Arquivo da categoria: adoção

Petz promove megaevento de adoção de cães e gatos

Com 40 bichinhos da ONG Cão sem Dono, o encontro será neste sábado e domingo, das 10h às 17h, na unidade Ipiranga da rede de pet shop

A Petz e a ONG Cão Sem Dono vão promover neste fim de semana um grande evento de adoção com 40 cães e gatos que buscam um novo lar. A ação será realizada no sábado (23) e domingo (24), das 10 às 17 horas, na Petz Ipiranga.

Todos os bichinhos têm certificado de saúde, atestando que são vermifugados, vacinados e castrados. Além disso, veterinários da ONG vão prestar toda a assistência necessária durante os eventos. Os pets ficarão em uma área específica da unidade, onde poderão interagir e conquistar os clientes que visitam a loja.

Campanha

A rede de pet shop estimula que animais resgatados das ruas ganhem um lar por meio do projeto Adote Petz. Em parceria com 18 ONGs, a empresa já registrou 3.521 adoções em suas lojas em 2017. A Petz também lançou uma campanha publicitária para incentivar a adoção. Criada pela Ogilvy Brasil, a ação “Ame de Novo” mostra que o amor de cão ou gato é para sempre.

evento de adoção Totó
Este é o Totó. Ele está procurando um lar para chamar de seu…
evento de adoção Broomer
Este é o Broomer… ele é ou não muito simpático?
evento de adoção Filhote
Este fofo é o Filhote. Ele procura uma família bem legal para fazer parte
evento de adoção Kim
Este é o Kim. Ele promete que vai alegrar muito quem o adotar
evendo de adoção Pimpão
Este é o Pimpão. Ele está olhando bem para os seus olhos e pedindo: “me leva”…

Serviço
Megaevento de adoção da Petz e ONG Cão Sem Dono
Data: 23 e 24 de setembro, das 10 às 17 horas
Local: Av. Presidente Tancredo Neves, 600, Ipiranga, zona sul de São Paulo; Telefone: (11) 5069-2669 / 2181-7315

 

Anúncios

Curitiba: eventos sobre lhasa apso e shih tzu e adoção de pets no fim de semana

Eventos das raças lhasa apso e shih tzu, palestras sobre saúde animal, desfiles e encontro de adoção de cães e gatos prometem agitar o fim de semana

Quem não se encanta com a beleza dos cães da raça lhasa apso e shih tzu? Pois esses pequenos peludos de origem tibetana, muitas vezes confundidos por sua aparência parecida, são mesmo encantadores e prometem animar Curitiba neste fim de semana. Eles estarão em mais dois eventos promovidos pelo pet center HiperZoo. No sábado (23) acontece o 1º Encontro Lhasa Apso e no domingo (24) o 1º Encontro Shih Tzu.

“Os eventos de raças têm sido um sucesso e reunido cada vez mais tutores. É uma oportunidade única para as pessoas que adoram a mesma raça interagirem e trocarem experiências”, revela Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo. “Também contamos com a presença de pets famosos nas redes sociais, o que alegra ainda mais os encontros”, completa.

Outra atração dos eventos será o desfile de cães promovido pela marca Jingles Moda pet, que acontece no sábado e domingo às 15h. Durante o desfile, aberto a todos os clientes, uma comissão julgadora seleciona o cachorro mais parecido com o tutor, o mais fashion e o mais simpático. Ainda no domingo, os participantes podem aproveitar a variedade gastronômica dos foods trucks presentes no evento.

Para quem não resiste à personalidade forte, sensível e afetuosa do desconfiado Lhasa Apso ou ao charme do meigo, companheiro e simpático Shih Tzu, a programação está garantida. A entrada para os encontros é gratuita e os cães também podem se divertir num espaço seguro para eles com direito a piscina de bolinhas.

Saúde Animal

E o fim de semana não é só de diversão, mas também de aprender como cuidar dos animais de estimação. Para isso, o pet center promove duas palestras sobre saúde canina. No sábado o tema será a Leishmaniose, uma das doenças que mais afeta os cães no Brasil, e que pode causar problemas dermatológicos, crescimento anormal das unhas, emagrecimento progressivo, anorexia e pode, até mesmo, levar o animal a óbito, dependendo das complicações.

Já no domingo, os assuntos serão as verminoses e seus riscos. Embora seja uma patologia muito comum em pets, a verminose pode causar sérios problemas e chegar a colocar a vida do animal em risco. Anemia, vômito, diarreia, convulsões, pneumonias, emagrecimento, menor absorção e digestão de nutrientes, perda de sangue e proteínas são alguns dos danos causados pelos vermes. Por isso conhecimento e prevenção são tão importantes.

“Outra proposta da nossa loja é oferecer conhecimento aos clientes, por isso buscamos trazer especialistas nos mais diversos temas para um bate-papo. Adestramento, comportamento animal e saúde são os mais solicitados”, comenta Patrícia.

Encontro de Adoção

cachorro e gato adoção.jpg

E ainda, quem quiser, pode aproveitar o fim de semana para adotar um cão ou gato. No sábado (23) acontece mais um encontro de adoção com a ONG Amigo Animal e Beco da Esperança. Para adotar um pet, o interessado deve ter mais de 21 anos, responder a uma entrevista sobre os motivos de adoção, aceitar receber a visita de um voluntário da ONG participante e apresentar RG, CPF e comprovante de endereço para assinar o termo de adoção. Para quem deseja ter um gato como animal de estimação é necessário ter caixa de transporte e possuir telas de proteção nas janelas de casa.

Serviço

Encontro de Adoção com Amigo Animal e Beco da Esperança
Quando: sábado, 23 de setembro das 10h às 17h

Famille de Lhassa apso cte  cte diffrents

Encontro de Lhasa Apso HiperZoo
Quando: sábado, 23 de setembro, das 12h às 17h
Entrada: gratuita

Palestra “Leishmaniose não tem cura. Saiba como prevenir”, com a médica veterinária Priscila Pereira
Quando: sábado, 23 de setembro, às 14h
Entrada: gratuita

Desfile de cães HiperZoo e Jingles Pet
Quando: sábado, 23 de setembro, às 15h
Inscrição: gratuita durante o evento

Shih tzu dog portrait at studio

Encontro de Shih Tzu HiperZoo e Food Trucks
Quando: domingo, 24 de setembro, das 12h às 17h
Entrada: gratuita

Palestra “Verminoses e seus riscos”, com a médica veterinária Ana Caroline Garcia
Quando: domingo, 24 de setembro, às 14h
Entrada: gratuita

Desfile de cães HiperZoo e Jingles Pet
Quando: domingo, 24 de setembro, às 15h
Inscrição: gratuita durante o evento

HiperZoo – Rua Desembargador Westphalen, 3.448 – Curitiba/PR

 

61% veem animais de estimação como membro da família

Pesquisa feita com internautas pelo SPC Brasil mostra que alimentação saudável, saúde e conforto para dormir são principais cuidados; apenas 8% associam seus animais de estimação à despesas financeiras e 46% dão preferência a lugares que permitem a presença de gatos ou cachorros

Alimentação saudável, cuidados com a saúde, bem-estar físico e mimos de todo tipo. Foi-se o tempo em que a expressão ‘vida de cão’ era usada como sentido negativo. Uma pesquisa inédita realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais com internautas que possuem ou são responsáveis financeiros por um animal de estimação revela que 61% dos entrevistados consideram seus pets como um membro da família. E para cuidar do bem-estar desses companheiros, eles gastam, em média, R$ 189,00 todos os meses, cifra que aumenta para R$ 224,00 entre os consumidores das classes A e B. Para quem recebe até dois salários mínimos, esse valor pode representar até 10% da renda familiar.

O levantamento revela ainda que um terço (33%) dos donos de pets admite que na hora das compras sempre opta por itens que vão além do básico e 21% nunca deixam de comprar algo para seus animais de estimação por falta de dinheiro.

No total, 76% dos brasileiros com acesso à internet possuem animação de estimação, sendo que os mais comuns são os cachorros (79%), gatos (42%) e pássaros (17%). Completam o ranking os peixes (13%), tartarugas (6%) e roedores (5%), como coelhos, camundongos, furões e porquinhos da índia.

convite_animal_planet3

52% dos entrevistados compram ração premium, 37% dos animais de estimação sempre tomam banho em pet shop e 13% fazem tratamentos estéticos com frequência

De acordo com a pesquisa, os produtos e serviços mais adquiridos no dia a dia para cuidados com cães ou gatos são as rações (88%), seguidas dos xampus e condicionadores (57%), petiscos (52%), medicamentos e vitaminas (50%) e brinquedos (44%). Com perfil mais exigente, mais da metade (52%) dos entrevistados disse que só alimenta seus animais de estimação com rações da linha premium, que são mais adequadas para o porte e raça de seus pets, sobretudo os entrevistados das classes A e B (62%). Há ainda 21% de tutores entrevistados que oferecem comida natural, feitas exclusivamente para os cães e gatos.

Considerando os produtos e serviços utilizados com mais frequência, a lista é liderada pelas vacinas (63%), idas ao veterinário (44%) e banhos em pet shop (37%). Outros serviços realizados constantemente e que merecem destaque são os tratamentos estéticos (13%), gastos com passeadores de cachorros (13%), tratamentos dentários (9%), tratamentos contra obesidade (8%), acompanhamento comportamental (8%), adestramento (7%) e idas a creches (7%).

Indagados sobre produtos e serviços que gostariam de adquirir, mas não o fazem por falta de condições financeiras, a pesquisa revela que planos de saúde (33%), serviços de spa (23%), assinaturas mensais de caixas com brinquedos (20%) e idas frequentes ao veterinário (20%) são os mais citados.

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, o tratamento humanizado dos pets é uma tendência que abre inúmeras oportunidades de negócios e evidencia a força de um mercado bilionário que já é realidade e deve se diferenciar ainda mais nos próximos anos. “A composição da cesta de compras dos donos de animais de estimação está mudando. É cada vez maior a demanda por cuidados especializados, além de produtos que atendem às características específicas dos animais. Moda e estética, alimentação saudável, hospedagem, atendimento em casa, exercícios físicos e saúde comportamental são algumas das áreas que deverão se desenvolver intensamente nos próximos anos”, afirma Pellizzaro Junior.

cachorro gato laptop
Pixabay

41% participam de eventos e comunidades do universo pet; cuidados com a saúde do animal é fonte de atenção de 79% dos entrevistados

A troca de experiências assume um papel fundamental entre os entrevistados: 41% dos donos de pets participam de eventos e comunidades ligadas ao universo pet, seja por meio de redes sociais (29%) ou encontros presenciais (10%). Além disso, 93% dos entrevistados assumem o hábito de procurar informações sobre os produtos e serviços que adquirem para seus pets, sendo que as referências mais comuns são com o veterinário de confiança (61%), sites especializados (47%), amigos ou familiares (32%) e redes sociais (32%).

As pequenas lojas de bairro especializadas em produtos para animais (53%) despontam entre os locais onde os consumidores mais fazem compras, mas 20% optam pelas grandes redes de pet shops. Os supermercados são citados por 16% da amostra. Para definir o local de compra, são levados em consideração principalmente o preço (59%), qualidade dos produtos e serviços (49%) e a confiança no estabelecimento (44%). As compras à vista predominam, seja em dinheiro (42%) ou no cartão de débito (20%). Já o cartão de crédito é usado por 34% desses consumidores.

Em sintonia com a importância que os tutores dão ao bem-estar de seus animais de estimação, quase a totalidade (99%) dos entrevistados garante cuidar de alguma forma da saúde de seus pets, sendo que 63% zelam pela higiene, como banho e tosa e 58% mantém os exames periódicos e as vacinas em dia. Há, ainda, 55% que evitam oferecer alimentos não recomendados como doces e itens gordurosos e 51% que procuram dar uma alimentação balanceada.

De acordo com os entrevistados, as principais prioridades para quem tem um animal de estimação como cão, gato ou roedor, é proporcionar alimentação saudável (79%) aos pets, além de cuidados com a saúde (79%) e confortos para dormir (58%) – neste último caso, 23% dos entrevistados disseram que o pet costuma dormir no mesmo quarto que o dono. Os passeios (55%), atividades físicas (47%) e banhos em casa (46%) também são lembrados, indicando que a disposição dos donos vai além de meramente garantir comida e abrigo para seus companheiros.

luz camera burger pet friendly
Reprodução Facebook Luz, Câmera, Ação!

Apenas 8% associam seus pets a gastos financeiros e 46% dão preferência a lugares que permitem presença de pets

A pesquisa demonstra que os tutores não veem seus animais de estimação como mera fonte de despesas ou mais uma dentre tantas responsabilidades no dia a dia. Tanto que, apenas 8% dos entrevistados associam seus animais de estimação a gastos financeiros e somente 2% o veem como sinônimo de problemas ou dores de cabeça. Os principais sentimentos despertados entre os entrevistados são amor (61%), alegria (61%), companheirismo (59%) e amizade (52%). Há ainda 21% que veem seus pets como o guardião da casa. Para os entrevistados, os aspectos negativos de se ter um pet são não ter com quem deixá-lo quando viajam (53%) e a sujeira em casa (47%).

A dimensão afetiva ainda ganha outros contornos. Muitos gostariam de integrar seus animais de estimação a outras esferas da vida cotidiana que vão além de suas residências. Seis em cada dez (62%) entrevistados sentem falta de espaços públicos que permitam a permanência de pets, como restaurantes, lojas, shopping centers etc. Além disso, uma parcela expressiva afirma dar preferência a lugares onde a presença dos animais é permitida (46%).

Dia da AdoCao4

Adoção foi escolha de quatro em cada dez donos de pets, mas 32% compraram animal de estimação

Sobre o perfil dos internautas donos de animais de estimação, a pesquisa mostra um relativo equilíbrio: 50% são mulheres contra 50% de homens; 54% pertencem às classes C, D e E e 46% às classes A e B. A maioria tem entre 25 e 44 anos (58%) e mora em casas (77%). Os que moram em apartamentos somam 23% da amostra e 82% cuidam pessoalmente de seu pet.

Pouco mais da metade estão com seus animais de estimação há mais de cinco anos (55%). Os que ganharam seus pets de presente são 45% da amostra, mas também se pode notar uma proporção similar (42%) que resolveu adotar um animal. Neste último caso, 27% adotaram quando viram o animal abandonado ou perdido na rua e 13% recorreram a uma instituição especializada. Os que compraram o animal de estimação somam 32% da amostra.

Dentre os que compraram seus pets ao invés de optarem pela adoção, as principais justificativas são o desejo de ter uma raça específica (61%), saber as características de antemão (16%) e por não encontrarem um animal para adoção que se adequasse ao perfil procurado (9%). Por outro lado, 45% dos que adotaram tomaram essa decisão por não concordarem com a venda de animais.

gato e cachorro amigos

Metodologia

Em um primeiro levantamento foram ouvidas 796 consumidores com o objetivo de identificar o percentual de entrevistados que possuem animais de estimação. Em seguida, um novo levantamento foi realizado com 610 casos para identificar as características das pessoas que têm animal de estimação. Resultando, uma margem de erro no geral de 3,5 p.p para o primeiro levantamento e 4,0 p.p para o segundo levantamento. Em ambos os casos trabalhou-se com um intervalo de confiança a 95%.

Se quiser ver a íntegra da pesquisa, clique aqui.

Fonte: SPC Brasil

OAB e Equipe de Proteção Animal do Singular promovem Feira de Adoção

Desde outubro de 2016, o Colégio Singular, por meio da ESPA – Equipe Singulariana de Proteção Animal, e a OAB Santo André, promovem mensalmente a Feira de Adoção de Animais, que neste mês acontecerá neste sábado (16) a partir das 9 horas. A entrada é gratuita e acontecerá no estacionamento da OAB (Avenida Portugal, 233 – Centro).

O evento ocorre por meio do envolvimento de diversas pessoas, como as protetoras independentes que resgatam os animais abandonados e cuidam para que estejam em condições de adoção. Para adotar é necessário ser maior de 18 anos, ter a concordância de toda a família e levar comprovante de endereço. Nesse dia, os interessados na adoção também recebem informações sobre guarda responsável e orientações jurídicas.

feira de adoção.jpg

A ESPA é um projeto educacional inserido na programação pedagógica do Singular que visa ensinar aos alunos a importância da guarda responsável, com abordagens diferenciadas de acordo com a faixa etária.

Guarulhos: campanha de vacinação contra raiva e evento de adoção

Amanhã, sábado, 16 de setembro, das 11 às 15 horas, o Shopping Pátio Guarulhos terá a campanha de vacinação gratuita contra raiva para cães e gatos. A ação será realizada pela Prefeitura de Guarulhos no piso térreo do centro de compras e ainda terá outros eventos paralelos.

Profissionais e estudantes do curso de veterinária da UNG -Universidade de Guarulhos- estarão durante todo o período no shopping conversando com o visitante para conscientização sobre a importância das vacinas aos animais, além de outros cuidados que garantem a saúde e bem-estar dos pets e toda a família.

E àqueles que quiserem levar um novo amiguinho pra casa, a ONG Deixe Viver estará no Shopping Pátio Guarulhos com cães e gatos para adoção. Os interessados precisam ser maiores de 18 anos; apresentar documentos como RG, CPF e comprovante de residência, e colaborar com R$ 60,00 como doação para a instituição.

A gerente de marketing do shopping, Claudia Campos, lembra que “para a vacinação contra raiva, o animal precisa estar em bom estado de saúde, senão não poderá receber a dose da vacina”.

cachorro e gato brincando

Vacinação contra Raiva no Shopping Pátio Guarulhos
Dia: 16 de setembro de 2017
Horários: das 11h às 15h
Visitação gratuita
Local: Piso térreo
Endereço: Avenida Rosa Molina Pannochia, 331, Vila Rio, esquina com a avenida Benjamin Harris Hannicut, Guarulhos
Estacionamento gratuito

Pet Center faz promoção e encontro de adoção durante feriado prolongado

Os feriados geralmente são marcados por viagens, cidade vazia e comércio fechado. Mas desta vez um pet center resolveu surpreender e realizar, ao longo dos quatro dias de feriado, uma grande promoção de produtos para cães, gatos, aves, répteis e roedores. Trata-se do Outlet de Feriadão HiperZoo, que acontece de 7 a 10 de setembro em Curitiba (PR).

“Pensamos em fazer algo diferente para nossos clientes nesse feriado e optamos por essa promoção com preços bem atrativos”, revela Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo. “Nossa loja já é um ponto de encontro para tutores e seus pets, mas dessa vez os bichinhos poderão sair com alguns presentinhos a mais”. Produtos para peixes e répteis, roupas para cães, brinquedos para gatos e roedores e acessórios são alguns dos itens da promoção que oferece até 90% de desconto.

cachorro filhote

E ainda, quem quiser, pode aproveitar o feriado para adotar um cão ou gato. No sábado (9) acontece mais um encontro de adoção com a ONG Amigo Animal e Beco da Esperança.

Para adotar um pet, o interessado deve ter mais de 21 anos, responder a uma entrevista sobre os motivos de adoção, aceitar receber visita de um voluntário da ONG participante e apresentar RG, CPF e comprovante de endereço para assinar o termo de adoção. Para quem deseja ter um gato como animal de estimação é necessário ter caixa de transporte e possuir telas de proteção nas janelas de casa. Uma oportunidade e tanto para ganhar um novo amigo e economizar nos brinquedos para ele.

gato laranja

Encontro de Adoção com Amigo Animal e Beco da Esperança
Quando: sábado (9), das 10h às 17h

hiper zoo

Outlet de Feriadão HiperZoo
Quando: quinta a domingo (7 a 10), das 9h às 18h
Endereço:Rua Desembargador Westphalen, 3.448 – Curitiba/PR

Curitiba: encontros de animais de estimação e adoção no fim de semana

HiperZoo promove encontros de adoção e de cães da raça buldogue francês

A adoção de cães e gatos resgatados por ONG´s de proteção animal é fundamental para a continuidade do trabalho dessas instituições e para a redução do número de animais de rua em Curitiba e Região Metropolitana. Quem se dispõe a adotar um animalzinho não está apenas levando um novo amigo para a casa, está colaborando com o bem-estar da comunidade em geral.

“Os encontros de adoção são a melhor oportunidade para colocar ONGs e potenciais adotantes em contato. Por isso promovemos esses eventos periodicamente”, revela Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo. Nesse sábado (2) o pet center realiza mais um encontro de adoção em parceria com a ONG Amigo Animal. Desde que a programação de eventos de adoção do pet center iniciou, em novembro de 2016, mais de 260 pets já conseguiram um lar.

cachorro e gato.jpg

Para adotar um pet, o interessado deve ter mais de 21 anos, responder a uma entrevista sobre os motivos de adoção, aceitar receber visita de um voluntário da ONG participante e apresentar RG, CPF e comprovante de endereço para assinar o termo de adoção. Para quem deseja ter um gato como amigo é necessário ter caixa de transporte e possuir telas de proteção nas janelas de casa.

Já quem tem um cão da raça Buldogue Francês como melhor amigo poderá aproveitar um evento totalmente dedicado a ele no domingo (3). Trata-se do 1º Encontro de Buldogue Francês do HiperZoo, que contará com uma programação que inclui palestra sobre história e dicas de comportamento da raça, desfile de moda da marca Jingles Pet, food trucks e a presença de dois buldogues que fazem sucesso no Instagram – o Boss e a Melancia. O primeiro, com mais de 19,5 mil seguidores, diverte os internautas com suas fotos sempre muito expressivas. Já a Melancia, com mais de 28,4 mil seguidores, encanta com seus looks e simpatia.

buldogue frances.jpg

O Buldogue Francês, também conhecido como Frenchie, é um excelente cão de companhia e costuma pesar entre 8 e 14 kg. Seu temperamento alegre e sociável, bem como sua carinha engraçada conquistaram os pet lovers e a raça faz cada vez mais sucesso. Como as demais raças de companhia, necessitam de contato constante com humanos. E, apesar do corpinho atarracado conferir-lhes um ar de “atleta”, os buldogues não costumam exigir muitos exercícios, sendo, geralmente, bem tranquilos. Brincalhões e muito inteligentes, costumam chamar a atenção por onde passam. Por isso o encontro promete ser um momento único para quem não resiste a uma fofura.

Encontro de Adoção com Amigo Animal
Quando: sábado (2), das 10h às 17h

1º Encontro de Buldogue Francês HiperZoo
Quando: domingo (3), das 12h às 17h
Entrada: gratuita

Palestra “História e dicas de comportamento dos Frenchies” com o adestrador Rafael Wisneski
Quando: domingo (3), das 15h às 16h
Entrada: gratuita

Desfile de moda pet
Quando: domingo (3), das 16h30 às 17h30

hiper zoo

HiperZoo – Rua Desembargador Westphalen, 3.448 – Curitiba/PR  – Telefone: (41) 3078-0909

 

Cuidados para quem quer adotar um gato

Saiba mais sobre comportamento, hábitos, alimentação e outras curiosidades sobre os bichanos

Para quem quer adotar um gato, é importante conhecer um pouco mais sobre suas manias e necessidades únicas. Entender seus hábitos contribui para a saúde e o bem-estar do bichano.

Os gatos são conhecidos por estarem entre os animais mais limpos do mundo e por sua independência. Também são carinhosos e brincalhões.

Confira as dicas do médico veterinário e Gerente Técnico de Animais de Companhia da Zoetis, Alexandre Merlo, para cuidar bem do seu:

pets_frio_ gatos dormindo

1. Gatos dormem muito: “Não estranhe se seu gato dormir por longos períodos. Esse é um hábito normal para os felinos e, apesar de eles fazerem isso em qualquer lugar da casa, é melhor providenciar um cantinho próprio onde se sintam seguros para os momentos de sono”.

interno-gato-700x368

2. Gatos gostam de brincar: “Mesmo dormindo muito, os gatos também adoram passar o tempo e gastar energia brincando. Os brinquedos preferidos são aqueles que possuem penas, sininhos, cordas coloridas soltas – o importante é que sejam chamativos para eles. Às vezes, o objeto mais simples e menos esperado será aquele do qual o gato irá gostar mais”.

gato filhote comendo

3. Gatos não gostam de comer e beber água perto da caixa de areia: “Os felinos vão se sentir incomodados se tiverem que comer ou beber próximo à caixa de areia. Explico: logo que os gatos fazem suas necessidades na areia, eles as enterram, se protegendo ao evitar que um possível predador sinta o seu cheiro. Sendo assim, ele não se sentirá seguro em se alimentar próximo ao local que pode ser descoberto por outros animais”.

ringo agua fonte

4. Gatos gostam de água fresca e em movimento: “Por isso, sempre troque a água das vasilhas de seu gato, se possível mais de uma vez ao dia. Fontes com água vertendo também são um sucesso. Procure colocar muitas vasilhas de água pela casa, uma vez que eles são preguiçosos para beber. E atenção: quanto mais amplas as vasilhas, melhor – eles não gostam de mergulhar os bigodes na água.”

gato tomando banho pinterest

5. Gatos não precisam de banhos regulares: “A menos que o médico veterinário prescreva banhos por algum fator específico, os gatos não necessitam deste tipo de limpeza com frequência. Pode ser um mero capricho do tutor. O que é importante fazer todos os dias, até nos animais de pelagem curta, é a escovação dos pelos, pois isso evita que pelos soltos sejam engolidos por eles quando se lambem”.

gato comida
Foto: Pixabay

6. Gatos não podem comer certos alimentos humanos: “Evite dar ração de outros animais para o seu gato, bem como alimentos para humanos como, por exemplo, cebola, alho, uvas passas, cafeína, chocolate, ovos, leite e carnes cruas. O ideal é conversar com o médico veterinário para conhecer mais sobre a alimentação dos gatinhos e conhecer a ração mais indicada para eles”.

gato dormindo

7. Gatos vivem muito bem solitariamente: “Ao contrário do que se pensa, gatos costumam ser felizes vivendo sozinhos. Eles não têm a mesma necessidade dos cães, e, às vezes, a chegada de um companheiro pode ser um transtorno.”

vacina-gato-cityofchicago-org

8. Gatos precisam de vacinas que vão além da antirrábica: “A vacina contra a raiva já é bem conhecida entre os tutores de gatos, mas não é a única que deve estar presente no calendário de vacinação. Os gatos podem ser infectados com a leucemia felina, que é uma doença infecciosa que enfraquece o sistema imunológico e não tem cura. Além disso, eles também podem adquirir doenças respiratórias e gastrointestinais. Para evitar a leucemia, os bichanos podem ser imunizados com a vacina Fel-O-Vax LV-k IV + Calicivax (quíntupla felina) da Zoetis, indicada apenas para animais que não apresentam a doença. Já para protegê-los das demais doenças, a Zoetis dispõe da Felocell CRV e da Felocell CRV-C, que protegem contra Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose. A Felocell CVR-C também protege contra a Clamidiose”.

A recomendação final do Gerente Técnico de Animais de Companhia da Zoetis é que o tutor faça o acompanhamento periódico do seu animal de estimação no médico veterinário, para que ele possa ajudá-lo com as vacinas, alimentação e demais necessidades.

Fonte: Zoetis

Dog protection influencer ensina como ajudar cães abandonados

Vivi Machado, influenciadora e facilitadora de cuidados para cães, lança e-book “8 Maneiras de Ajudar Cães Abandonados”. Objetivo é empoderar cidadãos quanto aos procedimentos adequados no trato de animais de rua

Se você é uma pessoa engajada na causa animal – ou ao menos se preocupa com o bem-estar dos bichos -, é possível que já tenha experimentado uma sensação de desconforto ao avistar um cachorro abandonado, doente ou maltratado nas ruas. No entanto, por não saber como ajudar, nada ou pouco pôde fazer.

Foi pensando em auxiliar esses cidadãos – e, claro, a população de cães abandonados em todo o Brasil – que a influenciadora Vivi Machado escreveu o e-book “8 Maneiras de Ajudar Cães Abandonados”, disponível gratuitamente na web, para download, a partir desta semana.

capa livro.png

O objetivo do material é dar dicas simples e objetivas a qualquer pessoa que queira minimizar o sofrimento dos cachorros de rua sem depender de terceiros.

Entre outras sugestões, a especialista indica o compartilhamento de publicações de ONGs e protetores independentes em mídias sociais; a doação de rações, medicações e outros materiais e o apadrinhamento de cães resgatados.

Não há estatísticas oficiais sobre o número de cachorros abandonados no Brasil, mas algumas entidades do setor pet estimam que esse total possa chegar a 20 milhões. “Pretendo oferecer a qualquer cidadão que se entristeça com essa situação a oportunidade de colaborar para a mudança de quadro, independentemente de como e da dimensão da colaboração”, explica Vivi Machado. “O importante é contribuir para a causa.”

Quem é Vivi Machado

vivi machado

Vivi Machado é comunicadora, Relações Públicas, palestrante e apaixonada por cachorros. Gaúcha radicada em Florianópolis (SC), atua como dog protection influencer (influenciadora na proteção de cães) e facilitadora on-line e off-line de cuidados para cães. É, ainda, a idealizadora da marca social Bendito Cão, criada em 2015.

A Bendito Cão é uma plataforma de conexão multidisciplinar cujo objetivo é unir pessoas em prol da proteção e bem-estar de cães, bem como servir de elo entre os diversos integrantes da cadeia pet, por meio de ações que gerem impacto positivo na vida dos cachorros.

vacina-da-Rubi-860x675.jpg

A atuação da Bendito Cão baseia-se em três pilares:

1. realização de palestras de conscientização social em eventos, instituições de ensino, e empresas, com ênfase no esclarecimento sobre como ajudar cães abandonados, guarda responsável, bem-estar e outros temas;
2. promoção do voluntariado em favor da causa canina, voltado a pessoas físicas e jurídicas; e
3. fomento a iniciativas específicas baseadas na missão da marca, a partir da criação do Programa Movimento Bendito Cão, que prevê a formação de grupos de cidadãos e especialistas, os chamados “Embaixadores Bendito Cão”, para a realização de “castrações sociais” de cães abandonados, entre outras ações.

Informações: Bendito Cão

Campanha quer transformar a vida de pets carentes por meio de belas histórias

Denominada “Hills Pet e  Você Transformando Vidas”, campanha doará 10 toneladas de alimentação para abrigos de animais

Seja pela espera ansiosa na soleira da porta, por uma travessura ou por um simples olhar carinhoso, o amor dos animais é capaz de derreter até mesmo os corações mais gelados. Essa transformação acontece diariamente, e a Hill’s Pet Nutrition quer multiplicar o amor e os melhores sentimentos despertados pelos pets, contando as mais lindas histórias entre humanos e animais.

Assim nasceu a campanha “Hills Pet e você Transformando Vidas”. Ela faz parte do programa Hill’s Comida, Coberta e Amor e pretende levar carinho e aconchego para a vida de pets carentes.

Funciona assim: cada participante envia pelo site da campanha sua história com seu pet. A cada história recebida, será doado 1 kg de Hill’s para abrigos de animais, chegando no total de 10 toneladas doadas. Além disso, teremos doze histórias selecionadas que ganharão kits exclusivos e as três mais votadas um ano de Hill’s grátis.

O programa Hill’s, Comida, Coberta e Amor já doou mais de U$240 milhões de dólares em todo o mundo para aproximadamente mil abrigos, ajudando cerca de 6 milhões de animais a encontrarem um novo lar. Em 2016 e 2017, a empresa doou 50 toneladas em alimentos somente no Brasil.

“Nosso objetivo é continuar sempre ajudando, pois esse é o maior exemplo de como a Hill’s respira e vive a missão de transformar a vida dos animais e seus donos. Temos profunda admiração por aqueles que dedicam seu tempo e energia para ajudar os pets nos abrigos. Com essa campanha, queremos estimular ainda mais a transformação da vida destes animais”, afirma Thiago Scavazini, gerente de marketing da Hill’s Pet Nutrition.

hills cachorro.jpg

A campanha “Hills Pet e Você Transformando Vidas” permanecerá no ar para receber histórias até 31 de outubro de 2017. Os vencedores serão anunciados nos canais de comunicação da Hills: site e Facebook.