Arquivo da categoria: Alimentação

Os benefícios de uma dieta baseada em proteína vegetal

Hoje em dia as pessoas estão cada vez mais cultivando o hábito de dar a devida atenção a sua alimentação. Por isso é importante estar atento, por exemplo, ao tipo de proteína consumida, um elemento importante para uma dieta saudável. Sendo assim, especificamente a proteína vegetal vem contando com estudos que comprovam o quão benéfico esse tipo de alimento pode ser para uma saúde de qualidade. Para saber mais, confira abaixo os sete benefícios de uma dieta baseada em proteína não animal.

-Prevenção de doenças cardiovasculares

coração bibiana

De acordo com uma recente revisão do Colégio Americano de Cardiologia, uma alimentação baseada em vegetais integrais contribui não só para a prevenção de doenças cardiovasculares, como também pode interromper e reverter a progressão dessas condições, que são a principal causa de morte no mundo.

-Não é difícil ter acesso a esse tipo de alimento

castanha do brasil

Muitos alimentos vegetais são ricos em proteínas, um claro exemplo disso são as leguminosas, os cereais integrais, algumas frutas, verduras, legumes e as sementes oleaginosas como linhaça, gergelim e castanha-do-pará e de caju. Além disso, para quem tem restrições alimentares e/ou quer um produto prático e de qualidade, é possível encontrar as proteínas vegetais em forma de suplemento.

sunwarrior2 apolloandluna
Sunwarrior – Foto: ApolloAndLuna

No Brasil, a proteína Sunwarrior está começando a ganhar destaque por ser extraída do grão de arroz integral germinado e fermentado e é comprovadamente mais nutritiva, quando comparada a outros cereais. O alimento é também hipoalergênico, sem conservantes, livre de soja, sem lactose, sem glúten e não contém substâncias transgênicas.

-Essencial para o público vegano

mulher frutas alimentos FreeGreatPicture 3

A proteína vegetal seja in natura ou na forma de suplementos como a Sunwarrior, é uma dica valiosa para a alimentação do público vegano. Uma porção (scoop) de 21 gramas desse tipo de alimento oferece, em média, 17 gramas de proteínas e 80 calorias.

-Músculos mais fortes

musculação mulher academia pixabay scottwebb
Foto: Scott Webb/Pixabay

As proteínas vegetais conseguem agir no crescimento, desenvolvimento e na reparação muscular. Por esse motivo, muitos atletas e esportistas acrescentam o alimento em sua dieta para auxiliar na boa performance física.

-Organismo equilibrado

vegetais jerzy gorecky
Foto: Jerzy Gorecki

As proteínas de origem vegetal possuem aminoácidos e outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Além disso, elas são digeridas com mais facilidade e, no caso das 100% naturais, não há em sua composição aditivos químicos – substâncias que são prejudiciais à saúde.

-Impactos mínimos ao meio ambiente

meio ambiente
Foto: Cohdra/Morguefile

A produção das proteínas vegetais utiliza uma quantidade menor de recursos do meio ambiente, comparada à fabricação de outros produtos. Esse é um aspecto importante em meio a um contexto em que a sustentabilidade se faz mais do que nunca necessária.

-Pressão arterial sob controle

hipertensão pressão

O alimento vegetal possui baixo índice de gorduras e é livre de colesterol, por isso seu consumo pode auxiliar a regular a pressão arterial. Algumas pesquisas, inclusive, atestam que os aminoácidos presentes nas proteínas vegetais podem ajudar a prevenir a hipertensão, uma condição grave que afeta a qualidade de vida de muitas pessoas.

Fonte: Sunwarrior Brasil

 

 

Villa Roma participa da Segunda Sem Carne com pizzas veganas

Para os adeptos do movimento Segunda Sem Carne, a Villa Roma oferece um cardápio especial sem produtos de origem animal. Entre as salgadas, há opções com mussarela vegana, cogumelos e alcachofra, além da massa, preparada sem ovos e leite. Já para quem não abre mão da sobremesa, a Villa Roma tem também uma pizza irresistível feita com chocolate vegano e pedaços de laranja.

Para incentivar a campanha, quem comprar uma pizza vegana salgada, ganha 50% de desconto na unidade da pizza vegana doce.

Gabriel Marques Pinheiro, proprietário da Villa Roma, acredita que a participação da pizzaria na campanha reforça a ideia de que um prato vegano também pode ser muito saboroso. “Além disso, queremos ser uma opção para quem quer aderir e para quem já possui a rotina de consumir produtos de sem traços de origem animal”.

pizza_zen

A Segunda Sem Carne é uma campanha que conscientiza as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal para alimentação tem sobre os animais, a saúde e o planeta. A proposta é estimular as pessoas a retirarem a carne das refeições um dia na semana para que experimentem novas receitas e maneiras de se alimentarem.

Villa Roma
Jardins: Alameda Jaú, 1191 – (11) 3060-9556
Tatuapé: Rua Serra de Juréa, 215 – (11) 2092-7374
Funcionamento: terça a quinta: das 17h às 24h, sexta e sábado: das 17h à 1h, domingo: das 18h às 23h

 

Néctar de fruta deliciosamente natural

Esta novidade me deixou bastante animada, afinal, vamos falar de algumas frutas que não são típicas do nosso país. Não experimentei os produtos, mas se oferecerem tudo o que prometem, devem ser saborosos.

Amoras, framboesas, mirtilos e jabuticabas. A disponibilidade das três primeiras frutas citadas, deliciosas e saudáveis, era, muitas vezes, restrita aos produtos importados até a marca Myberries descobrir que pequenos agricultores do Rio Grande do Sul, localizados em regiões bastante altas e frias, as produziam em suas propriedades. Assim, iniciou a produção de néctar à base das frutas conhecidas como “berries”, naturalmente saborosas e benéficas à saúde.

O grande diferencial da marca é um processo de elaboração inovador, diferente dos similares existentes no mercado, que mantém a polpa integralmente, o que proporciona mais sabor, textura única e alto teor de fibras naturais – apenas as sementes são extraídas e toda a polpa do fruto é mantida.

Devido à acidez em algumas frutas, fez-se necessário uma regulação com uma pequena quantidade de açúcar cristal orgânico, mas mantendo um teor calórico mínimo. A Myberries orgulha-se de produzir néctar sem conservantes, sem aromatizantes e sem aditivos químicos, com zero sódio. A distribuição dos produtos no Brasil é das importadoras Porto a Porto e Casa Flora. Confira:

Myberries Néctar de Jabuticaba

Myberries Jabuticaba

A jabuticaba é uma fruta de polpa grossa, o que impossibilita seu consumo em forma de suco integral. Este néctar foi elaborado com 55% de fruta para preservar as características mais marcantes, a doçura da polpa com a leve adstringência da casca. Na composição, apenas a fruta, água e açúcar cristal orgânico. Apresenta zero sódio e é riquíssimo em fibras. A versão de 1 litro contém aproximadamente 110 jabuticabas. Este lançamento é o primeiro néctar de jabuticaba do Brasil.

Myberries Néctar de Amora

Myberries Amora

Mesmo tendo o nome de Amora Preta (Blackberry) a cor desta fruta é azul escuro e provém da altíssima quantidade de um flavonoide azul, chamado antocianina, antioxidante reconhecido pelos seus efeitos benéficos na prevenção a cânceres, doenças neurológicas e envelhecimento. Neste suco 100% natural, apenas a fruta, água e açúcar cristal orgânico. Apresenta zero sódio e é riquíssimo em fibras. A versão de 1 litro contém aproximadamente 95 amoras e a de 300 ml 29 frutinhas.

Myberries Néctar de Framboesa

Myberries Framboesa

Néctar 100% natural, com adição de água e açúcar cristal orgânico. É saudável porque esta fruta é naturalmente saudável, riquíssima em vitamina B6, que participa diretamente da produção da Serotonina, um neurotransmissor envolvido na troca de informações entre os neurônios e está ligada diretamente nas sensações de prazer, alegria e bem-estar. Possui grande quantidade de Vitamina C, importante antioxidante que age diretamente contra o envelhecimento participando da formação do colágeno, a proteína que garante firmeza à pele e evita a flacidez. Apresenta zero sódio e é riquíssimo em fibras. A versão de 1 litro contém aproximadamente 81 framboesas e a de 300 ml 24 frutinhas.

Myberries Néctar de Mirtilo

Myberries Mirtilo

Além do Mirtilo (o famoso Blueberry), apenas o mínimo necessário de água e açúcar cristal para regular a acidez da fruta. A grande quantidade de resveratrol do mirtilo previne a formação de placas de gorduras nas artérias, devido seus excepcionais poderes antioxidantes e anti-inflamatórios. O mirtilo melhora a memória e, segundo estudos internacionais, pode prevenir a doença de Alzheimer em função das altas concentrações de vitaminas, minerais e antioxidantes que protegem o cérebro dos efeitos de deterioração decorrentes do avanço da idade. Apresenta zero sódio e é riquíssimo em fibras. ​​​​ A versão de 1 litro contém 112 frutinhas e a 300 ml em torno de 34.

Informações: Porto a Porto

Cacau é o novo queridinho das dietas nesta estação

Conheça os benefícios que o consumo regular do fruto pode trazer para a sua saúde e boa forma

No inverno, devido às baixas temperaturas, muitas vezes acompanhadas por aquela chuvinha constante que diminui ainda mais a sensação térmica, os programas ao ar livre ou fora de casa ficam comprometidos. As pessoas migram de lugares abertos para ambientes fechados e aconchegantes que proporcionam maior conforto e abrigo do frio. Consequentemente os cardápios também sofrem alterações, dando lugar a pratos quentes e mais encorpados, que aumentam a sensação de bem-estar. Entre eles estão os derivados de cacau, que figuram no topo da lista dos alimentos que são a cara da estação, afinal quem resiste a um belo fondue de frutas ou um chocolate quente bem cremoso?

O fato é que essas delícias típicas podem colocar em risco a boa forma, por isso muitos tentam evitá-las. No entanto, o que boa parte das pessoas ainda não sabe é que é possível saborear esses quitutes de maneira saudável e sem prejudicar a dieta, especialmente quando se trata do cacau, que dá origem ao tão amado chocolate. Especialistas afirmam que o consumo do alimento, da forma correta, não só pode trazer diversos benefícios para nossa saúde como ainda é capaz de potencializar a dieta e enxugar a silhueta. O cacau, além de ser uma delícia, é considerado um dos alimentos funcionais mais poderosos.

As vantagens vão além da sensação de bem-estar

Segundo a nutricionista da Nature Center, Luciana Guerreiro, o fruto é rico em nutrientes que têm seus benefícios comprovados cientificamente: “Ele possui polifenóis e flavonoides, o primeiro elemento atua na redução da pressão arterial e também age para melhorar a saúde do coração, e o segundo trata-se de antioxidantes potentes, com ação extremamente hidratante, que age protegendo o organismo do excesso dos radicais livres – moléculas que, em grande quantidade, danificam vários tecidos corporais – e ainda previnem o envelhecimento precoce”.

De acordo com Luciana, além desses benefícios, os grãos contêm vitaminas, minerais e ainda possuem propriedades anti-inflamatórias e antialergênicas. “A polpa tem vitaminas A, B1, B2, e vitamina C, além de fibras e minerais como o magnésio, cobre, cromo, manganês, zinco ferro, fósforo e cálcio”.

O cacau carrega a fama de ser um grande aliado no combate ao mau humor e a maior vantagem atribuída ao fruto é a sensação de bem-estar gerada graças ao estímulo à produção de serotonina, mas a especialista afirma que seu efeito benéfico se estende muito além disso, confira os principais:

mulher sorrindo

Melhora o bom-humor: o fruto contém um aminoácido chamado triptofano que é responsável pela produção de serotonina, neurotransmissor ligado ao bem-estar, e ainda é fonte de dopamina, que auxilia em uma maior sensação do prazer;

Excelente para mulheres: o triptofano também ajuda na saúde feminina prevenindo corrimentos, auxiliando no aumento da lubrificação íntima e combatendo os sintomas da TPM;

pele_linda

Melhora a saúde da pele: algumas substâncias como o retinol, ácido ascórbico e vitaminas do complexo B estão presentes no cacau, por isso o alimento é utilizado em máscaras que promovem a hidratação e oxigenação da pele. A nutricionista explica que: “O ácido ascórbico auxilia na eliminação das células mortas e suaviza as linhas finas por meio da esfoliação e os antioxidantes ajudam a retardar o processo de envelhecimento da pele”;

Amigo do coração: por ser fonte de magnésio, o cacau é capaz de diminuir as chances de coágulos sanguíneos se formarem o que, consequentemente, reduz os riscos de ataques cardíacos e derrames;

Fortalece a imunidade: o alimento estimula a produção de um tipo de glóbulos brancos: os linfócitos, que agem no sistema imunológico humano, defendendo o organismo contra vírus e bactérias;

Chocolate-bom-pra-saúde

Aliado do cérebro: os flavonoides também auxiliam na prevenção de patologias como a demência, poisa síndrome está relacionada a um fluxo menor de sangue ao cérebro, e o fito nutriente trabalha justamente aumentando a circulação sanguínea e de oxigênio nessa área. “A dopamina presente no cacau também atua no controle do movimento e memória, já a feniletilamina age no sistema nervoso central, por isso ele é associado à um melhor desempenho cognitivo” – afirma a nutricionista.

Cacau e boa forma

O cacau ajuda o corpo a metabolizar o açúcar e reduzir a resistência à insulina, por isso, ele é considerado um aliado na luta contra a diabetes. Seus polifenóis contribuem para o aumento da sensibilidade ao hormônio que regula os níveis de açúcar no sangue. O fruto também ajuda a regular a flora intestinal, pois flavonoides presentes em sua composição servem como alimento para as bactérias probióticas, que beneficiam o funcionamento do intestino.

Além disso, estudos apontam que o consumo de derivados do cacau antes e depois dos exercícios físicos pode aliviar o desgaste muscular e as dores, contribuindo também no processo de regeneração muscular e ainda melhora a oxigenação nessa área durante o treino, aumentando a performance, por ser um potente vasodilatador.

cacau AlexandreHenryAlves
Foto: Alexandre Henry Alves

Consagrado pelo chocolate

O cacau é a principal matéria-prima de um dos doces mais amados no Brasil e no mundo. É difícil encontrar quem não aprecie o quitute, no entanto, para aproveitar os seus benefícios, o chocolate deve apresentar uma boa concentração do fruto, além disso, para conservar o efeito dos seus nutrientes é preciso ficar atento aos outros componentes da fórmula.

De acordo com a lei para ser comercializado como chocolate o alimento deve conter no mínimo 25% de cacau em sua composição, mas isso não o qualifica entre os melhores para a saúde e dieta, pois, os 75% restantes geralmente são compostos por leite integral, açúcar, aditivos, gordura hidrogenada e outras substancias químicas.

A nutricionista explica que o ideal é optar por versões com um percentual de cacau maior, pois, quanto mais elevada for a quantidade do fruto maior será o potencial nutritivo do alimento. “Não adianta consumir um chocolate rico em açúcar, ele vai gerar um pico de açúcar no sangue e logo, do hormônio Insulina, gerando mais fome, compulsão e a temida gordurinha abdominal”, diz a nutricionista.

Outra dica da especialista é evitar o chocolate diet: “Ele é indicado somente para quem tem diabetes por não conter açúcar, mas para quem não possui a doença ele não é uma boa opção, pois contém a química de um adoçante de qualidade ruim e também pode gerar pico de Insulina, somente pelo sabor doce que ele contém. O consumo recomendado para um cardápio saudável deve girar em torno de 30 gramas da guloseima por dia, mas procure sempre os chocolates com percentual de cacau acima de 60% e com xilitol ou stevia, adoçantes mais naturais, quando usados”.

Veja os diferentes tipos e suas características

chocolate amargo pixabay

50%: Indicado para quem quer começar a degustar um chocolate com maior qualidade. Nesse percentual é possível sentir um gosto diferenciado e uma acidez mais intensa;
60%: Essa versão apresenta um traço amargo mais acentuado e maior índice de retrogosto –lembrança do gosto que permanece na boca após o consumo do alimento;
75%: Esta faixa de concentração de cacau apresenta um equilíbrio entre o prazer do sabor e a qualidade do produto. Seu gosto é intenso e marcante.
85%: Nesta versão o sabor intenso e amargo remete ao café preto e sua textura derrete de forma bem lenta na boca. Não contém adição de açúcar.
99%: É um dos mais difíceis de ser encontrado no mercado e possui um sabor salgado, porém é o que apresenta maior concentração de flavonoides.

Outras versões do cacau

Há outros subprodutos do cacau para o consumo, como sua polpa, suco, geleia, destilados finos e sorvete. Ao contrário do que acontece com a formulação do chocolate que, além do fruto, recebe vários outros ingredientes que o tornam gorduroso e calórico, alguns itens, como a polpa e o cacau em pó, se mostram uma alternativa mais atraente para quem deseja potencializar a dieta e manter a boa forma, aproveitando ao máximo todos os nutrientes do alimento.

cacau

Utilizado nas mais variadas receitas, a versão em pó é livre da adição de açúcar e é altamente recomendada como substituta para os tradicionais achocolatados consumidos com frequência no café da manhã. A especialista ainda afirma que o cacau em pó pode agregar sabor e saúde à diversos preparos: “Pode ser polvilhado em cima do iogurte ou de frutas como a banana, por exemplo, sem a necessidade de adoçar, ou usado na preparação de bolos, cookies, panquecas, shakes e vitaminas. Outra opção é preparar o chocolate quente, que é a cara do inverno, com o chocolate em pó em leites vegetais como leite de castanhas, de amêndoas e de coco. Como o sabor dessa versão é mais forte e marcante, não é preciso utilizar muito, a quantidade vai depender da receita e do paladar”, finaliza

Fonte: Nature Center

 

Ingerir vitaminas engorda?

Um dos principais mitos que envolvem os suplementos vitamínicos é sobre o ganho de peso. É comum as pessoas associarem, erroneamente, a ingestão de nutracêuticos a alterações no peso, mas, de acordo com especialistas, trata-se de um mito. “Os suplementos vitamínicos reúnem nutrientes e vitaminas sem valor energético e, por isso, não contribuem para o aumento de peso”, informa Helaine de Lima, farmacêutica da Liteé Farma do Brasil.

O fato de não influenciar no peso, entretanto, não quer dizer que o consumidor não deva procurar pelo suplemento mais adequado para suas necessidades específicas.

As embalagens trazem recomendações de doses diárias dentro das faixas de segurança estabelecidas para vitaminas e minerais, mas é aconselhável uma avaliação nutricional completa ou uma conversa com um médico, antes de usar qualquer suplemento, pois é importante não apenas abordar a ingestão adequada de micronutrientes como também assegurar a combinação com um consumo energético adequado.

Vale ainda lembrar que os suplementos vitamínicos não substituem a alimentação. Eles devem ser utilizados de maneira complementar, conforme necessidades de cada organismo.

Abaixo você confere exemplos de suplementos vitamínicos e suas indicações para complementar a alimentação:

liteeaz

· Liteé Vit A/Z: polivitamínico rico em vitaminas e minerais fundamentais para o bom funcionamento do organismo, como Ferro, Manganês, Zinco e vitaminas: A, B1, B6, B12, C e D. Com 100% das principais vitaminas, aumenta o bem-estar e a imunidade. É recomendado para qualquer pessoa. Ele não contém glúten, lactose ou açúcar, não engorda e deve ser ingerido uma vez ao dia, de preferência acompanhado de uma refeição.

mulher

· Liteé Vit Mulher: possui todas as vitaminas fundamentais para o organismo feminino. Como o corpo da mulher é diferente do corpo do homem, suas necessidades se diferem um pouco. Além de conter as principais vitaminas para as mulheres, ainda contém Biotina que é ótimo para a pele, cabelo e unha. Não contém glúten, lactose ou açúcar e também não engorda.

senior

· Liteé Vit Senior: possui todas as vitaminas e minerais necessários para pessoas com mais de 50 anos de idade. A partir dessa idade, o organismo passa por importantes mudanças físicas e nutricionais e, de acordo com especialistas, a massa muscular e óssea tende a diminuir e a gordura corporal aumentar, o que implica na necessidade de mais atenção à nutrição. Ele ainda contém uma dose extra de Zinco, um mineral ótimo para a memória. Assim como os outros, não contém glúten, açúcar e lactose.

Fonte: Litee Farma do Brasil

 

Festival Não Sou Daki, primeiro encontro de DJs com gastronomia, no Vegan Park

Hoje, 19 de agosto, das 12 hs às 22 horas, o Vegan Park recebe DJs nacionais e internacionais como as DJas FlavYa e Cecilia Yazarra,do projeto Não Sou Daki. O coletivo Não Sou Daki busca divulgar a diversidade musical da América Latina e a World Music, mostrando a integração das culturas que se reúnem em São Paulo, através da arte de discotecagem .

O evento é a prazerosa junção de música e comida da melhor qualidade.

Além de refeições completas e sopas para espantar o friozinho teremos também o melhor do Fast Food Vegan com variados hambúrgueres, hotdog, salgados e doces.

pizza vegniceburgerfondue-chocolate_final

As atrações gastronômicas iniciam às 12 horas e a programação musical às 13 horas com :

Projeções pelo VJ Foga

13:00h – 17:00h – Discotecagem aberta (open turntables). Só chegar com seu vinil e fazer o fervor!
17:00h – 18:15h Selectora Cecilia Yzarra
18:15h – 19:30h Dani Pimenta
19:30h – 20:45h Dj Formiga
20:45h – 22:00h DJ FlavYa

vegan

Entrada gratuita.
Entrada de animais permitida.
Recreação infantil gratuita.

Informações: Vegan Park

Mesmo tendo diabetes é necessário consumir gorduras

Apostar em alimentos ricos em gorduras boas é a melhor opção em uma dieta saudável

Uma recente pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde apontou que a obesidade não para de crescer na população brasileira. Dados inéditos revelam que uma em cada cinco pessoas no país está acima do peso. A prevalência da doença passou de 11,8%, em 2006, para 18,9%, em 2016. No combate ao excesso de peso, seja por questões estéticas ou de saúde, é comum que se retire a gordura da dieta. Em um primeiro momento, pode parecer o certo, se relacionarmos, de forma simplista, que a ingestão de gordura resulta nos pneuzinhos em nosso corpo. Contudo, não é bem assim na prática.

“É fundamental estar ciente de que elas também contribuem para um bom funcionamento do corpo e, por isso, o ideal é manter o equilíbrio. É preciso conhecer os alimentos e suas propriedades para fazer escolhas certas, sem simplesmente deixar as gorduras de lado”, explica a endocrinologista Janaina Koenen. Ela ressalta que é fundamental entender o papel da gordura em nosso organismo e adicioná-la de forma correta à alimentação, mesmo quando a pessoa sofre de diabetes.

“O papel de vilã nutricional que a gordura ocupa atualmente pode estar com os dias contados. Diversos estudos já mostram que mesmo a saturada, encontrada em carnes, ovos e queijos, não está associada a doenças cardiovasculares como se acreditou por muitos anos”, pondera Koenen. Segundo a endocrinologista, esse grupo de alimentos foi condenado a partir de hipóteses não comprovadas sobre o colesterol. No entanto, é crescente o número de estudos que já identificaram que a gordura boa deve predominar. “Uma dieta equilibrada pode ter mais de 50% de gorduras totais, existem artigos que falam até em 70%”, frisa.

E o controle da diabetes?

Koenen frisa que, as únicas gorduras que todas as pessoas devem evitar, inclusive os diabéticos, são as gorduras “trans”. “Esse tipo de gordura é formado durante o processo de hidrogenação industrial dos óleos vegetais líquidos para que fiquem em estado sólido em temperatura ambiente”. Ainda de acordo com a endocrinologista, essas gorduras estão associadas ao aumento de risco de infarto e acidente vascular cerebral. “São as piores gorduras para a saúde”.

Alguns alimentos ricos em gorduras trans são: batata congelada para fritar, sorvetes, salgadinhos (chips), donuts, margarinas sólidas e cremosas, cremes vegetais, massas industrializadas para bolos e tortas, cookies e biscoitos recheados e/ou amanteigados e pipoca de micro-ondas.

sorvete

As outras gorduras, inclusive as saturadas presentes nas carnes gordas e derivados gordos do leite, são consideradas boas. Koenen acrescenta que, independente de se tratar de uma pessoa com diabetes ou não, alguns alimentos devem ter preferência, como a azeite de oliva (extra-virgem, prensado a frio e com acidez menor que 0,5%), abacate, azeitonas (principalmente as pretas), castanhas (principalmente nozes, avelãs, pecan, macadâmias, castanha-do-pará e pistache) e nos peixes gordos ricos em Ômega 3 (salmão, arenque, sardinhas, atum, cavalinha).

“Se o diabético reduzir os carboidratos, principalmente, as farinhas refinadas (trigo, milho), tubérculos (como as batatas, a mandioca), bebidas açucaradas e doces, substituindo-os por mais gorduras boas, o controle do diabetes chegará, com certeza”, garante a médica. Ela lembra ainda que para evitar risco de infarto e AVC, é importante também praticar atividades físicas regularmente, dormir bem, cessar o tabagismo e controlar o estresse emocional.

sardinhas free food photos

E o colesterol?

“Apenas por volta de 20% do colesterol sanguíneo vem da dieta, pois a maior parte é produzida naturalmente no fígado. Ou seja, já foi demonstrado que comer mais gordura não necessariamente se traduz em ter um LDL maior”, comenta Koenen. Segundo a médica, ocorre que o LDL tem sete subtipos, agrupados por tamanho em dois perfis, o perfil A (inofensivo) e o perfil B(capaz de causar a aterosclerose), sendo apenas um deles prejudicial à saúde, o chamado “LDL pequeno e denso” ou perfil B.

“Ele sim está relacionado à aterosclerose. Além de aumentar os riscos de infarto e acidente vascular cerebral (AVC), especialmente quando aparece em sua forma oxidada; o que ocorre quando há um nível alto de inflamação no organismo. É dessa inflamação que precisamos cuidar”.

“Além disso, as gorduras saturadas são as únicas que aumentam o HDL, que é o colesterol bom”, lembra Koenen. Já os óleos vegetais (canola, milho, soja, girassol) devem ser evitados. Isso porque são ricos em ômega 6, a gordura inflamatória, que faz o oposto da gordura Ômega 3, presente no salmão selvagem, atum, arenque, cavalinha e sardinhas. Ovos caipiras também contêm ômega 3.

ovo emir krasnic pixabay
Foto: Emir Krasnic – Pixabay

Ainda segundo a endocrinologista, em diabéticos, já foi comprovado que triglicérides altos e HDL baixo, além dos níveis de PCR ultrassensível, são indicadores mais eficazes para predizer risco de infarto do que o LDL isolado. “Sabe-se, ainda, que tabagismo, estresse e sedentarismo aumentam consideravelmente a inflamação e são fatores de risco muito mais importantes e com mais evidência que o nível de LDL isoladamente para o risco de doença cardiovascular”.

É importante ressaltar, também, que não se deve fazer dieta sem a orientação de um bom nutricionista e endocrinologista, especialmente, quem usa medicações para diabetes. “Neste caso, um médico endocrinologista é essencial, para o ajuste das medicações e avaliação dos seus exames e adequação à dieta”, finaliza Koenen.

Fonte: Janaina Koenen é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM); Mestre em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Membro Titular da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM); Membro da Sociedade Brasileira de Diabetes; Membro da Endocrine Society.

 

Vila Madalena faz festa para comemorar seus 124 anos

Todos concordam que depois dos 100 anos ninguém comemora aniversário, mas o bairro da Vila Madalena, em São Paulo – que segundo pesquisas é considerado como o 14º bairro mais descolado do mundo – foi ficando tão jovem com o passar do tempo e recebe com os braços abertos tantos fiéis frequentadores, tanta tribo diferente, que resolveu fazer uma grande festa de aniversário no dia 19 de agosto, quando completa 124 anos.

A matriz da festa será na casa da sua padroeira – a primeira igreja do bairro, fundada em 1951- a Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, que ganhará muitos presentes neste aniversário do bairro. A Savima – Sociedade Amigos da Vila Madalena – resolveu dar uma cara nova para a paróquia:

– a primeira parte da sua revitalização, com a limpeza e restauração da fachada realizada pelo arquiteto Rubens Parada, da Construtora Pedra Forte, que é um entusiasta do bairro e tem como princípio preservar a identidade e harmonia da arquitetura da Vila;

– um novo paisagismo com a participação especial das crianças do projeto Flores no Cimento, idealizado por Diego Lahóz;

– uma galeria de arte a céu aberto no seu entorno, com a criação – por vários artistas – de artes sacras e a história da Vila Madalena, com a curadoria do conceituado grafiteiro Binho Ribeiro;

Binho Ribeiro-Grafiteiro
O grafiteiro Binho Ribeiro

– sob a coordenação da empresa Kekka, será feito um lounge na matriz para o evento, desenvolvido e executado por três importantes escritórios de arquitetura, o Estúdio Urbhá (sucessoras de Fernanda Marques), Cota Ateliê e Lia Guedes, neta de Joaquim Guedes – responsável pela arquitetura da Igreja Matriz – uma feliz e inusitada coincidência. A concepção e execução do projeto foi feita em sintonia com os fornecedores do mercado de decoração e as obras de arte, que serão expostas no local, de artistas conceituados entre pintores, fotógrafos, escultores e designers. Shows de música serão realizados no palco do lounge.

Matriz da Festa – Paróquia de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo

Igreja N S Madalena revitalizada - Viva Vila

E no dia da festa, mais um presente será dado a todos os moradores e frequentadores da Vila, uma projeção de Vídeo Mapping espetacular na fachada da igreja, by PrixelGraphic & LigaLight. Os temas serão a história da Vila Madalena, de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, além de algumas imagens para alusão do que será criado na galeria de arte aberta.

A organizadora do evento, Françoise Di Pasquale, diretora da The Ideah Comunicação, revela que a comemoração, no dia 19 de agosto, terá uma extensa programação. “A festa terá show de bandas de jazz e rock, samba de roda, artistas de rua e circenses transitando pelas principais ruas do bairro, passeio ciclístico com a turma do Pedal da Vila Madalena, exposição de arte e música com a participação de vários artistas no lounge da festa, e também a participação de bares, restaurantes e lojas, que darão descontos e regalos ao público. Vai ter até um grande bolo da Villa Grano de parabéns para a Vila, no encerramento da projeção do Video Mapping”, revela.

Às 15 horas, na matriz da igreja, será feita uma cerimônia em homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores – Prefeitura de Pinheiros, CET, Secretaria da Cultura, Construtora Pedra Forte e Policia Militar – com a presença de Paulo Matias, Prefeito Regional de Pinheiros.

A estimativa de público neste dia, entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, é de aproximadamente 100 mil pessoas.

Programação – Dia 19 de Agosto – das 10hs às 22hs:
. 10h30 – Saída da matriz – Passeio ciclístico com o Pedal da Vila Madalena – com 200 ciclistas participantes – num período de 1h30m com paradas estratégicas.
. 10h às 22h – Matriz – Espaço gastronômico com Foodtrucks e estandes de culinária.
. 10h às 22 h – Matriz – Lounge – Exposição de arte com a participação dos artistas plásticos: Bill Soares,Vera Rocha, Gustavo Prata, Renato Jardim, Luiza Zaroni, Cynthia Loeb, Ceres Art, Rafael Faustino e Rosane Viegas. Shows de música.
. 10h às 22 h – Matriz – Área externa da igreja – Grafites de Arte Sacra sob a curadoria do grafiteiro Binho Ribeiro 
. 11h às 17h – Artistas de rua, músicos e artistas circenses, circularão entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, entre as ruas Rodésia, Inácio Pereira da Rocha, Madalena e Mourato Coelho, onde os bares e restaurantes participantes estarão sinalizados com flags coloridos (veja detalhes no blog do site da Vila).
. 15h – Matriz – Cerimônia de homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores.
. 17h – Matriz – Missa de Ação de Graças em comemoração ao aniversário da Vila Madalena.
. 18h30 – Matriz – Início da Projeção de Vídeo Mapping na fachada da igreja, com duração de aproximadamente três horas. O Vídeo mapping poderá ser apreciado também do lado de dentro da igreja onde se refletirá a projeção através dos vitrais dando a sensação de estar dentro de um caleidoscópio.
. 20h30 – Filmagem da projeção será transmitida no telão da rua Aspicuelta e em todos os comércios participantes com TV.
. 21h – Contagem regressiva para encerramento das festividades com o parabéns simultâneo com bolo simbólico e projeção entre os participantes de todo o bairro.

A Vila de todos os tempos

O Sítio do Buraco era de um fazendeiro da região e de suas três filhas: Ida, Beatriz e Madalena, cada uma batizou uma região do sítio que mais tarde se tornariam vilas de São Paulo. Dizem que um pedaço da Vila Madalena pertencia a Luís Santos Dummont, irmão de Santos Dummont.

Onde hoje é o Fórum de Vila Madalena era o campo de futebol do time 7 de setembro, depois os campinhos foram para onde hoje são prédios do BNH. A diversão dos moradores e amigos era frequentar nos finais de semana os três campos de futebol, onde a atração eram os times do Leão do Morro, 7 de setembro e 1º de Maio.

A Sociedade Amigos da Vila Madalena foi fundada em 1949. “ Depois de alguns anos com atividades sempre em defesa do bairro, a Savima, como é chamada até hoje, se instalou num salão entre as ruas Wizard e Fidalga e promovia todo mês um baile mensal para os sócios, convidando cantores famosos que faziam sucesso na rádio, entre eles a Hebe Carmago. A Savima foi a primeira e é até hoje uma das mais importantes associações do bairro e também promotora do evento Viva Madalena 124 anos”, relata Cássio Calazans de Freitas, atual presidente da entidade.

A linha 28 do bonde de São Paulo, iniciava na Praça Ramos de Azevedo e tinha seu ponto final na esquina da Rua Teodoro Sampaio com a rua Fradique Coutinho. Finalmente, em 1953, depois de muitos anos de insistência de personalidades do bairro e importante intervenção da Savima, a linha 28 ganhou a placa Vila Madalena.

Por determinação do prefeito Jânio Quadros, os trilhos subiram a rua Fidalga até a Rua Purpurina, onde tinha o seu ponto final, fazendo o retorno pela Fradique Coutinho e voltando até a Praça Ramos de Azevedo. A chegada do bonde deu um novo aspecto às ruas, pois foram todas asfaltadas e iluminadas no seu percurso e no ponto final onde se concentravam, gerando um novo comércio onde se instalaram bares, banca de jornal, padaria e lojas de roupas. O bonde facilitou e muito a vida dos moradores da Vila, que não precisaram mais amassar barro para percorrer as ruas e chegar na rua Teodoro Sampaio.

O auge da Vila Madalena foi com a criação da Paróquia no bairro, criada em 11 de maio de 1951 e comandada pelo padre Olavo Pezzotti. O pároco impulsionou o bairro com projetos sociais e a construção da Igreja Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, pelo Arquiteto Joaquim Guedes em 1956, no mesmo lugar da antiga paróquia.

Já caracterizado como um bairro de classe média e com desenvolvimento considerável, o bairro só perdeu sua tranquilidade quando passou a ser frequentado por estudantes da USP (Universidade de São Paulo), na década de 70. O Empanadas e o Bartolo, por exemplo, eram bares de estudantes universitários e secundaristas.

Aconteciam bailinhos todos os finais de semana na casa de algum morador com vitrola a toda força, grupos de dançarinos e namoros atiçados pelas músicas maravilhosas da época. O pagode começou no Bar do Burú, na rua Purpurina com Girassol. Tocavam por lá, Fundo de Quintal, Dona Ivone Lara, Reynaldo o príncipe do pagode, Digê e tantos outros.

A Vila foi se reestruturando, atendendo às necessidades dos estudantes, do comércio, lojas e, claro, dos bares e restaurantes. Morar e frequentar a Vila passou a fazer parte de uma agitação cultural e intelectual. Dos anos 90 em diante, a Vila sofreu grandes transformações pela chegada do boom imobiliário, tanto em relação aos moradores, que passaram a ser de classe média e alta, quanto aos seus frequentadores.

Este ano o simpático e carismático bairro de São Paulo faz 124 anos de vida e o principal objetivo de seus representantes é garantir o equilíbrio entre ser um importante centro de cultura, arte e lazer e um bom bairro para se morar.

SERVIÇO:
Matriz da festa: Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo
Endereço: Rua Girassol,795 – Vila Madalena – São Paulo.
Data : Dia 19 de Agosto de 2017.
Horário: das 10h às 22h

Informações: Site / Facebook

 

 

Linha premium de chás da Leão, ótima opção para dias frios

Líder em chá e infusões, marca traz três blends exclusivos: amora, mirtilo e baunilha; mate, cereja e hibisco; e maracujá, laranja e gengibre

Nos dias frios os chás se tornam uma ótima opção para consumo. Leão Fuze Senses é uma linha especial que inaugura o segmento superpremium da categoria no país. Líder em chás e infusões, a marca busca acompanhar as necessidades do consumidor e as tendências mundiais para desenvolver produtos que atendam a suas expectativas.

A linha Senses traz o melhor das infusões em tea bag – o chá de saquinho. Aliado a um estilo de vida mais saudável e natural, apresenta uma tecnologia inédita no Brasil, já que seu sachê transparente e biodegradável permite uma experiência ainda mais refinada em sabores, cores e aromas. Seus blends exclusivos – amora, mirtilo e baunilha; mate, cereja e hibisco; e maracujá, laranja e gengibre – são misturas delicadas e equilibradas de ervas, frutas e flores, que se revelam em sabores ricos de textura mais aveludada e cores intensas.

maracujacerejamirtilo

A linha Senses tem preço sugerido de R$ 25,00 a embalagem com 16 sachês.

Informações: Leão

Festival Folclórico Vegano em São Paulo

No próximo domingo São Paulo receberá mais um Encontro Vegano JMA temático, desta vez homenageando o Dia do Folclore Nacional – Em Defesa da Fauna e da Flora Brasileira.

Os expositores levarão variedades regionais em versões veganas como baião de dois, feijoada, tapioca, sorvetes, acarajé, bolinho de feijoada, moqueca e coxinha de jaca dentre outras opções; haverá grade com oficinas de culinária e elaboração de produtos ecoveganos para limpeza doméstica, terapias corporais, narração de história para crianças com pintura em tintas ecoveganas indígenas (para jovens, adultos e aplicação em roupas, móveis e residências também), yoga, meditação, e palestras como a da ativista vegana convidada para expor o novo projeto que levará o Veganismo à periferia, demonstrando a importância da horizontalização do movimento nas ruas.

Além da culinária e grade cultural, o bazar terá artesanatos, decoração, roupas, acessórios, cosméticos, itens de higiene, utensílios para o lar, feirinha de hortifrúti orgânicos e adoção consciente de animais através da participação de ONGs e protetores independentes – o espaço receberá doações de ração, medicamentos, fraldas, tapetes higiênicos, cobertores e outros itens para ajudá-los no resgate de animais.

Todas as atividades são gratuitas com entrada franca para toda a família, e todos os produtos no evento são feitos sem ingrediente de origem animal e 100% livres de crueldade, pois também não testam nos bichos ao longo da cadeia produtiva.

Promovido pela JMA J’adore mes amis, o Encontro Vegano ocorre há 3 anos no Estado de São Paulo com mais de 30 edições, sendo referência no movimento vegano e acessível para todos, onde o público conhece empresas de bens e serviços, demonstrando ser possível um estilo de vida sem nenhuma forma de exploração ou crueldade, baseando-se na ética e respeito aos animais.

Programação atividades:

10h às 11h Yoga – Hatha Yóga e a Saúde da Mulher, com Cláudio Duarte
Vegano, adora Yoga, flores e natureza. Ministra cursos para formação de professores de Yoga e aulas em diversos locais na capital e demais estados brasileiros. Desenvolve projetos educacionais e sociais para crianças, adolescentes e mulheres junto a ONGs na Índia e no Brasil.

11h10 – 12h10 Meditação – Somos Paz e Somos Todos Iguais, com Ricardo Henrique
Vegano, instrutor de Hatha Yoga e Yogaterapia, graduando em Licenciatura em Artes Cênicas pela UNESP e pesquisador da Cultura de Paz na Educação. Atende com Yogaterapia, personal Yoga, e realiza vivências ligadas à conexão e descoberta da missão e do propósito de vida de cada Ser.

12h30 às 14h Oficina de Culinária – Feijão Tropeiro Vegano e Paçoca Caseira, com Gustavo de Brito e Alê Oshiro, da AWA Culinária – Awá (auá) do Tupi significa “eu” e “nós”, o senso de unidade, as receitas da Awá não utilizam produtos de origem animal. O trabalho desta “tribo” é zelar pelo frescor dos ingredientes e o preparo artesanal, assegurando uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. Todas as refeições, assim como os queijos, leites, molhos, massas e carnes vegetais, são elaborados pelas próprias mãos deles, assim evitando o consumo de industrializados. A trajetória iniciou-se com um menu de pães, leites e chocolates, e logo o cardápio se multiplicou e hoje possui mais de 60 itens. Os treinamentos elaborados pela equipe são direcionados para aqueles que desejam se aprimorar no preparo de opções veganas, seja para seu empreendimento ou seu dia-a-dia.

14h10 às 15h10 Oficina de Pintura com tintas ecoveganas indígenas para crianças, jovens e adultos, com Márcio Tuiná – o objetivo da oficina é mostrar ao público vegano e interessados em geral que existe a possibilidade de colorir seu mundo – casas, móveis e roupas – com materiais naturais, livres de ingredientes de origem animal e tóxicas derivadas de petróleo. A oficina traz pinturas usadas pelos índios brasileiros e da América, informações de procedência dos materiais, usos, impactos das tintas convencionais etc. O trabalho é lúdico e aberto a crianças acompanhadas dos pais e aborda também a estreita relação entre a cozinha (culinária) e a química das tintas, já que diversos insumos utilizados são comuns às duas áreas, tais como óleos, mandioca, vinagre, gomas, urucum, pectinas, açafrão, cebolas etc.

Márcio Tuiná é vegano, consultor/coaching ambiental e microempreendedor, trabalhou por mais de 15 anos com casas ecológicas, produtos sustentáveis e temas afins, ministrando cursos, palestras e oficinas, dentre outras atividades. Há 07 anos vive entre a roça de Minas Gerais e o mar, pesquisando a cultura popular/rural e indígena, a fauna e a flora brasileira para a elaboração de produtos ecológicos e veganos para o lar, massagem, meditação, visando a autossuficiência, autocuidados, saúde, bem-estar e o despertar da consciência. Proprietário da Tuinaturais, cujo lema é “Compaixão é Harmonia”.

15h30 às 16h30 Palestra – Ativismo: Tradição SIM! Crueldade NÃO! com Magali Navarro – vegana, ativista independente de rua, apesar de já ter participado de alguns grupos em ações diretas. Está iniciando um novo projeto que pretende levar o Veganismo à periferia; mostrando a importância da horizontalização do ativismo de rua.

16h50 às 18h30 Oficina – Elaboração de produtos ecoveganos para limpeza doméstica, com Marcio Tuiná – esta oficina ensina a preparar produtos de limpeza ecoveganos para todos os usos e necessidades domésticas, bem como aromatizadores de ambientes. São usados insumos de uso cotidiano para: limpeza de pias e pisos; limpeza de louças sanitárias; para lavar e amaciar roupas; desinfecção de frutas e verduras. O destaque são os produtos feitos a partir de cinzas de forno a lenha, também conhecidos como sabão de cinzas. Programa geral:

Atoxicidade e eficácia dos materiais naturais para limpeza
Como preparar multiusos com materiais cotidianos
Como fazer sabão de cinzas
Como aromatizar seu sabão com plantas e óleos essenciais
Detergente lava-louças de cinzas (lixívia)
Limpador para pisos, pias e louças sanitárias feito com líquido extraído das cinzas
Como elaborar extratos para aromatização de ambientes e repelentes naturais

Cartaz Facebook

Serviço:
Festival Folclórico Vegano JMA
Rua Joaquim Távora, 605 – Vila Mariana – São Paulo/SP (perto do metrô Ana Rosa)
Dia 20 de agosto – domingo
12h às 20h – yoga e meditação das 10h às 12h
Entrada franca, atividades gratuitas
Acessibilidade com rampa, estacionamento terceirizado no local