Arquivo da categoria: animais

Finados: a partir de 2018, animais terão data própria para homenagens

Dia da Memória Pet foi aprovado pelo Governo de São Paulo

 
O Crematório Pet Memorial recebeu os tutores enlutados que perderam seus animais de estimação e querem homenagear sua memória. O assunto agora ganha cada vez mais importância com a aprovação, no último dia 17 de outubro, da lei que institui o Dia da Memória Pet, em São Paulo.

Primeiro e maior crematório de animais de estimação da América Latina, o Pet Memorial tem promovido a data todos os anos. “É um importante momento de conscientização sobre a importância dos animais de estimação em nossas vidas”, diz Evans Edelstein, diretor do Pet Memorial.

crematorio 3

Segundo Joelma Ruiz, psicóloga especialista em luto e consultora do Pet Memorial, a proposta é ajudar as pessoas a aprenderem a lidar com o luto, algo que ainda não é bem aceito quando se trata de animais. A programação inclui acompanhamento psicológico em terapia de grupo e visitas guiadas com as pessoas que quiserem prestar homenagens com flores, ascender velas ou fazer orações. O espaço conta também com capela ecumênica para receber os interessados.

crematorio 2

A dentista Andréa Cristina de Souza, juntamente com a mãe, Alice de Souza, foi até o Pet Memorial com a urna que guarda as cinzas de Dogde, para levar flores e velas na capela onde ocorreu a despedida do poodle, cremado em janeiro de 2016. aos 17 anos.

crematorio8.jpg

“Resolvemos cremá-lo e minha mãe guarda as cinzas em casa. Minha mãe que antes queria um enterro tradicional agora quer ser cremada, para que as cinzas dela se misturem com a dele e sejam jogadas no mar”, completa. “Eu e minha mãe também vamos na igreja São Franscico de Assis todos os últimos domingos do mês para rezar pelo nosso ‘cãopanheiro’. Todos os dias, às 18 horas, minha mãe reza por ele olhando para uma estrelinha que acreditamos ser ele olhando por nós aqui”, relembra com emoção.

Finados Pet

Além das homenagens no Dia de Finados, a partir do ano que vem os peludos terão uma data própria. No último dia 17 de outubro, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou a lei que institui o “Dia da Memória Pet”, no segundo domingo de setembro. O projeto é baseado no “Pet Memorial Day”, que já existe há mais de 40 anos nos EUA e na Europa. Em São Paulo, a data será comemorada anualmente no segundo domingo de setembro.

crematorio 6

A ideia é replicar aqui o que já é feito lá fora: visitas aos locais prediletos dos pets levando seus brinquedos, plantio de árvores e “scrapbooks” criados com fotos dos melhores momentos dos animais para divulgação nas redes sociais. Na data também são feitas visitas a ONGs, ações contra o abandono de animais e campanhas de adoção. “Promovendo melhores condições para outros animais, os tutores têm uma sensação de gratidão por terem feito algo por uma boa causa”, acredita Edelstein.

crematorio1

Segundo Joelma, a data é importante para reconhecer essa dor: “A ideia é ajudar a sociedade a validar esse sofrimento”, explica. “O luto pela perda de animais ainda não é reconhecida pela sociedade, porque a gente não tem regras e normas para esse sentimento. No mesmo dia em que a pessoa perde o animal ela precisa voltar para a sua rotina”, acrescenta.

A lei é de autoria do deputado Paulo Correa Jr, presidente do Partido Ecológico Nacional (PEN), e foi incluída no calendário oficial do Estado dada ao ‘tamanho da importância e da relevância que os animais de estimação têm, não só para as pessoas, mas para a economia. “Agora teremos uma data especial para lembrar os pets e celebrar a memória de seus animais queridos”, justifica.

crematorio 7

“A data pode fazer toda a diferença no processo de cura do luto. Ter uma data exclusiva para os animais pode facilitar o processo do luto, pois quando compartilhamos o sofrimento, temos mais condições de passar por esse processo”, finaliza Edelstein.

crematório4

Fonte: Pet Memorial

 

Anúncios

Como lidar com o estresse do pet com a chegada de outro animal

O ato de adoção requer coragem e exige atenção e carinho do tutor. No caso de uma família que já possui um pet, mas pensa em adotar um novo membro, é preciso tomar alguns cuidados. De acordo com o veterinário e fundador da Animal Place, Jorge Morais, toda mudança, estrutural ou principalmente com a presença de um novo animal, pode causar estresse. “Problemas psicológicos e, inclusive, alterações que causam baixa resistência, podem levar o pet a desenvolver alguma patologia”, explica.

Em felinos as alterações de humor são notadas com mais facilidade. “De modo geral, os gatos são territorialistas. Desta forma, a introdução de um novo membro à família deve ser feita de forma cautelosa”, orienta Morais.

cachorro e gato brincando

Além disso, reações de agressividade, mudança de comportamento, diminuição na ingestão de alimento, marcação excessiva de território e diminuição da ingestão de água são sintomas do ciúme animal.

O profissional ainda explica que, para evitar acidentes e até mesmo fatalidades, o ideal é observar e até separá-los quando o velho morador é maior, mais agressivo ou pode atacar o novo membro. E, para evitar atritos na adaptação do novo pet, a dica é que a inclusão seja feita de forma gradativa.

casal de gatos

“O monitoramento realizado por um especialista é necessário para que ele se sinta bem-vindo ao novo lar”, finaliza Morais.

Fonte: Animal Place

 

Veterinários, tutores e pets têm seus momentos eternizados em fotos

O afeto dos tutores com seus animais de estimação tem crescido cada vez mais, transformando a relação entre eles em pleno companheirismo, amizade e entrega incondicional de amor, sejam eles gato, cachorro, ave, roedor ou, até mesmo, equino.

Pensando em uma forma de eternizar todo esse carinho, a DrogaVET promove a ação Amor Animal, na qual seu fotógrafo percorre as unidades da rede, em diferentes regiões do Brasil, para acompanhar o dia a dia de seus clientes (tutores, veterinários e pets), fotografando-os nesses momentos de pura cumplicidade.

19429308_110971819526324_5299247185152442368_n

“As fotos estão sendo publicadas em nosso Instagram e Facebook e serão impressas e entregues aos participantes, assim conseguiremos tangibilizar todo o amor que eles sentem um pelo outro, transformando aquele momento e aquela história em uma lembrança para toda a vida”, pontua a sócia-fundadora da rede, Sandra Schuster.

Para a tutora da Bellinha, a médica veterinária Janaina Vida, as fotos representam um símbolo de toda a história que envolve dedicação, amor incondicional e muito zelo. “Eu tomo conta dela e ela de mim. Minha vida é muito melhor com a Bellinha”, pontua a veterinária da DrogaVET de Curitiba.

18948113_222158891634891_5124653186862284800_n

Ao todo o fotógrafo passou por seis cidades: Curitiba, Florianópolis, Indaiatuba, São Paulo, Salvador e Brasília, fotografando mais de 100 animais. “A expectativa é darmos continuidade à ação nos próximos meses, estreitando ainda mais nosso vínculo com nossos clientes de diferentes lugares do Brasil”, finaliza Sandra Schuster.

21820514_1163826027094896_2531942169418137600_n20686760_107677556591763_8206789424336338944_n

Néctar para beija-flor: fórmula líquida vem pronta para uso

Quem gosta de pássaros não mede esforços para agradar os bichinhos. Pensando em facilitar a vida de quem busca atrair beija-flores para o jardim, a Ipet, marca de snacks, molhos, rações úmidas e acessórios, acaba de lançar um Néctar para Beija-Flor.

HIMG15038-228x228

O grande diferencial do produto é que, diferentemente de todos os outros, ele é líquido e pronto para uso. “Até então, os néctares eram em pó, necessitando de uma correta manipulação para que erros na dosagem não comprometessem a saúde dos pássaros. Além da atenção necessária, havia muita reclamação quanto à bagunça que o preparo causava”, ressalta Lucas Marques, CEO do Grupo Ipet.

Outra vantagem é que o produto vai muito além da simples água com açúcar, mistura comum em muitos jardins. O Néctar para Beija-Flor Ipet é composto por água, sacarose, corante vermelho e aroma de frutas vermelhas, sendo muito mais saboroso. “Esse ingrediente é um grande atrativo para os pássaros”, argumenta.

beija-flor nicman pixabay3
Foto: Nicman/Pixabay

A durabilidade é de 30 dias após aberto em sua embalagem original. No bebedouro, o recomendável é que a troca seja feita a cada cinco dias. O preço sugerido varia de R$ 6,99 a R$ 7,99. O produto também pode ser adquirido pelo site Pet Virtual.

 

Outubro Rosa Animal alerta para o tumor mamário em cadelas e gatas

Campanha com ações gratuitas é promovida pela Associação Natureza em Forma

Outubro é o mês de conscientização do câncer de mama, um mal que pode atingir inclusive nossos animais de estimação. Por isso, é fundamental o trabalho de prevenção para cadelas e gatas. Com o intuito de informar os tutores sobre esses cuidados, a ONG de proteção animal Associação Natureza em Forma realizará no próximo domingo (29) o Outubro Rosa Animal, com aconselhamento sobre exames preventivos, triagem e encaminhamento de casos suspeitos para acompanhamento oncológico e outras orientações gratuitas.

divulgacao_naturezaemforma

Castração é a melhor prevenção

Entre as formas de prevenção de tumores mamários em fêmeas, a mais recomendada ainda é a castração. “A cirurgia de castração antes do primeiro cio é o melhor método preventivo para cadelas e gatas. O uso de anticoncepcionais não é indicado para essas espécies, pois pode favorecer o surgimento de tumores”, alerta Carolina Vieira, veterinária oncologista voluntária da ONG.

divulgacao_naturezaemforma_2

A Associação Natureza em Forma também conta com um centro cirúrgico solidário que, além de realizar cirurgias de castração, dá suporte ao tratamento oncológico veterinário.

outubro-rosa.jpg

Outubro Rosa Animal
Quando: 29 de outubro (domingo), das 12h às 18h
Local: Associação Natureza em Forma
Endereço: R. General Jardim, 234/240 – República – São Paulo/SP
Tel: (11) 3151-2536 / 3151-4885

 

Mobiliário artesanal com foco na saúde dos animais e no design dos produtos

Com base em estudos veterinários, marca oferece comedouros, bebedouros e cama que privilegiam a saúde dos animais e design dos produtos

A alimentação saudável de pets não depende somente da qualidade dos alimentos consumidos pelos animais, mas também do material e da dimensão dos comedouros. Foi com base nesse princípio e com pesquisas de estudos veterinários que a Fox in the Box desenvolveu uma linha inédita para Pets que incluem comedouros, bebedouros e camas.

Um dos principais produtos da Fox in The Box são os comedouros elevados, que são indicados por médicos veterinários por diversas razões: manutenção da postura saudável do pet, redução do ar ingerido, redução do estresse muscular do pescoço e das costas e ajuda na digestão. Animais idosos ou que tenham doenças como artrite, problemas de coluna e megaesôfago são bastante beneficiados pela mudança de postura ao utilizar um comedouro elevado.

comedouro

Os comedouros também são mais higiênicos, pois afastam a água e alimento do chão, reduzindo o contato com poeira e insetos. Evitam também que o animal brinque com a comida ou água, acabando com desperdício e sujeiras.Outro diferencial da marca está na gama de produtos utilizados. Os comedouros são constituídos por tigelas de vidro refratário, que são atóxicas e permitem melhor higienização. Elas também são a melhor opção para os tutores que oferecem alimentação natural para seus pets, pois podem ir ao micro-ondas.

comedouro1comedouro-wood-grande-comedouro

A Fox in the Box utiliza produtos nacionais que não contém produtos de origem animal na composição e oferece três dimensões que atendem a especificidade de cada animal. Os parceiros da empresa são constituídos por pequenos empreendedores.

cama-wire-pequena-azul-cama-para-gato

cama
Outro destaque da marca são as caminhas

“Partimos do conceito que os ambientes domésticos estão mais interconectados, fazendo com que os itens essenciais para nos bichinhos frequentemente estejam à vista em nossas casas, e que muitos dos produtos disponíveis no mercado não dialogam com o design e muito menos com a ergonomia”, explica Anna Paola, idealizadora e responsável pelas operações da Fox in the Box.

Onde Comprar- O principal canal de venda dos produtos do Fox in the Box é o site da marca. Os produtos também podem ser adquiridos na Elo7 .

Sobre a Fox in The Box

Lançada em 2017, a Fox in the Box é uma marca apaixonada pelos pets, com produtos que dialogam com a decoração e a funcionalidade dos lares, combinando estética e ergonomia para o dia a dia dos Pets. A empresa conta com perfis no Instagram e Facebook nos quais oferece informações de saúde e curiosidades sobre os animais.

 

 

Animais de estimação também têm osteoporose

Alimentação com níveis adequados de Vitamina D, cálcio e fósforo fazem a diferença para evitar o surgimento da doença

É comum surgir problemas ósseos em cães e gatos, seja pela idade do animal, pela má formação do esqueleto e, até mesmo, pela alimentação inadequada. A osteoporose é caracterizada pela incapacidade do tecido ósseo em absorver o cálcio.

De acordo com a Coordenadora de Comunicação Científica e médica veterinária da Equilíbrio, Bárbara Benitez, os animais maduros e que tiveram má alimentação quando filhotes são os mais propensos a apresentarem a doença.

“A osteoporose está presente principalmente nos animais idosos e que tiveram uma alimentação desfalcada de nutrientes, pois os ossos que não receberam a quantia correta de nutrientes vão ficando porosos, o que resulta em desgastes e fraturas espontâneas”, explica.

cachorro-idoso-2

A doença deve ser acompanhada pelo exame de Raio-X, no qual é possível verificar o grau e anormalidade da densidade óssea do animal. “O tratamento canino necessita ser diagnosticado o quanto antes para obter melhores resultados e evitar o agravamento do quadro, por isso a importância de procurar um médico veterinário assim que identificar alguma modificação na postura do animal ou na anatomia óssea”, acrescenta Bárbara.

As formas de tratamento variam muito, vão de suplementos vitamínicos à base de cálcio, fósforo e vitamina D, que promove a regulação destes minerais no organismo do animal, até compostos específicos para um determinado caso.

gato

“De forma geral, as doenças ósseas estão relacionadas ao desequilíbrio nas concentrações de cálcio, fósforo e vitamina D, e todos esses nutrientes podem ser encontrados em rações de qualidade com teores adequados de minerais, assim como a Equilíbrio Super Premium, que possui níveis adequados de cálcio e fósforo, e principalmente, níveis otimizados de vitamina D, que é um diferencial que a marca possui em sua composição”, finaliza a Coordenadora da Comunicação Científica.

Fonte: Equilíbrio

Coprofagia: como resolver o problema de cães que comem fezes?

O médico veterinário da Naturalis e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado, responde às dúvidas mais frequentes dos tutores, sobre o assunto:

Meu cachorro come cocô. E agora?

“A coprofagia, ou o ato de comer fezes, é mais comum do que a maioria dos tutores imagina. Esse hábito pode estar ligado a problemas pancreáticos, superalimentação (quando o animal é alimentado apenas uma vez ao dia com grande quantidade de ração), baixos níveis proteicos, ocorrência de vermes, ou alimentação insuficiente (fome) e, principalmente, tem um forte laço comportamental. Cães estressados, ansiosos, entediados, confinados em lugares fechados e que querem chamar atenção de seu tutor, podem desenvolver esse distúrbio ao longo do tempo”.

Qual a solução?

Para a solução desse problema, nem sempre são recomendados medicamentos. “Apenas uma mudança de comportamento é suficiente, por isso é importante buscar o médico veterinário de sua confiança, ele indicará o melhor tratamento”.

coprofagia cachorro filhote.jpg

Fezes amolecidas ou gelatinosas

Fezes pastosas não são causadas apenas pela alimentação, então é importante entender exatamente o que está acontecendo. Confira as dicas do veterinário:

–Verifique se a quantidade diária fornecida não está em excesso. A superalimentação também pode provocar fezes amolecidas e até diarreia;
–Descarte a possibilidade de verminoses e protozoários, como a giárdia;
–Veja se o pet está consumindo ou consumiu plantas com potencial tóxico, como o bico-de-papagaio;
–Também saiba se houve troca brusca de ração, de alimento de filhote para adulto, por exemplo, ou troca de marcas. Recomendo a troca gradual de 7 dias: no primeiro e segundo deve incluir 25% da nova ração e 75% do alimento antigo; no terceiro e quarto dia 50% de cada. No quinto e sexto dia 75% do novo alimento e 25% do antigo. No sétimo dia 100% do alimento novo.
–Intestino sensível ou intolerância: pode ser que o cãozinho tenha intestino sensível a uma determina fonte proteica ou até seja intolerante à proteína animal. No caso de sensibilidade, geralmente um alimento com uma proteína diferente da qual o animal está habituado ajuda a amenizar o problema. Mas, em casos mais graves de intolerância, é necessário oferecer alimento elaborados com proteína de soja, que tem baixo teor alergênico.

Fonte: Naturalis

Moda Pet: saiba como embelezar e proteger seus pets contra pulgas e insetos

Que tal deixar seu pet cheio de bossa e estilo para a primavera&verão e ainda por cima reforçar a proteção do queridinho contra pulgas e carrapatos?

A novidade vem da industria brasileira Aya Tech, que acaba de lançar bandanas de diferentes cores, tamanhos e estampas produzidas com tecidos tecnologicamente tratados para repelir insetos causadores de doenças como leishmaniose, calazar, filariose e doença de chagas, entre outras.

“São tecidos inteligentes, antialérgicos e totalmente sem cheiro“, diz Fernanda Checchinato, CEO da Aya Tech. As bandanas são 100% eco-friendly, não prejudicam o meio ambiente e o ser humano, inclusive crianças e bebês, mas certamente darão um chega pra lá em pulgas, carrapatos, baratas, formigas, vespas, abelhas e moscas que incomodam e ameaçam a saúde dos animais. “É a tendência primavera&verão mais bacana e fashion deste ano em Moda Pet com foco em proteção e beleza”, diz Fernanda.

gato com bandana

As bandanas podem ser usadas em cães, gatos, furões, hamsters, cavalos, pôneis e até mesmo em animais mais exóticos como chinchilas, cacatuas, iguanas e mini pigs, entre muitos outros.

gato com banadana 2

O fator biorepelente dura até70 lavagens, mas é possível dar uma turbinada com o spray biorepelente Protec, da mesma fabricante, que pode ser borrifado sobre o tecido depois de algumas lavagens, aumentando a durabilidade do produto. O pet vai ficar lindo e livre de doencas causadas por mosquitos e insetos.gato com bandana3

As bandanas pet fashion Aya Tech estão disponíveis no e-commerce da empresa, em . O preço, a partir de R$ 50 a unidade, varia de acordo com o tamanho. A Aya Tech entrega em todo o Brasil.

 

Zona Sul de São Paulo terá Centro de Controle Populacional Animal

Atendimento será gratuito e exclusivo para a esterilização de cães e gatos com tutores residentes no município

O prefeito João Doria anunciou no fim de setembro uma nova parceria com a Associação Ampara Animal para a criação de um Centro de Controle Populacional Animal que será construído em um terreno na Avenida Professor Vicente Rao, na Zona Sul. O local terá capacidade para a realização mensal de aproximadamente 1.000 cirurgias de castração.

O atendimento prestado será gratuito e exclusivo para o controle da superpopulação de cães e gatos no município, atendendo uma das demandas mais solicitadas pelos defensores da causa animal e evitando problemas de saúde pública.

O Centro de Controle Populacional Animal funcionará em um terreno que será cedido, em comodato, pela Prefeitura. A parceria, viabilizada pela Secretaria Especial de Investimento Social, prevê que a Ampara Animal garanta toda a infraestrutura necessária para a realização das ações de esterilização cirúrgica de cães e gatos. O centro está sendo concebido por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada como a Evet, que doará equipamentos, e a Gh23, que doou as obras. A manutenção será feita com o patrocínio de empresas parceiras da Ampara Animal.

Os atendimentos acontecerão seis dias por semana e serão feitos com hora marcada, na própria unidade. O centro contará com recepção, sala de triagem, centro cirúrgico, salas de pré, pós-operatório e de esterilização, além de vagas para estacionamento.

veterinarian dogs

Todos os trabalhos desenvolvidos no local irão atender as exigências da resolução 2579, de outubro de 2016, do Conselho Regional de Medicina Veterinária, que normatiza os procedimentos de contracepção de cães e gatos em mutirões de esterilização no Estado de São Paulo.

Esta é a segunda parceria que o município faz com a Ampara Animal, por meio da Secretaria Especial de Investimento Social. Desde a última semana, a associação disponibilizou uma unidade móvel que está realizando procedimentos de castração em animais de pessoas de baixa renda ou que se encontram em situação de rua. Na unidade, já foram realizados cerca de 420 procedimentos. O prefeito João Doria ressalta a importância de parcerias com as empresas e organizações e se coloca à disposição de outros representantes da iniciativa privada que desejarem contribuir com a cidade.

O centro prestará atendimento exclusivo para os casos de castração. Os proprietários de cães e gatos que necessitarem de atendimentos de urgência e emergência poderão se dirigir aos hospitais públicos veterinários localizados nas regiões Leste e Norte da cidade, que funcionam de segunda a sexta-feira com distribuição das senhas para atendimento entre 6h e 10h.

Fonte: Ampara