Arquivo da tag: vinho

Gran Reserva Blend Series #1 da Viña Tarapacá

Vinícola apresenta profundo estudo de solo realizado em Fundo El Rosario, que tem permitido potencializar a marca de vinhos Gran Reserva mais vendida no Chile

Visionária e pioneira, a chilena Viña Tarapacá realizou um estudo consistente no mapeamento e escavação de 373 poços em seus 611 hectares plantados para dissecar a estrutura dos solos e, a partir desse aprofundado conhecimento, manejar o vinhedo de forma a extrair as mais expressivas e diferenciadas características das uvas.

“Graças ao estudo fomos capazes de identificar sete séries de solos na região de Fundo El Rosario, todos de origem vulcânica, profundidade média e pedras angulares em sua maioria. Destes sete tipos de solo, cinco são particularmente adequados para a produção de uvas de alta qualidade: Piedmont, Mansel, El Mirador, El Ciruelo e Los Cardenales, atualmente destinados à elaboração da linha Gran Reserva”, comenta Sebastián Ruiz, enólogo-chefe da marca.

terra

O primeiro resultado deste trabalho chegou ao Brasil em setembro. De produção limitada, o novo Gran Reserva Blend Series #1 homenageia os melhores solos do Fundo El Rosario e combina a essência de uvas Cabernet Sauvignon da série de solos Piedmont e Syrah da série Mansel, com vinificação separada das uvas provenientes dos diferentes perfis de solo.

“É um vinho com perfil de fruta madura, expressivo e complexo, com destacadas notas de amora e ameixa. O envelhecimento em barricas foi de 12 meses, o que entrega aromas sutis de especiarias como pimenta preta, cravo e baunilha. No paladar tem volume médio, boa estrutura e final persistente devido à mineralidade dos nossos solos. É um vinho aromático, fresco e saboroso, que expressa as características únicas de clima e solo do Fundo El Rosario”, aponta Ruiz.

tarapaca.jpg

Recomenda-se harmonizar o Gran Reserva Blend Series #1 com queijos duros como o Manchego, risoto de funghi, massas bem condimentadas, carnes brancas, vermelhas e de caça, além de acompanhar perfeitamente peixes gordurosos como atum e albacora. Preço médio para consumidor final: R$ 130,00.

Pesquisa

Realizada por especialistas em terroir, a pesquisa em Fundo El Rosario determinou os distintos perfis de solo presentes no vinhedo, assim como a riqueza, clima e biodiversidade do local. Entre os resultados encontrados, destacam-se as particularidades que tornam a Tarapacá um verdadeiro “Clos Natural”* rodeado pelo Rio Maipo e por parte da Cordilheira dos Andes, que se estende como escudo por toda a propriedade, localizada no Vale do Maipo, origem dos melhores Cabernet Sauvignon do Chile.

(*) Clos é um termo da viticultura francesa usado para denominar um terroir rodeado por muros de concreto construídos para preservar o vinhedo.

Informações: Viña Tarapacá

Anúncios

Um roteiro de volta ao mundo especial para enófilos

Contornar o globo conhecendo os mais fantásticos vinhedos e provando rótulos incríveis é uma experiência inesquecível – e simples

Dar a volta ao mundo é um sonho para muitos. O roteiro perfeito dessa aventura para os amantes de vinho com certeza inclui as cidades nas quais são produzidos os rótulos mais desejados. Ao contrário do que se imagina, embarcar nessa jornada pode ser muito simples.

Planejando a viagem

A passagem de volta ao mundo, conhecida como RTW (Round The World), é um bilhete com vários voos comprados de uma só vez. Esse bilhete único liga os trechos que permitem que o viajante contorne o planeta, saindo e retornando de um mesmo lugar. O passageiro pode customizar o roteiro, escolhendo os países e lugares que deseja conhecer, de acordo com interesses específicos (neste caso os vinhos, é claro!).

Como todos trechos são decididos com antecedência, no momento da confirmação do bilhete, o pacote sai bem mais econômico do que comprar várias passagens para todos os países do roteiro. O custo vai depender do itinerário traçado, do número de paradas e das companhias aéreas escolhidas.

Só para se ter um exemplo, a oneworld – principal aliança de companhias aéreas da América Latina, possui a tarifa “Global Explorer”, que permite percorrer todos os seis continentes (incluindo o de origem do viajante), enquanto a tarifa “oneword Explorer” é mais flexível, calculada a partir das distâncias entre um ponto e outro.

Se a viagem passa pelos aeroportos das principais capitais do mundo ou utiliza poucos trechos, tem um custo menor. Um bilhete com 16 trechos (o número máximo permitido no pacote da empresa) sai em torno de 5 mil dólares.

Outro detalhe importante do bilhete de volta ao mundo é que as datas dos voos podem ser alteradas sem cobrança, desde que haja disponibilidade. Ou seja, depois da partida, dá para deixar os voos subsequentes em aberto, o que permite customizar ainda mais o percurso, à medida em que for avançando. Quanto à duração da aventura, a única regra é que ela deve durar no mínimo dez dias e no máximo um ano.

o globo2

Vamos para onde?

As possibilidades de roteiros incríveis para enófilos são inúmeras. Selecionamos uma jornada com paradas em três continentes e a garantia de um verdadeiro mergulho nos sabores marcantes de diferentes rótulos, sem perder paisagens exuberantes de tirar o fôlego.

América do Sul

Chile

Uvas antes da colheita no inverno do Vale do Maipo
Uvas antes da colheita no inverno do Vale do Maipo

O Chile tornou-se uma máquina de produzir vinhos de todos os tipos – são, em média, 13 milhões de hectolitros por ano. O país sofre três grandes influências que definem as três principais áreas de vinhedos: o Oceano Pacífico, região chamada de Costa; a planície central, conhecida como Entre Cordilheiras e a mais próxima da principal cordilheira, não por acaso conhecida como Andes. No país a natureza mostra toda sua beleza em plantações que, em alguns casos, remontam a séculos atrás. Mas não se trata apenas de visitar vinícolas e plantações rurais: o que mais impressiona no Chile é que o turista pode entrar no mundo da vinicultura saindo apenas alguns minutos da capital do país. Sim, de Santiago até a mais próxima região produtora, o vale do Maipo, aos pés da cordilheira dos Andes, são apenas alguns quilômetros.

Argentina

Trecho da rota do vinho em Mendoza com montanhas dos Andes ao fundo
Trecho da rota do vinho em Mendoza com montanhas dos Andes ao fundo

Trecho da rota do vinho em Mendoza com montanhas dos Andes ao fundo
A sofisticação da região “norteña” impressiona. A cidade de Mendoza tem mais de cinco séculos de vinicultura. Tanto tempo assim foi suficiente para colocá-la entre as grandes regiões produtoras de vinho do planeta. Graças ao solo e clima perfeitos, Mendoza é um dos principais destinos do vinho na Argentina. A cidade conta com uma infraestrutura incrível para receber turistas de todas as partes. Das mais de mil adegas existentes, cerca de 100 oferecem visitas guiadas que podem ser incluídas no roteiro. A rota do vinho em Mendoza é dividida em três principais destinos: Maipú, Valle de Uco e Luján de Cuyo e oferece uma experiência imperdível.

Europa

França

Região de Bordeaux em momento próximo à colheita
Região de Bordeaux em momento próximo à colheita

O vinho está inserido no cotidiano do povo francês e é motivo de orgulho e prestígio internacional. Estima-se que a fabricação esteja acima dos 46 milhões de hectolitros — cada hectolitro equivale a 100 litros de vinho. De Borgonha a Champanhe, a França tem mais de 15 regiões vitivinícolas e dezenas de denominações de origem. As uvas do país oferecem uma imensidão de aromas, cores e sabores aos enófilos mais exigentes. Tintos, brancos, rosés e espumantes — especialmente os champanhes — têm lugar garantido em terras francesas. Bordeaux é a zona de vitivinicultura mais importante do país, sendo responsável por rótulos míticos — os dos châteaux (como são chamadas as vinícolas por lá) da região do Médoc têm preços excepcionalmente altos, que podem passar de 500 euros. Apesar disso, o apelo turístico é mais inclinado para Champagne, que recebe visitantes de todo o mundo.

Portugal

Loja no Vale do douro oferece diversos rótulos
Loja no Vale do Douro oferece diversos rótulos

É impossível falar de Portugal e não lembrar da extensa variedade de vinhos. Afinal, são mais de 250 castas de uvas que proporcionam ampla oferta de todos os tipos. Os roteiros incluem não somente as adegas, vinhas e caves portuguesas, mas também uma viagem cultural pelas tradições e costumes das regiões, quintas e casarões históricos. No fim do verão, há também o período da colheita e de celebrações típicas. No Norte, o Vale do Douro é a grande referência em produção vinícola e naturalmente possui uma tradição em receber turistas, sobretudo o Alto Douro Vinhateiro, Patrimônio Mundial da Unesco, onde se produz o famoso vinho do Porto.

Prova de vinho no Vale do Douro
Prova de vinho no Vale do Douro

A Rota dos Vinhos Verdes, na região do Minho, também é destaque turístico. Além de descobrir as origens e sabores da milenar cultura vinícola, quem optar por esse roteiro poderá aproveitar praias, montanhas, vales e rios, além de uma paisagem única onde o verde, que dá nome ao vinho, é a cor dominante. Outro grande ponto enoturístico de Portugal é o Alentejo, no Sul do país, onde se encontram vários dos principais produtores nacionais. A vinha corre ao longo de extensas planícies e acompanha olivais e florestas.

Itália

Turista passeia por vinícolas na região de Toscana
Turista passeia por vinícolas na região de Toscana

A Itália é parada obrigatória para apreciadores de vinho. Entre todas as regiões do país, a Toscana se destaca pela importância na produção da bebida. Um dos pontos imperdíveis é Laticastelli, próximo a Siena. Construído em um castelo, o hotel organiza tours e degustações em vilarejos medievais intactos, que abrigam vinícolas produtoras dos melhores vinhos da região e ainda são verdadeiras joias históricas. Outro tesouro escondido é a cidadezinha de Chianti, que produz o tinto seco de mesmo nome, elaborado com as valorizadas uvas Sangiovese.

A bela Chianti
A bela Chianti

O vilarejo, entre Siena e Florença, é um verdadeiro espetáculo à parte, por apresentar uma sucessão de colinas e vinhedos num tom verde-jade, único no mundo. Há ainda a região produtora de Montalcino, que por si só já vale a visita: foi declarada Paisagem Cultural Patrimônio Mundial da Unesco. As possibilidades de tours e degustações seguem por Asciano e Pienza, encantando qualquer enófilo.

África

África do Sul

Barris na produção de vinho sul-africana
Barris na produção de vinho sul-africana

A África do Sul é um convite para um “safári” em cerca de 100 mil hectares de vinhedos distribuídos em aproximadamente 340 adegas e propriedades. O país traz em seus vinhos uma mistura do contemporâneo com o tradicional, conquistando muitos paladares. A rota dos vinhos tem na região de Franchhoek um de seus mais exuberantes pontos. É ali que está a vinícola Plaisir de Merle, uma das maiores do país, com 974 hectares e diversas variedades de vinhos tintos, brancos e espumantes.

Horizonte de Franchhoek, na África do Sul
Horizonte de Franchhoek, na África do Sul

Outra parada obrigatória é a vinícola The House Of JC Le Roux, principal fabricante de espumantes da África do Sul, localizada no coração do Vale Devon. Perto dalí fica também a bela vinícola Neethlingshof, que oferece diversas opções de harmonizações aos visitantes e sabores fantásticos.

Fonte: OneWorld

 

 

Comemorações de fim de ano com espumante premiado

Época de festas e confraternizações pede brindes e, para comemorar em grande estilo, nada melhor que uma bebida premiada. O Prosecco X Decima foi eleito o Campeão da Categoria Espumante Prosecco/Glera na 6ª edição da Grande Prova Vinhos do Brasil. Realizada este mês no Rio de Janeiro. A competição é a maior e mais respeitada do mercado brasileiro e também referência no exterior.

Comandado por Marcelo Copello, do Grupo Bacco, o concurso contou com um júri formado por especialistas que avaliaram, às cegas, 827 amostras de produtores nacionais divididas em 31 variedades de vinhos e espumantes.

Com frescor intenso e aromas de pera e limão, o Prosseco X Decima é produzido através do método charmat com leveduras especiais que resultam em uma cor platinada de rara beleza e em um paladar equilibradamente frugal, o que o diferencia dos demais.

Espumante monovarietal de uvas glera, exclusiva na produção de proseccos, é resultado de colheitas provenientes das regiões de Monte Belo do Sul e de Moçum, na Serra Gaúcha.

Por ter características únicas, o Prosecco X Decima vem se destacando regularmente entre os melhores devido aos seus inúmeros prêmios. Em 2014, conquistou o Primeiro Lugar no Guia Descorchados da América Latina. Em 2015 foi listado entre 100 Melhores Vinhos do Mundo e em 2016 ficou entre os três melhores no Guia Descorchados. Neste ano já foi Campeão de Categoria no Guia Bacco.

“Estamos entusiasmados com os resultados dos investimentos em pesquisas comandadas pelo nosso enólogo Alejandro Cardozo. Essa dedicação ao “savoir faire” tem sido determinante para a manutenção do alto padrão de qualidade que alcançamos”, comenta Luiz David Travesso, proprietário do Grupo X Decima.

“Os vinhos e espumantes X Decima estão entre os mais premiados do Brasil em diversos Concursos e Guias Nacionais e Internacionais. Essas conquistas são fruto do trabalho desenvolvido pelo Alejandro que durante anos vem realizando estudos na área de biotecnologia para produzir vinhos que agradam os paladares mais apurados e sofisticados, especialmente as pessoas que preferem espumantes leves e com frescor”, acrescenta Travesso.

decima prosecco

Para produzir a linha composta pelos Espumantes Charmat X Decima Prosecco, Moscatel, Brut e Rosé, Espumantes Champenoise X Decima Brut e Brut Rosé, pelos vinhos Gran Reserva Tannat e Gran Reserva Cinco Castas, a empresa conta com uma parceria de longo prazo com agricultores de diferentes regiões do Rio Grande do Sul. Esses produtores exclusivos utilizam cepas provenientes da França, Itália e Espanha, introduzidas em terroirs selecionados e com condições adequadas para cada espécie.

 

Informações: Decima Vinhos

Champanhe, espumante e vinho para brindar as festas

Champagnes Piper-Heidsieck: Cuvée Brut, Rosé Sauvage e Sublime Demi-Sec

Os champagnes Piper-Heidsieck acabam de chegar ao país pela Importadora BEV Group. Um dos dez champanhes mais vendidos em todo o mundo, símbolo de excelência e audácia, agora podem ser encontrado nos empórios e lojas especializadas do país. A Piper é uma das mais tradicionais e antigas casas de champanhe da França, além de ser estreitamente ligada ao mundo das Artes, do Cinema e da Moda: desde 1993, é o champanhe oficial do Festival de Cannes e, desde 2015, exclusivo do Oscar.

Além disso, estilistas mundialmente conceituados, como Jean-Paul Gaultier, Cristian Louboutin e Viktor & Rolf, tiveram participação na produção de artigos de luxo ligados à marca.

piper-heidsieck

Vinho assinatura, o Cuvée Brut, com 4,3 milhões de garrafas vendidas ao ano, ocupa também a lista dos 10 champagnes mais vendidos em todo o mundo. Preço: R$ 320,00.

O Piper-Hiedsieck Rosé Sauvage simboliza o equilíbrio perfeito entre a força e a elegância, característica dos vinhos tintos da Comuna Les Riceys, no departamento de Aube. Preço: R$ 380,00.

O Piper-Hiedsieck Cuvée Sublime Demi-Sec é um clássico champanhe estruturado, cheio de corpo e frutas. Um atraente parceiro para concluir uma refeição de celebração. Preço: R$ 370,00

Espumante Maison Castell Cuvée Brut

maison castel espumante

Maison Castel Cuvée Blanche Brut é o novo espumante francês do mercado, um produto com o equilíbrio de um Blanc de Blancs, de grande finesse e expressividade. Além disso, é fresco, jovem e possui um ótimo custo-benefício. Maison Castel é ideal para compartilhar em um encontro de família e amigos, uma ótima opção para a ceia de Natal, para presentear e também para celebrar a chegada de 2018. É encontrado nos principais empórios, lojas especializadas e supermercados do país pelo valor médio de R$ 50,00.

Vinhos Assobio em caixa de madeira (garrafa 750 ml Assobio tinto, branco e rosé)

vinhos assobio cx madeira

Para os fãs dos vinhos Assobio, da vinícola portuguesa Quinta dos Murças, a Importadora Qualimpor traz ao Brasil uma charmosa caixa de madeira com as 3 variações: Tinto, Rosé e Branco.

Assobio Tinto 2015, Assobio Rosé 2016 e Assobio Branco 2016 unem a excelência dos vinhos produzidos na vinícola do Grupo Esporão com um ótimo custo benefício. O Kit de madeira está à venda em empórios e lojas especializadas.

Taylor’s Edição Limitada 325 anos

taylors 325 anos

Para comemorar os 325 anos da sua fundação, em 1692, a Taylor’s apresenta a edição limitada de um vinho do Porto especial. Para produzir o lote desta edição, os enólogos utilizaram uma seleção das melhores reservas que envelhecem em madeira nas caves da Taylor´s destinadas aos futuros Tawnies de 10, 20, 30 e 40 anos.A garrafa, especialmente desenvolvida para esta edição, é uma recriação de uma antiga garrafa selada do final do século XVII, com gravação de data e marca comercial, neste caso, o 4XX, símbolo utilizado pela Taylor’s até hoje. Uma edição limitada indispensável aos colecionadores de vinhos do Porto raros e cheios de história para contar. No Brasil, este vinho é importado pela Qualimpor pelo preço de R$ 380,00 (garrafa 750 ml).

Kit Esporão Reserva 2014 + 2 taças

kit esporão

Esporão Reserva 2014 é um vinho emblemático, com distintas distintas expressões. Representa a forte aliança entre a cultura universal do vinho e das artes plásticas, pois possuem rótulos exclusivos a cada safra, desde 1985, desenvolvido especialmente por um artista português. Pedro A.H. Paixão é o artista plástico deste rótulo da safra 2014. Um vinho equilibrado e intenso, resultado da combinação das castas Aragonez, Trincadeira, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet. Estagiou durante 12 meses em barricas de carvalho americano (60%) e francês (40%), seguido de oito meses de estágio em garrafa. Produzido sob supervisão dos enólogos David Baverstock e Luís Patrão.

Este pack de Natal (garrafa 750 ml vinho Esporão Reserva safra 2014 + 2 taças de vidro) está à venda nos principais e lojas especializadas em vinhos do país e seu custo médio é R$ 150,00.

 

 

 

Como curtir os quitutes da ceia de Natal sem culpa?

As nutricionistas da BP ensinam a fazer escolhas saudáveis durante a comilança de final de ano

A proximidade das festas de fim de ano gera bastante expectativa, pois normalmente é o período em que são realizadas as reuniões de família e amigos ao redor da mesa. Um dos momentos mais esperados é a ceia de Natal. No entanto, abusar da comilança nessa época do ano pode ser prejudicial à saúde. Por isso, as nutricionistas da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo dão algumas dicas para que você possa curtir as celebrações de modo saudável e sem culpa de ser feliz.

Normalmente, os menus natalinos contêm grande quantidade de gorduras, oi que pode aumentar o nível de colesterol, um risco para quem já tem predisposição à obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares.

lombo com abacaxi.jpg

Por isso, o ideal é priorizar a ingestão de proteínas, optando, por exemplo, por peixes e carnes magras, como lombo de porco. Isso porque cada 100 gramas de lombo contêm seis miligramas de gordura e 103 miligramas de colesterol, enquanto a sobrecoxa de frango na mesma quantidade, apresenta 12 miligramas de gordura e 145 miligramas de colesterol.

Outra dica importante é prestar atenção ao modo de preparo dos alimentos. É importante evitar a fritura e priorizar os assados. No caso do lombo, por exemplo, ele deve ser preparado sem bacon e pode ser acompanhado de alguma fruta, como abacaxi grelhado ou pêssego.

Aposte nas oleaginosas

amendoas-jasongillman

Para acompanhar o prato principal, a recomendação das nutricionistas da BP é uma farofa com oleaginosas como castanhas, nozes e amêndoas. Essa receita coadjuvante ajuda a proteger contra o diabetes e doenças cardiovasculares. Isso porque as oleaginosas são anti-inflamatórias, têm alto teor de fibra e são carregadas de nutrientes, vitaminas e minerais, além de possuírem gorduras boas e óleos como ômega 3, que regula os níveis de colesterol, previne o entupimento de veias e artérias e a formação de coágulos no sangue.

Frutas

cereja

A época também é bastante favorável para o consumo de frutas como pêssego, uva, cereja in natura que têm alto teor de água e fibra, ajudando na absorção do colesterol e na saciedade. O truque é reduzir o tamanho das porções e acrescentar as frutas ao prato, porque isso ajuda a não extrapolar tanto nas calorias.

Líquidos

vinho

É recomendável beber bastante água, ideal para hidratar e degustar melhor o sabor dos alimentos. A ingestão de petiscos com adição extra de sódio nessa época é comum, por isso, quanto mais água for possível beber, melhor. A bebida alcoólica não é recomendada, mas se for imprescindível, é preferível optar por 50 ml a 100 ml de uma taça de vinho tinto, pois tanto ele quanto o suco de uva integral podem reduzir o risco de inflamação das artérias.

Fonte: Beneficência Portuguesa de São Paulo

Galeria de produtos para presentear o cachorro no Natal

Para aqueles que quiserem incluir o cachorro na festa de Natal e não quer que ele corra risco de comer algo que não deve, há algumas sugestões para que o peludo não fique com aquele olhar “pidão” enquanto a família se delicia. Confira:

Cesta Natauau

cesta.png

Kit recheado de guloseimas, como ossos, biscoitos, molhos para ração – como o Cãotchup e o Barbecão – DogBeer, a cerveja, e Dog’s Wine, o vinho. Os produtos prometem fazer a alegria dos bichinhos sem colocar à saúde deles em risco, já que sabemos que muitos alimentos consumidos por humanos são proibidos aos cães. A “Cesta de Natauau” possui 10 itens, entre eles as bebidas e um minipanetone. Preço sugerido é R$ 59,90.

Dog Beer 

Dog Beer

É uma cerveja canina inspirada na bebida humana. Porém, sem álcool e gás carbônico, ingredientes prejudiciais à saúde dos cães. Ela é feita à base de malte e está disponível nos sabores carne e frango, em garrafas de 355ml. O produto surgiu de uma parceria com Centro de Tecnologia e Alimentos do SENAI de Vassouras, um importante e conceituado centro de pesquisa e formação de mestres cervejeiros na América Latina no estado do Rio de Janeiro. Preço sugerido R$ 9,99.

Dog’s Wine

Dog's Wine

Também inspirado na bebida dos humanos é o primeiro vinho de fabricação nacional produzido especialmente para os cães. Sua fórmula não contém álcool, gás carbônico e nem uva, ingredientes que podem trazer riscos à saúde dos pets. A fórmula conta somente com ingredientes naturais, como suco de carne e corante natural de beterraba. O produto foi criado com respaldo da empresa PetConsult e passou por vários testes de palatabilidade. O preço médio do produto varia de R$ 14,90 (apenas a garrafa) e R$ 19,90 (garrafa em embalagem especial).

Molhos para a ração – Barbecão, Barbecat, Cãotchup e Catchup

barbecao-caotchup

Inspirados nos condimentos humanos catchup e barbecue, os molhos para ração fazem sucesso entre os pets pois, além de saborosos, tornam a refeição muito mais divertida para os animais. Os produtos foram desenvolvidos levando em consideração as características e preferências de cada uma das espécies. Os ingredientes foram escolhidos para não inferir riscos à saúde dos animais. O Cãotchup e o Catchup, por exemplo, não contêm tomates, alimento não indicado a cães e gatos. Desenvolvidos a partir de ingredientes selecionados, os molhos ajudam ainda na suplementação nutricional dos bichos. Os molhos são ricos em ferro e vitaminas A, D, E e K. O ideal é servir apenas 7ml de molho para cada 100g de ração. Cada unidade tem 250g e o preço sugerido é R$ 7,99.

Ipet Snacks – Petiscos Caninos

A linha IpetSnacks é composta por Coxinha e Bolinho de Carne (linha festa), Picanha e Linguiça (linha churrasco) em formatos divertidos e diferentes de tudo o que há no mercado de petiscos para animais de estimação. Os snacks são feitos com carne bovina fresca, fígado de frango, proteína texturizada de soja, farinha de trigo, entre outros ingredientes, além de uma série de aditivos nutricionais. Eles contêm, por exemplo, proteína, cálcio e fósforo. No entanto, assim como para os humanos, os petiscos devem ser oferecidos apenas como agrado, nunca com a finalidade de substituir a refeição do pet. Preço sugerido varia de R$ 1,34 a R$ 8,00.

Os produtos podem ser encontrados em pet shops. bares e restaurantes pet friendly e no e-commerce PetVirtual.

Vinho no Mercado: evento gratuito com rótulos a preços promocionais

O Mercado de Produtores do Uptown-Barra abre as portas nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, para o “Vinho no Mercado”, que reunirá dois eventos especiais, o Excelência Brasil e o Brancos & Rosados, ambos com a chancela do Grupo Baco. O primeiro será totalmente dedicado ao vinho brasileiro e o segundo apresentará, em mais de 500 rótulos, as grandes novidades dos brancos, rosés e espumantes. Uma excelente oportunidade para os consumidores, às vésperas das festas de fim de ano e do verão, comprarem seus presentes por preços promocionais.

“Esperamos atender uma demanda do público e do trade. Vinho não é só uma bebida de inverno. Na Europa, por exemplo, é consumido o ano inteiro”, afirma Marcelo Copello, um dos organizadores do evento, que também contará com a “Queijo na Rua”, feira de queijos artesanais, com harmonizações, food trucks e barraquinhas variadas.

Na abertura do evento, o Excelência Brasil recebe, em uma Master Class, a imprensa e convidados para apresentar os rótulos campeões da 6ª. Grande Prova Vinhos do Brasil.

No palco do Mercado de Produtores do Uptown, que é inspirado em grandes mercados mundiais, como o da Ribeira de Lisboa, haverá duas palestras de vinho por dia, que irão se revezar com apresentações de jazz com música ao vivo e DJ´s. Além disso, os restaurantes do centro comercial, como La Plancha, La Parrilla Dell Mercado, Benkei Empórium, oferecerão opções gastronômicas com preços promocionais.

“O público poderá comprar taças e garrafas a preços promocionais. A taça souvenir, que fez enorme sucesso no Rio Wine and Food Festival em agosto último, virá novamente como opção na compra da primeira dose”, informa Sérgio Queiroz, organizador.

Agenda: Programação do Mercado de Produtores do Uptown-Barra. Programação sujeita à alteração sem aviso prévio:

08/12 Sexta: das 15h às 23h

A partir das 15h o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. Às 18h, a palestras sobre espumantes será ministrada por Roberto Rodrigues.

09/12 Sábado: das 14h às 24h

A partir das 15 horas o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. A primeira palestras, às 16 horas, será sobre a evolução dos vinhos no Brasil, com Marcelo Copello. Às 18 horas, Homero Sodré comanda bate papo sobre vinhos rosados para o verão.

10/12 Domingo: das 14 às 22 horas

A partir das 15 horas o mercado estará aberto com expositores de alimentos e bebidas, com música ao vivo. A palestras das 16 horas é comandada por Rafael Puyau e é sobre vinhos naturais.

24058687_778640818990008_9137921998990252226_n.jpg

Serviço:
Vinho no Mercado
Datas: 8, 9 e 10 de dezembro de 2017
Horários: das 11 às 23 horas (domingo até 21 horas)
Endereço: Av. Ayrton Senna, 5.500 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro
Entrada Franca

Vinho Anubis Cabernet Sauvignon 2015

A Divinho comemora 3 anos com uma nova loja em Pinheiros. Em um ambiente climatizado e temperatura controlada, os mais de 400 rótulos são tratados com respeito. Com uma seleção de vinhos e destilados feita de forma extremamente criteriosa, oferece desde vinhos cobiçados e raros, assinados por produtores renomados, e difíceis de encontrar, clássicos tintos, brancos, espumantes entre outros classificados como “boas compras”, pois têm qualidade muito superior àquela que o preço da garrafa sugere.

divinho2

E a Divinho sugere o Anubis Cabernet Sauvignon 2015: com cor rubi profunda, aroma de boa intensidade e complexidade, com saliência para os frutos vermelhos e pretos, ligeiros espargos e alcachofras, notas de especiarias a pimenta e noz moscada e uma madeira bem integrada. Na boca tem um ataque volumoso, acidez viva e equilibrada, taninos polidos de boa qualidade, notas de frutos pretos e um final longo e harmonioso.

vinho anubis

País: Argentina
Tipo: tinto
Produtor: domínio del Plata I Susana Balbo
Uva: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 14,1%
Volume da garrafa: 750ml
Temperatura de serviço: 16° a 18°C
Em Promoção: de R$ 59,90 por R$ 32,90
Parte inferior do formulário
Região: Mendonza

Vinificação tradicional com controle de temperatura. Harmonização: Ideal para acompanhar pratos de carne, mas sendo um vinho muito gastronômico poderá inclusive acompanhar carnes brancas ou peixe assado no forno.

divinho1

Divinho: Rua Teodoro Sampaio, 2550 – LJ 06 – PinheirosHorário: de segunda a sexta das 10h às 18h30 / sábado das 10h às 16h

Sábado: Pátio Higienópolis terá gastronomia e produtos orgânicos

Entre os restaurantes e operações de bebidas, os preços variam de R$ 6,00 a R$ 20,00. Entre as operações de produtos para levar para casa, de pães e queijos, a produtos de limpeza sustentáveis

No sábado, 28 de outubro, das 11 às 20 horas, o Shopping Pátio Higienópolis realiza o I Pátio Organic, com participação de 17 operações especializadas em culinária e produtos orgânicos, naturais, biodiâmicos e sustentáveis, sendo nove produtores, sete restaurantes e um bar, com pratos e bebidas para serem degustados na hora ou para levar pra casa. Haverá ainda a demonstração de montagem e manutenção de uma horta urbana. A realização é da Núcleo Food, com consultoria de Ailin Aleixo.

Culinária Orgânica e Natural

Todos os pratos finalizados e bebidas comercializadas durante o evento são preparados com produtos orgânicos e sustentáveis e comercializados por preços entre R$ 6,00 e R$ 20,00. O cardápio inclui Cervejaria Blondine, Evvai, Forneria San Paolo , Piccolo e Più (culinária italiana), Factório SP (“comida saudável sem rótulos”), Los Mendozitos (vinhos), Nambu Cozinha de Raiz (culinária brasileira), Petí (contemporânea).

Algumas sugestões do cardápio: gnocchi de taioba, molho ao sugo de tomates orgânicos e ricota de ovelha (R$ 20,00), cone de trigo, tartar de atum, guacamole defumada, pimenta sriracha, broto de coentro (R$ 20,00) do Più, Torta Raw de massa de tâmara e amêndoas com recheio de abacate e cacau (R$ 12,00) do Nambu; massa fresca de espinafre orgânico com queijo brie, molho de tomates orgânicos, e rúcula selvagem orgânica (R$ 20,00) do Forneria San Paolo; cenourinhas orgânicas em baixa temperatura, com vinagrete de café e mel de mandaçaia (R$15,00) e tiramisú orgânico (R$10,00) do Evvai e cevadinha com repolho, couve flor, cogumelos e linguiça opcional (R$18,00) e toast de abacate cremoso de cabra, molho de limão e coentro (R$ 12,00) do Factório SP.

Mercearia Orgânica e sustentável

Na venda direta de produtos acabados e in natura, o I Pátio Organic oferece desde frutas e verduras a produtos artesanais como queijos, pães, geleias e até produtos de limpeza fabricados com matéria-prima orgânica ou sustentável.

Participam Delicari (sorvetes e iogurtes); Doucer do Céu (geleias), Green  People (sucos e snacks), Leggera (pães de fermentação natural), Mestre Queijeiro (queijos artesanais), Original Blend (pastas e cremes de castanhas), Positiva (produtos de limpeza), St. Marché (frutas, verduras e legumes) e Um Coffee Co (cafés). Alguns dos produtos à venda: sorvetes artesanais de figo com mel (R$ 10,00) e picolé de iogurte de blueberry (R$ 6,00) da Delicari; geleias artesanais preparadas com frutas orgânicas como a de pera manjericão, limão siciliano e cravo (R$ 28,00) da Douceur do Céu; sucos naturais (de R$ 14,00 a R$ 18,40), granolas (R$ 20,90) e Chips de beterraba com chia e sementes de girassol (R$15,90) da Green People; pães de fermentação natural (de R$ 18,00 a R$ 25,00) da Leggera; queijos artesanais brasileiros (valores por peso) do Mestre Queijeiro; pastas de amendoim, macadâmia, avelã e noz pecan (de R$ 16,00 a R$ 36,00), frutas, legumes e verduras orgânicas (valores por peso ou quantidade) do St Marche; cafés de grãos de origem preparados para beber durante o evento (R$ 10,00) e para levar (de R$ 18,00 a R$ 65,00) da Um Coffee Co; e produtos variados de limpeza sustentáveis da Positiva.

Pátio Organics - Positiva 3

Pátio Organic (Boulevard, Piso Pacaembu) – Entrada gratuita
28 de outubro, das 11 às 20 horas
Gastronomia (alimentos e bebidas para serem degustados durante o evento): de R$ 6,00 a R$ 20,00
Mercearia (frutas, verduras e legumes e produtos artesanais, orgânicos e sustentáveis): varia de produto para produto – a partir de R$ 6,00

 

Cerveja e vinho para cães

Produtos humanos desenvolvidos especialmente para animais é grande aposta do Grupo Ipet

 

Trazer o melhor da vida para o seu animal de estimação. Esse é o lema do Grupo Ipet, uma das holdings mais promissoras do segmento pet, que está sempre surpreendendo os clientes com lançamentos, como a cerveja e o vinho para cães. Atuando tanto na fabricação quanto na distribuição de produtos para esse mercado, a marca tem apostado alto na criação de um verdadeiro lifestyle pet, onde os bichinhos podem acompanhar seus donos em ocasiões sociais sem correr riscos de saúde.

A história da empresa não é recente. O CEO, Lucas Marques, teve o seu primeiro contato com o segmento aos sete anos na avícola do pai. O amor pelos bichos e a paixão pelos negócios fizeram a empresa crescer junto com ele. Ainda criança, ajudava o pai na limpeza da loja e no trato com os produtos. Aos 14, passou os atender clientes, fazendo o que mais gostava: vender. “Quando ganhei a maioridade passei a vender os acessórios para pássaros de porta em porta, estreitando relacionamentos e ampliando os negócios”, lembra.

Não demorou para que vislumbrasse a oportunidade de atuar no ramo de distribuição, passando a vender produtos nacionais e importados para todos os tipos de pet. Ali, em vez de vender apenas outras marcas, decidiu criar a própria, a Ipet Products, que dispõe de uma vasta linha de bebidas, snacks, molhos, rações úmidas, acessórios, brinquedos e produtos para higiene e limpeza. Entre os destaques estão a coxinha, linguiça, bolinho de carne e picanha. Um sucesso nas festas pet. Além das vendas diretas, em 2009, decidiu apostar na tecnologia e criou um e-commerce, aumentando assim a capilaridade de sua atuação.

Dog's Wine

Contudo, a grande virada veio em 2015, aos 35 anos, quando decidiu investir em uma fábrica de bebidas pet. Nascia ali a primeira cervejaria pet da América Latina, sob a marca DogBeer. Em 2016, inovou mais uma vez, lançando agora o Dog´s Wine, um vinho para cães. Mais recentemente, foram lançados quatro molhos saborizados, o Barbecão, Barbecat, Cãotchup e Catchup e uma linha de molhos tradicionais. Para 2018, a empresa visa a ampliação do portfólio com o lançamento de outras bebidas humanizadas para animais.

E as novidades não vão parar por aí. Em setembro, foi inaugurada a segunda unidade da Botecão Pet, uma espécie de bar, mas só para animais. A primeira, inaugurada em junho, na Cantareira e uma segunda unidade em Alphaville, já faz sucesso entre os moradores da região. Localizados dentro de pet shops, os espaços também costumam ser locados para festas. “Essa é uma das nossas grandes apostas. Estamos estudando formatos para expansão, entre eles o de franquias”, revela.

Dog Beer

Além da criatividade, um dos diferenciais da holding é a preocupação com a saúde dos pets. Todos os produtos possuem ingredientes de alta qualidade, sem a adição de alimentos nocivos à saúde dos animais, como tomates, álcool, uva e CO2. O vinho, por exemplo, é feito com extrato de carne, água e corante natural de beterraba. Já a cerveja é resultado de uma mistura de água, malte e extrato de carne. Os produtos são encontrados em pet shops e até em lojas especializadas em bebidas. Há ainda disponibilidade pelo site. “Nosso maior objetivo é proporcionar momentos de puro prazer e interação entre os pets e seus donos”, finaliza Marques.

Informações: Pet Virtual