas parecidos com os da gripe: febre alta, dor ao engolir, tosse, cansaço, falta de apetite, dor de cabeça, entre outros;

beijo blindanimal
Foto: Blindanimal/MorgueFile

– Doenças sexualmente transmissíveis: todo ano o Ministério da Saúde faz uma campanha sobre a importância do uso da camisinha neste período. A camisinha é item fundamental do folião consciente.

Na avenida:

– Salto alto: ficar em pé por muitas horas sambando de salto alto pode ocasionar dor nas pernas e na planta dos pés, câimbras, inchaço nos pés, joanete, calos, problemas nas unhas, entre outros. Para evitar esses problemas, procure usar um salto com a base e o bico mais largo, assim os dedos não ficam apertados. Já para o dia seguinte, o médico aconselha ficar com as pernas esticadas;

salto alto

– Algumas fantasias dificultam a ida ao banheiro. Como muitos foliões ficam horas preparados para entrar na avenida, a dica é ir ao banheiro antes de se vestir. Evite reter urina por longos períodos, porque, além do desconforto, favorecem as infecções urinárias e formações de cálculos;

– Durma bem: no dia seguinte procure dormir pelo menos oito horas para reequilibrar o organismo.

mulher-dormir_maquiada

Nos blocos de rua:

– Proteja sua pele: o excesso de exposição ao sol é a principal causa do câncer de pele, o mais comum no país. Por este motivo, o protetor solar deve fazer parte da rotina do folião, retocando a cada duas horas, assim como o uso de chapéus e camisetas.

mulher cabelo ashley frogley
Foto: Ashley Frogley/MorgueFile

– Utilize calçados confortáveis: o ideal é usar tênis para proteger os pés e ter mais flexibilidade nos movimentos. Esse tipo de calçado amortece o impacto e é mais confortável, afinal, você ficará em pé a maior parte do tempo;

– Para evitar insolação, hidrate-se pelo menos de duas em duas horas, use filtro solar e prefira as roupas com tecidos leves (evite tecidos do tipo sintético) e use chapéus ou bonés para uma maior sensação de conforto;

coconut-with-coconut-water
Foto: Kamdora

– Álcool gel: como não é possível lavar as mãos em banheiros químicos, a chance de contaminação aumenta. Os contágios mais frequentes são de E.coli – que faz parte da flora natural do corpo, porém, quando há um desequilíbrio, causa náusea, vômito e diarréia; e o vírus VHA, da Hepatite A. Para se prevenir, tenha um álcool gel para higienização das mãos sempre que for ao banheiro.

Fonte: Hospital Santa Paula

Como proteger a pele das altas temperaturas e evitar a oleosidade

Consequências do sol e calor vão desde o aparecimento de manchas e o fotoenvelhecimento precoce até desenvolvimento de câncer de pele. Especialista explica como se proteger de maneira efetiva e evitar a oleosidade excessiva, estimulada pelo calor

O Brasil é um dos países com maior índice de raios ultravioleta do mundo, por isso a necessidade de proteger adequadamente a pele. “Nossa pele sofre várias consequências com sol e calor: a formação de manchas, o envelhecimento cutâneo precoce, e o mais grave, o desenvolvimento do câncer de pele. Alergias, pequenas inflamações, irritações em algumas regiões são também danos causados pelo sol e calor”, explica Rodrigo Kury, farmacêutico e diretor técnico da Ecenne. “Para manter a pele bonita nos dias de sol e calor, os cuidados não são muitos — porém são essenciais”, acrescenta.

De acordo com o especialista, o primeiro passo é manter o corpo sempre hidratado. “Nosso corpo perde muito líquido nos dias quentes, chegando em alguns casos a levar a desidratação que se reflete na pele, que acaba por apresentar sinais de envelhecimento. É necessário repor esta perda, bebendo muita água”, explica o farmacêutico. “Outro cuidado importante é o uso de proteção solar adequada para cada tipo de pele. Nunca sair ao sol sem o uso de um bom protetor solar”, comenta.

O especialista afirma que é de fundamental importância a reaplicação do protetor solar a cada duas horas e caso haja sudorese excessiva ou mergulhos no mar ou piscina deve-se reaplicar a cada hora. Por fim, Rodrigo sugere o uso de hidratantes e cremes para manter a hidratação da pele, e também a aplicação de produtos antioxidantes e regeneradores com Vitamina C nanoencapsulada ou Resveratrol, que ajudam a varrer os radicais livres produzidos pelo sol.

shutterstock-mulher-mar-praia
Foto: Shutterstock

Controle da oleosidade

O calor estimula as glândulas sebáceas a produzirem mais óleo. O resultado é o brilho excessivo na pele, mais característico dos dias de verão. Para controlar isso, Rodrigo sugere o uso de sabonetes líquidos ou em espuma com ativos que controlam a oleosidade. “Eles são importantes para higienizar e retirar ao excesso de oleosidade durante o dia. Após a limpeza, aplicar um bom hidratante oil-free”, explica.

Por fim, o especialista enfatiza que é importante em dias muito quentes higienizar duas vezes ao dia a pele. “Assim, evitamos que a sujeira ou excesso de maquiagem obstruam os poros gerando infecções na pele. Os sabonetes líquidos, de acordo com cada tipo de pele, ajudam na remoção dos resíduos causados também pela transpiração”, finaliza.

Fonte:  Ecenne  

Problemas de pele que surgem com o verão e como tratá-los

Durante o verão, com as altas temperaturas, algumas doenças podem ser transmitidas ou serem descobertas. É o caso da acne solar, micose, foliculite e outras. Para esclarecer algumas dúvidas frequentes sobre manchas e outros problemas que surgem na pele, a médica Anna Cecília Andriolo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica quais problemas desaparecem com o tempo e quando é necessário consultar um especialista.

Queimaduras na pele por frutas ou perfume

Quando a nossa pele entra em contato com ácidos presentes nas frutas cítricas e em alguns cosméticos ou perfumes, podemos notar o surgimento de manchas escuras se há exposição solar. O sol reage com esses ácidos produzindo uma queimadura na pele e escurecimento local. Esse problema é chamado de fitofodermatose, e pode acontecer quando passamos perfume para ir à praia ou quando tomamos uma caipirinha ou suco de frutas no sol. A prevenção é simples, basta evitar o contato com essas substâncias ou, caso ocorra, lavar imediatamente a região antes de se expor ao sol. Se as manchas já apareceram, não há com o que se preocupar, elas vão sair espontaneamente. “Para acelerar o processo existem alguns clareadores”, explica a dermatologista. Em alguns casos a queimadura pode ser mais profunda e uma visita ao dermatologista se faz necessária.

Melanose e melasma

manchas-pele-sol-mulher

São lesões diferentes, mas que surgem no corpo após o banho de sol. As melanoses (ou sardas) têm formato arredondado e cor acastanhada. Elas costumam aparecer no rosto, colo, braços e mãos. Já o melasma não possui um formato exato, apresenta cor acastanhada ou acinzentada. Seu aparecimento é comum nas maçãs do rosto, embaixo dos olhos, em cima dos lábios e na testa. Tem relação com hormônios femininos e outros fatores. Nos dois casos, o tratamento estético deve ser feito com um dermatologista e a prevenção inclui o uso de protetor solar com base, que oferece uma dupla camada de proteção contra a luz visível.

Acne solar

mulher-praia-protetor

Por vezes, surgem algumas bolinhas, principalmente nas costas, ombros e colo. Isso acontece porque, no calor, transpiramos mais e o uso de protetor solar pode tornar a pele mais oleosa. As acnes solares podem ser minimizadas com higiene constante dos lugares afetados, o que diminui a oleosidade e a obstrução dos poros. Essas espinhas não devem ser espremidas, pois pode haver infecção local e surgimento de manchas se houver exposição solar.

Insolação e queimadura de sol 

pele-queimada-de-sol

Com a exposição excessiva ou inadequada ao sol, podem ocorrer queimaduras na pele e até mesmo insolação. Nesta última, os sintomas são: desidratação, ardor na pele, sede, tonturas, mal-estar, dor de cabeça e até vômitos. Ao perceber os sintomas, é necessário levar a pessoa até a sombra, mantê-la hidratada e se necessário procurar ajuda em um pronto-socorro. “Compressas frias, corticóides tópicos e muita reposição hídrica são medidas indicadas. Alguns casos podem ser extremamente graves”, adiciona a Dra. Anna Cecília Andriolo.

Herpes

herpes.jpg

É uma infecção causada pelo vírus Herpes simplex. Uma vez ocorrido o contágio, o vírus fica incubado e pode reaparecer em algumas situações como no verão, por conta da baixa imunidade. Desidratação, ingestão de maior quantidade de álcool, exposição prolongada ao sol e piora na qualidade da alimentação e do sono são alguns fatores desencadeantes. Surgem áreas avermelhadas, com alteração da sensibilidade e pequenas vesículas nos lábios ou no corpo. Os sintomas desaparecem após uma ou duas semanas. Para diminuir o incômodo e acelerar a cicatrização das lesões, um dermatologista pode indicar o tratamento adequado.

Foliculite

É uma inflamação causada por bactérias, que aparece como pequenas espinhas de ponta branca na base dos pelos e a região pode ficar avermelhada. É comum que essas pequenas bolinhas surjam na virilha e nos glúteos. Elas costumam melhorar sozinhas, mas em casos graves e de muita coceira é necessário consultar um dermatologista.

Bicho geográfico

crianca-protetor-praia

A doença é causada por parasitas de animais que, ao defecarem na areia, deixam ovos que se transformam em larvas e penetram na pele de humanos que pisam, sentam ou se deitam no local. Por esse motivo, a contaminação ocorre principalmente nas praias. O nome é dado, pois quando a larva caminha na parte interna da pele, se forma um desenho que se assemelha ao mapa geográfico. Para que as larvas não tenham acesso ao corpo, é sempre bom utilizar toalhas, esteiras ou cangas e evitar praias frequentadas por animais. “O tratamento é simples, com medicações tópicas e orais, dependendo da gravidade da infestação”, diz a especialista.

Câncer de pele

praia-mulheres-2

É um grave problema de saúde que pode ser evitado com medidas simples e acessíveis. A doença é causada pela exposição excessiva ao sol, principalmente entre 10 e 16 horas. Para diminuir a possibilidade de desenvolvimento do câncer, deve-se usar sempre filtro solar, inclusive nos dias nublados, e evitar a exposição solar nos horários inadequados. “Existem basicamente dois grandes grupos de câncer de pele: o grupo dos basocelulares e espinocelulares (mais comuns e de agressividade local) e os melanomas (mais raros porém letais)”,finaliza a dermatologista, frisando que é sempre importante consultar um médico para um diagnóstico preciso.

Fonte: Anna Cecília Andriolo é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Residência Médica em Dermatologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (IAMSPE), Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Protetor solar não faz milagre: use corretamente para proteger sua pele

Para aproveitar o verão é preciso ter alguns cuidados com a pele. Afinal, o protetor solar, usado de forma isolada, não faz milagre. “Ele bloqueia os raios ultravioletas, mas não basta. Algumas pessoas podem fazer o seu uso de forma incorreta e, desta forma, não alcançam a proteção adequada”, afirma a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos Márcia Grieco.

Segundo a especialista, o protetor deve ser aplicado em quantidade generosa, sendo uma colher de sobremesa para cada área do corpo e reaplicado a cada duas horas e sempre que sair do mar ou da piscina, mesmo para os resistentes à água. Já os protetores em spray são ideais, principalmente, para áreas com pelo, como couro cabeludo e pernas (de homem), mas, se não forem bem aplicados podem deixar as áreas desprotegidas. Também é importante atentar ao horário de exposição ao sol, que deve ser até às 11 horas e após as 17 horas (horário de verão).

protetor solar pedro j perez
Foto: Pedro J. Perez/MorgueFile

Os produtos devem ser adequados ao tipo de pele. Para adolescentes e adultos jovens que costumam ter pele oleosa, o mais indicado é o uso de protetor à base de gel, fluidos ou oil free, que são menos gordurosos e não comedogênicos, que não bloqueiam os poros, evitam a produção de óleo na pele e a formação de acnes.

Mulheres na menopausa podem usar em formato de creme, pois a pele é mais seca. Para quem tem melasma (manchas escuras na pele ocasionadas pela exposição solar) ou manchas por alterações hormonais na gravidez ou uso de anticoncepcionais devem usar protetores com fator mais alto, e, se possível, também se proteger com chapéu, boné, óculos.

piscina-chapeu-mulher

De acordo com a médica, o protetor solar com cor, usado como base para o rosto, protege mais do que os comuns, pois seu pigmento funciona como uma barreira contra os raios solares, além de esconder manchas e imperfeições da pele. Mas, não ache que, por isso, pode usar maquiagem na praia. “Nunca vá para a praia ou piscina com algum tipo de cosmético, seja batom ou perfume, pois pode causar uma reação alérgica”, explica a especialista.

Woman smelling perfume on her wrist
Pinterest

Para crianças de até seis anos, prefira filtros solares em cremes ou em loções com dióxido de titânio, que pode ser usado sem risco de toxicidade. “Também recomendo roupas com FPS 50, que protegem da radiação ultravioleta, sendo necessário apenas aplicar o protetor nas regiões expostas ao sol”, explica. Feitas de tecidos especiais quimicamente tratados com componentes fotoprotetores, as roupas são leves, não incomodam e podem ter alta durabilidade, conforme cuidados indicados por cada fabricante.

“O mais importante para qualquer tipo de protetor solar é estar atento ao rótulo, checar se tem FPS acima de 30 e se possui selo de qualidade atestado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) ou pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pois significa que foram testados e aprovados para o uso”, alerta a médica.

lush_hidratante-corporal_sleepy-100g-r6850

A especialista ainda afirma que, após o banho, é importante passar hidratante ou óleo corporal à base de ureia e ceramidas, para que o bronzeado fique com uma cor mais bonita e duradoura. Para queimaduras e vermelhidões, são indicados produtos pós-sol, águas termais, cremes calmantes ou chá de camomila frio, que aliviam e refrescam a pele. Em casos mais graves, quando a pessoa sente muitas dores, calafrios, calor excessivo no local ou tem febre e formação de bolhas é preciso procurar um médico, pois é sinal de insolação e queimaduras mais profundas.

Fonte: Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcellos