Arquivo da categoria: Alimentação

Sete alimentos para cuidar da pele no verão

Nutricionista do GetNinjas explica o benefício de cada um deles para manter a saúde durante os dias mais quentes

O verão chegou com tudo e os termômetros já passam dos 30ºC na maioria das cidades brasileiras. Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. O hábito alimentar, porém, é ainda mais importante para nutrir as células do corpo.

Pensando nisso, Cleonice Pereira, nutricionista que atende pelo GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços da América Latina, separou sete alimentos para cuidar da pele durante os dias mais quentes. “Se fizermos apenas algumas mudanças simples na dieta, podemos melhorar muito a condição da pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade”, explica.

abacate vitamina

Abacate: fonte de vitaminas E, C e antioxidantes, o abacate ajuda na hidratação e brilho da pele;

melancia

Melancia: rica em vitamina e minerais, como A, C e B6, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e ferro, contribui também para a hidratação de todos os órgãos. Lembrando que a pele é o maior órgão do corpo;

amora-laura-musikanski
Foto: Laura Musikanski/Morguefile

Amora: a fruta devolve o aspecto sadio da pele, pois é riquíssima em antioxidantes que combatem os radicais livres – responsáveis por danificar as células e causar sinais de envelhecimento;

linhaça

Linhaça: a ação positiva que a linhaça causa na saúde intestinal afeta diretamente a pele. Além disso, o ômega 3 presente no alimento é um forte colaborador na sustentação da pele e do sistema imunitário. “O consumo regular dessa semente maravilhosa, rica fonte de ômega 3, deixa a pele mais hidratada, suave e com um tônus firme”, explica Cleonice;

macas 732x549-thumbnail
Thumbnail

Maçã: além de ser um alimento quase completo, que cuida da saúde ocular e previne várias patologias, inclusive vários tipos de câncer, ela também é excelente para ajudar as células na restauração e proteção contra o envelhecimento precoce;

cenouras Scarletina
Foto: Scarletina/Morguefile

Cenoura: além de ser um dos alimentos mais ricos em betacaroteno – potente antioxidante responsável por sua cor alaranjada -, a cenoura é fonte poderosa de fibras e minerais, como fósforo, potássio, cálcio e sódio, vitamina A, B2, B3 e C. Todos esses nutrientes são responsáveis por manter o bom estado da pele e das mucosas e contribui para a cor saudável da pele, podendo ser usada de várias formas: cruas, cozidas ou em sucos.

manga  michelle
Foto: Michelle Bulgaria/Morguefile

Manga: responsável pelo rejuvenescimento, a fruta é fonte de vitamina e também é rica em antioxidantes. Além de combater os radicais livres, a manga é capaz de regenerar a cútis, evitando rugas, linhas de expressão e remover as toxinas existentes no organismo.

oleaginosas castanhas
Pixabay

Além desses sete alimentos, Cleonice reforça a importância das oleaginosas, como castanha-de-caju, amêndoas, coco e castanha-do-pará, que são um bom suporte de minerais e boas gorduras, melhoram a elasticidade e combatem infecções, além de fornecerem colágeno de forma mais biodisponível para a pele.

Fonte: GetNinjas

Anúncios

Verão da Sorvetes Rochinha traz sabores inéditos e novas tendências

Refrescantes e com baixas calorias, marca paulista oferece sabores laranja com acerola zero, manga com água de coco e Booz Kombucha de abacaxi com hibisco

A chegada do verão marca uma virada nos sabores que são encontrados no mercado de sorvetes. Se no inverno os indulgentes ganham espaço, no verão, os sabores frescos, de fruta, saudáveis e com baixas calorias conquistam a preferência dos consumidores. Por isso, a Sorvetes Rochinha lança, todos os anos, novos produtos, que são testados para a chegada da estação mais quente.

Neste verão não poderia ser diferente. A tradicional marca do litoral paulista aposta em produtos que exaltam a saudabilidade e o frescor que a estação pede, são eles: Kombucha Hibisco e Abacaxi (em parceria com a Booz e opção vegana), Laranja com Acerola Zero e Manga com Água de Coco são os lançamentos da marca.

sorvete manga

Outra novidade para o próximo ano está na substituição do açúcar de alguns sabores por suco concentrado de maçã, que diminui a quantidade calórica dos produtos e oferecendo mais saudabilidade. Os produtos são: Uva, Groselha e Jabuticaba, além do lançamento Manga com Água de Coco.

Segundo a nutricionista da Sorvetes Rochinha, Patricia Loyola, a substituição do açúcar de cana de açúcar, pelo suco concentrado de maçã, proporcionam benefícios. “Além da diminuição significativa de calorias – em alguns casos em até 20%, o suco concentrado de maça não altera o sabor dos produtos, por isso, não afeta a qualidade dos picolés”, explica a profissional.

sorvete combucha

Uma das grandes apostas da marca é o sabor Kombucha Hibisco e Abacaxi, em parceria com a Booz. O Kombucha é tradicional na Califórnia (EUA) e vem conquistando adeptos no Brasil, por conta do seu baixo teor de calorias e nutrientes. O chá fermentado é 100% natural, com probióticos, ácidos orgânicos essenciais e é consumido há mais de dois mil anos na Europa Oriental e na Ásia.

“Nós sempre pensamos em trazer inovação para nossa linha. Pensamos no futuro do consumo. Dessa vez, trazemos, a união do produto mais tradicional do litoral norte paulista, com o que há de tendência na região mais moderna dos Estados Unidos”, explica Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha.

“As tendências apresentadas pela Sorvetes Rochinha foram estudadas durante todo o ano de 2018”, afirma Moraes, que ainda completa: elas também têm relação com o que a marca propõe, produzir sabores de fruta de verdade, com foco em um mercado que busca inovações e alimentos saudáveis.

“O sorvete é um alimento. Ele deve ser tratado dessa maneira, e a nossa responsabilidade é oferecer esse alimento com qualidade. Nós produzimos sorvetes para todos os gostos. Aqui cada consumidor tem escolha. O que prezamos sempre é pela excelência, sempre buscando entender o que o consumidor sinaliza”, explica.

Os lançamentos podem ser encontrados nos mais de dois mil pontos de venda da marca em São Paulo, Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul, Sorocaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis. Os preços podem variar de acordo com o ponto de venda. Os picolés custarão de R$ 6 a R$ 9, de acordo com o sabor.

Informação nutricional: porção 55 gramas ( 1 unidade) (Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas)

Sabor Calorias
      Kombucha Hibisco e Abacaxi (vegano) 20 kcal = 84 kJ
Laranja com Acerola Zero 67 kcal = 281 kJ
Manga com Água de coco 44 kcal = 185 kJ
 Jabuticaba, adoçado com suco de maça concentrado (vegano)  

67 kcal = 281 kJ

Groselha,  adoçado com suco de maçã concentrado (vegano) 25 kcal = 21 kJ
Uva, adoçado com sucode maçã concentrado 40 kcal = 168 kJ

 

Informações: Sorvetes Rochinha

Dica: como higienizar as frutas de forma correta

Basta uma rápida pesquisa na internet para perceber que aparecem, entre os resultados, diversas formas de higienizar frutas. Água corrente ou sanitária, bicarbonato de sódio e vinagre são algumas das opções, e o que não faltam são dicas, das mais mirabolantes até as mais simples.

Mas, como saber se estamos realmente lavando as frutas da forma correta? Afinal, a higienização é fundamental para garantir uma alimentação mais saudável e livre de sujeiras.

A nutricionista Karen Alves, responsável pela segurança alimentar da Snack Frutas, delivery de cestas de frutas para escritório, explica: “Existe uma única maneira de higienização das frutas, sendo essa em imersão de hipoclorito e retirada do produto com água corrente. O que demanda a diferenciação é apenas o tempo em que devem ficar de molho. Cada marca de hipoclorito trabalha com um tempo de imersão, que deve ser respeitado para uma eficácia adequada da substância”, explica.

E se você já está coçando a cabeça, preocupado onde encontrar o tal hipoclorito, pode ficar tranquilo, pois ele é mais conhecido como água sanitária. Só é preciso ficar atento a algumas questões: deve estar sinalizado na embalagem do produto que é próprio para o uso em alimentos, além de estar registrado junto ao Ministério da Saúde.

“É um composto alvejante à base de cloro e, com ele, é possível remover insetos, sujidades e demais matérias presas aos alimentos. O que irá determinar sua ação, será a quantidade adequada de uso no momento da diluição. Algumas frutas, por exemplo, como pêssego, ameixa, kiwi, morango e nectarina são mais sensíveis e, portanto, demandam menor quantidade para que não haja deterioração”, destaca Karen.

frutas na agua, limpeza

Além de lavarmos os alimentos da forma correta dentro de casa, também precisamos nos preocupar com o que estamos ingerindo na rua e no escritório, já que a maior causa das intoxicações alimentares é a má higienização dos alimentos. Essa é uma das preocupações da Snack Frutas, empresa que atende a região de São Paulo e Belo Horizonte.

“Damos uma atenção especial à higienização dos nossos produtos. Todos os dias garimpamos as frutas mais frescas para os nossos clientes e em seguida desenvolvemos um processo meticuloso para garantir que os alimentos estejam em perfeito estado e livres de qualquer sujeira”, afirma Carlos Ribeiro, sócio-fundador da empresa.

O procedimento de higienização que a Snack Frutas realiza é muito simples e pode até ser adaptado para o ambiente doméstico. Confira:

=Seleção das melhores frutas, aquelas que não se encontram com partes deterioradas;
=Imersão em água com hipoclorito, respeitando o tempo de imersão de 10 a 15 minutos;
=Higienização em água corrente, para retirada da solução clorada;
=Processo de secagem natural, em sala refrigerada.

Sobre a Snack Frutas

frutas

Snack Frutas é uma empresa de delivery de cestas de frutas, distribuídas diária ou semanalmente aos escritórios nas cidades de São Paulo e Belo Horizonte. Desde 2009 no mercado, tem por objetivo entregar alimentos de qualidade e prontos para o consumo, numa cesta de madeira retornável, devolvida no dia seguinte a entrega. Cada unidade comporta até 40 frutas para atender os mais variados paladares, desde as mais comuns, como abacaxi, banana, maçã e uva, até as menos conhecidas, como atemoia, mangostin, nêspera e umbu-cajá.

Receita de verão: Wickbold apresenta Gelado Especial Sem Glúten

Pão, banana, iogurte e doce de leite são transformados em uma sobremesa refrescante e prática para a estação mais quente do ano

Nada melhor do que uma receita refrescante para os dias quentes do verão. Para que os consumidores que buscam uma sobremesa com essa característica, a Wickbold apresenta o passo a passo do Gelado Especial Sem Glúten.

Com rendimento de quatro porções e 10 minutos de tempo para o preparo (mais o de geladeira), a sobremesa conta com o pão Sem Glúten Original. O produto possui zero colesterol, é livre de gordura trans e não contém lactose.

Gelado Especial Sem Glúten

Ingredientes:

• 2 bananas cortadas em cubos pequenos
• 1 colher (sopa) de açúcar mascavo
• 1/2 xícara (chá) de água
• 4 fatias de pão Sem Glúten Tradicional Wickbold picadas grosseiramente
• 2 potes de iogurte natural desnatado
• 4 colheres (sopa) de doce de leite cremoso

Modo de Preparo:

Em uma panela, cozinhe as bananas picadas com o açúcar e a água até que fiquem levemente caramelizadas. Em potes individuais, coloque o pão picado, seguido pelo doce de leite e pelo iogurte. Distribua a banana cozida por cima e deixe gelar por, pelo menos, 20 minutos. Sirva.

gelado wickbold.jpg

Fonte: Wickbold

Saiba quais alimentos podem prolongar o bronzeamento na sua pele*

Cenoura, melancia, pimentão vermelho e amarelo, tomate, mamão, manga, acerola, beterraba, couve, espinafre e agrião são exemplos de alimentos ricos em carotenoides, substancia que dá cor aos alimentos que vão dos amarelos aos vermelhos e também os verdes escuros e que podem, inclusive, auxiliar a prolongar o bronzeado após o verão.

Existem mais de 700 tipos de carotenoides diferentes. Apenas 50 fazem parte da dieta humana sendo que apenas seis respondem por 95% do que ingerimos (b-caroteno; a-caroteno; Licopeno; Luteína; β-Criptoxantina e Zeaxantina).

O carotenoide é uma substância lipossolúvel. Isso quer dizer que, na presença de um óleo (por exemplo azeite de oliva, coco ou castanhas) o carotenoide é mais facilmente transportado e absorvido pelo organismo.

Os carotenoides estão relacionados à síntese de vitamina A, que nosso organismo não produz e só pode ser obtida através da alimentação e que está diretamente relacionada à saúde da pele, além de ser um potente antioxidante.

A manutenção do bronzeado está diretamente relacionada à qualidade dos melanócitos da pele, que se for saudável, é uniforme e sem manchas escurecidas.

Vale ressaltar que a quantidade de melanócitos também determina o quanto a pele ficará bronzeada. Pessoas com menos melanócitos não conseguem atingir naturalmente um tom muito escuro.

Quanto à ingestão diária, cada pessoa deve procurar introduzir os alimentos fontes de carotenoides seguindo a sua dieta habitual e fazendo as substituições dentro das recomendações do nutricionista. Mas eu arisco dizer que vale a pena ter pelo menos uma fonte de carotenoide em todas as refeições do dia, pelo menos na primavera e no verão. Como a lista de fontes é razoavelmente extensa, não é algo muito complicado.

Principais representantes/Fontes

doce_abobora

Caroteno: cenoura, manga, abóbora;

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Luteína: batata, cenoura, milho e gema de ovos;

papaya mamao maduro semente pixabay
Pixabay

Criptoxantina: milho, páprica e mamão;

gema ovo ponce photography-pixabay
Foto: Ponce Photography

Zeaxantina: gema de ovos, milho, espinafre e páprica;

açafrão da terra
Crocina: açafrão;

urucum-bixa_orellana_fruit_open
Foto: Leonardo Ré-Jorge

Bixina: urucum;

pimenta
Capsantina: pimenta vermelha;

paprica pixabay
Pixabay

Capsorrubina: páprica;

amor perfeito
Violaxantina: amor perfeito

berinjelas
Pixabay

Licopeno: tomate, berinjela, cenoura, pimentas verdes, ameixa, mamão, pêssego e melancia.

*Sabina Donadelli é nutricionista, apaixonada pelo poder dos alimentos e garante que a comida pode fazer maravilhas pelas pessoas. Formada e pós-graduada em Nutrição, a profissional alia seus conhecimentos da escola clássica com estudos da fitoterapia e dietoterapia oriental, como a chinesa e a indiana. Ela afirma que nas doses e combinações certas, as refeições podem auxiliar no tratamento de doenças, auxiliam na perda de peso, corrigem distúrbios, espantam a tristeza, rejuvenescem a aparência e, entre tantos outros benefícios, ainda nos levam à felicidade.

Seis motivos para cozinhar mais e comer melhor o ano todo

A Smart, marca especialista em temperos, destaca as principais razões para que as refeições preparadas em casa ganhem mais espaço na sua vida

Como anda sua relação com a cozinha? Você tem medo de errar, preguiça de cozinhar ou falta tempo? A Smart, marca especialista em temperos, destaca seis motivos principais para criar mais oportunidades de preparar refeições para você e as pessoas amadas. São razões suficientes para você ganhar mais disposição para a cozinha durante o ano todo. Confira!

Exercite sua criatividade

Happy woman in the kitchen cooking dinner
iStock

Não é a toa que muitos dizem que “cozinhar é uma arte”. Você percebe que para criar um prato é preciso unir harmoniosamente ingredientes diferentes, cada um com um sabor particular? Além de nutrir e trazer prazer às refeições, cozinhar é um exercício saboroso para exercitar as funções cognitivas do cérebro e os sentidos do corpo.

Dê o seu tempero para a comida

mulher cozinhando fogao panela

Tem coisa melhor fazer uma comidinha com aquele sabor que você tanto gosta? Dá água na boca saborear aquela refeição que você sabe que não tem erro, porque o tempero foi você quem escolheu. Hoje em dia, são tantas opções de ervas frescas e desidratadas, além de mix de temperos disponíveis, que você tem toda chance de comer um prato tão saboroso quanto dos melhores restaurantes! A Smart, por exemplo, reúne condimentos e especiarias premium do mundo todo para oferecer à cozinha brasileira.

Aproveite essa sessão de terapia

istockphoto- mulher na cozinha
iStock

Silenciar a mente das preocupações do dia a dia para se dedicar a preparação de um prato que você quer saborear é uma delícia de terapia. Além de ter sabor, cheiro, textura, cozinhar promove o estado de presença e relaxamento, reduzindo a ansiedade e estresse do dia a dia.

Cuide mais de si e das pessoas amadas

avo neta cozinha freepik
Freepik

Quem não gosta de fazer um mimo para si ou para as pessoas que ama? Cozinhar permite praticar o amor, o cuidado, o carinho por meio da nutrição. Quem não gosta de presentear ou receber uma refeição saborosa no fim do dia, no encontro com amigos e familiares ou em uma data especial?

Garanta a qualidade dos alimentos que está ingerindo

crianças e mae no supermercado The Yummy Mummy Club

Quando você se dispõe a cozinhar, você tem chance de ir ao supermercado, feiras, mercearias e escolher ingredientes de procedência segura e com qualidade superior. Ao preparar os alimentos em casa, você também garante a higienização, sabendo que o que está comendo é a melhor opção para o seu corpo e não apenas para o seu paladar.

Economize no orçamento

receitas

Mesmo os pratos mais sofisticados, com ingredientes mais caros, ainda ganham no quesito economia, quando preparados em casa. Coloque na ponta do lápis a lista de compras e perceba que é possível comer refeições inspiradas nos restaurantes que você mais gosta por muito menos.

Fontes: Smart / Latinex

 

Descubra benefícios da compostagem e como fazer uma composteira em casa ou apartamento

Produção de fertilizante orgânico, redução na emissão de gases poluentes e destinação adequada de resíduos, são algumas das vantagens da utilização de lixo doméstico como adubo

A quantidade de lixo produzida e descartada em locais inapropriados, é um dos mais graves problemas ambientais brasileiros. A Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) estima que em 2016, cada brasileiro produziu 377 kg de lixo, resultando em cerca de 80 milhões de toneladas de resíduos sólido.

O estado de São Paulo é o campeão nacional em descarte de lixo. São geradas mais de 56 mil toneladas por dia. Desse total, cerca de 42 mil tem destinação adequada. O restante pode ser encontrado nas esquinas, nas calçadas, nos terrenos baldios, nos rios, em espaços públicos.

O descarte em locais impróprios, contamina os lençóis freáticos, causa mau cheiro, atraindo moscas, ratos, baratas e outros insetos e animais, causadores de inúmeras enfermidades.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, em 2015 foram geradas cerca de 32 milhões de toneladas de resíduos orgânicos no Brasil, o que equivale a 88 mil toneladas de lixo diário. Todo este material quando entra em decomposição, seja nos lixões ou aterros sanitários, gera o gás metano, um dos principais causadores do efeito estufa.

Parte desse lixo produzido poderia ter destino mais produtivo: a compostagem, que é a reciclagem de resíduos orgânicos para produção natural de fertilizante ecológico, econômico e sustentável.

compostagem.png

“O processo da compostagem, realizado por meio de micro-organismos, como fungos e bactérias, degrada a matéria orgânica, resultando em um fertilizante de origem animal ou vegetal, com dois componentes principais: os minerais, contendo os nutrientes essenciais para as plantas; e o húmus, como condicionador e melhorador das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo”, explica o engenheiro agrônomo Valter Casarin, coordenador científico da Nutrientes para a Vida (NPV).

Do total de resíduos domésticos produzidos, 30% poderiam ser usados na compostagem. Ou seja, menos lixo nos aterros, menos poluição ambiental e menos emissão de gases poluentes.

“A compostagem recicla nutrientes, como: nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre. Todos eles são assimilidados em maior quantidade (macronutrientes) pelas raízes, além de ferro, zinco, cobre, manganês, boro e outros, absorvidos em quantidades menores (micronutrientes). A composição do composto depende do material de origem. Assim, nem sempre os compostos conseguem fornecer todos os nutrientes que as plantas requerem e, muitas vezes precisam ser combinados com adubos minerais.”

Atuando com informações embasadas cientificamente, a NPV informa claramente os diversos tipos de fertilizantes, seja mineral ou orgânico, com o objetivo de nutrir de forma adequada e balanceada as plantas, de forma a proporcionar segurança alimentar e nutricional para os seres humanos.

Aprenda a fazer uma composteira para casa ou apartamento

compostagem composteira folhas pixabay
Pixabay

Segundo Cristal Muniz, blogueira e autora do livro Uma vida sem lixo, da Editora Alaúde, mais da metade do lixo produzido nas casas vem da cozinha: os restos de alimentos ou o chamado lixo orgânico. Para ela, que há quase três anos decidiu parar de produzir lixo, até mesmo os descartáveis, a solução para o mau cheiro nas lixeiras e para o grande descarte de restos inutilizáveis é ter uma composteira doméstica.
A autora defende que a solução é viável tanto para quem mora em casa quanto para quem mora em apartamento.

Reduzir o lixo da cozinha, ter um adubo maravilho, fácil e sempre à mão, manter uma horta superbonita: dá para ter isso tudo com uma composteira em casa. Existem vários tipos de composteira, mas o que a blogueira e autora do livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), Cristal Muniz, recomenda é a com minhocas.

Como fazer composteira em casa

compostagem residuos organicos pixabay
Pixabay

1 – Faça um buraco na terra, de cerca de pelo menos 0,5 metro quadrado. Se a família for grande, você pode fazer dois e, enquanto um descansa, vocês enchem o outro. Ou fazer um grandão, de 1 metro quadrado. Uns 30 centímetros de profundidade são suficientes. Para ajudar a segurar as paredes de terra, você pode colocar tábuas nas laterais ou uma caixa sem o fundo (tipo uma caixa d’água, um caixote, algo que segure as laterais, mas dê acesso ao chão). Também dá para fazer cercando uma área em contato com a terra com cerca de arame, tábuas ou troncos.
2 – Coloque o material orgânico e não espalhe muito. Vá concentrando em um cantinho até encher o espaço. Sempre cubra muito bem com folhas secas ou serragem (é esse o segredo para o cheiro ruim não aparecer).
3 – Regue de vez em quando se fizer muito calor ou bater muito sol, porque a mistura pode esquentar e secar. É bom manter úmido para a decomposição acontecer mais rapidamente.
4 – A cada 15 dias, dê uma revirada em todo o material, para ajudar a aerar e facilitar a decomposição.
5 – Aos poucos, as sobras de alimento vão se transformar em uma terra bem escura, com cheiro de terra molhada. Esse adubo é maravilhoso para as plantas e para a sua hortinha!

Composteira em apartamento

Um dos sistemas de composteira doméstica mais famosos hoje é a composteira com minhocas. Isso porque ela é pequena, não tem cheiro ruim, cabe em quase qualquer cantinho, como a área de serviço, e a decomposição acontece mais rápido com a ajuda desses bichinhos.

Esse tipo de composteira é ótimo para quem mora em apartamento ou quem mora em casa e não pode fazer um buraco no quintal, como no método explicado acima. Existem composteiras prontas que já vêm com as minhocas, mas você pode fazer a sua usando caixas ou baldes de plástico.

Uma composteira com minhocas precisa de, no mínimo, três andares: o andar do topo, onde o lixo orgânico vai sendo depositado e coberto com o material seco (serragem e folhas secas) que, quando cheio, deve ficar em repouso por cerca de um mês. Durante esse tempo de repouso, o andar do meio vira o do topo e começa o ciclo de novo. Esses dois andares são onde ocorre a compostagem do material. O andar de baixo é o que recolhe o líquido que escorre (os andares são intercalados com furinhos para o líquido cair e as minhocas se movimentarem).

No final desses dois meses, o chamado período de repouso, o material que sobra é um húmus que parece terra, supernutritivo para as plantas e com cheirinho de terra molhada. Nada disso dá mau cheiro se tudo for feito corretamente.

O excesso de umidade pode facilitar a criação de mosquinhas, por isso é importante cobrir tudo muito bem com serragem. Além das minhocas, acabam aparecendo outros bichinhos pequenos, como formiguinhas e outros insetos, que também ajudam no processo de decomposição dos alimentos. É tudo limpo e, seguindo todas as etapas, não há risco nenhum de contaminação.

Como usar composteira com minhocas

composteira felipe machado e julia giusti
Crédito: Felipe Machado e Julia Giusti

=Para usar a composteira você deve colocar os restos de alimentos aos poucos. Não espalhe tudo, vá concentrando o lixo orgânico em cantinhos. Cubra muito bem com folhas secas e serragem. Não aparte ou comprima, deixe a mistura respirar porque ela precisa do oxigênio.
=Siga colocando seus resíduos até que o baldinho que estiver em cima esteja cheio. O ideal é levar mais ou menos um mês para encher, assim dá tempo de ele virar adubo e você poder trocar pelo andar do meio. Quando estiver cheio, ele vai para o repouso. =Troque de lugar com o que estava no meio da pilha, vazio.
=Quando esse recipiente (que estava no meio e foi para topo da pilha) estiver cheio, depois de um mês ou mais, vai ser hora de trocar os andares novamente. Se tudo deu certo, o recipiente que estava no repouso agora tem húmus.
=Para retirar o húmus, deixe o pote com a tampa aberta em um lugar com bastante luz. As minhocas não gostam e vão se enfiando para dentro da terra. Vá raspando o adubo aos poucos, para não machucar e não levar embora as minhocas.
=Na caixa fixa debaixo, vai começar a aparecer um líquido bem escuro. Ele é um biofertilizante poderosíssimo. Dilua cada parte do líquido em dez partes de água e use essa mistura para regar suas plantinhas uma vez por semana. Elas vão ficar lindas.
=O húmus pode ser colocado em plantas, mas, caso sobre, você também pode doar, colocar nas plantas do condomínio, na praça perto de casa etc.

Veja alguns alimentos que espantam a tristeza e o mau-humor*

Sentir tristeza e ficar “péssima” de vez em quando é uma reação natural a situações difíceis, como o fim de um relacionamento, uma demissão ou uma doença que aflige alguém que amamos, ou até mesmo conviver diariamente com um chefe ou colega chatos, isso afeta o emocional de qualquer um.

Quando estamos deprimidos, temos tendência a optar por alimentos pouco saudáveis, abusar de doces e bebidas alcoólicas, o que só piora ainda mais os sentimentos de “menos-valia”.

A depressão pode ter diversas causas, mas é possível combater a maioria delas com alimentos certos, aqueles que irão formar substâncias que atuam no cérebro, corrigem deficiências de vitaminas e minerais e estabilizam o açúcar no sangue, trazendo bem-estar.

Não importa o quanto você esteja deprimida ou triste, a escolha sábia de alimentos pode fazê-la sentir-se mais feliz e os efeitos são, acredite, imediatos.

Veja alguns alimentos importantíssimos para fazer você se sentir mais feliz:

kefir

=Peixes pequenos, ovos, iogurtes, kefir.

=Carboidratos ricos em fibras

+Diminua a ingestão de cafeína e de álcool

=Abasteça-se de Vitamina D (tome sol por 10 minutos todos os dias, fora do horário perigoso para à pele – das 10 às 16 horas)

abacate

=Abacate

=Chocolate Amargo

= Aveia

= Banana

morangos cortados pixabay
Pixabay

= Morango

= Couve

= Castanha-do-pará

gergelim-agromix-in
Foto Agromix.In

= Semente de gergelim

= Alho

= Melancia

ginger gengibre

= Gengibre

*Sabina Donadelli é nutricionista, apaixonada pelo poder dos alimentos, garante que a comida pode fazer maravilhas pelas pessoas. Formada e pós-graduada em Nutrição, alia seus conhecimentos da escola clássica com estudos da fitoterapia e dietoterapia oriental, como a chinesa e a indiana. Ela afirma que nas doses e combinações certas, as refeições podem auxiliar no tratamento de doenças, auxiliam na perda de peso, corrigem distúrbios, espantam a tristeza, rejuvenescem a aparência e, entre tantos outros benefícios, ainda nos levam à felicidade.

Dicas de preparo de alimentos no micro-ondas

Preparar comida de verdade no micro-ondas? Sim, é possível! Seja para ganhar tempo ao descongelar alimentos, aquecer e até cozinhar pratos práticos, fresquinhos e saudáveis. Muitas vezes, para quem vive sozinho, o micro-ondas ajuda, já que é mais econômico utilizá-lo, do que acender o fogo ou o forno para preparar pequenas quantidades.

Atualmente, levar refeições feitas em casa para o trabalho está cada vez mais comum. Essa prática pode ser uma ótima pedida para quem busca uma alimentação balanceada. Conheça algumas dicas de preparo de refeições no micro-ondas que a Tupperware separou:

1. O centro do prato do micro-ondas esquenta menos do que as bordas. Pense nisso quando for colocar os alimentos para aquecer ou cozinhar;

2. É sempre melhor espalhar os alimentos pelo recipiente, uma vez que as ondas eletromagnéticas só penetram alguns centímetros;

pag12_cristalwave_educa03pag12_cristalwave

3. Quando o alimento já está pronto na geladeira, basta esquentá-lo no micro-ondas dentro do Cristalwave Geração II, que permite o aquecimento seguro e uniforme. Ele conta ainda com uma válvula nas tampas, para que o vapor saia, impedindo o acúmulo de água dentro do produto, evitando assim queimaduras desagradáveis. Disponível nas quantidades 1L, 1,5L e 2L.

4. Como o sal faz com que os alimentos soltem água mais rapidamente, uma dica é temperar os legumes depois de cozinhá-los para que não fiquem ressecados;

pag40_educa2pag40_educa3pag41_instant_massa

5. Para preparar massas com facilidade, o Instant Massa auxilia no cozimento desde espaguetes inteiros, até mesmo outros tipos de massa de sua preferência. Basta colocar a massa e a água, levar ao micro-ondas e, após o preparo, tampe o produto, seguindo a flecha indicativa, e escorra a água. Em instantes a massa está pronta!

pag06_modelopag06_microondas_op2_v2

6. Sem o uso de óleo ou outro tipo de gordura, o Instant Gourmet Plus possibilita a elaboração de receitas rápidas e saudáveis como omelete e ovo poche. É simples: coloque o ovo batido com os temperos, leve ao micro-ondas por poucos minutos e o alimento já está pronto para consumo.

Os produtos da Tupperware estão disponíveis no catálogo de vendas Vitrine 1, vigente de 1 a 29 de janeiro.

Preço sugerido:
Cristalwave Geração II 1L – R$ 58,00
Cristalwave Geração II 1,5L – R$ 64,00
Cristalwave Geração II 2L – R$ 49,00
Instant Massa – R$ 49,00
Instant Gourmet Plus – R$ 43,00

Onde encontrar: por meio das consultoras da marca pelo site Tupperware.

Festa da Uva começa amanhã, em Jundiaí

Evento traz workshops, venda de produtos artesanais e a tradicional cerimônia da pisa da uva

Quem gosta de turismo, cultura e gastronomia poderá encontrar tudo isso na tradicional Festa da Uva de Jundiaí que, nesta edição, completa 85 anos de história. A abertura do evento está marcada para quinta-feira (17), às 18 horas, mas a festa se estende até a primeira semana de fevereiro.

Com a 36ª edição da Festa da Uva, ocorre a 7ª Expo Vinhos e, juntas, trazem várias atrações, como por exemplo, leilão e premiações de uvas, vendas de artesanatos, vinhos, licores, bebidas e produtos produzidos por agricultores da região, espaço infantil gratuito, cortejos e atrações circenses, workshops enogastronômicos e também, a tradicional cerimônia da pisa da uva, que acontece aos sábados e domingos, às 14h30.

festa da uva1

“É ótimo ver a festa na cidade, porque além dela divulgar um produto que há tanto tempo é o mais importante da agricultura jundiaiense, também mostra o valor do cooperativismo entre os agricultores e as pessoas do município. A festa vai além da comemoração, porque traz a importância do produtor e do papel na preservação da cultura e das terras, então, ver tudo isso acontecendo é uma alegria para nós”, comenta Orlando Steck Filho, agricultor do bairro de Traviú, local onde a uva niagara rosada, que deu início a Festa da Uva, surgiu pela primeira vez, após uma mutação somática espontânea da niágara branca, em 1933.

festa da uva 2

Gastronomia tradicional, produtor rurais, dança, música e passeios turísticos são algumas das experiências que poderão ser vivenciadas na Festa, que traz também produtos das rotas turísticas da cidade, Rota do Castanho, Centro Histórico, Cultura Italiana, Terra nova, Rota da Uva e Rota do Vinho.

festa da uva3

36ª Festa da Uva – 7ª Expo Vinhos
Dias: 17,18,19,20 e 25,26 e 27 de janeiro / 1,2 e 3 de fevereiro
Horários: Quinta-feira (17) – às 18 h/ Sextas-feiras – das 18h às 22h/
Sábados – das 10h às 22h / Domingos – das 10h às 20h
Local: Parque Comendador Antônio Carbonari – Parque da Uva
Endereço: Av. Jundiaí s/n
Informações: Tel.: (11) 4589-8580 ou pelo site
Entrada gratuita
Ação solidária de 1 quilo de alimento não perecível