Arquivo mensal: setembro 2018

Parque Buenos Aires recebe segunda edição do Music in the Park

Projeto consiste em apresentações musicais de jazz em parques municipais para reunir núcleos familiares e proporcionar momentos de felicidade e descontração

Aqueles que apreciam boa música e gostam de curtir o dia com a família e amigos já tem um compromisso marcado. A segunda edição do Music in the Park, projeto que consiste em criar momentos que fazem da cidade um lugar feliz, chega a São Paulo no domingo (30) das 10h30 às 16h no Parque Buenos Aires. No line-up, o público poderá se divertir ao som de grandes e importantes nomes da cena do jazz, como Felipe Garcia Quarteto (10h30 às 12h), Karine Aguiar (12h30 às 14h) e Jorginho Neto (14h30 às 16h).

Jorginho Neto, Guilherme Berenguer, Karine Aguiar, Anuar Tacach e Felipe Garcia
Jorginho Neto, Guilherme Berenguer, Karine Aguiar, Anuar Tacach e Felipe Garcia Foto Ali Karakas

A proposta dos eventos consiste em apresentações musicais em parques municipais para reunir núcleos familiares levando momentos de felicidade e descontração em ambiente acolhedor. Sob curadoria dos sócios Guilherme Berenguer e Anuar Tacach, em sua primeira edição, no Parque do Povo, o projeto reuniu mais de 10 mil pessoas e proporcionou aos frequentadores momentos de entretenimento aliados a um conteúdo musical de qualidade.

De acordo com dados da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, 90% das pessoas que frequentam parques municipais são moradores da região. “O nosso objetivo é levar o jazz até às pessoas. Queremos fazer com que esqueçam os problemas e curtam sua família numa trilha musical de altíssimo nível”, pontua Anuar Tacach. Para 2019, o projeto será realizado trimestralmente em quatro novos parques na cidade de São Paulo.

Com patrocínio de marcas como Shopping Pátio Higienópolis e Omint Saúde e apoio da Cyrela, Marsh e Gin Plymouth, a organização do evento visa realizar benfeitorias nos parques após os festivais.

“Nosso objetivo é proporcionar momentos felizes e agradáveis aos frequentadores dos parques e aos fãs deste estilo musical. A cena do jazz no Brasil está um pouco apagada e, justamente por isso, resolvemos inovar dando um tom mais fun na linguagem dos eventos de música instrumental, focando sua concepção mais na família e em ambientes acolhedores e agradáveis”, explica Guilherme Berenguer.

Jorginho Neto, Karine Aguiar, Felipe Garcia, Guilherme Berenguer e Anuar Tacach
Jorginho Neto, Karine Aguiar, Felipe Garcia, Guilherme Berenguer e Anuar Tacach – Foto: Ali Karakas

Vale citar que o evento é gratuito e aberto ao público.

Music in the Park
Data: 30/09/2018
Horário: 10h30 às 16h
Local: Parque Buenos Aires
Endereço: Av. Angélica, s/n – Higienópolis
Entrada: Gratuita

Anúncios

Os benefícios da cerveja para a saúde cardiovascular

Hoje, 29 de setembro, é comemorado o Dia Mundial do Coração. A data é celebrada desde 2000, e foi a Federação Mundial do Coração (World Heart Federation) que escolheu a data. O que muitos não sabem é que alguns alimentos e bebidas podem ajudar na manutenção desse órgão, alguns até improváveis, como é o caso da cerveja.

De acordo com uma pesquisa feita pela revista Nutrition, Metabolism e Cardiovascular Disease, beber uma quantidade equilibrada de cerveja por dia pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares em 25%. O estudo foi elaborado pelo Instituto Neurológico Mediterrâneo, na Itália, que analisou 150 estudos anteriores sobre o assunto.

De acordo com a pesquisa, o consumo ideal para mulheres é de 330 ml por dia e para os homens, 660 ml. Com essa quantidade, os riscos de doença cardíaca, acidente vascular cerebral (AVC) e doença arterial diminuem. “Tomar uma quantidade moderada é o ideal, pois a cerveja é uma ótima opção de acompanhamento para diversos pratos, além de ter uma variedade muito ampla de sabores que podem ser apreciados sem precisar exagerar na dose”, explica o gerente da cervejaria Paulistânia, Eryck Machado.

Outro estudo realizado com 6.793 pessoas em três países europeus constatou que consumir doses moderadas da bebida, reduziu em 80% dos consumidores os níveis de fibrinogênio, uma proteína envolvida na coagulação do sangue, que pode resultar no entupimento dos vasos sanguíneos. Além disso, a pesquisa ainda diz que a cerveja diminui os riscos de inflamações que contribuem para problemas cardiovasculares.

cerveja

“As cervejas possuem muitos nutrientes importantes em sua composição que muitos desconhecem como vitaminas do complexo B, Cálcio, Potássio, Cevada, que possui minerais como zinco e fósforo, e probióticos”, afirma Machado. Para quem se preocupa com a balança, o ideal é optar por cervejas artesanais, de produções mais elaboradas e ingredientes selecionados. “É possível, por exemplo, harmonizar uma cerveja lager com pratos leves como sushi e salada”, diz o gerente da Paulistânia.

Fonte: Paulistânia

 

Receita de Bolo Termogênico de Matcha

Já pensou em saborear um bolo gostoso e fofinho e que ainda te ajuda a emagrecer? Essa é a proposta da nutricionista Marília Zielinski, da Grings Alimentos Saudáveis, que elaborou uma receita especial de Bolo Termogênico de Matcha, que pode ser consumido a qualquer hora do dia e o melhor, sem sentimento de culpa.

Isso porque o matcha tem 137 vezes mais substâncias antioxidantes do que o chá verde comum, contribuindo para queimar as calorias e consequentemente, perder peso.

Bolo Termogênico de Matcha

Ingredientes

5 ovos
1 e 1/2 xícara de chá de Açúcar Demerara Grings ou adoçante forno e fogão
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1/2 xícara de chá de óleo de coco extra virgem
1 colher de sobremesa de Matcha Gourmet Grings
1 colher de chá de gengibre ralado fresco
Mel orgânico e Matcha Gourmet para decorar (opcional)

Preparo

Preaqueça o forno a 180ºC. Em uma batedeira, bata os ovos com o açúcar até obter uma massa homogênea. Inclua o matcha, o gengibre e o óleo. Misture até homogeneizar a massa. Acrescente a farinha e o fermento. Unte uma forma com manteiga e farinha, leve ao forno até que o palito saia seco. Finalize com uma camada de mel na parte de cima do bolo, polvilhe com matchá e enfeite com o mel e o matcha em pó.

bolo termogenico de matcha.png

Tempo de preparo: de 20 a 30 minutos

Fonte: Marília Zielinski, nutricionista da Grings Alimentos Saudáveis

Receita de ceviche com cerveja Gose

O chef e sommelier de cervejas Guilherme De Rosso, proprietário do Boteco Simples Assim e supervisor do curso de Beer Sommelier do Centro Europeu, ambos de Curitiba (PR), criou uma releitura de ceviche preparado com cerveja do estilo Gose: Ceviche Gose. A receita é uma ótima opção para os dias quentes que estão chegando.

Receita Ceviche Gose, por Guilherme De Rosso

Ceviche1

Para o leite de tigre
· Suco de 2 laranjas
· 40 g de cebola cortada em brunoise
· 2g de gengibre moagem
· 355 ml de cerveja estilo Gose (nesse caso usei Jabutigose, nova cerveja da Way Beer)
· 100 ml de suco de limão Taiti
· Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo
O preparo do leite de tigre é muito simples, basta misturar os ingredientes e depois ir ajustando o sal a gosto.

Para o ceviche
· 1 kg de filé de tilápia sem espinhos cortado em tiras
· 1 cebola roxa grande cortada julienne finamente
· Pimenta dedo de moça sem semente cortada julienne a gosto
· Pimenta chilli a gosto
· Sal marinho a gosto
· 200g de batata doce roxa
· Açúcar cristal
· 1 banana da terra verde
· Folhas de coentro a gosto

Modo de preparo
Cozinhe a batata roxa até que ela fique macia e reserve. Com a ajuda de um fatiador, corte a banana fina longitudinalmente e frite em óleo quente até ficar crocante, reserve. Corte a batata em rodelas, salpique um pouco de açúcar e com um maçarico deixe o açúcar caramelizar. Caso não tenha um maçarico, esse processo pode ser feito em uma panela. É só colocar o açúcar, deixar caramelizar e colocar em cima das batatas. (Cuidado na hora de manusear o caramelo, ele é extremamente quente). Num bowl, coloque o restante dos ingredientes e o peixe deixando marina no leite de tigre entre 15 – 30 minutos. Em um prato, coloque as batatas caramelizadas, a marinada e finalize com o coentro e a banana crocante.

Rendimento: 5 porções

Cerveja estilo Gose

Ceviche2

Uma cerveja que nasceu em 1332, na cidade de Goslar e recebeu o nome do rio da cidade, que era levemente salgado devido ao acúmulo de sais minerais no rio. A cerveja, segundo a tradicional receita, leva coentro e sal, e além da levedura de alta fermentação também tem a adição de bactérias lácticas. É uma cerveja refrescante, levemente salgada e azeda.

O estilo quase desapareceu, mas graças a um cervejeiro alemão encontrou a antiga receita e a trouxe de volta ao cenário cervejeiro. No Brasil, algumas cervejarias já trabalham com o estilo, adicionando frutas e outros ingredientes típicos brasileiros à receita. É uma cerveja perfeita para harmonizações refrescantes, com frutos do mar, saladas e pratos leves.

Salvar

Dia Mundial do Coração: nutricionista dá dicas de alimentação

No mês de setembro é celebrado o Dia Mundial do Coração e um dos objetivos é alertar a população sobre as doenças que colocam em risco a saúde cardiovascular, além de orientar como preveni-las por meio de uma alimentação saudável e balanceada

Em todo o mundo, estima-se que as doenças cardíacas representam a primeira causa de morte. Uma verdadeira epidemia cardiovascular vem sendo gradativamente instalada nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil. Uma das melhores formas de evitar o aumento dessas doenças é por meio da prevenção, incluindo o hábito da alimentação saudável.

De acordo com a nutricionista do Clinic Check-up HCor, Maria Fernanda Vischi D´Ottavio, uma alimentação equilibrada e saudável pode ajudar na redução do colesterol e da hipertensão.

aveia iogurte frutas pixabay
Pixabay

“Não só o controle da ingestão de gorduras nocivas, como, por exemplo, das carnes gordurosas (costela, cupim, picanha, maminha e pernil), mas também o aumento do consumo de fibras solúveis encontradas no farelo de aveia, frutas, feijões, grão de bico, lentilha e ervilha colaboram para o controle do colesterol. Além das fibras aumentarem a saciedade, elas auxiliam na redução da ingestão calórica e, consequentemente, do peso corporal”, orienta.

Em relação à hipertensão, é importante controlar o excesso de sódio na dieta. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados para evitar o aumento da pressão arterial.

sal de ervas

“Evite a adição de sal aos alimentos. Os temperos naturais como ervas aromáticas, alho e cebola são considerados ótimas opções. Cuidado com molhos e caldos prontos, bem como os produtos industrializados, enlatados, congelados e embutidos. O consumo do álcool também deve ser controlado, pois ele tem efeito sobre os triglicérides sanguíneos e sobre a pressão arterial, sendo prejudicial à saúde do coração”, esclarece a nutricionista.

Excesso de sal e os cuidados com o coração: o sal está presente entre os nutrientes que aumentam os fatores de risco como a hipertensão, quando consumido em quantidades excessivas. “Aumentar o consumo de frutas, verduras, legumes, cereais integrais, carnes magras e derivados de leite desnatados são boas opções para manter o peso e controlar os fatores de risco”, alerta a nutricionista do HCor.

Sinal vermelho para a gordura saturada e a trans

fast-food-burger-400x400
Getty Images

A gordura trans é prejudicial ao coração. Ela tem como característica aumentar o colesterol ruim e diminuir o colesterol bom no sangue. A principal fonte na dieta é a gordura vegetal hidrogenada. “Utilizada no preparo de sorvetes, chocolates, pães recheados, sobremesas cremosas, biscoitos recheados, alimentos com consistência crocante (nuggets, croissants, tortas), bolos industrializados, margarinas e alguns alimentos produzidos em redes de fast-foods, esses alimentos também são ricos em gorduras saturadas. O consumo em excesso está associado ao acúmulo de placas de gordura nas artérias, o que dificulta a passagem do sangue e aumenta, assim, os riscos de infartos e AVC”, explica.

Sinal verde para as “gorduras saudáveis”

salmão

Existem alguns alimentos que possuem gorduras que exercem um papel contrário. Eles agem na redução dos níveis de colesterol e dos triglicérides. “Entre eles se destacam os ácidos graxos poli-insaturados (ômega-3), que são encontrados em óleo vegetais como soja, canola e linhaça e em peixes de águas frias como a sardinha. Neste grupo de gorduras saudáveis também temos os ácidos graxos poli-insaturados (ômega-6), que estão nos óleos vegetais de soja, milho e girassol, além do ômega 9 encontrados em castanhas, nozes, amêndoas e amendoim. Entretanto estes alimentos devem ser consumidos com moderação, devido ao alto valor calórico”, aconselha.

Fonte: HCor

Restaurant Week divulga programação gratuita do Cozinha Show

Pensando não apenas em promover o acesso à alta gastronomia por meio de menus fixos a valores únicos, a São Paulo Restaurant Week realiza a segunda edição do Cozinha Show, evento que tem como objetivo democratizar o acesso à educação gastronômica. O espaço personalizado é produzido em parceria com o Shopping Market Place, que recebe o evento até 6 de outubro.

Ao todo, serão 18 aulas gratuitas ministradas por grandes nomes como Carole Crema (GNT), Lucas Corazza (GNT) , Marcela Calegari (MasterChef), Edrey Momo (Taberna da Esquina, Tasca da Esquina e 1900 Pizzeria), Raul Lemos (MasterChef) Ricardo Barletta (Café Journal) , Sassá (Sassá Sushi), Hugo (La Saborosa), Sid Dionello (Tartuferia San Paolo), entre outros. Às quartas, quintas, sextas e domingo serão duas aulas por dia, às 14h30 e às 19h30. Já aos sábados o espaço recebe três aulas: às 14h30, 16h30 e 19h30. Cada aula conta com 80 vagas.

“A primeira edição do Cozinha Show foi um grande sucesso de público e, principalmente, de conteúdo. Estamos muito felizes em realizar a segunda edição desse evento que traz temas diversificados, alimenta as pessoas de conhecimento e as aproxima ainda mais do universo da gastronomia”, afirma Fernando Reis, idealizador e responsável geral pela Restaurant Week no Brasil.

Informações sobre as aulas estão disponíveis no site, clique aqui.

29 de setembro – sábado
14h30: Fabio Benedetti e Mário Sérgio (Restaurante Paellas Pepe) – Paella del Pepe
16h30: Ricardo Barletta (Restaurante Café Journal) – Vitelo tonnato
19h30: Renato Lopes (Restaurante Tahin) – Fatte

30 de setembro – domingo
14h30: Lucas Corazza (Que Seja Doce/ GNT) – Torta de chocolate ao leite e avelãs
19h30: Carole Crema (Que Seja Doce/ GNT) – Torta de limão com merengue

3 de outubro – quarta-feira
14h30: Yann Corderon (Restaurante L´Amitié) – Steak Tartare
19h30: Hugo Delgado (La Saborosa) – Tacos de Alambre com salsa roja, guacamole. Drink: Margarita de melancia

4 de outubro – quinta-feira
14h30: Raul Lemos (MasterChef) – Kafta do Raul e Couscos Marroquino com legumes
19h30: Sassá (Restaurante Sassá Sushi) – Combinado – niguiri de salmão, sashimi de salmão com azeite trufado e uramaki de salmão

5 de outubro – sexta-feira
14h30: Sergio Côrrea (Restaurante Chez Vous) – Steak tartare Poëlé
19h30: Rafael Januzzi (Restaurante Casa Santo Antônio) – Risoto de burrata com trio de cogumelos trufados

6 de outubro – sábado
14h30: Allan Vila (Don Pepe di Napoli) – Risotto bacalhau e brócolis
16h30: Edrey Momo (Restaurateus) – Gestão de negócios para restaurantes
19h30: Demetrio Grandinetti (Restaurante General Prime Burger) – Ribs Sandwich

Além disso, para auxiliar os chefs durante a preparação do menu das aulas show, a Restaurant Week promove um intercâmbio educacional apoiado pela FAM – Faculdade das Américas. Os alunos do curso de gastronomia da instituição estarão presentes para colaborar com toda a programação do evento.

Paralela ao Cozinha Show, a 23ª edição da São Paulo Restaurant Week acontece de hoje, 28 de setembro, a 21 de outubro com o tema “Menus de Sucesso”. As cerca de 180 casas participantes criam um menu especial, com entrada + prato principal + sobremesa, em duas categorias diferentes: Tradicional e Premium. Para o menu Tradicional, o almoço sai por R$ 46,90 e o jantar R$ 58,90.

images_normal

Já no Menu Premium, para o qual é obrigatório fazer reserva pelo site do evento –  o almoço sai por R$ 68,00 e o jantar R$ 89,00. Os valores são fixos para cada menu. Além disso, os consumidores podem doar R$ 1,00 no valor final da conta para a Fundação Cafu. Outra forma de fazer o bem é doar as notas fiscais sem CPF para a APAE SP – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, por meio do aplicativo da Nota Fiscal Paulista.

O que: Cozinha Show Restaurant Week
Quando: Até 6 de outubro
Onde: Shopping Market Place
Evento gratuito
Programação e Inscrição – clique aqui

Salvar

Cardiologista alerta: infartos podem ser desencadeados por estresse repentino

Cerca de 15% dos infartos são causados por uma situação de estresse repentino e muito forte, provocando o fechamento de uma artéria coronária. Durante uma crise de estresse, a pessoa pode ter, ainda, sintomas parecidos aos de um infarto, como falta de ar, coração acelerado e transpiração excessiva

Pode ser difícil encontrar formas de lidar com o estresse, mesmo sabendo o motivo pelo qual ele existe e quais são as suas consequências. Em situações de estresse repentino, a defesa do organismo faz com que hormônios como a adrenalina e a noradrenalina sejam liberados, causando redução do calibre dos vasos sanguíneos, espasmos das artéria coronárias, aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca.

São os chamados hormônios do estresse. Mas por que tudo isso se altera? Porque são essas alterações que fazem com que mais sangue chegue aos órgãos e músculos, o que facilita uma corrida ou atividade de grande intensidade (como uma luta, por exemplo). Durante uma crise de estresse aguda nota-se rubor facial, sudorese e palpitações, semelhante ao infarto.

Agora imagine passar por esse processo muitas vezes em um mês ou em uma semana? “Os hormônios do estresse, também chamados de catecolaminas, são estimuladores da musculatura do coração, fazendo com que ele contraia e relaxe. Quanto mais o coração passa por esse processo, mais esse sistema fica ineficiente”, alerta o cardiologista e coordenador do Programa de Infarto Agudo do Miocárdio HCor, Leopoldo Piegas.

estresse__cansaco__tristeza

É infarto ou crise de estresse? Embora sejam minoritários, cerca de 15% dos infartos são causados por uma situação de estresse repentino e muito forte, desencadeado pelo fechamento das artérias coronarianas.

“Durante uma crise de estresse, a pessoa pode ter ainda sintomas parecidos aos de um infarto, como falta de ar, coração acelerado e transpiração excessiva. Caso esses sintomas apareçam pela primeira vez, o paciente deve ir imediatamente a um hospital para avaliar se é um infarto, especialmente se ele tiver fatores de risco como diabetes, histórico familiar de doenças cardiovasculares, fumo, hipertensão, má alimentação e sedentarismo. Nesse caso, os sintomas podem se prolongar para dor no peito, no braço esquerdo, costas, mandíbula e estômago”, esclarece o médico.

Por outro lado, se o paciente já teve os sintomas várias vezes ao longo da vida, já foi ao médico e não foi diagnosticado nenhum problema no coração pode ser uma síndrome do pânico. “Nesse caso, é importante que seja feito um acompanhamento conjunto com o psiquiatra e também com o cardiologista. Em alguns casos, o estresse pode ter origem familiar ou relação com histórias de vida, mas pode ser também desencadeado por fatos estressantes como vestibular, perda de um ente querido ou casamento. Ele é mais comum em mulheres e na fase adulta”, afirma.

Fuja do estresse e proteja o seu coração

FreeGreatPicture MULHER ESTRESSADA

Segundo o cardiologista do HCor, para evitar que o estresse acumule, a dica é tirar 10 minutos do dia para pensar em uma única imagem e nada mais, como um desenho simples de uma árvore ou uma paisagem, por exemplo – essa técnica ajuda a “limpar” a mente do excesso de preocupações – que podem levar a uma crise de pânico.

Piegas aconselha, também, sobre a importância de remédios que ajudam a reduzir o risco de infarto, como os de pressão alta, os anticoagulantes e as estatinas (para o colesterol). “Nesse último caso, o medicamento diminui a quantidade de colesterol na corrente sanguínea e evita que se formem placas de gorduras nas artérias. Porém, as estatinas não eliminam as placas que já existem, apenas reduzem a inflamação que elas causam, abrindo maior espaço para o fluxo de sangue”, explica.

É importante ainda que, para reduzir o risco de infarto, o paciente seja o mais ativo que puder e faça exercícios físicos regularmente. Isso porque, além de reduzir o estresse, ao se exercitar, o músculo cardíaco se fortalece e produz novas redes de circulação do sangue, criando caminhos alternativos caso a pessoa tenha um ataque cardíaco”, orienta o cardiologista.

Previna-se

inteligencia espiritual

O médico ainda ressalta que combater o estresse é muito importante. “Hábitos e estilos de vida saudáveis, além do cultivo de hobbies para relaxar são fundamentais para blindar as dificuldades a que somos expostos todos os dias”, diz.

O profissional de saúde também tem um papel importante nesse processo de redução de estresse. “A espiritualidade, emoções e os comportamentos também devem ser analisados, mesmo que por um médico cardiologista. Pois tudo isso diz muito sobre como o paciente vai enxergar e aceitar o tratamento”, finaliza Piegas.

Sobre o Programa de IAM HCor

coração estetoscopio
Foto: Imelechon

Uma equipe multidisciplinar composta por médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros atuam de forma integrada a fim de melhorar os resultados dos tratamentos, no qual reduz o tempo de internação e a mortalidade, como apoio aos pacientes, seus familiares e aos médicos dos próprios pacientes. No acompanhamento pós alta hospitalar, os pacientes são estimulados a manter a sua aderência ao tratamento e promover mudanças saudáveis de hábitos de vida.

Com o aprimoramento dos cuidados clínicos e atuação dos profissionais de cada área envolvida à serviço do paciente com infarto agudo do miocárdio, esse programa traz um aumento na sobrevida desses pacientes com melhor qualidade de vida. “Além disso, eles recebem apoio psicológico, orientações de fisioterapia e exercícios monitorados, reeducação alimentar, indicação e conselho para largar o tabagismo e todo acompanhamento quando ele receber alta hospitalar”, afirma Piegas.

Fonte: HCor

Dia Mundial do Coração: mais de 300 mil brasileiros infartam por ano

As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no mundo. No Brasil, cerca de 300 mil pessoas sofrem infartos todos os anos, segundo o Ministério da Saúde, e em 30% dos casos a doença é fatal. Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que até 2040 as mortes por doenças cardiovasculares devem aumentar em 250%.

Esse é um dos motivos que a OMS, Unesco e outras instituições fazem diversas ações educativas em 29 de setembro, o Dia Mundial do Coração. O intuito é incentivar a prática de atividades físicas e cuidados com a alimentação.

É comum associar problemas do coração com tontura, falta de ar e fortes dores no peito, mas nem sempre há manifestação de sintomas. Algumas doenças chegam de forma silenciosa e, quando descobertas, podem estar em estágio avançado. É o caso da obstrução arterial, caracterizada pelo acúmulo de gordura na parede das artérias, que impede a passagem e a chegada do sangue aos tecidos. O processo de obstrução é o que ocasiona o infarto, por exemplo.

O Sistema Único de Saúde (SUS) sinaliza quatro problemas mais recorrentes relacionados ao coração: infarto do miocárdio, doenças hipertensivas, insuficiência cardíaca e miocardiopatias. Pessoas que apresentam histórico familiar de doenças cardiovasculares devem ficar mais atentas.

Além disso, diabetes, hipertensão e colesterol elevado também são fatores que aumentam as chances de desenvolver doenças cardíacas. A prática de atividades físicas combinada com alimentação saudável são essenciais para prevenir problemas futuros, além do acompanhamento médico regular.

Exames de sangue possibilitam a identificação de alterações nos níveis de colesterol, glicemia e tireoide, que estão ligados a fatores de risco para problemas no coração. Cada exame analisa um aspecto e, quando associados aos exames de imagem, se tornam completos. Mas, de acordo com o gerente geral do DB Molecular, Nelson Gaburo, os exames genéticos podem auxiliar em um diagnóstico mais preciso.

“Já dispomos de testes moleculares direcionados para diversas condições cardiológicas, como a cardiomiopatia hipertrófica (CMH), doença que afeta um a cada 500 indivíduos da população em geral. Ela é a causa mais comum de morte súbita cardíaca em jovens atletas”, comenta o gerente.

coração médico

A doença é de transmissão autossômica dominante (HAD) e parentes de primeiro grau têm um risco de 50% de herdar o gene, segundo Gaburo. “Os exames moleculares fornecem informações precisas que direcionam o tratamento individualizado para cada paciente. A avaliação para os parentes em primeiro grau de indivíduos que tenham a doença torna tanto o tratamento medicamentoso quanto o cirúrgico mais rápidos e precisos, reduzindo significantemente a alta morbidade e mortalidade associadas à doença”, explica Gaburo.

Fonte: DB Molecular

Terraço Itália promove experiência sensorial

Tato, olfato e audição, são os sentidos que o Terraço Itália quer provocar nos clientes com o jantar às cegas promovido no próximo dia 1º de outubro. A proposta é deixar a imaginação fluir e perder o pudor em relação a forma como estamos acostumados a degustar os alimentos. A começar pelo uso de talheres – estes, proibidos no dia – tudo é pensado para transformar o jantar em uma experiência sensorial lúdica.

O tema do evento será inspirado no emblemático filme “O Poderoso Chefão”, com ingredientes que agradam ao paladar e a imaginação e texturas e sons que estimulam novas formas de percepção ao valor de R$ 290,00 o menu harmonizado.

Chef Pasquale Mancini
Chef Pasquale Mancini

O Ateliê no Escuro, desde 2008, promove esse tipo de experiência, na qual se desconstroem e se repensam preconceitos e condicionamentos, despertando outras formas de agir, existir e se relacionar com o corpo e o ambiente. O ateliê nasceu de uma experiência inspiradora, provocada pelo contato com o projeto alemão Diálogo no Escuro.

sal]ão são paulosalão nobreadega

Terraço Itália – Avenida Ipiranga, n°344 – 41° – Centro – São Paulo – SP

Começa hoje a 23ª SPRW com o tema “menus de sucesso”

O premiado Fitó e a Divina Panqueca estreiam no evento. A tradicional Mercearia do Conde também é destaque desta edição do festival, que tem como tema “Menus de Sucesso”

Clássicos com boa relação custo-benefício. Nesse clima de revisitar os pratos queridinhos da cidade, ocorre a 23ª edição da Restaurant Week, em São Paulo. O festival acontece de 28 de setembro e 21 de outubro/2018 e reúne mais de 180 restaurantes badalados da cidade com o tema “Menus de Sucesso”. O evento traz menus completos de almoço e jantar (entrada, prato principal e sobremesa) a preços fechados (Tradicional: R$ 46,90, no almoço, e R$ 58,90, no jantar; e Menu Premium: R$ 68, no almoço, e R$ 89, no jantar). Bebidas e taxas de serviço não estão inclusas no valor. O cliente poderá contribuir ainda com mais R$ 1 em cada refeição, que será convertido diretamente para a Fundação Cafu.

O festival tem como objetivo principal oferecer, a preços democráticos, o melhor da gastronomia, valorizando ingredientes e os produtores responsáveis pela matéria-prima fundamental na execução dos pratos. Estreiam nesta edição, com o Menu Tradicional, o brasileiro Fitó, em Pinheiros (selo Bib Gourmand no Guia Michelin e eleito recentemente pelo “New York Times” um dos melhores programas de São Paulo), a Divina Panqueca, no Tatuapé, além da tradicional Mercearia do Conde, no Jardim Paulistano.

Novidade no Tatuapé, zona leste da cidade e estreante no Restaurant Week, o Divina Panqueca conta com receita secreta de família passada de geração para geração. O restaurante traz mais de 20 sabores de panquecas, em versões gratinadas (com molho branco, pomodoro caseiro ou bolonhesa), recheadas e doces, do tipo crepe e americana. E até opções vegetarianas, sem lactose, low carb (pouco carboidrato) e sem glúten, com farinhas de linhaça, castanha e amêndoas, para quem está de olho na dieta ou tem restrições alimentares.

Para o festival, a casa selecionou o Aperitivo de Carne Seca (carne seca acebolada curtida em cachaça acompanhada de massas de panquecas assadas), como entrada. Como principais, as panquecas Russa, Vegetariana Low Carb de Espinafre com Ricota e Carne com Queijo com Molho à Bolonhesa. Para finalizar, há sobremesas como panquecas de Nutella com Morango e a versão americana, em discos, a Strawberry Cheesecake Pancake (recheio de cheesecake e calda de morangos). Opção ideal para agradar a toda a família, dos pequenos aos adultos, com menu do almoço ao jantar.

casa da panqueca
Entradinha da Divina Panqueca reúne carne seca acebolada curtida em cachaça e massas de panquecas assadas: novidade no Tatuapé e no RW. Foto: Romulo Fialdini.

O Fitó, localizado no Largo da Batata, em Pinheiros, busca uma apresentação leve, contemporânea e de boa relação custo-benefício. O ambiente rústico e minimalista possui uma fachada que lembra o estilo das casas populares nordestinas. A casa oferece vários clássicos nordestinos como a Paçoca, preparo feito à base da carne-de-sol pilada e farinha de mandioca, um alimento completo para sustentar os vaqueiros em suas longas viagens e que se transformou em um dos pratos mais tradicionais do Piauí.

No Fitó, a Paçoca reúne a carne-de-sol da casa com farinha de mandioca, manteiga de garrafa, servida com baião de dois, banana-da-terra e queijo coalho). Para encerrar com doçura, há opções como Bolo de Chocolate com Calda de Cupuaçu e Nibs de Cacau ou o Doce de Caju (servido com requeijão nordestino). Para harmonizar, muita cajuína gelada, o suco dourado de caju, um patrimônio cultural do Estado do Piauí. Ou, ainda, o drinque da casa, o Cajuína Sour, que reúne cajuína, limão, cachaça artesanal e clara de ovo.

pacoca fitó
Paçoca (carne de sol da casa com farinha de mandioca, manteiga de garrafa, servida com baião de dois, banana-da-terra e queijo coalho): um clássico da chef Cafira Foz no Fitó, em Pinheiros. Foto: Mario Rodrigues

A Mercearia do Conde, sob o comando da restauratrice Maddalena Stasi, no Jardim Paulistano, está prestes a completar 27 anos de vida. O restaurante preserva resquícios de sua origem de armazém. No cardápio, uma cozinha multicultural, de diferentes sotaques e ingredientes locais. Localizado numa colorida casa de esquina, o restaurante é cheio de resquícios da antiga mercearia, com azulejos brancos nas paredes, sacolas penduradas, oratórios, quadros, espelhos, obras de arte, fadas e equilibristas pendurados no teto. O menu para o festival, servido apenas no jantar, tem como opção de entrada a Salada Verde com Guacamole, Carambola e Amêndoas. Já de prato principal, o menu conta com Frango ao Molho de Tamarindo com Arroz da Indonésia e Castanhas e Pernil Cozido Lentamente em seu Molho com Espaguete Caseiro e Agrião. Para finalizar, Torta de Cacau com Calda de Mexerica.

mercearia
Na tradicional Mercearia do Conde, já veterana no evento, a dica de sobremesa é a torta de cacau com calda de mexerica. Foto: Rafael Wainberg.

Criado nos anos de 1990 em Nova York, o Restaurant Week chegou ao Brasil em 2007 e, de lá para cá, vem movendo multidões em torno desse festival gastronômico. Presente em mais de 15 cidades brasileiras, com a exigência de que o restaurante participante tenha menu e preço fechados para o almoço e jantar, já virou parte do calendário regional. Oportunidade única para os apreciadores da boa gastronomia provarem menus diferenciados, preparados por grandes e renomados chefs, com diversas opções de menus criativos por preços democráticos.

Serviço:
O quê: 23ª edição da São Paulo Restaurant Week
Quando: De 28 de setembro a 21 de outubro/18
Tema: Menus de Sucesso

Valores:
– Menu Tradicional – R$ 46,90 (almoço) e R$ 58,90 (jantar)
– Menu Premium -R$ 68,00 (almoço) e R$ 89,00 (jantar)

Divina Panqueca: Rua Apucarana, 1165 – TatuapéSão Paulo – SP –

Almoço (de terça a domingo, das 11h30 às 18h)

Entradas
– Pão de Calabresa com Berinjela (pão de calabresa e queijo caseiro, acompanhado de berinjela marinada no azeite com especiarias)
– Pastinha Divina (pasta à base de grão de bico e beterraba acompanhada
de massas de panquecas assadas)

Pratos
– Panqueca de Carne com Queijo com Molho à Bolonhesa
– Panqueca de Brócolis, Champignon e Mozarela (brócolis refogado, queijo mozarela e champignon e coberta com molho de tomate natural)

Sobremesas
– Cheesecake Pancake (panqueca americana, com recheio de cheesecake
coberta com calda caseira de morango e finalizada com chantili)
– Torta de Limão da Casa

Jantar (de terça a domingo, das 18h à 22h30)

Entradas
– Aperitivo de Carne Seca (carne seca acebolada curtida em cachaça acompanhada
de massas de panquecas assadas)
– Pastinha Divina (pasta à base de grão de bico e beterraba acompanhada
de massas de panquecas assadas)

Pratos
– Panqueca Russa (deliciosa panqueca recheada com a tradicional receita do estrogonofe de frango russo, coberta com batata palha e queijo gratinado).
– Panqueca Vegetariana Low Carb de Espinafre com Ricota (panqueca com massa low carb de farinha de linhaça, recheada com espinafre refogado e ricota, coberta com molho de tomate natural)

Sobremesas
– Panqueca de Nutella com Morango (massa artesanal de chocolate e recheada com nutella e morango)
-Pudim de Leite da Casa

Fitó: Rua Cardeal Arcoverde, 2773 – Pinheiros – São Paulo – SP

Almoço (segunda a sexta-feira das 12h às 15h, sábado 12h30 às 16h30 e domingo 12h30 às 17h)

Entradas
-Pastel (bobó de camarão, queijo coalho com melaço ou carne de sol com banana-da-terra)
– Dadinho de Tapioca (tapioca e queijo coalho, servido com geleia de pimenta da casa, 8 unidades)

Pratos
– Paçoca (carne de sol da casa com farinha de mandioca, manteiga de garrafa, servida com baião de dois, banana-da-terra e queijo coalho)
– Baião-de-Dois Vegetariano (arroz e feijão de corda com queijo coalho, legumes do sertão assados maxixe, abóbora, quiabo e batata-doce, ovo caipira frito e vinagrete)

Sobremesa
– Flan de Coco (feito com ovos caipiras, leite de coco da casa e servido com calda de melaço)
– Sorbet ou Sorvete do Dia

Jantar (terça a sexta das 19h às 23h30, sábado, das 20h às 23h30)

Entradas
– Bolinho de Costela (bolinho de costela de porco empanada no panco, servido com geleia de pimenta da casa, 5 unidades)
– Casquinha de Siri (siri catado, tomate, cebola, dendê e farofa da casa)

Pratos
– Peixada (pintado no caldo com camarão, pimentão, tomate, cebola, leite de coco da casa e dendê. Acompanha arroz, farofa e abacaxi)
– Carne de Sol (contrafilé de carne de sol da casa selado na manteiga de garrafa, com purê de cará e vinagrete)

Sobremesas
– Bolo de Chocolate 70% Cacau (bolo servido com calda de cupuaçu e nibs de cacau, chocolate meio amargo)
– Doce de Caju do Piauí (tradicional doce piauiense de caju, servido com requeijão nordestino)

Mercearia do Conde: Rua Joaquim Antunes, 217 – Jardim Paulistano

Jantar (de segunda a quinta, das 19h às 23h30; sexta e sábado, das 19h à 0h30; e domingo, das 19h às 23h):

Entradas
– Bolinhos de mandioca e carne seca com molho de pimenta da casa
– Salada verde com guacamole, carambola e amêndoas

Pratos
– Frango ao molho de tamarindo com arroz da Indonésia e castanhas
– Pernil cozido lentamente em seu molho com espaguete caseiro e agrião
– Ensopado baiano de banana-da-terra ao leite de coco, arroz de açafrão, farofa e saladinha de couve

Sobremesas
– Torta de cacau com calda de mexerica
– Maria mole com coulis de manga