Arquivo da tag: quentão

Senhor Pudim: sabores juninos no cardápio e receita de pudim de quentão

Quentão e milho verde são as opções que entram para celebrar a época

Inaugurada pelo chef Marcos André Martins, a loja Senhor Pudim, que funciona há quatro anos no bairro de Moema, em São Paulo, inseriu no cardápio os sabores quentão e milho verde para comemorar as festividades de São João.

pudim de milho verdepudim de quentão desenformado

Na loja também é possível encontrar pães de mel preparados com mais de dez especiarias e cobertos com chocolate belga, casquinhas de laranjas cristalizadas, bombons de panetone com cointreau, biscoitos de polvilho e galetinhas, todos cobertos com chocolate ao leite ou meio amargo, além de outro sabores de pudins entre eles os que combinam com essa época do ano como os de paçoca, tapioca com coco, coco, doce de leite e doce de leite com coco queimado, criados pelo chef que é especialista em pudins há mais de 30 anos.

pudim de paçoca.jpg

Os preços vão de 10 a 135 reais e os tamanhos são variados, desde formas individuais, tanto para consumo na loja como para viagem, até de 600g, 1kg e 1,600kg . Em tempos de sustentabilidade, chama a atenção uma particularidade: o cliente que retorna com a forma do pudim ganha desconto na próxima compra.

Confira abaixo a receita de Pudim de Quentão, diferente e deliciosa:

Pudim de quentão 

Ingredientes (receita para pudim de 1kg)
1 lata de leite condensado
2 latas de leite fervido com as especiarias (3 paus de canela, 10 cravos em flor, 1 pedaço de gengibre de 100g aproximadamente)
3 ovos inteiros
2 gemas

Modo de preparo
Bater tudo no liquidificador e reservar.

Calda de Quentão 
150g de açúcar
1 xícara (café) de água quente
4 paus de canela
15 cravos em flor
1 pedaço gengibre de aproximadamente 150g
1 pedaço de casca de laranja
150ml de cachaça

Modo de preparo
Derreta o açúcar até caramelizar. Acrescente o gengibre, o cravo, a canela e a casca de laranja, mexa bem e acrescente a água. Misture bem novamente e acrescente a cachaça. Desligue e deixe esfriar.  Coloque a calda de quentão na forma de pudim (18 cm de diâmetro) e despeje a massa. Leve para assar em banho-maria a 180 graus por aproximadamente 60 minutos ou até estar firme. Deixe esfriar para desenformar e sirva gelado.

pudim de quentão 2

Senhor Pudim: Alameda dos Aicás, 471, Moema, em São Paulo. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas; e aos sábados, das 10 às 17 horas

 

Anúncios

Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas das festas juninas

As comidas típicas das festas juninas podem ser deliciosas, mas é preciso estar atento ao consumo de sódio, açúcar e gordura. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo recomenda alguns cuidados para consumir as receitas – e aproveitar melhor as festividades.

De acordo com Etelma Maria Mendes Rosa, nutricionista da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), o consumo desses pratos típicos deve ser moderado devido à quantidade calórica das preparações. “É preciso fazer uma restrição de consumo ou, se houver possibilidade, preparar as receitas em casa, reduzindo a quantidade de açúcar, de sal ou até mesmo de gordura, dependendo da preparação”, enfatizou.

Alternativas para preparações mais saudáveis e nutritivas:

Milho Verde: cereal fonte de carboidrato contém grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais. Procure consumir com pouco sal e pouca manteiga.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Pinhão: rico em fibras e minerais como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Possui também ácidos graxos como ômega 6 e 9. Além de ser naturalmente muito saudável, deve ser cozido somente em água.

Pinhao cunha tur
Foto: Cinha Tur

Cuscuz: preparado com farinha de milho, pode ser feito com legumes, ovos, atum, tornando-se um prato bastante nutritivo.

Cuscuz-Paulista2-659x371

Pipoca: cereal integral que, sem excesso de sal ou gordura, é rico em fibras, possui vitaminas E, B1, B2 e os carotenoides, considerados antioxidantes. Além disso, contém minerais como cálcio, sódio, iodo, ferro, zinco, manganês, cobre, selênio, crômio, cobalto, cádmio e fósforo. Em casa, prepare-o no micro-ondas para evitar o uso de óleo; coloque o milho da pipoca dentro de um refratário; leve ao micro-ondas com a tampa própria do aparelho doméstico; deixe de 2 a 4 minutos em potência alta; acrescente pouca quantidade de sal.

PIPOCA

Batata doce: fonte de carboidratos contém magnésio, fósforo, potássio e vitaminas A, B, C, K e E. Pode ser assada no forno, basta embrulhá-la, depois de lavada inteira e com casca, em papel alumínio e levá-la para assar por 50 minutos aproximadamente.

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Arroz doce e Canjica: cereais com fonte de carboidrato. Se preparados com menos açúcar e sem leite condensado, são bem nutritivos. Algumas alternativas para conferir mais sabor são queimar o açúcar no momento do preparo e adicionar raspas de laranja ou canela.

arroz doce tape

Curau e pamonha: fontes de carboidratos. Normalmente levam na composição leite e açúcar. Evite incluir no preparo manteiga, gordura vegetal e leite de coco, pois deixam a preparação ainda mais calórica.

pamonha

Bolo de milho: fonte de carboidrato, leva na composição ingredientes proteicos como leite e ovos. No caso de preparações caseiras, experimente prepará-lo com metade do açúcar da receita e utilize óleos vegetais no lugar da gordura vegetal, da margarina ou mesmo da manteiga.

Receita-Bolo-de-Milho

Vinho quente e quentão: são calóricos por conter álcool e grande quantidade de açúcar, por isso, vale a pena moderar o consumo. Nos preparos caseiros, existem opções sem álcool, utilizando gengibre, casca de laranja, sucos de frutas como laranja, maçã, abacaxi, maracujá, suco de uva integral e as especiarias como, canela e cravo-da-índia.

vinho quente sem vinho

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

Maior Arraiá de São Paulo e 100% Vegano durante todo o mês de junho

A VegNice, pensando na preservação dos bens gastronômicos brasileiros em harmonia com todos os seres, promove a Grande Festa Junina Vegana, que em sua 4ª edição de sucesso em São Paulo apresenta novidades, entre elas a variedade de datas e o local.

A maior Festa Junina de SP e Vegana acontecerá em todos finais de semana de junho (sextas,sábados e domingos) e será no local onde posteriormente será inaugurado o Vegan Park (1ª galeria vegana do mundo).

Nos fartos festejos juninos sempre encontraremos diversos tipos de doces e salgados típicos e na versão vegana, essa alegria se estende a todos os seres vivos, pois a tradição culinária, cultural e festiva está sendo de alguma forma mantida e sem causar sofrimento e morte aos animais .

Entre os pratos típicos bolo de milho, de aipim, de batata, de massa puba, chá de amendoim, pé de moleque, pamonha, aluá, cuscuz, paçoca moída na hora no pilão de madeira, café da roça feito diretamente no fogão à lenha; vários pratos típicos juninos adaptados como: buraco quente com jaca louca, canjica e arroz doce sem lactose feito com leite de amêndoas, bolinho caipira recheado de linguiça vegetal, bolos sem glúten etc.

É garantido que na Festa Junina Vegana o sabor e benefícios superam todas as expectativas. Haverá também expositores com artesanatos e produtos industrializados, todos produtos são sustentáveis. A feira também ajudará ONGs de proteção animal e promoverá dentro do evento um espaço para adoção de pets resgatados. O ambiente será animado com musica ao vivo, quadrilha junina, área kids e pets são muito bem-vindos.

cartazzzz

Quanto
Entrada gratuita. Se o coração permitir leve doação de pacote de ração para os pets resgatados que estarão na feirinha de adoção, esse gesto faz enorme diferença na vida deles.
Quando
Sextas, sábados e domingos de junho.
Horários: sexta das 18h às 22h / sábado das 13h às 22h / Domingo 13h às 20h
Local
Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 83 , Vila Mariana – ao lado do metrô Ana Rosa – onde, posteriormente, será inaugurado o Vegan Park (1ª galeria vegana do mundo)

 

Chás para aquecer o outono e o inverno

Com as temperaturas mais baixas o corpo pede algo que possa aquecê-lo. Isso é muito comum, pois durante o frio ele precisa estar aquecido para garantir o desempenho do nosso organismo e manter equilibrada a temperatura corporal.

É também nessa época que gastamos mais energia. Por isso, os chás são muito bem-vindos para aquecer os dias e as noites. Além de saudável, o chá proporciona relaxamento. A Meissen, empresa de produtos naturais, traz ao mercado chás que combinam com o outono e inverno, são eles: chá de gengibre com limão, chá de quentão e chá de maçã com canela.

Mas nesse período é preciso cautela no consumo dos alimentos e bebidas. “Não é porque o corpo precisa estar aquecido que devemos abusar da alimentação. É possível sim, durante o outono e inverno, aumentar o consumo dos alimentos sem comprometer a dieta”, comenta Maria Laura Álvares Lobo, farmacêutica responsável da Meissen – empresa de produtos naturais.

Durante a temporada fria o consumo de legumes, frutas e frutas secas deve ser aumentado. Estes alimentos possuem vitaminas, minerais e fibras, pois reforça o sistema imunológico e pode impedir o aparecimento de uma gripe.

chas.png

Chá de gengibre com limão

Suas propriedades fazem dele um chá forte, porém com saber suave realçado pelas notas cítricas do limão.

Chá de quentão

Com ingredientes marcantes este chá tem em sua composição gengibre, maçã, canela, casca de laranja doce, casca de limão, hibisco, Cravo da Índia e anis estrelado, que faz deste chá uma mistura aromática, adstringente, encorpada e com sabor forte.

Chá de maçã com canela

A leveza da maçã e o aroma da canela fazem deste chá uma bebida marcante e saborosa. A maçã e a canela possuem propriedades de consumo terapêutico e medicinal.

Os chás da Meissen são 100% naturais, garantindo a qualidade ao produto. Cada caixa contém 15 sachês, embalados individualmente, e pode ser encontrada em pontos de venda parceiros ou no site.