Arquivo da categoria: animais

Crescer com animais pode tornar uma pessoa mais resiliente quando adulta

Uma educação rural com muito contato com animais pode garantir o sistema imunológico e a resiliência mental ao estresse de forma mais eficaz do que a criação em uma cidade e sem animais de estimação.

Essa foi a conclusão de uma pesquisa liderada por profissionais da Universidade de Ulm na Alemanha e agora publicada na revista PNAS. Esse estudo não é de forma alguma o primeiro a propor que crescer em ambientes urbanos sem diversidade de micróbios pode prejudicar a saúde física.

A esse respeito, acrescenta-se à crescente evidência em apoio às teorias que se desenvolveram a partir da “hipótese da higiene”. Porém, o estudo é o primeiro a sugerir que um risco maior de transtornos psiquiátricos – provavelmente devido a uma “resposta imunológica exagerada” – pode ser outra consequência inesperada do crescimento em um ambiente com menos oportunidades de interagir com uma variedade de micróbios.

“Já foi muito bem documentado”, diz Christopher A. Lowry, coautor do estudo, professor de fisiologia integrativa na Universidade do Colorado em Boulder, que “a exposição a animais e ambientes rurais durante o desenvolvimento físico é benéfica em termos de redução de riscos de asma e alergias mais tarde na vida “.

No entanto, ele acrescenta que seu estudo também “avança a conversa mostrando pela primeira vez em humanos que essas mesmas exposições provavelmente são importantes também para a saúde mental”.

Perdendo contato com micróbios coevoluídos

quarto hotel poluição cama computador

A existência humana está se tornando cada vez mais urbanizada. Em 1950, apenas um terço da população mundial vivia nas cidades. Em 2014, esse número subiu para 54% e deverá aumentar para 66% até 2050.

A ideia de que o aumento da urbanização e as mudanças no estilo de vida que o acompanham pode aumentar o risco de certas doenças, devido à redução da interação com uma variedade de micróbios, decorre da hipótese da higiene.

A teoria tem suas raízes em uma pesquisa de 30 anos que sugere que uma taxa mais baixa de infecção entre crianças pequenas foi o motivo pelo qual as taxas de asma e doenças relacionadas à alergia aumentaram no século XX. No entanto, tornou-se evidente que a interação com os micróbios ultrapassa esse escopo original, e até mesmo foi sugerido que o termo hipótese de higiene é um equívoco e deve ser abandonado.

Em seu estudo, o autor sênior Stefan O. Reber, professor de psicossomática molecular na Universidade de Ulm, e sua equipe usam o termo “velhos amigos” para se referir aos micróbios que coevoluíram com os humanos.

Lowry e colegas discutiram anteriormente como “a perda progressiva do contato com organismos com os quais coevoluímos” pode ser a culpado por “grande parte do fracasso da regulação de respostas imunes inflamatórias inapropriadas” visto em muitos habitantes urbanos modernos e habitantes de nações mais ricas.

Estudo testou homens com vários níveis de educação

cachorro homem beagle

O novo estudo investiga ainda mais esse elo comparando as respostas relacionadas ao estresse em adultos jovens que foram criados em ambientes rurais, onde tiveram muito contato com animais com pessoas criadas em áreas urbanas “na ausência de animais de estimação”.

Os investigadores inscreveram 40 voluntários masculinos saudáveis com idades entre 20 e 40 anos residentes na Alemanha. Metade tinha sido criada em fazendas onde eles frequentemente lidavam com animais, e a outra metade tinha sido criada em ambientes urbanos sem animais de estimação.

Para criar a condição de estresse, todos os participantes completaram duas tarefas. Na primeira, fizeram uma apresentação para uma audiência que não mostrou reação, e então, eles tiveram que resolver um problema de matemática difícil sob pressão de tempo. Os voluntários deram amostras de sangue e saliva 5 minutos antes do teste, e novamente 15, 60, 90 e 120 minutos depois.

“Resposta imunitária exagerada”

Os resultados mostraram que os homens jovens criados em cidades sem animais de estimação tiveram um “aumento pronunciado” nos níveis de “células mononucleares do sangue periférico”. Essas células formam uma grande parte do sistema imunológico.

Enquanto isso, membros do grupo educados na cidade também tiveram níveis mais altos de interleucina 6 e níveis “suprimidos” de interleucina 10. A interleucina 6 é um composto que promove a inflamação, enquanto a interleucina 10 é um composto que reduz a inflamação.

Lowry diz que esses resultados mostraram que “as pessoas que cresceram em um ambiente urbano tiveram uma indução muito exagerada da resposta imune inflamatória ao estressor, o que persistiu durante o período de duas horas”.

O que surpreendeu os pesquisadores foi que, embora seus corpos parecessem ter uma resposta mais sensível ao estresse, os homens criados em cidades e sem animal de estimação relataram sentimentos mais baixos de estresse do que seus colegas que foram criados em fazendas.

Lowry compara a “reação inflamatória exagerada” dos homens criados na cidade a “um gigante adormecido que eles desconhecem completamente”.

Contato com animais pode ser fator chave

homem brincando com gato

Ao discutir suas descobertas, os autores mencionaram pesquisas anteriores que mostraram que a forma como nosso sistema imunológico responde ao estresse é moldada na infância por nossas interações com os micróbios.

Outros estudos sugeriram que uma resposta amplificada à inflamação está ligada a uma taxa mais alta de transtorno de estresse pós-traumático e depressão mais tarde. Eles também discutem como a presença ou a ausência de animais pode ser um fator importante nos resultados.

Eles observam como outros pesquisadores descobriram que “agricultura altamente industrializada com baixo contato com animais de fazenda” está mais ligada a condições relacionadas à desregulação imunológica – como asma e alergias – do que “agricultura tradicional com contato regular com animais de fazenda”.

Isso sugeriria, eles explicam, que o “efeito protetor” – de uma educação rural com animais em comparação a uma criação na cidade sem animais – venha mais provavelmente  do contato com animais do que a diferença entre os estilos de vida rural e urbana.

‘Tenha um animal de estimação e passe um tempo na natureza’

homem e cachorro docg
Foto: Docg

Os pesquisadores agora querem repetir o estudo com grupos maiores – tanto homens quanto mulheres – e com educação mais variada, a fim de desvendar os efeitos do contato com animais e do grau de urbanização.

Eles também reconhecem que o estudo não levou em conta outros fatores que podem afetar a exposição infantil à variedade de micróbios. Esses incluem, por exemplo, o tipo de parto ao nascer, a amamentação em comparação com a alimentação de outra forma, o uso de antibióticos e dietas.

Enquanto isso, os pesquisadores sugerem que os moradores da cidade se tornem um “animal de estimação peludo”, passem um tempo na natureza e comam alimentos que são “ricos em bactérias saudáveis”. Além de adotarem um animal de estimação.

“Muitas pesquisas ainda precisam ser feitas. Mas parece que gastar o máximo de tempo possível, de preferência durante a educação, em ambientes que oferecem uma ampla gama de exposições microbianas, tem muitos efeitos benéficos” afirmou o professor Stefan O. Reber.

Fonte: MedicalNewsToday

Anúncios

Bazar Solidário “Eu e Você em Prol dos Pets” em Santos

O Bazar Solidário “Eu e Você em Prol dos Pets” está sendo organizado por um grupo de voluntários que amam animais e que estão reunidos em prol dos bichinhos que precisam de ajuda.

E para que esta ação seja sucesso, o grupo precisa de ajuda. Até 30 de novembro, serão espalhados pelas cidades de Guarujá, Santos, São Vicente e Praia Grande alguns pontos de arrecadação, onde os interessados podem fazer doação de itens como: roupinhas pets, acessórios em geral, caminha, colchonetes, brinquedos, claro que os itens devem estar em bom estado.

Tudo que for arrecadado, estando em perfeito estado, estará a venda no “Bazar Solidário” no dia 9 de dezembro, a preços simbólicos. E todo o dinheiro arrecadado será revertido para as necessidades da ONG DVA.

No dia do evento, além do bazar, haverá outras atividades.

Bazar Solidário “Eu e Você em Prol dos Pets”
Dia: 9 de dezembro
Horário: das 10 às 18horas
Endereço: Av. Gen. San Martin, 106A – Ponta da Praia – Santos

LOGO BAZAR SOLIDARIO FUNDO TRANS

Pontos de Arrecadação:

Santos
Leal Pet Grooming – Av. Dr. Moura Ribeiro, 158 – Marapé
Leal Pet Grooming – Av. Mal. Floriano Peixoto, 246 – José Menino
Petit Bem Estar Animal – R. Dr. Estácio Corrêa, 55 – Boqueirão
Clínica Veterinária Anacarol – R. Gov. Pedro de Toledo, 84 – Boqueirão
Empório Animal – Av. Siqueira Campos, 630 – Boqueirão
My Pets Brasil – Av Afonso Pena, 161 – Macuco
Japim – Rua Oswaldo Cochrane, 135 – Embaré
Pet Shop Molecão – R. Ricardo Pinto, 89 – Aparecida
Empório Animal – Av. Prof. Aristóteles Menezes, 22
Clinica Veterinária e Pet Shop Ana Carol – Av. Dino Bueno, 71 – Ponta da Praia
Chapelier Bistrô – Av. Gen. San Martin, 106a – Ponta da Praia

Praia Grande
Pet Minas – R. Emancipador Paulo Fefin, 798 – Boqueirão

São Vicente
Pet Star – R. Freitas Guimarães, 368 – Itararé

Suvinil e Elephant Parade levam elefantes para as ruas do Rio de Janeiro

Exposição chama atenção para risco de extinção dos elefantes.

Depois de passar por 26 cidades em 17 países, a Elephant Parade chegou às ruas da cidade do Rio de Janeiro ontem (1º/11). Com 66 estátuas customizadas por grandes artistas nacionais, esta será uma das maiores exposições de arte ao ar livre da história da cidade.

As esculturas, no tamanho real de um bebê elefante, ao final da exposição serão leiloadas e parte da quantia arrecadada será destinada a filantropia local, projetos de preservação dos elefantes e aos artistas participantes.

A participação da Suvinil na Elephant Parade faz parte do projeto Suvinil Além da Cor, que tem como objetivo apoiar iniciativas que tragam benefícios à sociedade, transformando por meio das cores a vida das pessoas que possuem uma relação com um espaço ou bem público.

“Por meio do projeto Suvinil Além da Cor, damos cor e vida ao transformar a relação das pessoas com diferentes ambientes, seja investindo em um museu, colorindo os muros das casas de uma comunidade, ou chamando a atenção das pessoas para uma causa social, como a da Elephant Parade”, comenta Rafael Conejo, gerente de Comunicação e Marca da Suvinil.

Entre as 66 estátuas que colorirão os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, oito são uma homenagem da Suvinil para a cidade maravilhosa. As obras Elephant in WonderLand (Rogério Fernandes), Que seja doce (Érica Morais), Steampunk (Ricardo Dantas), Fantástico (Renan Cristian), Suhki (Babi Wrobel), Jasmim Manga (Flow), Ô abre alas, que eu quero brincar (Levi Cintra) e Tributo a Van Gogh (Dionéia Israel Fraga), poderão ser visitadas nas seguintes localidades:

• Bondinho Pão de Açúcar – Av. Pasteur, 520 – Urca
• Av. Vieira Souto X Esquina com Farm de Amoedo – Ipanema
• BarraShopping – Av. das Américas , 4.666 – Barra da Tijuca
• Yndu Lounge – Av. do Pepê, s/nº – Barra da Tijuca
• Av. Atlântica, 1702 – próximo ao Belmond Copacabana Palace – Copacabana
• Praça Jornalista Mario Filho, s/nº (esquina com Rua Olegário Maciel) – Barra da Tijuca
• Praça Mauá nº1 – próximo ao AcquaRio – Centro
• Av. Lúcio Costa, nº 6849 (próximo ao Apha Barra) – Barra da Tijuca

elefante suvinil 4elefante suvinil 2

Cada uma delas conta uma história e retrata uma realidade. Pintadas por artistas convidados pela Suvinil, os elefantes estarão nas ruas até o dia 29 de novembro.

As outras obras estarão nos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro como o Pão de Açúcar, as Orlas da Zona Sul e Barra da Tijuca, o Centro Histórico, a Praça Mauá, o Parque Laje e o Jardim Botânico.

Elephant Parade
Data: de 1º a 29 de novembro
Acesse o site e descubra o mapa da manada

elefante suvinil 3elefante suvinil 1

Conheça a plataforma on-line com todo o histórico de intervenções promovidas pelo Suvinil: Além da Cor.

Saiba como adaptar os pets ao horário de verão e à próxima estação

Sonolência e alteração de apetite são alguns dos efeitos da mudança nos bichinhos

Com a entrada do horário de verão, o nosso organismo demora um pouco para se adaptar. Isso ocorre porque uma hora da nossa rotina é ‘deslocada’ e o relógio biológico natural se ajusta de acordo com as atividades cotidianas e, principalmente, com a luz do dia. Essa mudança também pode afetar os bichinhos de estimação.

“Eles estão acostumados a ter uma rotina e a alteração do horário é algo que precisam se adaptar. Como consequências, os pets podem se sentir mais sonolentos e com alteração nos horários de se alimentar”, explica a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica de clínicas da Petz.

Treino

A02JAA Man walking dog

Uma dica para ajudar na adaptação é fazer um ‘treinamento’ antes da mudança. Por exemplo, comece a passear e a alimentá-los fora dos horários sempre estipulados, evitando assim a alteração no comportamento e latidos excessivos. Outra orientação é distribuir os bebedouros pela casa e renovar sempre a água, pois eles podem ficar mais preguiçosos, procurando lugares mais frescos para se abrigarem.

Calor

gato bebendo água 2

Como ocorre o aumento da temperatura nessa época, é importante deixá-los hidratados, protegidos da radiação, de queimaduras, de pulgas e de carrapatos. “As pessoas devem ficar atentas se o pet está se alimentando normalmente, se está ingerindo água, se a urina e as fezes estão normais. Os animais desidratam pelo calor excessivo, então a ingestão de água e a alimentação são muito importantes”, orienta a  Karina.

Outro cuidado é com o ar-condicionado e ventilador, pois o uso abusivo pode levar a problemas respiratórios, tosse e gripe. Observar padrão respiratório e se está apresentando cansaço fácil. Qualquer dúvida, procure o veterinário.

Prepara-se para o verão

cachorro antipulga

1 – Intensifique os cuidados contra picadas de insetos, pulgas e carrapatos, pois as temperaturas altas formam um ambiente ideal para a proliferação deles.

2 – Foque na hidratação, deixando a água sempre fresca e disponível. Nos passeios, leve cantil ou use os bebedouros de parques e lojas mais vezes.

3 – Evite passear e atividades físicas em horários mais quentes, das 10h às 16h, quando o asfalto pode causar queimaduras nos coxins, as “almofadinhas” das patinhas dos pets.

4 – Durante as caminhadas, faça pausas em local fresco para oferecer água e borrifar um pouco dela pelo corpo do pet.

cachorro viagem carro porta malas

5 – No passeio de carro, mantenha a ventilação e, em caso de viagens longas, faça paradas para o pet se refrescar.

6 – Use filtro solar específico para pets no focinho, extremidades das orelhas e barriga para evitar câncer de pele.

7 – Para os pets que ficam em quintal ou varanda, é importante manter um local fresco, com sombra, para que possam se proteger do calor e das chuvas de verão.

gato veterinario pixabay
Foto: Pixabay

8 – Para aqueles que vão ao litoral ou que moram em cidades que têm praia, é preciso prevenir contra a dirofilariose. Procure o veterinário para indicação de vacina ou uso de vermífugo para prevenção.

9 – Carteira de vacinação deve estar em dia, pois há mais contato entre os pets, eles saem mais para passear, além da temporada de chuvas, que pode trazer risco de leptospirose.

Fonte: Petz

Purina Parade celebra Halloween no Parque Villa Lobos

Evento gratuito terá atividades para toda família e faz parte do #MelhorJuntos, série de iniciativas da marca da Nestlé, e que reforça seu posicionamento de convivência entre humanos e pets em espaços públicos

Nestlé Purina, em parceria com a Bayer e a Petz, promove Purina Parade, uma grande celebração para toda família e seus pets, em comemoração ao Halloween. O evento ocorrerá no domingo, dia 4 de novembro, no parque Villa Lobos, em São Paulo.

A Purina Parade faz parte do movimento #MelhorJuntos, que busca estimular a aceitação de animais em espaços públicos, fomentando a ocupação urbana por mais este membro da família.

Alinhado ao propósito da marca-mãe, Nestlé, de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável, Nestlé Purina organizou um sábado repleto de atividades, para adultos, pets e crianças no Parque Villa Lobos.

PURINA-126

Entre as atrações, podemos destacar a Cãominhada de cerca de 1 km relacionada ao tema do evento, para toda a família, e as três fantasias mais criativas de pets e as três mais criativas de crianças serão premiadas. Para cuidados dos pets, haverá espaço para adestramento de cães e “salão de beleza”. Além disso, as pessoas poderão se exercitar também com seus pets por meio da aula de yoga gratuita.

Quem ainda não tem seu bichinho de estimação, poderá adotar cães ou gatos na Feira de Adoção da Aila (Aliança Internacional do Animal). As famílias que levarem um melhor amigo para casa ganharão um kit especial de boas-vindas de DogChow ou CatChow. Todos também poderão assistir às apresentações de agility que ocorrerão ao longo do dia.

“Esse evento reforça nosso propósito como marca dentro do movimento #MelhorJuntos: estimular a aceitação de animais de estimação em espaços públicos por mais esse membro da família. Um momento para descontração, consciência social e integração entre todos que gostam de seus animaizinhos, e compartilham desse sentimento”, reforça Karin Ogane, Gerente de Marketing de Purina.

O movimento #MelhorJuntos já contou com uma série de iniciativas para promover a convivência de pessoas e seus animais fora de casa. Desde o começo do ano, o projeto contou com o Cine Pet, uma sessão de cinema que pets e seus donos puderam aproveitar juntos; a Festa Cãopira, uma festa “julina” preparada especialmente para os peludos, e o Brunch Pet Friendly, que comemorou o início da primavera nos jardins da sede da Nestlé, em São Paulo.

Para comemorar o Dia Internacional dos Animais, 4 de outubro, Purina promoveu uma campanha online em que, a cada cinco fotos de um pet postadas utilizando a #MelhorJuntos, 1kg de ração foi doado para a ONG Aliança Internacional do Animal. Com esta ação, foram arrecadados cerca de 1.000 kg de ração.

Além disso, a marca também promoveu o Pets at Work, em setembro, data em que os colaboradores da Nestlé foram convidados a levar seus bichos de estimação para passar o dia na empresa. Cerca de 100 animais compareceram, tornando o dia festivo e reforçando a convivência agradável entre animais e humanos, mesmo no ambiente de trabalho. Ainda ajudamos a reforçar e conscientizar aos donos de pets a importância da doação de sangue, já que a Sanimvet esteve presente com a unidade móvel de coleta de sangue veterinário.

As ações do movimento #MelhorJuntos também incluem o apoio ao Guia Pet Friendly, escrito por Cris Berger, em que é possível encontrar os estabelecimentos paulistanos, como bares e restaurantes, onde os peludos são bem-vindos, atualizado mês a mês.

PURINA-93

Programação Completa:
• Feira de adoção de cães e gatos: cães e gatos (inclusive adaptados) estarão disponíveis para adoção no espaço da Aila (Aliança Internacional do Animal). As famílias que levarem um melhor amigo para casa ganharão um kit especial de boas-vindas de DogChow ou CatChow. A Sanimvet também estará presente durante todo evento com a unidade de coleta de sangue móvel de Pets – 9h às 13h.
• Aula de Yoga – Gratuita: Teremos aula de Yoga para o público presente que quiser participar. Animais especiais que participarem das aulas concorrerão a sessões de Reik e Acupuntura na Casa do Equilíbrio Pet. 11h30.
• Agility e Equipe de adestramento Pet – gratuito: A Bayer estará presente com show de agility das 9h às 9h40. A Pet Maníacos também estará na festa com agility e dicas de adestramento e comportamento para cães e gatos. 9h às 13h.
• Degustação para os Pets de Dog Chow Biscoitos, Dentalife e Doguitos – gratuita: haverá uma mesa com petiscos para os pets se deliciarem em nossa Parade. Enquanto durar os estoques.
• Pet Groomer (Petz) – gratuito: A Petz estará oferecendo corte de unha e limpeza de orelha, além de acessórios para que todos os cãezinhos estejam no clima de Halloween quando começar a cãominhada. 9h às 13h.
• Cãominhada pet – gratuita: Daremos a largada as 10h00 horas para a nossa cãominhada com pets e crianças fantasiados com o tema de Halloween. Cerca de 1000 kits especiais serão distribuídos aos participantes da Cãominhada contendo: Nescau® Prontinho, Farinha Láctea, Cremes Especiais de Maggi e sachês de ração úmida Dog Chow®. Após a cãominhada.
• Concurso de fantasias: Nossos jurados escolherão as 3 melhores fantasias de crianças e as 3 melhores fantasias de Pets para levarem um prêmio especial de Nestlé Purina®. Também com apoio da Purina, os parceiros Bayer e a Petz promoverão uma campanha de integração e inclusão no universo pet com uma premiação diferenciada aos pets adaptados que se destacarem no evento. Após a cãominhada.
• Food truck Nescafé: Nosso parceiro oferecerá opções de alimentos e bebidas para as pessoas. 9h às 13h.
• Maggi-gratuita: oferecerá degustação ao público de sua Pipoca especial com NatuSabor. 9h às 13h
• Pureza Vital- gratuita: Nestlé Purina oferecerá água gratuita ao público presente. 9h às 13h.

CONVITE PURINA 4_11.png

Serviço
Local: Próximo a área canina e ao orquidário do Parque Villa Lobos, em São Paulo
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001, Alto de Pinheiros, São Paulo.
Para quem for de carro, o estacionamento mais próximo é no Av. Queiroz Filho, 1365 – Vila Hamburguesa
Data: domingo, 4 de novembro
Horário: 9h às 13h
Investimento: gratuito

Fonte: Nestlé Purina

Startup lança plataforma para mercado pet com serviços disponíveis 24 horas

Há apenas dois anos no mercado e 200 mil de investimentos, Qualvet já tem cerca de 1.500 prestadores de serviços para aproximadamente 10.000 usuários na plataforma

O Brasil é o segundo país no mundo em quantidade de animais de estimação. Portanto, nada mais justo do que facilitar a vida dos tutores e fazer com que os pets tenham um tratamento de primeira linha. Foi por isso que a startup Qualvet resolveu inovar e lançou, há dois anos, um marketplace completo de serviços do mercado pet. Os clientes podem encontrar, no site e no aplicativo, informações sobre diversas atividades direcionadas aos cuidados com os animais de estimação.

Na plataforma estão cadastrados pet shops, cuidadores de animais e veterinários, além de serviços como banho e tosa, dog walker, pet sitter, pet hotel e pet táxi, com disponibilidade 24h. Disponível gratuitamente, o app tem versões para Android e iOS e permite várias ações. Uma delas é filtrar os serviços por preços (que variam de R$ 0,00 a R$ 1.000,00), disponibilidade (muitos serviços funcionam 24h), condições de atendimento local e a domicilio, além da localização exata do prestador no Google Maps.

Os usuários também podem inserir dados sobre o seu animal como nome, data de nascimento, pelagem, temperamento, peso, tamanho e sexo e número de microchip. Além disso, podem verificar como os profissionais são avaliados por outros clientes, marcar as consultas e agendar os serviços, e pagar pelas atividades por meio de cartão de débito ou de crédito diretamente no aplicativo.

Os clientes visualizam, na plataforma, o histórico de consultas agendadas, canceladas e concluídas do prestador de serviço. Eles ainda podem favoritar os estabelecimentos ou profissionais, o que facilita a próxima consulta.

WhatsApp Image 2018-10-16 at 07 24 00

Facilidade

Na avaliação dos fundadores da startup, Mário Oliveira e Felipe Rosas, a plataforma se destaca por valorizar empresas e profissionais do setor pet que atuam de maneira séria e ética, facilitando assim o contato das empresas com novos clientes. A ideia de lançar esse serviço surgiu no começo de 2016 por causa de um problema pessoal.

“Certa vez minha gata passou mal de madrugada e tive bastante dificuldade em encontrar veterinários com atendimento 24h. A partir daí, surgiu a ideia de criar um aplicativo onde as pessoas pudessem ter diversos serviços com facilidade e seriedade. Principalmente porque estamos no segundo maior país do mundo em população de cães e gatos”, relata Mário Oliveira, CEO da Qualvet.

Lançada em 2016, a Qualvet tem cerca de 1.500 prestadores de serviços para, aproximadamente, 10.000 usuários, e está presente no Rio de Janeiro, em São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Ceará, Brasília e Rio Grande do Sul. Em 2019, o objetivo é ter 18 mil prestadores de serviços, 50 mil usuários e estar ativa em quase todos os estados do Brasil.

De acordo com as avaliações dos clientes, o prestador de serviço pode ganhar mais credibilidade para ser escolhido pelo usuário que procura o seu serviço nas buscas da plataforma.

WhatsApp Image 2018-10-16 at 07 24 01 (1)

“Também damos a opção de o prestador de serviço pagar uma taxa mensal de R$ 39,90, que é um pouco maior que a convencional, de R$ 2,50 por transação, e ficar em destaque nas buscas. A nossa meta é de, em 2019, cadastrar 18 mil estabelecimentos, ter 50 mil usuários, obter 30 mil downloads do aplicativo e fazer 35 mil transações mensais. Considero isso viável, porque as empresas e os donos dos pets avaliam muito bem os nossos serviços”, afirma Oliveira.

Informações: Qualvet

 

Empresa cria primeiro banheiro inteligente para pets

Weasy é o primeiro banheiro inteligente para pets, desenvolvido para o bem-estar do meio ambiente, do animal e de seus tutores. Criado pelos empreendedores Fabio Carvalho e Lara Lorga em 2016, Weasy desponta no cenário nacional como a solução definitiva, inteligente, ecológica e higiênica para as os dejetos do animal.

Uma ideia simples e eficiente: Weasy é composto por uma bandeja feita com material 100% reciclado, que conduz a urina até o cano de escoamento conectado a um ralo de esgoto. Sob a bandeja, um tapete de borracha elevado, fácil de limpar, que não absorve cheiro e nem gera lixo.

Weasy é ideal para todos os tamanhos de cães, desde os minis até os gigantes, independentemente da idade.

weasy banheiro
O produto

Weasy, no modelo básico, é composto por uma bandeja de plástico com inclinação central, apoiada no chão pelas laterais, por uma borracha antiderrapante para melhor aderência. O escoamento do xixi e da água é feito por uma mangueira ligada a um ralo, sendo descartados na rede de esgoto. Para a limpeza do produto, nesta versão, basta despejar dois copos d’água, diariamente, para fazer a descarga.

No modelo especial, existe uma entrada de água, que pode ser ligada à uma torneira comum de tanque. Nesta versão, o Weasy possui um sistema de irrigação pelas laterais, que libera a água quando a torneira for acionada, para a higienização do produto.

O plástico utilizado para confecção do Weasy é de alta qualidade, superdenso e com tratamento UV, o que possibilita o seu uso em áreas externas e aumenta sua longevidade.

Caso o animal faça xixi em pé, existe a possibilidade de anexar uma parede lateral no Weasy, que direcionará o escoo para a bandeja principal, deixando assim o ambiente mais higiênico.

São quatro tamanhos de Weasy: Mini, P, M ou G, todos com escoamento, com opção de entrada de água ou sem, com a parede ou sem, em duas cores de bandeja: nanquim ou branco. Para quem gosta de um produto exclusivo, as bandejas do Weasy podem ser customizadas com caneta Posca.

weasy-068

Sob a bandeja é instalado o tapete em borracha modular que evita o contato do xixi com o animal. São seis opções de cores de tapetes: cinza, preto, rosa, azul, amarelo e vermelho. Todos os itens que compõe o Weasy, ou completares para sua instalação, podem ser comprados a parte e/ou para substituições necessárias.

Informações: Weasy

 

Câncer em pets: como prevenir e tratar

Nos meses de outubro e novembro há uma intensa mobilização da sociedade na luta contra o câncer. Mas a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce não vale apenas para os seres humanos. O câncer exige atenção e cuidados especiais também com os pets.

As neoplasias estão entre as principais causas de morte de animais domésticos. Dentre os tumores mais frequentes atualmente estão os de glândula mamária, os de pele e os relacionados com o sistema hematopoiético (ligados ao sistema imunológico), conforme explica o médico-veterinário oncologista Dr. Rodrigo Ubukata, membro do Grupo de Trabalho em Quimioterapia Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP).

Além de fatores genéticos e moleculares, o ambiente no qual o animal está inserido, o contato com substâncias tóxicas, as alterações do sistema imunológico e os processos inflamatórios crônicos podem ser fatores desencadeantes do câncer. “Hoje sabemos que o câncer é uma doença multifatorial e ainda é muito difícil determinar o que leva cada paciente a desenvolver a doença” diz Ubukata.

veterinario-gato-1-770x490

Medidas de prevenção podem e devem ser adotadas pelos tutores. Isso inclui avaliações periódicas com um médico-veterinário, mesmo que o animal aparente estar saudável. “Conforme os animais vão ficando mais velhos é importante intensificar as visitas clínicas”, orienta Rodrigo Ubukata. Ele ressalta ainda que a castração precoce de cadelas e gatas é um dos métodos mais eficazes para reduzir a incidência de tumores mamários, bem como de tumores venéreos transmissíveis (TVT) tanto em machos quanto em fêmeas.

Os tutores devem ficar atentos a qualquer anormalidade, como presença de nódulos, feridas que não cicatrizam, sangramentos, odores estranhos, dificuldades para urinar ou evacuar, tosses/espirros sem causas aparentes, emagrecimento, perda de apetite, etc. Esses sintomas são comuns a várias doenças, inclusive ao câncer.

O diagnóstico varia de acordo com as suspeitas e com o tipo do tumor. De um modo geral, envolve entrevista médica-veterinária (anamnese), exames físicos, exames laboratoriais (de sangue, de urina, citologias, bioquímicos etc) e exames de imagem (radiografias, ultrassonografias, tomografias computadorizada e ressonâncias magnéticas). “Exames histopatológicos, imunoistoquímicos e moleculares normalmente são necessários para conclusão do diagnóstico”, observa Ubukata.

Tratamentos cada vez mais eficazes e com menos efeitos colaterais

cachorro negro

A partir do diagnóstico, é possível identificar o tipo de câncer e, então, definir o melhor tratamento para o animal. Segundo Rodrigo Ubukata “nenhum tratamento é igual ao outro, pois os tumores variam entre si e também entre os pacientes, de acordo com o estágio da doença e sua manifestação.”

A terapêutica se desenvolveu bastante nos últimos anos. Dentre os avanços, Ubukata cita as novas técnicas e modalidades cirúrgicas e anestésicas, que oferecem resultados melhores e diminuem os riscos aos pacientes; as novas quimioterapias antineoplásicas; as radioterapias (aceleradores lineares), que estão cada vez mais eficientes; as terapias alvo e a imunoterapia com substâncias que promovem a estimulação do sistema imunológico.

Com a mudança da relação homem-animal, as pessoas estão mais sensibilizadas e motivadas a tratarem seus pets que hoje são considerados parte da família. “Nessa minha trajetória de quase 20 anos dedicados exclusivamente à Oncologia Veterinária já vi muitos tutores fazerem de tudo pelos seus animais, até irem para outros países para fazer tratamentos que não existiam aqui ou venderem seus bens para custear determinada terapêutica”, relata Ubukata.

Fonte: CRMV-SP

 

ONG Patas Therapeutas lança calendário 2019 na Cobasi Villa Lobos

No domingo, 28 de outubro, a partir das 11 horas, a Cobasi Villa Lobos recebe o evento de lançamento do calendário 2019 elaborado pela ONG Patas Therapeutas. O calendário é ilustrado com os animais que fazem parte da organização e toda a venda do material será convertida para o projeto.

O Patas Therapeutas foi fundado em 2012 e atua nas áreas de Atividade, Educação e Terapia Assistida por Animais com uma equipe formada de voluntários e profissionais que trabalham com seus próprios animais (cães, gatos, aves, coelhos). Estes pets são levados a hospitais, asilos e abrigos nas cidades de São Paulo e Porto Feliz com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

O evento contará com a presença de alguns dos animais voluntários os quais o público poderá interagir e aprender sobre o projeto.

Para mais informações do trabalho da ONG, acesse o site clicando aqui.

calendario

Lançamento Calendário 2019 ONG Patas Therapeutas
Data: 28 (domingo)
Horário: das 11h às 13h
Local: Cobasi Villa Lobos
Endereço: Rua Manoel Velasco, 90, Vila Leopoldina, São Paulo – SP.
Classificação Livre
Evento gratuito

 

Sábado é dia de levar um novo bichinho de estimação para casa

Shopping Praça da Moça recebe mais uma edição de Feira de Adoção do CCZ

Neste sábado, dia 27, o Shopping Praça da Moça realiza a 11ª Feira de Adoção de Cães e Gatos em parceria com o CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) de Diadema. Mais de 220 animais foram adotados nos eventos anteriores. Nesta edição 31 animais estão à espera de um novo lar.

Os 12 gatos e 19 cães já estarão vermifugados, castrados e vacinados contra raiva, exceto os quatro filhotes, que tomam as vacinas e passam pela castração somente a partir do quarto mês de vida. Na última campanha, 27 animais encontraram uma família.

Todas as orientações e cuidados com o pet serão passados aos candidatos, que precisam ser maiores de 18 anos, ter muito carinho para dar e se responsabilizar com as necessidades dos animaizinhos.

“Essa parceria com o CCZ tem sido de muito sucesso, com um número bom de adoções a cada edição. Para o Shopping é um enorme prazer poder fazer parte desse momento de tantas famílias”, afirma Danilo Senturelle, gerente de marketing do Shopping Praça da Moça.

feira de adoção

Feira de adoção de cães e gatos
Data: 27 de outubro
Horário: das 10h às 16h
Local: Shopping Praça da Moça – Piso Araucária
Endereço: Rua Manoel da Nóbrega, 712 – Centro, Diadema
Telefone: (11) 4057-8900
Estacionamento: Carros 8 reais até 3 horas + 1,00 por hora adicional ou fração / Motos 8 reais a diária