Arquivo da categoria: comportamento

Em véspera de feriado, o GRAACC destaca importância da doação de sangue

Tem feriado prolongado chegando e não falta disposição para passar um tempo curtindo com a família e os amigos. Mas a véspera de Corpus Christi também pode ser uma excelente oportunidade para praticar um ato de solidariedade, já que as doações de sangue habitualmente ficam mais baixas durante este período.

Segundo o Ministério da Saúde, menos de 2% da população é doadora. E esse número tende a ser menor nos feriados e férias escolares, reduzindo o abastecimento dos hemocentros e dos hospitais.

No complexo hospitalar do GRAACC, hospital referência no tratamento de crianças e adolescentes com câncer, os pacientes podem precisar da transfusão durante todo o tratamento, seja em decorrência da própria doença, dos efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia ou da realização de um procedimento cirúrgico.

Visando a manutenção dos estoques da fornecedora, a Sociedade Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan), e a garantia do melhor atendimento aos pacientes, o GRAACC convida a população para doar nos dias que antecedem o feriado, colocando os seus especialistas à disposição para entrevistas que possam conscientizar a sociedade sobre a importância deste ato.

como-doar-sangue

Abaixo veja os requisitos básicos para fazer a doação:

· Estar em boas condições de saúde;
· Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam de autorização dos pais).
· Pesar no mínimo 50kg;
· Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
· Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação); e
· Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Para mais informações dos locais de coleta de sangue, acesse os sites do GRAACC ou do Colsan.

 

 

Anúncios

Verdades e mentiras sobre o Cadastro Positivo

O Projeto de Lei Parlamentar (PLP) 441/2017 que determina a inclusão automática – sem a necessidade de adesão – dos consumidores ao banco de dados com informações de adimplemento, conhecido como Cadastro Positivo, continua na pauta da Câmara dos Deputados, principalmente porque as mudanças propostas no texto-base dividem opiniões entre os parlamentares.

Dúvidas e questionamentos que também ocorrem por parte de entidades representativas da sociedade civil e consumidores. No entanto, nem toda informação que tem sido propagada a seu respeito procede, e este fato contribui para gerar desinformação. Para ajudar a elucidar certas confusões sobre o tema, a Boa Vista SCPC esclarece algumas das afirmações mais controversas. Confira:

O consumidor estará automaticamente no Cadastro Positivo.

Verdade: o consumidor estará automaticamente incluso e entre os seus direitos destacam-se: acessar de forma gratuita as suas informações detalhadas, inclusive pontuação de crédito (score) e histórico de pagamentos existente no banco de dados, e abrir solicitação para correção de informações que foram informadas incorretamente pelas fontes de informação (credores), além de poder cancelar ou reabrir seu cadastro.

trabalho mesa laptop computador mulher

Todos podem acessar minhas informações do Cadastro Positivo.

Mentira: o seu score poderá ser observado apenas por empresas que estejam avaliando a concessão de crédito ou transações comerciais e empresariais que impliquem risco financeiro. Segundo Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC, o histórico detalhado do tomador de crédito não estará disponível.

O Cadastro Positivo quebra o sigilo bancário e elimina a responsabilidade solidária.

Mentira: o Cadastro Positivo não afeta o sigilo bancário e muito menos invade a privacidade dos dados do cadastrado. Para eliminar esta possibilidade, o texto-base do PLP recebeu um substitutivo. Na hipótese de vazamento de informações sobre o cadastrado, os envolvidos poderão ser punidos com reclusão de um a quatro anos e multa, conforme prevê a Lei Complementar 105 (Lei do Sigilo Bancário). Além disso, o Cadastro Positivo respeita todas as salvaguardas para o consumidor previstas no Código de Defesa do Consumidor.

O Cadastro Positivo invade a privacidade dos dados dos consumidores.

Mentira: não há invasão de privacidade porque não há quebra de sigilo bancário com o Cadastro Positivo. A nova lei permite que os bancos, empresas de água, luz, telefone, varejo e outras, enviem informações apenas do comportamento de pagamento das operações de crédito, dos serviços continuados (luz, água, telefonia fixa etc) e de telefonia móvel pós-paga. Os bancos não enviarão informações como saldo em conta corrente ou extrato bancário, dados de poupança ou investimentos, nem detalhes de compras feitas com cartões de crédito. Essas continuam devidamente protegidas pela Lei do Sigilo Bancário.

contas gadini pixabay

Todas as informações financeiras e de investimentos farão parte do Cadastro Positivo.

Mentira: tanto a lei atual quanto o texto-base do PLP permitem apenas o compartilhamento de informações de histórico de pagamento de transações que envolvam risco financeiro, ou seja, operações de crédito e consumo, como datas de vencimento e de pagamento das faturas/parcelas e os valores dos mesmos. Informações que não estiverem vinculadas à análise de risco de crédito ao consumidor e informações sensíveis, como as consideradas de origem social e étnica, à saúde etc, não entram no Cadastro Positivo.

Renda e benefícios como aposentadoria farão parte do Cadastro Positivo.

Mentira: nem informações de salário ou de aposentadoria, como dados de saldo em conta corrente, investimentos, pagamentos à vista e nem mesmo limite de crédito fazem parte do Cadastro Positivo. Esse tipo de informação não chega aos gestores de banco de dados, o que garante a privacidade dos consumidores.

O cadastro Positivo levará a uma situação discriminatória.

Mentira: segundo estudos do Banco Mundial, feitos em diferentes países dos cinco continentes, um dos principais benefícios do Cadastro Positivo é a inclusão ao mercado do crédito. No Brasil, de acordo com o superintendente da Boa Vista SCPC, com o Cadastro Positivo funcionando plenamente, espera-se a inclusão de mais de 20 milhões de pessoas ao mercado de crédito. E engana-se quem acredita que pessoas que estão com o nome sujo serão prejudicadas. Como explica Nemirovsky, quem está inadimplente já enfrenta dificuldade para conseguir crédito na praça, ou quando consegue, obtém com juros muito mais altos. Logo, ao participar do Cadastro Positivo, pessoas com este perfil poderão mostrar que pagam diversas contas em dia e que têm capacidade de retomar o controle das suas finanças, e com este comportamento começar a construir um histórico de pagamento, retomando seu acesso ao crédito.

O Cadastro Positivo vai diminuir a assimetria das informações e aumentar competição entre os bancos.

Verdade: com o Cadastro Positivo haverá um aumento significativo do número informações relacionadas ao comportamento de pagamento, o que contribuirá para a redução da assimetria de informações que existe hoje entre os credores, com isso haverá uma maior assertividade nas decisões de crédito e um maior número de empresas que podem concorrer com os grandes bancos para oferecer melhores condições ao consumidor ou às empresas. Os concedentes de crédito terão acesso ao score de crédito que considera o histórico de pagamento de todos os consumidores e não apenas daqueles que hoje são seus clientes, o que irá contribuir para aumentar a competição entre os bancos, fintechs, varejistas e financeiras na busca por novos clientes, com taxas de juros mais atrativas para o consumidor.

dinheiro bras pixabay

As taxas de juros poderão diminuir com o Cadastro Positivo.

Verdade: a experiência mostra que nos países onde o Cadastro Positivo foi introduzido, os juros e a inadimplência recuaram e a facilidade na obtenção de crédito aumentou. Os juros recuam porque o aumento da quantidade de informações sobre o consumidor reduz o risco nas operações de crédito, e os concedentes têm mais condições de distinguir bons e maus pagadores. Essa redução dos riscos ajuda a derrubar os spreads e, consequentemente, os juros. Além disso, o Cadastro Positivo aumenta a concorrência entre os bancos, pelo fato de que mais agentes, como, por exemplo, os bancos menores e as fintechs, terão acesso as informações que hoje são exclusivas dos grandes bancos.

Fonte: Boa Vista SCPC

 

 

 

Giorgio Armani apresenta Cate Blanchett como Embaixadora Global de Beleza

Giorgio Armani Beauty tem o prazer de anunciar a extensão de sua colaboração de longa data com Cate Blanchett, que tem sido o rosto do perfume Sì desde sua criação em 2013.

A partir de agora, a atriz representará todas as categorias de Giorgio Armani Beauty. Além do perfume Sì, ela também incorporará as linhas de maquiagem e skincare, tornando-se a primeira Embaixadora Global de Beleza da marca.

Cate Blanchett é tudo o que a mulher Giorgio Armani representa. “Luminosa e sofisticada, sua elegância natural e beleza distinta são marcantes”, diz Giorgio Armani. “Estou feliz por aprofundar a nossa relação duradoura”.

Quando se trata de beleza, a visão de Giorgio Armani de feminilidade moderna quer revelar em vez de transformar.

cate blanchett
Foto: Tom Munro

Vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo filme “Blue Jasmin” e de Melhor Atriz Coadjuvante por “O Aviador”, Cate acaba de completar 49 anos. Em 2018 ela estará em muitas novidades que chegarão aos cinemas, como os filmes “Oito Mulheres e um Segredo”, “O Mistério do Relógio na Parede”, “Where’d You Go Bernadette (ainda sem título no Brasil)” e “Mogli: O Livro da Selva”. Cate Blanchett também foi Presidente do Júri do Festival de Cinema de Cannes deste ano.

 

 

Saiba como cuidar das raças de cachorros preferidas dos brasileiros

Quase metade dos lares brasileiros possuem cachorros, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os sem raça definida são os preferidos, seguidos por cães das raças Poodle, Pinscher, Labrador e Pit Bull, conforme levantamento recente do Instituto QualiBest, de São Paulo.

“Os cuidados com os cachorros podem variar de acordo com a raça, por isso é importante conhecê-las para garantir a saúde e o bem-estar do seu animal de estimação”, observa o médico veterinário e Gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada para Animais de Companhia da Zoetis, Alexandre Merlo.

O especialista dá dicas sobre os cuidados com os cães favoritos dos tutores brasileiros:

1º – Sem Raça Definida

cachorro pata adestramento.jpg

Por serem a combinação de duas ou mais raças, não apresentam padronização de suas características, mas geralmente são carinhosos, inteligentes, leais e brincalhões. É importante manter uma alimentação adequada com rações próprias para cães, ficar sempre de olho no calendário de vacinação e promover passeios regulares. Muitos tutores acham que estes cães são mais resistentes por causa da mistura de raças, o que não é verdade. Portanto, não se pode negligenciar a alimentação ou os cuidados básicos desses cães.

2º – Poodle

poodle

Há três tamanhos oficiais: Toy, Miniatura e Médio. Essa é uma raça de cães mais inteligentes e obedientes. São ótimos com crianças, amigáveis, ativos e aprendem rápido, por isso é importante cortar maus hábitos rapidamente. Os pelos do Poodle não caem quando estão mudando, portanto é importante escová-los com frequência para que não se emaranhem e machuquem o animal. Outra característica que exige atenção é o fato de os olhos lacrimejarem constantemente. Limpe diariamente ao redor dos olhos com um pano umedecido em água morna. Também fique atento às suas orelhas, pois cães com orelhas grandes podem desenvolver infecções.

3º – Pinscher

Miniature Pinscher puppy, Orla, standing
Foto: Warren Photographic

Há duas variações:  Anão ou Mini. São pequenos, mas enérgicos e corajosos, o que pode levá-los a entrar em confusão com cães maiores. Por isso, é importante ficar atento a eles durante os passeios. Esses pequenos são teimosos e independentes, podem não ser amigáveis com desconhecidos – mas de forma geral são carinhosos da maneira deles – e gostam de estar perto dos donos. São destemidos, apesar do tamanho e fragilidade do corpo, o que pode levar a fraturas em caso de quedas. São famosos por serem barulhentos. Assim como o labrador, os pinschers têm tendência para a obesidade, por isso devem fazer exercícios diários e seguir alimentação balanceada.

4º – Labrador

cachorro labrador

É ativo, sociável e gosta muito de companhia. Esses cães têm a fama de não gostarem de banho, mas essa raça é uma das poucas que adora nadar e estar em contato com água. Labradores precisam de atenção para não adoecerem, pois são muito apegados a seus tutores. Em geral, é uma raça fácil de conviver e educar, mas também apresentam tendência à obesidade, por isso precisam de alimentação regulada e exercícios diários.

5º- Pit Bull

American Pit Bull Terrier sitting on grass in spring
Foto: Warren Photographic

Essa raça é conhecida pelo seu porte atlético e por ser dotada de força, agilidade e energia. São polêmicos por sua agressividade, mas isso não passa de mito. Como quaisquer outros cães, terão o comportamento de acordo com os ensinamentos do tutor, por isso é importante conhecer bem essa raça antes da adoção. São cães enérgicos, adoram passear e são apegados aos donos. Portanto, podem sofrer se os tutores passarem pouco tempo com eles. Outra questão importante é a região onde vão morar: eles preferem climas quentes por causa da pelagem curta. A pele pode ser um ponto de atenção nessa raça – as infecções e alergias são bastante comuns.

“Independentemente da raça do cão, é importante levá-lo com regularidade ao médico veterinário e estar sempre atento ao calendário de vacinação, alimentação e exercícios”, finaliza Alexandre.

Fonte: Zoetis

Você está preparado para viver em um mundo VUCA?*

Vivemos um tempo de desafios extremos, tanto para profissionais liberais quanto para pequenas e médias empresas e corporações. Segundo especialistas em gestão, vivemos em um “mundo VUCA”, expressão que nasceu durante a Guerra Fria, mas que está cada vez mais presente no vocabulário dos profissionais e dos empreendedores da nova economia.

VUCA é um acrônimo do inglês volatile, uncertain, complex e ambiguous e serve para descrever quatro características que estão presentes atualmente na vida de todos: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.

O principal impacto dessas características pode ser percebido na dificuldade de realizar qualquer planejamento em longo prazo. Entende-se que no mundo VUCA seja mais prudente ter agilidade na resposta às demandas imediatas do ambiente e nas ações de curto prazo do que projetar cenários longos e complexos.

empresa trabalh executivos pixabay
pixabay

Tal situação, contudo, afeta diretamente a nossa relação com as necessidades básicas dos seres humanos, como reconhecimento, segurança ou estabilidade. Por esta razão, é cada vez mais importante termos clareza do nosso propósito, da missão de nosso negócio e da identificação dos resultados buscados, mitigando o impacto da volatilidade que está ao nosso redor.

O mesmo vale para a incerteza, pois a forma de resolver os problemas de hoje talvez não sirva para compreender e resolver os problemas em um futuro próximo. Perceber a interdependência das coisas e considerar a complexidade das variáveis presentes na tomada de decisão fogem dos modelos de gestão de riscos tradicionalmente utilizados em processos corporativos e atitudes individuais. Como consequência, é improvável que ações isoladas tenham algum efeito em um sistema interconectado.

A ambiguidade está presente na ausência de clareza ao se analisar contextos complexos. Experiências anteriores não garantem que a solução para um problema sirva em um novo cenário, uma vez que este pode propiciar diversas interpretações cabíveis.

Desenvolver habilidades específicas será um caminho de empoderamento que viabilizará melhores ações de contorno no mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo. Uma vez que as mudanças são inevitáveis, a inteligência emocional, a autoestima e a resiliência são essenciais para lidar com a volatilidade e com as adaptações requeridas na transformação do cenário.

Para lidar com as incertezas, a flexibilidade é o caminho para a adaptação constante à realidade que se transforma. A impossibilidade de certezas sobre qual caminho seguir sugere que tenhamos a mente aberta para o desenvolvimento da criatividade e da capacidade de resolução de problemas complexos.

No caso da complexidade do mundo, competências como teamworking, pensamento crítico e flexibilidade cognitiva são as ferramentas que permitirão ampliar a visão sobre o contexto, viabilizando a elaboração de soluções mais aderentes às necessidades.

grupo reunião trabalho união.png
Pixabay

A ambiguidade requer que tenhamos uma grande habilidade de negociação, tanto interiormente quanto com os participantes da situação, pois o caminho a seguir não será necessariamente similar às decisões sustentadas no passado. Aprender com os erros e analisar a situação por outra perspectiva requerem uma postura firme e disposição para assumir novos riscos.

Enfim, no mundo VUCA, é fundamental que se tenha ousadia. Pois é sendo ousado que poderemos analisar os problemas em potencial e suas variáveis, entenderemos as consequências de cada problema e as possíveis ações requeridas, avaliaremos a interdependência das variáveis identificadas e nos prepararemos para as alternativas e seus desafios.

*Edson Moraes é sócio do Espaço Meio, Executive Coach desde 2014 e Consultor (Gestão & Governança) desde 2003. Foi Executivo do Bank of America entre 1982 e 2003. Seguiu carreira na Área de Tecnologia da Informação, foi Head do Escritório de Projetos e CIO por 4 anos. É Master em Project Management pela George Washington University. Participou de programas de educação executiva na área de TI ( Stanford University, Business School São Paulo e Fundação Getúlio Vargas). Conselheiro de Administração formado pelo IBGC, Coach pelo Instituto EcoSocial e certificado pelo ICF. Articulista e palestrante nas áreas de Governança, Tecnologia da Informação e Gestão de Projetos

 

 

Dicas de como ensinar o cachorro a fazer necessidades no lugar certo

O adestramento de cães pode parecer um desafio, principalmente quando se trata de animais adultos; mas saiba que com as dicas certas e um aliado delicioso isso não será mais um problema.

Ensinar cachorro a fazer necessidades no lugar certo é uma das principais dificuldades, por isso o médico veterinário dos Snacks DogLicious, Marcello Machado, fala abaixo sobre todas as orientações que o tutor precisa para acabar com o xixi e cocô em lugares inadequados.

1. Escolha o lugar certo cachorro fazer as necessidades

Muitas vezes, o motivos para o cão fazer as necessidades no lugar escolhido por você é justamente a localização. Eles não vão usar esse cantinho se ele estiver próximo a água, comida ou cama. Por isso, escolha um local afastado e prepare com jornal ou tapete higiênico.

2. Sem broncas

Dar broncas no animal quando ver ele fazendo as necessidades em um lugar errado não é indicado. Esse comportamento só fará com que ele tenha medo de você. O que faz diferença é deixar claro onde você quer que ele faça. Mostre o local e procure levá-lo para lá. Agressividade e nervoso só irá prejudicar seu companheiro, podendo desencadear problemas psicológicos, como a cropofagia (o ato do cachorro comer suas próprias fezes).

house training of guilty puppy

3. Dê um prêmio sempre que ele acertar o lugar

Quando ver que seu companheiro acertou o lugar que você escolheu para ele fazer suas necessidades, é importante oferecer uma recompensa para que ele associe aquele comportamento a algo bom. O melhor aliado para isso é DogLicious! Gostosuras irresistíveis com texturas incríveis para conquistar seu amigo. É claro que não pode economizar nos carinhos.

4. Leve o cachorro para o local

Entender o organismo do seu amigo pode ajudar você nessa missão de treinamento. É comum que os cães façam suas necessidades logo após comer. Sendo assim, esteja atento e, se ver que ele não vai usar o cantinho certo, leve-o imediatamente para o lugar que escolheu.

Adestramento de cães: paciência, dedicação e DogLicious

cão-obediente11 cachorro adestramento

Lembre-se: para cumprir essa missão com sucesso é imprescindível que você tenha paciência, dedicação e os DogLicious preferidos do seu companheiro. O adestramento de cães filhotes é mais fácil, já o de cachorros adultos possui uma dificuldade maior e, por isso, os resultados podem demorar um pouco mais para aparecerem — mas isso não é motivo para desistir.

Além de saber como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo, existem outros ensinamentos que valem a pena serem passados ao cão e para todos. Você pode contar com DogLicious Snack Training ou outra opção da linha DogLicious.

Sugestão do veterinário

doglicius.png

DogLicious Snack Training – petisco que ajuda o tutor em todos os exercícios que fizer com o animal. Eles podem ser oferecidos como recompensa sempre que o animal acertar seu comando e, assim, ele associará aquele comportamento a algo positivo. Para prolongar a experiência deliciosa com o cão, o tutor quebrar o snack em pedaços menores e ir oferecendo aos poucos.

Fonte: Total Alimentos

 

Evento de adoção de cães e gatos na Granja Viana

No dia 19 de maio, a Cobasi irá promover na unidade Granja Viana, em Cotia, uma feira de adoção de cães e gatos em parceria com a Pedigree, pelo projeto Pedigree Adotar é Tudo de Bom. Esse evento faz parte de uma série que as duas instituições realizaram em diferentes lojas Cobasi em São Paulo e região metropolitana durante todo o ano.

Em São Paulo, estima-se que mais de 9 milhões de animais não tem moradia, e o objetivo desses eventos, além de conseguir um lar para os cães e gatos, é estimular nas famílias o hábito de adotar pets, já que muitos estão precisando de uma casa.

A Cobasi apoia a adoção desde 1999 quando criou seu primeiro centro de adoções na unidade Villa Lobos. De acordo com a gerente de marketing, Daniela Bochi “desde a criação do primeiro centro de adoção, já ajudamos mais de 25 mil animais a encontrarem um lar. Atualmente temos dois centros de adoções na cidade de São Paulo e parcerias fixas para eventos de adoção nas cidades de Campinas, Sorocaba, Atibaia, Ribeirão Preto e Brasília e acreditamos que a realização desses eventos junto com Pedigree Adotar é Tudo de Bom é essencial para incentivar o ato de adotar”.

A Mars Petcare tem como compromisso fazer do mundo um lugar melhor para os pets e mantém no Brasil o Programa Pedigree Adotar é tudo de bom, que completa 10 anos em 2018 e já mudou a realidade de mais de 68 mil cães abandonados no país por meio do estímulo à adoção e posse responsável. Porém, segundo a OMS – Organização Mundial da Saúde – ainda existem 30 milhões de animais abandonados no Brasil, sendo que 20 milhões são cães.

Como parte do compromisso com a posse responsável, um dos grandes focos do programa, todos os cães serão adotados já castrados e vacinados. Os interessados em oferecer um lar feliz para os animais, além de passarem por uma entrevista de avaliação de perfil, devem estar munidos dos seguintes documentos: originais e cópias de RG, CPF e comprovante de residência.

Reflita sobre a escolha de um Cãopanheiro

Pedigree acredita que um cachorro é capaz de despertar o melhor em seus tutores. Um cão faz parte de uma família por anos e, por isso, é importante reservar tempo para pesquisar sobre o tipo de pet que mais se encaixa no estilo de vida e perfil da família, bem como planejar sua chegada e integração. Há quem esqueça que cuidar de cães exige tempo para oferecer carinho, levá-los para passear, ao médico-veterinário e limpar as fezes e xixi e, muitas vezes, são estes os motivos que geram a devolução de pets adotados aos abrigos.

Confira 10 dicas sobre posse responsável para uma decisão consciente de se ter um pet:

1) Pesquise sobre o animal e veja se ele é compatível com o seu estilo de vida e perfil familiar.

2) Quanto menor é a sua casa, menor deve ser o cão. Cachorros grandes, em um ambiente pequeno, podem ter problemas de adaptação.

gato e cachorro for20petco
For20Petco

3) Considere que o tempo médio de vida de um animal é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados. Não haja por impulso.

4) Caso já tenha outros cães em casa, apresente o novo morador de forma gradual e fique sempre atento à convivência.

5) Mantenha o pet sempre dentro de casa, jamais solto na rua. E na hora do passeio, leve-o com uma coleira ou guia.

gatos filhotes mamando
Pixabay

6) Evite as ninhadas indesejadas. Castre machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações.

7) Todo pet precisa de alimentação de qualidade, que leve em conta suas necessidades, e muita água fresca e limpa. Seu bem-estar também depende de uma boa nutrição.

8) Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao médico-veterinário. Dê banho, escove e exercite-o.

9) Zele também por sua saúde psicológica. Dê atenção, carinho, ambiente adequado e reserve um momento do dia para as brincadeiras.

cachorro abandonado na rua

10) O Brasil tem milhões de cães abandonados. Cães adultos também se adaptam com facilidade às mudanças e tem condições de oferecer e receber muito carinho.

Realização: Cobasi e Pedigree
Evento de Adoção
Dia: 19 de maio
Local: Cobasi Granja Vianna
Endereço: Rodovia Raposo Tavares, km 24,5, Cotia – SP
Horário: 10h às 16h

Entenda o impacto das mudanças no Sistema de Pagamentos Brasileiro

O Banco Central tem se movimentado para adequar o sistema financeiro e bancário para atender às novas demandas do mercado. Entre as mudanças previstas está a realização de pagamentos instantâneos sem a intermediação de bancos, sem restrição de dia e horário e em todas as modalidades: entre empresas, pessoas e entre empresa e pessoas. Diferente do cenário atual, onde as transferências são em tempo real 24 horas apenas entre clientes do mesmo banco e entre bancos diferentes em horário comercial em dias úteis.

Nesse sentido, o BC criou um grupo estratégico composto por bancos, administradoras de cartões de crédito e empresas do setor para desenvolver o novo sistema, tendo como alvo reduzir os custos das transações e estimular a competição nos meios de pagamento. Isso pode resultar em um impacto, positivo para os clientes, nas tarifas e os juros cobrados pelos bancos.

O P2P (peer-to-peer) no sistema financeiro é uma atividade que está emergindo em países como a China, por exemplo, que utiliza meios de pagamentos móveis e instantâneos.“Pelo novo modelo, será possível enviar a qualquer dia e horário, do smartphone inclusive, dinheiro da conta corrente para o cartão de crédito e vice-versa”, explica Odilon Costa, CEO & Presidente da Tree Solution, que faz parte do grupo estratégico do BC, através da ABBI.

Outro anúncio do Banco Central que causará impacto nas operações financeiras é a substituição por completo da Circular nº 3.885 pela Circular nº 3.683. A principal mudança são os novos requisitos mínimos para instituições de pagamento ao solicitar autorização para constituição e funcionamento perante o Bacen.

dinheiro

Foram estabelecidos valores mínimos para que a instituição de pagamento tenha que solicitar essa autorização, sendo R$ 500 milhões em transações de pagamento ou R$ 50 milhões em recursos mantidos em conta de pagamento pré-paga.

O BC também lançou a Circular nº 3.886 que altera algumas disposições da Circular nº 3.682, que continua em vigor para regular o funcionamento dos arranjos de pagamento. A principal alteração diz respeito à adesão à liquidação centralizada, onde os marketplaces que intermedeiam relações comerciais foram equiparados a subadquirentes.

Pela nova norma, deverão aderir à grade de liquidação centralizada para realizar os pagamentos aos prestadores de serviços ou fornecedores de produtos que se conectam aos seus clientes.

A Circular nº 3.886, com prazo para adaptação ao sistema até 28/09/2018, obriga a adesão de todos os participantes de arranjos de pagamento que não sejam instituidores de arranjo, emissores e credenciadores de instrumento de pagamento ou instituições financeiras que atuam como instituição-domicílio.

Ou seja: torna a adesão à liquidação centralizada opcional para pagadores de usuários finais (por exemplo, os marketplaces) que transacionem volumes inferiores a R$ 500 milhões acumulados nos últimos doze meses.

No novo sistema, todas essas transações devem ser liquidadas pela CIP – Câmara Interbancária de Pagamentos, que controlará todo o fluxo de pagamentos. A CIP é uma associação civil sem fins lucrativos, criada pelos bancos, que integra o Sistema de Pagamentos Brasileiro, SPB.

Essa mudança será benéfica para empresas já que diminuirá os custos entre as transações. No entanto, o processo de implementação é complexo e poderá afetar drasticamente empresas menores e startups.

Pela normativa, todos participantes devem ser capazes de se comunicar com a CIP e, para que isso seja possível, precisam enviar suas ordens de pagamento usando o layout definido pela CIP por meio de um link de comunicação com a câmara.

Para a adequação a essas mudanças, as companhias precisarão adequar seus sistemas internamente com equipe própria ou contratar um prestador de serviços, recomendado pela própria CIP.

A Tree Solution é uma empresa especializada no desenvolvimento e implementação de soluções inovadoras para o mercado financeiro, de câmbio e comércio exterior e está se reestruturando para atender a todas essas novas demandas com a solução TreeSPB. Por meio de instrumentos de monitoramento dos processos relacionados ao SPB, faz a administração dos saldos e é facilmente integrável aos sistemas legados das instituições financeiras. Entre os benefícios da TreeSPB são destaques:

• É um sistema multiempresa e os sistemas legados fazem a interface com a solução pela camada de Integração SPB, responsável por receber os dados de negócio formatando-os como mensagens que serão enviadas à RSFN;
• Possui facilidades para a entrada de dados pela digitação manual ou cópia de mensagens preexistentes;
• Todo o processo de integração, liberação, envio e recebimento de mensagens é visualizado no sistema;
• Possui alertas que informam ao usuário a chegada de mensagens relevantes e condições críticas de saldo previamente parametrizadas;
• Permite a conciliação (automática ou manual) das previsões de crédito registradas pelos sistemas legados;
• Provê visualização da previsão intradia do fluxo de caixa;
• Efetua o tratamento das mensagens especiais de Solicitação de 2a via de Mensagens (GEN0012) e Aviso de Disponibilidade de Arquivos (GEN0015);
• Possui o componente Piloto de Reserva que controla os saldos e o gerenciamento por parte do Banco Central, mensagens de confirmação e fluxos intradia;
• Possui o componente Servidor Transacional que é responsável pelo gerenciamento e controle de todas as mensagens de entrada e saída do Banco Central e das Clearings.

No ano passado a Tree Solution fez sua primeira aliança estratégica nesse sentido com a Softpar – empresa que atua no desenvolvimento de software para o mercado financeiro há quase 40 anos com soluções inovadoras em tecnologia. A partir dessa parceria, a Tree passou a disponibilizar ao mercado suas soluções em cloud computing.

calculadora dinheiro

Atenta aos assuntos de mensageria, não somente no campo nacional, como internacional, a Tree assinou um NDA com a Ripple, para prover uma solução ao mercado para transferências internacionais, em tempo real, através do protocolo Ripple Net. “Neste momento estamos em negociações iniciais para desenvolver um modelo dentro da solução TreeFXBank e, em breve, teremos novidades no setor”, ressalta Costa.

A Ripple é uma das maiores companhias globais que conecta bancos, provedores de pagamentos, trocas de ativos digitais e corporações.

Fonte: Tree Solution

Revlon cria movimento para incentivar as mulheres a viverem com intensidade

#RevlonDay ocorre hoje, 17 de maio, e é um convite para tomar atitudes que transformem a rotina

A icônica marca Revlon lançou um movimento para celebrar seu novo posicionamento, o #RevlonDay, que ocorre hoje, 17 de maio, dando continuidade à comunicação Live Boldly, apresentada e estrelada mundialmente no início deste ano por suas novas embaixadoras globais Gal Gadot, Ashley Graham, Adwoa Aboah, Imaan Hammam, além da brasileira Raquel Zimmermann.

revlon

O movimento tem o objetivo de incentivar as mulheres a viverem intensamente, a saírem de sua zona de conforto e despertarem o lado bold que existe em cada uma delas.

Para a ação, a marca apresenta sua linha ColorStay, perfeita para ajudar as mulheres a expressarem sua força por meio da beleza, acompanhando-as nessa tarefa, o dia todo. Sua tecnologia de longa duração, que não transfere, não borra e não mancha destaca o best-seller mundial da marca, a base ColorStay, que tem incrível durabilidade de 24 horas, além dos demais produtos para pele, lábios e olhos.

E, durante todo o mês de maio, as mulheres que tiverem aderido à ação, contando nos Stories o que fizeram de diferente no #RevlonDay (17/5) – algo ousado para o seu estilo de vida, que pode ser desde uma atitude para enfrentar algum medo até tirar um momento de descanso para se cuidar – poderão ser selecionadas para aparecer nos Stories da Revlon (@revlonbrasil), como grandes exemplos do movimento Live Boldly.

REVLON BR

Facebook | Instagram | YouTube
Telefone de Atendimento ao Consumidor 0800 7733450

 

 

Curitiba: Pousadog oferece adestramento no ambiente familiar

Animais de estimação, atualmente, são considerados membros da família. Prova disso é o tratamento dedicado a eles preza pelo bem-estar e conforto diários. A necessidade de zelar e proteger os pets é um grande impulsionador desse segmento de mercado. Segundo dados da Fecomercio-SP, mesmo em um ano de crise, que foi 2016, esse segmento aumentou seu faturamento em 4,9%, batendo os R$ 18,9 bilhões de faturamento.

A boa aceitação pelos consumidores é uma tendência que reforça tanto o setor de serviços, como banho e tosa, hospedagem, adestramento, cuidados com a saúde, quanto o varejo. Um dos fatores que justifica o forte crescimento do setor, identificado pelos pesquisadores da Fecomercio-SP, é o envolvimento emocional entre o tutor e seu animal de estimação. Esse fator coloca os gastos com animais de estimação no topo do conjunto de gastos da família e o que acaba protegendo o setor de ser impacto pela crise econômica.

Com foco nesse mercado promissor, muitos profissionais têm reposicionado uma carreira sólida em outro setor para atender a demanda do mercado pet. Esse é o caso da administradora Thais Costa. Com passagens pelo mercado financeiro, operadoras de telefonia e por laboratórios financeiros, Thais encontrou no segmento uma forma de se reinventar e se reconectar com o trabalho, atuando como adestradora.

“Foi um longo caminho até conseguir abandonar o mundo corporativo para empreender em um mercado até então desconhecido para mim. A saída foi buscar muita informação e capacitação por meio de cursos realizados dentro e fora do Brasil”, conta. Depois de muitas horas de treinamento e tendo passado pelos cursos de renomados especialistas em adestramento de cães e gatos, como o mexicano radicado nos Estados Unidos, Cesar Millan e Alexandre Rossi, o Dr. Pet, Thais criou uma metodologia própria de adestramento.

“A metodologia de adestramento da Pousadog é baseada no aprendizado por meio do reforço positivo, sem dor, coação, medo ou castigos. Os cães e gatos são estimulados a atingirem suas potencialidades individuais, para melhorar sua comunicação com seus tutores, aumentando a autoestima e melhorando problemas comportamentais muitas vezes complexos”, explica a adestradora.

pousadog2

Hoje, o principal serviço da Pousadog é o adestramento no ambiente familiar. O processo de adestramento começa por uma espécie coach canino, no qual são avaliados pontos importantes da vida do cão e da rotina dos tutores. Após o diagnóstico, os tutores ficam com a tarefa de colocar em prática as orientações dessa primeira visita.

“Só começamos o adestramento, efetivamente, cerca de 10 a 15 dias depois, se os tutores conseguirem colocar pelo menos 50% das nossas orientações em prática. Essa foi a forma que encontramos de engajar toda a família no aprendizado do animal, garantindo um melhor retorno a expectativa dos envolvidos no processo”, destaca Thais.

Sobre a Pousadog

pousadog3cachorro

Foi criada em setembro de 2013 com o objetivo original de ser uma pousada para hospedagem de cães, em Campo Magro-PR. Porém, com o mercado aquecido, Thais Costa, logo percebeu que havia um nicho de mercado para atuar como adestradora no ambiente familiar e consultora de bem-estar canino. “Hoje devido à escassez de mão de obra qualificada e por questões burocráticas não hospedamos mais cães. Agora, o foco da Pousadog é ser uma consultoria para donos de hotéis, hospedagem familiar, pet shops, banho e tosa, passeadores e cuidadores eventuais que primem pela excelência no atendimento de seus clientes”, explica Thais. “Em nossos encontros de consultoria falamos sobre modelo de negócios, contratos e a relação entre empreendedores da área pet e seus clientes, os caninos e os humanos”, finaliza a adestradora.

Sobre Thais Costa

Residente em Curitiba, Thais Costa atua como adestradora de cães e gatos desde 2014. Para complementar a sua formação e desenvolver um método de adestramento próprio frequentou diversos cursos e palestras dentro e fora do país. Além disso, a adestradora também já participou de alguns filmes, preparando cães e gatos para atuarem.

A seguir um breve currículo da formação profissional da adestradora 

pousadog

Adestramento inteligente – Alexandre Rossi Dr. Pet. Fundamentos de treinamento canino – Tudo de cão. Planejando e organizando um treino canino – Denise Falck,Treinadora Comportamental. Calming Signals: A base da linguagem canina – Zootecnista Sara Favinha – Tudo de cão. Como introduzir um cão em uma casa multiespécie – CRMV João Telhado- Papo Cão. Adestramento: O Equilíbrio dos reforços positivos – Rodrigo Marques. Como preparar cães para o convívio em sociedade – Educadora Canina Emanuelle Moraes. Treinamento de Faro, atividade física e mental para cães – Rogério Sandoval Cão positivo. Cão terapeuta – Fátima Neves Psicóloga clínica e adestradora- Inataa. Como funciona um Daycare e Hotel sem baias e gaiolas – Raquel Rama Dogresort. Terapia floral para animais domésticos – Bioflorais. Banho e Tosa para cães (Fundamentos)- Johnatan Skolimoski. Agility- Palestra com Dan Wroblewski – Adestrador, veterinário e especialista em Comportamento. Influência de alimentos no comportamento Canino – Silvia Angélico – Cachorro Verde. Como se tornar um Dog Walker Profissional – Carolina Rocha – Joinville. Profissionalização de Day Care – Eduardo Scandiussi – SP. Treino de comportamento complexo – Papo cão – Joinville.  Animal Training – my way – Ethology Intitute Portugal Dr. Roger Abrantes. Cesar Way training – Achieving Balnce e harmony – Florida

Informações: Pousadog