Arquivo da tag: stevia

SII: sugestões de trocas de alimentos que agem como gatilhos

Ter Síndrome do Intestino Irritável não significa que uma pessoa não possa comer legumes ou frutas. No entanto, devem cozinhar os alimentos com baixo teor de FODMAP e tentar ordená-los quando estiverem fora.

Exemplos de algumas trocas:

blueberry-and-muesli-cereal-topping-bowl-of-yoghurt
-Escolha frutas com baixo teor de FODMAP, incluindo bananas, mirtilos, melão, uvas, laranjas, kiwis e morangos.

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

-Coma vegetais, especialmente cenouras, berinjelas, feijão verde, espinafre, abóbora e batata doce.

iogurte profet77 pixabay
Foto: Profet77/Pixabay

-Aumente a ingestão de cálcio tomando iogurte em vez de outros alimentos que contenham lactose. As bactérias naturais encontradas no iogurte podem ajudar a quebrar as causas do desconforto da SII para algumas pessoas.

azeite gordura boa

-Substitua a manteiga em receitas pelo azeite. Uma pessoa geralmente pode substituir cerca de três quartos da manteiga em uma receita de azeite. Por exemplo, se uma receita exige uma meia barra de manteiga (4 colheres de sopa), pode usar 3 colheres de sopa de azeite e 1 colher de sopa de manteiga.

leite de amendoa lisa redfern - pixabay
Foto: Lisa Redfern / Pixabay

-Troque o leite de vaca por opções sem lactose, como arroz, soja, amêndoas ou leite de aveia.

stevia live science-Limite ou evite edulcorantes artificiais, como sorbitol, maltitol e xarope de milho de alta frutose, pois podem prejudicar o microbioma intestinal e piorar os sintomas. Substitua por xarope de bordo (sem HFCS) ou stevia, que é considerada baixa-FODMAP.

Enquanto uma pessoa pode não ser capaz de eliminar todo um alimento desencadeante em uma receita, usar a menor quantidade possível pode ajudar a reduzir os sintomas.

Fonte: MedicalNewsToday

Anúncios

Novo adoçante une stévia e sucralose

Zero-Cal lançou uma nova versão para ampliar a família de adoçantes da marca. Zero-Cal Stévia é a combinação ideal entre stévia e sucralose, que une em um único produto as duas substâncias de origem natural que mais crescem no mercado de adoçantes. O blend entre as duas substâncias, exclusivo no mercado de adoçantes, garante à nova versão de Zero-Cal um sabor muito mais gostoso e adocicado, graças à presença da Sucralose na composição.

A Stévia é derivada de uma planta nativa da América do Sul com o benefício de ter poucas calorias e seu consumo tem sido muito incentivado por pessoas que buscam um estilo de vida saudável e mais natural. A união com Sucralose se deve a semelhança de sabor com o açúcar. O brasileiro vem se conscientizando que pode realizar substituições saudáveis e saborosas em seu dia a dia para alcançar um maior equilíbrio na alimentação e, nesta tendência de buscar mais bem-estar para a rotina, procuram cada vez mais produtos e substâncias de origem natural.

Zero-Cal Stévia pode ser utilizado para adoçar todos os tipos de alimentos e bebidas, preservando o sabor suavemente doce. Cada cinco gotas do adoçante equivale a uma colher de açúcar. O produto já chega ao mercado apresentando a nova identidade visual da marca. Desenvolvidas pela FutureBrand São Paulo, os novos rótulos de Zero-Cal trazem elementos mais atuais, que facilitam a identificação de cada sabor ao evidenciar as cores de cada substância da linha.

zerocal

Além do lançamento, disponível nas versões líquida e pó (50 envelopes), Zero-Cal também possui as consagradas versões líquida 100 ml e pó de Sucralose, 100ml e 200ml a base de Sacarina e as versões em Pó Sachê 800mg e Líquida 100ml, a base de Aspartame. O novo Zero-Cal Stevia estará disponível nos principais supermercados e farmácia a partir de julho.

Informações: Zero Cal

 

Chocolates para agradar diversos paladares

Ninguém resiste aos doces, muito menos ao “amigo de todas as horas”, o chocolate. E a Genevy Chocolates Especiais tem diversas versões para agradar a diferentes paladares, seja pelas restrições alimentares ou para manter a boa forma. Confira abaixo as novidades:

stevia

Stévia Choco: massa de cacau, maltitol , manteiga de cacau, óleo de coco e estévia. Também nas versões 55%, 66%, 88% e 99% cacau.

cranberry

Only4 Cranberry: massa de cacau, açúcar de coco, manteiga de cacau, óleo de coco extra virgem e Cranberry. Pode conter traços de abacaxi. Também nas versões Chia, Flor de Sal, Nibs e Puro.

lion

Linha Lion Gourmet: feitos com açúcar de coco, que possui baixo índice glicêmico, é um açúcar 100% natural, que não é processado e nem contém conservantes, e é rico em vitaminas do complexo B e minerais como ferro, zinco, magnésio e potássio.

zero

Zeromilk Puro: açúcar, massa de cacau, manteiga de cacau, emulsificante lecitina de girassol, ricinoleato de glicerila e aromatizante artificial de vanilina. Também nas versões Morango, Menta e Crisp.

puro

BellaButterfly: massa de cacau, açúcar de coco, manteiga de cacau, óleo de coco.

Informações: Genevy

Adoçante: mocinho ou vilão?

Vivemos um período em que a busca pela perda de peso é constante, e uma das estratégias mais usadas é a troca do açúcar refinado pelo adoçante. Mas será que ele realmente faz bem a nossa saúde? Segundo a nutricionista Aline Quissak, especializada nas áreas de Oncologia, Síndrome Metabólica, Psicologia da Nutrição e Nutrição Esportiva, precisamos analisar alguns pontos importantes antes de tomarmos decisões.

O primeiro deles é o porquê do açúcar refinado fazer mal à saúde. Segundo a especialista, por três motivos: 1) é uma caloria vazia, ou seja, o corpo não utiliza ele como energia para as atividades diárias, por isso, ele é facilmente transformado em gordura pelo corpo, principalmente abdominal. 2) contém compostos químicos artificiais, que foram utilizados no processo de refinamento para deixá-lo branquinho, retirando assim todos os nutrientes, vitaminas e minerais originários da cana. 3) por ser açúcar puro, o corpo tem muito trabalho para “limpá-lo” como toxina do corpo, então a produção de hormônios aumenta na tentativa de expulsar esse açúcar ou utilizá-lo de alguma forma para não acumular, o problema é que isso causa um desequilíbrio no corpo, já que exige muito trabalho para algo que ele não irá utilizar.

Até aí tudo bem, mas qual é problema do adoçante? Afinal, ele não tem açúcar, não é refinado, e não tem calorias? Alguns especialistas afirmam que o problema está no adoçante artificial, que pode causar problemas como gases, irritação estomacal e até câncer. Mas que os chamados adoçantes naturais, como stevia e xilitol, não apresentam tais características.

açúcar refinado (1)

E é aí que está o problema, segundo a nutricionista. Quando consumimos um brigadeiro, por exemplo, e sentimos o sabor doce, há um sinal químico enviado para o cérebro reconhecendo esse sabor. Automaticamente o cérebro relaciona doce com alta caloria, enviando outro sinal químico para o estômago dizendo: “Prepare-se para a produção de enzimas digestivas porque existem altas calorias para você digerir”. Quando o brigadeiro chega ao estômago começa todo o processo de digestão e depois de absorção no intestino.

Agora, e se eu consumir um produto com adoçante? O mesmo sinal químico acontece, já que minha língua também vai reconhecer o sabor doce, certo? “O problema está aí, o adoçante não tem calorias, ou seja, quando o doce chega ao estômago, ele não tem o que digerir, só que ele estava esperando essas calorias chegarem, e isso acaba por gerar alguns males de saúde”, explica a especialista.

Efeitos do adoçante

O consumo de adoçantes pode causar doenças como gastrite e úlcera, já que são liberadas muitas enzima e ácidos, que não são utilizados pelo corpo. Além de desencadear uma compulsão alimentar e, principalmente, o aumento da vontade de ingestão de doces.

“Quando o estômago percebe que não recebeu as calorias que estava esperando, ele retorna o sinal químico para o cérebro dizendo que aquela caloria não veio e pede por ela, e isso é traduzido pelo cérebro como ‘fome’. Na tentativa de suprir essa necessidade, o corpo age por impulso, requisitando energia rápida. E qual a forma de energia rápida? Açúcar. Por isso, sentimos esta vontade exagerada de comer doces e massas”, completa.

Além de tudo isso, o pH do adoçante não é compatível com o intestino, matando as bactérias boas, responsáveis pela absorção de cálcio, ferro, produção de imunidade, hormônios do emagrecimento e geração de gases. Devido a isso, é comum pessoas que consomem uma grande quantidade de produtos diet, adoçante sendo ele natural ou não, com uma barriga característica: um inchaço característico de gordura acumulada centralmente. E para completar a lista, o consumo diário de adoçante diminui a imunidade, causando problemas como com rinite, sinusite, gripes e resfriados com maior frequência.

adoçar

Por isso, para Aline, é importante estar atento ao que estamos consumindo, quais os benefícios reais, que determinados alimentos e bebidas trazem para o nosso corpo e como eles são absorvidos pelo nosso organismo. Reduzir calorias, pode até emagrecer, mas com consequências. O melhor caminho para conseguirmos atingir nossos objetivos, é o equilíbrio.

“A alimentação é fundamental para nossa vida, e a melhor maneira de cuidarmos do peso e da saúde é mantendo uma alimentação equilibrada. Precisamos conhecer os alimentos e entender o que estamos ingerindo, para, a partir daí, escolhermos quais alimentos devem entrar em nossa dieta. É melhor comer de forma equilibrada e dar preferência ao açúcar de melhor qualidade, que trará os nutrientes adequados ao corpo, do que simplesmente substitui-lo por algo que a princípio pode parecer saudável, mas a longo prazo terá consequências graves”- finaliza a profissional.

Biscoitos Finos Integrais elaborados com Açúcar Mascavo Light

Isentos de lactose, são fonte de fibras e não possuem gordura trans. A novidade é produzida com com Açúcar Mascavo Light, primeiro produto do segmento que combina o açúcar mascavo extraído do caldo da cana de açúcar com os benefícios da Stevia. Duas vezes mais doce, tem 50% menos calorias e carboidratos que o açúcar mascavo tradicional. Além de ser 100% natural, possui vitaminas B1 e B2.

Acomodados em uma embalagem de presente com 155 gramas, os Biscoitos Finos Integrais Magro têm um preço médio de R$ 14,90 e edição limitada. Produzidos artesanalmente, combinam ingredientes saudáveis resultando em um produto saboroso e crocante.

biscoitos_finos_integrais_web_.png

“A embalagem em formato de coração remete ao cuidado que temos com a saúde dos nossos consumidores. O coração é um elemento presente na logomarca Magro e reforça o verdadeiro conceito de produtos saudáveis que desenvolvemos ao longo destes 25 anos para a indústria de alimentos, explica a Coordenadora de Marketing da Lightsweet, Adriana Mary de Paula.

Para comprar: Compre Diet & Light

Fonte: LightSweet

do bem oferece linha de chás com stevia

A do bem aproveita o verão para para oferecer sua linha de chás. São duas novas opções para refrescar os dias mais quentes do ano, além das tradicionais versões do mate natural e mate com limão que já existem no portfólio da marca.

Os lançamentos – Chá verde com limão zero, Chá verde com pêssego zero, Chá mate natural zero e Chá mate com limão zero – estão disponíveis em latinhas slim de 310 ml e caixa de 1L. Como as outras receitas já conhecidas da do bem, as novas bebidas também são 100% naturais e sem conservantes.

Foram dois anos de pesquisa para chegar ao sabor desta nova linha, que traz bebidas elaboradas com suco de frutas (de verdade) e chá verde vindo do Quênia, com certificado Fair Trade (comércio justo). Para adoçar estas delícias, a marca apostou na stevia e não em adoçantes artificiais. “Esta é a primeira linha do mercado nacional de chás sem conservantes que leva a stevia, um adoçante totalmente natural. E, o mais inovador: desenvolvemos uma stevia que não deixa qualquer gosto nas bebidas, ou seja, as versões zero têm exatamente o mesmo sabor da que levam açúcar. É um avanço gigantesco para indústria de bebidas”, conta Marcos Leta, idealizador e fundador da do bem.

Esta planta nativa consegue substituir o açúcar de forma natural: apresenta baixas calorias e ainda é diurética. A stevia deixa as bebidas levemente doces, diferente daquele paladar da maioria dos chás disponíveis no mercado.

A stevia desenvolvida na do bem lab – a mais nova divisão da marca carioca para pesquisar o futuro das bebidas – é o resultado de uma combinação de diferentes extrações naturais de stevia que atingem um novo patamar em pureza e perfil sensorial. Além de deixar os chás naturalmente gostosos.

Combinados, a stevia e o chá verde trazem inúmeros benefícios para quem deseja manter um estilo de vida saudável. “O mais bacana é estar construindo a com a do bem a maior geração de pessoas saudáveis no Brasil”, completa Marcos Leta.

Serviço


Chá Verde com Limão 1L do bem 
Mate natural zero do bem 1L
Mate c/ limão zero do bem 1L
Chá Verde com Limão 310 ml do bem 
Mate natural zero do bem 310 ml
Mate c/ limão zero do bem 310 ml
Mate natural do bem 310 ml
Mate c/ limão do bem 310 ml

Informações: Site / SAC  (21) 2287-5767

Adoçantes dietéticos isentos de edulcorantes

Para atender as necessidades dos consumidores que não podem ingerir sacarose, frutose e glicose, a Lowçucar, marca de varejo da Lightsweet, possui os chamados adoçantes dietéticos, que são produzidos de acordo com a Portaria nº 38, de 13 de janeiro de 1998 que também permite a utilização de veículos para compor sua fórmula como: água, amidos, dextrose, lactose, maltodextrina, manitol e polidextrose, entre outros.

Mas, o que é o veículo?

Gisele Rocha, nutricionista da Lightsweet, explica que, segundo a Portaria nº 38, entende-se como veículo (excipiente, diluente ou solvente) o produto utilizado na formulação dos adoçantes com as propriedades de conferir volume e/ou proporcionar diluição à concentração conveniente para facilitar o seu uso.

“A linha Lowçucar SóStevia se destaca no mix por ser isenta de edulcorantes como: Aspartame, Ciclamato, Sacarina e Ascesulfame-k, pois sua composição leva apenas um edulcorante natural, o Glicosídeo de Steviol, conhecido com Stevia” justifica a especialista.

linha_sstevia

Lowçucar SóStevia

O adoçante líquido SóStevia é indicado para consumidores que possuem restrições alimentares e, principalmente para pessoas com Intolerância a Lactose, pois o veículo utilizado em sua a composição é a água. O produto é 100% natural é isento de calorias e está disponível em frascos de 80 ml. Quatro gotas equivalem a uma colher do açúcar tradicional.

Já, o adoçante em pó SóStevia comercializado em sachê tem em sua composição a lactose, veículo permitido pela legislação, por ser neutro, não ter sabor, cor e odor significativo. E a Stevia edulcorante natural com poder de dulçor de 300 vezes maior que a sacarose (açúcar da cana) o que torna seu consumo puro inviável. A diluição do Stevia em um veículo é necessária, pois, facilita o uso e proporciona ao adoçante uma dosagem correta para consumo.

O produto comercializado em cartucho possui 50 sachê de 600mg sendo que cada sache possui apenas duas calorias por porção e equivale a duas colheres (chá) de açúcar de cana.

A embalagem com 150 gramas do adoçante em pó SóStevia é versátil podendo ser usado em bebidas quanto no preparo de sobremesas. Em sua composição o veículo utilizado é a Maltodextrina e, 1/3 de colher (chá) equivale a duas colheres (sopa) de açúcar. A porção de uma grama tem apenas 3,6 calorias e o produto é isento de sódio, podendo ser consumidor por qualquer pessoa especialmente por quem possui restrição alimentar. Todos os adoçantes estão aprovados pela ANAD – Associação Nacional de Assistência ao Diabético e não contém glúten.

Informações: Lowçucar

Magro lança Açúcar Mascavo Light com Stevia

Produto é o primeiro do mercado a combinar os dois ingredientes proporcionando redução de calorias de 50%

A Magro, marca saudável da Lightsweet, traz mais uma novidade para o mercado, o Açúcar Mascavo Light Magro Stevia: 100% natural, o lançamento é duas vezes mais doce e tem 50% menos calorias e carboidratos que o açúcar mascavo tradicional.

Desenvolvido para oferecer ao consumidor a possibilidade de utilizar um produto que combina dois ingredientes naturais, o Açúcar Mascavo Light Magro Stevia une as vitaminas B1e B2 do açúcar mascavo com a ausência de calorias e capacidade de adoçar da stevia, que é 300 vezes maior que a do açúcar comum.

“O carro chefe da Lightsweet é a stevia. Sou um apaixonado por este edulcorante porque o estudei a fundo por mais de 10 anos, fazendo pesquisas com ele quando fui professor da Universidade Estadual de Maringá. Ele faz a diferença em todos os produtos que desenvolvemos e com certeza também irá agregar valor a mais esse lançamento”, acrescenta Amaury Couto, presidente a Lightsweet.

mscavo_com_stvia3

Disponível em embalagem de 400 gramas, o produto foi criado para acompanhar o avanço do segmento de produtos naturais no País que registrou crescimento de 83% nos últimos cinco anos e faturamento em torno de US$ 36,4 bilhões, segundo levantamento realizado pela Instituto Euromonitor.

Informações: Lowçucar / SAC 0800 642 8182

Lightsweet apresenta Açúcar Light Magro com Stevia

O lançamento possui Stevia e Sucralose, os dois edulcorantes mais recomendados por médicos e nutricionistas

A Lightsweet lançou no mercado o Açúcar Light Magro com Stevia em embalagem de 500 gramas. A novidade que chegou às prateleiras no início de maio e já está sendo comercializada nas principais redes supermercadistas do País e também em lojas especializadas em produtos naturais.

Açúcar Light Magro com Stevia é cinco vezes mais doce, pois em sua composição contém os edulcorantes mais indicados por profissionais da área da saúde, a Stevia um adoçante natural encontrado nas folhas da planta Stevia rebaudiana e a Sucralose um adoçante originado da cana de açúcar. Com 80% menos calorias e carboidratos, a novidade é recomendada para consumidores que seguem uma alimentação balanceada.

“Somos uma empresa que visa à saúde e o bem-estar dos consumidores e nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento está focada em criar produtos saborosos, com qualidade e com poucas calorias. Hoje temos mais de 150 itens em linha que são usados para adoçar café, sucos e também no preparo de bolos, tortas, pães e diversas sobremesas”, comenta o Presidente e Fundador da empresa, Amaury Cruz Couto.

stevia.png

O Açúcar Light Magro com Stevia também poderá ser adquirido aqui.

Lightsweet apresenta Açúcar Light Magro com Stevia

O lançamento possui Stevia e Sucralose, os dois edulcorantes mais recomendados por médicos e nutricionistas

A Lightsweet, detentora das marcas Magro e Lowçucar lança no mercado o Açúcar Light Magro com Stevia em embalagem de 500 gramas.

A novidade que chegará às prateleiras no início de maio e será comercializada nas principais redes supermercadistas do País e também em lojas especializadas em produtos naturais.

Para o Presidente e Fundador da empresa, Amaury Cruz Couto este é um lançamento que acompanha a tendência de mercado e as necessidades dos consumidores. “Somos pioneiros na utilização de adoçantes e diversos produtos a base de Stevia. Com mais de 25 anos de mercado nos tornamos especialistas no desenvolvimento de alimentos diet, light e zero açúcares”, explica.

O Açúcar Light Magro com Stevia é cinco vezes mais doce, pois em sua composição contém os edulcorantes mais indicados por profissionais da área da saúde, a Stevia um adoçante natural encontrado nas folhas da planta Stevia Rebaudiana e a Sucralose um adoçante originado da cana de açúcar. Com 80% menos calorias e carboidratos, a novidade é recomendada para consumidores que seguem uma alimentação balanceada.

“Somos uma empresa que visa à saúde e o bem-estar dos consumidores e nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento está focada em criar produtos saborosos, com qualidade e com poucas calorias. Hoje temos mais de 150 itens em linha que são usados para adoçar café, sucos e também no preparo de bolos, tortas, pães e diversas sobremesas”, finaliza.

magro-stevia.jpg

O Açúcar Light Magro com Stevia também poderá ser adquirido pelo site.