Arquivo da tag: Natal

Como driblar “armadilha” da compulsão alimentar nas festas de fim de ano

Especialista em obesidade Gladia Bernardi, autora do best-seller “O Código Secreto do Emagrecimento” explica como aproveitar as ceias de Natal e Ano Novo sem comer de forma exagerada, evitando colocar a saúde e a boa forma em risco

O final do ano chegou e, com ele, as tradicionais festas de confraternização, encontros com amigos, ceias em família, e muita comida. Todos esses ambientes já são propícios para comer em exagero, mas a maioria das pessoas ainda conta com o desgaste físico e psicológico acumulado no ano, principalmente por conta do trabalho, como “incentivo” para os excessos. A vontade de “relaxar” é uma das justificativas para o exagero na hora de comer.

A boa notícia é que há alternativas para desfrutar dessa época do ano sem grandes prejuízos para a saúde nem sofrimento, e o segredo está em trabalhar a mente. Gladia Bernardi, especialista em obesidade e autora do best-seller “O Código Secreto do Emagrecimento”, explica que é normal as pessoas desejarem uma “recompensa” pelo ano exaustivo e acabarem deixando o emocional tomar conta. Por isso, acabam comendo mais do que de fato gostariam e ficam com sentimento de culpa.

Segundo pesquisa do The New England Journal of Medicine, as pessoas tendem a engordar 2 kg durante as festas de fim de ano, mas não perdem esse excesso integralmente depois. O estudo, realizado com quase 3.000 pessoas nos Estados Unidos, Alemanha e Japão, mostrou que os participantes emagreceram apenas 1,5 kg – acumulando em média 0,5 kg a cada ano.

Fome emocional x fome racional

ceia natal fim de ano.jpg

Como trabalhar a mente para evitar esse tipo de compulsão? No best-seller, Gladia explica os dois sistemas que controlam nosso cérebro: o “bottom up” (emocional) e o “top down” (racional). Como a principal forma de manter-se saudável é uma reconstrução de padrões de pensamento para a criação de hábitos, é fundamental o equilíbrio entre esses dois sistemas.

“Os momentos de exagero na comida ocorrem geralmente quando o sistema “bottom up” – emocional – toma conta do cérebro e de suas ações, o que não pode acontecer. É preciso que o sistema emocional permita receber conselhos do racional para que ambos possam agir em harmonia”, explica a especialista.

O uso excessivo na rotina diária do sistema “top down” – racional – faz com que, em momentos de festividades, grande parte das pessoas queiram deixá-lo de lado, o que é importante e saudável, mas não pode ser feito de maneira integral. É preciso que os sistemas realizem ações comportamentais juntos, não individuais.

“Nossa vida não teria graça nenhuma se vivêssemos apenas sob o comando da razão, é importante que o emocional esteja presente nos momentos de descontração. Mas é preciso entender que o segredo para não cair em compulsão é acionar o ‘top down’ antes de comer, impedindo assim os exageros e o sentimento de culpa”, comenta Gladia.

Como acionar o racional durante as festas?

shutterstock mulher comendo doces
Shutterstock

“Trabalhei como um(a) doido(a) o ano inteiro, mereço comer o máximo que eu aguentar”. Epa, calma! Realmente, você merece momentos de prazer e diversão após tanto trabalho e uma rotina exaustiva o ano inteiro, mas isso não é motivo para comer em exagero.

“Esse pensamento é uma forma de sabotar a mente, e apenas contribui para a compulsão. Comida não pode ser o centro da felicidade”, alerta Gladia. Segundo a especialista, essa frase significa que o sistema “bottom up” (emocional) tomou conta da mente. “Lembre-se: é preciso permitir que o “top-down” (racional) entre em ação e os dois atuem em conjunto. Aproveite aquele doce saboroso, mas não precisa acabar com a travessa”, ensina ela.

“Ah, já comi um, mesmo, mais quatro ou cinco ou tantos outros não vão fazer diferença”. Esse também é outro pensamento muito comum para justificar uma compulsão. Não é porque você comeu um alimento gorduroso que vai “abrir a porteira” para comer sem limites.

“Saiba aproveitar uma comida gostosa sem excessos, e não sentirá culpa nem terá prejuízos significativos depois. É comum esse tipo de pensamento durante as ceias de final de ano, o que leva a mais momentos de compulsão e faz com que a pessoa postergue a reprogramação do cérebro para a criação de hábitos”.

“Estou satisfeito(a), mas vai demorar para eu comer isso de novo, então vou pegar mais”. Essa é clássica no fim do ano. Realmente, não é sempre que nos deparamos com pratos elaborados e tantos tipos de doces como nessa época. Por isso, é importante aproveitar os alimentos, mas, novamente, esse tipo de pensamento não pode ser uma forma de justificar uma compulsão.

“Se você já está satisfeito, para que ficar sofrendo pelo “futuro” em que não vai ter o alimento? Importante lembrar que as ações que constroem hábitos no cérebro são feitas diariamente e em pequenos momentos. Evitar esse tipo de ação também vai contribuir para a reprogramação da sua mente para manter uma rotina mais saudável no futuro e sem sofrimentos”, recomenda Gladia.

“Vou começar a dieta a sério no ano que vem, então agora vou extravasar”. “Em meu livro, apresento uma técnica para não sofrer com dietas restritas e ter uma vida prazerosa. Para isso, é importante a construção de hábitos no cérebro para que ele seja programado a viver bem com uma rotina saudável. Como isso é feito? Diariamente, em pequenos momentos. Uma possível dieta restrita no futuro não pode justificar um momento de compulsão. É preciso equilíbrio em ambos os momentos”, diz.

ceia envato elements
Foto: Envato Elements

Não há nenhum mal em aproveitar as festas para comer aqueles doces diferentes e experimentar refeições saborosas, desde que sem excessos. “O importante é exercitar a mente para que não se deixar levar pelas emoções de momento, nem pela ideia de “recompensa”. O equilíbrio é a chave para se divertir nas festas, experimentando alimentos diferentes sem ficar com a consciência pesada”, finaliza.

gladia.png

Fonte: Gladia Bernardi é autora do recém-lançado livro Código Secreto do Emagrecimento (Ed. Gente), nutricionista e desenvolvedora do método de coaching de Emagrecimento Consciente, baseado na neurociência, na programação neurolinguística e em coaching. Atualmente, já formou mais de mil profissionais de todo o Brasil e é responsável pelo evento “Por um mundo mais leve”, que é realizado anualmente e defende que qualquer pessoa pode emagrecer se estiver em harmonia com a mente.

Um conto de Natal

“O maior presente é um pedaço de você mesmo” – Ralph Waldo Emerson

 

Eu estava em San Francisco, a poucos dias do Natal. As lojas já começavam a ficar entupidas e multidões esperavam impacientemente pelos ônibus e bondes no fim da tarde.

Quase todo mundo carregava pilhas de pacotes, e o cansaço era tanto que eu comecei a me perguntar se os inúmeros amigos e parentes mereciam mesmo aqueles presentes e tanto sacrifício. Esse não era bem o espírito de Natal que eu desejava.

Por fim, fui literalmente empurrada para dentro de um bonde superlotado, e a ideia de ficar ali como sardinha em lata até chegar em casa foi se tornando insuportável. O que eu não daria por um lugar sentada!

À medida que algumas pessoas foram descendo, consegui respirar melhor e comecei a notar os outros passageiros. Com o c anto dos olhos, vi um menino pequeno, de pele escura – não podia ter mais do que seis anos -, puxando a manga de uma mulher e perguntando: “Quer se sentar?” Ele a levou até o assento vago mais próximo e partiu em busca de outra pessoa  cansada. Assim que um cobiçado lugar surgia, ele rapidamente se enfiava em meio àquela massa humana para procurar mais uma mulher carregada de pacotes e levava-la até o assento.

Finalmente, quando senti um puxão em minha própria manga, já estava  completamente fascinada pelo menino. Ele me pegou pela mão e com um sorriso do qual jamais vou me esquecer disse: “venha comigo”. Mal tive tempo de agradecer, pois ele já partia em busca de mais uma necessitada.

Os passageiros do bonde, que em geral viajavam olhando para a frente e evitando os olhares dos vizinhos, começaram a trocar sorrisos. Uma mulher comentou comigo o cansaço que sentia, e três pessoas se abaixaram ao mesmo tempo para apanhar um pacote que caíra no c hão. Em pouco tempo, as pessoas conversavam. Aquele menininho havia realmente mudado alguma coisa – todos nós nos sentíamos envolvidos num sutil sentimento de aconchego, e o resto do percurso foi puro prazer.

Não percebi o menino descer. Quando olhei, ele não estava mais ali. Quando cheguei ao meu ponto, saltei do bonde pisando nas nuvens e desejei sinceramente ao motoqueiro “Feliz Natal”. Pela primeira vez percebi como as casas de minha rua estavam lindamente iluminadas e pensei em reunir os vizinhos para um chá antes do fim do ano. Eu me sentia de bem com o mundo, feliz c om os presentes que comprara e com a alegria que eles dariam.

E, de repente, o Natal deixou de ser uma estressante festa de consumo para adquirir seu verdadeiro sentido. Mais uma vez era um menino que, c om seu gesto de amor, anunciava nossa verdadeira vocação.

natal gatos

(Autora desconhecida. in: Histórias para aquecer o coração – Edição de bolso. Rio de Janeiro: Sextante, 2003)

Nutricionista ensina a fazer bolo de banana natalino

A nutricionista e pesquisadorada Nutri Secrets, Aline Quissak, preparou uma receita especial e saudável para o Natal: “Bolo de Banana Natalino”. Muitos não sabem, mas a banana é um dos alimentos medicinais para a ansiedade, por conter magnésio que relaxa a musculatura, vitamina do complexo B e triptofano que formam a serotonina, hormônio da felicidade. Mas ela precisa ser associada a fibras para não causar picos de insulina no nosso sangue.

Por isso, nesta receita especial, unimos as nozes, farinha de amêndoas e linhaça. Os ovos e o iogurte são fontes de proteína e cromo para melhorar o cortisol, hormônio do estresse. Com o toque de canela, nozes e banana esse bolo trás o espírito natalino para fecharmos o ano mais relaxados e felizes.

Bolo de Banana Natalino

Ingredientes:

4 ovos
1 xícara de farinha de aveia
1 xícara de farinha de amêndoas
3 bananas bem maduras
4 colheres de sopa de melado de cana
1/2 xícara de nozes picadas
2 colheres de sopa de farinha de linhaça
120g de iogurte natural sem açúcar
1 colher de sobremesa de canela em pó
1/2 colher de sobremesa de bicarbonato de sódio ( não use fermento químico pois tem muito sódio e conservantes)

Modo de preparo:

Em um bowl coloque os ovos, o iogurte e o melado de cana, misture bem e reserve. Amasse 2 bananas e adicione na mistura. Misture aos poucos os ingredientes secos e finalize com o bicarbonato. Em uma forma pequena de 20cmx20cm adicione metade da massa. Pique a banana restante cobrindo a massa e coloque a outra metade. Leve para assar em forno pré-aquecido por 180 graus entre 20 a 25 min até fazer o teste do palito e sair seco.

bolo de banana natalino.jpg

Receita de rabanada com mel

Para este Natal, a sugestão da rede Divino Fogão é rabanada com mel. Veja a seguir o passo a passo

Rabanada com Mel

Ingredientes:
8 fatias de pão de forma
2 xícaras de leite integral
2 ovos
4 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de margarina
½ xícara de mel

Modo de preparo
Bata os ovos com o leite e o açúcar. Reserve. Deixe os pães de forma na mistura por alguns minutos. Reserve. Derreta a margarina em uma frigideira e, com ela bem quente, frite os pães até ficarem bem dourados de cada lado. Finalize com o mel. Sirva.

Dica do Chef: sirva com frutas, chantilly, geleias ou com uma calda de sua preferência.

divino_fogao rabanada.jpg

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 8 porções

Fonte: Divino Fogão

Três deliciosas sobremesas para o Natal

Que tal fazer receitas deliciosas para saborear com toda a família? A União preparou sugestões de doces que combinam perfeitamente com o Natal, sem deixar de lado as altas temperaturas do verão brasileiro.

Confira a seguir, três receitas feitas pela chef Ivy Oliveira da Cozinha Experimental União.

Banoffee Pie

banoffee.png

Ingredientes

Massa
1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (165 g)
100 g de manteiga sem sal
1 gema (20 g)
meia (chá) de Açúcar Refinado União (80 g)
1 colher (chá) de essência de baunilha (5 ml)

Chantilly
2 xícaras (chá) de creme de leite (400 ml)
2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro Glaçúcar União (20 g)

Montagem
400 g de doce de leite cremoso
4 bananas nanicas cortadas em rodelas
Raspas de chocolate ao leite para decorar

Modo de fazer

Massa
Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).  Em uma tigela, coloque a farinha de trigo, a manteiga, a gema ligeiramente batida, o Açúcar Refinado União e a essência de baunilha, amasse delicadamente com a ponta dos dedos até formar uma massa homogênea.  Abra a massa com um rolo, entre dois filmes plásticos próprios para alimento até obter a espessura de 0,5 cm. Forre o fundo e a lateral de uma forma redonda canelada de fundo removível (22 cm de diâmetro). Faça furos na massa com um garfo e leve ao forno por 20 minutos ou até dourar levemente. Reserve até esfriar.

Chantilly
Na batedeira, bata o creme de leite com açúcar de confeiteiro Glaçúcar União até obter um creme em ponto de picos firmes.

Montagem
Recheia a massa com o doce de leite, distribua as rodelas de banana e cubra om o chantilly. Decore com a raspa de chocolate e mantenha na geladeira até o momento de servir.

Capacidade da xícara: 200 ml
Tipo do recipiente: fôrma redonda com aro removível (22 cm)
Temperatura do forno: moderada (180ºC)
Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de forno: 20 minutos
Tempo total: 50 minutos
Rendimento: 8 porções

Manjar Branco com Calda de Ameixas

manjar.png

Ingredientes

Manjar
8 colheres (sopa) de amido de milho (64 g)
2 xícaras (chá) de leite (400 ml)
1 e meia xícara (chá) de açúcar refinado União (240 g)
2 vidros de leite de coco (400 ml)

Calda de ameixa
1 xícara (chá) de açúcar refinado União (160 g)
1 xícara (chá) de ameixa preta sem caroço (155 g)
1 e meia xícara (chá) de água (300 ml)

Modo de fazer

Manjar
Molhe a forma de furo central de 20 cm de diâmetro com água, retire o excesso e reserve. Em uma panela, dissolva o amido de milho no leite frio. Adicione o açúcar refinado União e o leite de coco e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até engrossar.
Despeje o manjar na forma reservada e leve à geladeira por pelo menos 4 horas para firmar. Desenforme e sirva com a calda de ameixas.

Calda de ameixa
Em uma panela, adicione o açúcar e vá mexendo até formar um caramelo claro tomando cuidado para não passar do ponto e queimar. Adicione as ameixas e a água, com cuidado, mexa até o caramelo se dissolver e cozinhe até começar a engrossar levemente. Retire do fogo e espere esfriar.

Dica:Experimente adicionar na calda cravos-da-índia e canela em pau. Retire-os após ferver a calda.
Capacidade da xícara: 200 ml
Tipo do recipiente: forma redonda de furo central de 20 cm de diâmetro
Tempo de preparo: 20 minutos
Tempo de geladeira: 4 horas
Tempo total: 4 horas e 20 minutos
Rendimento: 12 porções

Sorvete de Panetone com Calda de Caramelo

sorvete_de_panetone.jpg

Ingredientes

Creme
3 xícaras (chá) de leite (600 ml)
½ xícara (chá) de açúcar refinado União (55 g)
3 gemas (60 g)
4 colheres (sopa) de amido de milho (32 g)
1 caixinha de creme de leite (200 g)
raspas de 1 laranja
2 colheres (chá) de raspas de limão (4 g)

Merengue
3 claras (120 g)
1 xícara (chá) de açúcar refinado União (110 g)

Montagem
1 xícara (chá) de frutas cristalizadas
2 colheres (sopa) de uvas-passas pretas
2 e ½ xícaras (chá) de panetone cortado em cubos pequenos (300 g)

Para decorar
calda de caramelo
nozes picadas

Modo de fazer

Creme
Em uma panela, aqueça em fogo médio o leite com o açúcar refinado União. Em uma tigela, misture as gemas com amido. Reserve. Quando o leite amornar, adicione na mistura de gemas lentamente, mexendo sempre para não empelotar. Volte a mistura para a panela e cozinhe por 5 minutos ou até engrossar. Desligue o fogo e adicione o creme de leite, as raspas de laranja e de limão. Transfira para um refratário e cubra com papel filme em contato com o creme. Reserve em geladeira até esfriar.

Merengue
Em uma tigela, em banho maria sem parar de mexer, aqueça as claras com o açúcar refinado União até dissolver bem, mas sem cozinhar as claras. Em uma batedeira, em velocidade média bata a mistura de claras com açúcar até esfriar e formar um merengue firme.

Montagem
Adicione no creme reservado as frutas cristalizadas e as uvas passas e junte o merengue aos poucos, misturando até formar um creme homogêneo. Acrescente o panetone e misture delicadamente. Coloque em um refratário ou em uma tigela, tampe e leve ao freezer por pelo menos 6 horas antes de servir. Sirva acompanhado da calda de caramelo e decore com as nozes picadas.

Dica: experimente adicionar pedaços de chocolate ao sorvete. Se desejar, hidrate as uvas passas em vinho do porto, rum ou no licor de sua preferência.
Capacidade da xícara: 200 ml
Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de geladeira: 6 horas
Tempo total: 6 horas e 30 minutos
Rendimento: 8 porções

Receitas elaboradas pela Cozinha Experimental União 

Surpreenda neste Natal com Yakissoba 

A Nissin preparou uma receita especial para quem quer surpreender os convidados nesse Natal, agradando até aqueles que não gostam de uva-passa. Rápido, fácil e saboroso, o Nissin Yakissoba será o queridinho da ceia natalina da sua família. Confira abaixo e não deixe de testar!

Nissin Yakissoba de Natal

Ingredientes

1 pacote de Nissin Yakissoba 500g
3 colheres (sopa) de óleo
200g de filé mignon cortado em tiras
200g de frango cortado em tiras
1 xícara (chá) de cebola picada
1 xícara (chá) de couve flor pré-cozida
1 xícara (chá) de acelga
1 xícara (chá) de brócolis pré-cozido
1 xícara (chá) de cenoura fatiada pré-cozida
1 xícara (chá) de molho de soja
½ xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de amido de milho
2 colheres (sopa) de óleo de gergelim
½ xícara (chá) de cebolinha picada

Modo de preparo

Molho

Em uma wok esquente o óleo e doure a carne. Adicione a couve flor, a acelga, os brócolis, e a cenoura. Acrescente o molho de soja e deixe em fogo médio. Dilua o amido de milho na água, despeje na panela e deixe apurar em fogo baixo. Enquanto apura, prepare o Nissin Yakissoba 500g conforme instruções da embalagem. Escorra o macarrão e junte ao molho. Mexa cuidadosamente com duas colheres para incorporar ao molho. Finalize com o óleo de gergelim e a cebolinha picada.

yakissoba nissin.png

Rendimento: 4 porções
Tempo de Preparo: 15 minutos

Fonte: Nissin

Panetones doce e salgado, low carb, rápidos e fáceis de fazer

Vanda Hering é chef low carb e dá cursos por todo Brasil levando comida de verdade que alimenta e conforta a todos. Do salgado ao doce, e do simples ao refinado que fazem bem ao corpo e a alma e que agradam a toda a família, independente de viver ou não esse estilo de vida.

Aqui, a chef ensina a fazer dois panetones, um salgado e outro doce. Confira as receitas abaixo:

Panetone de parmesão e peito de peru

panetone 1

Ingredientes
5 ovos
250g de farinha de amêndoas
25g de ervas frescas picadas ( manjerícão, orégano)
10g de sal marinho
temperos secos a vontade como ervas da provence, chimichurri, pimenta calabresa
200g de parmesão ralado grosso
50g de presunto de peru ou presunto parma fatiado bem fino
2 colheres de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Bater os ovos até dobrar de volume, acrescentar a farinha de amêndoas e envolver bem a massa, acrescentar os temperos e as ervas frescas , o parmesão ralado e o presunto e o fermento em pó. Colocar em uma forma de papel tamanho médio.
Levar ao forno pré aquecido a 180 graus por 10 minutos (o suficiente para a massa crescer!) , baixar o forno para 160 graus e assar por mais 45 minutos ou fazer o teste do palito. Deixar esfriar para cortar. Decorar com creme de ricota e raspas de parmesão e presunto.

Panetone com frutas

panetone 2

Ingredientes
150g de xilitol
05 ovos
250g de farinha de amêndoas
02 cl de sopa de fermento em pó
raspas de 1/2 laranja
raspas de 1/2 limão
100g de amêndoas laminadas
75g de goji berry
75g de blue berry

Modo de preparo
Bater os ovos e o xilitol até dobrar de volume, acrescentar a farinha de amêndoas as raspas de laranja e limão e as frutas secas. Colocar em uma forma de panetone tamanho médio. Levar ao forno pré aquecido 180 graus por 10 minutos ( até a massa subir) e baixar o forno para 160 graus e terminar de assar por mais 45 minutos ou fazer o teste do palito. Retirar do forno e deixar esfriar antes de partir. Polvilhar xilitol e decorar com as frutinhas secas (goji berry e blue berry) e amêndoas em lascas.

Rendimento: 280g cada panetone ou 6 fatias.

 

Receita de chester com batatas douradas

Uma das tradições da festa natalina é reunir a família em torno da mesa para confraternizar com um jantar caprichado e especial. Para aquelas pessoas que buscam uma receita saborosa e tradicional para esse momento, a Bem Brasil – maior indústria brasileira de batata – recomenda uma versão prática e suculenta para a ocasião: Chester com batatas douradas.

Confira abaixo os ingredientes e o passo a passo dessa preparação:

Chester com Batatas Douradas

Ingredientes

Chester:
1 chester (3kg)
1/2 xícara (chá) de suco de laranja
1 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
1 colher (sopa) de açafrão
1 colher (chá) de cominho em pó folhas de alecrim
sal e pimenta do reino a gosto
20g de manteiga gelada em cubinhos

Dentro do chester:
1/2 laranja
1 cabeça de alho
folhas de alecrim

Para pincelar:
2 colheres (sopa) de manteiga derretida

Molho de laranja:
2 xícaras (chá) de suco de laranja
1/2 cebola ralada
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de farinha de trigo

Batatas douradas:
1 pacote de Batata Corte Caseiro com Casca da Bem Brasil
folhas de alecrim
1 colher (chá) de açafrão
Sal a gosto
1 colher (sopa) de azeite de oliva

Modo de preparo

Chester: Usando um papel toalha seque toda a pele do Chester. Tempere com vinagre, suco de laranja, açafrão, cominho, sal, pimenta do reino e folhas de alecrim. Esfregue por toda superfície do frango, de todos os lados. Cubra com plástico filme e leve à geladeira de um dia para outro ou por duas horas. Depois, separe a pele do peite. Coloque a manteiga gelada cortada em cubinhos. Dentro do chester coloque 1/2 laranja, a cabeça de alho e folhas de alecrim. Amarre as perninhas usando um barbante, vire as asinhas para baixo e pincele toda a superfície com manteiga derretida. Leve ao forno preaquecido a 240° por 45 minutos. Depois reduza a temperatura para 180° e deixe por mais 1 hora e 30 minutos, parando na metade do tempo para regar a ave com líquido que se formou na travessa.

Batatas Douradas: em uma forma coloque as batatas corte caseiro com casca da Bem Brasil, tempere com açafrão, alecrim, sal e azeite de oliva. Misture bem. Leve ao forno preaquecido a 200° por aproximadamente 40 minutos, parando na metade do tempo para virar as batatinhas.

Molho de laranja: em uma panela coloque a manteiga, quando derreter adicione a cebola ralada, tempere com sal e pimenta do reino. Adicione a farinha de trigo e misture alguns minutos. Despeje o suco de laranja. Deixe o líquido reduzir e começar a ficar cremoso. Passe pela peneira e deixe esfriar para servir. Monte o prato com o Chester no centro, as batatas douradas ao redor e folhas de alecrim. Sirva com o molho de laranja.

chester.jpg

Fonte: Bem Brasil

Cuidados com os pets nas festas de final de ano

Um dos maiores riscos é sofrer com choques nas lâmpadas de pisca-pisca

Nas festas de fim de ano, os pets precisam de atenção redobrada, pois os perigos podem ser diversos. O choque por causa das lâmpadas de iluminação, por exemplo, intoxicação alimentar e até mesmo o barulho dos fogos de artifícios. Mesmo que pareça distante, para cães e gatos o som potencializa em até seis vezes se comparado à audição humana.

Por isso, é preciso planejar bem a acomodação dos pets nessas épocas, se o animal fica em um hotel, ou se levará o bichinho para o feriado também, no último caso, é preciso se preocupar com a documentação necessária, é preciso dar vacinas e antipulgas.

Milena Guimarães, médica veterinária do Hospital Veterinário Cão Bernardo, afirma que: “As festas de fim de ano podem ser divertidas para nós humanos, porém, extremamente perigosas aos nossos amigos pets, devido a enfeites atrativos, casa cheia de convidados e alimentos à disposição. Devido a isso, devemos preparar os nossos amigos, para essas datas especiais”.

Para que o pet esteja protegido neste final de ano, seguem algumas dicas:

Embrulho de presente

cachorro enfeite presente buttehumane
Foto: ButteHumane

A cada presente aberto, é mais papel espalhado pela casa e mais risco do pet querer brincar com os pacotes e até fitilhos do presente. A médica veterinária afirma que fitas e sacolas são um perigo para os animais, por isso acrescenta: “Esses itens não são brinquedos e caso ingeridos, talvez seja necessário cirurgia para a retirada e, em alguns casos, o bichinho pode chegar a óbito”.

Decoração de natal

gato na arvore de natal 3

É preciso estar muito atento com o alcance deles a presépios, bolas e, principalmente, as lâmpadas pisca-pisca, que podem causar choque ao encostar na língua e no focinho, e pode gerar até alterações neurológicas ou de metabolismo. O ideal é deixar os enfeites fora do alcance dos animais.

Bebidas alcoólicas

cachorro mesa bebida comida dogster.jpg
Dogster

Pode parecer muito difícil de acreditar, mas muitos pets chegam à emergência do hospital nessa época do ano em coma alcoólico. Isso acontece porque as pessoas costumam esquecer copos com bebidas em lugares de fácil acesso. O álcool é absorvido pelo organismo dos bichos e metabolizado pelo fígado rapidamente, o que causa náuseas e vômitos, problemas respiratórios e chegar até o coma.

Fogos de artifício

gato-fogos-medo

Um dos problemas mais recorrente nas festas de fim de ano, os fogos podem causar grande estresse ao pet. O barulho assusta e pode causar acidentes, e até fugas, por isso, é preciso que as portas e as janelas estejam fechadas. É importante estar junto do animal para que ele se sinta protegido e deixar que o próprio bicho descubra em qual lugar da casa se sente mais seguro.

Intoxicação alimentar

cachorro e chocolate

Os animais são sensíveis a muitas substâncias, como o chocolate. E nessa época do ano, com as ceias de Natal e Ano Novo, pode ser um perigo ter o pet próximo à mesa ou até mesmo dar qualquer tipo de alimento.

Os alimentos podem causar vômitos e diarreias, e até mesmo perfurações no órgão do animal se a comida tiver algum osso. “Todos os alimentos dessas festas são nocivos aos pets, o panetone, pernil, bolos, pudins, bacalhau, entre outros. Essas comidas causam intoxicação nos animais e causam emergências sérias, o vômito e a diarreia podem evoluir para pancreatite e levar a morte “, finaliza Milena.

Fonte: Cão Bernardo

Dicas para não estragar as festas de final de ano

Especialista dá dicas para as pessoas que querem se divertir sem descuidar da saúde

O Natal e o Ano Novo estão chegando, com eles inúmeras comemorações, viagens e alegria, mas isso não quer dizer que podemos exagerar e descuidar da saúde. Por isso, é importante tomar alguns cuidados para não acabar com as comemorações de final de ano. Para aproveitar as festas sem correr riscos, Aier Adriano Costa, coordenador da equipe médica do Docway, elencou algumas dicas bem importantes:

1) Beba muita água

beber água

Durante essa época do ano, com os dias normalmente mais quentes, o cuidado com a hidratação deve ser redobrado, já que o corpo elimina naturalmente mais líquidos e sais minerais do nosso organismo. Por esse motivo, a ingestão de água é tão importante. Mas se você é daqueles que não consegue tomar água com facilidade, o Dr. Aier dá outra dica: uma boa opção para os dias de calor é a água de coco, que, além de conter baixo número de calorias, tem uma composição natural semelhante à do soro fisiológico, hidratando o organismo com mais eficácia.

2) Cuidado com o que você come

salmão e saladas

Outro sintoma comum nos dias de calor é a falta de fome, porém é muito importante que a pessoa se alimente para não correr riscos. O melhor jeito para driblar o problema é consumir alimentos leves e de fácil digestão, entre eles saladas, frutas, legumes e carnes magras. É importante tomar cuidado com os petiscos e sobremesas, que são naturalmente mais pesados e de difícil digestão.

3) Mantenha sua rotina e horários

Dormir bem é essencial para ter um dia produtivo

É muito comum que nessa época do ano as pessoas abram mão da sua rotina e dos seus horários, acordando mais tarde e programando atividades ao longo do dia que não fazem parte do seu dia a dia, o que acaba afetando diretamente a saúde. Se você consegue manter o controle, sair da rotina pode não trazer consequências, mas existe pessoas que, quando saem do ritmo normal, acabam exagerando. É importante descansar e se divertir, mas estabelecer horários mais próximos aos do seu dia a dia evitam maiores riscos.

4) Cuidado com a conservação dos alimentos

crianças e mae no supermercado The Yummy Mummy Club
Foto: The Yummy Mummy Club

No verão, os alimentos podem perecer mais rapidamente. Por isso, quando for comprar os alimentos para as festas, entre eles frutas, verduras e legumes, é bom verificar o seu estado geral. Evite alimentos que estiverem amassados, batidos e manchados. Cuidado também ao armazenar, já que o consumo de alimentos deteriorados ou mal conservados pode levar a intoxicações alimentares, estragando a sua festa.

5) Cuidado com aquela cervejinha a mais

bebida cerceja amigos

Especialmente nas festas de final de ano, bebidas alcoólicas são consumidas com maior frequência. O problema é que além das bebidas alcoólicas serem calóricas, quando ingeridas em grandes quantidades, podem levar à desidratação, já que o álcool “retira” a água das células, agindo como um diurético. Uma dica para quem quer aproveitar as festas sem exageros é intercalar a bebida alcoólica com o consumo de água, ajudando o organismo a manter-se hidratado.

6) Divirta-se, mas sem descuidar da saúde!

champanhe espumante pixabay
Pixabay

Nada melhor que aproveitar a vida. Com tantas comemorações, comidas e bebidas gostosas, fica muito difícil resistir. Devemos, sim, nos divertir e aproveitar esses eventos, mas o equilíbrio é fundamental para que 2019 comece como todos queremos: com o pé direito!

Fonte: Docway