Arquivo da categoria: Doces

A fantástica fábrica de cookies de Curitiba

Focada na tradicional iguaria norte-americana, a Cookie Stories se transformou em uma febre em Curitiba e já conta com dois endereços na cidade

Popularizados mundialmente nos Estados Unidos, os cookies tiveram origem na Inglaterra, como um complemento ideal para o tradicional chá. Inicialmente, a iguaria era produzida a partir da massa dos bolos e era usada para testar a temperatura dos fornos para minimizar os erros.

A palavra “cookie” é baseada na palavra alemã “koekje”, que significa “pequeno bolo”. Inspiradas por essa história saborosa, as irmãs Camila e Rafaela Camargo lançaram em 2017, em Curitiba (PR), a primeira casa de cookies do Brasil.

INTERNA CS

“Nossa ideia sempre foi oferecer as melhores opções para os amantes de cookies. Conseguimos chegar em receitas muito interessantes e saborosas, que conquistaram rapidamente o público. Os cookies são muito sensíveis, e precisam de muito carinho na hora da produção. Por esse motivo, tivemos muito cuidado para desenvolver um cardápio bem especial, com itens de excelente qualidade”, comenta Rafaela Camargo.

Como não poderia ser diferente, o grande destaque da casa são os cookies tradicionais (R$ 5,00), disponíveis em sabores como Clássico (massa fofinha de baunilha com gotas de chocolate ao leite Callebaut), Red Velvet (massa de chocolate com gotas de chocolate branco e nozes), Limão (massa de limão) e Banana com Aveia (massa de farelo de aveia com banana, lascas de amêndoas e chocolate meio amargo Callebaut – produto Vegano).

cookie_IMG_8389

A casa traz, também, a linha “Special Cookies” (R$ 7,00): Nutella (massa de baunilha com gotas de chocolate ao leite recheado de Nutella), Brigadeiro (massa de cacau recheado de brigadeiro), Doce de Leite (massa de baunilha recheada com doce de leite caseiro), Brownie (massa de chocolate meio amargo), Chocolate Chunk (massa de baunilha com pedaços de chocolate meio amargo), Macadâmia (massa de cacau com gotas de chocolate branco e macadâmia), Salted Caramel (massa de cacau recheado de caramelo salgado), Dark Vegan (massa de cacau, com gotas de chocolate meio amargo e castanha de caju – produto vegano) e Clássic Vegan (massa de baunilha com gotas de chocolate meio amargo Callebaut – produto vegano).

Na Cookie Stories é possível, até mesmo, tomar café em um copinho de cookie: o Cookie Shot. O copinho, desenvolvido com cookie tradicional, ganhou ainda um revestimento de chocolate, garantindo ainda mais sabor para o preparo. “A ideia surgiu de uma brincadeira e deu muito certo, fazendo muito sucesso por aqui. Os sabores marcantes do café contrastam com o doce do cookie e do chocolate, originando uma combinação perfeita”, explica Camila Camargo.

cookie-stories-01cookie-stories-03cookie stories 2

A versão com o tradicional espresso (R$ 12,00) fez tanto sucesso que a Cookie Stories apostou em outras opções deliciosas de Cookie Shot: com leite quente ou frio (R$ 12,00), Affogato (R$ 14,00), Snow Flake – chocolate quente (R$ 14,00), Smore´s Shot – servido com sorvete de chocolate e marshmalow maçaricado (R$ 16,00) e Frozen Shot – servido com sorvete e chocolate derretido (R$ 16,00).

Ainda inspirado nos cookies, o empreendimento trabalha com diversas outras delícias exclusivas, entre elas o Brookie, metade brownie de chocolate meio amargo e metade cookie de baunilha com pedaços de chocolate meio amargo (R$ 12,00); e o Lava Cookie, um petit gateau de cookie de baunilha recheado com fudge de chocolate (R$ 15,00).

cookie_IMG_7993cookie_IMG_7955Curitiba_Loja_Cookies

Parada obrigatória

Com menos de um ano de história, a Cookie Stories se transformou em uma referência na capital paranaense, comercializando diariamente milhares de itens com elevado grau de excelência. O sucesso foi tanto que a primeira unidade, instalada no tradicional bairro Juvevê, já não era suficiente para atender a demanda, fazendo com que a marca inaugurasse a sua segunda loja na capital paranaense, implantada no espaço gastronômico Vila Yamon. As duas unidades recebem diariamente centenas de curitibanos e turistas que procuram os famosos cookies.

Mas não são só de cookies que o empreendimento vive. A casa trabalha, também, com vários outros tipos de sobremesas, entre elas brownies, bolos, tortas e donuts com recheios e coberturas que variam de acordo com a produção do dia. Já a carta de bebidas traz cafés especiais como Espresso, Doppio, Cappuccino, Mocha e Nutella Mocha e diversas outras bebidas, como o Hot Chocolate, chás especiais, sucos, smoothies e milkshakes, disponíveis em várias opções.

cookie stories

Fachada_Juvevê
Unidade Juvevê

Cookie Stories Juvevê – Rua Moysés Marcondes, 429 – Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 12h às 19h, e aos sábados, das 11h30 às 18h. Cookie Stories Vila Yamon – Rua Itupava, 1402 – Alto da Glória – Horário de funcionamentos: de terça a domingo, a partir das 18 horas.

Informações: Cookie Stories ou Facebook 

Anúncios

Delícia de outono: esfiha de maçã com massa folhada e grãos de café

O Arabesco, tradicional restaurante sírio-libanês, com duas unidades em São Paulo (Perdizes e Paulista), acaba de reeditar um sucesso da casa: a Esfiha de Maçã com massa folhada.

A nova versão, feita para o outono, estação das frutas, é servida quente e vem acompanhada por sorvete de creme e polvilhada com canela e açúcar, por R$ 20,90, a unidade.

esfiha de maça gde.png

 

Informações: Arabesco

Três sobremesas incríveis feitas com Ferrero Rocher

Quer surpreender os convidados no almoço em família? Confira três receitas irresistíveis com Ferrero Rocher que deixarão sua Páscoa ainda mais deliciosa. Spoiler: chocolate é o que não vai faltar!

Bolo Glaceado

Bolo Glaceado.png

Etapa 1 – O Bolo
– 4 ovos
– 200g de açúcar
– 180ml de leite
– 180g de manteiga derretida

Modo de Preparo

Misture os ovos e o açúcar na batedeira. Adicione o leite e a manteiga misturando até incorporar. Misture os ingredientes secos:
– 200g de farinha de trigo
– 40g de cacau em pó
– 2 colheres de chá de fermento em pó
Reserve

Incorpore os secos à massa e misture até ficar homogênea. Acrescente 100g de avelãs em lasca e misture. Unte a forma com manteiga e forre com papel manteiga. Leve ao forno pré aquecido por 1 hora a 200°C

Etapa 2 – Mousse de chocolate

Misture 300g de chocolate ao leite e 200g de creme de leite.
Adicione 300g de chantilly batido e 50g de cacau em pó. Misture até incorporar.

Etapa 3 – Glaceado

– 150ml de água
– 375g de açúcar
– 100g de glucose
– 150g de chocolate em pó
– 300g de creme de leite
– 20g de gelatina hidratada e aquecida

Modo de preparo
Adicione à água junto do o açúcar e a glucose. Mexa em fogo baixo até a calda atingir o ponto fino. Junte o chocolate em pó e acrescente 300g de creme de leite. Aqueça 20g de gelatina hidratada e misture com os outros ingredientes. Reserve.

Etapa 4 – Montagem

Cubra o bolo com mousse, nivele com uma espátula e leve para gelar. Banhe com a glaçagem. Decore com 300g de avelãs trituradas e finalize com um toque especial de Ferrero Rocher.

Tartelette de avelãs Ferrero Rocher

Tartelette_Ferrero Rocher

Ingredientes
– 220g de farinha de trigo
– 40g de cacau em pó
– 80g de açúcar
– 120g de manteiga sem sal
– 3 gemas

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes em uma tigela e amasse até ficar homogêneo. Com a massa pronta, forre uma forma para torta de falso fundo, para facilitar na hora de desenformar. Fure a massa várias vezes com um garfo e leve para assar em forno a 170 °C por aproximadamente 20 minutos, ou até que fique crocante.

Ganache
– 350 g de chocolate amargo
– 350 g de creme de leite

Tartelette_ok

Modo de preparo
Derreta o chocolate em banho maria e misture em seguida o creme de leite. Depois é só rechear a torta com a ganache e decolar com avelãs e bombons Ferrero Rocher.

Le Petit

 

Le Petit_Ferrero Rocher

Etapa 1 – Massa de chocolate

Ingredientes
– 4 ovos
– ½ xícara de açúcar
Bata até dobrar de volume.
– 1 xícara de farinha de trigo.
– 1 colher (sobremesa) de fermento em pó.
– 1 cholher (sopa) de chocolate em pó.
Misture e adicione à massa. Mexa até ficar homogêneo.
– 2 colheres (sopa) de manteiga derretida e fria.
Mexa até incorporar.
Unte a forma com manteiga e sal e coloque papel manteiga.
Nivele e leve ao forno a 160°C, por 20 minutos.

Etapa 2 – Crocantes de avelã
– 200g de açúcar em fogo médio.
– Acrescente 5 colheres (sopa) de mel.
Mexa até obter uma mistura de cor âmbar. Acrescente 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio.
– 200g de avelã sem casca, torradas e trituradas.
Misture bem. Unte um aro retangular com manteiga e despeje o caramelo. Ajeite as laterais.

Etapa – Chantilly ao leite
– 200g de chantilly batido.
– 1 colher (sobremesa) de chocolate em pó.
Mexa até ficar homogêneo.

Etapa 4 – Mousse de chocolate
– 200g de chantilly batido.
– 200g de chocolate ao leite derretido.
– 100g de creme de leite.
Misture bem. Junte aos 200g de chantilly batido e misture até ficar homogêneo.

Etapa 5 – Acabamento
Em uma folha de acetato despeje o chocolate ao leite. Faça uma placa de chocolate e deixe secar completamente. Corte o bolo no formato retangular. Desenforme a massa e passe mousse sobre o crocante de avelãs. Fatia do bolo no mesmo formato por cima. Acrescente uma camada de mousse e leve para gelar. Desenforme e decore com chantilly. Apoie a placa de chocolate e faça outra gota de chantilly em cima.
Finalize com um Ferrero Rocher.

Fonte: Ferrero Rocher

 

Cuore di Cacao tem ovos especiais para a Páscoa

Referência do mercado nacional, a chocolateria apresenta três sabores exclusivos para a data mais doce do ano. Os lançamentos trazem as coordenadas geográficas do cacau utilizado

Provocar o seu paladar. É esse o objetivo da chocolateria curitibana Cuore Di Cacao com os seus três lançamentos de ovos exclusivos para a Páscoa 2018. “Do cacau ao chocolate”, foi o nome escolhido pela marca para apresentar ao público criações tão especiais. Para que não conhece, a chocolateria trabalha com um processo chamado “Bean to Bar”, onde o cacau é selecionado e negociado direto com o produtor de cacau fino. Já a separação, torrefação, refinamento das amêndoas do cacau e preparo do chocolate é feito pela própria Cuore Di Cacao, dando origem a um chocolate único e exclusivo.

Ovo de chocolate ao leite 60%
A linha de Páscoa da Cuore di Cacao traz três lançamentos de ovos, que ganharam as coordenadas geográficas com a origem do cacau utilizado no seu chocolate. As novidades foram produzidas com cacau de diferentes fazendas do sul da Bahia. O primeiro é o “Ovo de chocolate ao leite com 60% de cacau” (S 14° 29’ 58” W 39° 19’ 12´´, Fazenda Leolinda, produtor João Tavares), um chocolate amargo e ao leite ao mesmo tempo.

Ovo de chocolate amargo recheado com ganache de polpa de cacau

O segundo é o “Ovo recheado com ganache de cacau”, produzido com chocolate amargo 70% (também com cacau da Fazenda Leolinda) recheado com ganache feita a partir da redução da polpa de cacau fresco.

Ovo de chocolate ao leite ON 42 com nibs de cacau

E a última novidade é o “Ovo de chocolate ao leite com crocante de nibs de cacau e melado de cana”, preparado com chocolate ao leite com 42% de cacau (produtor M. Libânio) e crocante de nibs de cacau e melado de cana.

Os ovos pesam 250g e ganharam embalagens charmosas e exclusivas, contendo 1 aquarela pintada pelo ilustrador Sampaio, que pode ser destacada da caixa e emoldurada. As três opções custam R$ 165,00 cada.

A Cuore di Cacao tem diversos pontos de venda espalhados pelo país. Além disso, pessoas de outras partes do Brasil podem fazer encomendas por meio do site da chocolateria.

Cuore di Cacao – Rua Fernando Simas, 347 – Batel – Curitiba

Veja como aproveitar a Páscoa de forma mais saudável

A Páscoa  chegou e com tantos ovos de chocolate disponíveis no comércio fica difícil resistir e não se deliciar com esses doces. Mas é importante consumir com moderação para não se arrepender depois que tiver ingerido tantas calorias de uma só vez e ganhado alguns quilos na balança. A coordenadora do programa Bio Nutri da Bio Ritmo, Fúlvia Hazarabedian, mostra como aproveitar o feriado mais doce do ano de maneira saudável.

Segundo a especialista, o segredo está na quantidade e no tipo de chocolate que é ingerido. Ela recomenda comer 30 gramas por dia no período da Páscoa, e optar pelos ovos sem recheio de trufa, mousse ou marshmallow, por exemplo, que possuem um teor muito mais elevado de açúcar e calorias.

ovo de pascoa choco amargo valentinobelgium
Foto: Valentino Belgium

“O consumo exagerado pode provocar ganho de peso, além de outros distúrbios, como aumento da glicemia, enxaqueca em decorrência da ação de substâncias vasodilatadoras e até risco de irritações na pele, estômago e mucosa intestinal”, explica Fúlvia.

Outra dica é escolher os chocolates “do bem”. Geralmente, as opções ao leite possuem mais manteiga de cacau, o que significa maior porcentagem de gordura e menor efeito benéfico para o corpo. O chocolate branco, por exemplo, não é uma opção recomendada. “Aposte nos amargos com 70% ou mais de cacau ou zero açúcar. Hoje em dia, existem ainda algumas opções enriquecidos com fibras, que são importantíssimas para redução da absorção de gorduras”, sugere a nutricionista da Bio Ritmo.

ovo de pascoa choco amargo Her.ie
Foto: Her.ie

Fuja dos excessos e evite consumir grandes quantidades na empolgação de abrir aquele delicioso ovo de Páscoa. Uma boa dica para quem tem dificuldade de controlar a compulsão por doces, é aproveitar a ocasião para compartilhar seus chocolates com amigos, familiares e colegas de trabalho. E para regular o consumo de calorias, mantenha a disciplina na sua dieta, assim é possível ter um controle de quantas vezes você está comendo doces e chocolates durante o feriado.

Fonte: Bio Ritmo

Receita de colomba pascal sem lactose e sem glúten

Uma das épocas mais gostosas do ano chegou, a Páscoa. E com ela, diversas receitas tradicionais fazem parte da mesa, compartilhada com os familiares e amigos. A colomba pascal é uma ótima opção para fazer parte do cardápio deste período e é possível incluir opções saborosas e saudáveis.

A chef funcional Mônica Wagner preparou uma versão da receita, sem lactose e sem glúten, especialmente indicada para pessoas com restrições alimentares, mas que pode ser apreciada por todos.  Confira:

Colomba Pascal sem lactose e sem glúten

colomba pascal sem gluten

Ingredientes

1 xícara de farinha de arroz;
1 xícara de farinha de amêndoas;
1/2 xícara de farinha de grão de bico;
1/2 xícara de xilitol ou outro adoçante da tua preferência;
2 colheres de sopa de farinha de linhaça dourada;
3 colheres de sopa de nata light lacfree da Verde Campo;
2 ovos;
1 1/2 xícara de leite sem lactose;
1/2 xícara de mix de nuts (usei castanha do pará picada e nozes picadas);
1/2 xícara de uvas passas;
1 colher de sopa de fermento biológico seco;
1 colher de café de goma xantana;
pitada de sal;
1 colher de açúcar mascavo (para a ativação do fermento);
1 colher de chá de essência de panetone;

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes secos em uma tigela, reserve.Misture o ovo, a nata, a essência e o leite em outra tigela, e incorpore aos ingredientes secos.Coloque em uma forma grande de colomba pascal e deixe dobrar de tamanho dentro do forno desligado. O tempo varia de acordo com a temperatura externa, mas leva em torno de 1 hora.Retire a colomba, pré-aqueça o forno em 180º, e leve para assar por 35-40 minutos. Faça o teste do palito, se ele sair seco, está assado.

Para a cobertura

1/2 xícara de nata light sem lactose da Verde Campo;
1 colher de chá de xilitol;
Nozes e frutas secas para decorar

Modo de preparo

Misture a nata com o xilitol e cubra a colomba (deixe ela esfriar para fazer esse processo). Cubra com nozes e fruta secas.

colomba pascal sem gluten 2

Fonte: Verde Campo

Ovo de Páscoa de colher vegano

A época mais gostosa e doce do ano chegou. E não é difícil se deparar com deliciosas tentações pelas vitrines das lojas em formato de ovos de chocolate. Mas como para tudo hoje em dia há uma saída, já existe solução para aproveitar a data e não sair da linha na dieta.

Pensando nisso, a chef chocolatier Mirian Rocha criou uma linha de deliciosos ovos de Páscoa feitos com chocolate de origem 64% cacau. Entre eles está a opção vegana.

O ovo de colher vegano é feito com chocolate de origem 64% cacau e o recheio nas opções de Ganache Vegana, Nuts ou Brownie Fit. A decoração é feita com especiarias.
Valor: R$ 52,00

Ovo de colher vegano com chocolate de origem 64% cacau - recheios ganache vegana ou nuts ou brownie fit R$52ovo vegano

Atelie Mirian Rocha – Marapendi Shopping – Av. das Americas, 3959 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro. Encomendas podem ser feitas pelo Instagram: @mirianrochachocolates ou pelo telefone: (21) 979542044

 

 

 

 

Pascoa cuidado com excessos: 50% das pessoas que têm diabetes não controlam glicemia

Monitorar diabetes em casa é simples os cuidados que o diabético e gestante devem ter para aproveitar a Páscoa e ficarem com a saúde em dia.

Monitorar a Glicemia e Corpos Cetônicos, proteger bem os pés, tomar os medicamentos nos horários indicados e a higiene na hora de aplicar a insulina são cuidados essenciais que os diabéticos tipo I ou II devem tomar nesta época que se come muitos chocolates.

Durante Páscoa, ou mesmo nos feriados prolongados, alguns cuidados são importantíssimos para aqueles que não perdem esses momentos de diversão. Porém, é sempre bom lembrar que alguns cuidados são importantes e devem ser lembrados e realizados criteriosamente pelos diabéticos. Por isso, Adriana Juliani, farmacêutica responsável pela Confirme Testes preparou algumas dicas importantes.

Todos nós sabemos que as mulheres com diabetes correm maiores riscos na gravidez de terem bebês com problemas cardíacos. E um simples teste caseiro pode detectar a quantidade de açúcar no sangue, durante o início da gravidez, e evitar que o bebê corra riscos graves.

chocolate mulher

Publicado on-line no Journal of Pediatrics, um estudo com 19.171 pessoas (mãe-filho), realizado por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, mostraram que o aumento do nível de açúcar no sangue, no início da gravidez, amplia o risco do bebê nascer com problema cardíaco congênito.

Lembrando que, algumas mulheres que não têm diabetes podem apresentar a doença só durante a gestação – diabetes gestacional. Portanto, as gestantes devem tomar cuidado nesta época monitorando a glicemia frequentemente e não abusarem dos doces e chocolates.

Proteja seu pé

O pé do diabético necessita de cuidados constante, pois a glicemia mal controlada pode causar danos irreversíveis, levando à insensibilidade e podendo chegar até a amputação. Um simples machucado ou calo podem virar uma infecção grave. Portanto, verifique os pés detalhadamente, pare e descanse sempre que puder.

“Cuidado com a alimentação, pois a hipoglicemia também pode ocorrer. Dançar, andar demais e comer de menos pode causar uma diminuição considerável nas taxas de glicose. A hipoglicemia pode levar à perda de consciência e até crises convulsivas. Siga sempre as orientações do seu médico, não deixe de ficar atento aos sinais e monitore frequentemente com o teste caseiro Confirme Glicose + Corpos Cetônicos”, comenta Adriana.

Segundo o Ministério da Saúde, é comprovado que o número de pessoas com a doença aumenta a cada dia. Além disso, 75% dos brasileiros não têm a doença controlada. A melhor forma de prevenção é detectar o problema precocemente, evitando maiores complicações à saúde, como infarto, insuficiência renal, derrame cerebral e problemas visuais.

O indicado para os diabéticos e para quem faz dietas restritivas aliadas a exercícios físicos é o monitoramento constante com o autoteste, realizado por meio da urina, o Confirme Glicose+Corpos Cetônicos. O exame consiste em tiras com membranas reagentes para glicose e cetonas afixadas numa das extremidades. A amostra e os resultados são obtidos comparando as cores desenvolvidas nas membranas com a tabela de cores no rótulo da embalagem.

A detecção da glicose é baseada na reação cromogênica de oxidase-peroxidase. A detecção das cetonas é baseada no princípio no qual o ácido acetoacético e cetona formam com o nitroprussiato de sódio em meio alcalino, um complexo de cor violeta. Pode ser feito a qualquer hora e em qualquer lugar, porém o ideal é que seja realizado antes das principais refeições ou duas horas após.

Glicosuria positiva, ou seja, presença de glicose na urina juntamente com cetonuria positiva indica uma situação de descontrole do metabolismo. Orientação médica o mais rápido possível é fundamental. Glicosuria negativa com cetonuria positiva indica tempo de jejum prolongado e caso a cetonuria for muito alta é recomendável uma consulta médica para averiguação.

Entendendo a doença

diabetes 33

Diabetes é um problema metabólico que eleva as taxas de açúcar no sangue, pois o corpo deixa de converter a glicose em energia. O tipo 2 é mais comum e possui um fator hereditário maior do que o tipo 1. Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos. Uma de suas peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção das células musculares e adiposas.

Controlar o nível de glicose no sangue é algo muitas vezes desagradável e incômodo, e quem tem diabetes sabe muito bem disso. Normalmente são realizados exames doloridos, precisando sempre colher sangue do paciente que, muitas vezes, precisa estar em jejum por pelo menos oito horas. Além de enfrentar filas nos laboratórios para fazer esses exames, hoje em dia as pessoas não têm muito tempo para isso.

Fonte: Confirme Testes

Doces veganos para a Páscoa; alternativa saudável e sustentável para se deliciar

Confira a seguir três receitas deliciosas de docinhos que combinam superbem com a Páscoa. Todas foram retiradas de livros de receitas veganas, assim você se delicia sem causar sofrimentos aos animais.

Confira e deguste:

Trufas de Limão e Matcha do Livro Herbivoráz – Julia Guedes – Editora Alaúde

Trufas de Limão e Matcha

Ingredientes
1 xícara de castanha de caju crua demolhada (Deixe a castanha de caju de molho por 24h. Antes de usar na receita, escorra e descarte a água).
½ xícara de suco de limão mais raspas da casca
1 colher (chá) de fécula de batata
1 colher (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de matcha em pó, mais um pouco para polvilhar
2 colheres (sopa) de óleo de coco
3 colheres (sopa) de xarope de agave ou melado de cana

Modo de Preparo
1 Em um processador, bata a castanha de caju por 5 minutos ou até obter um creme homogêneo e liso. Em seguida, adicione o suco de limão, a fécula de batata, o gengibre, o matcha, 2 colheres (sopa) de óleo de coco e o xarope de agave (ou o melado). Processe até obter uma massa consistente.  Transfira a massa para uma panela em fogo médio com o restante do óleo de coco e mexa até que fiquei com uma consistência firme, que de para enrolar. Desligue o fogo e espere esfriar. Separe porções da massa e enrole as trufas. Se necessário, unte as mãos com um pouco de óleo de coco para não grudar.
Coloque as trufas em uma travessa e polvilhe com matcha em pó e as raspas de limão. Leve para a geladeira por, no mínimo, 20 minutos. Sirva as trufas geladinhas.

Tempo de preparo 40 minutos | Rende 2 copos

Cookie de Alecrim com Gotas de Chocolate do livro Os Segredos Veganos de Isa – Isa Chandra Moskowitz – Editora Alaúde

Cookie de Alecrim com Gotas de Chocolate

Ingredientes
½ xícara de óleo de coco em estado semissólido (ponto pomada)
2 colheres (sopa) de alecrim fresco picado
1/3 de xícara de açúcar mascavo
¼ de xícara de açúcar cristal orgânico
¼ de xícara de leite de amêndoa (ou o leite vegetal de sua preferencia)
1 colher (sopa) de farinha de linhaça (de preferência dourada)
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
1 1/3 de xícara de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ xícara de gostas de chocolate 70% cacau

Modo de Preparo
Pré-aqueça o forno a 180 ºC. Unte levemente duas assadeiras grandes. Numa tigela grande, use um garfo para bater o óleo de coco e o alecrim até formar uma mistura lisa. Adicione os dois tipos de açúcar e bata por mais um minuto. Junte o leite e a farinha de linhaça e bata por mais 30 segundos. Adicionei a baunilha. Misture metade da farinha de trigo com o sal e o bicarbonato de sódio. Mexa bem. Misture o restante da farinha com as gotas de chocolate. Misture até ficar…bem, com aspecto de massa de cookie. Forme cada cookie (redondo) com 2 colheres (sopa) de massa na assadeira, dando 5 cm de intervalo entre eles. Achate-os levemente com as mãos. Leve para assar por 10 a 12 minutos, até a parte de baixo dos cookies dourar. Deixe esfriar nas assadeiras por cerca de 3 minutos. Em Seguida, passe os cookies para uma grande para terminar de esfriar.

Tempo de preparo 30 minutos | Rende 24 cookies

Brownie de chocolate com nozes e linhaça do Livro 50 Doces Veganos – Kátia Cardoso – Editora Alaúde

Brownie de chocolate com nozes e linhaça

Ingredientes
4 colheres (sopa) de óleo
½ xícara de água
½ xícara de polpa amassada de um abacate maduro
1 maçã pequena, sem casca e sem sementes, picada
1 colher (sopa) de essência de baunilha
½ xícara de cacau em pó
1½ xícara de açúcar demerara
½ xícara de farinha de trigo
½ xícara de farinha de trigo integral
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 xícara de nozes e castanhas-do-pará, sem casca, picadas
1 colher (sopa) de sementes de linhaça dourada

Modo de Preparo
Pré-aqueça o forno a 180 °C. No liquidificador, bata o óleo com a água, a polpa do abacate, a maçã, a baunilha, o cacau e o açúcar. Passe para uma tigela e adicione os ingredientes restantes, misturando bem. Transfira para uma fôrma quadrada, de fundo removível, medindo 20 cm x 20 cm, untada com óleo e com o fundo forrado com papel-manteiga também untado com óleo. Leve ao forno por 40 minutos ou até assar e firmar. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma grade por 5 minutos e desenforme. Se desejar, sirva com sorvete e calda de chocolate veganos.

Tempo de preparo 1 hora | Rende 12 pedaços

Fonte: Editora Alaúde

Chocolate amargo tem efeito anti-idade, já os demais podem piorar inflamação de acne

É possível aproveitar a Páscoa sem deixar de comer ovos de chocolate. Mas para isso, a opção deve ser por chocolates menos calóricos, como o amargo, que traz alta concentração de cacau, um poderoso antioxidante

Com a proximidade da Páscoa, a procura por ovos de chocolate aumenta e, frequentemente, surgem dúvidas quanto aos seus benefícios ou malefícios à pele. “Eficaz contra o mau humor, além de trazer sensação de bem-estar, o chocolate deve ser consumido com parcimônia; as versões brancas e ao leite devem ser evitadas, por conta da quantidade de açúcar e gordura presente nesses produtos, que podem favorecer a inflamação e envelhecer a pele”, afirma a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology.

Chocolate e acne

acne

A principal dúvida com relação aos chocolates é se eles causam ou não acne. De acordo com a médica, o cacau em si é um alimento extremamente benéfico e a sua concentração não está relacionada ao surgimento ou piora da acne, pelo contrário: esse ingrediente é um aliado da saúde e da pele. “Ele é um poderoso antioxidante e ajuda a promover luminosidade e hidratação. O cacau contém flavonoides, que são fitonutrientes com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Eles [flavonoides] auxiliam na proteção aos danos dos raios UV, prevenindo as rugas e combatendo os radicais livres que ajudam a deixar a pele mais brilhante e saudável”, afirma a dermatologista.

Portanto, que fique bem claro: o cacau não causa espinhas. O problema está no açúcar e nas gorduras do chocolate. “Alimentos com gorduras, açúcares e hidratos de carbono, como os chocolates ao leite e branco, têm alto índice glicêmico. Muitos estudos sugerem que a alta carga glicêmica na dieta habitual está envolvida com a ocorrência e gravidade da acne vulgar em pacientes predispostos, na medida em que favorece a hiperinsulinemia que, em consequência, influencia no crescimento epitelial folicular, na queratinização e, também, na secreção sebácea e desenvolvimento de acne. A gordura e o leite presente em chocolates podem colaborar também para o agravamento do quadro”, explica a médica.

Estudos realizados pela Universidade de Miller School of Medicine, em Miami (EUA), mostraram que as pessoas que comeram mais chocolate (branco e ao leite) tiveram aumento de acne e da inflamação na pele.

Chocolate amargo

chocolate amargo pixabay

Chocolates com mais de 50% de cacau e o padrão ouro (com mais de 70%) fornecem os benefícios antioxidantes dos flavonoides do cacau e podem ser ricos em vitamina C, vitamina E, cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio. “De forma geral, o chocolate amargo tende a ser uma boa opção – com menos quantidade de carboidratos e açúcar, pois ele ajuda a combater doenças cardiovasculares, tem ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, as versões deste chocolate com oleaginosas trazem mais benefícios e nutrientes, principalmente para pacientes com pele seca”, diz.

Mas atenção à dose: 30g ao dia é o recomendado – portanto um ovo de chocolate pode ser consumido, em média, em uma semana.

Chocolates não recomendáveis

ovo de pascoa

“O ideal é evitar os chocolates ao leite e branco, que possuem mais gordura e açúcar, ambos envolvidos com o processo de inflamação e aceleração do envelhecimento da pele”, explica. Pacientes de pele oleosa devem evitar esse tipo de chocolate principalmente se ele ainda tiver amendoim e castanhas, que trazem mais gorduras saturadas (e muitas vezes mais açúcar) para a pele e as glândulas serão as responsáveis por excretar este acúmulo de gordura.

“Além disso, sabemos que alimentos com alto índice glicêmico são mais inflamatórios levando ao estresse oxidativo e glicação”, finaliza a médica.

Fonte:  Claudia Marçal é dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School