Arquivo da categoria: emagrecer

Abacate passa de vilão a mocinho das dietas de emagrecimento

Tido como alimento gorduroso e altamente calórico, o abacate encontra novas versões gastronômicas e entra de vez no cardápio de quem busca emagrecer

Durante muito tempo, qualquer pessoa que procurasse um nutricionista ou nutrólogo em busca de uma dieta para emagrecimento, certamente teria a recomendação de evitar o abacate. Isso porque a fruta era tida como calórica, além de gordurosa. De fato, o alimento possui estas características, mas, na medida em que foi se conhecendo mais sobre sua composição, foi-se percebendo que havia mais pontos positivos que negativos.

abacate

É o que defende Rodrigo Polesso, idealizador do site emagrecerdevez.com, especialista em emagrecimento e certificado em Nutrição Otimizada e Saúde e Bem-estar pela Universidade Estadual de San Diego.

Hoje se sabe, por exemplo, que as gorduras naturalmente presentes nos alimentos podem, ao contrário do que se pensava, melhorar marcadores de saúde importantes como o colesterol e triglicerídeos, o que ajuda na prevenção de doenças cardíacas, por exemplo: “O abacate é saudável, tem baixo teor de açúcar, é rico em fibras, minerais, magnésio, potássio, ou seja, é uma ótima fonte de alimento”, defende Polesso.

A fruta também é rica em lipídeos: 77% das calorias no abacate são de gordura. No entanto, as gorduras que compõem a fruta são de alta qualidade, se assemelhando às propriedades do azeite de oliva. A maior parte da gordura presente no abacate é ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado, que tem sido associado à inflamação reduzida e tem demonstrado efeitos benéficos sobre os genes ligados ao câncer.

O problema dentro da dieta é que, principalmente no Brasil, o abacate é consumido com açúcar, ou o adoçante para quem está de dieta. “Nestes casos, porque ele fica hiperpalatável ao ser misturado com o adoçante, acaba virando uma sobremesa que passa a ser consumida em excesso, não por necessidade, mas porque a pessoa se habituou a comer aquela sobremesa. O abacate com leite de coco, por exemplo, é uma ótima combinação, com o adoçante idem, desde que não seja consumido em excesso”, explica o especialista.

O abacate também é fonte de ômega 6, ômega 7 e ômega 9, que auxiliam a manter o equilíbrio do organismo, ajudando na perda de gordura corporal. E por ser rico em fibras, é indicado a integrar dietas de emagrecimento por garantir o melhor funcionamento do intestino e proporcionar sensação de saciedade.

maionese de abacate california avocado commission
Foto: California Avocado Comission

Para quem treina, a fruta também ajuda a melhorar o rendimento, justamente por ser uma boa fonte de energia, o que já o colocou entre os alimentos que deveriam ser evitados por quem quisesse emagrecer.

“Quando alinhado a uma alimentação correta, ele ajuda a fornecer ao corpo níveis estáveis de energia ao longo do dia, o que pode beneficiar a performance no treino. Além disso, ajuda a repor sais minerais e prevenir cãibras em corredores por ser grande fonte de potássio. Aliás, o abacate tem o dobro de potássio presente na banana com a vantagem de não ser doce, ou seja, é um ótimo aliado das pessoas que estão em dieta para emagrecimento associada a exercícios físicos”, sugere o especialista.

maionese de abacate science of cooking
Foto: Science of Cooking

Para sair da tradicional vitamina de abacate e que tendemos a consumir em excesso, por conta de sua hiperpalatalidade, é possível experimentar novas formas de incorporar o fruto dieta. Um patê com dois abacates pequenos, limão, dois dentes de alho e sal fica bastante saboroso e foge ao convencional. Maionese verde feita com um abacate, suco de limão, uma colher de mostarda, ½ xícara de azeite e pimenta do reino também é uma maneira diferente de comer a fruta e aproveitar todas as suas propriedades.

Fonte: Rodrigo Polesso, idealizador do site emagrecerdevez.com, especialista em emagrecimento e certificado em Nutrição Otimizada e Saúde e Bem-estar pela Universidade Estadual de San Diego

Anúncios

Royal Canin promove ação “Meu Pet no Peso” no Parque Vila Lobos

Objetivo é de conscientizar tutores sobre a importância do controle de peso para a qualidade de vida e longevidade de gatos e cães

Obesidade é um problema global de saúde pública e no Brasil não é diferente. A afirmação tem como base dados do Ministério da Saúde que apontam um aumento da obesidade na população em 60% nos últimos 10 anos.

Uma em cada cinco pessoas no país está acima do peso e especialistas atribuem fatores como mudanças no estilo de vida, sedentarismo, dieta irregular e estresse como principais responsáveis. A mudança no estilo de vida afeta não só os tutores como também seus pets.

Por isso, a Royal Canin lançou a campanha “Meu Pet no Peso”, de conscientização sobre o a importância do controle de peso dos animais de estimação, em parceria com a ABEV (Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária).

A Royal Canin convida a todos para participar dessa ação em prol da saúde dos nossos melhores amigos.

meu pet no peso.jpg

Evento Meu Pet no Peso!
Local: Parque Vila Lobos – Espaço Petz
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros, São Paulo – SP
Data: 10 de novembro
Horário: das 9h às 14h
Atividades: orientação veterinária, entrega de folhetos informativos, pesagem do pet e apresentação de agility para quem passar pelo local, além de entrega de brindes.

Dicas para quem faz uso de shakes para emagrecer

É cada vez mais comum os jovens e adultos que desejam e necessitam perder peso, fazerem uso dos chamados shakes para emagrecer. Geralmente estes produtos visam substituir uma refeição do dia com o objetivo de diminuir a quantidade de calorias consumidas diariamente.

No entanto, o consumo excessivo de produtos que prometem o emagrecimento rápido, como os shakes para emagrecer e chás diuréticos, podem oferecer risco à saúde por reduzir o nível de vitaminas e minerais do corpo.

Para esclarecer qual a função dos shakes e o que um bom suplemento alimentar deve conter em sua composição, o Farmácias APP – marketplace que reúne ofertas de diversas farmácias, drogarias e lojas de suplementos e cosméticos de todo o Brasil -, separou algumas dicas para ter um emagrecimento saudável:

depositphotos mulher diet shake
Depositphotos

1. Calorias: em primeiro lugar, é importante frisar que os shakes podem possuir menos calorias do que uma refeição normal, mas nem sempre satisfazer as necessidades nutricionais do corpo. Portanto, ele deve ser encarado como um alimento nutritivo, mas que precisa estar associado a outros para que o organismo receba tudo o que necessita diariamente.

shake diet pixabay
Pixabay

2. Nutrientes: falando em nutrientes, é fundamental que o shake traga uma grande variedade, similar à quantidade que seria consumida na refeição em questão. Isso inclui vitaminas, minerais, fibras, carboidratos de lenta absorção e gorduras saudáveis.

Woman Drinking Fruit and Protein Shake

3. Rotina: profissionais indicam que o consumo do shake deve ser feito em até duas vezes por dia, não mais do que isso. A ideia é que nenhuma refeição seja “sacrificada”, ou seja, ela deve ser substituída pelo shake mais em casos raros, de imprevistos, e não como uma rotina.

mulher tomando shake

4. Personalização:  cada organismo reage de uma maneira. Portanto, o melhor shake ou suplemento alimentar é aquele que mais se adequa ao seu estilo de vida, suas necessidades e paladar. Os shakes, então, devem fazer parte de um cardápio. Reflita também sobre a necessidade de mudar o padrão alimentar, pesquise sobre os alimentos consumidos em suas refeições e experimente pratos novos.

nutrição-enteral

5. Instrução: por fim, fazer um acompanhamento médico é imprescindível. Dietas de baixas calorias feitas por conta própria, principalmente quando incluem o uso de shakes para emagrecimento, não são recomendadas de forma alguma sem o apoio de profissionais da saúde.

Fonte: Farmácias APP

Salvar

Confira alguns alimentos que queimam a gordura da barriga

Se há uma questão estética que incomoda tanto mulheres quanto homens é aquela barriguinha saliente. Pois a nutricionista Paula Castilho fez uma lista com alimentos que ajudam a eliminar essa gordura acumulada na barriga.

aveia

Aveia: ao comê-la irá fornecer ao seu corpo altas quantidades de fibras, o que reduz a possibilidade de baixos níveis de açúcar no sangue. Começando o dia com grão de aveia inteiro vai ajudar a evitar aquele petiscar no meio da manhã.

organicos legumes

Legumes: vegetais crus são uma grande fonte de fibras e antioxidantes, e comer vegetais encherá o seu estômago sem aumentar a ingestão calórica. Comer uma variedade de vegetais (especialmente folhas) irá fornecer o seu corpo com nutrientes essenciais, tais como: cálcio, proteínas, magnésio, ferro, potássio, vitamina C, vitamina A e vitamina B.

chá verde japones tradicional louça pixabay
Pixabay

Chá verde: é, sem dúvida, o grande aliado das dietas para emagrecimento. É um queimador de gorduras fantástico, porque acelera o metabolismo e a cafeína que contém também contribui para queimar mais calorias sem atividades.

cereal pippalou morguefile
Foto: Pippalou/Morguefile

Cereais integrais: substituir alimentos de farinha branca com alimentos integrais vai aumentar os nutrientes de que você está recebendo a partir de seu alimento. Grãos integrais fornece seu corpo com fibra, ácido fólico, vitamina e e magnésio, que ajuda na batalha contra as gorduras da barriga.

ovo

Ovos: aumentar a ingestão de proteínas é uma maneira fácil de queimar gordura do estômago, e os ovos têm uma elevada quantidade de proteína. Os ovos também fornecem seu corpo com outros nutrientes, como a vitamina b12, que ajuda a liberar as células de gordura.

kiwi
Vitamina C: alimentos como o brócolis, os pimentões, o kiwi, o limão e a toranja, entre outros, têm uma grande quantidade de vitaminas C que contribui no processamento das gorduras e, dessa forma, também perdemos peso mais rápido.

azeite-de-oliva-2

Azeite: gorduras saudáveis são uma parte essencial na queima de gordura da barriga, o azeite de oliva fornece ao corpo o tipo bom, a “gordura monoinsaturada.” Adicione um pouco de azeite sobre os legumes e salada e terá, além de muito sabor, a queima de gordura ao mesmo tempo.

nozes

Nozes: uma outra fonte de gorduras boas, apesar que você precisa ter cuidado para não consumir demais, porque são ricas em calorias. Comer nozes irá lhe fornecer proteína para queima de gordura, bem como fibras, vitaminas e minerais.

Fonte: Paula Castilho- Nutricionista – Sabor Integral Consultoria em Nutrição

Quatro chaves para mudar hábitos e emagrecer de vez, por Bibi Grantham*

O tema que eu trouxe hoje é a respeito de um ciclo que é repetido rotineiramente por você e por repeti-lo, ele tornou-se hábito. Vamos falar sinceramente? Existem hábitos que você não gosta de ter. Quero explicar porquê, por consequência desses hábitos, a dieta não está funcionando mais para o seu emagrecimento. Mas fique tranquila. Se você está passando por essa cilada, eu vou te ajudar. Eu afirmo que só com dietas e exercícios físicos você não vai conquistar o seu sonhado peso magro.

Peraí Bibi, você está maluca? Eu preciso comer direito e me exercitar se eu quiser emagrecer! É verdade, mas como disse no começo deste texto, para mudar sua alimentação e inserir o exercício ao seu cotidiano, você precisa de novos hábitos, concorda?

maça fita metrica peso

Todo hábito é formado por quatro chaves que formam um ciclo, uma espécie de engrenagem em que cada uma delas é acionada e se move para a próxima engrenagem, formando um ciclo vicioso ou virtuoso. Se você está descontente com o seu peso hoje em dia é porque provavelmente você tem um ciclo vicioso, ou seja, hábitos ruins! Você é resultado das suas escolhas, concorda? Todos os dias você faz escolhas conscientes ou não. Ninguém te obriga a comer coxinha no lugar de uma maça à tarde. No entanto, mesmo sabendo quão prejudicial é, você continua escolhendo a coxinha.

Então deixa eu te explicar como é este ciclo vicioso. Ele é formado por: pensamento, emoção, comportamento e hábito.

Todo hábito que você possui algum dia começou com um pensamento. Os pensamentos geram sentimentos, esses sentimentos colaboram para que tenha uma atitude, e a repetição desses comportamentos vira um hábito. Se hoje seu hábito é comer comidas erradas e não pratica nenhum exercício físico, você realmente pretende mudar isso com uma dieta na mão ou uma matrícula na academia? Acredite, não vai funcionar!

Para colocar seus novos hábitos em prática, é preciso que abra a primeira chave desse ciclo que é o seu pensamento. O que pensa a respeito dessa nova dieta, desse novo exercício que quer inserir na sua vida? Pensa que é uma boa iniciativa ou tem pensado mais algo como: que saco! Odeio comer essas coisas! Vou passar fome! Vou acabar com a minha vida social! Corta a cena. O que esses pensamentos geram na segunda engrenagem? Sentimentos! Sentimentos como: impotência, desconfiança, descrença, desilusão, fraqueza, preguiça, desgosto etc.

E seguindo a linha de raciocínio, quem está se sentindo impotente, desconfiado, preguiçoso, fraco… É capaz de se comportar como deve uma pessoa que deseja emagrecer? Não, né! Ela vai ser tomada pela preguiça e arrumar alguma desculpa para comer errado e procrastinar os exercícios. E esses comportamentos repetidos e fortalecidos pelos pensamentos e sentimentos constantes e acabam por formar os hábitos não saudáveis.

cérebro alimentos junkie food pixabay

Vou dar um exemplo: você pensa ‘huuuum hoje o dia foi exaustivo, eu mereço chegar em casa tomar um copão de refrigerante e vou passar na padaria e comprar um lanche pra jantar. Eu mereço, meu dia foi ruim estou cansada, exausta!’. Esse pensamento (1ª chave) desencadeou o sentimento: eu mereço, nada mais justo, só assim meu dia vai valer a pena. Esse sentimento de merecimento de autocompaixão desencadeia qual comportamento? Passar na padaria para comprar o lanche e o refrigerante e, talvez, antes mesmo de chegar em casa você já tenha comido tudo no caminho. Só que amanhã os problemas do trabalho continuam lá, e seu cérebro achou você um gênio por ter encontrado uma solução tão boa ontem. Hoje você faz o quê? Pensa a mesma coisa, sente-se da mesma forma e tem o mesmo comportamento.

As sucessões desses comportamentos criam o hábito! É um verdadeiro vício. São essas quatro engrenagens que estão impedindo você de emagrecer, percebe? Não é a ausência de uma dieta, não é o tipo de exercício que você pratica. É seu padrão mental, que desencadeia sentimentos, atitudes, e por fim, hábitos.

Tenha absoluta certeza que mudando seus pensamentos ou seus sentimentos também vão mudar. Você vai parar de comer as suas emoções. Dê um basta nessa relação maluca que todos nós fazemos entre sentimento e comer exageradamente ou outras formas, como bebida. A repetição desse ciclo virtuoso de novos pensamentos, sentimentos de autoconfiança e comportamentos correto, você finalmente saberá como ter novos hábitos.

Bibi Grantham é idealizadora do “Emagreça pela Cabeça”. O método é um processo de coaching em grupo para ser aplicado ao emagrecimento, uma vez que ajusta e fortalece o padrão mental para quem quer ir além da perda de peso usando dieta composta por um cardápio e plano de exercícios. O Emagreça Pela Cabeça trabalha no ajuste do padrão mental para que as coaches emagreçam a partir de sua forma de pensar. Ou seja, elas se tornam responsáveis por suas escolhas e atitudes.